Você está na página 1de 8

setor 1302

13020508

Aulas 39 e 40
CONCENTRAÇÃO COMUM, PORCENTAGEM EM MASSA DE SOLUTO E NOÇÃO DE PPM (PARTES POR MILHÃO)

Quantidade Soluto
,
2. A água do mar tem concentração média igual a 30g/L de sais
Concentração = diversos. Em uma salina, que quantidade de água do mar,
Quantidade Solução (ou Solvente)
por evaporação, fornecerá 60kg de sais?

Concentração Comum (C) 1 L (mar) —— 30 g


m
C = 1 g/L; mg/m3, etc x —— 60 ⋅ 103 g
V x = 2 ⋅ 103 L
Densidade (d) ou
m1
m m1 + m2 C=
d= = g/cm3, g/L, etc V
V V
60 ⋅ 103 g
Porcentagem em massa de Soluto (Título) 30 g/L =
V
m1
τ= V = 2 ⋅ 10 3 L
m
m1
τ (%)= × 100
m 3. Uma solução foi construída com 20g de KCl e água suficiente
para 250mL de volume total, como mostra a figura abaixo.
ppm = partes por milhão
1 ppm = 1 grama de soluto em 1 milhão (106) de gramas 250 mL
de solução (ou solvente)
* Código
Índice 1 ⇒ Soluto
Índice 2 ⇒ Solvente
Sem Índice ⇒ Solução

1 m3 = 1000 L
1 L = 1000 mL = 1000 cm3

Exercícios balão volumétrico


1. Em uma bula de um remédio consta a informação:
a) Qual a concentração comum em g/L?
glicose 0,3 mg/cm3
a) Isto significa que cada cm3 do medicamento conterá 20 g KCl —— 0,25 L
0,3 mg de glicose. x —— 1 L
logo C = 80 g/L
b) Quantas gramas de glicose uma pessoa irá ingerir após
tomar 100 mL daquele medicamento? b) Qual a massa de sal em uma amostra de 5cm3 de solução?

1 mL —— 0,3 mg —— 0,3 ⋅ 10 – 3 g 250 mL —— 20 g KCl


100 mL ———————— x 5 mL —— x
x = 0,03 g x = 0,4 g

ALFA-5 85015058 58 ANGLO VESTIBULARES


4. Uma solução foi constituída de 40g de glicose e 360g de 7. Apenas 5,0mg de íons chumbo, em cada 100 litros de água,
água destilada. Determine já podem nos causar sérios problemas fisiológicos.
a) A porcentagem em massa de soluto. a) Nessas condições, qual a concentração do chumbo em
partes por milhão?
m = m1 + m2 = 40 + 360 = 400 g b) Qual seria a concentração de chumbo em gramas por litro?
400 g —— 100% (dH O = 1,0 g/mL)
2
{x = 10%
40 g —— x
m a) 5 mg Pb 2+ ⇒ 5 ⋅ 10 – 3 g
τ = 1 ⋅ 100 = 40 ⋅ 100 = 10% 100 L de H2O ⇒ 100 kg ⇒ 10 5 g
m2 400
Teremos a relação:
105 g H2O —— 5 ⋅ 10 – 3 g Pb 2+
10 6 g —— x
b) A densidade da solução, sabendo-se que o volume final
5 ⋅ 10 – 3g ⋅ 106
era igual a 400mL. x= = 5 ⋅ 10 – 2 g Pb 2 +
105
d = m = 400 g = 1 g/mL Logo, teremos 5 ⋅ 10 – 2 ppm de Pb 2+, ou seja,
V 400 mL
5 ⋅ 10 – 2 g de chumbo em um milhão de gramas de
água.
b) 100 L —— 5 ⋅ 10 – 3 g Pb 2 +
1 L —— y
5 ⋅ 10 – 3
y= = 5 ⋅ 10 – 5 g
5. Qual massa de soluto formará com 200g de água uma solu- 100
ção de título 20%?
Logo C = 5 ⋅ 10 – 5 g/L
100 g —— 20 g —— 80 g H2O
solução soluto
20 g soluto —— 80 g H2O
x —— 200 g H2O
x = 50 g
m1
ou τ =
m1 + m2
ORIENTAÇÃO DE ESTUDO
m1
0,20 =
m1 + 200  Livro 2 — Unidade I (Cap. 1)
Caderno de Exercícios — Unidade III
m1 = 50 g
Tarefa Mínima
AULA 39
• Resolva os exercícios 22 a 25, série 1.

6. Considere que o ar contém 1,0% em volume do gás nobre


AULA 40
argônio.
Transforme essa porcentagem em ppm em volume. • Resolva os exercícios 31 e 32, série 1.

100 L de ar —— 1,0 L de argônio


Tarefa Complementar
106 L de ar —— x
1,0 ⋅ 106 AULA 39
x= = 1,0 ⋅ 104 ppm • Resolva os exercícios 28, 29 e 30, série 1.
100

AULA 40
• Resolva os exercícios 26 e 37, série 1.

ALFA-5 85015058 59 ANGLO VESTIBULARES


Aulas 41 e 42
CONCENTRAÇÃO EM MOL/L DAS SOLUÇÕES

• A concentração em mol/L de uma solução indica a quantida- 1 litro –––––––––– 0,5 mol NaCl
de de mols do soluto considerado, para cada litro de solu- 1000 litros –––––––––– n
ção. n = 500 mol
• Símbolos =  ou [ ] 1 mol NaCl –––––––––– 58,5 g m = 29250 g

123
Exemplo: 500 mol –––––––––– m ou 29,25 kg
NaCl ou [NaCl] = 0,2 mol/L
Outra resolução:
• Questões envolvendo concentração em mol/L podem ser resol-
m1
vidas por relações entre grandezas diretamente proporcionais [NaCl] =
(regra de três) ou através da expressão algébrica: M1V

 = n1 = m1 m1
V M1 V 0,5 M =
(58,5 g/mol) ⋅ (1000 L)
Unidade = mol/L m1 = (0,5 mol/L) (58,5 g/mol) (1000 L)
 = concentração em mol/L m1 = 29250 g
n1 = quantidade de mols do soluto
m1 = massa do soluto (gramas)
M1 = massa molar do soluto (g/mol)
V = volume da solução na unidade LITRO.

Notações não
Notações
recomendadas, mas
recomendadas 5. Um determinado gás poluente apresenta tolerância máxima
ainda em USO.
de 2,0 ⋅ 10 – 5 mol/L em relação ao ar. Uma sala fechada
Concentração em Concentração molar de dimensões 4 m × 5 m × 3 m contém 6 mol daquele gás.
mol/L e molaridade A tolerância foi ultrapassada?

Unidade: mol/L Unidade: molar ou M V = 4 m × 5 m × 3 m = 60 m3 = 60000 L


ηη = n1 = 6 mol = 1,0 × 10 – 4 mol/L
Exercícios V 6 × 10 4 L
1. Uma solução molar ou 1,0 M apresenta 1,0 mol A tolerância foi ultrapassada, já que
de soluto para cada litro de solução. 1,0 × 10 – 4 mol/L  2,0 × 10 – 5 mol/L.

obs.: 1,0 × 10
–4
2. Uma solução decimolar ou 0,1 M apresenta 0,1 mol = 0,5 × 10 = 5
de soluto para cada litro de solução. 2,0 × 10 – 5

3. A representação [glicose] = 0,2 M indica uma solução


contendo 0,2 mol de soluto (glicose) para cada
litro de solução.

4. Em uma salina, determine a massa de NaCl obtida após a


evaporação completa da água de 1,0 m3 de água do mar.
(Na = 23, Cl = 35,5)
Dado:
[NaCl] no mar = 0,5 mol/L
1 m3 = 1000 litros

ALFA-5 85015058 60 ANGLO VESTIBULARES


6. Um técnico pesou uma amostra de sulfato de cobre II penta- 8. Em uma solução 0,5M de Fe2(SO4)3, calcule a concentração
hidratado (CuSO4 ⋅ 5H2O) e encontrou o valor de 49,9 g. em mol/L em função dos íons Fe3+ e SO42–.
A amostra foi colocada em um balão volumétrico. Em se-
guida, o técnico adicionou água destilada até a marca do Fe2(SO4)3 → 2Fe 3 + + 3SO42–
balão, correspondente a 250 mL.
Determine a concentração em mol/L da solução.
1 mol : 2 mol : 3 mol
(Cu = 63,5 , S = 32, O = 16, H = 1) 1 mol/L : 2 mol/L : 3 mol/L
0,5 M x y
Massa Molar de CuSO4 ⋅ 5H2O = 249,5 g/mol 3+
[Fe ] = x = 1,0 mol/L
[SO42–] = y = 1,5 mol/L
n= m = 49,9 g = 0,2 mol
M 249,5 g/moL

[sal] = n = 0,2 mol = 0,8 mol/L


V 0,25 L
9. Determine a concentração em mol/L de uma solução de
Na3PO4, sabendo-se que a concentração de íons Na+ vale
2ª- resolução
0,6 mol/L.
123

1 mol –––––––– 249,5 g


n = 0,2 mol
n –––––––– 49,9 g Na3PO4 → 3Na+ + PO43–
0,2 mol –––––––– 0,25 L 1M : 3M
x 0,6 mol/L
123

x = 0,8 mol
x –––––––– 1 L (em 1,0 litro) x = [Na3PO4]
Logo, [sal] = 0,8 mol/L 0,6
x=
3
x = 0,2 mol/L

7. Em uma emergência, um técnico de hospital preparou soro


glicosado, dissolvendo 108g de glicose em água suficiente
para 2,0 litros de solução. 10. Calcule o número de íons Al3+ em 100 mL de solução
Determine a concentração em mol/L de glicose no soro obtido. 0,2 mol/L de Al2(SO4)3.
(Glicose = 180 g/mol)
Há vários caminhos:
1 mol Gli –––––––– 180 g 1) Al2(SO4)3 2 Al
n –––––––– 108 g
0,2 M 0,4 M
n = 0,6 mol
2 L –––––––– 0,6 mol 1 L –––– 0,4 mol Al 3+

1 L –––––––– x 0,1 L –––– x


x = 0,3 mol x = 0,04 mol Al3+
[Gli] = 0,3 mol/L nº- íons = 0,04 (6 × 1023)
Outra resolução: = 2,4 × 1022 íons
m1 n1 n
123 123

[Gli] =
M1V ηη = ⇒ 0,2 = 1
2) Sal V 0,1
108 n1 = 0,02 mol
[Gli] =
180 ⋅ 2
n = 2 ⋅ 0,02 = 0,04 mol
[Gli] = 0,3 mol/L Al3+ nº- íons = 0,04 (6 × 1023)
= 2,4 × 1022 íons

ALFA-5 85015058 61 ANGLO VESTIBULARES


ORIENTAÇÃO DE ESTUDO Tarefa Complementar
AULA 41
 Livro 2 — Unidade I (Cap. 1)
• Resolva os exercícios 40 a 43, série 1.
Caderno de Exercícios — Unidade III

AULA 42
Tarefa Mínima
• Resolva os exercícios 33, 44, 49 e 50, série 1.
AULA 41
• Resolva os exercícios 38 e 39, série 1.

AULA 42
• Resolva os exercícios 46, 47 e 48, série 1.

Aula 43
QUESTÕES ENVOLVENDO VÁRIOS TIPOS DE CONCENTRAÇÃO

A concentração ppm em volume é particularmente útil para


Tipo de Expressão
Unidades soluções gasosas.
concentração algébrica
Exemplo:
Comum C = m1 g/L; g/mL, etc 0,8 ppm em volume de CO no ar significa:
V
0,8 L (CO) ––––––––––––––– 106 L de ar
mol/L  = n1 mol/L COMENTÁRIO
V
A concentração ppb significa “partes por bilhão”.
Porcentagem Assim,
em massa τ = m1 –– 1,0 ppb de Hg2+ na água significa:
de soluto m 1,0 g de Hg2+ ––––––– 109 g (um bilhão) de solução
(Título)

Exercícios
As conversões entre esses tipos de concentração podem ser
1. Deduzir a relação:
C = d* τ
feitas:
• Admitindo-se 1,0 L de solução. onde
• Através da expressão de conversão. C = conc. comum (g/L)
C = 1000 d τ = M1 d* = densidade (g/L)
C ⇒ g/L τ = Título (% massa de soluto).
d ⇒ g/mL
m1
C= ⇒ m1 = CV
O CONCEITO DE ppm (partes por milhão) V
Para soluções muito diluídas em relação a um determina-
do soluto, é útil expressar a concentração desse soluto em τ= m1
⇒ m1 = τm
ppm. m
1,0 ppm ⇒ 1,0 parte em um milhão de partes.
CV = τm
123 123

1,0 ppm
1,0 g(soluto) –– 106 g (solução) m
(em massa) C=τ
V
1,0 ppm
1,0 L(soluto) –– 106 L (solução)
(em volume) C = d* τ

ALFA-5 85015058 62 ANGLO VESTIBULARES


2. Qual a diferença entre as expressões 4. Um soro caseiro para hidratação infantil foi produzido pela
C = dτ e C = 1000 dτ ? dissolução de 5,85 g de NaCl e 102,6 g de sacarose, em
água suficiente para um litro de soro.
C=dτ C = 1000 d τ Determine a concentração molar de cada soluto no soro.
(NaCl = 58,5 g/mol; sacarose = 342 g/mol)

123
1 mol ––––––––– 58,5 g
mesmas
g/L g/mL NaCl
unidades n ––––––––– 5,85 g
n = 0,1 mol

123
Sacarose 1 mol ––––––––– 342 g
n ––––––––– 102,6 g
n = 0,3 mol
Logo
3. Considere que uma “solução de bateria” típica apresente
[NaCl] = 0,1 mol/L
d = 1,3 g/mL e 38% em massa de H2SO4.
[Sacarose] = 0,3 mol/L
Determine a concentração do ácido:
a) em gramas por litro;
b) em mols por litro.
(H2SO4 = 98 g/mol) 5. Um vinagre contém ácido acético na concentração 0,8mol/L.
Qual a massa desse ácido em cada litro de vinagre?
(ácido acético = 60 g/mol)
Para V = 1000 mL de solução, teremos:
1L –––––––––– 0,8 mol de ácido acético
123

d = 1,3 g/mL 1 mL ––––––– 1,3 g solução


1000 mL ––––––– m 1 mol –––––––––– 60 g
0,8 mol –––––––––– m
m = 1300 g de solução
m = 48 g
massa de H2SO4 = m1 = 38% de 1300 g
123

1300 g ––––––––– 100% m = 494 g


1
m1 ––––––––– 38%
6. Segundo a CETESB, o ar contendo 9,0ppm em volume de
123

1 mol H2SO4 ––––––––– 98 g CO é considerado regular. Qual a porcentagem em volume do


n = 5 mol
n ––––––––– 494 g CO no ar?
Respostas:
123

a) 494 g/L 9 L CO ––– 106 L (ar)


9 ppm
b) 5 mol/L x ––– 100%
x = 9 ⋅ 100 = 9 ⋅ 10 – 4%
2ª- resolução: 10 6
C = 1000 d τ
38
C = 1000 (1,3) ⋅
100
C = 494 g/L
ORIENTAÇÃO DE ESTUDO
C = ηηm1
C 494 g/L  Livro 2 — Unidade I (Cap. 1)
ηη = = = 5 mol/L
M1 98 g/mol Caderno de Exercícios — Unidade III

Tarefa Mínima
• Resolva os exercícios 55 e 58, série 1.

Tarefa Complementar
• Resolva os exercícios 56, 57 e 59, série 1.

ALFA-5 85015058 63 ANGLO VESTIBULARES


Aula 44
DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES

Diluir uma solução significa acrescentar solvente a esta solução. 2. Qual volume de água deveremos adicionar a 60 cm3 de so-
Com isto, veremos que: lução de NaCl de concentração 40 g/L, tal que a concen-
a) A quantidade de soluto permanece constante. tração diminua para 5,0 g/L?
b) O volume da solução aumenta. CV = C’ V’
c) A concentração (, τ, C) diminui. 40 ⋅ 60 = 5 V’
V’ = 480 cm3
V(adic) = 480 – 60 = 420 cm3

adicionando
solvente solução
mais
diluída

 ’   3. A 100mL de solução 0,5M de H2SO4 adicionou-se 400mL


m1 = constante
τ τ’  τ de água. Qual a concentração final em mol/L?
n1 = constante
C C’  C ηηV = ηη’ V’
0,5 ⋅ 100 = ηη’ ⋅ 500
Exercícios ηη’ = 0,1 mol/L
1. Deduzir as expressões para diluição:
a) C V (antes) = C’ V’ (depois)
b) V (antes) = ’ V’ (depois)

m1
a) C = ⇒ m1 = CV
V
m1 (antes da diluição) = m1’ (após) 4. Qual volume de água deverá evaporar de 600mL de solução
Logo, substituindo: 0,1M de glicose, tal que a concentração aumente para 0,3M?
CV = C’V’
ηηV = ηη’ V’
n1 (início) (final)
b) ηη = ⇒ n1 = ηηV
V (0,1 M) (600 mL) = (0,3 M) V’
V’ = 200 mL (solução final)
n1 (antes) = n1’ (depois) Volume a ser evaporado: 600 mL – 200 mL = 400 mL
ou
ηηV = ηη’V’

ALFA-5 85015058 64 ANGLO VESTIBULARES


5. Como deverá ser diluída uma solução para que a concen-
ORIENTAÇÃO DE ESTUDO
tração diminua de 1,0 mol/L para 0,2 mol/L?
ηηV = ηη’ V’  Livro 2 — Unidade I (Cap. 1)
1,0 V = 0,2 V ’ Caderno de Exercícios — Unidade III
V’ 1,0
= =5
V 0,2 Tarefa Mínima
O volume deve aumentar 5 vezes. • Resolva os exercícios 62 a 65, série 1.

Tarefa Complementar
• Resolva os exercícios 66 a 69, série 1.

6. Qual será a nova porcentagem em massa de H2SO4 se acres-


centarmos 600 g de água destilada a 400 g de “água de
bateria” contendo 38% do ácido?

m1
τ= ⇒ m1 = τm
m

m1 = m’1 ⇒ τm = τ’m’
Substituindo:
38
⋅ 400 = τ’ (400 + 600)
100
τ’ = 0,152 ou 15,2%

ALFA-5 85015058 65 ANGLO VESTIBULARES