Você está na página 1de 2

Resumo do texto CONCEPES ALTERNATIVAS EM MECNICA. Texto de Snia S. Peduzzi, contido no livro de Maurcio Pietrocola.

Resumido por: Manoel Carlos dos Santos Jnior e Clvis.

O texto trata dos erros conceituais dos contedos de fsica em todos os nveis do ensino. Segundo a autora os modelos para representar os fenmenos fsicos do cotidiano so desenvolvidos pelos alunos no somente na escola. Mas, antes e depois dela. A autora apresenta diversos campos por onde as concepes alternativas brotam: a) cobrem uma vasta gama de contedos e tem amplo poder explicativo; b) diferem das idias expressas atravs dos conceitos, leis e teorias que os alunos tm que aprender; c) so muito difceis de serem mudadas e resistem ao processo de ensino; etc. Outro ponto importante a ser destacado que devido a tais concepes os alunos conseguem resolver algumas questes com a aplicao das frmulas. Mas, nas questes que exige uma interpretao correta da teoria eles acabam falhando. A autora foca seu estudo nas concepes alternativas da mecnica e aborda termos que so mais freqentemente, interpretados de maneira errnea. So eles: repouso de um objeto, fora e movimento. Sobre a questo do objeto em repouso foram observadas diversas interpretaes erradas. Por exemplo: a) uso indistinto entre as grandezas peso e acelerao da gravidade e entre fora e presso do ar; b)

identificao do atrito como uma fora agindo em um livro em repouso; etc. Sobre a fora e o movimento foram observadas as seguintes interpretaes erradas: a) que a fora proporcional a velocidade ( =K ); b) para que um objeto se mantenha em movimento necessrio que uma fora atue continuamente sobre ele; c) o sentido da fora aplicada coincide sempre com o sentido do movimento; etc. importante observar que estas interpretaes foram coletadas a partir de inmeras pesquisas na rea de ensino de fsica. A autora apresenta tambm estratgias para favorecer a mudana conceitual e aponta tambm como as estratgias devem ser utilizadas. Exemplo: a) os alunos devem se conscientizar de suas prprias concepes alternativas; b) suas concepes sejam analisadas e discutidas em sala de aula; etc. Nesse sentido as estratgias sero: utilizao de experincias de laboratrio, tanto em nvel qualitativo quanto quantitativo; da apresentao de exemplos e contra exemplos. bom ficar claro que foram apresentadas mais estratgias e os caminhos destas. Depois h um relato de uma atividade para tentar promover a mudana conceitual do modelo alternativo para o newtoniano. A atividade deu bons resultados, principalmente, no que diz respeito a evoluo conceitual dos alunos em direo a uma concepo inercial da relao fora e movimento. Por ltimo a autora tece uma crtica viso da mudana conceitual. Ela diz que no se deve abandonar ou desvalorizar as idias iniciais dos alunos. Mas que as novas idias, obtidas a partir dos conceitos corretos, deva coexistir com as idias da concepo alternativa e que cada uma delas possa ser empregada em contextos diferentes.

Você também pode gostar