Você está na página 1de 13

Hemilaringectomia Hemilaringectomia Ampliada Laringectomia Quase-Total

Docente: Ms. Patrcia Pinho Discentes: Eliane Mattos, Girlene Melo, Jssica Alves, Juliete Figueiredo, Larissa Ceclia

uma cirurgia que constitui na resseco de uma lmina da cartilagem tireidea com a quilha, juntamente com o pericndrio* externo, incluindo ou no a borda posterior dessas cartilagem, com insero do msculo constritor inferior da faringe.

* a tnica de tecido conjuntivo denso no-modelado que


reveste a superfcie da cartilagem

Indicada em tumores da corda vocal com extenso subgltica at oito milmetros na poro mais anterior.

O resultado vocal de uma hemilaringectomia frequentemente melhor do que nas laringectomias frontolaterais.
A tendncia ao colabamento das estruturas da laringe e a vibrao em bloco produzem uma voz disfnica, porm, bem aceita socialmente.

Essa cirurgia corresponde uma ampliao da hemilaringectomia, com resseco da subglote anterior e cricoidectomia parcial e/ou pecolo da epiglote e/ou loja pr-epigltica e/ou prega vocal contralateral at o processo vocal, respeitando sua cartilagem aritenidea e com margem no pericndrio externo.

Observa-se uma intensidade mais reduzida, o que implica menor potncia e projeo vocal, dificultando a comunicao em locais ruidosos.

Nesse caso da intensidade reduzida, as tentativas de elevar a intensidade podem resultar em fadiga fonatria, cansao fsico e tontura devido a hiperventilao.

A laringectomia quase-total, descrita por Person (1980), um procedimento cirrgico para tratamento do cncer avanado da laringe. O comprometimento da laringe uni lateral, umas das cartilagens aritenideas apresenta-se completamente livre de tumor.

Utilizando o ar pulmonar expiratrio para a produo da voz, possibilita uma comunicao oral de melhor qualidade, com frases mais longas, sonoridade adequada e fluncia normal.

Possibilita a criao de um desvio fonatrio.

a Traqueostomia definitiva.

Pois

a laringe no tem como manter-se suficientemente aberta para garantir a respirao via nasal. Disfagia Aspirao.

feita a retirada quase total da laringe e a parede anterior da traqueia, reconstruindo-se com o tecido remanescente, um desvio traqueosofgico que comunica a traqueia faringe, mantendo-se uma traqueostomia.

O Desvio inervado pelo nervo larngeo recorrente contralateral ao tumor, o que mantm o tono e a motilidade. Contudo pode haver aspirao, se os tecidos ficarem frouxos.

Olias, Joo [et al.] - Cirurgia da Laringe: Atlas de tcnicas cirrgicas. Guia de Disseco. 1 Edio. Massam. Circulo Mdico. Maio de 2004. 204p. ISBN 972-9071-97-7. Voz do Especialista. Vol. 2 Mara Behlau

LARINGECTOMIA QUASE TOTAL (NEAR-TOTAL LARYNGECTOMY) Luiz Roberto Medina dos Santos Mdico Assistente-Doutor da Disciplina de Cirurgia de Cabea e Pescoo do Hospital das Clnicas da Faculdade de Medicina da Universidade de So Paulo http://grala.com.br/textos/larinquase.htm

Você também pode gostar