Você está na página 1de 11
   

FÁRMACOS NA ENDODONTIA

   
 

ANALGÈSICOS PERIFÉRICOS

PARACETAMOL

Apresentação Comercial e Posologia

Contra-indicações Interações Medicamentosas

Subst. Ativa

TYLENOL

Alergia ao produto

 

Paracetamol

Comprimidos:

 

Adultos e crianças acima de 12anos: 500-1000 mg de 6/6 h. Não ingerir mais do que 4 g diárias e , em tratamento prolongado (mais do que 10 dias para adultos e 5 dias para crianças.A dose diária não deve ser maior do que 2,6g Comprimidos 500 mg : 1 a 2 comprimidos, 3 a 4 vezes ao dia. Não exceda 8 comprimidos, em doses fracionadas, em um período de 24 horas. Comprimidos 500mg contém Açúcar (amido), portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes Comprimidos 750 mg : 1 comprimido, 3 a 5 vezes ao dia. Não exceda 5 comprimidos, em doses fracionadas, em um período de 24 horas Mulheres grávidas(Risco B) ou amamentando: a administração deve ser feita por períodos curtos, devendo ser evitada nos 3 primeiros meses de gestação

Dependente

químico de álcool

Comercial

Insuficência

hepática

-Tylenol

 

-Dôrico

Doenças virais crônicas (hepatite C)

-etc

. Deficiência congênita da glicose-6- fosfato-desidrogenase (pelo risco de ocorrência de hemólise)

TYLENOL Gotas:

Fonte dos dados:

Adultos e crianças de 12 anos ou mais: 35 a 55 gotas, 3 a 5 vezes ao dia. Crianças menores de 12 anos : cada 1ml (14 a 16 gotas) contém 200 mg de paracetamol. A dose pediátrica de paracetamol varia de 10 a 15 mg/kg/dose, com intervalos de 4 a 6 horas entre cada administração. Tome 1 gota/kg até a dosagem máxima de 35 gotas. Não exceda 5 administrações, em doses fracionadas, em um período de 24 horas. OBS: - Para crianças abaixo de 11 kg ou 2 anos ,consulte o médico antes de prescrever.

Bulário Eletrônico Anvisa Aulas do Prof. Dr. Petrúscio Públio Pereira Barbosa (Farmacologia UFAL)

PIRAZOLONA

Apresentação Comercial e Posologia

Contra-indicações Interações Medicamentosa

Subst.Ativa

DIPIRONA Comprimidos Adultos e adolescentes acima de 15 anos : 1 a 2 comprimidos até 4 vezes ao dia

DIPIRONA Gotas Cada 1 mL = 20 gotas (quando o frasco for mantido na posição vertical para gotejar a quantidade pretendida ) Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 20 a 40 gotas 6/6 hs. Crianças de 5 a 8 kg (3 - 11 meses):2 a 5 gotas 6/6 hs Crianças de 9 a 15 kg (1 - 3 anos): 3 a 10 gotas 6/6 hs Crianças de 16 a 23 kg (4 - 6 anos):5 a 15 gotas 6/6 hs Crianças de 24 a 30 kg (7 - 9 anos):8 a 20 gotas 6/6 hs Crianças de 31 - 45kg(10-12anos):10 a 30 gotas 6/6 hs Crianças de 46 - 53kg(13-14anos):15 a 35 gotas 6/6 hs OBS: Dipirona gotas contém o corante amarelo de TARTRAZINA que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico

DIPIRONA Solução oral Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 10 a 20 mL de 6/6 hs. Crianças de 5 a 8 kg (3 - 11 meses): 1,25 a 2,25 mL 6/6 hs Crianças de 9 a 15 kg (1 - 3 anos): 2,5 a 5 mL 6/6 hs Crianças de 16 a 23 kg (4 - 6 anos): 3,75 a 7,5 mL 6/6 hs Crianças de 24 a 30 kg (7 - 9 anos): 5 a 10 mL 6/6 hs Crianças de 31 - 45kg(10-12anos): 7,5 a 15 mL 6/6 hs Crianças de 46 - 53kg(13-14anos): 8,75 a 17,5 mL 6/6 hs

função da medula óssea insuficiente (após tratatamento citostático ou do- enças do sistema hematopoiético) em certas doenças metabólicas tais como: porfiria aguda do fígado inter- mitente (pelo risco de indução de cri- ses de porfiria) e deficiência congê- nita da glicose-6-fosfato-desidroge- nase (pelo risco de ocorrência de hemólise) alergia à dipirona sódica ou a qual- quer um dos componentes da formula- ção ou a outras pirazolonas (ex.: fena- zona, propifenazona) ou a pirazoli- dinas (ex.: fenilbutazona, oxifembuta- zona) incluindo, por exemplo, caso anterior de agranulocitose em relação a um destes medicamentos. asma analgésica ou intolerância analgésica do tipo urticária-angio- edema, ou seja, em pacientes com de- senvolvimento anterior de bronco- espasmo ou outras reações anafilac- tóides (ex.: urticária, rinite, angio-ede- ma) provocadas por salicilatos, para- cetamol ou outros analgésicos não- narcóticos(ex.:diclofenaco,ibuprofeno, indometacina , naproxeno) gastrite crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5 kg, pela possibilidade de alteração da função renal. durante os 3 primeiros e 3 últimos meses de gravidez ( Risco C)

Dipirona

Comercial

-Dipirona Só-

dica

-Novalgina

-Magnopirol

-etc

Fonte dos dados:

-Bulário Eletro-

nico Anvisa

-Aulas

do Prof.

Dr.

Petrúscio

Públio Pereira

Barbosa

   

(Farmacologia

UFAL)

OBS: (utilizar copo medida graduado para 2,5 mL - 5 mL - 7,5 mL e 10 mL).

ATENÇÃO! Dipirona em solução oral contém açúcar líquido (3,5 g/5 ml). Portanto, para pacientes diabéticos, recomenda-se a administração de comprimidos ou solução oral (gotas) ao invés de solução oral. A lactação deve ser evitada durante e até 48 horas após o uso de dipirona , devido à excreção dos metabólitos da dipirona no leite materno Pacientes cuja da PA deve ser absolutamente evitada (coronariopatia grave, entre outros) o uso da dipirona sódica deve ser feito sob monitorização hemodinâmica.

 

ANALGÉSICOS DE AÇÃO CENTRAL OPIÓIDES

 
   

Contra-Indicações

TRAMADOL

Apresentação Comercial e Posologia

 

Interações

 

Medicamentosas

Subst. Ativa

TRAMALComprimidos Revestidos 100mg Adultos e jovens maiores de 16 anos: : tomar 1 comprimido de liberação lenta (100 mg) com um pouco de água, de preferência pela manhã e à noite TRAMAL Cápsulas de 50 mg Adultos e jovens maiores de 16 anos: tomar 1 cápsula (50 mg) com um pouco de água de 6/6/hs Tramal cápsulas e comprimido revestidos não devem ser mastigados

TRAMAL Solução oral 100 mg/mL

hipersensibilidade ao produto nas intoxicações agudas por álcool, medicamentos hipnóticos,

-Tramadol

Comercial

-Tramal

analgésicos,

opióides e outros

psicotrópicos. no tratamento com medica-

-Sylador

mentos inibidores da MAO (enzima que metaboliza o neuro- transmissor serotonina), ou se você foi tratado com esses

Indicado

para

dor de

intensidade

m-derada à

Adultos e jovens maiores de 16 anos:

tomar cerca de 20 gotas

medica-mentos

nos últimos

agu- do,sub-agudo e crônico

severa

de caráter

(50 mg) com um pouco de água pura ou com um pouco de açúcar de6/6hs Tramal solução oral contém açúcar, portanto, deve ser usado com cautela em diabéticos. Atenção: quando necessário, as doses acima podem ser repetidas, a cada 4-6 horas. Não se deve usar doses maiores que 400 mg/dia (cor-respondente a 8 cápsulas de 50 mg, 20 gotas x 8 vezes, ou 4 compri-midos de Tramal® Retard 100 mg). Observações Tramal por via oral (cápsula, solução oral e comprimidos revestidos) deve ser administrado fora das refeições. Não se deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois a habilidade e atenção podem estar prejudicadas Não consuma bebidas alcoólicas durante o tratamento concomitante com derivados cumarínicos (varfarina) ou com medicamentos serotoninérgicos, tramal deve ser usado com cautela

14dias.

para tratamento de abstinência de narcóticos Depressão respiratória aguda

Fonte dos dados:

durante a gravidez e lactação pessoas com problemas nos rins ou no fígado,a duração da ação do Tramal pode ser aumentada. Tramal pode induzir convulsões

-Bulário Eletronico Anvisa -www.conectmmed.com.br -Aulas do Prof. Dr. Petrúscio

e

aumentar o potencial de medica-

Públio Pereira Barbosa (Farmacologia UFAL)

mentos inibidores seletivos de se- rotonina, antidepressivos tricícli- cos, antipsicóticos e outros fárma- cos que diminuem o limiar para crises convulsivas.

CODEÍNA

Apresentação Comercial e Posologia

 

Contra-Indicações

 

Interações

Medicamentosas

Subst. Ativa Fosfato de Codeína + Paracetamol Comercial

TYLEX Comprimidos de 7,5 e 30 mg Adultos: 15 a 60 mg (usualmente 30 mg), cada 3 a 6 horas. OBS: As doses de 200 mg via oral de codeína são terapeuticamente equivalentes a 10 mg de morfina intramuscular Reações Adversas:

Frequentes: dependência , síndrome de abstinência, constipação e sonolência Ocasionais: reações alérgicas (exantema, urticária, edema facial), reação alérgica broncoespástica, edema da glote, laringoespasmo, depressão respiratória, estimulação central paradoxal, confusão mental, batimentos cardíacos irregulares, liberação de histamina (diminuição da pressão arterial, batimentos cardíacos acelerados, aumento da sudorese, rubor facial, chiado ou respiração dificultosa), diminuição urinária, visão turva, tontura, fraqueza, sialosquese, falsa sensação de bem-estar, desconforto. Raras: convulsões, alucinações, depressão mental, rigidez muscular, principalmente os músculos da respiração (com grandes doses), paralisia do íleo ou megacolon tóxico, tremo-res, espasmo biliar, irritação gastrintestinal, pesadelos, dificuldade em dormir

Diarréia associada à colite pseu- domembranosa causada por cefa- losporinas, lincomicinas (in- clusive clindamicina tópica) ou

-Tylex

penicilinas

Diarréia causada por venenos ou substância tóxica

Tylex 7,5 mg é indicado para o alívio de dores de intensidade leve , sendo o de 30 mg indicado para dores moderadas à intensa

Depressão respiratória aguda Gravidez e lactação Alergia ao produto

usar com cautela em pessoas idosas,com problemas nos rins ou no fígado,. Tylex pode induzir convulsões

Fonte dos dados:

e

aumentar o potencial de medica-

wwws.connectmed.com.br bulário on line

mentos inibidores seletivos de se-

rotonina, antidepressivos tricícli- cos, antipsicóticos e outros

 

psicotrópicos

 

ANALGÈSICO DE AÇÂO CENTRAL NÂO OPIÓIDE

CLONIXINATO DE

Apresentação Comercial e Posologia

 

Contra-Indicações Interações Medicamentosas

LISINA

Subst. Ativa:

DOLAMIN - Comprimidos Revestidos 125mg

   

Clonixinato

de Lisina

Adultos:

1

comprimido

3

a

4

vezes

ao

dia

a

intervalos

pacientes

pacientes

muito alérgicos com alergia ao AAS

regulares,sendo as doses ajustadas de acordo com a intensidade da dor. Os comprimidos devem ser tomados inteiros, sem mastigar e com líquido Crianças maiores de 10 anos: 1 comprimido 2 a 3 vezes ao dia Dose máxima diária: Adultos 6 comprimidos - Crianças 3comprimidos DOLAMIN-Solução injetável 200mg uso intravenoso: 1 ampola (200 mg) até 4 vezes ao dia. A ampola deverá ser diluída em pelo menos 15 ml de solução de cloreto de sódio a 0,9% (ou em outra solução IV compatível) e injetada lentamente em uma veia de bom calibre. A duração da aplicação deverá ser de 5 minutos no mínimo e o paciente deve estar deitado.

pacientes portadores de úlcera péptica ativa ou hemorragia

Comercial:

gastroduodenal

Dolamin

durante a gravidez e lactação Deve-se administrar

com cau- tela e em dosagens reduzidas em pacientes idosos, já que a inci- dência de reações adversas aos

AINE aumenta com a idade

2

 

ANALGÈSICO DE AÇÂO CENTRAL NÂO OPIÓIDE

 

CLONIXINATO DE

 

Apresentação Comercial e Posologia (Continuação)

Contra-Indicações Interações Medicamentosas

LISINA

Indicado nos proces- sos dolorosos , qualquer que seja seu tipo, inten- sidade e localização. Assim, pode ser usado para aliviar as algias cefálicas, musculares, ar- ticulares, pós-traumá- ticas (fraturas, artroses, rupturas musculares) pós-cirúrgicas e cólicas

DOLAMIN-Solução injetável 200mg Uso intramuscular: 1 ampola (200 mg) até 4 vezes ao dia. A aplicação deve ser intramuscular profunda, na região glútea. A injeção deve ser feita lentamente Superdosagem Em caso de intoxicação aguda (acidental ou voluntária), os transtornos gastrintestinais são os mais comuns e consistem em ardor e dor epigástrica, náuseas e vômitos. Podem aparecer enjôos, sonolência, insônia, zumbidos e cefaléia. Estas manifestações aparecem entre 1,5 a 2 horas depois da ingestão do fármaco, que é quando se atinge os níveis sangüíneos máximos da droga.

Fonte dos dados:

 

- Current Therapeutic

Research ; 40(1) 440-45

1986

-Bulário on line -www.centralx.com/epf/bulas -Aula do Públio

CETOROLACO

 

Apresentação Comercial e Posologia

Contra-Indicações Interações Medicamentosas

DE TROMETAMINA

Subst Ativa

TORAGESIC-Comprimidos sub-lingual 10 mg Adultos e Crianças acima de 16 anos: 1cp de 10mg sub-lingual, de 6/6 hs ,no máximo por 48 horas Toragesic Solução Injetável (10mg/ml -30mg/ml) Adultos abaixo de 65 anos Intramuscular: Dose única: 10 a 60 mg Doses múltiplas: 10 a 30 mg a cada 4 a 6 horas, no máximo por 48 horas! NÃO EXCEDER A DOSE MÁXIMA DE 90 mg/dia Adultos acima de 65 anos (Idosos) Intramuscular:Dose única: 10 a 30 mg .Doses múltiplas: 10 a 15 mg a cada 4 a 6 horas, no máximo por 48 horas! NÃO EXCEDER A DOSE MÁXIMA DE 60 mg/dia TORAGESIC-gotas Adultos e Crianças acima de 16 anos: 10 a 15 gotas de

Crianças abaixo de 2 anos

Cetorolaco de

Trometamina

Insuficiência renal

Comercial

Pacientes desidratados, hipo- volêmicos, desnutridos

Toragesic

Gravidez e lactação

Indicado para tra- tamento de dor agu- da, de moderada à intensa.

Anticoagulados

 

Período que ultrapasse o reco- mendado

 

Interage

com

os seguintes

Toragesic ® de 6/6hs (uma gota equivale a 1mg do princípio ativo).

medicamentos:Anticoagulantes ,

O

produto tem sabor morango e é sem açúcar, ou seja,pode ser

Opióides,Lítio, Furosemida ,

usado por diabéticos NÃO EXCEDER A DOSE MÁXIMA DE 90 mg/dia

Metotrexato

e

Inibidores da

enzima

de

conversão da

 

Atenção!

angiotensina

É

importante destacar que a apresentação gotas não deve ser

 

utilizada por menores de 16 anos.Toragesic pode ser usado em crianças acima de 2 anos apenas na forma intramuscular em

Dose única: 1,0 mg/kg ou Doses múl-tiplas: 1,0 mg/kg a cada 6

hs

e, por no máximo dois dias (dose máxima de 30 mg).

FONTE DOS DADOS:

Reações Adversas

Dr.João Marcos Rizo Anestesiologista com Área

Freqüentes: Hematoma, ardência no sitio de punção IM; Diarréia; Tonturas; Sonolência; Edema periférico; Cefaléia;

Náuseas; Epigastralgias Ocasionais: Reações alérgicas; Distensão abdominal; Constipação; Hipertensão; Sudorese; Prurido; Estomatites; Vômitos Raras:Anafilaxia; Anemia; Asma; Sangramento em ferida

de Atuação em Dor AMB/SBA

operatória; Sangramento de úlcera péptica; Oligúria; Perfuração

de

úlcera; Edema pulmonar

MALEATO

 

Apresentação Comercial e Posologia

Contra-Indicações Interações Medicamentosas

DE

FLUPIRTINA

   

Subst. Ativa

KATADOLON-Cápsulas 100mg Adultos e Crianças acima de 17 anos: 1 cápsula, 3 a 4 x dia. Nas dores mais intensas, pode-se tomar 2 cápsulas, 3 x dia. Não superar a dose diária de 600mg (6 cápsulas) de maleato de flupirtina e não usar por mais de 4 semanas. Em pacientes com mais de 65 anos: 1 cápsula pela manhã e à tarde, no início do tratamento. Dependendo da intensidade da dor e da tolerabi-lidade, a dose poderá ser aumentada. Pacientes com a função renal nitidamente reduzida ou com a taxa de glóbulos brancos diminuída: não usar mais do que 1cápsula 3x dia. Pode ser usado: pacientes alérgicos aos AINE, à dipirona, gestantes e pacientes com insuficiência renal (Prof. Dr. Públio) www.centralx.com/epf/bulas BPR Guia de Remédios

alergia ao produto disfunção hepática

Maleato de

Flupirtina

Comercial

pacientes

com obstrução

biliar portadores de miastenia grave deve ser evitado em grávidas durante e 48hs após seu uso, a

lactação deve ser interrompida

Katadolon

É um analgésico e relaxante muscular de ação central não opi- óide com potência analgésica intermedi- ária entre a morfina e paracetamol

Pontecializa

os efeitos do al-

cool , psicofármacos e anticoagu-

lantes .Evite seu uso em

conjunto

com o paracetamol (incompa-

tibilidade)

 

www.medicohomepage.com

3

 

AINES NA ENDODONTIA

Derivados do

 

Apresentação e Posologia

Ácido

Arilpropiônico

 

Subst.Ativa

ADVIL- Comprimidos revestidos 200mg Adultos: Tomar 1 comprimido revestido a cada 4 a 6 horas, enquanto o sintoma persistir. Se o sintoma não melhorar com 1 comprimido revestido, 2 comprimidos revestidos podem ser tomados. Não exceder a 6 comprimidos revestidos em 24 horas Crianças: Não administrar em crianças com menos de 12 anos de idade, exceto sob orientação e acompanhamento médico.

IBUPROFENO

Comercial

Advil

MOTRIM-drágeas 600mg Adultos: 600mg três ou quatro vezes ao dia. Não se deve exceder a dose diária total de 3200mg.

Motrim

Doretrim

DORETRIM- cápsulas 400mg Adultos: Dores leves a moderadas. Tomar 1 cápsula a cada 4 a 6 horas. A dose diária total sugerida para adultos pode variar de 1200 a 3200 mg, em doses divididas, devendo ser adequada para cada paciente.

etc

Bulário on line

Atenção! O ibuprofeno deve ser administrado com leite ou alimentos, principalmente se ocorrerem reações

gastrintestinais

 

Subst. Ativa

 

NAPROSYN-

comprimidos 250 e 500mg

NAPROXENO

Adultos:(250mg 2 vezes ao dia ou 500mg 2 vezes ao dia). Alternativamente, NAPROSYN® mostrou-se também eficaz quando administrado como dose diária única de 500-

Comercial

1000 mg, administrada pela manhã ou à noite

 

Naprosyn

A

dose diária de 1250 mg não deve ser excedida.!

Flanax

FLANAX- comprimidos 275 e 550mg Adultos: dose única diária de 550-1100 mg, administrada pela manhã ou à noite alternativamente 550 mg inicialmente, seguidos de 275 mg a intervalos de 6-8 horas. Pode ser administrado em jejum ou durante as refeições.

Etc

Bulário on line

A

dose total não deve exceder 1375 mg.! OBS:Flanax® (Naproxeno sódico) possui alta concentração de sódio, devendo ser considerado para pacientes com dieta com restrição sódica.

Derivados do

 

Ácido

 

Apresentação e Posologia

Arilacético

 

Subst. Ativa

CATAFLAM Adultos e pacientes acima de 14 anos de idade Comprimidos Revestidos ou Drágeas: 50mg 2 a 3 x dia , de preferência antes da refeições. As drágeas,devem ser ingeridas inteiras com um pouco de líquido. Atenção: cataflam drágeas, contém açúcar! Comprimidos dispersíveis: 1 cp. 2 a 3 x dia Deve-se dissolver o comprimi-do em um copo de água fria e tomar imediatamente após a dissolução do comprimido, de preferência antes das refeições.

DICLOFENACO

POTÁSSICO

Comercial

Cataflam

Flogan

Bulário on line

CATAFLAM-Sol. Injetável (25mg/ml-75mg/3ml) Adultos e pacientes acima de 14 anos de idade: 50mg IM (profundo), 2 a 3 vezes ao dia ou 75mg 2 x dia,não ultrapassando a dose máxima de 150mg/dia. Não usar por mais de 2 dias Cataflam gotas Crianças: cada gota do produto contém 0,5 mg de diclofenaco, podendo-se administrar 1 gota por kg de peso, 2 a 3 x dia. Cataflam gotas não é solúvel em água, sucos de frutas, leite, etc. O frasco deve ser agitado antes de usar e, durante o gotejamento ,o frasco deverá ser mantido na posição vertical Cataflam supositórios 75mg Adultos e crianças acima de 14 anos: a dose inicial diária recomendada é de 75 a 150 mg fracionada em 2 a 3 aplicações

4

Derivados do

 

Ácido

 

Apresentação e Posologia

Arilacético

 

Subst. Ativa

 

DICLOFENACO

VOLTAREN Comprimidos laqueados de liberação gradativa de 100 mg Adultos: A dose inicial diária é de 100 mg, ou seja, um comprimido ao dia. Comprimidos laqueados de liberação gradativa de 75 mg Adultos: A dose inicial diária recomendada é de 75 a 150 mg, ou seja, um ou dois comprimidos ao dia.

OBS:

SÓDICO

Comercial

Voltaren

Biofenac

Os comprimidos devem ser ingeridos inteiros, com um pouco de líquido, de preferência às refei-

Bulário on line

ções

Quando os sintomas forem mais pronunciados durante a noite ou pela manhã, VOLTAREN deverá ser administrado preferencialmente à noite Crianças: VOLTAREN Retard 100 e SR 75 não deverão ser administrados à crianças, por serem

de alta dosagem

Subst. Ativa

 

CETOPROFENO

PROFENID Uso Adulto Cápsulas 50mg : 2 cápsulas 2 vezes ao dia, às refeições; ou 1 cápsula 3 vezes ao dia às refeições Comprimido 200mg: 1 comprimido de 200 mg, pela manhã ou à noite (conforme horário dos sintomas). As cápsulas e os comprimidos deverão ser tomados, de preferência, durante ou após as refeições Injetável 100mg: Administração de 1 ampola por via intramuscular, duas ou três vezes ao dia, a critério médico. Spositório 100mg: 1 supositório à noite e outro pela manhã.

Comercial

Profenid

Artrosil

Bulário on line

OXICANS

 

Apresentação e Posologia

Subst. Ativa

 

PIROXICAM

FELDENE Cápsulas20 mg - Comprimidos Solúveis 20 mg Comprimidos de Dissolução Instantânea 20 mg Adulto:A dose inicial recomendada é de 20 mg/dia em dose única. Em casos onde se deseja um efeito mais rápido, pode-se iniciar com 40 mg/dia nos dois primeiros dias, em dose única ou fracionada. Posteriormente a dose deve ser reduzida a 20 mg/dia. Nas formas de comprimidos solúveis e cápsulas, podem ser deglutidos inteiros. diretamente com um pouco de líquido.

Comercial

Feldene,

Inflamene,

Piroxene,

Piroxicam,

O

comprimido de dissolução instantânea pode ser deglutido com água ou colocado sob ou sobre a

Bulário on line

língua para dissolver e ser deglutido com a saliva. Dissolve quase que instantaneamente na boca na presença de água ou saliva

Subst. Ativa

 

BETA-

CICLADOL 20mg Cicladol® é uma nova formulação do piroxicam, na qual a substância ativa forma um complexo com a ß-ciclodextrina

CICLODEXTRIN-

PIROXICAM

A

melhor solubilidade permite uma rápida elevação dos níveis plasmáticos e a obtenção de valores

Comercial

Brexin,

Cicladol,

de

Cicladol® possui uma meia vida plasmática prolongada possibilitando uma administração diária. Graças às suas propriedades farmacocinéticas, Cicladol® é adequado para tratamento de estados dolorosos moderados e intensos. Comprimidos : 1 comprimido ao dia. Supositórios : 1 supositório ao dia. Pó :1 envelope ao dia. Dissolver o conteúdo do envelope em meio copo com água, agitando com uma colher até a total dissolução. Em indivíduos idosos é possível reduzir a dose para a metade e limitar a duração do tratamento

pico mais precoces e, com isso, maior intensidade do efeito analgésico e antiinflamatório.

Flogene

Bulário on line

5

Subst. Ativa

TILATIL Comprimidos ranhurados 20mg- Granulado solúvel 20mg Supositório 20mg -Solução injetável 20 mg e 40 mg Uso Adulto Para todas as indicações, exceto na dor pós-operatória e gota aguda, recomenda-se 20 mg uma vez ao dia Na dor pós operatória, a dose recomendada é de 40 mg, uma vez ao dia, durante 5 dias Quando indicado, o tratamento pode ser iniciado por via intramuscular ou intravenosa uma vez ao dia durante 1 a 2 dias e continuado por via oral ou retal Em casos de doenças crônicas, no qual é necessário o tratamento por longo-prazo, doses superiores a 20 mg devem ser evitadas, pois isto aumentaria a incidência e a intensidade das reações adversas sem um aumento significativo da eficácia. Para estes pacientes pode-se tentar reduzir a dose diária de manutenção para 10 mg.

Modo de administração Os comprimidos de Tilatil (Tenoxicam) devem ser tomados com um pouco de água. O granulado solúvel de Tilatil® (Tenoxicam) deve ser reconstituído imediatamente antes do uso em um copo com água fria. Recomenda-se o uso do Tilatil (Tenoxicam) durante ou imediatamente após uma refeição. Ao conteúdo do frasco-ampola de Tilatil (Tenoxicam) deve-se adicionar o conteúdo da ampola- diluente (2 ml de água estéril para injeção). A solução assim preparada deve ser imediatamente utilizada, por via intramuscular ou intravenosa

TENOXICAM

Comercial

Tilatil

Bulário on line

 

AINES INIBIDORES DA COX-2

MELOXICAM

Apresentação e Posologia

(Subst. Ativa)

MOVATEC Comprimidos de 7,5 mg e 15mg Adultos e adolescentes acima de 15 anos: 7,5 mg, uma vez ao dia. Caso necessário, a dose pode ser aumentada para 15 mg, uma vez ao dia Em pacientes com elevado risco de reações adversas, recomenda-se iniciar o tratamento com 7,5 mg/dia. Em pacientes com insuficiência renal grave, sob tratamento com hemodiálise, a dose diária não deve exceder 7,5 mg. De um modo geral, a dose diária total não deve exceder 15 mg. Os comprimidos de MOVATEC devem ser ingeridos com um pouco de água ou de outro líqui- do, durante a refeição.

MOVATEC Solução injetável 15 mg/ampola MOVATEC injetável deve ser administrado na dose de uma ampola ao dia, ou seja, 15 mg/dia, por via intramuscular profunda. Nunca utilizar a via intravenosa. A administração intramuscular só deve ser utilizada durante os primeiros dias de tratamento. Para a continuidade do tratamento, deve-se optar pela administração oral.

MELOXICAM

Comercial

Lonaflan,

Leutrol,

Flanatec,

Loxiflan,

Meloxil,

Mevamox,

Meloxicam

Bulário on line

NIMESULIDA

Apresentação e Posologia

Subst. Ativa

NIMESULIDA Suspensão Oral (gotas) Crianças acima de um ano: a posologia recomendada é de 5 mg/Kg/dia, fracionada à critério médico em duas administrações. Recomenda-se administrar uma gota por kg de peso, duas vezes ao dia, diretamente na boca da criança ou se preferir, diluída em um pouco de água açucarada. Cada gota do produto contém 2,5 mg de nimesulida. O frasco deve ser agitado antes da administração das gotas.

(Nimesulida)

Comercial

Nisulid,

Scaflan,

 

Sintalgin

NIMESULIDA Comprimidos 100mg Uso adulto: 50 - 100 mg (1/2 a 1 comprimido) duas vezes ao dia, podendo alcançar até 200 mg duas vezes ao dia Aconselha-se administrar Nimesulida após as refeições. Em casos de insuficiência renal, a posologia deve ser adaptada às necessidades de cada paciente, de acordo com os valores da filtração glomerular

Antiflagil

Deflogen

Bulário on line

ETORICOXIB

Apresentação e Posologia

 

Comprimidos Revestidos de 60, 90 e 120mg

Arcóxia

Analgesia Uso Adulto Dor Aguda: a dose recomendada é de 120 mg uma vez ao dia, a qual deve ser

usada

somente du-

Bulário on line

rante o período sintomático agudo. Pode ser ingerido com ou sem alimentos. Dor Crônica: a dose recomendada é de 60 mg uma vez ao dia. Doses maiores que as recomendadas para cada indicação ou não apresentaram eficácia adicional ou

não foram estudadas; portanto, as doses acima indicadas são as doses máximas recomendadas.

6

VALDECOXIB

Apresentação e Posologia

Comercial

BEXTRAComprimidos Revestidos de 40mg Analgesia: Uso Oral Adultos(acima de 18 anos) Controle da dor aguda: a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia. No primeiro dia de tratamento poderá ser necessário tomar uma dose adicional de 40 mg . Quando se administrou o medicamento nas doses recomendadas para alívio da dor aguda, o início da analgesia ocorreu em aproximadamente 30 minutos e a duração do efeito de uma única dose foi de até 24 horas. Poderá ser ingerido com ou sem alimentos Administração pré-operatória para a prevenção da dor pós-operatória: a dose recomendada para se evitar ou reduzir a dor pós-operatória é de 40 mg administrada no período pré-operatório uma hora antes do procedimento cirúrgico. Uma dose adicional de 40 mg poderá ser tomada no período pós-operatório, de acordo com a necessidade, no primeiro dia de tratamento. Posteriormente, a dose recomendada será de 40 mg uma vez ao dia Idosos: em particular para aqueles com menos de 50 kg de peso corporal, iniciar a terapia na menor dose recomendada

BEXTRA

Bulário on line

CELECOXIB

Apresentação e Posologia

Comercial

CELEBRA Cápsulas de 100 e 200mg Adultos: 100 a 200 mg, conforme necessário, a cada 4 a 6 horas, até uma dose diária total máxima de 400 mg. A maioria dos pacientes obteve eficácia analgésica com dose de 200 mg, 2 vezes ao dia. Idosos: Não há necessidade de ajuste de dose. Em pacientes com menos de 50 kg deve-se iniciar o tratamento com a menor dose recomendada. Em idosos (acima de 65 anos) uma dose mais baixa (200 mg/dia) deve ser administrada inicialmente. A dose, se necessário, deve ser aumentada para 400 mg/dia

Celebra

Bulário on line

 

ANTIINFLAMATÓRIOS ESTEROIDAIS

CORTICOSTERÓIDE

Apresentação e Posologia

(Subst. Ativa)

DECADRON Comprimidos 0,5mg- 0,75mg -4mg

Dexametasona

Dor endodôntica: 1 comprimido 4mg de 8/8/horas por 24 horas

Fonte:LenIta Wannmacher e Maria Beatriz Cardoso Ferreira

Comercial

Decadron

Substituto dos AINE: 1comprimido de 0,75mg 8/8 horas por 6 dias

Fonte: aula do Prof. Públio

(Subst. Ativa)

CELESTONE comprimidos de 0,5 e 2 mg

Betametasona

-

fórmulas simples: 0,6 mg a 7,2 mg/dia. (base), em dose única ou fracionada.

fórmulas de liberação prolongada: 2 a 6 mg/dia. (fosfato sódico), dose inicial e ajustada de acordo com a resposta clínica. As administrações orais devem ser feitas durante ou logo após as refeições

-

Comercial

Celestone

Fonte: wwws.connectmed.com.br/

Corticóides

Os Antiinflamatórios esteróides são medicamentos sintomáticos ,não alterando a história natural da doença . Seu emprego objetiva controlar a dor e outras manifestações clínicas da inflamação , quando são demasiado intensas ou não responsivas a antinflamatórios não- esteróides

Quando Usar?

Corticóides

Reações Adversas Podem ocorrer com uso prolongado ,sistêmico ou tópico, de doses farmacológicas Contra-indicações Hipertensão arterial sistêmica, diabete melito , doença ulcerosa péptica,catarata, doença mental e

Fonte : :LenIta Wannmacher e Beatriz Cardoso Ferreira

Maria

algumas infecções.Em estudos que empregaram corticóides por tempo curto , não foi observado aumento da incidência de infecções, não se justificando associações com antimicrobianos Interações medicamentosas:

 

Agentes que induzem (fenobarbital, fenitoína, rifampicina) ou inibem(estrógenos) o metabolismo hepático dos corticóides , exigindo maiores ou menores doses para produzir efeitos terapêuticos ou evitar efeitos adversos, respectivamente.Antiácidos interferem com a absorção dos corticói- des.Administração concomitante de eritomicina ou trioleandromicina aumenta a meia-vida plas- mática de metilprednisolona por inibir sua eliminação.É freqüente a associação com agentes citos- táticos e imunomodeladores, tanto para aumentar a eficácia quanto para exercer efeito corretivo sobre a leucopenia.Altas doses intravenosas de metilprednisolona aumentam os níveis séricos de ciclosporina em transplantados renais.Depleção de potássio pode ser aumentada pelo uso conco- mitante de diuréticos expoliadores desse íon ou anfotericina B. Corticóides diminuem a eficácia de anticoagulantes,exigindo ajuste de doses.

7

 

ANTIMICROBIANOS NA ENDODONTIA

CLASSE/TIPO

 

ANTIBIÓTICOS

PENICILINA

 

Apresentação e Posologia

(Subst. Ativa)

 

PEN-VE-ORAL Comprimidos – Solução oral Indicações:infecções de pequena e média gravidade por Gram(+): amigdalite, faringite,otite ,piodermite,pneumonia, abscessos dentários, actinomicoses gengivais Adultos e crianças acima de 12 anos: 1 comprimido (500.000UI) VO, de 6/6h ou 200.000UI a 800.000UI VO, de 6/6h. Crianças menores de 12 anos: administrar 25.000UI a 50.000UI/kg/dia VO, de 6/6h. Recomendações para reconstituição da solução oral: adicionar água filtrada dentro do frasco, aos poucos, e ir agitando até que a solução atinja a marca indicada no rótulo. Após reconstituição, o frasco conterá 60 ml e cada colher-medida (5 ml) conterá 400.000 unidades de fenoximetilpenicilina Contra-indicações: alergia ao produto Interações:A probenecida diminui a taxa de excreção das penicilinas, assim como prolonga e aumenta os níveis sangüíneos. O uso concomitante com neomicina oral deve ser evitado, desde que foi relatado má absorção da fenoximetilpenicilina Aumenta a toxicidade do metotrexato e reduz a eficácia dos contraceptivos orais. Precauções:

Administração: não sofre interferência de alimentos Uso durante a gravidez: pode ser usada pois age apenas em células bacterianas Uso durante a lactação: Pequenas quantidades de fenoximetilpenicilina foram detectadas no leite materno. O efeito para a criança, caso exista, não é conhecido. Pacientes com insuficiência renal: precisam de cuidados e ajuste nas

Fenoximetilpenicilina

potássica

 

Comercial

Pen-Ve-Oral

Fonte dos dados:

-Bulário on line -Guia de medicamen- tos (Anvisa)

Aulas do Prof. Dr. Petrúscio Públio)

(Subst. Ativa)

 

AMOXIL cápsulas 500mg – Suspensão oral (125mg, 250mg, 500mg) Indicações:a maioria das cepas de anaeróbios e de facultativos isoladas de canais radiculares ou de abscessos apicais , é sensível à amoxicilina, o que faz deste antibiótico o de primeira escolha no tratamento das infecções endodônticas e odontológicas. Adultos: dose inicial de ataque de 1g seguida de doses de 500mg VO, de 8/8h por 7 dias .Dose máxima de 2g a 3g/dia. Crianças: administrar 20mg a 50mg/kg/dia VO, de 8/8h. Contra-indicações: alergia ao produto Interações:Alopurinol aumenta a probabilidade de ocorrência de reações alérgicas da pele. Antibióticos bacteriostáticos, tetraciclinas, eritromicina, sulfonamidas e cloranfenicol podem ocasionar efeito antagônico. Aumenta a toxicidade do metotrexato . Pode ter sua ação aumentada pela probenecida Da mesma forma que outros antibióticos de amplo espectro,

Amoxicilina

Comercial

Amoxil

Amoxicilina

Amoxiflar

 

etc

Fonte dos dados:

-Bulário on line -Guia de medicamen- tos (Anvisa)

- Aulas

do

Prof.

Dr.

 

Petrúscio Públio Pereira Barbosa (Farmacologia UFAL) -Tratamento das Infec- ções Endodônticas (SiqueiraJr.)

AMOXICILINA pode reduzir a eficácia dos contraceptivos orais Precauções:

Pacientes com insuficiência renal: precisam de cuidados e ajuste nas Uso na lactação: Amoxicilina pode ser administrada durante a lactação. Com exceção do risco de sensibilidade associada à excreção de quantidades mínimas de amoxicilina pelo leite materno, não existem efeitos nocivos conhecidos para o bebê lactente. Uso na gravidez: apesar de segura ,usar apenas quando for necessário(risco B)

(Subst. Ativa) Amoxicilina + Ácido Clavulânico

Comercial

 

CLAVULIN

Comprimidos revestidos( 500mg) - Suspensão oral (125mg-250mg) Indicações:patologias infecciosas bucais e alvéolo-dentais (abscessos,pericoronarites) Adultos e crianças acima de 12 anos: 250mg a 500mg VO, de 8/8h. Crianças menores de 12 anos: administrar 25 a 50mg/kg/dia VO, de 8/8h. ou 1)crianças menores de 1 ano: 2,5ml 3x dia de suspensão 125mg ; 2)crianças de 1-6 anos ou entre 10 a 18 Kg , 5ml 3x dia de suspensão 125mg; 3)crianças acima de 6 anos ou entre 18-40kg, 5ml 3x dia de suspensão 250mg. Administrar o medicamento no início da refeição Contra-indicações: alergia ao produto, icterícia colestática ou disfunção hepática induzida pela associação de fármacos .Uso concomitante de Dissulfiram Interações:Probenecida retarda a excreção renal da amoxicilina.Não ingerir álcool durante e vários dias após o tratamento.Aumenta efeito de anticoagulantes. Alopurinol aumenta incidência de rash cutâneo Precauções:Deve-se evitar o uso durante a gravidez (risco B) Pode ser administrado durante o período de lactação Insuficiência renal ter cuidados e ajuste nas doses. Disfunção hepática grave usar com cautela

Clavulin

-Bulário on line

-Aulas do Públio -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Tatiana Chama encontrado no site :

www.usoracional.com.br

 

8

Antibiótico de primeira escolha nas infecções endodônticas Aumenta o expectro antimicrobianoda amoxicilina, abrangendo bactérias anaeróbias e bactérias resistentes à amoxicilina.

PENICILINA

 

Apresentação e Posologia

(Subst. Ativa)

AMPLACILINA/BINOTAL Cápsula 500mg - Suspensão oral 250mg/5ml - Pó para solução injetável - 500mg e 1g Comprimido - 500mg (Binotal) Indicações: Infecções do trato respiratório superior e inferior, meninges, trato gênito-urinário, pele e teci- dos moles, trato biliar e trato gastrointestinal. Infecções por meningococos, pneumococos, grupo viridans de estreptococos. Listeria, algumas cepas de H. influenzae, Salmonella, Shigella, E. coli, Enterobacter e Klebsiella. Adultos: 250 a 500mg VO, de 6/6h. Infecções graves: administrar, via parenteral, IV ou IM, 250 a 500mg de 4/4h. Crianças: administrar 25mg a 50mg/kg/dia VO, de 6/6h ou 8/8h. Infecções graves: admi-nistrar 50mg a 100mg/kg/dia IV ou IM, de 4/4h. A ingestão de alimentos interfere na absorção de ampicilina, portanto recomenda-se sua tomada 30 minutos a 1 hora antes das refeições. Contra-indicações: alergia à penicilina e cefalosporina. Interações: Alopurinol aumenta a probabilidade de ocorrência de reações alérgicas da pele. Antibióticos bacteriostáticos, tetraciclinas, eritromicina, sulfonamidas e cloranfenicol podem ocasionar efeito antagô- nico. Aumenta a toxicidade do metotrexato e reduz a eficácia dos contraceptivos orais e atenolol. Pode ter sua ação aumentada pela probenecida e sulbactam Precauções:Pacientes com insuficiência renal precisam de cuidados e ajuste nas doses. Acompanhar função renal, hepática e hematopoiética durante terapia prolongada. Pacientes com mononucleose infec- ciosa podem apresentar rash durante a terapia. Gravidez (riscoB)

Ampicilina

Comercial

Amplacilina

Ampicilina

Binotal

Amplotal

Fonte dos dados:

-Bulário on line

-Aulas do Públio -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Ricardo Kuchenbecker Cláudia Garcia S.O. Castro encontrado no site :

www.usoracional.com.br

CFALOSPORINAS

 

Apresentação e Posologia

(Subst.Ativa)

CEFAMOX Pó para suspensão oral ( 50mg/ml e 100mg/ml) - Cápsula ( 500mg) Comprimidos Revestidos (1g) – Indicações: Amigdalite, otite, faringite e sinusite. Infecções respiratórias baixas. Infecção da pele e tecidos moles. Infecção urinária Adultos: 1g a 2 g/dia VO, em duas tomadas de 12/12h. Crianças: administrar 25mg a 50mg/kg/dia VO, de 12/12h, até o máximo de 2g/dia. Administrar com alimentos, porque diminui a náusea e não afeta a absorção. Contra indicação:Reação alérgica às penicilinas e cefalosporinas Interações:Risco de hemorragia com anticoagulantes. Excreção renal diminuída quando associado à probenecida. Diuréticos de alça, aminoglicosídeos, colistina, polimixina B e vancomicina aumentam a probabilidade de nefrotoxicidade. Absorção reduzida por

Cefadroxil

Comercial

Cefamox

Fonte dos dados:

-Bulário on line -Guia de medicamen- tos (Anvisa)

antiácidos

Aumento

da hipogliccemia com hipoglicemiantes orais.

Precauções:Pode causar teste falso-positivo para glicose urinária e teste de Coombs. Tratamento prolongado pode favorecer risco de superinfecção por alterar a flora intestinal e respiratória. Pode necessitar de ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal. Usar com cautela na gestação e lactação

(Subst.Ativa)

KEFLEX Comprimido Revestido (500mg) - Suspensão oral ( 50mg/ml) Adultos: 250mg a 500mg VO, de 6/6h. Infecções severas: 1g a 1,5g VO, de 6/6h. Crianças: administrar 25mg a 100mg/kg/dia (máximo de 4g/dia) VO, de 6/6h. Inidcação,Contra indicação , Interações e Precauções: as mesmas do cefamox acrescido da redução da eficácia dos contraceptivos orais

Cefalexina

Comercial

Keflex

(Subst.Ativa)

CECLOR Comprimido de liberação programada ( 375mg ) - Cápsula ( 250mg e 500mg) Adultos: 250 a 500mg VO, de 8/8/h. Dose máxima de 4g/dia Contra indicação:Reação alérgica às penicilinas e cefalosporinas Interações:Risco de hemorragia com anticoagulantes. Excreção renal diminuída quando as- sociado à probenecida. Diuréticos de alça, aminoglicosídeos, colistina, polimixina B e vanco- micina aumentam a probabilidade de nefrotoxicidade. Absorção reduzida por antiácidos. Precauções:Amamentação. Pode causar teste falso-positivo para glicose urinária e teste de Coombs. Tratamento prolongado pode favorecer risco de superinfecção, por alterar a flora intestinal e respiratória. Pode necessitar de ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal. Efeitos adversos:Reações de hipersensibilidade, como erupções cutâneas maculopapulares, prurido, febre, artralgia, anafilaxia, síndrome de Stevens-Johnson. Alterações hematológicas (trombocitopenia, neutropenia, leucocitose, agranulocitose, eosinofilia, anemia hemolítica e anemia aplástica). Nefrite intersticial transitória. Hiperatividade, nervosismo, distúrbios do sono, confusão, hipertonia e tonturas. Anorexia, náusea, vômito, diarréia, dor abdominal, flatulência e dispepsia. Candidíase vaginal, intestinal e oral. Cefaléia. Alterações de transaminases, icterícia transitória.

Cefaclor

Comercial

Ceclor

A eficácia das cefalospo- rinas de uso oral contra ana- eróbios estritos comumente associados às infecções en- dodônticas é limitada, com exceção do cefaclor, de 2° geração. Além disso, a pe- netração desses antibióticos no tecido ósseo , é reduzida. Assim, o uso de cefalospori- nas em infecções endodônt- cas não é uma boa opção. -Tratamento das Infec- ções Endodônticas (SiqueiraJr.)

9

Cefalosporina não deve ser indicada como substituto para pacientes com alergia à penicilina , pela possibilidade de reação cruzada.

MACROLIDEOS

Apresentação e Posologia

(Subst.Ativa)

KLARICID

Claritromicina

Comprimido Revestido (250mg e 500mg) -Suspensão Oral (125mg/5ml e 250mg/5ml) Indicações: Tratamento de infecções leves a moderadas de trato respiratório, pele e tecidos moles e otite média. Adulto: 250mg VO, de 12/12h. Infecções mais graves: 500mg a 1g VO, de 12/12 h. A duração habitual do tratamento é de 7 a 14 dias. Crianças: dose diária recomendada, para crianças de 6 meses a 12 anos, é de 7,5 mg/kg de peso duas vezes ao dia, até um máximo de 500 mg duas vezes ao dia. A duração usual do tratamento é de 5 a 10 dias Contraindicação:Hipersensibilidade aos macrolídeos. Amamentação. Gravidez. Lactação. Insuficiência renal grave. Doençcas cardíacas pré-existentes Uso conjunto com pimozida, astemizol, cisaprida, terfenadina (risco aumentado de arritmias cardíacas). Interações:A administração simultânea de claritromicina e anticoagulantes orais, pode potencializar o efeito destes. Elevação nas concentrações séricas de digoxina. Precauções:Administrar com cautela em pacientes com funções hepática e renal alteradas

Comercial: Klaricid

-Bulário on line

-Aulas do Públio -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Ricardo Kuchenbecker Simone O. Rocha encontrado no site :

www.usoracional.com.br

MACROLIDEOS

Apresentação e Posologia

(Subst.Ativa)

ZITROMAX Comprimido Revestido (500mg) – Cápsulas (250mg) Suspensão Oral (200mg/5ml , 600mg/15ml ,900mg/22,5ml) Inidcações: infecções do trato respiratório inferior incluindo bronquite e pneumonia, em infecções da pele e teci- dos moles, em otite média aguda e infecções do trato respiratório superior incluindo sinusite e faringite/tonsilite Adultos e crianças acima de 45kg:. uma dose total de 1500 mg deve ser administrada em doses diárias de 500 mg durante 3 dias. Como alternativa a mesma dose total pode ser administrada durante 5 dias, em dose única de 500 mg no primeiro dia e 250 mg, 1 vez ao dia, do segundo ao quinto dia. Crianças: A dose máxima total recomendada para qualquer tratamento é de 1500 mg. Crianças < 15 kg: 3 dias 10 mg/kg em dose única diária durante 3 dias. 5 dias 10 mg/kg no 1 ° dia seguido por 5 mg/kg durante 4 dias, administrados em dose única diária. Crianças 15 – 25 kg: 3 dias 200 mg (5 mL) em dose única diária durante 3 dias .5 dias 200 mg (5 mL) no 1° dia seguido por 100 mg (2,5 mL) durante 4 dias, administrados em dose única diária. Crianças 26 – 35 kg: 3 dias 300 mg (7,5 mL) em dose única diária durante 3 dias .5 dias 300 mg (7,5 mL) no 1° dia seguido por 150 mg (3,75 mL) durante 4 dias, administrados em dose única diária. Crianças 36 – 45 kg: 3 dias 400 mg (10 mL) em dose única diária durante 3 dias .5 dias 400 mg (10 mL) no 1° dia seguido por 200 mg (5,0 mL) durante 4 dias, administrados em dose única diária. Contra-indicação: reações alérgicas a azitromicina, eritromicina ou a qualquer macrolídeo Administração:A administração de cápsulas após uma refeição substanciosa reduz a biodisponibilidade em no mínimo 50 %. devendo ser administrada no mínimo 1 hora antes ou 2 horas após a alimentação. Os comprimidos revestidos ou suspensão oral podem ser administrado com ou sem alimentos Não é ne- cessário nenhum ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal ou hepática leve à moderada Em pa- cientes que estejam recebendo azitromicina e antiácidos, os mesmos não devem ser administrados simultaneamente Deve ser utilizado em mulheres grávidas ou lactantes apenas quando alternativas ade- quadas não estiverem disponíveis.

Azitromicina

Comercial

Zitromax

-Bulário on line

-Aulas do Públio

(Subst.Ativa)

ILOSONE: Cápsulas (250 e 500mg) – Gotas (5mg/gota) - Suspensão Oral (125mg/5ml e 250mg/5ml) Adultos : A dose usual é 250 mg a cada 6 horas, durante 7 a 10 dias. Esta dose poderá ser aumentada até 4 g ou mais ao dia, de acordo com a gravidade da infecção. Crianças: 30 a 50 mg/kg/dia, em doses divididas. Infecções mais graves, esta dose poderá ser dobrada. Indicação: alérgicos à penicilina, gesantes (risco B-FDA),nutriz, pacientes em hemodiálise Contra-indicação: Pacientes com prolongamento de QT no eletrocardiograma. Pacientes em uso de astemizol, terfenadina e cisaprida ou outros fármacos que podem também comprometer o ritmo cardíaco. Uso de estolato em gestantes e pacientes com disfunção hepática. Hipersensibilidade a eritromicina Interações: Aumenta os níveis séricos de teofilina, resultando em aumento de toxicidade da teofilina e diminuição de efeito da eritromicina. Aumenta o efeito de varfarina, podendo provocar sangramento. Inibe o metabolismo hepático de carbamazepina, que deve ter a dosagem reduzida em 50%, de modo a evitar efeitos tóxicos (ataxia, nistagmo, diplopia, cefaléia, vômitos, apnéa, convulsões, coma) Com benzodiazepínicos provoca aumento de toxicidade (depressão, ataxia, letargia). Aumenta a absorção de digoxina, elevando níveis séricos e podendo levar à toxicidade (náuseas, vômitos e arritmias). Eleva os níveis séricos de ciclosporina, com risco de toxicidade. Produz efeitos cardiotóxicos (prolongamento do intervalo QT, torsades de pointes, parada cardíaca) quando usada em conjunto com pimozida, cisaprida, terfenadina, astemizol, esparfloxacina, grepafloxacina, halofantrina, dolasetrom e outros fármacos arritmogênicos. Uso com lovastatina, atorvastatina, cerivastatina e simvastatina pode levar a miopatia e rabdomiólise. Ergotamina e diidroergotamina usados com eritromicina podem resultar em ergotismo agudo (náuseas, vômitos, isquemia vasoespástica). Diminui a depuração do alfentanil. Aumenta a concentração plasmática de clozapina, produzindo sedação, falta de coordenação motora, distúrbio da fala, convulsões, discrasias sangüíneas. Aumenta os níveis plasmáticos de buspirona, produzindo distúrbio psicomotor e sedação. Com sildenafil pode aumentar riscos dos efeitos adversos daquele fármaco (hipotensão, perturbações visuais, priapismo). Com felodipina pode resultar em toxicidade (rubor, edema, taquicardia).Com trimetrexato aumenta a toxicidade do fármaco (supressão medular, disfunções hepática e renal, úlcera gástrica).Uso concomitante com cilostazol pode resultar em maior risco de efeitos como cefaléia, diarréia, fezes amolecidas.Inibidores de protease (ritonavir,nelfinavir,amprenavir) podem aumentar os níveis plasmáticos da eritromicina.

Eritromicina

Comercial

Ilosone

-Bulário on line

-Aulas do Públio -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Ricardo Kuchenbecker Cláudia Garcia S.O. Castro encontrado no site :

www.usoracional.com.br

Eritromicina pode ser indicado para pacientes com alergia à penicilina , porém para as infecções endodônticas a melhor opção seria a clindamicina

10

LINCOSAMIDA

Apresentação e Posologia

Subst.Ativa)

DALACIN-C :Cápsula (150 e 300mg) Indicações: pacientes alérgicos à penicilina e infecções endodônticas Está indicada para o

Cloridrato de

Clindamicina

tratamento de infecções do trato respiratório superior e inferior, infecções de pele e tecidos moles, ósseas

Comercial

Dalacin-C

-Bulário on line -Guia de medicamen- tos (Anvisa)

e articulares, infecções ginecológicas, intra-abdominais e dentárias. Infecções mais graves como osteomielite aguda e crônica têm reagido à dosagem recomendada

Adultos: A dose usual é 150 a 300mg mg a cada 6 ou 8 horas, durante o período mínimo de 5 dias e máximo de 10 dias Para evitar a possibilidade de irritação do esôfago, deve ser admi- nistrado com um copo cheio de água (200 mL). Contra-indicações: Alergia ao produto; Colite pseudomembranosa prévia;. Disfunção renal ou hepática grave;. Interações medicamentosas: Caolim reduz a absorção do antibiótico.Clindamicina intensifica a ação de bloqueio neuromuscular da tubocurarina e pancurônio, prolongando seu efeito e mantendo a paralisia respiratória por eles causada. Esta interação reverte com o emprego de neostigmina Pode ter a ação antagonizada por eritromicina. Alimentos retardam a absorção oral, sem alterar a quantidade total absorvida Precauções:Paciente com disfunção hepática pode necessitar de ajuste de dose(reduz a dose em50%). Descontinuar tratamento na ocorrência de diarréia. Monitorizar função hepática e renal no tratamento prolongado, em crianças e neonatos. Amamentação (secretada no leite materno).Gravidez(risco B-FDA)

-Aulas do Públio -Tratamento das Infec- ções Endodônticas (SiqueiraJr.) -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Ricardo Kuchenbecker Christiane S. Teixeira encontrado no site :

www.usoracional.com.br

QUIMIOTERÁPICOS

Apresentação e Posologia

Subst.Ativa)

FLAGYL Comprimido revestido - 250mg e 400mg Indicação:Nas infecções endodônticas, a associação do metronidazol à amoxicilina em casos refratários à terapêutica com amoxicilina ou clindamicina ,é de extrema utilidade Adulto: usar 400mg de metronidazol + 500mg de amoxicilina 3 vezes ao dia por 7 a 10 dias Contra-indicação:Hipersensibilidade ao metronidazol ou a outro derivado imidazólico, parabeno Gestação no primeiro trimestre (risco B FDA) Efeitos adversos:Anorexia,náusea, vômito, dor abdominal, diarréia e sabor metálico na boca. Cefaléia, tonturas, vertigens, confusão mental, alucinações e insônia. Prurido e urticária. Colúria. Neuropatia periférica e parestesias. Leucopenia convulsão, pancreatite, neuropatia periférica, tromboflebite e candidíase vaginal Interações:Uso de bebidas alcoólicas pode causar efeito antabuse (náusea, vômitos intensos, cefaléia, confusão mental, estado psicótico). Fenitoína e fenobarbital, diminuem seu efeito Cimetidina que prolonga a meia-vida plasmática do metronidazol ,aumenta seu efeito. .Metronidazol potencializa o efeito anticoagulante de varfarina ou outros anticoagulantes cumarínicos, resultando em prolongação do tempo de protombina. Precauções:Pacientes com antecedentes de discrasia sanguínea. Gravidez e lactação. Disfunção cardíaca ou hepática grave. Reduzir a dose em pacientes com insuficiência hepática. Em amebíase intestinal recomenda-se ingestão do medicamento após as refeições, para manter a concentração no intestino grosso.

Metronidazol

Comercial

Flagyl

Fonte dos dados:

-Bulário on line -Guia de medicamen- tos (Anvisa)

-Aulas do Públio -Tratamento das Infec- ções Endodônticas (Siqueira Jr.) -Evidências Farmacológico- Clínicas:Lenita Wannmacher Ricardo Kuchenbecker ChristianeTeixeira encontrado no site :

www.usoracional.com.br

Subst.Ativa)

PLETIL Comprimidos Revestidos(500mg) Indicação:As mesmas considerações do flagyl em relação às infecções endodônticas Adulto:infecções por anaeróbios usar 500mg 3 ou 2 vezes ao dia por 7 a 10 dias Recomenda-

Tinidazol

Comercial

Pletil

se que as doses sejam administradas durante ou após as refeições. Contra indicação:

Hipersensibilidade ao tinidazol Gestação no primeiro trimestre.Lactação Pacientes com ante- cedentes ou história de discrasias sanguíneas . Na doença neurológica ativa. Interações:

Evitar o uso com anticoagulantes, uma vez que há risco de potencialização de efeitos. Evitar o uso com Dissulfiram, pois podem ocorrer efeitos confusionais e delírios. Precauções e Advertências:

Bebidas alcoólicas, ou outros preparados contendo álcool não devem ser consumidos durante e/ou até 3 dias após o tratamento com nitroimidazólicos, pois podem ocorrer cólicas abdominais, náuseas , vômitos, cefaléia e rubefação. Compostos relacionados ao tinidazol também têm produzido distúrbios neurológicos, tais como: tontura, vertigem, incoordenação e ataxia. No aparecimento de sinais neurológicos de anormalidade o tratamento deverá ser interrompido.