ADVOCACIA-GERAL DA UNIÃO SECRETARIA-GERAL DE ADMINISTRAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE ADMINISTRAÇÃO NO RIO DE JANEIRO

TERMO DE REFERÊNCIA

1. OBJETO 1.1. Contratação continuados de de empresa especializada CONSERVAÇÃO na E prestação de serviços COM

LIMPEZA,

HIGIENIZAÇÃO,

FORNECIMENTO DE MATERIAIS, necessários à sua execução, com execução mediante o regime de empreitada por preço global, para atender às necessidades das unidades circunscritas à SAD/RJ no Estado do Espírito Santo, conforme condições, quantidades e exigências estabelecidas neste instrumento:

ITEM

UNIDADES PF/ES

VALOR ESTIMADO MENSAL

VALOR ESTIMADO ANUAL

I

PU/ES CJU/ES

TOTAL GERAL:

1.2.

JUSTIFICATIVA: A presente contratação se justifica pela necessidade

de a Administração conservar, higienizar e limpar suas instalações, a fim de prevenir acidentes, elevar os níveis de satisfação e motivação pessoal, melhorar a qualidade de vida de seus usuários e combater doenças. 1.3. O Serviço está compreendido dentre as atividades terceirizáveis previstas no art. 7º da IN n.º 02/2008 (SLTI/MPOG).

1

2. DO CUSTO 2.1 Conforme o disposto na IN SLTI/MPOG n° 2, de 30 de abril de 2008, D.O.U. de 02 de maio de 2008, e Portaria nº 18, de 27 de março de 2012, D.O.U. de 28 de março de 2012 da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, os limites mínimos e máximos mensais aceitáveis para contratação de limpeza e conservação, serão:
ESTADO DE MINAS GERAIS TIPO DE ÁREA ÁREA DE PISOS INTERNA (Produtividade 600m²) MÍNIMO R$ 2,96 POR M² MÁXIMO R$ 3,61 POR M² R$ 1,81 POR M² R$ 0,82 POR M² R$ 0,21 POR M²

ÁREA DE PISOS EXTERNA (Produtividade 1200m²) R$ 1,48 POR M² ESQUADRIA EXTERNA FACE INTERNA/EXTERNA R$ 0,68 POR M² (Produtividade 220m²) FACHADA ENVIDRAÇADA FACE EXTERNA R$ 0,17 POR M² (Produtividade 110m²)

2.2. A licitante que apresentar lance final superior ou inferior aos limites citados no item 2.1 será desclassificada.

3. CLASSIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS 3.1. O serviço a ser contratado enquadra-se na classificação de serviços comuns, nos termos da Lei n° 10.520, de 2002, do Decreto n° 3.555, de 2000, e do Decreto 5.450, de 2005. 3.2. Os serviços a serem contratados enquadram-se nos pressupostos do Decreto n° 2.271, de 1997, constituindo-se em atividades materiais acessórias, instrumentais ou complementares à área de competência legal do órgão licitante, não inerentes às categorias funcionais abrangidas por seu respectivo plano de cargos. 3.3. A prestação dos serviços não gera vínculo empregatício entre os empregados da Contratada e a Administração Contratante, vedando-se

2

qualquer relação entre estes que caracterize pessoalidade e subordinação direta. 4. DA VISTORIA 4.1. Para o correto dimensionamento e elaboração de sua proposta, o licitante poderá realizar vistoria FACULTATIVA nas instalações do local de execução dos serviços, acompanhado por servidor designado para esse fim, de segunda à sexta-feira, das 8 horas às 17 horas, devendo o agendamento ser efetuado previamente pelos números de telefone indicados no item 5.3. 4.2. O prazo para vistoria iniciar-se-á no dia útil seguinte ao da publicação do Edital, estendendo-se até o dia útil anterior à data prevista para abertura da sessão pública. 4.3. Para a vistoria, o licitante, ou o seu representante, deverá estar devidamente identificado.

5. FORMA DE PRESTAÇÃO DOS SERVIÇOS 5.1. Os serviços serão executados conforme discriminado abaixo: IMPLANTAÇÃO PREVISTA Data da Assinatura do Contrato

ITEM UNIDADES PF/ES I PU/ES CJU/ES

CARGA HORÁRIA 44 HORAS/ SEMANAIS

5.2. Para a execução dos serviços, a Contratada deverá disponibilizar profissionais pertencentes às categorias de ocupação supracitadas, observando o Código Brasileiro de Ocupações, bem como a Convenção Coletiva de Trabalho pertinente das categorias. 5.3. Os serviços serão executados nos seguintes endereços e áreas:

3

Quantidade de sanitários: 84 (oitenta e quatro) Quantidade de copas/cozinha: 20 (vinte) Quantidade de refeitórios: 02 (dois).1. MOBILIÁRIO 2.4 OUTROS (Detalhar) 3. 4 . 1107 e 1116. etc). Armários.1. tais como: Mobiliário (Estações de Trabalho.: (027) 3041-4300/4304 METROS QUADRADOS 1. PERSIANAS TOTAL 200 150 NÃO SE APLICA NÃO SE APLICA 200 150 1.238.3. Persianas.2 ESTAÇÕES DE TRABALHO COMPLETAS SUPERFÍCIE TOTAL M ² 1000 2. 8º andar.2. Procuradoria Federal no Estado do Espírito Santo (PF/ES) Endereço: Rua José Alexandre Buaiz.92 1. salas 223. conforme detalhamento abaixo: METRAGEM QUADRADA POR SUPERFÍCIE 1000 NÃO SE APLICA QUANTIDADE Tel. Mesas.4 1. Warley ou Sra. PISO 2.1 MESAS DE REUNIÃO 2.1. Espelhos. A área interna corresponde à área de piso e de outras superfícies a serem limpas. Fluxo diário aproximado de pessoas: 500 (quinhentas). Enseada do Suá. nº 160.. Vitória/ES.1.3 2 20 1 5 38.04 713. DIVISÓRIAS 4.04 5.3. Áurea ÁREA ÁREA INTERNA ESQUADRIA EXTERNA DE FACE INTERNA 5.238. Contato: Sr. Peculiaridades das áreas: a) b) c) d) e) Área abrangendo 20 (vinte) pavimentos e um mezanino. etc.5 1. 1101 a 1105. Divisórias.3 ESPELHOS 2.14 DESCRIÇÃO DA SUPERFÍCIE A SER LIMPA 1.3.5.3 2.

Peculiaridades das áreas: 5 . MOBILIÁRIO 2. Contato: Marcelo Teixeira ÁREA ÁREA INTERNA ESQUADRIA EXTERNA DE FACE INTERNA Tel.3 2 20 1 5 38.2. Vitória/ES. 5. etc.3 ESPELHOS 2. Bairro Enseada do Suá.3.4 OUTROS (Detalhar) 3. Mesas. conforme detalhamento abaixo: METRAGEM QUADRADA POR SUPERFÍCIE 500 NÃO SE APLICA QUANTIDADE DESCRIÇÃO DA SUPERFÍCIE A SER LIMPA 1.3 2. Procuradoria da União no Estado do Espírito Santo (PU/ES) Endereço: Rua Professor Almeida Cousin nº 125.97 126.3.1 MESAS DE REUNIÃO 2. Espelhos. Armários. salas 1504 a 1513 e 1801 a 1812. tais como: Mobiliário (Estações de Trabalho. etc). Divisórias.96 5.3.5 1.2.2.: (027) 3041-4241 METROS QUADRADOS 767.1. PISO 2.f) Quantidade de vestiários: Não há. DIVISÓRIAS 4..4 1. Persianas. A área interna corresponde à área de piso e de outras superfícies a serem limpas.2.2 ESTAÇÕES DE TRABALHO COMPLETAS SUPERFÍCIE TOTAL M ² 500 2. PERSIANAS TOTAL 200 150 NÃO SE APLICA NÃO SE APLICA 200 150 767.97 5.92 1. Edifício Enseada Trade Center.

Divisórias.92 1. Quantidade de copas/cozinha: 01 (um). tais como: Mobiliário (Estações de Trabalho.1. Fluxo diário aproximado de pessoas: 48 (quarenta e Quantidade de sanitários: 12 (doze). Mesas. Armários. conforme detalhamento abaixo: METRAGEM QUADRADA POR SUPERFÍCIE 500 NÃO SE APLICA QUANTIDADE DESCRIÇÃO DA SUPERFÍCIE A SER LIMPA 1.24 2.: (27) 3041-4360/4361 METROS QUADRADOS 251. Quantidade de vestiários: 01 (um).3 2. Enseada do Suá.3. etc. c) d) e) f) Área abrangendo 3 (três) pavimentos e um subsolo.5 1. A área interna corresponde à área de piso e de outras superfícies a serem limpas. 304.3. Quantidade de refeitórios: Não há. Espelhos. 5.3 ESPELHOS 2.4 1.2 ESTAÇÕES DE TRABALHO COMPLETAS SUPERFÍCIE TOTAL M ² 251.1 MESAS DE REUNIÃO 2.4 OUTROS (Detalhar) 3. nº 160.. etc).00 5.3 2 20 1 5 38. Consultoria Jurídica da União no Espírito Santo (CJU/ES) Endereço: Rua José Alexandre Buaiz. Persianas. Vitória/ES.24 80.3. DIVISÓRIAS 20 NÃO SE APLICA 20 6 . 306 e 308.3.a) b) oito). Contato: Elizabeth Caniçali ÁREA ÁREA INTERNA ESQUADRIA EXTERNA DE FACE INTERNA Tel. 302. MOBILIÁRIO 2. salas 301. PISO 2.

de 2008. Quantidade de vestiários: Não há. persianas. Área Interna: Os serviços serão executados pelo contratado na seguinte freqüência: I.24 5. assentos e pias dos sanitários com saneante domissanitário desinfetante. dentre as quais: 5.3. de marmorite e emborrachados. PERSIANAS TOTAL 15 NÃO SE APLICA 15 251. o pó das mesas. UMA VEZ QUANDO NÃO EXPLICITADO. e) Proceder a lavagem de bacias. extintores de incêndio. cerâmicos.4. Fluxo diário aproximado de pessoas: 45 (quarenta e 5. b) Lavar os cinzeiros situados nas áreas reservadas para fumantes. arquivos. As tarefas a serem desempenhadas pelos serventes estão descritas no Anexo V da Instrução Normativa SLTI/MPOG n° 2. 7 . c) d) e) f) Quantidade de sanitários: 04 (quatro).4.2. com pano úmido. remover manchas e lustrar os pisos encerados de madeira. d) Aspirar o pó em todo o piso acarpetado. armários. inclusive aparelhos elétricos.1.. passar pano úmido e polir os balcões e os pisos vinílicos. duas vezes ao dia. atualizada. prateleiras. f) Varrer.4. Quantidade de copas/cozinha: 01 (uma). peitoris.3. a) Remover. g) Varrer. Quantidade de refeitórios: Não há. bem como dos demais móveis existentes. Peculiaridades das áreas: a) b) cinco). caixilhos das janelas. DIARIAMENTE. etc. c) Remover capachos e tapetes. Área abrangendo 2 (dois) pavimentos. de mármore. procedendo a sua limpeza e aspirando o pó.

fechaduras. duas vezes ao dia. copas e outras áreas molhadas. II. quando couber. c) Limpar. f) Limpar e polir todos os metais. com produto neutro. g) Lavar os balcões e os pisos vinílicos. registros. b) Limpar. n) Retirar o lixo duas vezes ao dia. 8 . quando necessário. p) Limpar os corrimãos. adquiridos pela Administração. dos refeitórios antes e após as refeições. portas. armários e arquivos. q) Suprir os bebedouros com garrafões de água mineral.h) Varrer os pisos de cimento. nos termos da IN/MARE nº 06 de 03 de novembro de 1995. encerar e lustrar. de marmorite e emborrachados com detergente. UMA VEZ. m) Passar pano úmido com álcool nos tampos das mesas e assentos a) Limpar atrás dos móveis. com produtos adequados. como válvulas.. acondicionando-o em sacos plásticos de cem litros. sifões. com produto apropriado. o) Deverá ser procedida a coleta seletiva do papel para reciclagem. r) Executar demais serviços considerados necessários à freqüência diária. i) j) Limpar com saneantes domissanitários os pisos dos sanitários. removendo-os para local indicado pela Administração. k) Retirar o pó dos telefones com flanela e produtos adequados. etc. barras e batentes pintados à óleo ou verniz sintético. SEMANALMENTE. e) Limpar. d) Lustrar todo o mobiliário envernizado com produto adequado e passar flanela nos móveis encerados. cerâmicos. as forrações de couro ou plástico em assentos e poltronas. Abastecer com papel toalha. h) Passar pano úmido com saneantes domissanitários nos telefones. higiênico e sabonete líquido os sanitários. de mármore. QUANDO NÃO EXPLICITADO. divisórias e portas revestidas de fórmica. l) Limpar os elevadores com produtos adequados.

e) Remover manchas de paredes. engraxar e lubrificar portas.4. as caixas d'água dos prédios. caixilhos. em conformidade com as normas de segurança do trabalho. QUINZENALMENTE. SEMESTRALMENTE. c) Lavar pelo menos duas vezes por ano. enrolar. f) Limpar. a) Limpar fachadas envidraçadas (face externa). g) Proceder a uma revisão minuciosa de todos os serviços prestados durante o mês. Retirar o pó e resíduos. b) Aspirar o pó e limpar calhas e luminárias. k) Executar demais serviços considerados necessários à freqüência III. com pano úmido. remover a lama depositada e desinfetá-las. 9 . a) Limpar todos os vidros (face interna/externa). 5.). basculantes. grades. paredes e rodapés. IV.2. janelas de ferro (de malha. etc. a) Efetuar lavagem das áreas acarpetadas previstas em contrato.Os serviços serão executados pela contratada na seguinte freqüência: I. Esquadrias Externas . correr. MENSALMENTE. semanal. d) Limpar persianas com produtos adequados. UMA VEZ. b) Limpar forros. c) Limpar cortinas. aplicando-lhes produtos anti-embaçantes. pantográfica. aplicando-lhes produtos anti-embaçantes. UMA VEZ.i) j) Limpar os espelhos com pano umedecido em álcool. duas vezes por semana. dos quadros em geral. UMA VEZ QUANDO NÃO EXPLICITADO. II. ANUALMENTE. com equipamentos e acessórios adequados. UMA VEZ. a) Limpar todas as luminárias por dentro e por fora.

retirar de toda área externa. nos termos da IN MARE nº 06 de 03 de novembro de 1995. detritos e folhagens das áreas verdes. cerâmicos. a) Lavar as áreas cobertas destinadas a garagem/estacionamento. b) Varrer. sifões. II. a) Remover capachos e tapetes. e) Deverá ser procedida a coleta seletiva do papel para reciclagem. a) Limpar e polir todos os metais (torneiras. Áreas Externas. cortar grama e podar árvores que estejam impedindo a passagem de pessoas. d) Retirar o lixo duas vezes ao dia. d) Executar demais serviços considerados necessários à freqüência semanal. MENSALMENTE. cerâmicos. com detergente. UMA VEZ.Os serviços serão executados pela contratada na seguinte freqüência: I. válvulas. registros. c) Varrer as áreas pavimentadas. de marmorite e emborrachados. f) Executar demais serviços considerados necessários à freqüência diária.5. de mármore. UMA VEZ QUANDO NÃO EXPLICITADO.4. se previstas . 10 . removendo-os para local indicado pela Administração. SEMANALMENTE.) b) Lavar os pisos vinílicos. encerar e lustrar. etc. UMA VEZ. plantas desnecessárias. de mármore.3. b) Proceder a capina e roçada. passar pano úmido e polir os pisos vinílicos. de marmorite e emborrachados. III. DIARIAMENTE. quando couber. acondicionando-o em sacos plásticos de cem litros. c) Retirar papéis. fechaduras. procedendo a sua limpeza.

da Planilha de Formação de Preços) será pago apenas no primeiro ano de contrato.A – Rescisão. A jornada de trabalho será de 44 (quarenta e quatro) horas semanais.7. ao previsto na Convenção Coletiva de Trabalho pertinente. urina (EAS).7. atualizada). do Submódulo A. colesterol.5. O valor do aviso prévio trabalhado (Item B. de segunda a sexta-feira. no mínimo. perfazendo 220 (duzentas e vinte) horas mensais. por ser este período suficiente para o pagamento de todo o valor referente à redução da jornada de trabalho dos empregados dispensados ao final do período de vigência do contrato. por posto de trabalho. INFORMAÇÕES RELEVANTES PARA O DIMENSIONAMENTO DA PROPOSTA 6. Orçamento e Gestão – MPOG (Anexo III. Exames Admissionais: 6.) deverá corresponder. A contratada deverá efetuar a contratação dos profissionais de forma regular. bem como os acordos. Deverão ser considerados na proposta todos os encargos. etc. 6. triglicérides). glicose. 6. conforme entendimento do órgão consultivo da AGU. de acordo com o Modelo de Planilha de Custo e Formação de Preços elaborado pelo Ministério do Planejamento. fezes (parasitológico) e Raio-X do 11 . obedecendo à legislação trabalhista e previdenciária vigente.2. a Contratada deverá disponibilizar profissionais pertencentes às seguintes categorias de ocupação.1. 6. assim como os benefícios (plano de saúde.3. bioquímica do sangue (creatinina. conforme o Código Brasileiro de Ocupações. 6. seguro de vida. hemograma. da Instrução Normativa nº 02/2008.6. Para a execução dos serviços. com base nos acórdãos do Tribunal de Contas da União.1. tributos e demais benefícios. A contratada deverá realizar em todos os seus empregados que serão alocados nas instalações das unidades da AGU os seguintes exames: Tórax. 6. 6.6. O salário mensal.4. convenções ou dissídios coletivos das categorias profissionais.

3.8.8. em conformidade com os exames exigidos no item 2.1.7.6.8. 6. 6.1.8. idade mínima de 18 anos completos. Exames Médicos admissionais. Requisitos Mínimos do profissional: 6. 6. periódicos.2. f) Bom relacionamento para trabalhar em equipe. b) Cooperação. se for o caso.4.5. escolaridade mínima: Ensino Fundamental (1º grau) completo. d) Dinamismo. demissionais e.7.8. PRODUTIVIDADE POR EMPREGADO 7. afastamentos e de mudança de função. 6. 6. A cópia dos Atestados de Saúde Ocupacional (ASO). e) Iniciativa.2. c) Adaptabilidade.1.3.7. experiência mínima de 2 anos nas atividades. 6. 7. desembaraço e boas maneiras no trato com o público interno e externo. áreas internas: a) Pisos acarpetados: 600 m². Competências Comportamentais: a) Senso de responsabilidade. 12 . deverá ser entregue sempre que solicitado pela Administração.8.

1. sendo: 8. UNIFORMES 8. face externa sem exposição a situação de risco: 220 m². camisa com emblema da empresa (ou equivalente). compreendendo peças para todas as estações climáticas do ano.3.5.b) a) m². O uniforme deverá ser aprovado pela CONTRATANTE na ocasião da celebração do contrato. A licitante que descumprir o determinado no item 7. áreas externas: 7.1. b) c) d) a) b) Pisos frios: 600 m². esquadrias externas: 7. Pátios e áreas verdes com média freqüência: 1200 m². SERVENTE: calça.3. 7. Pisos pavimentados adjacentes/contíguos às edificações: 1200 Pátios e áreas verdes com alta freqüência: 1200 m². sapatos e meias. Pátios e áreas verdes com baixa freqüência: 1200 m². Caso seja motivadamente recusado. Os uniformes a serem fornecidos pela Contratada a seus empregados deverão ser condizentes com a atividade a ser desempenhada no órgão contratante.2. face interna: 220 m². a CONTRATADA terá o prazo de até 03 (três) dias úteis.4. 8.2. As peças devem ser confeccionadas com tecido e material de qualidade. 7. para proceder à devida adequação. As informações de produtividade e área citadas acima deverão ser consideradas para elaboração da planilha de custos e formação de preços. agasalho. 8. sem qualquer repasse do custo para o empregado.4 terá sua proposta desclassificada.2. 13 . 8.

9.5.2. devidamente acompanhada do original para conferência.4. não podendo ser atribuído à CONTRATADA ônus por quaisquer avarias. qualidade e tecnologia.1. As marcas referem-se a materiais/equipamentos que já foram utilizados e aprovados pela Administração. devendo ser substituído 01 (um) conjunto completo de uniforme a cada 06 (seis) meses ou a qualquer época. 9. 9. 9.8. os uniformes deverão ser apropriados para a situação. com observância às recomendações aceitas pela boa técnica. Ecologicamente viáveis. deverá ser enviada ao servidor responsável pela fiscalização do contrato. e trocados no prazo de 24h.4. 8. até o 5º (quinto) dia útil do mês devido. A CONTRATADA deverá entregar os materiais. cuja cópia. No caso de empregada gestante. nos endereços pertinentes (item 4).1. Os materiais/equipamentos discriminados deverão ser: 9.5. quando as condições mínimas de apresentação não estejam sendo atendidas. 9. Os equipamentos deverão ser entregues no ato de assinatura do instrumento contratual. a CONTRATADA NÃO ESTÁ 14 . normas e legislação. 9.3. no entanto. 9.1. MATERIAIS E EQUIPAMENTOS A SEREM DISPONIBILIZADOS 9.1. A CONTRATANTE é responsável pelo correto manuseio dos equipamentos.1. Previamente submetidos à aprovação da CONTRATANTE. após comunicação escrita da CONTRATANTE.3. no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas. A CONTRATADA deverá fornecer 02 (dois) conjuntos de uniforme completos a cada funcionário ao início da execução do contrato. quando da ocorrência de qualquer avaria que inviabilize seu uso.6. 8. Os uniformes deverão ser entregues mediante recibo. Adequados.2. substituindo-os sempre que estiverem apertados.

cada unidade com de ar. brancas. contendo 30m cada rolo. com cabo Vassourão. com capacidade para 100 litros cada.40cm de largura. 2. de piaçava Balde de plástico.OBRIGADA A FORNECER AS MARCAS ASSINALADAS. fardo com 100 unidades.000 Fardo 120 extraluxo. fardo contendo branco. cor preta Saco para lixo. com capacidade p/ 12 litros Pazinha de lixo Vassourinha para limpar vaso Polidor de Metal Pano de chão. cada unidade Litro Unidade Unidade Unidade Unidade 60 20 100 20 20 toalha cada interfolhado.6. cor preta Saco para lixo com capacidade para 60 litros cada. fardo com 100 unidades. Procuradoria Federal no Estado do Espírito Santo (PF/ES): MATERIAL Saboneteira Micro-Spray Álcool Gel (Suporte) Rodo com 2 borrachas . contanto que obedientes às características exigidas no item 8. para limpeza de piso . A seguir.1.6. preto.1. cor preta Papel higiênico. podendo oferecer material similar. fardo com 100 unidades. cada unidade 500ml Detergente líquido. para uso geral (Limpador multi uso). 9.cor branca Álcool Gel (Refil de 800 ml) Sabão em barra (coco) Sabão em pó Desinfetante Lã de aço – pacote c/8 Saco para lixo com capacidade para 20 litros cada. folha dupla. com 64 rolos Papel folhas Água Sanitária Desodorizador contendo 500 ml Limpa Vidros Detergente líquido p/pisos de banheiros e superf. Fardo 80 Fardo 20 MENSAL Fardo 20 Fardo 12 UNIDADE Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Kg Litro Pacote QTDE 30 30 10 10 09 08 10 20 20 50 40 40 120 50 SEMESTRAL PERIODICIDADE ANUAL MARCA 15 . relação de materiais por unidade: 9. com 40 cm. de saco alvejado especial 40x70.

de saco alvejado especial 40x70. com capacidade para 100 litros cada.6.40cm de largura. preto. 200 ml Pasta Branca para limpeza de paredes Luvas de látex natural Pastilhas sanitárias Sabonete refil para saboneteira microspray.2. Lavanda.500 ml Lustra Móveis. fardo com 100 unidades. Procuradoria da União no Estado do Espírito Santo Juiz de Fora (PU/ES) MATERIAL Saboneteira Micro-Spray Álcool Gel (Suporte) Rodo com 2 borrachas . de piaçava Balde de plástico. fardo com 100 unidades. com capacidade p/ 12 litros Pazinha de lixo Vassourinha para limpar vaso Polidor de Metal Pano de chão. Unidade Unidade Par Unidade Unidade 25 35 10 300 200 EQUIPAMENTO Escada com Seis Degraus Kit Completo de Limpeza de Vidro Aspirador de Pó Enceradeira Industrial QUANTIDADE 03 03 03 01 MARCA - 9. com 40 cm. cor preta Fardo 10 Fardo 10 Fardo 05 UNIDADE Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Kg Litro Pacote QTDE 20 25 06 06 06 04 06 10 10 25 20 25 100 30 MENSAL SEMESTRAL PERIODICIDADE ANUAL MARCA 16 .cor branca Álcool Gel (Refil de 800 ml) Sabão em barra (coco) Sabão em pó Desinfetante Lã de aço – pacote c/8 Saco para lixo com capacidade para 20 litros cada. com cabo Vassourão. fardo com 100 unidades. cor preta Saco para lixo. cada unidade com 800 ml. cor preta Saco para lixo com capacidade para 60 litros cada. para limpeza de piso .

contendo 30m cada rolo. cada unidade 500ml Detergente 500 ml Lustra Móveis. de piaçava Balde de plástico. com cabo Vassourão.6. com capacidade p/ 12 litros Pazinha de lixo Vassourinha para limpar vaso Polidor de Metal Pano de chão.cor branca Álcool Gel (Refil de 800 ml) Sabão em barra (coco) Sabão em pó UNIDADE Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Unidade Kg QTDE 04 04 02 02 02 01 02 03 05 05 10 10 MENSAL SEMESTRAL PERIODICIDADE ANUAL MARCA 17 . cada unidade com 800 ml. brancas. líquido.000 extraluxo.3. com 64 rolos Papel folhas Água Sanitária Desodorizador contendo 500 ml Limpa Vidros Detergente líquido p/pisos de banheiros e superf. Consultoria Jurídica da União no Espírito Santo (CJU/ES) MATERIAL Saboneteira Micro-Spray Álcool Gel (Suporte) Rodo com 2 borrachas .Papel higiênico. para limpeza de piso . Lavanda. cada unidade toalha cada interfolhado. folha dupla. 2.40cm de largura. de saco alvejado especial 40x70. fardo contendo branco. para uso geral (Limpador multi uso). 200 ml Pasta Branca para limpeza de paredes Luvas de látex natural Pastilhas sanitárias Sabonete refil para saboneteira microspray. cada unidade com de ar. com 40 cm. Fardo 25 Fardo Litro Unidade Unidade Unidade 50 40 10 30 12 Unidade Unidade Unidade Par Unidade Unidade 12 10 20 04 150 160 EQUIPAMENTO Escada com Seis Degraus Kit completo de Limpeza de Vidros Aspirador de Pó Enceradeira Industrial QUANTIDADE 02 02 02 01 MARCA - 9. preto.

1. INÍCIO DA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 10. A execução dos serviços será iniciada de acordo com o quadro do item 5. cada unidade com de ar. fardo com 100 unidades. 200 ml Pasta Branca para limpeza de paredes Luvas de látex natural Pastilhas sanitárias Sabonete refil para saboneteira microspray. Litro Pacote Fardo 25 10 03 Fardo 05 Fardo 05 Fardo 06 Fardo Litro Unidade Unidade Unidade 15 10 04 10 06 Unidade Unidade Unidade Par Unidade Unidade 06 03 03 02 20 15 EQUIPAMENTO Escada com Seis Degraus Kit Completo de Limpeza de Vidro Aspirador de Pó Enceradeira industrial QUANTIDADE 01 01 01 01 MARCA - 10.000 extraluxo. brancas. 2. para uso geral (Limpador multi uso). fardo contendo branco. cor preta Saco para lixo. cada unidade 500ml Detergente 500 ml Lustra Móveis. após confirmação da Administração.Desinfetante Lã de aço – pacote c/8 Saco para lixo com capacidade para 20 litros cada. fardo com 100 unidades. líquido. cada unidade com 800 ml. Lavanda. cor preta Saco para lixo com capacidade para 60 litros cada. folha dupla.1. 18 . com capacidade para 100 litros cada. com 64 rolos Papel folhas Água Sanitária Desodorizador contendo 500 ml Limpa Vidros Detergente líquido p/pisos de banheiros e superf. cada unidade toalha cada interfolhado. fardo com 100 unidades. cor preta Papel higiênico. contendo 30m cada rolo.

1.1. exercer o acompanhamento e a fiscalização dos serviços. fixando prazo para a sua correção. em compatibilidade com as obrigações assumidas pela Contratada.1. bem como o nome dos empregados eventualmente envolvidos. 11. exceto em caso de comprovada necessidade de serviço. 19 . de acordo com as cláusulas contratuais e os termos de sua proposta. 11. mês e ano.7. por servidor especialmente designado.1. OBRIGAÇÕES DA CONTRATANTE 11. 11. 11.3. pagar à Contratada o valor resultante da prestação do serviço.1. não permitir que os empregados da Contratada realizem horas extras.1. efetuar as retenções tributárias devidas sobre o valor da fatura de serviços da contratada. zelar para que durante toda a vigência do contrato sejam mantidas. 11. 11.6. especialmente deste termo. notificar a Contratada por escrito da ocorrência de eventuais imperfeições no curso da execução dos serviços. exigir o cumprimento de todas as obrigações assumidas pela Contratada.2. indicando dia. todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação.11. A Contratante obriga-se a: 11. na forma do contrato. 11.1.1. e encaminhando os apontamentos à autoridade competente para as providências cabíveis. anotando em registro próprio as falhas detectadas. formalmente justificada pela autoridade do órgão para o qual o trabalho seja prestado e desde que observado o limite da legislação trabalhista. proporcionar todas as condições para que a Contratada possa desempenhar seus serviços de acordo com as determinações do Contrato.8.5.1.4. do Edital e seus Anexos.1.

9. Reparar.3. OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA 12. com a alocação dos empregados necessários ao perfeito cumprimento das cláusulas contratuais. e 11.1. A Contratada é obrigada a: 12. tais como nos serviços de recepção e apoio ao usuário. Executar os serviços conforme especificações do Termo de Referência e de sua proposta. devendo reportar-se somente aos prepostos ou responsáveis por ela indicados. corrigir. remover ou substituir.1.2. especialmente para efeito de concessão de diárias e passagens. 12.9.1.9. os serviços 20 . na qualidade e quantidade especificadas neste Termo de Referência e em sua proposta. 11. no prazo fixado pelo fiscal do contrato. promover ou aceitar o desvio de funções dos trabalhadores da Contratada.4. no total ou em parte. 11. exercer o poder de mando sobre os empregados da Contratada.2. às suas expensas. não praticar atos de ingerência na administração da Contratada.9. direcionar a contratação de pessoas para trabalhar nas empresas contratadas. exceto quando o objeto da contratação previr o atendimento direto.1.1. além de fornecer os materiais e equipamentos. considerar os trabalhadores da Contratada como colaboradores eventuais do próprio órgão ou entidade responsável pela contratação. tais como: 11. ferramentas e utensílios necessários.9.11.1.1.1. 12.1.1. mediante a utilização destes em atividades distintas daquelas previstas no objeto da contratação e em relação à função específica para a qual o trabalhador foi contratado.

de empregado que seja familiar de agente público ocupante de cargo em comissão ou função de confiança no órgão Contratante.3. nos termos do artigo 7° do o empregado nos horários predeterminados pela submetidos à aprovação da 21 . previamente CONTRATANTE. Arcar com a responsabilidade civil por todos e quaisquer danos materiais e morais causados pela ação ou omissão de seus empregados. na execução dos serviços. 12.3. caso exigida no edital.078.8.6. o valor correspondente aos danos sofridos.5. 12. de 1990).3. ficando a Contratante autorizada a descontar da garantia. ou dos pagamentos devidos à Contratada.1.1. defeitos ou incorreções resultantes da execução ou dos materiais empregados. 12. Utilizar empregados habilitados e com conhecimentos básicos dos serviços a serem executados. Responsabilizar-se pelos vícios e danos decorrentes da execução do objeto. adequados. normas e legislação. fornecer os materiais/equipamentos discriminados no Termo de Referência.3.1. prepostos ou representantes.efetuados em que se verificarem vícios. dolosa ou culposamente. Manter Administração.1.3. 12.1. 12. 12. de conformidade com as normas e determinações em vigor.2. Vedar a utilização. de acordo com os artigos 14 e 17 a 27. 12.1. trabalhadores.1. sendo: 12.1. 12. à União ou a terceiros.1. com observância às recomendações aceitas pela boa técnica.4. qualidade e tecnologia.7. ecologicamente viáveis.1. do Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.

órgão e local de exercício dos empregados alocados.11. previdenciárias. Responsabilizar-se por todas as obrigações trabalhistas. Substituir imediatamente.1. Responder por eventuais prejuízos decorrentes do descumprimento da obrigação constante do item anterior. faltas. devendo identificar previamente o respectivo substituto ao Fiscal do Contrato.1.1.1.465. tais como. quando do início das atividades. tributárias e as demais previstas na legislação específica. 12. 12.13. bem como as respectivas Carteiras de Trabalho e Previdência Social – CTPS.9. endereço residencial e telefone dos empregados colocados à disposição da Administração. Disponibilizar à Contratante os empregados devidamente uniformizados e identificados por meio de crachá. 22 . férias e licenças. quando for o caso. sociais. 12. 12. relação contendo nome completo.1. em caso de eventual ausência. quando do início das atividades.15. para fins de conferência. o empregado posto a serviço da Contratante. 12. e sempre que houver alocação de novo empregado na execução do contrato. e sempre que houver alocação de novo empregado na execução do contrato. sem repassar quaisquer custos a estes. Fornecer os uniformes a serem utilizados por seus empregados. cargo ou atividade exercida. relação nominal constando nome. conforme disposto neste Termo de Referência.10.Decreto n° 7. devidamente preenchidas e assinadas. 12.1.EPI.12. para fins de divulgação na internet. cuja inadimplência não transfere responsabilidade à Administração. de 2011 (Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2012). de 2010. nos termos da Lei n° 12.203.1. Apresentar à Contratante. 12. Apresentar à Contratante.14. além de provê-los com os Equipamentos de Proteção Individual .

1.12. de modo a possibilitar a conferência do pagamento por parte da Administração. 12.22. 12.21.20.1. Efetuar o pagamento dos salários dos empregados alocados na execução contratual mediante depósito bancário na conta do trabalhador. Instruir seus empregados a respeito das atividades a serem 23 . exceto quando devidamente determinado pela autoridade do órgão para o qual o trabalho seja prestado e desde que observado o limite da legislação trabalhista. e do pagamento dos salários e benefícios dos empregados colocados à disposição da Contratante. Não permitir que seus empregados realizem horas extraordinárias fora da jornada normal de trabalho. Apresentar.19. 12.1. 12. nos casos em que ficar constatado descumprimento das obrigações relativas à execução do serviço.1.23.17.18. os comprovantes do cumprimento das obrigações previdenciárias. 12. inclusive quanto ao cumprimento das Normas Internas. Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas – CNDT. quando solicitado pela Administração. Fornecer mensalmente. conforme descrito neste termo.1. Não permitir que o empregado designado para trabalhar em um turno preste seus serviços no turno imediatamente subsequente. Atender de imediato às solicitações da Contratante quanto à substituição dos empregados alocados.1. 12.FGTS. ou sempre que solicitados pela Contratante. em finais de semana ou em dias feriados.1. do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço . atestado de antecedentes criminais e distribuição cível de toda a mão-de-obra oferecida para atuar nas instalações do órgão. Instruir seus empregados quanto à necessidade de acatar as orientações da Administração.1. 12.16.

24.1. Deter instalações. aparelhamento e pessoal técnico adequados e disponíveis para a realização do objeto da licitação.1.30.29.FGTS. do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço . comprovantes ou do sempre que solicitados das pela cumprimento obrigações previdenciárias. os mensalmente. 12. admissão e demissão dos funcionários. Relatar à Contratante toda e qualquer irregularidade verificada no decorrer da prestação dos serviços. todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação. a fim de evitar desvio de função. exceto na condição de aprendiz para os maiores de quatorze anos. alertando-os a não executar atividades não abrangidas pelo contrato. Dentre as instalações necessárias à realização do objeto da licitação.28. Manter durante toda a vigência do contrato. Fornecer Contratante.27. 12. 12.1. Fornecer os uniformes a serem utilizados por seus empregados. 12. nem permitir a utilização do trabalho do menor de dezoito anos em trabalho noturno. 24 .1. 12. 12. bem como realizar todos os procedimentos pertinentes à seleção. Manter preposto nos locais de prestação de serviço.26.1. treinamento. perigoso ou insalubre.1. para representá-la na execução do contrato. devendo a Contratada relatar à Administração toda e qualquer ocorrência neste sentido. dispondo de capacidade operacional para receber e solucionar qualquer demanda da Contratante. deve a Contratada possuir ou montar filial ou escritório na Capital do Estado do Espírito Santo. 12. aceito pela Administração.25.1. e do pagamento dos salários e benefícios dos empregados colocados à disposição da Contratante.1.desempenhadas.31. Não permitir a utilização de qualquer trabalho do menor de dezesseis anos. em compatibilidade com as obrigações assumidas. 12.

no prazo de 10 (dez) dias. de 2006. de 1993. 12. de 2006.30. devendo complementá-los. Manter durante toda a vigência do contrato. de 2006.conforme disposto neste termo. Não repassar quaisquer custos de uniformes e equipamentos a seus empregados. conforme previsão do art. caso o previsto inicialmente em sua proposta não seja satisfatório para o atendimento ao objeto da licitação. inclusive quanto aos custos variáveis decorrentes de fatores futuros e incertos. §1º. do artigo 18.17.1. art.35. Apresentar à Contratante comprovante de entrega e recebimento do referido comunicado à Receita Federal. 57 da Lei nº 8.1. 12. todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação.1.1. da LC 123.36.33. Guardar sigilo sobre todas as informações obtidas em decorrência do cumprimento do contrato.34. 12.36.1. Comunicar formalmente à Receita Federal a assinatura do contrato de prestação de serviços mediante cessão de mão de obra.37. do artigo 18. da LC 123. exceto quando ocorrer algum dos eventos arrolados nos incisos do § 1º do art. para fins de exclusão obrigatória do Simples Nacional a contar do mês seguinte ao da contratação. Não beneficiar-se da condição de optante pelo Simples Nacional. Arcar com o ônus decorrente de eventual equívoco no dimensionamento dos quantitativos de sua proposta. 31. 12.1. todos da LC 123.666. em compatibilidade com as obrigações assumidas.32. 12. exceto para atividades previstas nos §§5º-B a 5º-E. 12. 12. II.1.1. 25 . exceto para atividades de prestação de serviços previstas nos §§5º-B a 5º-E. II e do art. tais como os valores providos com o quantitativo de vale transporte. XII.

para fins de disponibilização à coleta seletiva. de 3/11/95. e da Instrução Normativa SLTI/MPOG n° 1. e do Decreto nº 5. Nos termos do Anexo V da Instrução Normativa SLTI/MPOG n° 2.1) racionalizar o uso de substâncias potencialmente tóxicas ou poluentes. dentre outras: b. através das seguintes medidas. b. b. 26 . nos termos da IN MARE nº 6. conforme parâmetros do Decreto estadual n° 48. para redução de consumo de energia elétrica. nos três primeiros meses de execução contratual.5) realizar um programa interno de treinamento de seus empregados.138. observadas as normas ambientais vigentes. do Estado de São Paulo.1. b) otimizar a utilização de recursos e a redução de desperdícios e de poluição.12. b.4) racionalizar o consumo de energia (especialmente elétrica) e adotar medidas para evitar o desperdício de água tratada. quando for o caso. promovendo sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis. de consumo de água e redução de produção de resíduos sólidos. de 19/01/2010. de 8/10/2003. a contratada deverá adotar as seguintes providências: a) realizar a separação dos resíduos recicláveis descartados pela Administração. e a coleta seletiva do papel para reciclagem.2) substituir as substâncias tóxicas por outras atóxicas ou de menor toxicidade. na fonte geradora. ou outra forma de destinação adequada. a.940/2006.38.3) usar produtos de limpeza e conservação de superfícies e objetos inanimados que obedeçam às classificações e especificações determinadas pela ANVISA. de 30/04/2008.1) os resíduos sólidos reutilizáveis e recicláveis devem ser acondicionados adequadamente e de forma diferenciada. b.

Não será admitida a subcontratação do objeto licitatório. de 7/12/94. c) utilizar lavagem com água de reuso ou outras fontes. quanto aos equipamentos de limpeza que gerem ruído no seu funcionamento. d) observar a Resolução CONAMA nº 20. cádmio. 27 . f) respeitar as Normas Brasileiras .3) pneumáticos inservíveis devem ser encaminhados aos fabricantes para destinação final. conforme disciplina normativa vigente. e legislação correlata.1) pilhas ser e baterias recolhidas que e contenham em suas aos composições chumbo. poços cuja água seja certificada de não contaminação por metais pesados ou agentes bacteriológicos. dentre os quais: g.2) lâmpadas fluorescentes e frascos de aerossóis em geral devem ser separados e acondicionados em recipientes adequados para destinação específica. para repasse aos fabricantes ou importadores. mercúrio e seus compostos devem encaminhadas estabelecimentos que as comercializam ou à rede de assistência técnica autorizada pelas respectivas indústrias. ambientalmente adequada.6) treinar e capacitar periodicamente os empregados em boas práticas de redução de desperdícios e poluição. g.b. e) fornecer aos empregados os equipamentos de segurança que se fizerem necessários. 13. g. DA SUBCONTRATAÇÃO 13.1. g) desenvolver ou adotar manuais de procedimentos de descarte de materiais potencialmente poluidores. minas e outros). para a execução de serviços. sempre que possível (águas de chuva.NBR publicadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas sobre resíduos sólidos.

quando for o caso. de 2008. 34 da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 02.1. 14. de acordo com o estabelecido neste Termo de Referência e na proposta. 14. A conformidade do material a ser utilizado na execução dos serviços deverá ser verificada juntamente com o documento da Contratada que contenha a relação detalhada dos mesmos. 6º do Decreto nº 2. CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DA EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS 14. O acompanhamento e a fiscalização da execução do contrato consistem na verificação da conformidade da prestação dos serviços e da alocação dos recursos necessários. A execução dos contratos deverá ser acompanhada e fiscalizada por meio de instrumentos de controle. O representante da Contratante deverá ter a experiência necessária para o acompanhamento e controle da execução dos serviços e do contrato. tais como: marca.2.5.7. deverá comunicar à autoridade responsável para que esta promova a adequação contratual à produtividade efetivamente realizada. sem perda da qualidade na execução do serviço.6. de 1993. de forma a assegurar o perfeito cumprimento do ajuste. 28 . qualidade e forma de uso.271. de 1997. e do art. A verificação da adequação da prestação do serviço deverá ser realizada com base nos critérios previstos neste Termo de Referência. 14.666. de 1993. 14. O fiscal ou gestor do contrato.4.14. 14. devendo ser exercidos por um ou mais representantes da Contratante.666.3. informando as respectivas quantidades e especificações técnicas. respeitando-se os limites de alteração dos valores contratuais previstos no § 1º do artigo 65 da Lei nº 8. ao verificar que houve subdimensionamento da produtividade pactuada. As disposições previstas nesta cláusula não excluem o disposto no Anexo IV (Guia de Fiscalização dos Contratos de Terceirização) da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 02. de 2008. 14. na forma dos arts. que compreendam a mensuração dos aspectos mencionados no art. especialmente designados. 67 e 73 da Lei nº 8.

14. vícios redibitórios. A fiscalização de que trata esta cláusula não exclui nem reduz a responsabilidade da Contratada. O representante verificadas. sociais e previdenciárias referentes à mão de obra alocada em sua execução. conforme apurado em controle de jornada de trabalho. na ocorrência desta. 15. que também será fiscalizado pela contratante. de 1993.9. 70 da Lei nº 8.12. 14. podendo culminar em rescisão contratual. não implica em co-responsabilidade da Contratante ou de seus agentes e prepostos.13.666. previstas no instrumento convocatório e na legislação vigente. de 1993. exigir-se-á.14. 14. de 1993. pela Contratada. do pagamento de todas as obrigações trabalhistas. 67 da Lei nº 8. as comprovações previstas no §5º do art. 34 da Instrução Normativa SLTI/MPOG nº 02. O contrato só será considerado integralmente cumprido após a comprovação. conforme o disposto nos §§ 1º e 2º do art. conforme disposto nos artigos 77 e 80 da Lei nº 8. ainda que resultante de imperfeições técnicas.666.11. 14. ou emprego de material inadequado ou de qualidade inferior e. da Contratante as deverá promover o registro ao das fiel ocorrências adotando providências necessárias cumprimento das cláusulas contratuais.8. Na fiscalização do cumprimento das obrigações trabalhistas e sociais nas contratações continuadas com dedicação exclusiva dos trabalhadores da contratada. inclusive perante terceiros.666. 14. de conformidade com o art. dentre outras. inclusive eventuais horas extras devidas. inclusive quanto às verbas rescisórias. Haverá fiscalização mensal do pagamento integral e tempestivo dos salários dos empregados da contratada. de 2008. O descumprimento total ou parcial das demais obrigações e responsabilidades assumidas pela Contratada ensejará a aplicação de sanções administrativas.10. MEDIDAS ACAUTELADORAS 29 . por qualquer irregularidade.

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS 17. de 30 de abril de 2008.1.203/2010.1. impreterivelmente.1. 17. DE AZEVEDO BEHREND SECON/DLCC/SAD/RJ/SGA/AGU 30 . ou de familiar. por força do Art. para a execução dos serviços mencionados neste documento. 7º do Decreto nº 7.15. 16. É expressamente proibida a contratação de agente púbico. Rio de Janeiro/RJ. DAS INFRAÇÕES E DAS SANÇÕES ADMINISTRATIVAS 16.1.2. 17. sem prejuízo das demais sanções. A disciplina das infrações e sanções administrativas aplicáveis no curso da licitação e da contratação é aquela prevista no Edital. Os profissionais deverão se apresentar nas unidades contempladas pelo Serviço. podendo haver retenção de pagamento se o contratado incorrer em qualquer inexecução do serviço ou não o tiver prestado a contento. o descumprimento das obrigações trabalhistas ou a não manutenção das condições de habilitação pelo contratado poderá dar ensejo à rescisão contratual. Consoante o artigo Art. ADRIANA M. nos prazos previstos no quadro do item 5. 34-A da Instrução Normativa SLTI/MPOG No 02. vinculado à Advocacia-Geral da União. 25 de julho de 2012. após confirmação da Administração.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful