Você está na página 1de 1

Soldagem TIG (GTAW)

Introdução - Descrição do Processo

Tipos de Corrente

A ESAB possui uma variedade de equipamentos que, além dos tipos de correntes convencionais, possibilitam a utilização de correntes

O processo de soldagem com eletrodo de tungstênio e gás inerte

conhecido no Brasil como TIG (Tungsten Inert Gas) é um processo que promove a união dos metais através do calor gerado por um arco elétrico

estabelecido entre um eletrodo de tungstênio (não consumível) e as peças

a serem unidas.

tungstênio (não consumível) e as peças a serem unidas. O processo utiliza um eletrodo de tungstênio

O processo utiliza um eletrodo de tungstênio preso em

uma tocha que, através de um boca cerâmica, direciona um gás inerte (Ar e/ou He) que irá proteger o eletrodo, o arco elétrico e a poça de fusão durante a soldagem. O arco elétrico gerado pela passagem de corrente elétrica através do gás de proteção ionizado é estabelecido entre a ponta do eletrodo e a peça de trabalho. Uma vez aberto, ele gera calor suficiente para fundir o metal de base e a partir daí se faz ou não a adição do consumível de soldagem. A soldagem sem a adição de material é conhecida como solda autógena, comumente utilizada no processo TIG.

CILINDRO DE GÁS FONTE TOCHA METAL DE ELETRODO ADIÇÃO TUNGSTÊNIO ARCO ELETRODO METAL BASE TUNGSTÊNIO
CILINDRO
DE GÁS
FONTE
TOCHA
METAL DE
ELETRODO
ADIÇÃO
TUNGSTÊNIO
ARCO
ELETRODO
METAL BASE
TUNGSTÊNIO
GÁS
METAL
DE PROTEÇÃO
BASE

Aplicações

O processo TIG proporciona inúmeras aplicações, entre elas:

• Soldagem de tubos e chapas de espessuras finas;

• Passe de raiz em tubos de vários diâmetros e espessuras;

• Reparo e manutenção em geral;

• Soldagem de alumínio e magnésio e suas ligas;

• Soldagem de materiais dissimilares;

•?Soldagem de uma ampla gama de metais, como aços carbono e baixa liga, aços

inoxidáveis, ligas de alumínio, ligas de níquel, ligas de cobre e ligas de magnésio.

ligas de níquel, ligas de cobre e ligas de magnésio. O Arco Elétrico TIG Um grande

O Arco Elétrico TIG

Um grande número de elétrons escoam do pólo negativo para o pólo positivo em uma fração de segundos. O processo de emissão dos elétrons e suas respectivas colisões geram um arco extremamente quente. Para que isto aconteça o eletrodo deve possuir excelentes qualidades termiônicas, ou seja, ele deve alcançar temperaturas suficientemente altas para causar a emissão de elétrons por agitação térmica sem que seja consumido. A soldagem TIG pode ser feita utilizando corrente contínua (CC- ou CC+) ou corrente alternada (CA). Cada uma dessas alternativas irá influenciar fortemente os mecanismos de emissão de elétrons e consequentemente as características de soldabilidade. Em contato com o ar as ligas de alumínio formam uma superfície de óxido de alumínio que dificulta ou mesmo impede sua soldagem. Para sobrepor esse problema se faz o uso de corrente alternada, a qual associa as propriedades de limpeza da corrente CC+ e de penetração da CC- a cada meio ciclo.

Tabela - Tipos de Corrente

TIPO DE CORRENTE

CONTÍNUA

ALTERNADA

Características

Direta CC-

Inversa CC+

CA

Objetivo

Penetração profunda e preservação do tungstênio

Penetração "rasa" e efeito limpeza de óxido superficial

Preservação do W e efeito limpeza a cada meio ciclo

Aplicação

Aços carbono, baixa/alta liga, inoxidáveis, prata e cobre e ligas, revestimentos

Viável para soldagem de pequenas espessuras

Alumínio, magnésio e suas ligas

Eletrodo de W: capacidade de suportar corrente sem fundir

Ótima, pode-se usar altos valores de corrente

Pobre, somente para baixos valores de corrente

Boa, pode-se usar valores intermediários de corrente

Ação de limpeza do óxido na soldagem de Al e Mg e suas ligas

Não

Sim

Sim, a cada meio ciclo

Balanço de calor no arco (aprox.)

70% na peça, 30% no eletrodo

30% na peça, 70% no eletrodo

50% na peça, 50% no eletrodo

Fluxo de elétrons - Penetração

Fluxo de elétrons - Penetração
Fluxo de elétrons - Penetração
Fluxo de elétrons - Penetração

controladas de forma a melhorar a soldagem TIG. São elas:

CORRENTE DIRETA PULSADA

melhorar a soldagem TIG. São elas: CORRENTE DIRETA PULSADA • Pulsação térmica; • Boa penetração; •

• Pulsação térmica;

• Boa penetração;

• Melhor controle da poça de fusão;

• Baixo aporte térmico;

• Menor distorção;

• Soldagem de chapas finas.

BALANÇO DE ONDA

distorção; • Soldagem de chapas finas. BALANÇO DE ONDA TIG AC - ONDA SENOIDAL, ONDA QUADRADA

TIG AC - ONDA SENOIDAL, ONDA QUADRADA

BALANÇO DE ONDA TIG AC - ONDA SENOIDAL, ONDA QUADRADA Onda senoidal • Baixa estabilidade do

Onda senoidal

• Baixa estabilidade do arco;

• Alta perda de energia;

• Baixo ruído. Onda quadrada

• Alta estabilidade do arco;

• Baixa perda de energia;

• Alto ruído.

TIG Q-WAVE

• Baixa perda de energia; • Alto ruído. TIG Q-WAVE • Utiliza as melhores propriedades dos

• Utiliza as melhores propriedades dos tipos de onda senoidal e quadrada;

• Baixo ruído;

• Maior estabilidade do arco.

• Configuração que relaciona os tempos dos ciclos positivo e negativo na soldagem em corrente alternada (alumínio);

• Um ciclo positivo mais longo resulta em melhor limpeza da camada de óxidos e um maior aquecimento do eletrodo;

• Um ciclo negativo mais longo resulta em menor limpeza da camada de óxidos entre tanto, um menor aquecimento do eletrodo e uma maior penetração;

• Para um desempenho adequado os ciclos devem ser de pelo menos 50%.

Abertura de Arco

A abertura convencional do arco elétrico na soldagem TIG envolve o arraste (ou “risco”) do

eletrodo na peça. Esse procedimento contamina e danifica o eletrodo, além de poder causar inclusões de tungstênio no metal de solda gerando sérios problemas no cordão. Para eliminar esse problema a ESAB conta com uma série de equipamentos que

possibilitam a abertura do arco por outros recursos. Uma delas é a utilização de fontes de energia com um estabilizador de alta freqüência, em que não é necessário encostar o eletrodo na peça para iniciar o arco. Uma tensão de alta freqüência ioniza o gás de proteção, tornando-o condutor,

e um arco elétrico é estabelecido. A alta freqüência é automaticamente desligada imediatamente após o início do arco.

desligada imediatamente após o início do arco. Os pontos brancos são inclusão de tungstênio e podem

Os pontos brancos são inclusão de tungstênio e podem gerar defeitos de soldagem.

 

ABERTURA DE ARCO GTAW - TIPOS

 

Modo de operação

Arraste

LiftArc

Alta frequência

Objetivo

O eletrodo é encostado na peça e "riscado" rapidamente na peça p/ abertura do arco

O eletrodo é encostado na peça e a tocha é levemente retirada na posição inclinada até a abertura do arco

Preservação do W e efeito limpeza a cada meio ciclo

 

Baixo custo

Baixo custo

Não há desgaste do eletrodo por contato

Vantagens

Pode ser usado uma fonte p/ eletrodos revestidos.

Usado em tochas convencionais

Sem risco de inclusão de tungstênio

Desvantagens

- Rápido desgaste do eletrodo; - Risco de inclusão de tungstênio.

Pequeno risco de inclusão

- Ruído; - Custo mais elevado; - Risco de distúrbio em equipamentos eletrônicos devido a alta frequência.

Vantagens e Limitações do Processo

Vantagens

Elevado controle da poça de fusão;

Ótimo acabamento;

Ótima qualidade das propriedades mecânicas;

Não apresenta escória, respingos ou fumos de soldagem;

Possibilidade de soldagem de chapas muito finas;

Soldagem de inúmeras ligas metálicas (aço, níquel, inoxidáveis, titânio, alumínio, magnésio, cobre, bronze e até mesmo ouro);

Processo que visa a estanqueidade;

Em determinadas espessuras e preparações não necessita de material de adição.

Limitações

Baixas taxas de deposição;

Necessidade de maior coordenação e experiência do soldador no controle da poça de fusão;

Dificuldade de manter proteção adequada em ambientes com vento;

Baixa tolerância a contaminantes.

Equipamentos para Soldagem TIG

FONTES - Responsáveis pelo fornecimento da corrente (CA ou CC) e tensão necessários para abertura e estabilidade do arco elétrico. Podem ser fabricadas com tecnologia tiristorizada ou inversora.

Tiristorizadas - CA/CC

Tiristorizadas - CA/CC Heliarc 255 / Heliarc 355

Heliarc 255 / Heliarc 355

Tiristorizadas - CC

Tiristorizadas - CC LTG 410

LTG 410

Heliarc 255 / Heliarc 355 Tiristorizadas - CC LTG 410 Inversora - CA Origo TIG 3000i

Inversora - CA

/ Heliarc 355 Tiristorizadas - CC LTG 410 Inversora - CA Origo TIG 3000i Caddy TIG

Origo TIG 3000i

Caddy TIG 2200i Ta 33

34

Caddy TIG 2200i TA

Inversora - CC

Caddy TIG 2200i Ta 33 3 4 Caddy TIG 2200i TA Inversora - CC Origo TIG

Origo TIG 200i LiftArc

4 Caddy TIG 2200i TA Inversora - CC Origo TIG 200i LiftArc Origo TIG 150i HF

Origo TIG 150i HF

TA Inversora - CC Origo TIG 200i LiftArc Origo TIG 150i HF Consumíveis de Soldagem A
TA Inversora - CC Origo TIG 200i LiftArc Origo TIG 150i HF Consumíveis de Soldagem A

Consumíveis de Soldagem

A ESAB oferece uma linha completa de varetas para o processo TIG que abrange a soldagem das mais variadas ligas: aços de baixo e médio teor de carbono, aços de baixa liga, aços inoxidáveis, ligas de alumínio, ligas de níquel e ligas de cobre (bronze). Os consumíveis são produzidos a partir de materiais de primeira qualidade seguindo os mais altos padrões da indústria e atendendo aos mais altos requisitos de normas específicas e homologações especiais.

Gases

Os gases de proteção evitam a contaminação do ar atmosférico na poça de fusão, sendo os mais comuns:

• Argônio (Ar) • Hélio (He)

• Mistura: Ar + He • Menor aplicação: Ar + H 2

Argônio

• Comumente usado como gás de proteção no processo TIG;

• Excelente abertura de arco o tornam mais desejável para soldagem manual;

• Produz uma ação melhor de limpeza na soldagem de alumínio e magnésio com corrente alternada;

• O arco produzido é relativamente estreito;

• É mais adequado para a soldagem de chapas finas;

• Menor custo do que o Hélio.

Os gases argônio e hélio são incolores, inodoros, insípidos e não tóxicos. Ambos são gases inertes, o que significa que eles não combinam facilmente com outros elementos, portanto não vão atuar como comburente.

Hélio

• Em correntes iguais, produz uma maior tensão do arco do

que Argônio;

• Arco mais quente;

• Mais adequado para soldar perfis pesados de metal que têm

elevada condutividade térmica (Ex. cobre), ou para operações de soldagem automática em altas velocidades;

• O Hélio, sendo aproximadamente 10 vezes mais leve que o

Argônio, requer taxas de fluxo de 2 a 3 vezes maior do que o Argônio para oferecer uma proteção adequada.

Seleção de Eletrodos de Tungstênio

O elemento químico com as melhores propriedades termiônicas é justamente o tungstênio (W), por isso sua utilização no processo.É ele que estabelece e mantem o arco elétrico e pode ser puro ou uma combinação de tungstênio e outros elementos. A adição desses elementos altera as propriedades do processo de soldagem TIG relacionados abaixo.

Ruim   Bom Ótimo   TIPOS MAIS COMUNS DE ELETRODOS  

Ruim

 
Ruim   Bom Ótimo   TIPOS MAIS COMUNS DE ELETRODOS  

Bom

Ruim   Bom Ótimo   TIPOS MAIS COMUNS DE ELETRODOS  

Ótimo

 

TIPOS MAIS COMUNS DE ELETRODOS

 

Cor da ponta

Classificação AWS (*)

Tipo

Abertura

Estabilidade do arco

Resistência ao desgaste da ponta

Resistência a contaminação de W

Corrente

de Arco

CC

CA

 

Verde

 

EWP

Puro

  Verde   EWP Puro
  Verde   EWP Puro
  Verde   EWP Puro
  Verde   EWP Puro
  Verde   EWP Puro
  Verde   EWP Puro
 

Amarelo

 

EWTh-1

Tório 1%

  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
  Amarelo   EWTh-1 Tório 1%
 

Vermelho

 

EWTh-2

Tório 2%

  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
  Vermelho   EWTh-2 Tório 2%
 

Marrom

 

EWZr-0,3

Zircônio 0,3%

  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
  Marrom   EWZr-0,3 Zircônio 0,3%
 

Branco

 

EWZr-0,8

Zircônio 0,8%

  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
  Branco   EWZr-0,8 Zircônio 0,8%
 

Cinza

 

EWCe-2

Cério 2%

  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
  Cinza   EWCe-2 Cério 2%
 

Ouro

 

EWLa-1,5

Lantânio 1,5%

  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
  Ouro   EWLa-1,5 Lantânio 1,5%
 

Azul

 

EWLa-2

Lantânio 2%

  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%
  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%
  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%
  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%
  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%
  Azul   EWLa-2 Lantânio 2%

(*) Conforme AWS A5.12 os eletrodos devem apresentar uma indicação colorida em uma de suas pontas para fácil identificação. A letra “E” significa eletrodo e “W” a letra para o elemento químico tungstênio. Logo em seguida a identificação do elemento adicional: “P” para eletrodos de tungstênio puro, “Th”, “Zr”, “Ce” e “La” para tório, zircônio, cério e lantânio respectivamente. O número acrescido ao final da classificação representa a porcentagem aproximada do segundo elemento. Cada eletrodo apresenta características únicas.

Afiação eletrodos utilizando CC

Para a boa abertura do arco e utilização da soldagem TIG é necessária a correta afiação da ponta dos eletrodos. Para soldagem em CC é necessário afiar as pontos conforme os desenhos abaixo. Para soldagem em CA o ideal é uma ponta plana.

abaixo. Para soldagem em CA o ideal é uma ponta plana. Corrente Tipo de Eletrodo de
abaixo. Para soldagem em CA o ideal é uma ponta plana. Corrente Tipo de Eletrodo de
Corrente Tipo de Eletrodo de Corrente tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro
Corrente
Tipo de
Eletrodo de
Corrente
tungstênio
Baixa
Correta
Alta
CC
Tório
CA
W Puro
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente
tungstênio Baixa Correta Alta CC Tório CA W Puro Metal Base Tipo de Eletrodo Gás Corrente

Metal Base

Tipo de

Eletrodo

Gás

Corrente

Alumínio

CA

W

ou WZr

Ar ou Ar-He

Cobre

CC-

 

WTh

He

Magnésio

CA

W

ou WZr

Ar

Níquel

CC-

 

WTh

Ar

Aço Carbono

CC-

 

WTh

Ar ou Ar-He

Aço Inox

CC-

 

WTh

Ar ou Ar-He

Titânio

CC-

 

WTh

Ar

Os eletrodos EWCe e EWLa operam com facilidade nos dois tipos de corrente, CC e CA. São muito utilizados quando se procura diminuir a quantidade de tipos de eletrodos no estoque.