Alguns exemplos de entrevistas mal sucedidas.

Entrevistador - Como você administra a pressão? Candidato - Ah, tranquilo. 11 por 7, no máximo 12 por 8. Entrevistador - Manter sempre o foco é muito importante. E me parece que você tem alguns lapsos de concentração. Candidato - O senhor poderia repetir a pergunta? Entrevistador - Como você se sente trabalhando em equipe? Candidato - Bom, desde que não tenha gente dando palpite, me sinto muito bem. Entrevistador - Como você se definiria em termos de flexibilidade? Candidato - Ah, eu faço academia. Sou capaz de encostar o cotovelo na nuca. Entrevistador - Nós somos uma empresa que nunca pára de perseguir objetivos. Candidato - Que ótimo. E já conseguiram prender algum? Entrevistador - Vejo que você demonstra uma tendência para discordar. Candidato - Muito pelo contrário. Entrevistador - Em sua opinião, quais seriam os atributos de um bom líder? Candidato - Ah, são várias coisas. Mas a principal é ter liderança. Entrevistador - Noto que você não mencionou a sua idade aqui no currículo. Candidato - É que eu uso óculos, e isso me faz parecer mais velho. Entrevistador - E qual é a sua idade? Candidato - Com óculos ou sem óculos? Entrevistador - Quais seriam seus pontos fracos? Candidato - Ah, é o joelho. Até tive de parar de jogar futebol. Entrevistador - Há alguma pergunta que você queria me fazer? Candidato - Eu parei meu carro lá na rua. Será que eu vou ser multado? Entrevistador - Por que, dentre tantos candidatos, nós deveríamos contratá-lo? Candidato - Eu pensei que responder a isto fosse seu trabalho. Entrevistador - Como você pode contribuir para melhorar nosso ambiente de trabalho? Candidato - Bem, eu começaria trocando a recepcionista, que é muito feia. Entrevistador - Várias pessoas que se sentaram aí nessa mesma cadeira hoje são gerentes. Candidato - Puxa, o fabricante da cadeira vai ficar muito feliz em saber disso. Entrevistador - Quando digo ‘Sucesso’, qual a primeira palavra que lhe vem à mente? Candidato - Pode ser duas palavras? Entrevistador - Pode. Candidato – Milho. Nário.

” . Finalmente apareceu um cavalheiro que.“Mas eu sou. a senhora tomou seu braço e juntos partiram em direção ao lado oposto.Eu presto atencção no que eles dizem mas eles não dizem nada Falha de comunicação: Uma senhora idosa parada ao lado da rua. está confusa e hesitante com a tentativa de fazer a travessia diante de um tráfego intenso. tocando-a.“Você quase nos matou. Alegre e muito agradecida.Colocar algumas gírias. Você caminha como se fosse cego!” . ela. lhe disse: . Temerosa. furiosa. perguntou se poderia atravessar a rua com ela. Foi então que ela começou a ficar mais apavorada ao ver que o cavalheiro ziguezagueava pelo meio da rua enquanto buzinas soavam e freios eram acionados com motoristas dizendo palavras ofensivas. ela não conseguia sair do lugar. Quando finalmente chegaram ao outro lado. Foi por isso que lhe perguntei se poderia atravessar junto com a senhora. gestos repetitivos (nervoso) Musica.