Você está na página 1de 3

A ABRA é uma associação sem fins lucrativos

formada em Braga, em Março de 2005. A sua


preocupação é os animais da nossa cidade que
conheceram o lado errado da vida.

OBJECTIVO

O seu grande objectivo é ajudar o canil municipal no intuito de arranjar o


maior número de adopções para os animais abandonados ou dados pelos
donos para abate e minimizar o seu sofrimento. Realiza este trabalho (em
regime de voluntariado) com o canil desde Abril de 2005

Antes todos os cães e gatos do canil iam para abate.

Todos os dias uma equipa de voluntários vai ao canil para dar carinho,
passear e tratar dos animais lá residentes (levando ao veterinário aqueles
que estão doentes ou maltratados mas com potencial de adopção) e atender
possíveis adoptantes.

Neste tempo a Associação conseguiu que muitos cães e gatos fossem salvos
(em Dezembro de 2007 contabilizava-se à volta de 1300 cães e 300 gatos).

MARCO CORREIA
TURMA H
07-09-09
Para isso muito contribuem as campanhas periódicas que fazemos, em sítios
estratégicos da cidade.

Mas muito mais há para salvar!...

O lema da ABRA é "não compre, adopte e salve uma vida".

A associação tem um protocolo de cooperação com os Bombeiros Voluntários


de Braga no sentido de socorrer animais em situação de risco, em que os
maus tratos levam a atentados à saúde pública. Já foram desenvolvidas
algumas acções conjuntas.

PRÓXIMA MISSÃO

A próxima missão da ABRA é promover, junto das escolas do nosso concelho,


campanhas de sensibilização para a problemática do abandono e maus
tratos dos animais de estimação.

Se desejar pode contribuir nesta missão, tornando-se sócio, voluntário,


FAT (Família de Acolhimento Temporário) ou adoptante, ou fazer donativos
monetários ou outros (aceitamos comida e cobertores velhos para os
canídeos do canil)!

REFLEXÃO

Foi através da Internet que eu melhor conheci esta


associação, fiquei bastante comovido com as
histórias contadas neste site. Todos os dias animais
são postos ao abandono sem razão justificada,
MARCO CORREIA
TURMA H
07-09-09
embora não pareça os animais sentem esse
desprezo, felizmente existem associações
voluntárias que lutam contra este flagelo e tentam
combater da melhor forma que podem uma vez que
os meios são escassos. Pessoalmente não podendo
fazer muito a melhor ajuda que eu dei foi tornar-me
sócio da ABRA.
QUEM FICA INDIFERENTE A ESTAS IMAGENS?

MARCO CORREIA
TURMA H
07-09-09