Você está na página 1de 1

Justo juiz de nazar, filho da virgem maria, quem em Belm nacestes sob as idolatrias. Eu vos peo senhor...

quando eu andar pelo vale das sombras.... que vossa luz possa ofuscar os olhos dos meus inimigos... Pax tecum! Pax tecum! Pax tecum Tambm lhe peo senhor.... aos meus irmos aqui presentes, aqueles revestidos em corpo de carne e aqueles em esprito. Assim como Jesus falou ao seus dicispulos, se meus inimigos vierem para me prender, tero olhos mas no veram, teram ouvidos mas no ouviro, tero bocas mas no me falaram, com as armas de so Jorge sero armados, com a espada de ogum sero cobertos, na arca de No sero arrecadados, no leito da virgem Maria serao borrifados, com as chaves de so Pedro sero fechados onde no possam serem vistos. Nem ferir, nem matar, nem sangue do seu corpo tirar, que sejam guardados de noite como de dia, assim como andou Jesus no ventre da virgem Maria, f em Deus e paz na guia... e salve minha santa mezinha, minha santa virgem Maria. Pax tecum! Pax tecum! Pax tecum