P. 1
Bordado Com Pedrarias

Bordado Com Pedrarias

4.61

|Views: 90.870|Likes:
Publicado porrbartes4273

More info:

Published by: rbartes4273 on Jan 08, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as PDF or read online from Scribd
See more
See less

05/26/2015

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.

br

1

Índice
1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. Considerações iniciais Como fazer o nó na linha Como iniciar o bordado e nó de arremate Fim do bordado – arremate Ponto Escama de Peixe – em linha reta Ponto Alinhavo reproduzindo o Escama de Peixe
• Quadro de comparação entre os pontos

03 04 05 06 08 09 10 11 14 15 16 18 19 21 23 23 25

Ponto Escama de Peixe – preenchimentos
• • Outra forma de aplicar o Escama de Peixe em preenchimentos Utilizando o Ponto Alinhavo para obter um efeito semelhante ao Escama de Peixe

8. 9.

Ponto Escama de Peixe com paetê de furo na borda
• Acabamento com miçangas

Flor com lantejoulas

10. Flor com lantejoulas e miçangas 11. Ponto Escama de peixe em tecidos elásticos 12. Exemplos utilizando o Ponto Escama de Peixe 13. Riscos para bordar

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

2

1. CONSIDERAÇÕES INICIAIS

Para bordar com lantejoulas ou paetês devemos utilizar a linha na mesma cor da lantejoula ou do paetê. Nota: Nossos exemplos foram bordados com linhas coloridas apenas para facilitar a
visualização e o aprendizado.

• •

Para que o aprendizado tenha um resultado satisfatório, é indispensável a leitura de todas as explicações, dicas e notas. Este Curso foi idealizado e elaborado por Marcélia Paniago.

É importante lembrar que somente a prática leva à perfeição, por isso não desista se o seu primeiro bordado não corresponder às suas expectativas. Lembre-se que para um atleta conquistar uma medalha é preciso dedicação, esforço e principalmente, muito treino. Alcançar um objetivo implica em superar obstáculos, por isso não se deixe desanimar, persista sempre! Marcélia Paniago

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

3

2. COMO FAZER O NÓ NA LINHA

-1-

-2-

Segurar a agulha (mão direita) juntamente com a ponta da linha. Observe que a ponta da linha fica para baixo (seta) e a ponta da agulha para cima. -3-

Dar três voltas com a linha na agulha (mão esquerda).

-4-

Cortar o excesso de linha, após o nó. Segurar as voltas dadas com a linha com bastante firmeza e puxá-las até o fim da linha. • • Você pode controlar o tamanho do nó pela quantidade de voltas dadas na agulha: para conseguir um nó maior dê mais de três voltas. Esse procedimento permite que seu avesso fique regular, pois seus nozinhos ficarão todos do mesmo tamanho.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

4

3. COMO INICIAR O BORDADO

Fazer o nó na linha, conforme ensinado anteriormente, em: – Como fazer o nó na linha – Observe que o nó ficou para o lado direito (círculo) Fazer o nó de arremate, conforme ensinado a seguir.

O nó ficará pelo lado direito, então ele deve ser bem feito e pequeno (com uma ou duas voltas).

Introduzir a agulha no tecido pelo lado direito, antes do início do risco (desenho). Fazer dois alinhavos, com pontos bem pequenos, até o início do risco.

NÓ DE ARREMATE

Dar um ponto mínimo no tecido, bem próximo à linha.

Puxar até formar uma pequena laçada e passar a agulha por dentro dela.

Puxar a linha. Observe que se forma um pequeno nó.

Apesar do nome de nó de arremate ele deve ser dado no início do bordado, pois ele é o responsável pela resistência e durabilidade, impedindo que o bordado comece a desmanchar pelo início. Não esqueça jamais de iniciar o bordado com o Nó de Arremate.

Depois do arremate o bordado pode ser iniciado. Lembre que o bordado deve ser feito por cima do nó da linha, para que ele não apareça. 1. Esse tipo de início é ideal para o ponto ensinado nesta apostila, pois devido ao volume do ponto ele esconde o nó quando é bordado por cima, deixando o avesso menos carregado. 2. O nó também pode ser deixado para o lado do avesso, utilizando o mesmo processo com o nó de arremate.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

5

4. FIM DO BORDADO – ARREMATE

PRIMEIRA ETAPA DO ARREMATE – nós de fixação
-1Introduzir a agulha no tecido, ao fim do bordado. -2Virar o tecido para o lado avesso. -3-

Fazer um nó de arremate, conforme ensinado anteriormente. -4-5-6-

Agora escolha uma das opções a seguir para cortar a linha. Dar o segundo nó de arremate, mas desta vez, ao invés de pegar no tecido, pegue o fio do nó anterior. Puxar a linha até formar a laçada e passar por dentro dela, fazendo o segundo nó. Dois nós foram dados ao final do bordado, a fim de garantir resistência e durabilidade.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

6

SEGUNDA ETAPA DO ARREMATE – cortando a linha
PRIMEIRA OPÇÃO Cortar a linha deixando uma ponta de 1 cm: SEGUNDA OPÇÃO Esconder a linha na trama do tecido:

Acabamento para qualquer tecido, mas principalmente para lycra, cotton, tricô, malha ou tecidos semelhantes. TERCEIRA OPÇÃO Prender a ponta entre os próprios pontos do bordado pelo lado avesso. • • • • • Passar a agulha no primeiro ponto do bordado (lado avesso). Passar no segundo ponto. Cortar a ponta.

Utilizado para tecidos grossos como jeans, brim, entre outros. QUARTA OPÇÃO Em roupas com forro a ponta deve ser escondida por dentro dele: Depois do arremate final introduza a agulha no tecido (sem pegar o forro) e saia bem à frente (2 cm). Corte a linha rente, assim a ponta ficará dentro do forro.

QUINTA OPÇÃO • Alinhavar, com pontos mínimos, por debaixo do bordado, pelo lado avesso. Quanto menores os pontos do alinhavo, mais firme ficará o acabamento. Cortar a linha bem rente ao alinhavo.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

7

5. PONTO ESCAMA DE PEIXE - em linha reta
Esta modalidade do ponto é bastante usada para bordador em contornos de desenhos. É um ponto bastante firme.

-1-

-2-

-3-

-4-

NUNCA esquecer do nó de arremate antes do início de qualquer bordado com pedrarias. Observe que o nó inicial também ficou pelo lado direito, pois as lantejoulas serão bordadas por cima.

Puxar a linha. Introduzir uma lantejoula na agulha. Observe a posição em que ela entra na agulha; virada para baixo: “posição de chapéu”.

Dar um ponto para trás (1) e sair à frente (2). Observe que o início do bordado (seta) ficou entre dois pontos: 1 e 2. -6-7Para continuar o bordado basta repetir os passos 5 e 6.

-5-

Puxar a linha.

Colocar mais uma lantejoula (posição de chapéu) dar um ponto para trás na borda da lantejoula anterior (1) e sair à frente (2).

-8-

-9-

Puxar para o avesso e arrematar conforme ensinado anteriormente. Para finalizar o bordado, basta introduzir a agulha na borda da lantejoula anterior (1).

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

8

6. PONTO ALINHAVO REPRODUZINDO O ESCAMA DE PEIXE

O ponto Alinhavo também pode ser utilizado para reproduzir um efeito semelhante ao ponto Escama de Peixe.

-1-

-2-

-3-

-4-

Iniciar o bordado com o ponto de arremate

Introduzir uma lantejoula na agulha, virada para cima: ”posição de prato”.

Puxar a lantejoula até o fim da linha, posicionandoa no tecido.

Dar um ponto mínimo no tecido na borda da lantejoula (da direita para esquerda).

-5-

-6-

-7Repetir os passos 2 a 6 para continuar o bordado.

Puxar a linha Imagem ampliada do passo anterior. A seta aponta para o ponto mínimo Repetindo os passos para relembrar: -8-9- 10 -

Introduzir outra lantejoula (posição de prato).

Dar um ponto mínimo na borda da lantejoula.

Puxar a linha.

O ponto alinhavo é muito frágil e não proporciona muita firmeza ao bordado, por isso ele deve ser travado, de cinco em cinco centímetros, durante o bordado.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

9

Aprenda a travar o ponto alinhavo
- 11 - 12 -

Coloque a lantejoula na agulha. Introduza a agulha no tecido (seta) e ao invés de dar o ponto mínimo para frente, a agulha retorna para dentro da lantejoula. - 13 -

Zoom da imagem anterior. - 14 Continue bordando seguindo os passos 2 a 4.

Puxar a linha

Finalizando o ponto alinhavo

Introduzir a agulha na borda da lantejoula e arrematar pelo avesso.

Quadro de comparação entre os pontos
Escama de Peixe Alinhavo

1. As lantejoulas ficam mais sobrepostas, quando comparado ao ponto alinhavo. 2. O ponto é bastante firme.

1. 2. 3. 4.

As lantejoulas ficam mais afastadas. O ponto não é tão firme quanto o escama. É mais rápido de bordar. O avesso fica mais “limpo”. Avesso

Avesso

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

10

7. PONTO ESCAMA DE PEIX E – preenchimentos

Esse ponto proporciona um lindo resultado final além de ser um ponto elástico, ou seja, ideal para preencher blusas caneladas, de malha, coton, lycra, etc. Nesses casos deve ser bordado em carreiras na horizontal. Acompanhe a técnica: -1-2-3-4-

Desenhar o risco a ser preenchido. Esse ponto é bordado da extremidade para o centro para que as escamas fiquem viradas para fora do desenho.

Fazer riscos verticais para servirem de guias durante o bordado. Depois do pontinho marcado, traçar uma linha acompanhando o desenho original. -6-7-

Posicionar a lantejoula na extremidade da pétala e marcar com lápis.

-5-

Iniciar o bordado com ponto de arremate.

Colocar uma lantejoula na posição de chapéu. Dar um ponto para trás (1) saindo na diagonal (2). Observe que traçando uma reta imaginária unindo a seta ao nº 1, essa reta estará na mesma posição dos traços guias marcados no passo nº 4.

Puxar a linha. A linha que prende a lantejoula representa a reta imaginária do passo anterior. Compare com o traço guia (seta), eles estão na mesma direção.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

11

Para continuar o ponto escama de peixe para preenchimentos basta repetir o passo nº 6 até o fim da carreira, acompanhe: -8-9- 10 - 11 -

- 12 -

- 13 -

- 14 -

- 15 -

- 16 -

Carreira completa. Na última lantejoula da carreira: introduzir a agulha (seta) e dar um nó de arremate pelo avesso, mas a linha não deve ser cortada, pois o bordado não acabou.

Segunda carreira: - 17 - 18 - 19 - 20 -

Fazer o traço guia da carreira, baseado na marcação do passo anterior.

Fazer o nó de arremate sobre a marca feita no passo 17.

Colocar uma lantejoula na posição de chapéu. Dar um ponto para trás (1) saindo na diagonal (2).

Marcar o centro da lantejoula. Ela encosta na borda da carreira anterior e na borda do desenho.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

12

- 21 -

- 22 Continuar o bordado repetindo o passo nº 20 até o fim da carreira. Acompanhe:

- 23 -

- 24 -

Puxar a linha.

- 25 -

- 26 -

- 27 -

- 28 -

A seta de cima indica onde a agulha entra e a de baixo onde ela sai. - 29 - 30 - 31 - 32 Iniciar e finalizar cada carreira seguinte conforme orientações anteriores. Carreira completa. Repetir passo nº 15.

Demais Carreiras - 33 - 34 - 35 - 36 -

- 37 -

- 38 -

- 39 -

Carreira Final Avesso. Considerações finais: Com a prática não será necessário a marcação das linhas guias para bordar as carreiras.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

13

Outra forma de aplicar o Escama de Peixe em preenchimentos
Para esse modelo de flor sem nenhum contorno entre as pétalas, não há necessidade de bordar cada pétala separadamente, a não ser que cada uma seja bordada com uma cor diferente de lantejoula. A flor pode ser bordada de uma única vez, como no exemplo a seguir e a técnica utilizada é a mesma ensinada no item anterior. Observe que é o mesmo modelo de flor. Acompanhe: -1-2-3-4-

A primeira carreira contornou toda a flor ao invés de ficar restrita a uma única pétala, como no item anterior. -5-

Segunda carreira.

Terceira carreira

Quarta carreira. A partir dessa carreira o tom da lantejoula foi mudada para uma mais clara. É um efeito opcional. -6-

Quinta carreira. O miolo deve estar preso antes de começar a última carreira. A última carreira se ajusta ao miolo. -9-

-7-

-8-

Flor completa.

Avesso.

Observe que todas as pétalas ficam no mesmo sentido: organizadas de dentro para fora.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

14

É possível obter um resultado muito semelhante ao escama de peixe utilizando o ponto alinhavo. Compare o efeito final de cada técnica: Escama de Peixe Primeira e segunda carreiras. Ponto Alinhavo Primeira e segunda carreiras.

Observe que as pétalas ficam todas voltadas para o centro da flor. Resultado final do escama de peixe:

Com o ponto alinhavo as pétalas ficam viradas para a lateral. Resultado final do ponto alinhavo:

Avesso:

Avesso:

Vantagens e desvantagens: 1. É mais firme que o ponto alinhavo. 2. É elástico, acompanha a elasticidade dos tecidos. 3. As lantejoulas ficam todas organizadas no mesmo sentido; do centro para fora.

Vantagens e desvantagens: 1. Não é tão firme quanto o ponto escama. 2. As lantejoulas não ficam todas organizadas no mesmo sentido. 3. O avesso fica mais “limpo” que o ponto escama. 4. Não é elástico.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

15

8. PONTO ESCAMA DE PEIXE – com paetê de furo na borda

-1-

-2-

-3-

-4-

Para facilitar o bordado é recomendado que os paetês sejam posicionados em toda a primeira carreira. -5-

Eles ficam sobrepostos e se alinham com a borda inferior ou delimitação marcada.

Marcar com lápis no furinho de cada paetê.

Marcas das lantejoulas.

-6-

-7-

-8-

Puxar a linha. Iniciar o bordado sobre a primeira marca, não esquecendo do nó de arremate. Colocar o paetê Introduzir a agulha acima do paetê (1) saindo na próxima marca (2). - 10 - 11 - 12 -

-9Para continuar bordando basta repetir os passos 6 a 8. Acompanhe:

Travando o ponto
- 13 - 14 - 15 -

Colocar a lantejoula. Inserir a agulha no tecido, acima do paetê (seta) e sair no furinho dele.

Puxar a linha.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

16

- 16 -

- 17 -

- 18 -

Puxar a linha.

Continuar bordando até o fim da carreira.

Inserir a agulha no tecido, acima do paetê (1) e sair na próxima marca (2).

O último paetê da carreira deve ser sempre travado.

Travar o ponto é muito importante para dar firmeza ao bordado. Para paetês pequenos (até 10 mm) o ponto pode ser travado de dois em dois paetês Para paetês maiores é importante que todos eles sejam travados. Passando para a segunda carreira: - 19 - 20 - 21 - 22 -

Marcar com lápis. Posicionar o paetê sobre a carreira anterior

Fazer as outras marcações baseadas na primeira marca e na carreira de baixo.

Inserir a agulha na borda do paetê (1) saindo na primeira marca da segunda carreira (2) e puxar a linha. - 26 -

- 23 -

- 24 -

- 25 -

Puxar a linha. Colocar o paetê. Introduzir a agulha na borda do paetê (1) e sair na próxima marca (2). - 27 -

Colocar outro paetê e continuar bordando até o fim da carreira. Não esquecer de travar o ponto.

- 28 Repetir os passos 19 a 22 para começar a próxima carreira.

Travar o último paetê para passar para a carreira superior.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

17

Acabamento da última carreira
Acabamento comum Acabamento com miçangas

Para realizar esse acabamento basta seguir os passos anteriores.

Para realizar o acabamento com miçangas, acompanhe os passos a seguir.

Acabamento com miçangas
-1A marcação da última carreira seguirá os passos 19 a 22, ensinados anteriormente. -2-

Após colocar o paetê, inserir também, duas miçangas. -3-4-5-

Seguir os passos 23 a 25, lembrando sempre de colocar duas miçangas após cada paetê. Relembre: -6-7-8-

Efeito final. Para finalizar basta introduzir a agulha na borda do paetê e arrematar conforme ensinado anteriormente. Avesso.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

18

9. FLOR COM LANTEJOULAS

Para iniciar o bordado deve ser feito um círculo do tamanho que se deseja fazer a flor. -1-2-3-4-

Posicionar a lantejoula cobrindo um pouco o círculo e fazer a marcação no centro dela. -5-

Marcação feita.

Baseado nessa marca, fazer outro círculo dentro do primeiro.

Iniciar com nó de arremate no círculo de dentro.

-6-

-7-

Puxar a linha. Colocar duas lantejoulas: a primeira entra na posição de chapéu (mais escura) e a segunda na posição de prato (mais clara). Uma lantejoula ficará de “costas” para a outra. Introduzir a agulha na borda da lantejoula (1) saindo sobre o círculo menor (2) dando a distância de meia lantejoula.

-8-

-9-

- 10 -

Colocar mais duas lantejoulas, conforme o passo 5 e repetir os passos 6 e 7.

Puxar a linha.

Continuar repetindo os passos 5 a 7 até completar a volta. Observe que as pétalas ficam um pouco levantadas.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

19

- 11 -

- 12 -

Para começar a segunda carreira basta sair com a agulha na borda da lantejoula da carreira anterior (seta). É importante fazer um nó de arremate ao iniciar cada carreira.

Colocar duas lantejoulas (ver passo 5). Introduzir a agulha na borda da lantejoula atual (1) e sair na borda da lantejoula da carreira anterior (2).

- 13 -

- 14 -

Continuar repetindo o passo 12 até a finalização de cada carreira.

Segunda e terceira carreiras prontas.

O miolo utilizado nesta flor foi uma pedra chaton. Avesso.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

20

10. FLOR COM LANTEJOULAS E MIÇANGAS

Deve ser desenhado um círculo do tamanho que se deseja fazer a flor. -1-2-3-4-

Posicionar a lantejoula cobrindo um pouco a borda e fazer a marcação no centro dela. Marcação feita. -5-

Baseado nessa marca, fazer outro círculo dentro do primeiro.

Iniciar com nó de arremate no círculo de dentro.

-6-

-7-

Introduzir na agulha uma lantejoula (posição de chapéu), uma miçanga, uma lantejoula (posição de prato) e outra miçanga.

Puxar a linha. Introduzir a agulha na borda da lantejoula (1) saindo sobre o círculo menor (2) dando a distância de meia lantejoula.

-8-

-9-

Repetir os passos 5 a 7 até completar a carreira. Carreira finalizada.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

21

- 10 -

- 11 -

Para começar a segunda carreira basta sair com a agulha na borda da lantejoula da carreira anterior (seta). É importante fazer um nó de arremate ao iniciar cada carreira.

IMPORTANTE: A partir da segunda carreira as duas lantejoulas entrarão na agulha em posição de prato.

- 12 -

- 13 -

- 14 -

Introduzir a agulha na borda da lantejoula atual (1) e sair na borda da lantejoula da carreira anterior (seta). Na imagem as lantejoulas estão afastadas para facilitar a visualização.

Puxar a linha.

Repetir os passos 11 a 13 até completar a carreira.

O miolo utilizado nesta flor foi uma pedra chaton. Avesso.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

22

11. PONTO ESCAMA DE PEIXE EM TECIDOS ELÁSTICOS
O Ponto Escama de Peixe utilizando a técnica para preenchimentos é elástico, ou seja, acompanha a elasticidade dos tecidos ao esticar. A técnica para a confecção do Ponto Escama em tecidos elásticos é a mesma ensinada anteriormente e o tecido não deve ser esticado para bordar.

12. EXEMPLOS UTILIZANDO PONTO ESCAMA E ALINHAVO

Os exemplos ao lado foram bordados em carreiras na horizontal, somente na frente das blusas.

Nesse exemplo foi utilizado paetê com miçanga. Miolo em pedra chaton.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

23

Os exemplos abaixo foram bordados com o ponto alinhavo e ponto escama (de contorno) fazendo várias carreiras, uma ao lado da outra até o preenchimento total.

Os exemplos abaixo foram bordados com o ponto escama de peixe para preenchimento.

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

24

13. RISCOS PARA BORDAR:

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

25

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

26

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

27

Bordado com Pedrarias – Curso de Pontos - vol. 4 / por Marcélia Paniago / www.marcelia.com.br

28

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->