Você está na página 1de 68
RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

AULA 01: PRINCÍPIOS DE CONTAGEM

SUMÁRIO

PÁGINA

1. Princípios de contagem (análise combinatória)

01

2. Resolução de exercícios

10

3. Questões apresentadas na aula

54

4. Gabarito

68

Prezado aluno, em nossa primeira aula veremos o tópico “Princípios de

contagem” do edital da PF. Trata-se da famosa análise combinatória, que é a teoria

necessária para resolver os exercícios de contagem. Na próxima, trabalharemos

com foco na probabilidade.

O entendimento da aula de hoje é essencial para o bom aproveitamento da

próxima aula. Portanto, muita atenção

1. PRINCÍPIOS DE CONTAGEM (ANÁLISE COMBINATÓRIA)

1.1 Contagem e análise combinatória

Imagine que você possui em seu armário 3 calças , 4 camisetas e 2 pares de

tênis. De quantas maneiras diferentes você pode se vestir? Ora, basta imaginar que

para cada calça você pode utilizar qualquer uma das 4 camisetas, e para cada

conjunto calça-camiseta você pode usar qualquer dos 2 pares de tênis.

O princípio fundamental da contagem, ou regra do produto, nos diz que para

obter a quantidade total de maneiras de se vestir basta multiplicar o número de

calças pelo número de camisas e pelo número de tênis, isto é:

Maneiras de se vestir = 3 x 4 x 2 = 24

Em outras palavras, quando temos acontecimentos sucessivos e

independentes (escolha da calça, da camiseta e do tênis), basta multiplicarmos as

quantidades de possibilidades de cada acontecimento (isto é, 3 possibilidades para

o acontecimento “escolha da calça”; 4 para a “escolha da camiseta” e 2 para a

“escolha do tênis”).

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

1

Vejamos um outro exemplo: RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur

Vejamos um outro exemplo:

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 quantos números de 3 algarismos podemos

formar utilizando apenas os algarismos 1, 2, 3, 4, 5 e 6?

Note que precisamos formar números com o formato “ABC”, onde cada letra

simboliza um algarismo. Para a posição A temos 6 opções de algarismos. Para a

posição B temos novamente 6 opções. E o mesmo ocorre na posição C. Portanto, a

quantidade de números de 3 algarismos é dada pela multiplicação:

6 x 6 x 6 = 216 possibilidades

E se o exercício dissesse que os números de 3 algarismos formados devem

ter os 3 algarismos distintos? Neste caso, teríamos também 6 opções para

preencher a posição A. Para preencher a posição B, não mais podemos usar o

número que já foi utilizado para A. Portanto, temos 5 opções. E para a posição C,

restam apenas 4 opções. Assim, teríamos:

6 x 5 x 4 = 120 possibilidades

E se o exercício houvesse dito que, além de formar números com algarismos

distintos, o algarismo 2 sempre deve estar presente? Ora, precisamos calcular

quantos números podemos formar tendo o 2 na posição A, depois na posição B, e

depois na posição C.

Se o 2 estiver na posição A, teremos números do tipo “2BC”. Para a posição

B temos 5 opções de algarismos, pois o 2 já foi utilizado. E para a posição C temos

4 opções. Portanto, teremos 1 x 5 x 4 = 20 possibilidades de números do tipo 2BC.

Analogamente, para números do tipo “A2C”, temos 5 x 1 x 4 = 20 possibilidades.

Temos outras 20 possibilidades para números do tipo “AB2”. Ou seja, ao todo temos

60 possibilidades.

Veremos outras variações ao longo dos exercícios.

3.2 Permutação simples

Analisemos agora o seguinte exemplo: temos 5 pessoas que devem se

sentar em uma fileira do cinema, uma ao lado da outra. De quantas maneiras

diferentes podemos sentar essas pessoas?

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

2

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Na primeira cadeira, podemos colocar qualquer uma das 5 pessoas. Isto é,

temos 5 possibilidades. Já na segunda cadeira, temos apenas 4 possibilidades, pois

necessariamente uma pessoa já estará ocupando a primeira cadeira. Para terceira

cadeira sobram 3 possibilidades, assim como sobram 2 possibilidades para a quarta

cadeira, e uma para a última. Veja isso na tabela abaixo:

Cadeira

Possibilidades

de ocupação

5

4

3

2

1

Feito isso, podemos utilizar novamente a regra do produto para obter o

número total de formas de sentar as pessoas:

Total de formas de sentar = 5 x 4 x 3 x 2 x 1 = 120

Observe um detalhe importante neste problema: em cada uma dessas 120

possibilidades de arrumação das pessoas, as mesmas 5 pessoas estão presentes.

O que torna diferente uma possibilidade da outra é justamente a ordem de

posicionamento das pessoas.

Esse tipo de problema, onde o objetivo é arrumar “n” elementos em “n”

posições distintas (no

arrumação dos elementos diferencia uma possibilidade da outra, são chamados de

PERMUTAÇÕES SIMPLES. O cálculo da permutação simples de n elementos é

cadeiras), e onde a ordem de

caso, 5

pessoas em 5

dada pela fórmula abaixo:

P(n) = n!

Nesta fórmula, n! significa “n fatorial”. Na matemática, chamamos de fatorial

de um número “n” o produto de todos os números inteiros e positivos iguais ou

inferiores a n, isto é:

n! = n x (n – 1) x (n – 2) x

x 1

Exemplificando, 5! = 5 x 4 x 3 x 2 x 1 = 120. Portanto, se fossemos aplicar

esta fórmula na questão das cadeiras do cinema, teríamos:

P(5) = 5 x 4 x 3 x 2 x 1 = 120 formas de posicionar as pessoas

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

3

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Atenção para um detalhe: só podemos usar a fórmula de permutação simples

nos problemas onde a ordem de arrumação dos “n” objetos torne uma possibilidade

diferente da outra! Vamos nos deparar com vários problemas onde a ordem não

torna uma possibilidade diferente da outra – e não poderemos resolvê-los de

maneira tão simples como a vista aqui.

Vejamos um outro exemplo de permutação simples: quantos anagramas

podemos formar utilizando todas as letras da palavra BRASIL?

Um anagrama é um rearranjo das letras. SILBRA, por exemplo, é um

anagrama da palavra BRASIL. Veja que em BRASIL temos 6 letras distintas entre

si, isto é, sem repetição. Assim, cada anagrama será formado por 6 letras,

distribuídas entre 6 posições:

Posição

Letras

disponíveis

6

5

4

3

2

1

Veja que o total de anagramas será dado por 6!, isto é, 6 x 5 x 4 x 3 x 2 x 1 =

720. Utilizando a fórmula:

P(6) = 6! = 720

3.3 Permutação com repetição

Imagine que você queira calcular o número de anagramas da palavra

ARARA. A princípio você usaria a fórmula de permutação simples, como fizemos no

caso de BRASIL. Porém ARARA possui 3 repetições da letra A e 2 repetições da

letra R. Isso faz com que alguns anagramas seja, na verdade, repetições uns dos

outros.

Exemplificando, podemos construir o anagrama ARRAA, onde simplesmente

trocamos de posição o 2º R com o 2º A. Este mesmo anagrama poderia ter sido

construído trocando de posição o 1º R com o 2º A, e, a seguir, colocando o 1º A na

última posição. Não podemos contar 2 vezes esses anagramas, pois eles são

idênticos.

Por isso, quando há repetição devemos usar a fórmula da permutação

simples, porém dividir o resultado pelo número de permutações de cada letra

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

4

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 repetida. Como ARARA tem 5 letras, sendo que o A repete-se 3 vezes e o R repete-

se 2 vezes, temos:

PR(5; 3 e 2) = 5! / (3! x 2!) = 10

Generalizando, podemos dizer que a permutação de n elementos com

repetição de m e p é dada por:

(

PR n

;

m e p

) =

n !

m

!

p

!

3.4 Arranjo simples

Imagine agora que quiséssemos posicionar as mesmas 5 pessoas nas

cadeiras do cinema, mas tivéssemos apenas 3 cadeiras à disposição. De quantas

formas poderíamos fazer isso?

Para a primeira cadeira temos, novamente, 5 pessoas disponíveis, isto é, 5

possibilidades. Já para a segunda cadeira, restam-nos 4 possibilidades, dado que

uma já foi utilizada na primeira cadeira. Por fim, na terceira cadeira poderemos

colocar qualquer das 3 pessoas restantes. Veja que sempre sobrarão duas pessoas

em pé, afinal temos apenas 3 cadeiras. A quantidade de formas de posicionar essas

pessoas sentadas é dada pela multiplicação abaixo:

Formas de organizar 5 pessoas em 3 cadeiras = 5 x 4 x 3 = 60

Um caso como esse, onde pretendemos posicionar “n” elementos em “m”

posições (m menor que n), e onde a ordem dos elementos diferencia uma

possibilidade da outra, é chamada de ARRANJO SIMPLES. Sua fórmula é dada

abaixo:

(

A n , m

) =

n !

(

n

m

)!

Exemplificando, em nosso exemplo temos n = 5 e m = 3. Portanto, teríamos:

(

A n m

,

) =

 

n !

(

n

m

)!

A (5,3) =

 

5!

 

=

5!

=

5

4

3

2

1

(5

 

3)!

 

2!

2

1

A

(5,3)

=

5

4

3

=

60

 
   

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

5

Lembre-se: estamos falando RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima

Lembre-se:

estamos

falando

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

novamente

de

casos

onde

a

ordem

dos

elementos importa, isto é, a ordem dos elementos diferencia uma possibilidade de

outra. Imagine que as 5 pessoas sejam: Ana, Beto, Carlos, Daniela e Eduardo. Uma

forma de posicionar essas pessoas em 3 cadeiras seria:

Cadeira

Ocupante

Beto

Daniela

Eduardo

Neste caso, Ana e Carlos estão de fora. Outra forma de posicionamento

seria:

Cadeira

Ocupante

Daniela

Beto

Eduardo

Veja que, novamente, Ana e Carlos estão de fora. E Eduardo está no mesmo

lugar. A única mudança foi a inversão de posições entre Beto e Daniela. Ou seja,

uma simples alteração na ordem dos elementos gera uma nova possibilidade de

posicionamento. É isso que quero dizer quando afirmo que “a ordem importa” para

os casos de Permutação e Arranjo.

Note ainda que podemos usar a fórmula de Arranjo para resolver um

problema de Permutação simples. Isto porque a permutação também é uma

ordenação de “n” elementos em “m” posições, porém nos casos de permutação n =

m. Sabendo que 0! é, por definição, igual a 1, podemos calcular o número de

permutações de 5 pessoas em 5 cadeiras de cinema com a fórmula de arranjo:

(

A n m

,

) =

 

n !

 

(

n

 

m

)!

A (5,5) =

 

5!

=

5!

=

5

4

3

2

1

(5

5)!

0!

1

A

(5,5)

= 120

 

3.5 Arranjo com repetição

Imagine que temos à disposição as letras A, B, C e D. Queremos utilizá-las

para formar placas de carros. Assim, precisamos de formar grupos de 3 letras,

sendo que essas letras podem ser repetidas. Isto é, podemos ter placas como: AAA,

AAB, ABA, BAA, ABC etc.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

6

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Para calcular o número de arranjos possíveis de “n” elementos em grupos de

“m”, e podendo repetir os elementos, usamos a fórmula do Arranjo com repetição:

A (n, m) = n m

(leia: “arranjo de n elementos, m a m, é dado por n elevado a m)

Portanto, se temos 4 letras (n = 4) e queremos formar grupos de 3 (m = 3)

podendo repetir as letras, será possível formar o total de arranjos abaixo:

(

(4,3)

(4,3)

A n m

A

A

,

) =

=

=

n

3

m

4

64 arranjos

Você pode resolver esse tipo de exercício sem o auxílio de formas, apenas

utilizando o princípio fundamental da contagem. Basta lembrar que você quer

montar placas assim:

lacunas. Portanto, basta multiplicar 4 x 4 x 4 = 4 3 = 64 possibilidades.

E tem 4 possibilidades de letras para cada uma das

3.6 Combinação

Imagine agora que você tem à sua disposição aquelas mesmas 5 pessoas,

porém agora precisa formar duplas para irem a um determinado evento. Quantas

duplas será possível formar?

Veja que agora a ordem não importa mais. A dupla formada por Ana e Beto é

igual à dupla formada por Beto e Ana. Nesses casos, estamos diante de um

problema de Combinação.

Será preciso calcular quantas combinações de 5 pessoas, duas a duas, é

possível formar. Isto é feito através da fórmula abaixo:

Veja que

n


m

(

C n m

,

) =

n

m

=

n !

m

!

(

n

m

)

!

   é uma outra forma de simbolizar “combinação de n elementos,

m a m”. Efetuando o cálculo para o exemplo acima, temos:

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

7

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

) =

=

n

m

5

2

5

2

=

=

n !

m

!

(

n

5!

m

)

=

2

!

5!

2

1

3

2

1

(

C n m

,

C

C

(5,2) =

(5,2)

=

(

2! 5

4

5

2

3

)

!

2!

1

=

3!

10

Portanto, há 10 combinações de 5 elementos, dois a dois. Isto é, há 10

formas de criar duplas tendo para isso 5 pessoas disponíveis. Vejamos quais seriam

as 10 duplas:

- Ana e Beto; Ana e Carlos; Ana e Daniela; Ana e Eduardo

- Beto e Carlos; Beto e Daniela; Beto e Eduardo;

- Carlos e Daniela; Carlos e Eduardo;

- Daniela e Eduardo.

A respeito de combinações, fica aqui uma dica para facilitar as contas. Ao

invés de utilizar a fórmula acima, você pode chegar ao mesmo caso fazendo o

seguinte:

1. multiplicando os “m” primeiros termos de “n!”

2. dividindo esse resultado por m!

No caso do nosso exemplo, bastava multiplicar os 2 primeiros termos de 5!

(que são 5 e 4) e dividir por 2! (2x1):

C (5,2)

=

5

4

=

20

=

10

 

2!

2

Outra dica para facilitar as contas: a combinação de 5 elementos, 2 a 2, é

igual à combinação de 5 elementos, 3 a 3. Isto porque 3 = 5 – 2. Generalizando: a

combinação de n elementos, m a m, é igual à combinação de n elementos, (n-m) a

(n-m):

n

m

=

n

n

m

3.7 Combinação com repetição

Imagine que você possui 7 bolas iguais, e possui 3 cores de tinta para pintá-

las. De quantas formas diferentes você poderia pintar as bolas?

Observe que, novamente, a ordem de pintura não tem importância. Portanto,

estamos diante de um caso de combinação. Entretanto, teremos que repetir as

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

8

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 bola para poder pintar todas as 7. Trata-se de uma

tintas em mais de uma

combinação com repetição.

Para calcular o número de maneiras distintas de pintar as bolas, utilizamos a

fórmula abaixo:

CR ( n , m ) = C ( n + m 1, m )

Ou seja, a combinação com repetição de n elementos que se repetem (cores

das tintas) em m itens (bolas a serem pintadas) é igual à combinação simples de

n+m-1 elementos, m a m. Em nosso caso, n = 3 cores e m = 7 bolas. Portanto:

CR

(3,7)

=

C

(3

+

7

1,7)

=

9 =

7

9 =

2

9

8

=

2

1

36

Portanto, seria possível pintar as 7 bolas de 36 formas diferentes usando as 3

cores de tinta.

Obs.: note que usei a propriedade

n

m

=

n

n

m

.

3.8 Permutação circular

Vimos que a permutação de n elementos é dada por P(n) = n!. Entretanto,

temos um caso particular de permutação, muito presente em provas de concurso,

que é a Permutação Circular.

Ao estudar a permutação simples, calculamos de quantas maneiras distintas

podemos permutar 5 pessoas em uma fileira de cinema com 5 lugares. E se, ao

invés da fileira do cinema, tivéssemos uma mesa redonda com 5 lugares? Observe

as duas disposições abaixo das pessoas A, B, C, D, e E ao redor da mesa:

abaixo das pessoas A, B, C, D, e E ao redor da mesa: Do ponto de

Do ponto de vista de permutação, essas duas disposições são iguais (afinal,

a pessoa A tem à sua esquerda E, e à sua direita B, e assim sucessivamente). Não

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

9

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 podemos contar duas vezes a mesma disposição. Por isso, a fórmula para a

permutação circular de n pessoas é:

Pc (n) = (n-1)!

Em nosso exemplo, o número de possibilidades de posicionar 5 pessoas ao

redor de uma mesa será:

Pc(5) = (5-1)! = 4! = 4 x 3 x 2 x 1 = 24

Vamos aos exercícios?

2. RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS

1. ESAF – CGU – 2008) Ágata é decoradora e precisa atender o pedido de um

excêntrico cliente. Ele - o cliente - exige que uma das paredes do quarto de sua filha

seja dividida em uma sequência de 5 listras horizontais pintadas de cores diferentes,

cor. Sabendo-se que Ágata possui apenas 8 cores

disponíveis, então o número de diferentes maneiras que a parede pode ser pintada

ou

seja,

uma

de

cada

é igual a:

a) 56

b) 5760

c) 6720

d) 3600

e) 4320

RESOLUÇÃO:

Se temos 8 cores disponíveis, a primeira listra poderá ser pintada de 8

maneiras distintas. A segunda listra poderá ser pintada com uma das 7 cores

restantes, já que uma cor já foi utilizada na primeira listra. A terceira listra poderá ser

pintada de 6 maneiras diferentes, a quarta de 5 maneiras, e a quinta de 4 maneiras

distintas. O que disse aqui está refletido no esquema abaixo:

Listra 1

Listra 2

Listra 3

Listra 4

Listra 5

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

10

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

8 opções

7 opções

6 opções

5 opções

4 opções

Pelo princípio fundamental da contagem, o número de maneiras distintas de

pintar a parede é de:

8 x 7 x 6 x 5 x 4 = 6720

Resposta: C

Obs.: trata-se de um arranjo simples, afinal queremos dispor 8 elementos

(cores) em 5 posições (listras), e a ordem das cores torna uma disposição diferente

da outra. Isto é, pintar uma listra de Azul e a seguinte de Verde é diferente de pintar

a primeira de Verde e a segunda de Azul. Utilizando a fórmula de arranjo, teríamos:

A (8,5)

A (8,5)

(

A n , m

) =

n !

(

n

m

)!

=

8!

 

=

8!

=

8

7

6

5

4

3

2

1

=

(8

8

 

7

5)!

6

3!

5

4

=

6720

3

2

1

2. ESAF – SMF/RJ – 2010) O departamento técnico de uma construtora imobiliária

tem 10 técnicos de nível superior sendo 7 engenheiros e 3 arquitetos. Quantas

equipes técnicas distintas podem ser formadas por 2 desses técnicos com a

participação de pelo menos um engenheiro em cada equipe?

a) 14

b) 35

c) 21

d) 28

e) 42

RESOLUÇÃO:

As equipes são formadas por 2 profissionais, e precisam ter pelo menos 1

engenheiro. Portanto, teremos as equipes com 1 e com 2 engenheiros. Vejamos

cada caso:

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

11

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Equipes

arquiteto.

Portanto, temos 7 possibilidades para o engenheiro a ser escolhido e 3

possibilidades para o arquiteto, totalizando 7 x 3 = 21 possibilidades.

com

1

engenheiro:

neste

caso,

teremos

também

1

Equipes com 2 engenheiros: neste caso, o número de formas de escolher 2

engenheiros em um grupo de 7 é dado pela combinação de 7, 2 a 2. Isto é:

C (7,2)

=

7

 

2

 

=

7

6

2

1

=

21

Note que utilizamos a fórmula de combinação pois, na escolha dos 2

engenheiros, a ordem não importa: a dupla formada pelos engenheiros A e B é igual

à dupla formada pelos engenheiros B e A.

Portanto, ao todo temos 21 + 21 = 42 equipes distintas.

Resposta: E

3. ESAF – Analista MPOG – 2010) Beatriz é fisioterapeuta e iniciou em sua clínica

um programa de reabilitação para 10 pacientes. Para obter melhores resultados

salas

diferentes, de modo que na sala 1 fiquem 4 pacientes, na sala 2 fiquem 3 pacientes

e na sala 3 fiquem, também, 3 pacientes. Assim, o número de diferentes maneiras

que Beatriz pode distribuir seus pacientes, nas três diferentes salas, é igual a:

a) 2.440

b) 5.600

c) 4.200

neste programa,

Beatriz precisa

distribuir

esses

10

pacientes em

três

d) 24.000

e) 42.000

RESOLUÇÃO:

Beatriz tem 10 pacientes e precisa separá-los conforme o seguinte esquema:

Sala 1

Sala 2

Sala 3

4 pacientes

3 pacientes

3 pacientes

Veja que, ao escolher 4 pacientes para a sala 1, a ordem deles não importa.

Isto é, escolher A, B, C e D é igual a escolher B, D, A e C. Assim, a quantidade de

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

12

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 maneiras de escolher 4 pacientes, em um grupo de 10, para ficarem na sala 1, é

dada pela combinação abaixo:

C (10,4) =

10

4

=

10

9

8

7

=

210

4

3

2

1

Escolhidos 4 pacientes para a sala 1, restam 6 pacientes para as demais

salas. Destes, 3 ficarão na sala 2. O número de combinações desses 6 pacientes, 3

a 3, é:

C (6,3)

=

6

 

 

3

=

6

5

4

3

2

1

=

20

Escolhidos os 3 pacientes da sala 2, restam apenas 3 pacientes, que

ocuparão a sala 3. Isto é, há apenas 1 forma de ocupar esta última sala:

C (3,3)

=

3

 

 

3

=

3    

0

=

1

Assim, temos:

Sala 1

Sala 2

Sala 3

210

possibilidades

20

possibilidades

1 possibilidade

Pelo princípio fundamental da contagem, temos 210

possibilidades de ocupar as 3 salas.

Resposta: C

x

20

x

1

= 4200

4. ESAF – AFT – 2010) O departamento de vendas de uma empresa possui 10

funcionários, sendo 4 homens e 6 mulheres. Quantas opções possíveis existem

para se formar uma equipe de vendas de 3 funcionários, havendo na equipe pelo

menos um homem e pelo menos uma mulher?

a) 192.

b) 36.

c) 96.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

13

d) 48. e) 60. RESOLUÇÃO: RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof.

d) 48.

e) 60.

RESOLUÇÃO:

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Se a equipe tem 3 pessoas, precisa ter pelo menos 1 homem e 1 mulher,

temos 2 possíveis grupos: 2 homens e 1 mulher, ou 2 mulheres e 1 homem.

Vejamos quantas possibilidades temos para cada tipo de grupo.

2 homens e 1 mulher:

Para escolher 2 homens em um total de 4 disponíveis, basta calcular a

combinação de 4, 2 a 2:

C (4,2)

=

4

 

2

 

=

4

3

2

1

=

6

E para escolher 1 mulher em um total de 6, temos 6 possibilidades, como

você pode comprovar abaixo:

C (6,1)

=

6

 

 

1

=

6

1!

=

6

Pelo princípio fundamental da contagem, temos 6 x 6 = 36 formas de agrupar

2 homens e 1 mulher.

2 mulheres e 1 homem:

Para escolher 2 mulheres em um total de 6 disponíveis, basta calcular a

combinação de 6, 2 a 2:

C (6,2)

=

6

 

2

 

=

6

5

2

1

=

15

E para escolher 1 homem em um total de 4, temos 4 possibilidades, como

você pode comprovar abaixo:

C (4,1)

=

4

 

 

1

=

4

1!

=

4

Pelo princípio fundamental da contagem, temos 15 x 4 = 60 formas de

agrupar 2 mulheres e 1 homem.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

14

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Assim, ao todo temos 36 + 60 = 96 equipes distintas com 3 funcionários,

respeitando as condições do enunciado.

Resposta: C

5. ESAF – SMF/RJ – 2010) O departamento de vendas de imóveis de uma

imobiliária tem 8 corretores, sendo 5 homens e 3 mulheres. Quantas equipes de

vendas distintas podem ser formadas com 2 corretores, havendo em cada equipe

pelo menos uma mulher?

a) 15

b) 45

c) 31

d) 18

e) 25

RESOLUÇÃO:

Veja que podemos ter equipes com 1 mulher e 1 homem, ou equipes com 2

mulheres.

No primeiro caso, precisamos combinar 3 mulheres, 1 a 1, e combinar 5

homens, 1 a 1:

C

C

(3,1)

(5,1)

=

=

3

5

Portanto, é possível formar 3 x 5 = 15 equipes distintas.

No segundo caso, precisamos apenas combinar as 3 mulheres, 2 a 2:

C (3,2)

=

3

2

2

1

=

3

Assim, podemos formar 3 equipes distintas. Ao todo, temos 15 + 3 = 18

equipes distintas.

Resposta: D

6. ESAF – STN – 2008) Ana possui em seu closet 90 pares de sapatos, todos

devidamente acondicionados em caixas numeradas de 1 a 90. Beatriz pede

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

15

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 emprestado à Ana quatro pares de sapatos. Atendendo ao pedido da amiga, Ana

retira do closet quatro caixas de sapatos. O número de retiradas possíveis que Ana

pode realizar de modo que a terceira caixa retirada seja a de número 20 é igual a:

a) 681384

b) 382426

c) 43262

d) 7488

e) 2120

RESOLUÇÃO:

Veja no esquema abaixo as possibilidades de retiradas, e suas respectivas

explicações:

Retirada 1

Retirada 2

Retirada 3

Retirada 4

89

possibilidades

88 possibilidades

   

(pois a caixa 20 não pode estar aqui, só na retirada 3)

(pois nem a caixa 20 nem a da retirada 1 podem estar aqui)

1 possibilidade

(caixa 20)

87 possibilidades (90

menos a caixa 20 e as das retiradas 1 e 2)

Pelo princípio fundamental da contagem, temos:

Resposta: A

Possibilidades = 89 88

1

87=

681384

7. ESAF – MPOG – 2008) Marcos está se arrumando para ir ao teatro com sua

nova namorada, quando todas as luzes de seu apartamento apagam. Apressado,

ele corre até uma de suas gavetas onde guarda 24 meias de cores diferentes, a

saber: 5 pretas, 9 brancas, 7 azuis e 3 amarelas. Para que Marcos não saia com

sua namorada vestindo meias de cores diferentes, o número mínimo de meias que

Marcos deverá tirar da gaveta para ter a certeza de obter um par de mesma cor é

igual a:

a) 30

b) 40

c) 246

d) 124

e) 5

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

16

RESOLUÇÃO: RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula

RESOLUÇÃO:

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Veja que temos 4 possibilidades de cores de meias: pretas, brancas, azuis e

amarelas. Portanto, se Marcos tirar da gaveta apenas 4 meias, ele pode “dar o azar”

de tirar exatamente 1 meia de cada cor. Entretanto, ao tirar a 5ª meia da gaveta, ela

necessariamente será de uma das 4 cores que ele já tirou. Assim, ele certamente

conseguirá formar um par de meias da mesma cor.

Isso mostra que é preciso tirar pelo menos 5 meias da gaveta para ter

certeza de obter um par da mesma cor.

Resposta: E

8. ESAF – CGU – 2008) Ana precisa fazer uma prova de matemática composta de

15 questões. Contudo, para ser aprovada, Ana só precisa resolver 10 questões das

15 propostas. Assim, de quantas maneiras diferentes Ana pode escolher as

questões?

a) 3003

b) 2980

c) 2800

d) 3006

e) 3005

RESOLUÇÃO:

Se temos 15 questões e, delas, queremos separar um grupo de 10 questões

para resolver, basta calcular a combinação de 15, 10 a 10. Isso porque a ordem das

questões não importa: escolher as questões 1, 3 e 5 é igual a escolher as questões

3, 5 e 1.

Para calcular de uma forma mais fácil a combinação de 15, 10 a 10, você

precisa lembrar a seguinte propriedade (que vimos na teoria de hoje):

C(15,10) = C(15,5)

Assim,

C

(15,10)

=

C

(15,5)

=

15

14

13

 

12

11

=

3003

 

5

4

3

2

1

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

17

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Ana pode escolher 10 das 15 questões de 3003 formas distintas.

Resposta: A

9. ESAF – AFRE/MG – 2005) Sete modelos, entre elas Ana, Beatriz, Carla e

Denise, vão participar de um desfile de modas. A promotora do desfile determinou

que as modelos não desfilarão sozinhas, mas sempre em filas formadas por

exatamente quatro das modelos. Além disso, a última de cada fila só poderá ser ou

Ana, ou Beatriz, ou Carla ou Denise. Finalmente, Denise não poderá ser a primeira

da fila. Assim, o número de diferentes filas que podem ser formadas é igual a:

a) 420

b) 480

c) 360

d) 240

e) 60

RESOLUÇÃO:

Veja que temos 4 tipos de filas: aquelas com Ana no final, aquelas com

Beatriz no final, aquelas com Carla no final e aquelas com Denise no final.

Vamos calcular quantas filas podemos formar com Denise no final. Para isso,

considere o desenho abaixo:

Posição 1

Posição 2

Posição 3

Posição 4

6 possibilidades

(pois Denise já é a última)

5 possibilidades

4 possibilidades

1 possibilidade

(Denise)

Pelo princípio fundamental da contagem, temos 6 x 5 x 4

x

1

=

120

possibilidades de formar fila com Denise no final.

Vamos calcular a quantidade de filas com Ana no final. Para isso, é

importante lembrar que Denise não pode ser a primeira. Portanto, temos apenas 5

possibilidades para a posição 1 (pois Ana já está no final, e Denise não pode ser a

primeira). Para a posição 2, temos outras 5 possibilidades (pois agora podemos

incluir Denise). E para a posição 3, temos 4 possibilidades (pois já colocamos uma

pessoa nas posições 1, 2 e 4):

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

18

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Posição 1

Posição 2

Posição 3

Posição 4

5 possibilidades

(pois Denise não pode ser a primeira)

5 possibilidades

4 possibilidades

1 possibilidade

(Ana)

Portanto, temos 5 x 5 x 4 x 1 = 100 possibilidades com Ana no final. O

raciocínio é análogo para as filas com Beatriz ou Carla no final, isto é, teremos mais

100 possibilidades em cada caso.

Assim, ao todo temos 120 + 100 + 100 + 100 = 420 possibilidades.

Resposta: A

10. CESPE – TRT/16ª – 2005) Julgue os itens que se seguem.

(

tenham exatamente 3 zeros, é superior a 50 .

) O

número de cadeias binárias (que só contêm 0 e 1)

de 8

dígitos,

e

que

( ) Considere que o gerente de um laboratório de computação vai cadastrar

os usuários com senhas de 6 caracteres formadas pelas letras U, V e W e

os números 5, 6 e 7. É permitida uma única duplicidade de caractere, se o

usuário desejar, caso contrário, todos os caracteres têm de ser distintos. Nessa

situação, o número máximo de senhas que o gerente consegue cadastrar é 2.880.

RESOLUÇÃO:

(

tenham exatamente 3 zeros, é superior a 50 .

) O

número de cadeias binárias (que só contêm 0 e 1)

de 8

dígitos,

e

que

O objetivo aqui é formar conjuntos de 8 dígitos, usando apenas 0 e 1, de

forma que três dígitos sejam iguais a 0 e os demais cinco dígitos iguais a 1. Uma

possibilidade seria:

00011111

Veja que é preciso permutar esses 8 dígitos, e há a repetição de três (0) e de

cinco (1). Utilizando a fórmula da permutação com repetição, temos:

P (8;3,5)

=

8!

=

8

7

6

5!

=

8

7

6

=

3!5!

3!5!

 

3!

56

Veja que esse número é superior a 50. Item CORRETO.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

19

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

( ) Considere que o gerente de um laboratório

os usuários com senhas de 6 caracteres formadas pelas letras U, V e W e

os números 5, 6 e 7. É permitida uma única duplicidade de caractere, se o

usuário desejar, caso contrário, todos os caracteres têm de ser distintos. Nessa

situação, o número máximo de senhas que o gerente consegue cadastrar é 2.880.

de computação vai cadastrar

Vamos precisar calcular o número de senhas com 6 dígitos distintos e depois

o número de senhas com 1 dígito repetido. No primeiro caso temos a permutação

simples dos 6 dígitos disponíveis:

P(6) = 6! = 720

No segundo caso, cada senha de 6 caracteres será formada com o uso de

apenas 5 dígitos (pois um se repete 2 vezes). Assim, para cada conjunto de 5

dígitos que escolhermos (ex.: U, V, 5, 6, 7) o número de senhas possíveis será dado

pela permutação de 6 caracteres, com a repetição de 2:

P (6;2)

=

6!

=

6

5

4

3

2!

=

2!

2!

 

360

Quantos conjuntos de 5 dígitos podemos escolher, tendo um total de 6 dígitos

disponíveis? Ora, trata-se da combinação de 6 dígitos, 5 a 5:

C(6;5) = C(6;1) = 6

Portanto, o número de senhas com 6 algarismo, com a repetição de 2, é dada

por 6 x 360 = 2160.

Ao todo, o número de senhas é: 720 + 2160 = 2880. Item CORRETO.

Resposta: C C

11. CESPE – TRT/16ª – 2005) Uma moeda é jogada para o alto 10 vezes. Em cada

jogada, pode ocorrer 1 (cara) ou 0 (coroa) e as ocorrências são registradas em uma

seqüência de dez dígitos, como, por exemplo, 0110011010. Considerando essas

informações, julgue os próximos itens.

(

512.

) O número de seqüências nas quais é obtida pelo menos uma cara é inferior a

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

20

RESOLUÇÃO: RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula

RESOLUÇÃO:

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

O número de sequências nas quais temos pelo menos 1 cara é igual ao total

de sequências possíveis menos o número de sequências onde não temos nenhuma

cara. Vejamos:

total de sequências possíveis:

Pela regra do produto, como temos 2 possibilidades para cada lançamento, o

total é: 2x2x2x2x2x2x2x2x2x2 = 2 10 = 1024.

total de sequências sem nenhuma cara:

Ora, trata-se do caso onde obtemos coroa em todos os lançamentos. Trata-

se de uma única possibilidade.

Portanto, o número de sequências com pelo menos 1 cara é igual a 1024 – 1

= 1023. Este número é superior a 512, tornando o item ERRADO.

Resposta: E

12. CESPE – MDS – 2009) Julgue os 2 itens acerca de contagem de elementos.

( ) A quantidade de anagramas distintos que podem ser construídos com a palavra

EXECUTIVO e que não possuem duas vogais juntas é inferior a 1.500.

( ) Considere um evento em que será servido um jantar completo, no qual os

convidados podem escolher 1 entre 3 tipos diferentes de pratos, 1 entre 4 tipos

diferentes de bebidas e 1 entre 4 tipos diferentes de sobremesa. Desse modo, cada

convidado terá até 11 formas distintas para escolher seu jantar completo.

RESOLUÇÃO:

( ) A quantidade de anagramas distintos que podem ser construídos com a palavra

EXECUTIVO e que não possuem duas vogais juntas é inferior a 1.500.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

21

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Para obter anagramas que não possuam duas vogais juntas, é preciso contar

apenas aqueles anagramas onde tenhamos uma consoante separando duas vogais

consecutivas, como é o caso na palavra EXECUTIVO. Em resumo, devemos

permutar as vogais apenas entre elas (nas posições ocupadas por vogais na

palavra EXECUTIVO), e as consoantes entre elas. Veja exemplos de permutação

possíveis:

- trocando apenas vogais: IXOCUTEVE

- trocando apenas consoantes: EVECUTIXO

- trocando vogais e consoantes, mantendo uma consoante entre duas vogais:

IVOCUTEXE.

No caso das vogais, temos 5 letras com a repetição de 2 letras E. Portanto, o

total de permutações de vogais é:

P

(5;2)

=

5!

2!

=

60

No caso das consoantes, temos 4 letras, sem repetição. O número de

permutações de consoantes é:

P(4) = 4! = 24

Observe que, para cada uma das 60 permutações possíveis das vogais,

devemos contabilizar as 24 permutações possíveis das consoantes. Portanto, o total

de permutações das letras de EXECUTIVO (obedecendo a regra do enunciado) é

dado por:

60 x 24 = 1440

Esse valor é inferior a 1500, tornando o item CORRETO.

( ) Considere um evento em que será servido um jantar completo, no qual os

convidados podem escolher 1 entre 3 tipos diferentes de pratos, 1 entre 4 tipos

diferentes de bebidas e 1 entre 4 tipos diferentes de sobremesa. Desse modo, cada

convidado terá até 11 formas distintas para escolher seu jantar completo.

Pela regra do produto, cada convidado tem 3 x 4 x 4 = 48 formas diferentes

de escolher o seu jantar completo, dado que existem 3 possibilidades de pratos, 4

de bebidas e 4 de sobremesas. Item ERRADO.

Resposta: C E

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

22

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

13. CESPE – MDS – 2009) Considere que o governo de determinado estado da

Federação, que ainda não possua nenhum restaurante popular, tenha decidido

enviar um representante para conhecer as instalações de restaurantes populares,

restringindo que fossem visitados 1 dos 5 restaurantes da Bahia, 2 dos 12

restaurantes de Minas Gerais, 2 dos 12 restaurantes de São Paulo e 1 dos 6

restaurantes do Rio Grande do Sul. Nesse caso, esse representante terá mais de

3.800 maneiras distintas para escolher os restaurantes para visitar.

RESOLUÇÃO:

Existem 5 possibilidades de se escolher 1 restaurante na Bahia (qualquer um

dos 5 existentes). Para escolher 2 dentre 12 restaurantes em Minas, é preciso

calcular o número de combinações de 12 restaurantes, 2 a 2:

C (12,2)

=

12

11

2!

=

66

(usamos a combinação pois a ordem de escolha desses 2 restaurantes não importa.

Escolher o restaurante A e o restaurante B, formando o par {A,B} a ser visitado em

Minas, é igual a escolher o restaurante B e o restaurante A neste mesmo Estado)

Analogamente, para escolher 2 dentre 12 restaurantes em São Paulo, temos

outras 66 possibilidades. Por fim, existem 6 formas de escolher 1 dos 6

restaurantes do Rio Grande do Sul.

O número total de possibilidades é dado pela regra do produto:

5 x 66 x 66 x 6 = 130680

Este número é (bem) superior a 3800, portanto o item está CORRETO.

Resposta: C

Obs.: essa questão é uma exceção ao estilo CESPE. Quando temos

questões como essa, onde o enunciado diz “terá mais de 3.800 maneiras” , o normal

é você encontrar um resultado ligeiramente acima ou abaixo de 3.800 (tornando o

item C ou E, respectivamente). Quando você encontrar um resultado muito diferente

do valor “sugerido” no enunciado, muito cuidado: revise a sua resolução, verifique

se não errou algum cálculo.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

23

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 14. CESPE – MDS – 2009) O projeto Fome Zero do governo federal compreende 4

eixos articuladores. Um deles, o Eixo 1, é composto de 15 programas e ações, entre

os quais o Bolsa Família. Suponha que fosse autorizado um aumento de recursos

financeiros para 5 dos programas e ações do Eixo 1, de modo que o Bolsa Família

fosse escolhido em primeiro lugar e os 4 outros pudessem ser escolhidos à vontade

por um comitê, colocando-os em uma ordem de prioridade. Nesse caso, esse

comitê teria mais de 30 mil maneiras diferentes de escolher esses programas e

ações.

RESOLUÇÃO:

Numa questão como essa, normalmente você poderia pensar em calcular a

combinação dos 14 programas restantes, 4 a 4. Entretanto, foi mencionada uma

ordem de prioridade, de modo que a ordem de escolha dos programas passa a ser

relevante. Assim, devemos calcular o arranjo de 14 programas, 4 a 4, ou seja,

14x13x12x11 = 24024 possibilidades.

Trata-se de um número menor que 30mil, portanto o item está ERRADO.

Resposta: E

Obs.: se você resolvesse através da fórmula da combinação, encontraria

C(14,4) = 1001, que é um número MUITO menor que 30mil, valor “sugerido” pelo

CESPE. Com isso, você deveria, no mínimo, desconfiar que a sua resolução

pudesse estar incorreta (apesar de que, neste exercício, ainda assim você acertaria

o gabarito).

15. CESPE – PREVIC – 2011) Julgue os 2 itens, considerando que planos

previdenciários possam ser contratados de forma individual ou coletiva e possam

oferecer, juntos ou separadamente, os cinco seguintes tipos básicos de benefícios:

renda por aposentadoria, renda por invalidez, pensão por morte, pecúlio por morte e

pecúlio por invalidez.

( ) Para se contratar um plano previdenciário que contemple três dos cinco

benefícios básicos especificados acima, há menos de 12 escolhas possíveis.

( ) Suponha que os funcionários de uma empresa se organizem em 10 grupos para

contratar um plano previdenciário com apenas um benefício em cada contrato, de

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

24

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 modo que a renda por invalidez seja contratada por 3 grupos, a pensão por morte, o

pecúlio por morte e o pecúlio por invalidez sejam contratados por 2 grupos cada, e a

renda por aposentadoria seja contratada por 1 grupo. Nessas condições, a

quantidade de maneiras em que esses 10 grupos poderão ser divididos para a

contratação dos 5 benefícios básicos será inferior a 7 × 10 4 .

RESOLUÇÃO:

( ) Para se contratar um plano previdenciário que contemple três dos cinco

benefícios básicos especificados acima, há menos de 12 escolhas possíveis.

Trata-se da combinação de 5 benefícios, 3 a 3, que é:

C

(5,3)

=

C

(5,2)

=

5

4

2!

=

10

De fato existem menos de 12 escolhas possíveis. Item CORRETO.

( ) Suponha que os funcionários de uma empresa se organizem em 10 grupos para

contratar um plano previdenciário com apenas um benefício em cada contrato, de

modo que a renda por invalidez seja contratada por 3 grupos, a pensão por morte, o

pecúlio por morte e o pecúlio por invalidez sejam contratados por 2 grupos cada, e a

renda por aposentadoria seja contratada por 1 grupo. Nessas condições, a

quantidade de maneiras em que esses 10 grupos poderão ser divididos para a

contratação dos 5 benefícios básicos será inferior a 7 × 10 4 .

Chamando o benefício “renda por invalidez” de A, “pensão por morte” de B,

“pecúlio por morte” de C, “pecúlio por invalidez” de D e “aposentadoria” de E,

teremos 3 A, 2 B, 2 C, 2 D e 1 E. Devemos permutar entre os 10 grupos esses 10

benefícios, sabendo que temos repetição de 3 A, 2 B, 2 C e 2 D:

10!

3!2!2!2!

10

=

9

10

 

9

8

7

6

5

4

3!

3!

8

(2

7

1)

6

5

(2

 

1)

(2

1)

 

=

75600

2

P (10;3,2,2,2)

=

P (10;3,2,2,2)

=

Este número é superior a 70.000 (7 x 10 4 ), logo o item está ERRADO.

Resposta: C E

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

25

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 16. CESPE – Banco do Brasil – 2008) A Associação dos Correspondentes de

Imprensa Estrangeira no Brasil (ACIE) organiza, pelo quinto ano consecutivo, o

Prêmio e Mostra ACIE de Cinema. Os filmes indicados serão seguidos pela votação

de aproximadamente 250 correspondentes afiliados às associações de

correspondentes do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Brasília. Os vencedores

serão escolhidos nas categorias Melhor Filme (ficção), Melhor Documentário,

Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Fotografia e

Melhor Filme Júri Popular.

Internet: <www.bb.gov.br> (com adaptações).

A partir da organização do texto acima e considerando os princípios de contagem,

julgue os itens subseqüentes.

( ) Caso se deseje escolher, entre os 50 correspondentes mais antigos, 3 para

constituírem uma comissão consultiva especial, haverá menos de 20 mil maneiras

possíveis para se formar essa comissão.

( ) Se, em determinada edição do Prêmio e Mostra ACIE de Cinema, forem inscritos

13 filmes em uma mesma categoria, nesse caso, a quantidade de maneiras de se

fazer a indicação de 3 desses filmes, sendo um deles em 1.º lugar, outro em 2.º

lugar e outro em 3.º lugar, será inferior a 2 × 10 3 .

( ) Suponha que determinado correspondente esteja designado para votar apenas

nas categorias Melhor Filme (ficção) e Melhor Documentário e que as quantidades

de filmes concorrentes em cada uma dessas categorias sejam 8 e 3,

respectivamente. Nessa situação, votando em apenas um filme de cada categoria,

esse correspondente poderá votar de mais 20 maneiras distintas.

RESOLUÇÃO:

( ) Caso se deseje escolher, entre os 50 correspondentes mais antigos, 3 para

constituírem uma comissão consultiva especial, haverá menos de 20 mil maneiras

possíveis para se formar essa comissão.

O número de comissões de 3 integrantes retirados de um total de 50 é dado

pela combinação:

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

26

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

C (50,3)

=

50

49

48

3!

=

19600

Esse número é inferior a 20mil, portanto o item está CORRETO.

( ) Se, em determinada edição do Prêmio e Mostra ACIE de Cinema, forem inscritos

13 filmes em uma mesma categoria, nesse caso, a quantidade de maneiras de se

fazer a indicação de 3 desses filmes, sendo um deles em 1.º lugar, outro em 2.º

lugar e outro em 3.º lugar, será inferior a 2 × 10 3 .

Temos 13 possibilidades para o primeiro lugar, 12 para o segundo e 11 para

o terceiro, totalizando:

13 x 12 x 11 = 1716

Esse número é inferior a 2000 (2x10 3 ), portanto o item está CORRETO.

( ) Suponha que determinado correspondente esteja designado para votar apenas

nas categorias Melhor Filme (ficção) e Melhor Documentário e que as quantidades

de filmes concorrentes em cada uma dessas categorias sejam 8 e 3,

respectivamente. Nessa situação, votando em apenas um filme de cada categoria,

esse correspondente poderá votar de mais 20 maneiras distintas.

Esse correspondente tem 8 possibilidades para escolher o Melhor Filme e 3

possibilidades para o Melhor Documentário, totalizando 8 x 3 = 24 maneiras

distintas de votar. Este número é superior a 20, portanto o item está CERTO.

Resposta: C C C

17. CESPE – Banco do Brasil - 2008) Julgue os itens que se seguem, a respeito

de contagem.

( ) A quantidade de permutações distintas que podem ser formadas com as 7 letras

da palavra REPETIR, que começam e terminam com R, é igual a 60.

( ) Caso as senhas de acesso dos clientes aos caixas eletrônicos de certa

instituição bancária contenham 3 letras das 26 do alfabeto, admitindo-se repetição,

nesse caso, a quantidade dessas senhas que têm letras repetidas é superior a 2 ×

10 3 .

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

27

) Ao se RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima

)

Ao

se

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 listar todas as possíveis permutações das 13 letras da palavra

(

PROVAVELMENTE, incluindo-se as repetições, a quantidade de vezes que esta

palavra aparece é igual a 6.

( ) Com as letras da palavra TROCAS é possível construir mais de 300 pares

distintos de letras.

RESOLUÇÃO:

( ) A quantidade de permutações distintas que podem ser formadas com as 7 letras

da palavra REPETIR, que começam e terminam com R, é igual a 60.

Se queremos apenas os casos que começam e terminam em R, devemos,

em realidade, permutar apenas as letras E, P, E, T, I. Temos, portanto, a

permutação de 5 letras com a repetição de 2, totalizando:

Item CORRETO.

P

(5;2)

=

5!

2!

=

60

possibilidades

( ) Caso as senhas de acesso dos clientes aos caixas eletrônicos de certa

instituição bancária contenham 3 letras das 26 do alfabeto, admitindo-se repetição,

nesse caso, a quantidade dessas senhas que têm letras repetidas é superior a 2 ×

10 3 .

A quantidade de senhas com 2 ou 3 letras repetidas é igual ao total de

senhas possível menos a quantidade de senhas que não possuem letras repetidas.

Assim, temos:

total de senhas: 26 x 26 x 26 = 17576

quantidade de senhas que não possuem letras repetidas: 26x25x24 = 15600

Portanto, o número de senhas que possuam letras repetidas (2 ou 3 letras

repetidas) é simplesmente 17576 – 15600 = 1976.

Este valor é inferior a 2x10 3 , portanto o item está ERRADO.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

28

( RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula

(

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 ) Ao se listar todas as possíveis permutações das 13 letras da palavra

PROVAVELMENTE, incluindo-se as repetições, a quantidade de vezes que esta

palavra aparece é igual a 6.

A palavra PROVAVELMENTE possui 2 repetições da letra V e 3 repetições

da letra E. Normalmente consideraríamos que, ao trocar uma letra V pela outra, ou

uma letra E pela outra, temos em realidade um único anagrama. Entretanto, o

enunciado mandou incluir as repetições, ou seja, considerar que ao trocar uma letra

V pela outra e/ou trocar uma letra E pela outra, cada alteração dessas deve ser

considerada uma permutação distinta.

Para a palavra PROVAVELMENTE continuar aparecendo, devemos

considerar apenas os casos onde trocamos um V pelo outro e/ou trocamos um E

por outro.

O número de permutações das duas letras V entre si é igual a P(2) = 2! = 2. E

o número de permutações das 3 letras E entre si é igual a P(3) = 6. Para cada

permutação das letras V, devemos contabilizar as 6 permutações da letra E. Ao

todo, temos 2 x 6 = 12 permutações onde são trocadas apenas as posições das

letras V entre si mesmas e/ou as posições das letras E entre si mesmas.

Item ERRADO.

( ) Com as letras da palavra TROCAS é possível construir mais de 300 pares

distintos de letras.

Temos 6 letras distintas nessa palavra. Para saber o número de pares que

podemos formar, basta calcular o número de combinações destas 6 letras, 2 a 2:

C(6,2) = 15

Este número é inferior a 300, portanto o item está ERRADO. Mesmo se

considerássemos que a ordem das letras torna um par diferente do outro, teríamos

6 x 5 = 30 possibilidades apenas.

Resposta: C E E E

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

29

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

18. CESPE – Polícia Civil/ES – 2011) A questão da desigualdade de gênero na

relação de poder entre homens e mulheres é forte componente no crime do tráfico

de pessoas para fins de exploração sexual, pois as vítimas são, na sua maioria,

mulheres, meninas e adolescentes. Uma pesquisa realizada pelo Escritório das

Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC), concluída em 2009, indicou que

66% das vítimas eram mulheres, 13% eram meninas, enquanto apenas 12% eram

homens e 9% meninos.

Ministério da Justiça. Enfrentamento ao tráfico de pessoas: relatório

do plano nacional. Janeiro de 2010, p. 23 (com adaptações).

Com base no texto acima, julgue os itens a seguir.

( ) Se as vítimas indicadas na pesquisa totalizaram 250 pessoas, então o número

de maneiras distintas de se escolher um grupo de 3 homens entre as vítimas será

superior a 4.000.

RESOLUÇÃO:

Se 12% das vítimas são homens, então o número de homens é:

Homens = 12% de 250 = 12% x 250 = 0,12 x 250 = 30

O número de maneiras de formar grupos de 3 homens com 30 disponíveis é

a combinação de 30, 3 a 3:

C(30,3) = 30 x 29 x 28 / 3! = 30 x 29 x 28 / 6

C(30,3) = 5 x 29 x 28 = 4060

Este número é superior a 4000, portanto o item está CERTO.

Resposta: C

19. CESPE – Polícia Civil/ES – 2011) Julgue os itens seguintes, que dizem respeito

à determinação do número de possibilidades lógicas ou probabilidade de algum

evento.

( ) Suponha uma distribuição de prêmios em que são sorteados três números de

dois algarismos. Para formar cada número, primeiro sorteia-se o algarismo das

dezenas, que varia de 0 a 5. O algarismo das unidades é sorteado em seguida e

varia de 0 a 9. Se, para formar cada número, o algarismo das dezenas e o

algarismo das unidades já sorteadas não puderem ser repetidos, então a

quantidade de números que podem ocorrer é inferior a 10 4

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

30

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RESOLUÇÃO:

Veja que temos 6 possibilidades (de 0 a 5) para o algarismo das dezenas e

10 possibilidades (de 0 a 9) para o algarismo das unidades, totalizando 6 x 10 = 60

possíveis números de dois algarismos para o primeiro sorteio.

Após sortear o primeiro número, sobram apenas 5 possibilidades para o

algarismo das dezenas e 9 possibilidades para o algarismo das unidades,

totalizando 5 x 9 = 45 possibilidades para o segundo número a ser sorteado.

A seguir, sobram 4 possibilidades para o algarismo das dezenas e 8

possibilidades para o algarismo das unidades, totalizando 4 x 8 = 32 possibilidades

para o terceiro número a ser sorteado.

Portanto, a regra do produto nos diz que temos ao todo 60 x 45 x 32 = 86400

possibilidades de sortear 3 números de dois algarismos. Muito cuidado, pois a

resolução não termina aqui (embora quem parasse aqui acertasse o gabarito, por

mera coincidência).

A regra do produto, que utilizamos acima, é válida quando a ordem dos

números sorteados torna um conjunto de 3 números diferente de outro. Entretanto,

sabemos que o conjunto {21, 15, 07} é igual ao conjunto {07, 21, 15}, que é igual ao

{15, 07, 21} e às demais permutações destes 3 números. Isto porque em qualquer

desses casos o ganhador do sorteio será aquela pessoa que tiver, em qualquer

ordem, estes três números em sua cartela.

A permutação de 3 números é P(3) = 3! = 6. Portanto, devemos dividir as

86400 possibilidades encontradas através da regra do produto por 6, para evitar

somar repetidas vezes um mesmo conjunto de 3 números. Dessa forma, temos:

86400 / 6 = 14400

Portanto, existem 14400 formas de sortear 3 números de dois algarismos

seguindo a regra proposta no enunciado. Este número é superior a 10.000 (10 4 ) .

Item ERRADO.

Resposta: E

20. CESPE – TRE/BA – 2009) Sabendo que um anagrama é qualquer ordenação

formada com as letras de uma palavra, tendo ou não significado, então, com a

palavra CORREGEDOR será possível formar 151.200 anagramas distintos.

RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

31

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 CORREGEDOR possui 10 letras, com a repetição de 2 letras O, 3 letras R, 2

letras E. O número de anagramas desta palavra é calculado pela fórmula de

permutação com repetição:

P (10;2,3,2) =

10!

2!3!2!

Item CERTO.

Resposta: C.

P (10;2,3,2)

=

10

=

10

9

8

7

6

5

4

3!

9

8

(2

7

1)

6

=

3!

5

(2

1)

151200

21. CESPE – EMBASA – 2009) A leitura mensal do consumo de água residencial

em cada um dos quinze bairros de determinado município é feita por apenas um dos

três funcionários responsáveis por essa atividade; a cada mês, há uma distribuição

aleatória em que cinco desses bairros são designados para cada um desses

funcionários. Com relação a essa situação hipotética, julgue os itens a seguir:

(

) Essa distribuição pode ser realizada de 126.126 maneiras diferentes.

(

) Considerando-se que os bairros sob a responsabilidade de determinado

funcionário sejam agrupados, por proximidade geográfica, em duas regiões, A e B,

com dois bairros em A e três bairros em B, então esse funcionário poderá visitar

esses bairros de 24 maneiras distintas se ele visitar todos os bairros de uma mesma

região antes dos demais bairros.

RESOLUÇÃO:

PRIMEIRO ITEM:

Para o primeiro item, precisamos saber de quantas formas podemos distribuir

15 bairros entre 3 funcionários, deixando cada um deles com 5 bairros.

A combinação de 15 em grupos de 5 (isto é, 15, 5 a 5) nos diz de quantas

maneiras podemos distribuir os bairros do primeiro funcionário:

15

5

=

15

14

13

 

12

11

= 3003

 

5

4

3

2

1

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

32

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 Após separarmos os 5 bairros do primeiro funcionário, sobram 10 bairros, dos

quais 5 deverão ser distribuídos para o próximo funcionário. A combinação de 10

bairros, 5 a 5, nos dá o número de formas de efetuar essa distribuição:

10

5

 

10

 

9

8

7

6

=

= 252

 

5

4

3

2

1

Por fim, sobram 5 bairros, que serão distribuídos para o último funcionário.

Só há uma forma de fazer isso, como vemos abaixo:

5

 

5

= 1

Multiplicando o número de formas de distribuir os bairros do primeiro

funcionário pelo número de formas para distribuir os bairros do segundo funcionário

e pelo número de formas de distribuir os bairros do último funcionário, temos:

3003 252

1=

756756

Portanto, esse item está ERRADO. No gabarito preliminar, este item foi

considerado correto, mas foi corrigido no gabarito definitivo.

SEGUNDO ITEM: o funcionário pode visitar os 2 bairros da região A e, a

seguir, os 3 bairros da região B, ou vice-versa. Vamos calcular de quantas

formas ele fazer isso. Note que agora a ordem importa. Portanto, trata-se de

um caso de permutação.

- De quantas formas diferentes o funcionário pode visitar os 2 bairros da

região A? Basta permutar os 2 bairros: P(2) = 2! = 2.

- De quantas formas diferentes o funcionário pode visitar os 3 bairros da

região B? P(3) = 3! = 6

- De quantas formas diferentes o funcionário pode visitar as 2 regiões? Ora,

ele pode ir primeiro na região A e depois na B, ou vice-versa. Temos 2

formas de fazer isso, que é justamente P(2).

Como temos 2 formas de visitar as regiões, e, dentro das regiões, 2 formas

de visitar os bairros de A e 6 formas de visitar os bairros de B, o total de formas de

visitar todos os bairros é: 2 x 2 x 6 = 24. Item CORRETO.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

33

Resposta: E C RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima

Resposta: E C

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

22. CESPE – MPE/AM – 2008) Com respeito aos princípios básicos da contagem

de elementos de um conjunto finito, julgue os itens a seguir.

( ) Considere que, em um edifício residencial, haja uma caixa de correspondência

para cada um de seus 79 apartamentos e em cada uma delas tenha sido instalada

uma fechadura eletrônica com código de 2 dígitos distintos, formados com os

algarismos de 0 a 9. Então, de todos os códigos assim formados, 11 deles não

precisaram ser utilizados.

(

) Considere que um código seja constituído de 4 letras retiradas do conjunto {q, r,

s,

t, u, v, w, x, y, z}, duas barras e 2 algarismos, escolhidos entre os algarismos de 0

a

9. Nessa situação, se forem permitidas repetições das letras e dos algarismos,

então o número de possíveis códigos distintos desse tipo será igual a 102(102 + 1).

RESOLUÇÃO:

PRIMEIRO ITEM: quando o exercício diz que o código tem 2 dígitos, o

primeiro dígito não pode ser o zero, pois nesse caso teríamos, na verdade,

um número de apenas 1 dígito. Portanto, os códigos possíveis são aqueles

que tem, no algarismo das dezenas, de 1 a 9 (9 possibilidades), e no

algarismo das unidades, de 0 a 9 (10 possibilidades). Assim, ao todo temos

90 possibilidades de código. Como eram apenas 79 caixas de

correspondência, 11 códigos não precisaram ser utilizados. CORRETO.

SEGUNDO ITEM: Se fossemos simplesmente montar um código com 4 letras

retiradas do conjunto de 10 letras do enunciado, seria possível formar

10x10x10x10 =10 4 códigos. Além disso, podemos escolher 2 algarismos de 0

a 9 (10 possibilidades), ou seja, podemos escolher 10 x 10 = 10 2 pares de 2

algarismos. Multiplicando apenas a quantidade de grupos de 4 letras (10 4 )

pela quantidade de grupos de algarismos (10 2 ) já temos 10 6 possibilidades,

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

34

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01 que é um resultado maior que aquele dado pelo enunciado, portanto o item

está ERRADO. Por fins didáticos, vamos prosseguir com a resolução.

Teremos um código da seguinte forma:

L L L L

/

/

N N

Neste código acima, os L representam as 4 letras, as / representam as barras

e os N representam os 2 algarismos. Veja que não basta apenas multiplicar

as quantidades de grupos de letras (10 4 ) pela de números (10 2 ). Precisamos

ainda considerar que as letras, barras e números podem estar em qualquer

posição. Veja os 3 exemplos abaixo. Cada um representa um código distinto,

apesar de usar as mesmas letras e números:

Q

R S T / / 1 2

Q

R S T 1 2 / /

Q

/ R S / T 1 2

Assim, para cada grupo de 4 letras e 2 números que escolhermos,

precisamos calcular o número de permutações possíveis. Para piorar, trata-

se de uma permutação com repetição, pois a barra se repete. Temos, assim,

PR

(8, 2)

=

8!

=

20160

2!

Portanto, ao todo teríamos 20160 x 10 4 x 10 2 códigos.

Resposta: C E

23. CESPE – TSE – 2007) Para aumentar a segurança no interior do prédio do TSE,

foram distribuídas senhas secretas para todos os funcionários, que deverão ser

digitadas na portaria para se obter acesso ao prédio. As senhas são compostas por

uma sequência de três letras (retiradas do alfabeto com 26 letras), seguida de uma

sequência de três algarismos (escolhidos entre 0 e 9). O número de senhas distintas

que podem ser formadas sem que seja admitida a repetição de letras, mas

admitindo-se a repetição de algarismos, é igual a:

a) 26 3 x 10 x 9 x 8

b) 26 3 x 10 3

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

35

c) 26 x 25 x 24 x 10 x 9 x 8 d) 26 x

c) 26 x 25 x 24 x 10 x 9 x 8

d) 26 x 25 x 24 x 10 3

RESOLUÇÃO:

Veja que teremos senhas do tipo

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

-

, onde as três primeiras

lacunas devem ser preenchidas por letras, e as três seguintes por números.

Veja que não há repetição de letras. Pelo princípio fundamental da contagem,

temos 26 possibilidades para a primeira letra, 25 para a segunda e 24 para a

terceira, isto é: 26 x 25 x 24 possibilidades.

Por outro lado, é permitido repetir algarismos. Temos 10 possibilidades para

o

primeiro, outras 10 para o segundo e outras 10 para o terceiro, perfazendo 10 x 10

x

10 = 10 3 possibilidades.

Ao todo, teremos 26 x 25 x 24 x 10 3 possibilidades de senhas.

Resposta: D

Obs.: a título de exercício, repare que a letra A representa o caso onde

podemos repetir letras, mas não algarismos. A letra B representa o caso onde

podemos repetir tanto as letras quanto os algarismos. A letra C representa o caso

onde não podemos repetir nem letras e nem algarismos.

24. CESPE – Polícia Federal – 2009) Considerando que, em um torneio de

basquete, as 11 equipes inscritas serão divididas nos grupos A e B, e que, para

formar o grupo A, serão sorteadas 5 equipes, julgue o item que se segue.

( ) A quantidade de maneiras distintas de se escolher as 5 equipes que formarão o

grupo A será inferior a 400.

RESOLUÇÃO:

Observe que colocar as equipes 1, 2, 3, 4 e 5 no grupo A é equivalente a

colocar as equipes 3, 2, 1, 5 e 4 neste grupo. Isto é, a ordem das equipes não

importa. Estamos diante de um problema de combinação. O número de maneiras de

se combinar 11 equipes em grupos de 5 é dado por:

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

36

C (11,5) RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima –

C (11,5)

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

=

11

5

=

11

10

9

8

7

=

5

4

3

2

1

462

Portanto, a quantidade de maneiras distintas de se escolher 5 equipes que

formarão o grupo A será SUPERIOR a 400.

Resposta: E

25. CESPE – Polícia Federal – 2009) A Polícia Federal brasileira identificou pelo

menos 17 cidades de fronteira como locais de entrada ilegal de armas; 6 dessas

cidades estão na fronteira do Mato Grosso do Sul (MS) com o Paraguai.

Internet: <www.estadao.com.br> (com adaptações).

Considerando as informações do texto acima, julgue o próximo item.

( ) Se uma organização criminosa escolher 6 das 17 cidades citadas no texto, com

exceção daquelas da fronteira do MS com o Paraguai, para a entrada ilegal de

armas no Brasil, então essa organização terá mais de 500 maneiras diferentes de

fazer essa escolha.

RESOLUÇÃO:

Veja que, das 17 cidades de fronteira, apenas 11 (17 – 6) não estão na

fronteira do MS com o Paraguai, portanto apenas estas serão escolhidas pela

organização criminosa.

O número de maneiras de se combinar 11 em grupos de 6 é dado por:

C

(11,6)

=

C

(11,5)

=

11

10

9

8

7

=

5

4

3

2

1

462

Este número é MENOR do que 500, portanto o item está ERRADO.

Resposta: E

26. CESPE – ABIN – 2010) Com relação aos princípios e técnicas de contagem,

julgue os itens subsequentes.

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

37

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

( ) Caso o servidor responsável pela guarda de processos de determinado órgão

tenha de organizar, em uma estante com 5 prateleiras, 3 processos referentes a

cidades da região Nordeste, 3 da região Norte, 2 da região Sul, 2 da região Centro-

Oeste e 1 da região Sudeste, de modo que processos de regiões distintas fiquem

em prateleiras distintas, então esse servidor terá 17.280 maneiras distintas para

organizar esses processos.

( ) Considere que seja possível chegar a uma pequena cidade por meio de carro,

por um dos 5 ônibus ou por um dos 2 barcos disponíveis e que, dado o caráter

sigiloso de uma operação a ser realizada nessa cidade, os agentes que participarão

dessa operação devam chegar à referida cidade de maneira independente, em

veículos distintos. Em face dessa situação, sabendo-se que o órgão de inteligência

dispõe de apenas um carro e que os deslocamentos devem ocorrer no mesmo dia,

é correto afirmar que o número de maneiras de o servidor responsável pela

organização das viagens escolher os veículos para transporte de 3 agentes para

essa missão é inferior a 50.

( ) Caso o chefe de um órgão de inteligência tenha de escolher 3 agentes entre os 7

disponíveis para viagens — um deles para coordenar a equipe, um para redigir o

relatório de missão e um para fazer os levantamentos de informações —, o número

de maneiras de que esse chefe dispõe para fazer suas escolhas é inferior a 200.

RESOLUÇÃO:

PRIMEIRO ITEM: temos 5 prateleiras, e processos de 5 regiões para colocar

em cada uma. Todos os processos de uma mesma região devem ficar na

mesma prateleira. Isto pode ser representado pelo esquema abaixo:

Prateleira 1

Prateleira 2

Prateleira 3

Prateleira 4

Prateleira 5

5 possibilidades

4 possibilidades

3 possibilidades

2 possibilidades

1 possibilidade

Pelo princípio fundamental da contagem, temos 5 x 4 x 3 x 2 x 1 = 120 formas

distintas de dispor os processos de cada região numa mesma prateleira.

Imagine a seguinte distribuição:

Prateleira 1

Prateleira 2

Prateleira 3

Prateleira 4

Prateleira 5

Prof. Arthur Lima

www.estrategiaconcursos.com.br

Acessewww.baixarveloz.net

38

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

RACIOCÍNIO LÓGICO p/ POLÍCIA FEDERAL TEORIA E EXERCÍCIOS COMENTADOS Prof. Arthur Lima – Aula 01

Região Norte

Região Nordeste

Região Sul

Região Sudeste

Região

Centro-Oeste

(3 processos)