Você está na página 1de 20

O Carnaval reúne pessoas em uma experiência única de espetáculos e sons, e esta nova pesquisa reunirá as diversas formas de como o consumidor interage com as marcas brasileiras, pois a natureza desta celebração está carregada na cultura e é evidente em todos os aspectos do dia a dia dos brasileiros.

2
2

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

VISÃO GERAL

No 17º relatório da nossa série de pesquisa SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS, o The Digital Carnival, compartilharemos dados significativos do nosso primeiro estudo sobre os consumidores brasileiros. As páginas a seguir fornecerão detalhes de como eles se relacionam com as marcas e o que os motivam a assinar, “curtir” e “seguir”, de forma on- line, as marcas.

The Digital Carnival fornecerá uma visão geral de:

• Quando e como os consumidores brasileiros

utilizam o e-mail, Facebook e Twitter

• O que motiva as interações do consumidor

dentro de cada um desses canais

• Como os profissionais de marketing podem realizar uma comunicação mais eficiente em

todos esses canais

Também apresentaremos como os hábitos e preferências dos consumidores brasileiros diferem dos consumidores estudados nos relatórios anteriores. Nos países estudados até o momento

(EUA, Reino Unido e Austrália) observamos que os

comportamentos dos consumidores e os padrões

de consumo on-line são bastante semelhantes. Entretanto, alguns pontos que descobrimos sobre os consumidores brasileiros destaca-se com bastante

singularidade na comparação.

Entendendo o que leva os consumidores a utilizar o e-mail, Facebook e Twitter, obteremos uma compreensão fundamentada sobre cada canal de

comunicação que domina o mercado brasileiro. E, por

meio da abordagem por e-mail, Facebook e Twitter, e a partir da perspectiva dos consumidores que se pretende engajar, é possível atender as respectivas

necessidades e expectativas de comunicação, da

melhor maneira possível.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

3
3

INTRODUÇÃO

Não há dúvida de que os brasileiros são únicos em vários aspectos – cultural, artístico e social, e também no modo on-line como

interagem com as marcas. E, asim como a comemoração do

car naval reúne pessoas em uma experiência única de espetáculos

e sons, esta nova pesquisa explora as várias facetas de como o consumidor interage com as marcas brasileiras, pois a natureza

desta celebração está carregada na cultura e é evidente em todos

os aspectos do dia a dia dos brasileiros - incluindo a respectiva

abordagem na interação on-line.

Como medimos o consumo on-line brasileiro? Um fator crítico e categórico que influencia o comportamento on-line é o acesso à Internet. De acordo com estatísticas mundiais* sobre a Internet,

somente 42% dos brasileiros tem acesso a Internet. Para a maioria, fatores socioeconômicos e geográficos limitam o número de pessoas que têm acesso, resultando em um uso desequilibrado da Internet. Além

disso, é importante observar que a adoção é enfaticamente distorcida

no sentido de adultos mais jovens, com poucos brasileiros de mais de 55 anos que acessam a Internet.

Embora 42% seja um percentual relativamente baixo em relação à

população total, esse número aumentou 16% em 2011 e, devido à grande população do país, o Brasil se tornou o sétimo (7º) maior

público de Internet no mundo. O Brasil é uma potência digital, mas

os consumidores on-line estão apenas começando – e ainda deve

ser observado qual canal dominará o cenário. Além disso, por ter sido

selecionado para sediar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos

de 2016, o Brasil provavelmente verá uma rápida evolução digital.

Portanto, embora o Brasil seja classificado como um “mercado

emergente” em vários aspectos, ele está bem longe disso no mundo digital. Os profissionais de marketing devem ser cautelosos nos

próximos anos e acompanhar como o crescimento da penetração on- line altera os perfis dos comportamentos, sentimentos e exposição dos consumidores. Quanto mais regiões, faixas etárias e classes

socioeconômicas obtêm acesso à Internet, mais os profissionais de marketing deverão ser ágeis e conscientes para atender as expectativas dos consumidores brasileiros neste mercado on-line emergente. Não é necessário dizer que é uma época empolgante para conhecer seus clientes digitais!

*Estatísticas mundiais sobre a Internet, dezembro de 2011.

DEFINIÇÃO DOS TERMOS SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS:

Nota: os números abaixo representam os consumidores com acesso a Internet. Os consumidores que não têm acesso a Internet não foram considerados.

91%

INTRODUÇÃO Não há dúvida de que os brasileiros são únicos em vários aspectos – cultural, artístico

SUBSCRIBERS:

Consumidores brasileiros

on-line que utilizam e-mail, no mínimo, mensalmente e recebem em média, no mínimo, um e-mail por dia das empresas para as quais eles permitiram o envio.

77%

INTRODUÇÃO Não há dúvida de que os brasileiros são únicos em vários aspectos – cultural, artístico

FANS:

Consumidores brasileiros

on-line com uma conta ativa no Facebook que se tornaram

fãs (ou seja, “curtiram”), no mínimo, uma empresa ou marca no Facebook.

26%

INTRODUÇÃO Não há dúvida de que os brasileiros são únicos em vários aspectos – cultural, artístico

FOLLOWERS:

Consumidores brasileiros on-line

com perfil ativo no

Twitter que seguem, no mínimo, uma empresa ou marca no Twitter.

4
4

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS - BRASILEIROS (pOR IDADE) AssinAnte e-mAil Fãs no FAcebook seguidores no twitter
SUBSCRIBERS, FANS AND
FOLLOWERS - BRASILEIROS (pOR IDADE)
AssinAnte e-mAil
Fãs no FAcebook
seguidores no twitter
18-24
87%
76%
28%
25-34
92%
83%
29%
35-44
93%
77%
24%
45-54
95%
66%
17%
55+
95%
55%
15%
Para a maioria, fatores socioeconômicos e geográficos limitam o número de pessoas com acesso a internet, resultando
em um uso desequilibrado. Além disso, é importante observar que a utilização é distorcida no sentido de ter adultos mais
jovens e pouco brasileiros com mais de 55 anos que acessam a Internet.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

5
5

MANHÃ DIGITAL

As primeiras atividades on-line do dia nos informam algo sobre as prioridades e

motivações dos consumidores neste momento do dia. Seja o foco em negócios,

mídias sociais ou notícias – ao entender seu perfil é possível atendê-los de modo

mais eficiente. Além disso, ao entender também como os consumidores acessam o conteúdo (dispositivo escolhido), ajuda ainda mais os profissionais de marketing a melhor compreender suas expectativas.

Embora os consumidores brasileiros on-line sigam, geralmente, o padrão “manhã digital” que emergiu em outros países onde realizamos a pesquisa SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS, as pessoas são mais socialmente orientadas que as pessoas nos EUA, Reino Unido ou Austrália. Também observamos uma maior

variação entre os indivíduos, assim, embora existam padrões claros, eles não

são tão distintos quanto os indivíduos que emergiram de outros grupos de

consumidores que estudamos até o momento. Enquanto coletávamos os dados, fomos chamados a observar, primeiramente, o

e-mail, uma vez que é onde 46% das pessoas começam os seus dias na internet.

Isso é comum nos EUA, Reino Unido e Austrália como a primeira verificação

do dia para a maioria dos consumidores on-line. Entretanto, observamos uma

concentração bastante menor de consumidores brasileiros que vão direto

à caixa de entrada pela manhã. Isso é importante porque, mesmo com a alta

adoção de mídias sociais (que examinaremos em mais detalhes neste relatório),

o e-mail permanece como primeira prioridade para o percentual mais elevado de consumidores que iniciam seus dias na internet.

As redes sociais (incluindo Facebook, Google+, Orkut e Twitter) captam 36% das

atividades do consumidor brasileiro on-line, como o primeiro item da manhã e, o

Facebook, isoladamente, abrange 27% do referido valor. O Orkut, anteriormente popular no Brasil (em declínio atualmente) encontra-se bem abaixo nesta lista, captando somente 3% dos entrevistados. Além de focar no e-mail e nas redes sociais, alguns dos usuários on-line também acessam sites de notícias (7%) e

sites de busca ou portais (7%) como primeiro item pela manhã. É fácil observar

que há vários canais comandando a atenção dos consumidores brasileiros.

Agora que sabemos o que as pessoas acessam, é importante entender como elas acessam estes canais. A maior parte dos consumidores brasileiros (77%) utiliza seus computadores pessoais como o dispositivo escolhido pela manhã, seguido

dos computadores no trabalho ou na instituição de ensino (11%), com somente

uma minoria discreta (8%) acessando o conteúdo por meio dos celulares. Um fator importante para os profissionais de marketing considerar é que várias

pessoas esperam chegar ao trabalho ou à instituição de ensino para começar seu

dia na internet –enfatizando ainda mais a relativa escassez de acesso à internet, especialmente nas áreas residenciais brasileiras.

Assim, o que isso significa para um profissional brasileiro de marketing como

você? O e-mail – sendo dominante na manhã dos usuários de todos os países estudados até o momento – representa, tipicamente, um consumidor “mais sério”, com interesse em estabelecer as prioridades para seu dia e, embora o e-mail seja

o primeiro canal digital matutino para uma grande parte da população Brasileira on-line, a alta concentração de pessoas que verificam primeiramente as redes sociais mostra uma motivação cultural diferente. De modo inquestionável, os

brasileiros são extremamente sociais, e esta pesquisa coloca em questão a frase:

“o trabalho em primeiro lugar” (que também é típico nos outros países estudados) orientando igualmente o comportamento brasileiro na internet.

66
66

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

Um fator importante para os profissionais de marketing considerar é que várias pessoas esperam chegar ao trabalho ou à instituição de ensino para começar seu dia na internet –o que enfatiza ainda mais a relativa escassez de acesso à internet, especialmente nas áreas residenciais.

? M U M O C A I D M U M E A C I
?
M
U
M
O
C
A
I
D
M
U
M
E
A
C
I
F
I
R
46%
E
e-mAil
V
27%
FAcebook
Ê
1%
C
outro
1%
O
V
2%
7%
E
twitter
2%
sites de
U
7%
notÍciAs
sites de
3%
diVersão
4%
PortAis de
Q
orkut
PesQuisA
google+
E
N
I
L
N
O
L
A
N
A
C
O
R
I
E
M
I
R
p
O
É
L
A
U
Q

site dA minHA emPresA

De modo inquestionável, os brasileiros são extremamente sociais, e esta pesquisa coloca em questão a frase: “o trabalho em primeiro lugar” (que também é típico nos outros países estudados) orientando igualmente o comportamento brasileiro na internet.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

7
7
8
8

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

NOITE DIGITAL

No período da noite, os consumidores brasileiros on-line são ainda mais diversificados do que pela manhã. O foco em atividades nas redes sociais e de entretenimento – é uma tendência que também observamos nos EUA, Reino Unido e Austrália, mas é mais acentuada no Brasil.

O e-mail é pré-definido por meio do Facebook como o principal canal digital no período da noite e é importante observar que este é o primeiro país estudado onde o e-mail não é a prioridade principal para os consumidores (tanto no período matutino quanto no período noturno). Ainda assim, nem todos os consumidores trocam mensagens

pelo Facebook – pelo contrário, as verificações por meio online

são disseminadas em vários canais adicionais, incluindo sites de entretenimento, notícias e outras redes sociais.

Vinte e quarto por cento (24%) dos entrevistados afirmaram que o Facebook é o último canal acessado em seu dia, ao passo que o e-mail

ocupa a segunda posição como “última verificação” mais frequente,

com 17%. Embora a popularidade destes canais caia ao passar do dia, o Orkut, Twitter, sites de entretenimento e de notícias tem o número de acesso aumentado.

As atividades online a noite são altamente fragmentadas e parecem focar os interesses individuais dos consumidores. O e-mail é tipicamente visto como um meio sério, ao passo que os outros canais destacados neste relatório são apenas sociais. Ao observar os números, é visível que os brasileiros têm uma mentalidade mais equilibrada sobre trabalho/ diversão que os consumidores nos EUA, Reino Unido e Austrália, conforme evidenciado pela troca pelas redes sociais ao final do dia. É possível que isso apresente um desafio para os profissionais de marketing, uma vez que buscam a conexão com os consumidores on-

line devido à grande variedade de plataformas que capturam a atenção

deste tipo de consumidor.

O que permanece compatível é onde os consumidores brasileiros

realizam as suas verificações diárias – 79% utilizam computadores

pessoais e, diferentemente dos EUA, Reino Unido e Austrália, onde

a penetração da internet é disseminada, vários brasileiros realizam sua última verificação on-line um pouco antes ou depois do término do dia de trabalho, diferente da checagem antes de irem se deitar. Compreender quando e onde os consumidores efetuam a última verificação ao final do dia é importante para monitorar,

continuamente, especialmente uma vez que o acesso a Internet se tornará mais disponível nos próximos meses e anos. É provável que os

consumidores troquem a verificação digital a noite para apenas uma

ao final do dia, conforme a penetração da Internet se torne cada vez

mais disseminada.

13% 11% orkut 15% sites de sites de notÍciAs diVersão 8% twitter 17% 6% e-mAil PortAl
13%
11%
orkut
15%
sites de
sites de
notÍciAs
diVersão
8%
twitter
17%
6%
e-mAil
PortAl de
PesQuisA
24%
3%
FAcebook
site dA minHA
emPresA
2%
1%
google+
outro

QUAL É O ÚLTIMO CANAL ONLINE QUE VOCÊ VERIFICA EM UM DIA COMUM?

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

9
9
  • E- MAIL

Em todos os países analisados por meio da série de pesquisas SUBSCRIBERS,

FANS AND FOLLOWERS, o e-mail é o canal mais popular de comunicação com

o consumidor (e talvez o mais confiável) e, embora as redes sociais certamente ajudem a movimentar o e-mail, o mesmo permanece como o canal mais

compatível com as comunicações on-line diárias entre os brasileiros.

Conforme a pesquisa, 87% dos consumidores on-line verificam seu e-mail, no

mínimo, uma vez por dia e que 68% compram como resultado de uma mensagem

de marketing recebida por e-mail. O que é ainda mais interessante é que 53% dos

consumidores brasileiros afirmam ter mais probabilidade de comprar a partir de uma empresa depois de terem assinado para receber os seus respectivos e-mails.

Esta informação, sozinha, deveria convencer os profissionais de marketing a

colocar em alta a importância do envio de e-mail marketing aos consumidores.

Entretanto, há um elemento adicional a ser considerado – enfatizar as relações

pessoais. Cinquenta e quatro por cento(54%) dos consumidores on-line afirmam que têm mais probabilidade de recomendar uma empresa a um amigo depois de assinar para receber os seus respectivos e-mails. É este efeito cascata do “boca a boca virtual” entre os consumidores on-line que pode provar um inestimável valor para as marcas, se adequadamente elaborado. Outros fatores a considerar ao planejar um estratégia de email marketing incluem:

Utilização: O e-mail certamente é um repositório para todas as comunicações on-line. O e-mail é mais frequentemente utilizado para contatos pessoais entre os

consumidores on-line (76%), mas muitos também o utilizam como uma ferramenta de comunicação de negócios (74%). Culturalmente, os brasileiros colocam grande ênfase nas relações pessoais e na comunidade, portanto, não é de se surpreender

que um grande percentual de consumidores acesse o seu e-mail como um modo de estar em contato com seus contatos pessoais. O que é interessante e único

é que a maioria dos consumidores brasileiros também reconhecem sua utilidade para fins profissionais.

Faixa etária: Os adultos jovens, na faixa etária de 18 a 24 anos, são os que apresentam menos probabilidade de efetuar uma compra por e-mail (60%) e são

os que apresentam menos probabilidade de verificar diariamente o e-mail (83%). Ao observar, novamente, os dados brasileiros sobre “manhã digital” e “noite

digital”, esta faixa etária também apresenta menos probabilidade de começar ou

terminar o dia com o e-mail. Porém não deixe que estes números o assustem

caso seja este o público-alvo de sua marca – há ainda um percentual significativo, pois resultados semelhantes foram registrados nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália. Esta tendência para que adultos mais jovens gravitem mais ao redor dos canais sociais reflete o seu estágio de vida.

O ponto favorável do engajamento por e-mail recai na faixa etária de 35 a 44 anos. Ela apresenta mais probabilidade de efetuar uma compra como resultado pelo recebimento de um e-mail (74%) e geralmente está mais à vontade com o e-mail

como um modo de comunicação.

Motivação: As duas razões principais para os consumidores assinarem e-mails marketing são:

• Receber descontos ou promoções (60%) • Receber avisos sobre novos produtos ou próximos lançamentos (54%)

Embora incentivos monetários sejam um grande estímulo para os consumidores, eles também reconhecem valor em outros tipos de conteúdo. A chave é reconhecer a troca de valor inerente no e-mail. Geralmente, os consumidores não assinam o recebimento de e-mail para serem afiliados de empresas “da moda”,

e nem o assinam como um meio de mostrar apoio a uma empresa (como é

mais frequente nas mídias sociais). Isso sugere uma distinção entre o e-mail e as

redes sociais, que são mais públicos em sua natureza e uso – e, uma vez que os

consumidores reconhecem esta distinção, certifique-se de elaborar a mensagem

para atender as expectativas do consumidor. Ao concordar em receber e-mails

marketing de uma empresa, os consumidores querem saber exatamente o que

receberão em troca ao fornecer os respectivos endereços de correio eletrônico.

Declarando antecipadamente este valor, é possível estabelecer as expectativas

dos assinantes para se obter uma relação favorável e duradoura.

Seletividade: Embora o e-mail esteja em expansão, considere que 62% dos entrevistados relataram que se tornaram mais seletivos sobre fornecer às

empresas seu endereço de correio eletrônico no último ano. Com a concorrência

crescente nas mensagens de email marketing e o critério elevado entre os consumidores, certifique-se de entender o que os consumidores realmente querem receber por e-mail, assim é possível ganhar e manter um lugar previlegiaJdo na sua caixa de entrada.

10
10

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

41%

dos consumidores brasileiros afirmam que o e-mail pode ser viciante e que o verificam compulsivamente.

CONSUMIDORES BRASILEIROS: MOTIVAÇÕES pARA RECEBER EMAIL MARKETING

O que leva o consumidor a fornecer o seu endereço de email para uma empresa?

Para receber descontos e promoções

60%

Para receber avisos de novos produtos/serviços

54%

Para manter-se atualizado com os produtos da empresa, serviços ou ofertas

53%

Para receber brindes, amostras grátis ou algo similar

47%

Para ter acesso a conteúdo exclusivo

44%

37%
37%

Para obter informações relacionadas a interesses pessoais, hobbies, etc.

31%
31%

Eu compro esta marca e/ou nesta empresa regularmente

21%
21%

Para receber alertas relacionados ao crescimento da empresa

19%
19%

Se alguém me recomenda esta marca ou empresa

14%
14%

Para uma maneira rápida e fácil “manter o meu dedo no pulso” da marca / empresa

13%
13%

Para afiliar-se ao produto ou marca porque está na moda

11%
11%

Para mostrar a outras pessoas, o meu apoio a empresa

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

11
11

FACEBOOK

O Facebook apresenta oportunidades e desafios únicos aos profissionais de marketing. É um canal social, assim os consumidores consideram bem-

vinda a interação com as empresas. Contudo, os consumidores também

“curtem” empresas devido a uma ampla variedade de razões – portanto,

talvez seja difícil identificar o que os consumidores realmente esperam receber das empresas.

Entretanto, a boa notícia é que a maioria dos usuários brasileiros do Facebook é bastante nova no canal. Portanto, apresentam menos probabilidade de resistir a mensagens de marketing, uma vez que as marcas sempre foram parte da respectiva experiência no Facebook. Para garantir o sucesso, verifique se a estratégia no Facebook é planejada, relevante e se o conteúdo é de engajamento.

Utilização: O uso do Facebook no Brasil é bastante direto. Os consumidores o usam para:

• Comunicar-se com os seus contatos pessoais (79%)

• Reencontrar velhos amigos ou pessoas que moram longe (77%)

• Acompanhar as suas vidas sociais (67%)

• Passar o tempo/Descontrair (64%)

Porém, assim como com o e-mail, a linha divisória entre o uso pessoal e profissional é confusa. Embora os consumidores vejam o Facebook como um canal social, 41% dos usuários ativos também o utilizam para fins de trabalho.

Faixa etária: Diferentemente do e-mail, onde o comportamento de compra é razoavelmente compatível em todo o grupo, os consumidores mais jovens apresentam mais probabilidade de efetuar uma compra como

resultado do recebimento de uma mensagem pelo Facebook. Quarenta

por cento (40%) dos consumidores na faixa etária de 18 a 24 anos e 42% dos consumidores com idade de 25 a 34 e de 35 a 44 anos efetuaram uma compra como resultado do recebimento de uma mensagem pelo Facebook. Devido ao uso mais baixo, este valor cai drasticamente ao observar os consumidores com mais de 45 anos.

Motivação: Os brasileiros não são tímidos em interagir com as empresas no Facebook – 89% dos usuários ativos do Facebook “curtiram” uma

empresa no Facebook. Isso provavelmente é atribuído ao fato de que a

interação corporativa sempre foi parte da experiência do usuário. Este nível de aceitação for nece aos profissionais de marketing uma oportunidade

maior para o engajamento.

Semelhante ao e-mail, as motivações principais para “curtir” uma empresa no

Facebook estão relacionadas a economizar dinheiro. Mas os consumidores também “curtem” empresas como um meio de manter-se atualizados sobre

os seus produtos, serviços e ofertas (46%), monitar os novos produtos e os futuros lançamentos (44%), bem como obter acesso a conteúdo exclusivo

(37%).

Embora isso pareça óbvio, é fácil negligenciar o fato de que vários

consumidores que “curtem” sua empresa no Facebook já entraram em contato com a marca por meio de outros canais. Estas pessoas devem ser seus maiores fãs, uma vez que os consumidores que dão um passo extra para “curtir” sua marca no Facebook estão indicando algo sobre

eles – eles querem se afiliar à sua marca. Esse é um apoio público, e com

os consumidores orientados pela relação já existente, sem dúvida será

extremamente valioso para seu negócio. Planeje como encorajar este tipo

de apoio e mobilização.

Seletividade: Cinquenta e quarto por cento (54%) dos consumidores brasileiros on-line relatam que se tornaram mais seletivos sobre quais empresas “curtem” no Facebook, no último ano. Devido à tendência semelhante no e-mail, é certo estimar que um determinado nível de cansaço foi estabelecido nestes públicos – “curtir” uma empresa não é mais uma experiência inovadora. Atualmente, isso exige um nível de exame detalhado por parte do consumidor.

Isso significa que os profissionais de marketing devem reconhecer e rastrear

as razões pelas quais os fãs “curtem” uma empresa e entregar conteúdo que

seja compatível com as suas expectativas. É um conceito simples na prática – caso sejam prometidos descontos como um meio de desenvolvimento de uma base de fãs.

12
12

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

FACEBOOK X ORKUT

Embora este relatório seja parte de uma série que analisa e-mail, Facebook e Twitter, foi solicitado que avaliássemos

comportamentos e sentimentos em relação ao Orkut,

devido à sua notoriedade anterior e prolongada como uma rede social no Brasil.

O Orkut foi o primeiro canal de mídia social intuitiva

adaptado ao idioma português e sua adoção se disseminou

rapidamente no Brasil. Ele permitiu às pessoas ampliar suas vidas sociais com facilidade na esfera digital.

Com o passar do tempo, o Orkut falhou em se desenvolver com as expectativas dos consumidores (particularmente

devido à sua relação a uma adoção internacional maior), assim os consumidores começaram a migrar para

o Facebook. De acordo com o comScore*, em

dezembro de 2011, o Facebook ultrapassou o Orkut como a rede social mais popular no Brasil. Embora o Orkut mantenha certa popularidade, somente 17% dos consumidores on-line relatam que efetuaram uma compra como resultado de uma mensagem de marketing recebida através do referido canal – mostrando um potencial bastante inferior em orientar o ROI de marketing. Isso não necessariamente permite que os profissionais de marketing “abandonem o navio”,

mas merece atenção

extra sobre as tendências

de crescimento ou declínio do Orkut nos próximos meses.

*http://www.comscore.com/Press_Events/

Press_Releases/2012/1/Facebook_Blasts_into_

Top_Position_in_Brazilian_Social_Networking_Market

CONSUMIDORES BRASILEIROS: MOTIVAÇÕES pARA “CURTIR”

O que os levam a “curtir” uma empresa ou marca no Facebook?

Para receber descontos e promoções

51%

Para receber brindes, amostras grátis ou algo similar

47%

Para manter-se atualizado com os produtos da empresa, serviços ou ofertas

46%

Para receber alertas sobre novos produtos/serviços

44%

Para ter acesso a conteúdo exclusivo

37%

Para obter informações relacionadas a interesses pessoais, hobbies, etc.

36%

Por que eu compro esta marca e/ou nesta empresa regularmente

35%

24%
24%

Para mostrar as pessoas o meu apoio a esta empresa/marca

20%
20%

Por que alguem me recomendou

17%
17%

Para receber alertas sobre o crescimento da empresa

16%
16%

Para ter um forma rápida de acessar a empresa

14%
14%

Por que a marca/empresa está na moda

A boa notícia é que a maioria dos usuários brasileiros do Facebook é bastante nova no canal. Portanto, apresentam menos probabilidade de resistir a mensagens de marketing, uma vez que as marcas sempre fizeram parte do Facebook.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

13
13

TWITTER

Dos consumidores brasileiros on-line, 35% são usuários ativos do Twitter – este percentual é mais alto do que em qualquer outro país estudado na série SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS e, exclusivamente, o uso do Twitter permanece compatível com o e-mail e Facebook, em termos de como os usuários abordam este canal. Nos EUA, Reino Unido e Austrália, o Twitter não é tipicamente utilizado para conectar-se com os contatos pessoais, mas no Brasil ele é utilizado para esse fim. Mesmo assim, 40% dos usuários do Twitter (14% de todos os consumidores brasileiros on- line) reconhecem que ele não é um meio eficaz de estar em contato com a maioria dos amigos.

Então, o que tudo isso significa? Embora reconheçam que não é a

melhor forma de manter contato, os consumidores brasileiros on- line não conseguem evitar as redes sociais! Eles geralmente não excluem qualquer canal como um meio potencial para conectar-se aos amigos ou para planejar seus programas de lazer. Se um canal os manter mais bem conectados, eles estão dispostos a considerá- lo. Veja abaixo como os consumidores brasileiros utilizam o Twitter:

Utilização: Não é de se surpreender que a razão mais popular para o uso do Twitter pelos consumidores seja conectar-se aos

amigos (58%). Outras razões populares são:

Receber notícias atualizadas (53%)

Passar o tempo / Descontraír (50%)

Reencontrar velhos amigos (49%)

• Acompanhar a vida social dos seus amigos diariamente (46%)

Faixa etária: Tanto com o Facebook quanto com o e-mail, a idade desempenha um papel importante ao analisar o uso do Twitter no Brasil. Os consumidores na faixa etária de 25 a 34 anos são usuários mais ativos no Twitter (40%), diretamente seguidos em 34% pela faixa etária de 18 a 24 anos e 33% para a faixa etária de 35 a 44 anos. Conforme observamos com o Facebook, o uso cai, significativamente, ao observarmos os consumidores na faixa etária de 45 anos ou mais.

Motivação: Setenta e cinco por cento (75%) dos usuários do Twitter “seguem” uma empresa. O Twitter segue a mesma tendência

observada no Facebook e no e-mail, onde os consumidores são

motivados por promoções. É universal – os consumidores buscam

descontos e brindes das empresas, quando e onde estes possam

ser obtidos, independente do canal. Outras motivações para “seguir” incluem receber informação antecipada de novos produtos ou lançamentos futuros (44%) ou receber atualizações sobre os produtos, serviços ou ofertas das empresas (42%).

Seletividade: Semelhante aos usuários de e-mail e do Facebook, os usuários do Twitter também se tornaram mais seletivos sobre quais empresas “seguir” no Twitter (55%). No entanto, há potencial para bastante valor agregado. Cinquenta e oito por cento(58%) dos usuários do Twitter afirmam que sempre lêem as postagens de suas marcas favoritas, ao passo que 53% afirmam que têm mais probabilidade de recomendar uma empresa a um amigo depois de “segui-la” no Twitter.

14
14

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

CONSUMIDORES BRASILEIROS: MOTIVAÇÕES pARA SEGUIR

O que os levam a seguir uma empresa ou marca no Twitter?

Para receber descontos e promoções

49%

Para receber alertas sobre novos produtos/serviços

44%

Para receber brindes, amostras grátis ou algo similar

43%

Para manter-se atualizado com os produtos da empresa, serviços ou ofertas

42%

Para obter informações relacionadas a interesses pessoais, hobbies, etc.

38%

Para ter acesso a conteúdo exclusivo

36%

Por que eu compro esta marca e/ou nesta empresa regularmente

31%

Para receber alertas sobre o crescimento da empresa

26%

Por que alguem me recomendou

24%

Para ter um meio rápido de acessar a empresa

22%

Para mostrar as pessoas o meu apoio a esta empresa/marca

21%

Por que a marca/empresa está na moda

18%

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

15
15

Conforme os consumidores se tornam mais seletivos com quem compartilham informações, o processo de permissionamento torna-se mais fundamental do que nunca.

Os consumidores querem que essa interação seja divertida e de entretenimento. Ofereça aos fãs a oportunidade de sentirem que estão realmente interagindo com a marca da sua empresa e não sendo apenas expectadores de simples apresentações de produtos.

Mostre o lado mais despojado do seu negócio sendo informal e amigável no Twitter. Este é o lugar certo para testar novos conteúdos e os limites da sua marca.

16
16

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

ENGAJAMENTO

E-mail, Facebook e Twitter são canais únicos que têm o potencial para inspirar engajamento do consumidor para o sucesso nos negócios. Mas você tem que tomar o caminho certo, pois cada canal é úncio.

ENGAJAMENTO E-mail, Facebook e Twitter são canais únicos que têm o potencial para inspirar engajamento do

reCoMendaçõeS para e-Mail:

A caixa de entrada é o local de reunião para todos os assuntos pessoais e profissionais. Embora os consumidores possam tratar as mensagens diferentemente, em termos de prioridade, com base no remetente (exemplo: e-mail do chefe),

a caixa de entrada sempre permite a entrega de comunicações

personalizadas.

Quando se trata de receber propostas de marcas, obter acesso a

conteúdo exclusivo ou simplesmente estar a par das últimas ofertas de uma empresa, o e-mail é o modo mais comum para mudar a

direção do pensamento do consumidor.

Obter permissão e confiança é essencial para manter uma relação

sólida com a base de assinantes. Conforme os consumidores se tornam mais seletivos com aqueles com quem compartilham

informações, a permissão baseada em marketing se tor nou mais

fundamental do que nunca.

ENGAJAMENTO E-mail, Facebook e Twitter são canais únicos que têm o potencial para inspirar engajamento do

reCoMendaçõeS para o FaCebook:

O uso do Facebook gira, predominantemente, ao redor das vidas sociais dos consumidores (conectar- se aos amigos e à família) com pequena ênfase na

busca por informações ou em tarefas relativas ao

trabalho e, uma vez que um fã “curte” sua marca no

Facebook, ele espera receber mensagens de marketing. Embora esta seja uma boa notícia para os profissionais de marketing, ela também está atrelada a um nível maior de responsabilidade.

Os consumidores querem interagir com você de um modo que seja compatível com o ambiente do Facebook. Eles querem que

essa interação seja divertida e de entretenimento. Ofereça aos

fãs a oportunidade de se sentirem como se estivem interagindo com a marca de sua empresa – não apenas mostrando produtos. O Facebook também oferece uma oportunidade maior para orientar os consumidores a se tornarem assinantes por e-mail. Os consumidores apresentam mais probabilidade de comprar como resultado do recebimento de email marketing, sendo assim obtenha vantagens a partir das oportunidades em todos os canais para atingir o maior potencial das suas mensagens personalizadas e direcionadas.

Um último conselho sobre estratégia no Facebook: poste um conjunto equilibrado de tópicos, assim o conteúdo que aparece no Feed de notícias não se tornará unilateral.

ENGAJAMENTO E-mail, Facebook e Twitter são canais únicos que têm o potencial para inspirar engajamento do

reCoMendaçõeS para o twitter:

É possível que o Twitter atinja um número menor de usuários que o e-mail ou o Facebook, mas isso, certamente, não diminui seu valor como um canal. Ele simplesmente impacta o modo pelo qual deve ser realizado o engajamento com o

público. A motivação cultural principal para a interação on-line é

conectar-se aos contatos pessoais. Isso não mudou, mas, como a

adoção do Twitter não é amplamente disseminada como o e-mail

ou o Facebook, os usuários são mais abertos a diferentes tipos

de interações. Isso apresenta uma ampla oportunidade para o

engajamento dos consumidores.

Mostre o lado mais brilhante de seu negócio sendo informal e amigável no Twitter. Este é o lugar para testar novo conteúdo e,

realmente, testar os limites de sua marca. Embora a restrição de

140 caracteres do Twitter exija brevidade, é um meio eficaz de orientar os consumidores a outros pontos de engajamento.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

17
17

Os consumidores não esperam grandes mudanças nas comunicações realizadas por email, Facebook e Twitter, mas, uma vez que os consumidores estão presentes em todos esses canais, você deve ser extremamente cuidadoso para integrar - e não duplicar - a mensagem em todos esses canais.

18
18

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS BRASILEIROS - INTEGRADOS 5.2% FAns 1.2% FAns & Followers 23.7% 47.6% subscribers,
SUBSCRIBERS, FANS AND FOLLOWERS BRASILEIROS - INTEGRADOS
5.2%
FAns
1.2%
FAns &
Followers
23.7%
47.6%
subscribers,
subscribers
FAns &
& FAns
Followers
1.3%
subscribers &
Followers
18.4%
subscribers
91% AssinAntes de emAil
77% Fãs no FAcebook
26% seguidores do twitter
3% nenHumA dAs oPções AcimA

CONCLUSÃO

O e-mail domina, de modo consistente, o mercado consumidor on-line brasileiro, em termos de alcance e frequência de uso. Porém, os consumidores também estão altamente engajados com o Facebook e o Twitter, assim, embora o

e-mail possa ser considerado dominante, a justaposição significativa entre os canais somente reforça a idéia de que

o e-mail, Facebook e Twitter devem ser utilizados em conjunto. Para obter sucesso neste ambiente envolvente de “Digital Carnival”, continue a adotar uma abordagem que agregue camadas de comunicação em múltiplos canais. Os consumidores não estão isolados – então, por que você deve estar?

Lembre-se de que, independentemente do canal, os mesmos princípios gerais de marketing se aplicam quando se trata de conteúdo relevante de engajamento. Os consumidores não esperam grandes diferenças nas comunicações efetuadas por e-mail, Facebook e pelo Twitter, mas, uma vez que os consumidores se sobrepõem consideravelmente entre os canais, você deve ser extremamente cuidadoso para integrar – e não duplicar – a mensagem em todos os canais. Desenvolvendo os pontos fortes do canal e garantindo que suas comunicações unifiquem a marca em todos os canais, é possível evitar a reciclagem do mesmo conteúdo, construindo assim relações mais profundas e significativas

com seus clientes e potenciais clientes.

Para obter sucesso neste cenário envolvente, continue a adotar uma abordagem que agregue camadas de comunicação em múltiplos canais.

© 2012 ExactTarget | www.ExactTarget.com.br

19
19

ConeCte-se aos

seus Clientes

Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser difícil, mas, a ExactTarget pode ajudar a sua empresa a enfrentar este desafio. Hoje os consumidores possuem um megafone na internet, onde através de milhares de tweets, posts no Facebook, emails, eles discutem sobre a sua marca e isto não demora a gerar um significativo impacto para a sua imagem.

Você precisa de uma solução ágil para conectar-se com seus consumidores

e, para isto, a ExactTarget desenvolveu o Interactive Marketing Hub, uma

nova categoria de software que apoia os profissionais de marketing na

ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser

de forma

ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser

siGnifiCatiVa

ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
resolução desses desafios, através da integração dos diversos canais de marketing interativo - email, mobile, social,
resolução desses desafios, através da integração dos diversos canais de
marketing interativo - email, mobile, social, sites. Ajudamos a transformar
comunicações isoladas de marketing em milhares de clientes únicos e
totalmente integrados.
Pronto para conectar-se aos seus clientes?

entre em contato conosco, hoje mesmo, pelo telefone (11) 4191-3132 ou saiba mais em www.exacttarget.com.br

ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser

www.ExactTarget.com.br

ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser
ConeCte-se aos seus Clientes Conectar-se aos consumidores por meio de canais de marketing interativo pode ser

Este documento não pode ser copiado sem o consentimento prévio por escrito da ExactTarget. © 2012 ExactTarget.