Resumo Teoria Geral da Administração

O que é administração?  Administrar é gerir, coordenar, planejar, executar e direcionar de forma a aproveitar melhor os recursos disponíveis, traçando e alcançando metas e objetivos.

O que é TGA?  É uma série de conhecimentos organizacionais que foram (e estão sendo) formados a partir da teoria da formação do conhecimento, da prática e da disseminação do conhecimento. Fatores que influíram no surgimento e desenvolvimento da Administração Revolução Urbana:  Surgiram cidades e estados, onde se formou a classe de dirigentes profissionais e funcionários públicos. Houve a invenção da contabilidade primitiva, da legislação e do planejamento em longo prazo. Surgiram os exércitos especializados.

Grécia:  Surgiu a democracia, onde os executivos da POLIS eram eleitos em assembleia pelos cidadãos. Prezavam a ÉTICA como ponto chave da administração e a QUALIDADE em qualquer campo de atuação.

Roma:  Administração central das províncias, e o surgimento de níveis de executivos (senadores, magistrados, cônsules etc.). Surgimento de grandes empresas privadas e valorização da propriedade particular.

Igreja Católica:  Foi a grande organização administrativa da Idade Medieval.

Renascimento:  Valorização do ser humano, surgimento do protestantismo e da primeira linha de montagem.

Revolução Industrial:  Surgimento das fábricas, onde não mais o artesão tinha espaço e sim o operário especializado. Crescimento das cidades, surgimento dos sindicatos, darwinismo social e consolidação da administração como área do conhecimento. Transformações da revolução Industrial:    Do modo COMERCIAL para o modo INDUSTRIAL; Da rotina do trabalho e do modo de produção; A sociedade deixou de ser rural para ser URBANA.

Tecnologias da Revolução Industrial:     Fábrica; Tear mecânico; Relógio; Administração Moderna.

Surgiu no EUA no século XX. Seleção de trabalhadores. . Salários altos e custos baixos de produção. Três princípios de Ford: • • • Princípio da intensificação: diminuição do tempo de duração do processo. c. e o trabalho foi racionalizado. Foco em tarefas específicas. “o minério sai da mina no sábado e é entregue sob a forma de um carro. As operações são analisadas profundamente (quais tarefas são necessárias?). através da especialização e da linha de montagem. Primeiro período de Taylor Mudanças importantes: 1. à tarde”. com Taylor e seus seguidores. Henry Ford Linhas de produção e produção em massa: • • • A progressão do produto através do processo produtivo é planejada. b. Sistema de pagamento por peça e estipulação de tempo máximo. que devia ser alcançada. Segundo período de Taylor Administração passou a ser tratada como ciência. Passou a existir administração das operações fabris. O trabalho é entregue ao trabalhador em vez de deixá-lo com a iniciativa de ir buscá-lo. Terceiro período de Taylor Aplicação da Administração científica:    Seleção científica do trabalhador. b. Princípio de economicidade: redução do volume de estoque.Escola Clássica Administração Científica:  Buscava utilizar um método científico para lidar com os problemas administrativos. “The best away” (A maneira certa) Taylor acreditava que só existia uma maneira eficiente de produção. ordenada e contínua. Estudo de tempos e movimentos. Salário: a. mínimo e padrão para determinada função. ao consumidor. através de emprego imediato de matéria-prima e equipamentos e rápida colocação no mercado. reduzindo seu esforço. A forma de descobrir essa maneira era analisar o trabalho. Buscavam a eficiência na organização: Gastar menos para produzir mais. Pagamento de incentivos. 2. Administração da tarefa: a. Princípio da produtividade: aumento da capacidade de produção do homem no mesmo período. na terça-feira. Instrução e treinamento científico.

Burocracia é uma forma de controle. A sociedade moderna é uma sociedade burocratizada. custos e estatísticas. o sistema de produção em massa passou a dar lugar a um sistema enxuto. venda e permutação. • Definições: – – • Humanização da Administração. Ele concluiu que: • • • • Burocracia é uma forma de poder. Escola Comportamental A escola comportamental passou a tratar uma organização como um grupo de pessoas. Novas teorias e técnicas administrativas. incentivando o operário a busca-la. A burocracia.Fayol Fayol focou seu trabalho nos NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO de uma empresa. Consequências da Escola de Relações humanas: – – Nova concepção da natureza humana. Funções financeiras: Relacionadas com a procura e gerência de capitais Funções de segurança: Relacionadas com a proteção e preservação dos bens e das pessoas Funções contábeis: Relacionadas com os inventários. Ele a dividiu da seguinte forma: Funções técnicas: Relacionadas com a produção de bens ou de serviços da empresa Funções comerciais: Relacionadas com a compra. conhece todo o processo. além do treinamento e fidelização do empregado à empresa. valorizando-o. pois ele não mais estava alienado em sua função. inspirada em sistemas de psicologia. Modelo japonês No Toyotismo. Dessa forma houve uma maior otimização dos recursos. balanços. Outro ponto importante é a busca pela QUALIDADE como ponto chave para o sucesso. desde a sua origem até o produto final. Weber Weber focou seus estudos em um ponto importante da Administração. pairando sempre acima delas. Burocracia é um mecanismo de alienação. Isso foi possível. com a ênfase nas relações humanas e com dinâmicas de grupo e interpessoal. Desenvolvimento inicial da psicologia e da sociologia do trabalho. aumentando o desempenho da organização. Funções administrativas: Relacionadas com a integração de cúpula das outras cinco funções. registros. onde é produzido apenas o que será utilizado. principal modelo de produção japonês. As funções administrativas coordenam e sincronizam as demais funções da empresa. . O Empregado passou a ter autonomia.

As organizações são vistas de forma diferente por diferentes pessoas. Modelo Sueco: Caracterizado pela autonomia na decisão. não o contrário. forma de operar. estratégias. Modelo Koreano: Caracterizado por investimentos e incentivos governamentais. Aprendizagem organizacional: Argyris • • Busca de novas soluções favorece a aprendizagem. Processo decisório produz aprendizagem. desde os sócios.Novos modelos de Organização Imagens das organizações: Mintzberg • Handy • Dividiu a organização em quatro tipos. Todos leem. organizações devem estar em contínuo processo de aprendizagem. O que contém: A caracterização do negócio. com o jeitinho brasileiro. porém com linguagem simples e objetiva. Morgan • Dividiu a organização em oito tipos. projeções de despesas e receitas. Modelo Italiano: Caracterizado pela Qualidade. parceiros e bancos a clientes e empregados. Novas competências modificam o comportamento e a capacidade de resolver problemas. Modelo Alemão: Caracterizado por Volume de produção + qualidade e diferenciação. estando sempre investindo em novas tecnologias. . Plano de Negócios Definição: PLANO DE NEGÓCIOS (PN) é um exercício de planejamento da criação de um empreendimento. Como deve ser: Deve ser completo. Deve destacar a oportunidade encontrada. É instrumento de implantação da empresa assim como meio de obtenção de financiamentos. Quem faz e quem lê: O PN deve ser feito pelo empreendedor individualmente ou em conjunto com sócios. Dividiu a organização em sete tipos. Modelo Brasileiro: Caracterizado por uma adaptação do modelo japonês. caracterizados pela parte mais importante que define a estrutura. diferenciação e Design. Cyert e March • Senge • • Para lidar com a mudança contínua. simbolizados por deuses da Mitologia grega. Cinco disciplinas podem auxilia a aprendizagem.

Sumário executivo: É um extrato do plano de negócios. missão e valores. Fatias do mercado onde a empresa irá atuar. natural (tecnológico). Fatores que influenciam a estratégia Ambiente econômico (demográfico). Produtos e Serviços. Análise Swot Forças Oportunidades Produtos Estrela Vaca Leiteira Fraquezas Ameaças Ponto de interrogação Animais de estimação Estrelas = Produtos cujo mercado está em crescimento e a participação nesse mercado é alta. visão. a divisão da autoridade. . Organização e gerência do Negócio. direção e controle. mercado. Caracterização da empresa. Deve conter pontos como: Oportunidade vislumbrada. Resumo da Empresa. concorrência. organização. análise SWOT. Estratégia do Negócio/marketing. contém um resumo muito objetivo dos pontos principais do plano de negócios. Decidir objetivos e recursos necessários.Estrutura: Sumário Executivo. político-legal e sociocultural. Processo administrativo Planejamento. pontos fortes e fracos. Produtos. concorrentes diretos ou indiretos. Análise do Ambiente/Mercado. mercados em estabilização e crescimento. Interrogação = Produtos cujo mercado está em crescimento e a participação nesse mercado é baixa. aspectos legais. Leiteira = Produtos cujo mercado está estagnado e a participação nesse mercado é alta. Planejamento Financeiro. Estimação = Produtos cujo mercado está estagnado e a participação nesse mercado é baixa. Análise do Mercado Nichos (ou segmentos) de mercado. cuidados legais que devem ser tomados. Perfil do consumidor/cliente. novos mercados. a forma que serão executados os planos e verificar se as metas e objetivos estão sendo alcançadas.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful