Você está na página 1de 10

UNINGÁ – Faculdade Ingá

Manual de Aulas Práticas de


Neuroanatomia
para Psicologia

Maringá 2008
UNINGÁ – Faculdade Ingá

Manual de Aulas Práticas de


Neuroanatomia
para Psicologia

Objetivos
As aulas práticas de neuroanatomia serão realizadas no
laboratório de anatomia da Uningá. Estas aulas visam
reforçar os estudos realizados em sala de aula.
Possibilitando o contato direto com o material biológico em
estudo. Para proceder com estas aulas é necessário
conhecer e cumprir algumas normas de conduta no
laboratório. Estas normas visam à prevenção de acidentes
que comprometam a saúde de alunos, professores e
técnicos, bem como, a preservação das peças anatômicas.
Leiam atenciosamente este manual.

Professora Responsável:
Valéria Ferreira Garcez

Maringá 2008
Normas de Gerais do Laboratório de Neuroanatomia.

1. Para utilização do laboratório, é imprescindível a presença de


pessoa responsável (Professor ou Técnico), durante as aulas e ou
monitoria.
2. Não entre no laboratório sem estar devidamente paramentado
com jaleco de manga longa, calça comprida e sapato fechado.
Cabelos longos devem estar presos para evitar contaminação.
3. Ao entrar no laboratório, guarde imediatamente seu material no
armário e se posicione ao redor das bancadas de estudo.
Mantenha celulares e outros equipamentos na bolsa.
4. Não toque nas peças sem autorização e instrução do professor ou
técnico.
5. Mantenha o respeito com as peças anatômicas evitando
piadinhas, zombaria e coisas do tipo. Lembre-se que estes seres
humanos estão nos prestando o imenso favor de nos ajudar a
compreender a anatomia do nosso sistema nervoso.
6. Este manual contém o roteiro das aulas práticas que serão
desenvolvidas durante ano. Leia a orientação das aulas práticas
sempre com antecedência para obter melhor aproveitamento das
aulas em laboratório.
7. Se tiver algum tipo de alergia ou temor referente à aula a ser
desenvolvida avise o professor.
8. Não é permitido comer, beber, fumar ou usar celular durante as
aulas práticas.
9. Nas bancadas vocês encontrarão livros de anatomia humana e
pincéis. Os livros devem ser utilizados durante as aulas para
identificação das estruturas anatômicas. Isso facilitará o estudo
após as aulas. Os pincéis não devem ser usados para “cutucar” as
peças. A preservação do material também é de responsabilidade
dos alunos.
10. As peças anatômicas são muito sensíveis. Durante o manuseio,
tenha muito cuidado com a manipulação do material. Seja
delicado e colabore com a preservação do material.
11. É obrigatório a utilização de luva cirúrgica para manipulação do
material. Após usar as luvas, descarte-as no local apropriado.
12. Muito cuidado com contaminação. Enquanto estiver de luvas, não
toque o rosto ou cabelo, bem como, roupas, livros, maçanetas e
interruptores.
13. Quando houver danos aos materiais, comunique ao professor ou
técnico.
14. Se acidentalmente derramar ou ingerir material, avise
imediatamente o professor ou técnico.
15. Fica vedada a utilização do material para qualquer outra finalidade
que não seja o estudo. Não é permitido fotografar ou filmar as
peças anatômicas. Para estudo, utilize livros disponíveis na
biblioteca ou horários de monitoria.
16. Não é permitido levar peças anatômicas para estudo fora do
laboratório.
17. Evite sair do laboratório durante as aulas práticas. Se a saída for
extremamente necessária, não saia usando jaleco, luvas ou outro
equipamento de proteção individual.
18. Realize anti-sepsia das mãos após as aulas.
19. Diante de qualquer dúvida, solicite ao professor os devidos
esclarecimentos.
20. Compareça às aulas nos dias e nos laboratórios designados para
sua turma. Lembre-se que a avaliação prática é contínua e consta
da presença e participação em aula.

Obedecendo as normas, tenho certeza que evitaremos acidentes


indesejáveis e o desenvolvimento perfeito das aulas. Conto com a sua
colaboração.

Atenciosamente

Valéria Ferreira Garcez


Princípios Gerais da Disciplina

A Neuroanatomia é um dos pontos fundamentais para o entendimento dos

mecanismos fisiológicos envolvidos nos comportamentos humanos. Desse

modo, este estudo é essencial em um curso de Psicologia.

Esta disciplina tem como objetivos centrais:

• Identificar as estruturas do sistema nervoso humano;

• Entender sua organização e;

• Compreender a ligação destas estruturas com suas funções.


Procedimentos Realizados no Laboratório

Material Utilizado nas aulas:


• Peças anatômicas em bandejas umedecidas;
• Pincéis;
• Atlas de anatomia Humana.

Paramentação para segurança do aluno:


• Obrigatório uso de jaleco de manga comprida;
• Obrigatório uso de luvas;
• Obrigatório uso de sapatos fechados;
• Obrigatório o uso de calça comprida.

Aula 1 – Divisão Anatômica do Sistema Nervoso


O Sistema Nervoso pode ser didaticamente dividido para facilitar o seu
estudo. No entanto é necessário que fique claro que suas partes estão
intimamente ligadas e inter-relacionadas.

Objetivo: Observar o sistema nervoso e conhecer sua divisão anatômica.

Procedimento: O professor irá mostrar as peças anatômicas identificando o


sistema nervoso e separando-o dos outros sistemas (ex. Músculo-esquelético).
Peças anatômicas mostrando cada parte das divisões deste sistema serão
visualizadas com cuidado repetidas vezes. Serão realizadas comparações com
as figuras do atlas e identificadas as principais funções de cada região.
Depois da demonstração do professor, os alunos poderão delicadamente
manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.
Aula 2 – Divisão Funcional do Sistema Nervoso

Objetivo: Observar o sistema nervoso e conhecer sua divisão funcional.

Procedimento: O professor irá mostrar as peças anatômicas dividindo o


sistema nervoso com base em critérios funcionais. Peças anatômicas mostrando
cada uma das divisões deste sistema serão visualizadas com cuidado repetidas
vezes. Serão realizadas comparações com as figuras do atlas. As principais
funções de cada divisão também serão o enfoque desta aula.
Depois da demonstração do professor, os alunos poderão delicadamente
manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.

Aula 3 – Meninges e Líquor – ventrículos encefálicos

Objetivo: Identificar as Meninges e os ventrículos encefálicos, suas funções e a


função do Líquor.

Procedimento: O professor irá mostrar as peças anatômicas referentes às


meninges e ventrículos. Serão mostrados esquemas e figuras para
compreensão das funções gerais do líquor, os ventrículos por onde ele circula e
funções das meninges. Peças anatômicas mostrando cada um dos ventrículos
serão visualizadas com cuidado repetidas vezes. Serão realizadas comparações
com as figuras do atlas.
Depois da demonstração do professor, os alunos poderão delicadamente
manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.
Aula 4 – Medula espinal e tronco encefálico - Arco reflexo

Objetivo: Identificar as divisões da medula espinal e tronco encefálico, ligando


às suas principais funções. Testar arco-reflexo patelar. Identificar os neurônios
envolvidos neste processo.

Procedimento: O professor irá mostrar as peças anatômicas da medula e


tronco encefálico. Serão mostradas figuras para compreensão das divisões
anatômicas e funcionais destas regiões. Peças anatômicas serão visualizadas
com cuidado, repetidas vezes. Serão realizadas comparações com as figuras do
atlas. Serão selecionados dois alunos para o estudo do reflexo patelar. Um será
o objeto de estudo (sujeito) e o outro o experimentador. O sujeito será colocado
sentado com os joelhos afastados. O experimentador irá percutir o tendão
patelar do sujeito com precisão e sutileza, de modo a desencadear o reflexo. O
professor orientará o aluno durante a execução da tarefa e discutirá com os
alunos o caminho anatômico da informação que participa do reflexo.
Depois da demonstração do professor, os alunos poderão delicadamente
manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.

Aula 5 – Áreas funcionais corticais – sulcos e giros

Objetivo: Identificar o cérebro; conhecer sua divisão anatômica (sulcos, giros e


regiões corticais) e as funções das diferentes regiões corticais.

Procedimento: O professor irá mostrar as peças anatômicas do cérebro,


identificando as diferentes regiões corticais, giros e sulcos. Serão feitas
correlações entre a anatomia e a função de cada região. Serão realizadas
comparações com as figuras do atlas. Depois da demonstração do professor,
os alunos poderão delicadamente manusear as peças e tirar suas dúvidas com o
professor.
Aula 6 – Diencéfalo

Objetivo: Identificar o Diencéfalo e suas partes: tálamo, hipotálamo, epitálamo e


subtálamo e aprender suas funções gerais.

Procedimento: O professor irá revisar rapidamente o conteúdo do terceiro


ventrículo. Após, irá identificar estas estruturas no atlas e posteriormente nas
peças anatômicas. Nas peças anatômicas serão mostradas as principais
regiões do diencéfalo. Serão realizadas comparações com as figuras do atlas.
Depois da demonstração do professor, os alunos poderão delicadamente
manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.

Aula 7 – Estruturas subcorticais e formação reticular

Objetivo: Observar as regiões subcorticais do cérebro; identificar a localização


da formação reticular e núcleos da base, bem como suas principais funções.

Procedimento: O professor irá Identificar as estruturas no atlas e


posteriormente nas peças anatômicas. Nas peças anatômicas serão mostradas
as principais regiões subcorticais, identificando os núcleos que compreendem o
complexo denominado núcleos da base e a formação reticular. Serão realizadas
comparações com as figuras do atlas e explanações sobre suas principais
funções. Depois da demonstração do professor, os alunos poderão
delicadamente manusear as peças e tirar suas dúvidas com o professor.
BIBLIOGRAFIA

SOBOTTA, B. Atlas de anatomia humana. 21. ed. Rio de Janeiro: Guanabara


Koogan, 2000, v. 1 e v. 2.

MACHADO, A. Neuroanatomia funcional. 2. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 2006.

ERHART, E. A. Neuroanatomia. 5. ed. São Paulo: Atheneu, 1974.