Você está na página 1de 53

4 INFINITOS e um ÓCULOS 4D

Economia Criativa -Quebra de Paradigmas em uma nova era R.I.A. Festival , São Paulo, 22 de agosto de 2012

Lala Deheinzelin
Enthusiasmo Cultural

www.laladeheinzelin.com www.criefuturos.com

Especialista em Economia Criativa, Sustentabilidade e Futuros Comunicação Corporativa Desenvolvimento Terceiro Setor Sustentável ONGs

Criatividade e Cultura

Moldar os Óculos
Artes cênicas TV

Recursos e Resultados 4D
Governos

Cultura é o “Óculos”
Sustentabilidade Cultura de Rede

Desenvolvimento Local

Santos de Casa
Cooperação Internacional

Modelos Colaborativos
Empreendedorismo

Advocacy e políticas
Estudos de Futuro

Por que falamos de FUTURO

?
O presente é fruto dos sonhos e cultura do passado

Lala Deheinzelin , 2012

1906, o bisavô do twitter ou SMS : “telégrafo wireless, permite declarações de amor à distância…

Lala Deheinzelin , 2012

1912, França
Lala Deheinzelin , 2012

Imaginamos internet, skype , antenas , mega cidades
1921-EUA

Computadores individuais na sala de aula + manutenção do esquema escolar tradicional

Mudam os produtos… Mas não mudam os processos

Lala Deheinzelin , 2012

O que existe hoje é fruto da cultura e sonhos do passado .

Amazing stories 1939-EUA

O FUTURO É FRUTO DOS SONHOS DO PRESENTE www.criefuturos.com

Lala Deheinzelin , 2012

Futuros desejáveis para a vida em 2042 ganhar – governar – habitar – cuidar - educar - relacionar

Lala Deheinzelin , 2012

Cidadania exercida em todos os locais e através das TICs: votando ou discutindo as leis e o orçamentos

Lala Deheinzelin , 2012

No passado, o pensamento econômico e social vigente criava justificativas para a escravidão. Hoje , ter escravos é impensável... Num futuro próximo, é provável que “sustentável “ deixe de ser um adjetivo opcional e seja o modus operandi que vai embasar todos os aspectos da vida. Mas... Sustentabilidade como?

Lala Deheinzelin , 2012

Por que falamos de futuro

?
NOSSA CULTURA/ “ÓCULOS” FAZ COM QUE A GENTE NÃO VEJA MUITA COISA ...

Lala Deheinzelin , 2012

“ Eu apenas vejo o que está ali mas ainda não foi percebido”
Peter Drucker, futurista

Lala Deheinzelin , 2012

BÚSSOLA: Como se orientar? E de forma simples?

BORBOLETA: Promover mudança de estado, outros modelos

Para localizar-se são necessárias DUAS coordenadas Tangível e Intangível ÓCULOS 2D: hardware/estrutura + software/processo

Lala Deheinzelin , 2012

Duas coordenadas equivalentes

Intangível “Software” PROCESSUAL

Tangível “Hardware” ESTRUTURAL

Lala Deheinzelin , 2012

Brasil: Copa do Mundo e Olimpíadas

E o software ? Gestão, Educação, empreendedorismo? BID : 3% dos investimentos

“Tangível” o “hardware”: Novas instalações, estradas, etc. BID: 97% investimentos

Lala Deheinzelin , 2012

SUSTENTABILIDADE Recursos intangíveis “Software”
Tecnologias “soft”

Recursos tangíveis “Hardware” Tecnologias “Hard”

CHINA

PODER NACIONAL

PODER “SOFT” – INTANGÍVEIS Funcionalidade
MULTI CAPITAIS • Capital Natural • Capital Social •Capital Humano • Capital Cultural
CAPACIDADE DE INOVAÇÃO SOFT TECH • Tecnologias de gestão organizacional • Tecnologias r de comercialização • Tecnologias diplomáticas • Tecnologias do conhecimento etc... AMBIENTE DE INOVAÇÃO SOFT TECH • Ambiente institucional: políticas, leis, regulamentação , indicadores • Ambiente cultural • Mercado local e internacional • Infraestrutura adequada para o intangível

Integração

PODER “HARD” – TANGÍVEIS Estrutura Poder Econômico CAPITAL “HARD” • Recursos materiais • Capital financeiro Poder da Defesa Nacional Poder Hard” Tech AMBIENTE “HARD” Infra – estrutura Base Industrial Matéria Prima outros “tangíveis”
Jin Zhouying, Academy of Soft Technologies, Beijing, 2009

DUAS coordenadas definem 4 pontos = nossa bússola

ÓCULOS 4D:

Lala Deheinzelin , 2012

SOCIAL

AMBIENTAL

ECONÔMICO

ECONÔMICO FINANCEIRO

Mas, hardwares não funcionam sem “software”... Cadê a inteligência e criatividade?

SIMBÓLICOCULTURAL
Lala Deheinzelin , 2012

SÓCIO - POLÍTICA Direitos + Governabilidade

ECONOMIA 4D Ambiental TECHNO - NATURAL = Tangível SUSTENTABILIDADE
4 dimensões da vida ECONOMIA 4D SIMBÓLICO - CULTURAL Conhecimento + Cultura

Intangível

Financeiro MONETÁRIA + SOLIDÁRIA

Lala Deheinzelin , 2012

SÓCIO - POLÍTICA DIREITOS + GOVERNABILIDADE Desejo e interesses coletivos Conexões, contatos, acesso Representação política Reputação, visibilidade FINANCEIRA Institucionalidade AMBIENTAL MONETÁRIA + SOLIDÁRIA Articulação/alianças TECHNO - NATURAL Investimento Bio diversidade, natureza Financiamento, Crédito Matérias primas e resíduos RECURSOS Mercados/ distribuição Corpo e saúde 4D Moedas complementares Espaços, estrutura, equipamentos Permutas História Banco de competências Saberes e Fazeres Voluntariado Conhecimento formal Atributos de marca Linguagens artísticas Tecnologias “Soft” SIMBÓLICO - CULTURAL CONHECIMENTO + CULTURA

SÓCIO – POLÍTICA REPUTAÇÃO –6 AMBIENTAL TECHNO - NATURAL APROVEITAMENTO ESPAÇOS OCIOSOS -5

RESULTADOS

4D

FINANCEIRA MONETÁRIA + SOLIDÁRIA VENDAS +8

8-4-5+2= -1

SIMBÓLICO – CULTURAL GESTÃO DE CONHECIMENTO +2

SUSTENTABILIDADE 4D

SÓCIO - POLÍTICA Direitos + Governabilidade

Ambiental

TECHNO - NATURAL

otimizar. gerar e garantir fluxos equilibrados nas 4D

Financeiro MONETÁRIA + SOLIDÁRIA

SIMBÓLICO - CULTURAL Conhecimento + Cultura
Lala Deheinzelin , 2012

4 Pilares de uma Economia da Abundância

Lala Deheinzelin , 2012

COLABORATIVO, REDES Dimensão Sócio Política
intangíveis + novas tecnologias resultam em chave: ampliar conceito e indicadores de riqueza

VALORES MULTIDIMENSIONAIS 4D
Dimensão Financeira

NOVAS TECNOLOGIAS
Dimensão Tecno – Natural

4 PILARES DE UMA ECONOMIA DA ABUNDÂNCIA

PATRIMÔNIOS INTANGÍVEIS
Dimensão Simbólico Cultural

tornam-se visíveis e operacionais graças a

Lala Deheinzelin , 2012

4 PILARES DE UMA ECONOMIA DA ABUNDÂNCIA

PATRIMÔNIOS INTANGÍVEIS Diversidade Cultural Conhecimento Experiência Criatividade Ativos Intangíveis
Lala Deheinzelin , 2012

Mudança de Era
RECURSOS NATURAIS, BENS MATERIAIS Tangível = Finito CONSUMIDOS COM O USO Economia da Escassez COMPETIÇÃO

CRIATIVIDADE, CONHECIMENTO, EXPERIÊNCIA Intangível = Infinito MULTIPLICADOS COM O USO Economia da Abundância COLABORAÇÃO
Lala Deheinzelin , 2012

CONCENTRADO Especulação exógeno Medo
ECONOMIA CRIATIVA

EM REDE Colaboração endógeno Confiança

Economia cujo valor é criado a partir de recursos intangíveis É uma chave para todo tipo de atividade CIDADES E TERRITÓRIOS CRIATIVOS (abordagem territorial ) INDÚSTRIA CRIATIVA

Artes + Indústria Conteúdo + Serviços Criativos
ARTES (o que chamamos “cultura”)
Lala Deheinzelin , 2012

Economia Criativa+ Colaborativa – Intangíveis RECURSOS QUE SE RENOVAM E MULTIPLICAM COM O USO Tem maior Potencial de Ativação, dinamizam o entorno Resultados Financeiros + Ambiental ,Social, Cultural
PRIORIDADE ESTRATÉGICA E CHAVE PARA A SUSTENTABILIDADE

Lala Deheinzelin , 2012

NOVAS TECNOLOGIAS Mundos virtuais Excedente Cognitivo Descentralização

4 PILARES DE UMA ECONOMIA DA ABUNDÂNCIA

tornam-se visíveis e operacionais graças a

PATRIMÔNIOS INTANGÍVEIS Diversidade Cultural Experiência Ativos Intangíveis

Lala Deheinzelin , 2012

EXCEDENTE COGNITIVO, Clay Shirky, A cultura da Participação
WIKIPEDIA = 100 milhões de horas !!! = comerciais na TV nos EUA em um fim de semana... Mundo: 1 trilhão de horas /ano na TV !!! Imagine tudo o que podemos fazer com essas horas de “excedente cognitivo” ? Democracia real – movimentos descentralizados

Lala Deheinzelin , 2012

COLABORATIVO, REDES Do Ter ao Usar Novos modelos de negócios e organização humana
intangíveis + novas tecnologias resultam em

NOVAS TECNOLOGIAS Mundos virtuais Excedente Cognitivo Descentralização

4 PILARES DE UMA ECONOMIA DA ABUNDÂNCIA

tornam-se visíveis e operacionais graças a

PATRIMÔNIOS INTANGÍVEIS Diversidade Cultural Experiência Ativos Intangíveis

Lala Deheinzelin , 2012

Para Ganhar Tempo.... Para ganhar Tudo...

TEMPO único recurso não renovável
Colaboração Produção Colaborativa Novos Modelos Novas Tecnologias

Lala Deheinzelin , 2012

SUSTENTABILIDADE = Economia Criativa + Colaborativa?
• Gestão compartilhada e participativa • Infraestrutura distribuída – ex: redes de energia

• Produção de conhecimento, projetos e processos P2P.
• Compartilhar o “hard” (estrutura) , diferenciar-se e gerar negócios “soft” (processos). • Novos negócios gerados a partir do compartilhamento de excedentes.

• Consumo Colaborativo e Mercados P2P
• Crowdfunding e crowdsourcing • FESTIVAL DE IDÉIAS !

O QUE FALTA PARA QUE TUDO ISSO SEJA POSSÍVEL? Ter outras maneiras de medir resultado e valor .... e parar de fazer canja com galinhas de ovos de ouro!

Lala Deheinzelin , 2012

COLABORATIVO, REDES Do Ter ao Usar Novos modelos de negócios e organização humana
intangíveis + novas tecnologias resultam em

chave: ampliar conceito e indicadores de riqueza

RIQUEZA MULTIDIMENSIONAL 4D Patrimônios Sociais, Culturais, Econômicos, Ambientais 4D

NOVAS TECNOLOGIAS Mundos virtuais Excedente Cognitivo Descentralização

4 PILARES DE UMA ECONOMIA DA ABUNDÂNCIA

tornam-se visíveis e operacionais graças a

PATRIMÔNIOS INTANGÍVEIS Diversidade Cultural Experiência Ativos Intangíveis

Lala Deheinzelin , 2012

Novos Indicadores para avaliar Riqueza e Sustentabilidade

Compendio de Sustentabilidade das Nações. Anne Louette Português e Inglês www.compendiosustentabilidade.com.br

Lala Deheinzelin , 2012

matriz 4D
recebo do PASSADO Recursos 4D Soma é = Patrimônios 4D

deixo para o FUTURO Valor: Patrimônios 4D + ou Impactos 4D

Sustentabilidade 4 D + Economia 4D +
gero no PRESENTE Resultados 4 D Soma é = Impactos 4D

INTANGÍVEL

Social

A densidade ( numero de linhas) mostra quantos ativos ou “potenciais” em cada dimensão A forma mostra que dimensão tema mais atividades e importância

Ambiental

Financeiro

TANGÍVEL

Cultural

Visualização: Raízes são Recursos 4D Copa os Resultados 4D

Para que serve esta ferramenta?
• Compreender que há muitos Recursos 4D disponíveis que podem ser chave da Sustentabilidade . • Caminho para sustentabilidade ao atribuir valor REAL a produtos, processos e projetos verficando seus Recursos e Resultados 4D,que podem ser positivos ou negativos. • Ter mais elementos para avaliar, trocar, demonstrar e monitorar objetivos, recursos e resultados. • Simplificar, sintetizar, criar parâmetros/matrizes lógicas/léxicos comuns que permitam comparar e utilizar os modelos de métricas e indicadores atuais.

Como estamos ?
• Experimentos com matriz 4D iniciando em 5 países . • O que buscamos ? Objetivos 4D , realizados através de Processos 4D, usando Recursos 4D , com Resultados 4D promovendo fluxo equilibrado 4D. • Como ? Pensar orçamentos, platafcrowdsourcing, sistematizar indicadores pré – existentes. • Quem quer? • Fazer um experimento 4D; ceder seu tempo para sistematizar; criar plataforma colaborativa; criar sistema de visualização de dados, etc

Intangíveis + Tecnologias + Colaboração + Multimoedas =

SOCIEDADE EM REDE

Passado - Centralizado

Futuro - Em rede

De poucos para muitos
• Uniformização
• Economia de Escala = PIB • Infraestrutura concentrada

De muitos para muitos
• Diversificação • Economia de Nicho = Trabalho

• Infraestrutura distribuída
• Mídia e Consumo autoral • Público co-criador, exerce sua intensão • Usar • Multi moedas

• Mídia e Consumo de Massa
• Público passivo cede sua atenção

• Ter
• Moeda única • Competição

• Colaboração

Dando uma mãzinha ao futuro CINCO “COMOS” 1. CUIDAR é o propósito

2. Ambientes e processos de CONFIANÇA são a base
3. Trabalhar sobre as POTÊNCIAS já existentes é o recurso

4. FLUXO justo e acessível dos recursos é o objetivo
5. Processos COLABORATIVOS e em rede são o

mecanismo

REDES, PARA QUÊ?
SEREMOS NÓS
O

SISTEMA NERVOSO DE
GAIA?

MUNDO no século XXI: um outro mundo é possível: Temos recursos, conhecimento e pessoas !!

Lala Deheinzelin , 2012

OBRIGADA !
www.laladeheinzelin.com www.criefuturos.com vídeo artigos publicações

Lala Deheinzelin lala@enthusiasmo.com.br