Você está na página 1de 18

UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

FACULDADE DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA

Dept.º de Ciência dos Materiais Secção de Materiais Electroactivos

Ciência dos Materiais Secção de Materiais Electroactivos A CÚSTICA A PLICADA S ÉRIES DE E XERCÍCIOS

ACÚSTICA APLICADA

SÉRIES DE EXERCÍCIOS

1º Semestre, 2003/2004

Acústica Aplicada, 03/04

2

SÉRIE 1 – OBJECTO E NATUREZA DAS ONDAS ACÚSTICAS

1 - A velocidade da luz no vácuo é 3x10 8 m/s.

a)

Que fracção desta velocidade representa a velocidade do som.

b)

A

luz visível contém comprimentos de onda entre cerca de 0.4 a 0.7 µm. Compare estes valores

com os dos comprimentos de onda das ondas sonoras na gama audio.

c)

Quais são então as frequências da luz visível? Compare estas com as frequências da gama audio.

2

– 500 Hz é na terminologia hi-fi uma frequência média.

a)

A

que período e comprimento de onda corresponde tal onda sonora?

b)

Quais os valores de ω e de k?

3

- Mostre que c=fλ é equivalente a ω=ck (esta última equação é útil em formulações teóricas).

4

- Se uma onda sonora propagando-se na água tem um comprimento de onda de 20 cm, qual será o seu período? Se o máximo de velocidade produzida pela onda for de A=2 m/s escreva uma expressão do tipo exponencial ondulatório para descrever esta onda. Como está relacionada a direcção de vibração de cada partícula de água com a direcção de propagação?

5

- A pressão atmosférica representa simplesmente o peso de ar acima de si, sendo este peso igual à massa vezes a aceleração da gravidade.

a)

Se g=9.8 m/s 2 que massa de ar existe na coluna vertical sobre cada metro quadrado da superfície da Terra.

b)

Se a densidade do ar permanecesse constante e igual a 1.21 kg/m 2 até ao topo da atmosfera e decaísse até zero abruptamente, qual seria a altitude da coluna?

c)

Se pelo contrário a densidade diminuísse gradualmente de acordo com ρ(y)=1.21exp(-y/H) (como de facto aconteceria se a temperatura fosse constante com a altitude) qual seria o valor de H e que valor teria a densidade para y = 10H?

6

- Os níveis de pressão sonora de 0 e 130 dB correspondem a níveis extremos de sons muito baixos

altos, respectivamente. De que percentagem varia a pressão atmosférica pela presença das ondas sonoras acima referidas?

e

7

– Para um som no ar com SPL=84 dB , qual é a amplitude da pressão? Para p=4 Pa , qual é o nível sonoro?

8

- Mostre que um nível SPL re 1 µbar pode ser convertido para um nível SPL re 1 µPa somando simplesmente 100 dB.

Acústica Aplicada, 03/04

3

9 - Se um som A tem o dobro da intensidade de um som B de quanto diferem os seus níveis de pressão sonora SPL?

10

- Estando inicialmente à distância de 20 m de uma fonte esférica de quanto nos deveríamos afastar de uma fonte pontual para que a intensidade do som se reduzisse a metade. E para que o mesmo sucedesse relativamente à pressão?

11

- Estando inicialmente à distância de 2 km de uma fonte pontual dentro de um oceano, a que

distância é que o nível de pressão sonora SPL se reduz de 20 dB às frequências de 1 kHz, 10 kHz

e

100 kHz.

12

– Suponha que duas fontes emitem ondas sonoras provocando, num determinado ponto, níveis de pressão iguais a SPL 1 e SPL 2 , respectivamente, sendo SPL 1 SPL 2 . Determine, em função da diferença entre níveis de pressão sonora SPL=SPL 1 - SPL 2 , qual a magnitude da correcção a adicionar ao valor de SPL 1 para se obter o valor de SPL T (esta linha de pensamento pode também ser aplicada em termos dos níveis de pressão sonora em duas bandas de frequência distintas).

13

-

Suponha que se pretende medir o ruído emitido por uma máquina. No entanto, e porque existe

ruído de fundo não controlável, optou-se por medir em primeiro lugar o nível sonoro total SPL T (máquina + ruído de fundo), medindo-se o nível sonoro do ruído de fundo SPL rf depois de se ter desligado a máquina. Determine o valor SPL M em função de:

a)

SPL T e SPL rf .

b)

SPL T e SPL=SPL T - SPL rf .

Acústica Aplicada, 03/04

4

SÉRIE 2 - DETECÇÃO E MEDIÇÃO DE SOM

1 - Um microfone cuja sensibilidade é M=0.3 mV/Pa exibe à saída uma tensão de 6 mV.

a) Qual o valor do nível de pressão sonora incidente?

b) Qual será a saída em tensão do microfone se nele incidir uma pressão de SPL=70 dB.

2 – Um transmissor gera um nível de pressão sonora, a 1 m, de 100 dB re 1 µbar aplicando uma tensão de 100 V. Determine a sensibilidade em dB re 1 µbar/V.

3

a) Se um alto-falante, cujo S (d=3m)=0.06 Pa/V, for excitado com um sinal de 0.4 V qual o valor do nível de pressão sonora à distância d?

b)

Qual a tensão de excitação necessária para que SPL=100 dB à mesma distância?

c)

Se o alto-falante tiver uma resistência de 8 , qual o valor médio da potência eléctrica de entrada em ambos casos?

4

– A sensibilidade de um hidrofone é –80 dB re 1 V/µbar.

a) Exprima a sensibilidade em re 1 V/µPa.

b) Qual será a tensão de saída se a pressão for 80 dB re µbar.

5 – O diafragma de um microfone de condensador, tem 0.02 m de raio e está a 0.00002 m da placa de apoio, e é esticado até uma tensão de 10000 N/m.

a) Se a tensão de polarização for 200 V, qual será a resposta do microfone, a baixas frequências e em circuito aberto, em volts por pascal?

b) Qual é a resposta correspondente em dB relativa a 1 V/Pa?

c) Quando uma pressão sonora de 1 Pa de amplitude incide no microfone, qual é a amplitude do deslocamento médio do diafragma?

d) Que tensão será gerada numa resistência de 5 Mpor este microfone, a uma frequência de 100 Hz quando incide nele uma onda sonora com uma amplitude de pressão de 10 µPa?

6 – Pretende-se calibrar um microfone. Das medições iniciais determina-se que a sua

sensibilidade é 5 vezes maior do que a de um transdutor reversível. Quando este transdutor é usado como uma fonte a 1.5 m do microfone, observa-se que o microfone tem uma saída, em circuito aberto, de 0.001 V, quando uma corrente de 1 A, a 500 Hz, é fornecida ao transdutor.

a) Qual a tensão de saída, em circuito aberto, do microfone?

b) Qual a pressão sonora que está a actuar no microfone durante esta experiência?

Acústica Aplicada, 03/04

5

7

a) Quantos ciclos devem passar para que um contador de frequências indique um valor para a frequência com uma precisão de 0.01%.

10 kHz,

b) Quanto tempo demora a contagem se a frequência de entrada

for

de 100 Hz

e

respectivamente?

c) Se o contador tiver um relógio interno de 4 MHz, durante quanto tempo deve contar para determinar um intervalo de tempo com uma precisão melhor que 0.01%.

d) Será suficiente contar o tempo de um ciclo se a frequência for 100 Hz? E se f=10 kHz?

8 – Exprima a grandeza L em função de SPL. Mostre que a grandeza L correspondente ao volume sonoro (em sones) e o nível de pressão sonora SPL não são proporcionais. Faça um gráfico qualitativo.

9 – Para tons de 1 kHz com SPL= a) 70, b) 80 e c) 85 dB estime o seu volume em sones. d) Que SPL seria necessário para produzir 0.5 sones?

10 - Suponha que um sinal X é nulo para t<0, X=A (constante) para 0<t<t 1 e nulo novamente para t>t 1 .

a)

Use a expressão que dá o valor do sinal após a passagem por um filtro de tempo de resposta t para calcular o valor de X av (t).

b)

Se t 1 =0.1 s qual o valor máximo do sinal filtrado quando o sonómetro estiver na posição de

slow, fast e peak, respectivamente?

11

a)

Mostre que o valor rms para uma onda triangular é 0.577 vezes o seu valor de pico.

b)

Define-se o factor de serviço β de uma onda de pulsos como sendo a fracção β do seu período em que a tensão é positiva e constante, e negativa e constante durante o resto do seu período: V(t)=+V o para 0<t<βT e V(t)= -βV o /(1-β) para βT<t<T. Mostre que V rms /V o é (β /(1- β)) 1/2 .

12

a)

Calcule a média do valor absoluto de sinwt, para mostrar a origem do factor 0.636.

b)

Mostre que a leitura de um rectificador simples será 1.11 vezes o valor rms para uma onda quadrada mas 0.96 vezes para uma onda triangular.

c)

Usando a definição e resultado do exercício 11.b), mostre que o factor correspondente para uma onda de pulsos, com factor de serviço β, é 2.22(β (1-β)) 1/2 .

13

a)

Qual é o factor de crista de uma onda sinusoidal?

Acústica Aplicada, 03/04

6

b) E para uma onda triangular? c) E para uma onda de pulsos com β=10%?

Acústica Aplicada, 03/04

7

SÉRIE 3 - ANÁLISE ESPECTRAL

1

a) Se um sinal tiver na banda dos 500 Hz uma pressão rms de 0.4 Pa, qual será o valor do nível de pressão sonora na banda correspondente?

b) Se a energia nesta banda estivesse igualmente distribuída entre as bandas de terços de oitava constituintes, qual seria o nível sonoro em cada uma?

2

a) Se um sinal tiver níveis de pressão sonora na banda de 37, 50, 48, 43, 45 e 35 dB nas bandas de oitavas que vão de 125 a 4000 Hz, qual o seu nível de pressão sonora considerando que fora desta gama de frequências o seu nível é desprezável?

b) Qual o valor do nível de pressão sonora em dBA?

3 - Se o valor da densidade espectral for,

S

p

(

f

) =

3

3

×

×

10

7

10

5

/

f

2

f

 

,

f

<

1000

Hz

2

,

f

>

1000

Hz

a) Qual o nível de pressão espectral?

b) Qual a pressão sonora na banda de oitava dos 500 Hz?

c) E para a banda dos 2 kHz?

d) Qual o valor total do nível de pressão sonora?

4 – Para o sinal descrito no exercício 2, estime o valor médio de S p (f) e o valor médio de PSL na banda de 500 Hz.

5

a) Se para um dado sinal PSL=87-20logf dB(re S ref ), qual será a densidade espectral S p (f)?

b) Qual seria o nível de banda no 1/3 de oitava de 1000 Hz?

6 – Um sinal acústico é composto por três tons, cada um com diferente frequência e amplitude de pressão efectiva: P 1 =5x10 -2 Pa, f 1 =104 Hz, P 2 =7x10 -2 Pa, f 2 =190 Hz, P 3 =0.1 Pa, f 3 =237 Hz. Determine a intensidade nas seguintes bandas: a) 100 a 110 Hz, b) 100 a 150 Hz, e c) 150 a 300 Hz.

7

a) Um tom com um nível de pressão sonora de 140 dB re µPa é sobreposto a um ruído de fundo com um nível de pressão espectral constante de 150 dB re µPa. Calcule os níveis de banda obtidos quando o tom e o ruído de fundo são combinados em filtros de larguras de banda de 1, 10 ou 100 Hz.

b) Repita para um tom com nível de pressão sonora de 150 dB re µPa.

Acústica Aplicada, 03/04

8

c)

Repita para um tom com nível de pressão sonora de 160 dB re µPa.

8

– Um som é representado por uma pressão acústica rms P 1 =500/f µbar, em que P 1 é a pressão numa banda de 1 Hz centrada na frequência f.

a)

Derive uma expressão geral para o nível de pressão espectral, PSL, deste som.

b)

Qual a variação do PSL com a frequência expresso em dB por oitava?

c)

Qual é o nível de banda para este som numa banda com 50 Hz de largura centrada a 2500 Hz?

9

– Qual deve ser o nível de pressão sonora de um tom de 200 Hz para que seja audível numa fábrica em que o nível espectral do ruído é 73 dB re 20 µPa/Hz 1/2 entre 100 e 300 Hz?

10 - Um alto-falante, cuja eficiência é 0,35 Pa/mV (d=1 m), emite sons que são detectados por um microfone de sensibilidade –30 dB (re 1 V/Pa), tendo-se obtido os seguintes valores:

f [kHz]

V rms [mV]

7,8

100-200

6,1

200-400

400-800

12,0

800-1600

8,3

1600-3200

10,5

a) Qual o nível de pressão sonora em cada uma das bandas consideradas?

b) Estime o valor do nível de pressão sonora na banda 1/3 de oitava cuja frequência central é 800 Hz.

c) Qual o nível de pressão espectral nessa banda?

11

a) Mostre que cada banda de oitava de ruído branco tem um nível de pressão sonora 3 dB maior que a banda precedente. b) Mostre também que se supusermos que todas bandas de oitava têm um nível de pressão sonora igual, a densidade de pressão espectral é S p (f)=K/f.

12 - Considere dois componentes de frequência diferente num sinal: p 1 (t)=a . cos(ωt) e p 2 (t)=b . cos(γt). Mostre que o valor eficaz de p 1 +p 2 está relacionado com o valor rms das ondas

individuais de acordo com p 2 T,rms =(p 1 +p 2 ) 2 rms =p 2 1,rms +p 2 2,rms .

13 - Mostre que as amplitudes dos coeficientes de Fourier de uma onda pulsada com um factor de serviço β são, C n =2Vsin(βnπ)/(1-β)nπ.

Acústica Aplicada, 03/04

9

SÉRIE 4 - RUÍDO

1 - Os níveis de banda de um ruído são 70 dB re 20 µPa a 31.5 Hz e decrescem 3 dB por cada oitava.

a) Calcule o nível de pressão sonora entre 31.5 e 8000 Hz.

b) Repita considerando a curva de ponderação A.

2 – O nível sonoro médio num determinado bairro é 60 dBA das 7 às 19H00, 55 dBA das 19 às 22H00 e 50 dBA das 22 às 7H00. Calcule o L ep,d (nível de exposição diário).

3 - O nível de exposição semanal ao ruído (L ep,w ) representa o nível de exposição média a que um

trabalhador está sujeito durante uma semana de cinco dias. Supondo que durante a semana um trabalhador esteve sujeito aos seguintes valores de L ep,d .

Dia da semana

L eq (diário) [dBA]

70

78

75

80

76

Calcule o valor de L ep,w .

4 - Um trabalhador está sujeito durante o dia aos seguintes valores de dose de ruído:

Das

8H00

9H20

11H00

13H00

14H00

15H50

16H00

Às

9H20

10H45

12H00

14H00

15H50

16H00

17H20

D [%]

10

20

25

10

20

5

15

a) Determine o valor de L eq para cada um dos períodos durante os quais foram efectuadas as

medições.

b) Qual o valor de L ep,d (nível de exposição diário) a que o trabalhador esteve sujeito.

Acústica Aplicada, 03/04

10

5 - Suponha que as leituras efectuadas durante uma hora corresponderam às seguintes leituras:

Gama SPL [dB]

70-72

72-74

74-76

76-78

78-80

80-82

82-84

t i [min]

6

10

14

12

12

4

2

a)

Faça um histograma de níveis de pressão sonora.

b)

Faça um gráfico da distribuição agregada ou cumulativa de níveis de pressão sonora.

c)

Estime a partir do gráfico anterior os valores de L 10 , L 50 e L 90 .

d)

Qual o valor de L eq .

e)

Qual a dose de ruído correspondente

6

- Considere um trabalhador exposto aos seguintes níveis sonoros:

 

1

2

3

4

5

6

7

8

9

L eq,i [dBA]

86

106

96

82

95

74

90

88

72

Tempo

1h

10 min

1h

30 min

1h30

1h

30 min

1h

1h30

a) Calcule o L ep,d para o posto de trabalho.

b) Calcule a dose de ruído recebida durante o dia pelo trabalhador. Comente o resultado obtido.

7 - Considere um trabalhador exposto aos seguintes níveis sonoros:

Das

8h00

9h00

10h2

13h0

14h2

15h4

16h0

Às

9h00

10h2

5

0

0

0

0

5

12h0

14h2

15h4

16h0

17h1

0

0

0

0

0

D

10

15

30

10

20

10

15

[%

]

a) Calcule o valor do L eq para cada um dos períodos durante os quais foram feitas medições.

b) Qual o valor do L ep,d (nível de exposição diário) a que o trabalhador esteve sujeito?

Acústica Aplicada, 03/04

11

SÉRIE 5 - FENÓMENOS ONDULATÓRIOS APLICADOS ÀS ONDAS SONORAS

1 - Considere dois sinais sinusoidais de frequências 498 e 502 Hz produzindo num determinado ponto níveis de pressão sonora de 75 e 70 dB respectivamente.

a) Qual o valor de p rms da soma para um intervalo de tempo longo. Qual o valor de SPL

correspondente.

b) Quais os valores máximo e mínimo do nível de pressão sonora dos batimentos produzidos.

c) Como relaciona os valores obtidos com aqueles obtidos usando as posições de Fast e de Slow de um sonómetro.

2 - Suponha que uma onda é representada por p 1 , I 1 e SPL 1 e que, N ondas semelhantes a esta são combinadas num ponto. Em relação aos valores p N , I N e SPL N :

a) quais os valores totais se as ondas forem incoerentes;

b) se as ondas forem coerentes quais os seus valores máximos e mínimos?

3 – Se quatro ondas sinusoidais de frequências 498, 499.2, 501 e 503.2 Hz forem combinadas, quantos batimentos há? Quanto tempo é que se teria de esperar para haver repetição do padrão?

4 - Pode-se definir a largura de um feixe pelo espaçamento em graus entre dois zeros.

a)

A que seria igual a largura do feixe de N fontes espaçadas de d, emitindo à frequência f.

 

b)

Suponha que se definia esta largura através do espaçamento em graus onde decaimento em relação ao valor máximo não fosse superior a 6 dB. Qual seria o seu valor quando o número N fosse muito grande. Qual seria o valor da largura do feixe para seis alto-falantes dispostos em linha separados de 15 cm entre si e emitindo a 500 Hz? e a 2 kHz?

5

- Se quisesse eliminar os lobos secundários para 5 alto-falantes em linha emitindo a uma frequência f poderia faze-lo se os dois periféricos emitissem valores diferentes de potência sonora dos três centrais. Usando um computador trace gráficos de p(θ) para vários valores de β representando a fracção de energia emitida pelos alto-falantes periféricos.

6

-

a) Mostre que a diferença de percursos sonoros para um microfone shotgun é d(1-cosθ).

b) Adicionando N fasores derive uma expressão para a directividade do microfone.

c) Mostre como varia a direccionalidade para f=400 Hz e f=4 kHz, considerando Nd=80 cm.

7 - Suponha que um quarto de dormir está à altura da rua e à distância de 10 metros.

a) Estime de quanto será diminuído o ruído do tráfico se se interpuser uma barreira de 2 metros de altura. Faça os cálculos para f=2 kHz e 250 Hz.

b) De quanto deverá ser a altura da barreira para que a redução seja de pelo menos de 20 dB num e noutro caso.

Acústica Aplicada, 03/04

12

SÉRIE 6 - EQUAÇÃO DAS ONDAS SONORAS

1 - A medição do coeficiente de compressibilidade adiabática pode ser difícil de medir e na verdade é frequente medir-se a velocidade do som. Se o som viajar num material plástico de densidade 1200 kg/m 3 , à velocidade de 2700 m/s, qual o seu módulo de compressibilidade adiabático?

2 - Mostre que num gás a relação entre a variação da velocidade do som e a temperatura absoluta é dada por c/c=T/2T. Use esta relação para determinar quanto variará a velocidade do som por cada aumento de um grau centígrado nas condições normalmente encontradas na prática.

3 - Qual o nível de pressão sonora que corresponde a uma variação de temperatura de 1 K.

4 – Para uma onda plana progressiva na água com f=5 kHz e SPL=160 dB re 1µPa, calcule:

a)

a amplitude do deslocamento;

b)

a amplitude da velocidade;

c)

a amplitude das flutuações de densidade;

d)

a densidade de energia média;

e)

a intensidade.

5

- A atmosfera de Marte é constituída essencialmente por dióxido de carbono à temperatura de - 40°C sendo a pressão 1/100 da pressão atmosférica. Determine,

a)

Qual a velocidade do som em Marte para uma onda plana de frequência 200 Hz e nível de pressão sonora SPL=60 dB.

b)

Quais as flutuações de pressão, densidade, temperatura, velocidade e deslocamento.

c)

Quais os valores médios da densidade de energia e de intensidade

6

– Uma onda sonora plana no ar com f=100 Hz tem uma amplitude de pressão de 2 Pa.

a)

Qual é a sua intensidade? E o seu nível de intensidade?

b)

Qual é a amplitude do deslocamento das partículas?

c)

Qual a amplitude da velocidade das partículas?

d)

Qual a pressão rms.

e)

Qual o SPL re 20 µPa?

7

-

a) Mostre que uma onda plana com uma pressão acústica efectiva de 1 µbar no ar tem um nível de intensidade de 174 dB.

b) Qual a intensidade (W/m 2 ) produzida por uma onda acústica plana na água com SPL= 120 dB re 1 µbar?

Acústica Aplicada, 03/04

13

8

- Sendo A uma onda sinusoidal progressiva e B uma onda sinusoidal estacionária ambas com frentes de onda paralelas ao plano yz, f=1 kHz e SPL=100 dB. Qual o valor da densidade de energia em cada um dos casos? Qual o valor médio do fluxo de energia para cada uma das ondas através de uma superfície orientada perpendicularmente ao eixo x? e se a superfície extiver orientada a 45°? e a 90°?

9

-

a)

Considere uma onda sinusoidal esférica com frequência f=200 Hz e amplitude de pressão 5 Pa a r=2 m. Qual é a amplitude do deslocamento, a amplitude da velocidade, e a sua densidade de energia média e intensidade média nesse ponto?

b)

Qual o valor destas grandezas em r=0.2 m, assumindo que a fonte é suficientemente pequena para que a onda exista nesse ponto?

10 – Mostre como se pode calcular a impedância característica do ar à pressão de 1 atm e 0°C. (nota: recorde-se da lei dos gases ideais) Como seria para o ar a 2 km de altitude, onde a pressão é cerca de 0.78 atm e assumindo de novo que T=0°C.

Acústica Aplicada, 03/04

14

SÉRIE 7 - ACÚSTICA DE SALAS

1

a) Para uma sala de volume 20 000 m 3 , qual é o total de modos abaixo de 200 e de 2000 Hz?

b) Quantos modos existem na vizinhança destas duas frequências?

c) Qual a largura de banda efectiva de cada modo se o valor de T r =2,2 s?

d) Acima de que frequência será a resposta da sala uniforme na frequência?

2

– Uma sala rectangular ocupa o espaço –10 m<x<10 m, 0<y<30 m, o< z<12 m. Suponha que as quatro paredes e tecto são bons reflectores e que o chão é muito absorvente. Para uma fonte localizada em x=0, y=3 m, z= 2 m e um ouvinte em x=2 m, y=20 m, z= 2 m, calcule a sequência de chegada das primeiras reflexões de um som impulsivo.

3

- Supondo que a energia sonora decai segundo exp(-2βτ), determine o tempo necessário para que

energia sofra uma redução de 60 dB relativamente ao seu nível inicial. Relacione este tempo com o tempo de reverberação.

a

4

– Uma sala tem um chão de mosaicos de vinil e paredes rebocadas com estuque, e 20% da área

das paredes e todo o tecto estão cobertos com mosaicos acústicos. As dimensões são 10x6x3 m,

e metade da área do chão serve para se sentarem 30 pessoas. Qual é o valor de T r a 1 kHz quando

a sala está

a)

vazia?

b)

ocupada?

c)

Em cada caso, qual o valor de SPL r para uma voz com P=100 µW?

5 – Suponha que as paredes de um auditório (30x50x15 m) têm um coeficiente de absorção médio igual a 0.3.

a) Qual o valor de T r ?

b) Qual a potência acústica necessária para que uma fonte produza um campo reverberante

estacionário com SPL=65 dB?

c)

Para que a voz de uma pessoa com P=50 µW produza esses 65 dB sem amplificação, para que valor teríamos que reduzir a absorção média?

6

– Uma sala tem dimensões 16x25x8 m. Para se obter T r =0.9 s para a fala, qual seria o valor de

_ α ? Se uma área de 200 m 2 nas paredes de trás e laterais consistisse em painéis cujo

A e e de

coeficiente de absorção é 0.7, teríamos ainda um valores razoáveis de A e e α para as restantes

superfícies? Se esses painéis forem reversíveis, para se ter uma acústica variável, e o outro lado dos painéis tiver α=0.1, quão grande poderá ser T r para música se virarmos esses painéis?

_

Acústica Aplicada, 03/04

15

_

7 - Uma sala de 10x10x4 m tem uma absorpção de α =0.1.

a)

Calcule o seu tempo de reverberação.

b)

Qual deverá ser a potência de uma fonte sonora para que se produza nesta sala um nível de pressão sonora de 60 dB.

c)

Qual a taxa, em watts por metro quadrado, de energia incidente nas paredes da sala nestas condições?

8

- O tempo de reverberação de um pequeno compartimento de 9x10x11 ft é de 4 s.

a)

Qual a absorção do revestimento que cobre as paredes?

b)

Quando 50 ft 2 de uma das paredes é coberta com um revestimento acústico, o tempo de reverberação é reduzido para 1.3 s. Qual a absorção do revestimento?

c)

Que valor teria o tempo de reverberação se todas as superfícies fossem cobertas por este revestimento?

9

- Um motor produz um som reverberante estacionário de 74 dB numa sala de 10x20x50 ft. O tempo de reverberação da sala é de 2 s.

a)

Qual a potência acústica do motor?

b)

Que área absorvente adicional será necessária para que o nível de pressão sonora decaia de 10 dB?

c)

Qual o tempo de reverberação nestas condições?

10

- Considere uma sala de volume V e tempo de reverberação T r , contendo uma fonte isotrópica

emitindo com uma potência P. Mostre que a distância R para a qual o som reverberante é maior que o som directo é dada por R>0,1(V/πT r ) 1/2 .

11

- Uma sala de volume 60 m 3 tem um tempo de reverberação 2.5±0.05 s quando vazia. Um painel de 2 m 2 é colocado na sala (com apenas um dos lados exposto) levando a que o novo valor de T r

seja de 1.75±0.05 s. Qual o valor da absorção do painel e a sua incerteza? Como variaria a incerteza se pudesse testar painéis com o dobro da área.

12

– É necessária uma parede para proteger as janelas de um apartamento do ruído proveniente de um sistema de arrefecimento. Qual a densidade de massa mínima que especificaria se se pretendesse uma atenuação de 18 dB a 1 kHz e 14 dB a 500 Hz?

Acústica Aplicada, 03/04

16

13

– Testes de laboratório mostram que um certo tipo de parede tem perdas por transmissão de 25, 35 e 40 dB para as frequências 250, 500 e 1000 Hz, respectivamente. Considere uma parede destas, com uma área de 40 m 2 , a separar duas salas idênticas ,de volume 500 m 3 cada, em que o tempo de reverberação é 1.5, 1.2 e 1 s para aquelas frequências.

a)

Qual a redução de ruído (NR) que prevê para cada frequência?

b)

Porque é que na prática essa redução será um pouco menor?

c)

Se uma fonte numa das salas emite 10 mW de potência acústica em cada uma das três oitavas às frequências mencionadas, qual é o nível sonoro ponderado, SPL(A), em cada sala?

14

- Uma parede de um auditório com 5000 m 3 e T r =2 s está virada para uma estrada com níveis de ruído da ordem dos L 10 =80 dBA

a)

Se se desejar que o nível de ruído de fundo no auditório fique abaixo dos 30 dBA, e se a parede tem 500 m 2 , que perdas por transmissão serão necessárias?

b)

Se o maior problema está nas frequências de cerca de 250 Hz, que medida adicional sugeriria?

15

– Uma casa está localizada a 80 m de uma auto-estrada, ao nível do chão e sem barreiras sonoras. Suponha que a) à hora de ponta tem 7200 carros/hora a 72 km/h e 0.01 W por cada carro, enquanto que b) à noite se têm 200 carros/hora. Descreva o ruído esperado em cada uma das situações.

Acústica Aplicada, 03/04

17

SÉRIE 8 - TRANSDUÇÃO

1 A resistência da bobina de um microfone dinâmico é 2 e a sua sensibilidade em circuito aberto é 0.3 mV/Pa; tem-se ainda que Bl=2 T-m e m=0.2 g. Mostre que esta sensibilidade é reduzida em cerca de 3 dB se operar numa resistência de carga R L =6 à frequência de 1 kHz.

2 - Dois pequenos transdutores idênticos estão colocados a uma distância de 1.2 m um do outro, num ambiente não reflector. Uma corrente alternada de 15 mA a 2 kHz num deles gera som que

é detectado pelo outro, sendo a sua saída em circuito aberto 15 µV.

a) Qual é a sensibilidade, M, e o nível de sensibilidade, ML, de cada transdutor?

b) Se alterar a frequência para 1 kHz mantendo os 15 mA, qual a variação esperada na tensão de saída?

3

– Dois transdutores idênticos estão ligados a um acoplador de volume 20 cm 3 . Corrente de 20 µA

 

frequência 1 kHz num deles produz uma saída em circuito aberto de 10 µV no outro. Qual é a sensibilidade, M, e o nível de sensibilidade, ML, de cada transdutor?

e

4

-

a)

Para

f=100 Hz no ar, qual é o maior diâmetro

de um tubo para

o

qual o único modo de

 

propagação são ondas planas?

 

b)

E

se f=10 kHz?

5

– Suponha uma abertura de 5 cm numa parede (com 2 cm de espessura) de um tanque (com volume 0.1 m 3 ) de balastro, cheio de água, de um submarino submergido. Um fluxo rápido de água através desta abertura pode excitar oscilações naturais deste ressoador de Helmholtz, gerando som que um inimigo poderia detectar. A que frequência ocorreria?

6

– Projecte um ressoador de Helmholtz para o ar de tal modo que a frequência de resposta máxima seja 1 kHz e que o seu ganho máximo para a incidência de uma onda plana em espaço livre seja de 30 dB. Qual a largura de banda para a qual a resposta é forte?

7

- Para um alto-falante com b=10 cm, qual é a impedância de radiação f 1 =200 Hz e f 2 =1 kHz? Se tiver m=8 g, s=2000 N/m, R m =0.5 kg/s e Bl=6 T-m, qual é a sua impedância mecânica total a essas frequências? Qual é a sua impedância eléctrica de movimento a essas frequências? Quais são os valores dos elementos do circuito equivalente?

8

– Se um alto-falante tem b=8 cm, m=6 g (cone e bobina) e s=300 N/m, qual deve ser o volume da caixa para se obter uma frequência de ressonância de 120 Hz?

Acústica Aplicada, 03/04

18