Marco Antonio Perna (organizador

)

Volume 3

200 anos de Dança de Salão no Brasil

Rio de Janeiro, julho de 2012.

© 2012 Marco Antonio Perna Contato para Aquisição sambadegafieira@dancadesalao.com www.pluhma.com/loja 21 9974-9046 / 4141-3469 Editora Amaragão Edições de Periódicos Editores: Antônio Aragão e Leonor Costa Conselho Editorial Leonor Costa e Marco Antonio Perna Direitos desta edição reservados à Marco Antonio Perna. Distribuição www.dancadesalao.com/agenda e Jornal Falando de Dança Editoração e Projeto Gráfico Marco Antonio Perna Capa: Leonor Costa Ilustrações da capa: Teatro São João, Jean Baptiste Debret. Voyage pittoresque et historique au Brésil (circa 1835) Contradança “La Trénis”, Le Bon Genre, Paris, 1805. Logomarcas: respectivos proprietários. Obs.: Os artigos são de responsabilidade dos respectivos autores. 200 Anos de Dança de Salão no Brasil – volume 3, n.1 / organização: Marco Antonio Perna. Rio de Janeiro: Amaragão Edições de Periódicos, 2012. 160p.; 14x21cm. ISBN 978-85-65975-02-5 (broch.) Inclui bibliografia Anual 1. Dança. 2. Título. - Periódicos

2

Agradecimentos

Em primeiro lugar a todos os autores presentes no livro, pois sem eles terem acreditado nesta empreitada de fomento à cultura da Dança de Salão, não teríamos literalmente nada. À Leonor Costa, do jornal Falando de Dança que apoiou e promoveu em conjunto o lançamento da presente obra. Agradeço aos apoiadores, pois ajudaram em muito na viabilização financeira do livro.

Aos meus pais, minha esposa Christina e minha filha Louise

4

Sumário

1. 2. 3.

Introdução (Marco Antonio Perna) Contextualizando a Dança de Salão (Katiusca Dickow) Árvores genealógicas e cladística como base para o estudo das relações históricas entre as danças de salão: uma proposta (Maristela Zamoner) Contribuições da Dança de Salão para a Melhoria da Comunicação Interna e da Qualidade de Vida no Trabalho: Um estudo de caso no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Agnez Pietsch e Graça França Monteiro) Um baile que virou história. (Leonor Costa) O Cassino da Urca e a Dança de Salão. (Leonor Costa) Ouviu falar em cinematógrafo? (Leonor Costa) A Dança de Salão nas Artes Plásticas. (Marco Antonio Perna) Memórias do final do milênio e início. (Marco Antonio Perna) Salão Rio Dança. (Marco Antonio Perna)

7 11 19

4.

31

5. 6. 7. 8. 9. 10.

55 69 83 89 95 133

6

200 anos de Dança de Salão no Brasil – Vol.3

Introdução
Um ano se passou desde que terminei a editoração do primeiro volume da série dos 200 anos de Dança de Salão no Brasil. Previ o volume 2 para dezembro de 2011 e o volume 3 para julho de 2012. Atrasei e os dois volumes ficaram prontos quase juntos. Mas fiquei feliz com o resultado, pois os novos volumes são fruto do primeiro. Para o volume 3, convidei Katiusca Dickow que nos trás os significados de Dança de Salão no artigo “Contextualizando a Dança de Salão”. Em seguida Maristela Zamoner apresenta o artigo “Árvores genealógicas e cladística como base para o estudo das relações históricas entre as danças de salão: uma proposta” onde ela, baseada no meu livro “Samba de Gafieira – a história da dança de salão brasileira”, mostra o relacionamento histórico entre as danças de salão. Mudando completamente o foco, Agnez Pietsch e Graça França Monteiro escrevem sobre “Contribuições da Dança de Salão para a Melhoria da Comunicação Interna e da Qualidade de Vida no Trabalho: Um estudo de caso no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento”. Mas, História sempre é benvinda e Leonor Costa apresenta em seguida três artigos com temas imprescindíveis para a dança de salão brasileira. São eles: “Um baile que virou história”, sobre o último baile do Império. “O Cassino da Urca e a Dança de Salão”, onde
7

200 anos de Dança de Salão no Brasil – Vol.3

personagens ilustres de nossa história musical estão presentes. Por último “Ouviu falar em cinematógrafo?”, este chamando a atenção de como as atividades sociais (nossa dança de salão) mudam com os modismos e novas tecnologias. Quem leu meu primeiro livro sabe que prezo muito as artes plásticas e gosto de descobrir trabalhos que retratam a dança de salão. No artigo “A Dança de Salão nas Artes Plásticas” trago Portinari e Lan para dançar conosco. Em seguida atualizo meu artigo de memórias onde relato minha vivência com diversos profissionais de dança de salão e algumas curiosidades de meu trabalho em informática. Finalizo com um pequeno relato sobre o evento “Salão Rio Dança” e seus ilustres professores.

Rio de Janeiro, 17 de junho de 2012. Marco Antonio Perna

8

200 anos de Dança de Salão no Brasil – Vol.3

9

200 anos de Dança de Salão no Brasil – Vol.3

10

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful