Você está na página 1de 160

Florais de Bach

(coletânea)

Florais de Bach (coletânea)
Florais de Bach (coletânea)

2

Não devemos exigir a perfeição de nosso corpo, mente e alma. Apenas respeitá-los e ouvi-los, assim eles mostrarão o caminho para o aperfeiçoamento. Ser apenas nós mesmos. E encontrar a verdade, a certeza e a paz no silêncio do nosso coração.

Edward Bach.

3

FLORAIS DE BACH

As doenças se manifestam no corpo físico só depois de cristalizadas nos corpos sutis, isso significa que adoecemos primeiramente nesses corpos, como o emocional, mental e astral. Para corrigir essas disfunções e atingir esses corpos, tratando a doença onde ela surge inicialmente, é necessário então a administração de doses terapêuticas de energias sutis, de frequências específicas, que são encontradas apenas nos remédios vibracionais. Isso quer dizer que para alterar terapeuticamente os nossos corpos sutis temos de administrar energias que vibram em frequência que estão além do plano físico. Os florais, assim como a homeopatia, possuem essa característica, dessa forma, alterando nos corpos sutis, esses benefícios se reverterão ao físico. Atualmente existe uma quantidade muito grande de remédios vibracionais obtidos a partir da mãe natureza e a modalidade mais conhecida são as essências florais. Existem vários florais: Bach, Californianos, Minas, Deserto, Alaska, da A mazônia, Saint Germain etc. Mas o nome mais respeitado, e que primeiro desenvolveu a terapia floral, é o do dr. Edward Bach, da Inglaterra. No início do século XX, o dr. Bach era um respeitável médico de Londres, especializado em bacteriologia, trabalhava num grande hospital e desenvolvia vacinas administrando doses diminutas de substâncias tóxicas para curar doenças, semelhante à teoria homeopática de Hahnemann. No decorrer de seu trabalho observou que os pacientes que desenvolviam as mesmas doenças, possuíam um mesmo tipo específico de personalidade ou temperamento, e que a presdisposição geral para doenças era condicionada por diversos fatores relacionados com a personalidade e a estrutura emocional do paciente. Dentre esses fatores emocionais estão o medo e as atitudes negativas, que ele detectou como uma disfunsão entre a personalidade e o Eu Superior. Para realinhar essas desarmonias emocionais, Bach intuiu que deveria buscar na natureza, nas flores, o remédio que recolocaria esse indivíduo em contato com as energias superiores. Corrigindo esses fatores emocionais os pacientes teriam maior vitalidade física e mental, o que contribuiria para a cura da doença física. Ele descobriu os efeitos das várias flores através da observação do modo como elas o afetavam. Sendo um sensitivo, ao levar o orvalho matinal de uma flor aos lábios, sentia todos os sintomas físicos e estados emocionais para as quais a essência da flor servia de antídoto. Identificou 38 remédios florais e esse processo acabou por debilitar ainda mais sua natureza física e emocional, desencadeando sua morte prematura, em 1936, aos 56 anos de idade. Assim os florais de Bach são usados não só para tratar as reações emocionais às doenças, mas atambém os temperamentos que favorecem o eventual surgimento de patologias. Em 1979 foi fundada, nos EUA, a SEF (Sociedade de Essências Florais), por Richard Katz. A sociedade proporcionou uma estrutura para que pesquisadores e terapeutas pudessem trocar informações, além disso foram introduzidas diversas novas essências, preparadas a partir de plantas nativas da Califórnia. Numa análise clínica foi constatado que os florais californianos são particularmente eficazes nos processos de crescimento interior e de despertar espiritual, muito útil nas fases em que esses questionamentos começam a despertar nas pessoas. Após a introdução dos florais californianos, várias partes do mundo desenvolveram suas próprias essências florais, e ainda hoje há muito a ser desenvolvido, principalmente com relação às flores próprias de cada região, além de muitas delas e suas diversas variedades não terem sido ainda pesquisadas. Aqui em nosso país tem se mostrado extremamente eficazes as Essênc ias Florais de Minas, desenvolvidas pelo Dr. em Ciências pela USP, Breno Marques da Silva, e sua esposa Ednamara Batista Vasconcelos e Marques, e extraídas de flores do Quadrilátero Ferríferro de Minas Gerais, especialmente nas matas e roças de Itaúnas. Segundo Dr. Breno Marques a nossa flora é rica em espécies florais, chegando a cerca

4

de mais de 400 mil, nesse sentido tem incentivado outros pesquisadores a desenvolverem suas próprias pesquisas nessa área.

Atuação dos florais

Assim como as flores “florescem” no mundo físico, o mesmo ocorre na alma humana quando se faz uso dos florais. Um sensitivo que observasse o campo áurico de uma pessoa sob tratamento floral viria surgir “flores” no campo psicomental; estas “flores” seriam semelhantes àquelas com que os florais foram preparados, inclusive em forma, cor e tonalidade; elas inundariam esse campo, modificando as cores mórbidas deste campo. Mas assim como as flores têm um tempo de vida muito curto, também a sua permanência como vibração no campo áurico é temporária. Por esta razão, recomenda-se que um tratamento com florais seja mais prolongado e constante, quanto mais crônico for o problema. Nos casos mais crônicos, inclusive, para melhores resultados, recomenda-se a realização de algum tipo de psicoterapia durante o tratamento floral, ou que a pessoa se submeta a uma profunda auto-reflexão durante a fase, de modo a permitir que a influência das essências florais no seu campo psicomental abra ainda mais a consciência. Quem vai administrar os florais, no caso o terapeuta floral, deve ficar atento aos sintomas psíquicos comuns como angústia, ansiedade, medo, raiva, ódio etc., assim como características pessoais psicológicas típicas, ligadas ao temperamento individual e a idiossincrasias complexas, estes não devem ser o alvo do terapeuta, ele deve entender que estes fenômenos representam apenas aspectos externos, ou melhor são efeitos ligados a causas mais complicadas e centrais. Trabalhar apenas os sintomas superficiais com essências florais significa atingir apenas a superfície do problema, para tanto talvez seja necessário primeiramente fazer vir à tona a causa que desencadeou os sintomas apresentados, e assim usar os florais adequados. Por mais sutil e profunda que seja a atuação das essências, mesmo quando adequadamente selecionadas para cada caso, às vezes não se consegue atingir o núcleo principal dessas idiossincrasias psicomentais, que só podem desaparecer se compreendido o seu significado pela própria pessoa que passa por elas. Mesmo que remédios florais apresentem um padrão vibracional sutil, isto só pode obviamente ser conseguido através da abertura de discernimento e da capacidade de compreensão do paciente, ou mais especificamente pelo seu crescimento interior. Estes remédios por mais eficazes e sutis que sejam, podem ajudar bastante, mas não podem fazer pela pessoa aquilo que ela tem que fazer por si própria. Podemos ir com a terapia floral até certo ponto, até onde o próprio paciente permitir, quanto a isso não devemos nos iludir, nem pacientes, nem terapeutas.

5

COMO É O TRATAMENTO COM AS ESSÊNCIAS FLORAIS

A QUEIXA

Todo paciente, quando marca uma consulta, sabe os motivos que o levaram à consulta. Suas queixas iniciais serão o foco da consulta e aquilo que durante o tratamento se procurará melhorar.

A queixa pode ser física (crise de asma, pedra nos rins), pode ser emocional (tristeza, solidão), pode ser ideativa (“não consigo saber o que quero da vida”), pode ser relacional (“meu marido e eu não nos entendemos”) ou pode ser “ambiental” (“eu trabalho num lugar muito negativo”).

A PRIMEIRA CONSULTA

Na primeira consulta é determinado o foco do tratamento, ou seja, quais as queixas prioritárias que serão trabalhadas nesta fase do tratamento. Não se deve trabalhar muitas queixas ao mesmo tempo e todas as queixas que forem trabalhadas em conjunto devem estar significativamente relacionadas. Por exemplo: sou inseguro e não consigo dizer não para os outros. Ou, costumo chorar sem saber o motivo e não me interesso por nada.

Depois de determinar o foco o próximo passo é determinar as “forças psíquicas” que ajudam a estruturar este foco. Todo comportamento, pensamento e sentimento humano só ocorre por que está enraizado em crenças, em experiências passadas, em determinantes espirituais ou em conflitos emocionais. Ou seja, eu só vou me sentir inseguro se eu acreditar que não sou capaz de fazer algo. Eu só vou ser uma pessoa rancorosa se eu não aprendi a perdoar. Eu vou estar predisposto a ter pedra nos rins se o meu corpo físico-etérico funcionar de uma determinada forma.

Em uma paciente o foco do tratamento floral foram suas crises de asma (meus pacientes, que estão tratando de questões físicas, devem continuar com o seu tratamento médico) e uma grande insegurança, e uma das forças que mantinham esta situação de sofrimento era uma sensação de abandono materno. Neste caso, um tratamento floral adequado deve trabalhar o foco e este vínculo negativo com a mãe.

A prescrição: uma boa receita de florais deve englobar essências que vão trabalhar o foco e as forças que o

estruturam, pois assim trabalha-se o problema de forma completa.

A orientação: este é o “braço direito” da terapia floral, pois é através dela que a pessoa vai poder se ajudar (de

modo consciente) a melhorar. Em toda consulta é discutido com o paciente suas experiências e vivências, procurando deixar bem claro o porque a pessoa está enfrentando determinadas dificuldades e como ela pode se ajudar.

A metodologia: para se chegar a um diagnóstico floral preciso (lembre-se: o diagnóstico floral é completamente

diferente do diagnóstico médico) utilizamos de alguns recursos. O principal é o diálogo, mas também podemos usar teste de sensibilidade vibracional, desenhos artísticos e várias outras técnicas.

AS OUTRAS CONSULTAS

Quando o paciente sai da primeira consulta espera-se que ele leve duas coisas: a) a receita com os florais a serem tomados. b) uma maior clareza e entendimento do porque de suas dificuldades e como ele pode se ajudar. Quando ele volta para uma nova consulta serão discutidas suas transformações interiores, ele terá oportunidade de colocar mais

6

profundamente alguns aspectos de seu ser, poderá esclarecer dúvidas e o terapeuta fará a orientação. Enfim, ao final de cada consulta o paciente deve sair com uma nova receita, com mais conhecimento de si e sentindo sua transfor

mação interior.

Tempo entre as consultas: há uma grande variabilidade no tempo entre uma consulta e outra. Mas o tempo médio é de um mês.

Mudança de foco e alta: O foco do tratamento que é estabelecido na primeira sessão continua até que o problema seja plenamente superado. Neste momento a pessoa tem alta ou então trata-se outras queixas que não foram abrangidas no foco inicial. Na prática o estabelecimento de um novo foco é um novo tratamento que se inicia.

Tempo de duração do tratamento: é extremamente variado, sendo impossível determinar o tempo de duração. Na maioria das vezes dura alguns meses.

Regis S. Mesquita de Oliveira Rua Barão de Jaguara, 655 sala 605 Centro Campinas - SP Fone: (19) 3236-7511

Consultas: Terapia Floral, Terapia de Vidas Passadas, Hipnose, Análise de Sonhos.

7

Agrimony*

(Grupo: para os que têm sensibilidade excessiva a influências e opiniões)

Agrimônia Eupatoria

VIBRAÇÃO da ALEGRIA

- Descrição do Dr. Bach

Para pessoas joviais, animadas, de bom humor, que gostam da paz e que se desagradam com discussões ou com brigas, a ponto de devido a isso renunciarem a muitas coisas. Essas pessoas, ainda que amiúde tenham problemas, tormentos e inquietações, e sintam perturbações na mente e no corpo, escondem suas aflições por trás do seu bom humor e brincadeiras, sendo consideradas ótimas amigas. Com frequência tomam álcool ou drogas em excesso para se estimularem e continuarem suportando suas atribulações com ânimo. Mesmo nas doenças sérias, farão pilhérias e troçarão de seu infortúnio. Mascaram seus problemas. Podem ser de aparência descuidada, são amáveis e cheios de interesse pela vida. Sente-se nelas uma tragédia oculta. Têm grande medo do presente e especialmente do futuro, o que pode levá- los ao suicídio. Não se preocupam com o perigo e são temerários em todos os sentidos. Não têm paz, são ativos, incansáveis, sempre fazendo alguma coisa. Precisam de poucas horas de sono e dormem tarde. Em geral têm muito interesse em ocultismo e magia.

- Descrição Geral

É indicado para pessoas com tendência a esconder seus sentimentos. Estas pessoas são aparentemente alegres, descontraidas mas de forma superficial. Apresentam conflitos emocionais e medo da solidão. É comum procurarem desculpas para não se conscientizar dos problemas. Apresentam tendência ao uso de alcool e drogas.

- Regis Mesquita

Nome popular: agrimônia. Coloração: amarela. Floração: junho a agosto. Preparação da essência: método solar. Florais de Minas: Fuchsia (Fuchsia sp / Brinco-de princesa).

A pessoa que necessita desta essência faz grandes esforços para não ter contato com o lado negro da

vida. Para tanto ela evita ao máximo ficar sozinha, está sempre sorrindo e se esforçando para ser simpática e

agradável. Se por um acaso adoece procura esconder o desânimo e a preocupação fazendo brincadeiras e pouco caso da doença. Interiormente, porém, estas pessoas estão angustiadas, aflitas, ansiosas e cheias de medo. Elas não encaram esta dura realidade interior e se refugiam numa aparência feliz.

A noite, quando estão sozinhos, não costuma ser um momento apreciado pois é comum sentirem-se

inquietos, angustiados e com muitos pensamentos na mente. Insônia, pesadelos e um despertar “sufocante” costumam acontecer. O uso de bebidas alcoólicas e drogas pode ser um recurso para “inebriar” seu estado interior. Outros tipos de estímulos também podem ser utilizados para este fim, como ida à festas, compras e esportes radicais. Para estas pessoas Agrimony é um poderoso ansiolítico.

8

Enquanto a pessoa tipo Agrimony evita comentar suas ansiedades e angústias, a pessoa tipo Heather procura de todas as formas comunicar aos outros suas dificuldades interiores. Esta essência ajuda a pessoa a ser honesta consigo mesma ao encarar o lado negro de sua vida. Seu prêmio é a paz de espírito e uma vida baseada na Verdade.

ê Agrimony pode ser bastante útil se a pessoa estiver tentando entrar em contato com recordações dolorosas e sentimentos enterrados e reprimidos.

- Notas: Jessica Bear

O engano de Agrimony é que seu valor pessoal está na importância que os outros mortais dão a ele, porém seu grande engano, certamente, é que possa viver de acordo com expectativas alheias.

*

Indicadores de Agrimony (Jessica Bear)

3

inquietude, sono agitado

3

armazenam emoções

3

temem não ser aceitos por sua história pregressa

3

lembranças os atormentam

3

precisam sentir-se seguros para contar a verdade

3

aprenderam a jogar com o sistema, mas não podem enganar-se

3

são a alma das festas, os piadistas

3

escondem-se atrás de uma cara alegre

3

gostam de esportes naturais, buscam a paz na natureza.

*

Uso em combinações:

3

relacionamentos- para uma comunicação honesta.

3

hábitos- muita ansiedade para largar um hábito.

3

aprendizado- para ficarem quietos, parados.

3

gripes e resfriados- sintomas acumulados.

3

depressão- tormento interno.

3

reação- põem tudo para fora.

3

insônia- sono agitado.

3

tratamento- para se tranquilizarem.

3

terminais - para os que negam a doença.

*

Indicadores Adicionais - (Mechthild Schefer)

3

na mulher: formas de comportamento social acentuadamente cortêses.

3

no homem: comportamento brincalhão, humor negro.

3

tendência a álcool, cigarros, consumo excessivo de pílulas, ânsia secreta por doces.

*

Benefícios - (Mechthild Schefer)

3

mais honestidade para consigo mesmo e para com os outros. Maior capacidade de enfrentar os conflitos.

9

Agrimony - GERAL

Sintomas-chave: fazem-se tentativas de esconder pensamentos torturantes e ansiedade interior por trás de uma fachada de jovialidade e liberação das preocupações. Sintomas do bloqueio de energia:

- gosta de viver em paz, numa boa atmosfera, a discórdia e as perturbações no ambiente que cercam a pessoa causam-lhe tensão mental.

- fará muita coisa só “por amor à paz”.

- Fará, praticamente qualquer sacrifício para manter a paz de espírito, dentro e fora de si mesmo, e evitar confrontação.

- Sua própria trubulência e desassossego interiores estão escondidos por trás de uma máscara de jovialidade e alegria. A divisa é “sorrir sempre

- Dá-se grande importância à impressão que se causa.

- Os problemas são minimizados e não se fala a respeito deles, nem sequer são admitidos quando o assunto é trazido à baila por outros.

- Para escapar aos pensamentos persistentes, atormentadores, está permanentemente à procura de excitação e variedade - cinema, festas, ação de qualquer tipo.

- É sociável, a fim de esquecer as próprias preocupações em boa companhia.

- É o bom amigo, o pacificador, o grande sujeito, a vida e a alma da festa.

- Recorre ao álcool, bolinhas, drogas, para superar tempos difíceis e abafar pensamentos desagradáveis.

- Precisa estar sempre em movimento, para parar de pensar.

- Doente, minimiza os incômodos, faz piadas até para divertir o grupo de enfermagem.

- Dor e sentimentos internos secretos de solidão na infância, as crianças, porém, normalmente esquecem depressa os seus problemas. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Uniformidade de índole, discernimento, objetividade.

- Alegria interior genuína.

- Otimista confiante, diplomata talentoso, pacificador incansável.

- Capaz de integrar os aspectos menos agradáveis da vida.

- Os problemas são vistos à luz correta.

- Capaz de rir-se das próprias preocupações, pois tem consciência da falta relativa de importância delas.

- Consciente da unidade na diversidade.

* CARMEM MONARI:

3 Limpeza dos venenos: Agrimony limpa o elemento água (emoções, sentimentos); processos de hipersensibilidade alérgica; agindo principalmente no fígado e pulmão. Limpa os venenos do corpo e da alma. Lembremos que as emoções negadas se tornam veneno dentro de nós.

3 Em fases que damos a essência indicada e esta não mexe porque a pessoa não quer assumir o que é. Para assumirmos os nossos atos e vermos realmente o que estamos sentindo e até pensando.

3

Tem medo do abandono, da solidão, da perda afetiva, da rejeição.

3

Tendência alérgica.

3

Angústia no peito.

3

Problemas pioram à noite.

3

Tendências a doenças auto-imunes e auto -destrutivas.

3

Limpeza das vias digestivas sem provocar a catarse do Crab Apple.

3

Não usar junto com Aspen (duplo confronto).

10

Aspen

(Grupo: para os que sentem medo)

Populus Tremula

VIBRAÇÃO do DESTEMOR

- Descrição do Dr. Bach

Para medos indefinidos e desconhecidos, que não têm nem explicação nem razão de ser. O paciente também pode estar apavorado diante do pressentimento de que algo terrível vai acontecer, sem que saiba exatamente o que será.

- Descrição Geral Indicado para estados emocionais em que as pessoas são tomadas por medo de algo que não sabem identificar. Neste estado há um aumento da ansiedade ,apreensão, podendo levar ao pânico.

- Dr. Edward Bach Centre

É o remédio para qualquer temor onde a causa não é conhecida. No final do espectro o medo de Aspen pode não ser mais do que um mau pressentimento, uma ansiedade preocupante que algo desagradável ou assustador vai acontecer. Por outro lado pode ser um terror real, com sintomas físicos, como queda de cabelos. Para este extremo Rock Rose também pode ser útil. Às vezes as pessoas pensam que Aspen é para medo noturno, quando sem causa aparente as emoções parecem misteriosas. E é claro que se você acordar em um quarto escuro assustado com algo mas não sabe o que é, Aspen pode ser o remédio. Mas de fato o Dr. Bach disse que para medo do escuro em si, Mimulus pode ser o remédio mais apropriado, desde que a causa do medo (o escuro) seja conhecida. E medos Aspen desconhecidos são justamente como os que ocorrem à luz do sol tanto quanto na noite escura.

- Regis Mesquita

Nome popular: choupo. Coloração: verde e cinza. Floração: março e abril. Preparação da essência: método de fervura. Florais de Minas: Passiflora (Passiflora edulis / Maracujá).

Os indivíduos que necessitam de Aspen sofrem por terem uma forte ansiedade inconsciente que inunda suas mentes com pensamentos e imagens que eles tem dificuldade de entender ou identificar. Desta tensão mental tem origem os maus-presságios e os medos do desconhecido, de fantasmas, de espíritos, medos de crendices, etc. São pessoas altamente influenciáveis e com pouca confiança em si. Ficam apreensivos com a possibilidade de ocorrerem fenômenos paranormais, com a opinião de “bruxos” sobre o futuro, etc. A maior parte tem estórias incríveis de fenômenos paranormais ou esotéricos que presenciaram. Sentem-se profundamente atraídas por ocultismo, esoterismo e paranormalidade. Algumas, inclusive, tornam-se estudiosos destes temas. Podem ocorrer ataques súbitos de ansiedade ou grande apreensão porque imaginam que

11

algum mal iminente está para acontecer ou porque sentem medo de serem perseguidos ou castigados. Na maioria das vezes o medo está relacionado à idéias de morte ou religião. A pessoa pode descrever este medo

como um “medo de dar calafrios” ou como um “terror de suar frio”.

acontecer pesadelos. Muitos dos que necessitam de Aspen tem dificuldade em falar de seus medos com receio de serem considerados ridículos. Eles sabem que não conseguirão explicar o porque destes medos. A essência Aspen ajuda-os a desenvolver os conceitos de determinação, coragem e fé tão necessários para superar este problema. Estas qualidades permitem com que a pessoa confronte seus medos e derrote- os. Pois onde o medo chega, se a fé o recebe, ele desaparece. O medo Aspen se diferencia do medo Mimulus pois este é um medo de origem conhecida: medo de elevador, de acidente, de ser mordido por um cachorro, etc. No medo Aspen a origem é desconhecida: medo de maus-presságios, apreensões sem motivos, medo que um fantasma venha roubar seu corpo, etc.

Durante o sono é comum

ê Para indivíduos com ansiedade oscilante, inquietação, apreensão, pressentimentos ou ataques de pânico.

- Notas: Jessica Bear Aspen traz o destemor necessário para se viver em paz, permitindo-nos expressar verdadeiros sentimentos de alegria. Protege os indivíduos sensíveis das influências negativas projetadas por pessoas vindas de outros planos. É a proteção contra a energia abrupta do medo. Indicado para dores de cabeça em virtude da terceira visão. Órgãos sensíveis à luz: olhos, pele, baço, tireóide, pineal, terceira visão, hipotálamo. Sistema renal: medos. Baço: medo da ruína, apreensão em relação ao futuro.

* Combinações mais comuns:

Clematis: os tipos Aspen e Clematis são muito sensíveis a influências vibracionais e passam facilmente para o outro lado. Oak- para permanecerem centrados. Gentian: aos tipos inseguros de Gentian falta resistência para aguentar os problemas da vida, frequentemente projetando a imagem de vítimas. Aspen livra-os do medo de ser uma presa fácil e do temor de ficarem desamparados. Gorse- para evitar a desesperança. Agrimony: Aspen ajuda-os a acalmar a sua mente atormentada, a permanecerem sozinhos sem temer que lembranças os persigam. Em particular para o tipo Agrimony que tem dificuldade para dormir ou está tentando livrar-se de alguma droga. Gorse- para a desesperança. Cerato: aquieta os medos que Cerato tem de errar. Irá faze-los arriscar e serem mais espontâneos sem ter de pedir conselhos. Oak- para dar estabilidade. Heather- acalmar seu constante questionamento. Scleranthus: aquieta o conflito resultante da tomada de decisão, ajudando Scleranthus a optar sem oscilar. Olive- para lhes dar energia. Wild Oat- para acalmar a tensão do desemprego temporário. Mimulus: acalma o medo de Mimulus por todos os seus sentimentos de inadequação. Dá coragem para eles dizerem o que “desejam” sem receio de perseguição. Vine- para instilar autoridade e exigir o respeito dos outros.

*

Indicadores Adicionais (M.S.)

3

Grande sensibilidade.

3

Tendência à superstição e ao misticismo.

3

O paciente exterioriza medos coletivos, tais como de assaltos, estupros, catástrofes atômicas, ou aranhas e cobras.

*Benefícios (M.S.)

3 Avaliar de modo mais realista sua sensível natureza a fim de lidar melhor com ela.

12

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para medos vagos que tenham relação com algo desconhecido e nunca vivenciado pela pessoa. Surgem sem

explicação ou motivo definido. Medos infundados que podem ser contínuos e ocorrem tanto quando a pessoa está só quanto acompanhada.

- Para ataques súbitos de ansiedade, sem razão definida.

- Para pessoas que têm pressentimentos inexplicáveis e terríveis.

- Para terrores noturnos e pesadelos. A pessoa pode apresentar terror ao acordar de um pesadelo e, embora o

tenha esquecido, teme dormir novamente. Para sonâmbulos que se deslocam e falam durante o sono. Para insônia

sem causa.

- Para medos do escuro, de desastres, de inimigos ocultos, de ficar só, do abandono e medos ligados a situações pessoais anteriores.

- Para medos que estão ligados à morte e à religião, ao sobrenatural.

- Dificuldade de compreensão; perplexidade; prejuízo nas funções associativas, em ocasiões de forte tensão emocional.

- Diminuição da atenção em relação à clareza das percepções, tanto interiores quanto exteriores.

- Tendência à percepção deformada dos objetos, por motivo afetivo (impulsos reprimidos, desejos, temores, etc.).

- Diminuição em número e clareza das representações mnêmicas; as recordações estão inibidas por razões psicológicas.

- Evocações deformadas ou distorcidas da ralidade ou com detalhes imaginários, sob influência afetiva.

- Expressão verbal perturbada ou lentificada por causas afetivas: bradilalia, tartamudez, etc.

- Pode mostrar pensamentos de cunho mágico (que não segue os princípios racionais da lógica) por influência

emocional: dificuldades na coordenação coerente e lógica das idéias afins; idéias supervalorizadas de cunho místico, de perseguição, de maus presságios, de esoterismo, de mediunidade, de medos do sobrenatural. Ruminação obsessiva. Pensamento lentificado.

- Incremento de sentimentos desagradáveis: mal estar vago e indefinido, melancolia, inutilidade, incapacidade para realizar atividades, perda de interesses, cansaço ou abatimento, ansiedade, medo, tensão, ambivalência,

sentimento de irrealidade em relação a si e ao seu meio, perda da convicção da própria identidade e do sentido de identificação com o controle sobre o seu próprio corpo, estranheza em relação ao ambiente, sentimentos de cunho depressivo, angústia e hipersensibilidade.

- Diminuição ou inibição das atividades motoras, acompanhada de tensão da musculatura voluntária; atos

compulsivos (rituais); ambitendência; distúrbios do sono (insônia, sonambulismo, acordar mal e com medo de

dormir novamente); enurese; distúrbios sexuais (impotência, frigidez, esterilidade, medo da definição sexual).

- Isolacionismo, timidez, retraimento.

- Sintomas neurovegetativos do medo: sudorese, tremores, náuseas, arrepios, taquicardia, sensação de falta de ar, palidez, desmaio, etc.

- Espasmos vasculares com má circulação periférica (cianose nas mãos e lábios).

- Cefaléia, cãimbras, prisão de ventre, perturbações alimentares.

- Sintomas de patologias renais, do estômago e do fígado.

- Dores musculares, problemas de coluna (por tensões).

Precauções:

- Scheffer cita que é bem indicado para pessoas muito vulneráveis às energias do ambiente e para quem, em

consequência do uso de drogas, tenha feito “viagens de horror”.

- Também o recomenda no tratamento dos alcoólatras, de pessoas com idéias obsessivas, de crianças maltratadas e de pessoas violentadas.

- É recomendado associar Aspen primeiramente com Rescue, porque age profundamente na personalidade.

- Por despertar o lado sombrio da pessoa, pode causar reação de pânico e/ou reações no coração e no pulmão.

- Pessoas em estado Aspen podem resistir ao tratamento por se sentirem, intimamente, envergonhadas de serem ajudadas no que diz respeito a sua personalidade e também por temerem que seus problemas poderão ser interpretados de maneira crítica.

- Para pessoas muito sensíveis a agressões, catástrofes, assaltos, guerras, etc.

13

- Para os que têm medo do próprio medo e não falam com os outros sobre esse sentimento por ser vago e indefinido.

Crianças:

A criança elabora fantasias, temores naturais e fatores traumáticos, principalmente através de suas atividades lúdicas. Daí a importância da permissão para o brincar. O jogo catártico constitui o melhor recurso egóico do qual ela dispõe, para solucionar seus conflitos de qualquer tipo. A criança que se mostra incapaz de brincar apresenta indícios de sério comprometimento em seu desenvolvimento. Isto simplesmente já é uma indicação para se dar Aspen. Seus medos e temores naturais (conscientes e/ou inconscientes) não estão sendo ab-reagidos e elaborados, podendo desenvolver, gradativamente, uma personalidade em estado Aspen desequilibrado. Neste estado apresenta, frequentemente, hipersensibilidade, perturbações de sono com pesadelos, terrores noturnos, medo de dormir sozinha, necessidade de luz ao dormir, fuga impulsiva e inesperada (por exemplo, de festas ou comemorações), inibição da agressividade, enurese, apegos excessivos, etc. Na puberdade, tal como explicado em profundidade através da teoria de Melanie Klein, as mudanças corporais e o aparecimento da menarca e da ejaculação podem estar acompanhados de intensa ansiedade persecutória, quando se faz necessária a indicação de Aspen. Nestes casos, o adolescente evita o “brincar” tal qual na infância, mas agora foge de festas e de encontros, do namorar e do “ficar”, das rodas de companheiros ou gangues típicas, que buscam desafios e aventuras (viajar, acampar), dos debates no colégio ou em grupos de jovens, onde poderia realizar atividades várias que o ajudariam a organizar-se emocionalmente e socialmente. Enfim, foge do enfrentamento com o novo período exploratório, próprio da adolescência. Retira-se destas atividades e realizações, isolando-se por medo. Também evita o esporte e a competição. Já o adolescente que se permite realizar os comportamentos citados está enfrentando o novo e as mudanças que daí decorrem, com qualidades Aspen positivas. O adolescente tipo “bode expiatório” também revela características Aspen em desequilíbrio por absorver demais, ou introjetar em excesso, as projeções do seu ambiente, normalmente do mundo dos adultos, com seus conteúdos não resolvidos.

Sugestões de apoio:

- Realizar atividades físicas e de contato com a terra, como jardinagem, modelagem panificação, artes plásticas

- Evitar tudo que possa perturbar a mente como álcool, filmes de terror, drogas, muita exposição ao sol, etc.

- Realizar exercícios de respiração e postura (com ênfase na inspiração).

Aspen - GERAL

Sintomas-chave: medos vagos, inexplicáveis, apreensões, medo secreto de algum mal iminente. Sintomas do bloqueio de energia:

- Medo sem fundamento, dia e noite.

- Súbitos ataques de ansiedade quando a pessoa está só ou no meio de outras pessoas.

- Sensação arrepiante de medo, como se a pessoa estivesse enfeitiçada.

- Auto sugestão, ilusões.

- A imaginação desembesta.

- Fascínio assustador em relação a fenômenos esotéricos, supersticiosos.

- Medo de perseguição, de castigo; medo de alguma força ou poder invisível.

- Pesadelos, a pessoa acorda com medo e tomada de pânico, e não se atreve a dormir outra vez.

- Medo de pensamentos e sonhos sobre assuntos religiosos, medo da escuridão e da morte.

- Medo dos próprios medos, mas não se atreve a falar sobre isso com ninguém.

- Acessos de ansiedade, acompanhados de tremores, suores, arrepios.

TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Capacidade de entrar em planos mais sutis de consciência, e em decorrência disso, introvisão de linhas de pensamentos esotéricos e religiosos.

- Acesso a esferas espirituais superiores. A pessoa sente-se atraída por elas, e sem medo, põe-se a explorá-las, sem atentar para possíveis dificuldades.

14

* CARMEM MONARI:

3 Aspen é o confronto com a nossa sombra.

3

Não usar junto com Agrimony.

3

Tem muitas premonições e presságios, como o Red Chestnut (podemos associá-los).

3

Medo da morte e do escuro.

3

Tremores e arrepios pelo corpo.

3

Pânico e depressão (núcleo é o problema com o lado feminino ou com a Mãe).

3

Problemas no pulmão.

3

Muita sensibilidade no plexo solar.

3

Doenças no sangue ; alterações genitais.

3

Pessoas muito racionais, que tentam se espiritualizar e não conseguem.

3

Na terceira idade.

3

A energia do Aspen é a Energia Lunar, do cordão prateado, que é a força do Inconsciente, da

recepção das mensagens do nosso Eu Superior. É a força do Novo, a força do Desconhecido, da Energia da Aventura do Viver. Já o Rock Rose é a energia Solar, fortalecendo nosso cordão dourado, na luta do herói em grandes provas do Consciente.

15

Beech

(Grupo: excessiva preocupação com o bem-estar dos outros)

Fagus Sylvatica

VIBRAÇÃO da TOLERÂNCIA

- Descrição do Dr. Bach Para os que sentem necessidade de ver mais beleza e bondade em tudo o que os rodeia. E, mesmo que muitas coisas pareçam andar mal, necessitam ter a capacidade de ver o bem crescendo ali, para que possam ser mais tolerantes, indulgentes e compreensivos com as diferentes maneiras com que cada indivíduo e cada coisa caminha até sua perfeição final.

- Descrição Geral Neste estado emocional as pessoas mostram-se muito rígidas. Possuem critérios muito definidos ao fazer julgamento sobre os outros e tem dificuldade em aceitar seus próprios erros. OBS: muitas vezes também evidenciado no caso de falta de capacidade crítica (M.S.)

- Dr. Edward Bach Centre Foi descrito pelo Dr. Bach como o remédio para as pessoas que “sentem a necessidade de parecerem melhores e mais belas em tudo que se refere a elas”. Pessoas Beech - ou pessoas em um estado Beech - são intolerantes com quem não é como elas. Elas carecem de compaixão e entendimento das diferentes circunstâncias e diferentes padrões que outras pessoas têm, e falham em ver que os outros também estão trabalhando para atingir a perfeição, mas de maneiras diferentes. Algumas vezes a intolerância de Beech é manifestada como explosões de irritabilidade: o remédio ajuda a encorajar a tolerância e o entendimento, e quando isso acontece então a irritabilidade também desaparece.

- Regis Mesquita

Nome popular: faia. Coloração: vermelha. Floração: abril e maio. Preparação da essência: método de fervura. Florais de Minas: Mirabilis (Mirabilis jalapa / Bonina).

O perfil de quem necessita desta essência é aquela pessoa cuja crítica, intolerância e arrogância é muito grande. Muitos a consideram “ranzinza”, chata, ranheta, petulante, etc. Aqueles que são mais frágeis sofrem com estas pessoas pois são criticadas e “crucificadas” o tempo todo. Não buscam as qualidades positivas nas outras pessoas ou situações, mas sim os defeitos. Carecem de humildade e sentem-se superiores. São indivíduos rígidos e tensos que não tentam entender e nem se colocar no lugar do outro. Muitas vezes demonstram um prazer sádico em julgar e condenar. São pessoas irritadiças que se incomodam com pequenas coisas, como gestos, modo de falar, hábitos, manias, etc. Sua tolerância a estímulos sensoriais (luzes, som, contato físico, dor, etc.) é bem baixa. Na realidade qualquer coisa que fuja daquilo que ele espera e gosta é fonte de irritação (baixa capacidade

16

de resistência a frustração). Muitos são racistas. Como são arrogantes perdem grandes chances de evoluir e aprender na vida, pois carecem da capacidade de percepção e avaliação dos próprios defeitos. São impacientes quando a situação não está de acordo com sua expectativa.

A essência Beech ajuda-os a resgatar sua capacidade de tolerância e compreensão das dificuldades alheias. Ajuda-os a perceber o lado bom das situações e dos outros. Ajuda-os a restaurar a humildade e assim sua capacidade de aprender e superar seus próprios defeitos.

ê Para indivíduos excessivamente arrogantes ou extremamente preconceituosos.

- Notas: (Jessica Bear) Para que sejam mais tolerantes e menos juízes das imperfeições alheias. Frequentemente aquilo que Beech critica ou não tolera é um tema -chave em sua problemática. Alergias. Timo e estômago: gratidão.

* Combinações mais comuns (Jessica Bear):

Impatiens: um excelente assistente para os perfeccionistas do tipo Impatiens. Crab Apple- adicioná-lo para os que são muito exigentes com limpeza. Vervain: para a intolerância crônica. Rock Water- para a rigidez.

Chicory: este tipo usa a crítica como uma forma de manipulação, para obrigar as pessoas a satisfazerem seus desejos. Agrimony: para os que são intolerantes com os outros. Para crianças que manipulam por meio de lamentação e choro.

Heather- para a possessão, visando controlar os outros a fim de obter ganhos pessoais.

*

Indicadores Adicionais: (M.S.)

3

Bom discernimento; modo de expressão professoral; feições austeras, tenso formalismo.

3

O paciente se queixa de hipersensibilidade do estômago e intestino.

*

Benefícios (M.S.)

3

Mais compaixão e tolerância.

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para pessoas intolerantes, de vontade forte e opiniões fixas, arrogantes, que criticam e reprimem os demais, irritadas com pequenas coisas.

- Para pessoas solitárias, que se mantêm distantes interiormente, com hipersensibilidade para com o social e para com o ambiente físico.

- Para pessoas exigentes por ordem, disciplina e eficiência, escravas de horários e normas.

- Intolerância a ruídos, à dor, a luzer e odores.

- Hipercriticidade, incompreensão, tensão mental, onipotência, rigidez de pensamento.

- Dificuldade de adaptação e relacionamento.

- Conduta perfeccionista, controladora, detalhista, estereotipada e compulsiva.

- Maneirismos, isolacionismo e negativismo.

- Prepotência e agressividade encoberta.

- Afeto rígido, repressão, “la belle indiference”.

- Hipervigilância.

- Hipersensibilidade cutânea.

- Dispepsia, hiperacidez estomacal, dificuldades de digestão.

- Constipação intestinal, problemas na vesícula biliar.

17

- Sequelas resultantes de rigidez existente no corpo devido a energia nelas concentrada: hipertonia muscular,

rigidez e tensão no peito, braços, mandíbula (bruxismo), mãos (aferram os punhos) e parte superior do corpo.

- Pode apresentar artrose.

- Distúrbios imunitários.

Precauções:

- É preferível não iniciar um tratamento com Beech para não privá-la de suas defesas, prematura

mente.

- O tratamento pode ser iniciado com Holly ou Centaury, que podem fazer aflorar o lado Beech, intolerante e

crítico, quando houver.

- Evitar ser metódico sem estabelecer objetivos muito rígidos para não forçar a obsessividade do cliente, usando técnicas ativas.

- O terapeuta deve trabalhar mais tempo com as flores indicadas para pessoas cujo estado emocional se encontra cronicamente alterado, como no caso do Beech.

Crianças:

São as “certinhas”, queixosas, implicantes e intolerantes. Gostam de aliar-se a professores ou figuras de autoridade no controle de tarefas, disciplina e ordem. Chegam a tornar-se “puxa-saco” e “dedurar” seus companheiros em qualquer tipo de arte ou transgressão. Não conseguem ser livres e espontâneas, são menos criativas, são inseguras e carentes, o que escondem por trás de sua falsa segurança e pseudomaturidade.

Sugestões de apoio:

- Demostrar o que sente e pedir ajuda quando necessário.

- Fazer as coisas como pode, no seu tempo e do seu jeito.

- Ser mais delicado, bondoso consigo e com os demais.

- Tomar consciência de que cada um vê uma parte do todo e não podemos nos arrogar de donos da verdade; que

somos uma pequena parte dentro de um ser muito maior, buscando um sentimento de unidade e harmonia.

- Fazer relaxamento, exercícios físicos, para atenuar a rigidez interna e externa, brincar, dançar, soltar-se

- Aprender a não projetar nos demais seus sentimentos negativos e apreensões.

- Buscar dentro de si e dos outros os reais valores, mesmo em meio aos defeitos, incrementando a capacidade de percepção do todo.

Beech - GERAL

Sintomas-chave: Atitude crítica, arrogância, intolerância. Criticar sem ter a menor idéia dos pontos de vista e da situação dos outros. Sintomas do bloqueio de energia:

- Incapaz de mostrar compreensão nem paciência pela incompetência alheia.

- Incapaz de perceber os sentimentos dos outros, uma vez que os seus próprios sentimentos estão bloqueados.

- Arvora-se em juiz dos outros, vendo-lhes os erros e confirmando-os.

- Só vê o que está errado numa situação, as fraquezas, incapaz de enxergar os resultados positivos que podem sobrevir.

- Não toma em consideração o fato de que nem toda a gente tem as mesmas vantagens e potenciais, e que cada pessoa só pode desenvolver-se de acordo com o próprio potencial interno.

- Tem princípios firmes, estreitamente definidos, e procede interiormente como um severo capataz.

- Reage mesquinha, pedantemente, e às vezes, de maneira desajeitada.

- Pequeninos gestos e maneiras de falar dos outros irritam-no, o grau de irritação não tem relação alguma com a causa.

- Tenso por dentro, rígido.

- Hipercrítico, propende a manter-se isolado dos seus semelhantes. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Acuidade mental, capaz de captar os diferentes padrões de comportamento humano e desenvolvimento individual.

- Tolerante, com os pés no chão, reconhece a unidade na diversidade.

18

* Revista Brasileira de Terapia Floral:

3

Beech resgata a tolerância, a compreensão e a habilidade de tecer críticas construtivas. Elimina o mau humor e a sisudez.

3

Estimula a respeitar as diferenças, conscientizar-se de que ninguém - nem mesmo ele- é perfeito, e aceitar isso.

3

Inspira a prestar mais atenção às qualidades do que aos defeitos dos outros, dissolvendo a mania de julgar e criticar.

3 Diminui a arrogância dos que se comportam assim para se protegerem das humilhações e decepções que estão sujeitos a sofrer, vítimas de racismo ou preconceitos sociais.

3 Quebra as barreiras emocionais de quem tem d ificuldade de expressar o que sente, por receio de parecer um fraco.

3 Ensina a pessoa a olhar para dentro de si, entrar em contato com suas experiências e emoções mal resolvidas, e digeri-las, a fim de que isso não se somatize em forma de problemas digestivos e tensão no peito, braços e mandíbula.

3 Traz maleabilidade e soltura ao tipo exigente, que vive reclamando, sempre impaciente demais com os erros alheios. Dissolve a

rigidez e equilibra as emoções que podem gerar desde cansaço e dores nas pernas até problemas de coluna, artrose, artrite, cálculos renais ou biliares e hipocondria.

3 Conscientiza a pessoa sobre sua atitude mental super crítica e sobre o poder da palavra. Essa força pode levá-la a promover o crescimento pessoal de alguém, mostrando-lhe no que deve melhorar, ou então machucar e aniquilar a pessoa, usando sua língua ferina e afiada. A falta de equilíbrio entre essas polaridades costuma causar problemas de garganta.

3 Convida o moralista e os donos da verdade a ouvir o que os outros têm a dizer.

* CARMEM MONARI:

3 Beech é um grande floral para relacionamentos familiares e profissionais. Ele trabalha a

Sabedoria que vem do coração para ajudar em todos os sentidos da educação, seja familiar ou escolar, desenvolvendo as qualidades da tolerância e do discernimento. No nível da educação no lar, ele ajudará os pais a transmitirem suas vivências e a conseguirem despertar o potencial positivo e a individualidade em seus filhos, respeitando suas opiniões. Trabalha o nosso lado interno do Pai Conselheiro e Orientador, aquele que nos acolhe em seus braços para nos ouvir e transmitir sua sabedoria.

3

Tensão e rigidez no quadril e lombar.

3

Falta de respeito pelo limite da mente do outro.

3

Medos de doenças (combinar com outros florais).

3

Pode somatizar nos genitais (miomas, hemorragias).

3

Trabalha o Pai interno (proteção).

19

Centaury*

(Grupo: sensibilidade excessiva a influências e opiniões)

Erythroea Centaurium

VIBRAÇÃO da AUTODETERMINAÇÃO

- Descrição do Dr. Bach Para pessoas delicadas, silenciosas e suaves, que se mostram demasiadamente ansiosas em servir aos demais. Supervalorizam a própria força na ânsia de agradar. Seu anseio cresce de tal modo que elas se convertem mais em escravos do que em voluntários no auxílio aos outros. Sua bondade as leva a cumprir mais tarefas do que lhes é possível fazer e, assim, a descuidar da sua própria missão nesta vida.

- Descrição Geral Pessoas com a personalidade centaury geralmente tem dificuldade em impor sua vontade, suas idéias e são facilmente dominadas . Espera que os outros lhe digam que atitudes tomar e quais caminhos devem seguir. A essência vai ajudar a despertar as características positivas reconhecendo a própria individualidade sem se influenciar pelas opiniões alheias.

- Dr. Edward Bach Centre É para as pessoas que têm dificuldade em dizer “não” às outras. Algumas vezes pessoas cruéis tirarão vantagem disso, e o Centaury se tornará como um escravo. O remédio não vai endurecer a personalidade do Centaury. Ao invés disso ele dará suporte ao desenvolvimento da coragem e auto-determinação para que a pessoa Centaury esteja mais apta a delinear um limite e ganhar espaço onde possa ser si mesma e livre dos desejos e comandos dos outros.

- Regis Mesquita

Nome popular: centáurea menor. Coloração: rosa. Floração: junho, julho, agosto e setembro. Preparação da essência: método solar. Floral de Minas: Ruta (Ruta graveolens / Arruda).

Para aquelas personalidades fracas e inseguras que se submetem à influência dos outros.

Geralmente são pessoas prestativas, obedientes, de boa índole e boa vontade, que na ânsia de agradar esquecem de suas próprias necessidades. Não conseguem dizer não e nem colocar limites. Muitas vezes tornam-se capachos de pessoas inescrupulosas que se aproveitam de suas fragilidades.

São pessoas que evitam disputas e que se moldam ao que supõe seja o esperado delas.

Muitas

vezes chegam a copiar gestos, modos de falar, modo de se comportar e idéias daqueles a quem servem. Os desejos alheios tornam-se os seus desejos, a vida dos outros a sua vida. Uma pessoa pode dizer: “depois que meu pai morreu, minha mãe me deu a incumbência de cuidar dela. E ainda hoje, tudo que eu faço na vida é cuidar dela.” Estes indivíduos abandonam seu próprio caminho na vida, e com isto perdem grande parte da alegria e da experiência que poderiam adquirir nesta vida. Como acumulam muitas responsabilidades é comum reclamarem de cansaço. Normalmente possuem baixa vitalidade.

20

Elas buscam agradar ao próximo e receber em troca reconhecimento e aprovação. Possuem egos frágeis e dependentes do afeto alheio. Nestas pessoas encontramos o desejo de ajudar e servir sendo utilizados de forma errada. A essência Centaury ajuda-os a sair da dependência e reassumirem o controle de suas vidas. Elas devem aprender a saber quando dizer sim e quando dizer não e ter força interior para decidir o que é o melhor para a realização de sua missão de vida.

ê Questões de co-dependência muitas vezes estão presentes.

- Notas: Jessica Bear

O engano do tipo Centaury é achar que é seu dever sacrificar-se (ou renunciar à sua vontade) para ser útil e ajudar seus semelhantes. Então, se diminui com o intuito de acrescentar algo a outrem. Isto não acrescenta nada.

*

Indicadores de Centaury (Jessica Bear):

3

não podem dizer “não”. Pessoas obsequiosas.

3

não vivem para si mesmos, mas morrem pelos outros.

3

esperam até que todos estejam servidos. Ajudam na limpeza.

3

mães por natureza. A família é muito importante.

*

Uso em combinações (J.B.):

3

sucesso- para não serem passados para trás no trabalho.

3

rompimentos- aprenderem a viver por si mesmos.

3

hábitos- o poder de dizer “não”.

3

energia- quando se exaurem em favor dos outros.

3

ataques psíquicos- para manter a vontade.

*

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

O paciente parece fraco, frágil, pálido ou cansado.

3

O paciente mostra pouco interesse pelo rumo de sua própria vida.

*

Benefícios (M.S.):

3

Estabelecer limites. Conhecer melhor suas próprias necessidades e expressá-las.

Centaury - GERAL

Sintomas-chave: vontade enfraquecida, reação exagerada aos desejos dos outros, boa índole facilmente explorada, incapaciadde de dizer não. Sintomas do bloqueio de energia:

- Passivo, vontade fraca, guiado por outros.

- Individualidade mal desenvolvida.

- Disposto, obediente, servil, até subserviente.

- Reage mais aos desejos alheios do que aos seus.

- Permite que o desencaminhem, no desejo de agradar, a ponto de negar-se a si mesmo em casos extremos.

-

Às vezes um mártir.

-

Mais escravo do que auxiliar consciente.

-

Vive sob o jugo ou dominação de outra personalidade meio egoísta - pais, cônjuge, superior, etc.

-

Deixa-se persuadir facilmente.

-

Natureza dócil, facilmente explorada.

-

Muitas vezes Gata Borralheira para os outros, ou mero capacho.

-

Adota inconscientemente gestos, expressões e opiniões de uma personalidade mais forte.

-

Facilmente cansado, pálido, usado até a exaustão.

-

Evita disputa, não defende os próprios interesses.

-

Tende a dar mais do que tem.

-

Superestima facilmente os próprios recursos no desejo de servir.

21

- Perigo de não realizar sua verdadeira missão.

TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Sabe quando dizer sim, mas também é capaz de dizer não, se necessário.

- É capaz de integrar-se bem em grupo, etc., mas preserva sempre a própria identidade.

- Presta serviços sábia e discretamente, seguindo seus próprios objetivos interiores.

- É capaz de viver de acordo com sua verdadeira missão.

* CARMEM MONARI:

3 Centaury é o simbolismo de Chiron: sente o sofrimento na carne. O Centaury provoca catarse em

nossa ferida. Portanto, para melhorar o nosso sofrimento emocional, muitas vezes elimina pela pele (erupções) ou gripes, etc.

3

O Centaury não consegue esconder seu sofrimento.

3

Tem duas grandes tendências auto-destrutivas:

- Depressão

- Doenças auto-imunes

3

Tem dores de grande intensidade.

3 Somatização frequente na pele, principalmente no tronco (lembrar do Star of Bethlehem e Wild Oat para ajudar na cicatrização).

3

Para ajudar na valorização do Eu, lembrar do Crab Apple e Wild Rose.

3

Para ajudar a fortalecer a palavra, lembrar do Scleranthus.

3

Dificuldades na digestão (fraqueza do Eu).

3

Tensão na musculatura abdominal, dos quadris e coxas (área do centauro).

3 Nos casos em que há reação com a saída das raivas, mágoas e tristezas, não é oportuno dar o Beech, mas sim ajudar a superar essa fase com Holly, Willow, Cherry Plum ou Star of Bethlehem.

3 Walnut ajuda o Centaury a preservar a individualidade.

3 Não consegue dizer “não” por sua submissão ao outro; tem medo de perder seu carinho, sua aprovação. Uma característica sua é a fraqueza, pela personalidde fraca ou dominada.

22

Cerato*

(Grupo: para os que sofrem de indecisão)

Ceratostigma Willmottiana

VIBRAÇÃO da SEGURANÇA INTERIOR

- Descrição do Dr. Bach Para os que não têm bastante confiança em si mesmos para tomar as próprias decisões. Estão constantemente pedindo conselhos aos outros, sendo muitas vezes mal-aconselhados.

- Descrição Geral Pessoas com pouca confiança em si próprias. Tendem a duvidar de sua capacidade de julgamento. Tendência a imitar atitudes dos outros não assumindo responsabilidade por suas experiências. A essência do cerato vai devolver a autoconfiança e ajudar a lidar com o sentimento de incapacidade.

- Dr. Edward Bach Centre

Este é o remédio para pessoas que temem falhar em seu próprio julgamento. Deparadas com a necessidade de tomar uma decisão elas não se comportam como Scleranthus, que hesita e não toma a decisão, porque eles podem tomar uma decisão sem ter muita complicação. Mas tendo feito, então as dúvidas se arrastam e eles não têm certeza se o que decidiram está certo. Então eles vão por aí perguntando pelas opiniões e conselhos de outros. Terminam sem esperança e confusos ou fazendo algo que sabem em seus corações que não é o certo para eles. Cerato é o remédio que dá à pessoa um estado de mais fé em seu julgamento, então ela pode ouvir sua voz interior e confiar em sua intuição.

- Regis Mesquita

Nome popular: plumbago. Coloração: azul. Floração: agosto e setembro. Preparação da essência: método solar. Florais de Minas: Emilia (Plumbago capensis / Bela-emília).

O tipo psicológico daqueles que necessitam de Cerato corresponde à pessoa que poss ui fraca convicção, que tem dúvidas na tomada de decisão (por mais simples que seja), e é dependente, passivo e sugestionável. Constantemente mudam de opinião, uma vez que é sempre difícil escolher entre as opções que a vida lhe oferece. Seu erro é não confiar em sua intuição e no seu conhecimento. Possuem uma opinião própria, mas não confiam nela. Ficam, assim, requisitando a opinião dos outros e acabam seguindo o que lhes é aconselhado. Muitas vezes admitem que erraram ao seguir a opinião alheia em vez da sua própria. Mas não aprendem a confiar em si e voltam a cometer o mesmo erro. Se ficam doentes, estão sempre inclinados a experimentar um novo tratamento que lhes recomendaram. Se vão comprar uma roupa sentem-se mais seguros se compram algo que está obviamente na moda. Desta forma estão sempre seguindo e imitando os comportamentos e idéias alheias.

23

A essência do Cerato vai ajudar este tipo a desenvolver uma forte convicção interior, segurança,

liberdade de escolha e de pensamento.

A dúvida do tipo Scleranthus é decidir entre duas alternativas. Quando decide é uma decisão pessoal. As

dúvidas do tipo Cerato acontece por ele não confiar em sua própria opinião e pedir ajuda aos outros para

decidir. Normalmente segue a opinião alheia.

- Notas: Jessica Bear

O engano de Cerato é crer que o sentimentalismo é legítimo. Acreditam nisso tão radicalmente que, sem essa constante estimulação em suas vidas, acham que não há vida. Consequentemente, atraem naturalmente para si muitos relacionamentos difíceis, com o objetivo de produzir emoções.

*

Indicadores de Cerato (Jessica Bear):

3

fazem perguntas impossíveis de responder.

3

correm de um conselho para o outro ou de um médico para o outro.

3

têm medo de serem punidos por estarem errados.

3

sentem-se estúpidos; crédulos; ingênuos.

3

vítimas fáceis dos dominadores por não acreditar emsua própria sabedoria.

3

são, com facilidade, enganados mental e emocionalmente. Têm dificuldade em se manter firmes.

3

vampiros de energia.

3

são bobos do amor. Para as mulheres muito lindas ou iludidas por um homem charmoso.

3

complexo de Messias. Para os que acreditam que todos possam ser redimidos.

3

idealistas da humanidade.

3

para mulheres e homens que amam demais.

*

Uso em combinações (Jessica Bear):

3

relacionamentos- os ingênuos.

3

hábitos- para não desviarem da trilha.

3

aprendizado- distraem-se nos estudos.

3

vampirização- ligam para todos os amigos.

3

influenciáveis - facilmente explorados.

3

ansiedade (fórmulas)- mergulhados em confusão.

3

opressão- facilmente influenciados.

*

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

Grande necessidade de falar.

3

Roupas no rigor da moda.

3

Sempre com as informações mais atualizadas.

3

Forte crença na autoridade.

*

Benefícios (M.S.):

3

Reconhecer a própria intuição e confiar nela.

24

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para os que não confiam em sua própria intuição e duvidam de suas decisões e julgamentos. Repetidamente

buscam a confirmação e os conselhos dos outros.

- Para os que são do tipo “Maria vai com as outras”. Seguem modismos e opiniões alheias.

- Para os que falam muito, imiscuem-se nas conversas alheias, fazem muitas perguntas e deixam os outros irritados.

- Para os que têm excessiva fome de informações, mas não utilizam os conhecimentos que possuem.

- Para os que não acreditam no seu saber. Perguntam exatamente aquilo que já sabem para confirmar o seu conhecimento.

- Diminuição da atenção concentrada.

- A memória pode estar comprometida por dificuldades na fixação da atenção.

- Expressão verbal comprometida por causas afetivas (questionamento contínuo que não leva a conclusões e resoluções).

- Pensamento predominantemente lógico, porém de cunho mágico (pouco sujeito à lógica e aos fatos reais objetivos e de raciocínio não conclusivo, dificuldade em aprender com experiências vividas).

- Pensamento egocêntrico, vincula-se mais à realidade subjetiva do que à realidade objetiva.

- Empobrecimento da capacidade de julgamento crítico.

- Leve tendência à fuga de idéias.

- Ansiedade, tensão, inquietude mental, ambivalência, insegurança.

- O afeto tende à hipomodulação, pela dificuldade de ligar-se em profundidade.

- Multitendência ou multivalência na conduta, em função de sua imaturidade e vulnerabilidade (impulsos que se fazem conscientes simultaneamente).

- Mostra uma obsessividade através de seus inesgotáveis questionamentos.

- Disfunções endócrinas.

- Tensão na região occipital, envolvendo boca, garganta, cordas vocais, traquéia, nuca e vértebras cervicais.

- Inflamações e infecções em geral.

- Dificuldades no sistema digestivo, envolvendo assimilação, elaboração e eliminação de alimentos.

- Problemas nas articulações: ombros, joelhos, tornozelos, articulação coxo-femoral, etc.

- Problemas no aparelho respiratório.

Precauções:

- Útil nas crises de identidade, de questionamento e de reavaliação da vida, como na adolescência, meia idade, terceira idade

- Para os que têm dificuldades em comunicação oral e escrita.

- Em crianças libera o potencial da mente para o aprendizado e reduz a tendência à dispersão e à imaturidade.

- Auxilia no medo do escuro e nos pesadelos noturnos.

- Para terapeutas ou profissionais que necessitam desenvolver uma boa escuta de si mesmos e dos outros.

- Aconselhado nos problemas alérgicos e suas complicações, desencadeados por emoções em desequilíbrio como:

rinites, hipertrofia da adenóide, sinusite, amigdalite.

- Para problemas de obstrução das vias aéreas que dificultam a oxigenação cerebral.

- Nas psicoses, diminui a dispersão, auxiliando na concentração.

- Algumas pessoas não devem iniciar um tratamento tomando Cerato, pois esta essência faz “mergulhar muito

fundo”, podendo causar pesadelos. É recomendado, nestes casos, começar com Centaury, que dará à pessoa uma

consciência maior para o corpo e uma base para a manifestação da intuição bloqueada. Também Larch pode ser necessário para proporcionar que a sabedoria bloqueada seja colocada em ação.

Crianças:

Desde pequenas tendem a ser superprotegidas ou criticadas. Demoram a aceitar a substituição do leite pelos alimentos salgados e a abandonar a mamadeira e a chupeta. Verbalmente foram estimulados, mas sem uma correspondente permissão interna da mãe, para crescer. Por isso também andam e falam mais tarde, mas, quando o conseguem, mostram uma independência motora e cognitiva rápida, como que buscando compensar a dependência subjacente. Da mesma forma, aprendem com facilidade o controle dos esfíncteres, mas mais para agradar, com submissão, do que para exercitar sua maior independência.

25

A criança em estado Cerato não aprendeu a vivenciar o grupo, a renunciar, a esperar, a colaborar, a competir, a dar sugestões, a ser liderada e liderar, a trocar papéis, etc. Evitam as concorrências de fato, com adversários poderosos (irmãos, pais, amigos), pois no fundo sabem que não estão preparados para aprender de fato com as derrotas e/ou vitórias. Todo esse funcionamento tende a se repetir na escola, onde é exigido que construa tarefas e contribua com seu grupo. Outra característica é a de se dar a brincadeiras solitárias, a sonhos e devaneios. É aí que consegue ser alguém forte e independente, uma criança especial ou um “príncipe”. Demora mais para experimentar a busca da própria identidade, por exemplo, não querendo esco

lher a própria roupa, pedindo que alguém diga com quem pode “ficar” ou “namorar”, aceitando uma carreira profissional imposta pela tradição familiar, adotando conceitos ou posicionamentos políticos e sociais sem contestá- los, enfim, mostrando a mesma fragilidade emocional, em termos de negativismo e autonomia, que já vivenciou na primeira infância. Costuma viver uma adolescência muito prolongada, com dependência sócio econômica que excede as suas aquisições intelectuais. Mesmo já possuindo formação superior, demora muito mais para desgarrar-se da família. São aspectos narcisistas e regressivos que lhe custa muito a abandonar.

Sugestões de apoio:

- Aprender a usar e valorizar o conhecimento que possui.

- Ouvir a própria intuição, deixando de lado a imitação de atitudes alheias, os modismos e o armazenamento de

muitas informações não usadas. Colocar em prática sua própria sabedoria.

- Não permitir que ninguém reprima suas energias, opiniões, idéias, conceitos, ideais. Aprender a perguntar-se e a responder-se, a pensar no que exatamente deseja.

- Permitir a abertura para o real recebimento de afeto, toque, carinho e amor.

- Realizar exercícios respiratórios que auxiliam a entrar em contato com o seu Eu Superior e com a natureza.

- Realizar passeios, meditação, em ambientes abertos, em comunhão com a natureza.

- Fortalecer o físico com trabalho corporal, como por exemplo, natação, caminhadas

- Realizar meditação sobre sons. Ouvir Mozart, Vivaldi, Bach de composição.

músicas bem estruturadas em relação à harmonia

Cerato - GERAL

Sintomas-chave: Falta de confiança nas próprias decisões. Sintomas do bloqueio de energia:

- Não confia nos próprios julgamentos.

- Pede constantemente conselhos aos outros.

- Fala muito, dando nos nervos de outras pessoas, ao meter-se na conversa fazendo perguntas.

- Tem sede excessiva de informações.

- Os conhecimentos são acumulados mas não usados.

- Deixa que as decisões dos outros o tornem inseguro.

- Permite a si mesmo ser desencaminhado, contra a sua própria maneira de pensar e para sua desvantagem.

- Precisa da aprovação dos outros.

- Suas opiniões são incertas, mutáveis, vacilantes.

- Parece crédulo ou simplório, até estúpido.

- O sentimento de identidade é fraco.

- Aprecia a convenção, e quer saber o que há “dentro” dela.

- Propende a imitar atitudes alheias.

- Concentração fraca, em virtude de falta de confiança no próprio julgamento.

- Como não confia nos outros, tampouco confia no próprio julgamento. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Intuitivo e capaz de entusiasmo, curioso, ávido por aprender.

- Capaz de coligir informações, organizá-las e usá-las.

- Sente-se feliz transmitindo conhecimentos.

- Boa coordenação do pensamento abstrato com o concreto.

- Aceita a orientação da “voz interior”, confia em si, e defende as próprias decisões.

26

- Procede judiciosamente.

* CARMEM MONARI:

3 Diferenciamos o Clematis do Cerato porque o Clematis tem um olhar sonhador, e o Cerato tem um olhar penetrante de dúvida, em busca das respostas dentro do outro.

3 Podem ter problemas nos dentes e parte óssea.

3 Podem ter problemas de aprendizado e dificuldades de comunicação e expressão, apresentando certa imaturidade no corpo e na mente (ajudar com Chestnut Bud).

3 Linguagem confusa e abundante, buscando a compreensão do outro (diferente de Heather, que é o

centro das atenções).

3

Somatização frequente na audição. Podem ter hipertrofia nas adenóides, otites, sinusites e rinites.

3

Se costumam ter pesadelos, tomar o Cerato durante o dia para trabalhar os conteúdos inconscientes

enquanto estão acordados, principalmente se a pessoa tem estrutura física frágil. Nos casos de medo da escuridão, idem (associando com o Mimulus).

3 CRIANÇAS CERATO: olhar marcante, grandes olhos. Dificuldades no desenvolvimento estrutural e

intelectual. Introvertidas e solitárias. Aparência imatura. Podem precisar do auxílio de Chicory. Também

aqueles que falam e perguntam demais, mas ficam na superfície. Estimular o trabalho corporal.

27

Cherry Plum

(Grupo: para os que sentem medo)

Prunus Cerasifera

VIBRAÇÃO da SERENIDADE

- Descrição do Dr. Bach Para quando se tem medo que a mente se esgote, de que se perca a razão, de que se faça coisas espantosas e horríveis, indesejáveis e prejudiciais, embora se pense nelas e se sinta impelido por elas.

- Descrição Geral Esse Floral irá ajudar as pessoas que tendem a perder o controle sobre seus pensamentos e ações. Neste estado emocional podem apresentar impulsos violentos contra si mesmo e os outros tornando-se batante deprimidas.

- Dr. Edward Bach Centre É um dos remédios que o Dr. Bach agrupou sob o título de “Medo”. O medo Cherry Plum é muito específico: é o medo de perder o controle de si mesmo e fazer algo terrível, que pode incluir ferir outros ou se suicidar. Cherry Plum é também o remédio para a perda de controle quando ela já tem lugar. (Pense no medo de uma criança pequena numa briga de fúria irracional). Medos de enlouquecer e de agir irracionalmente são medos Cherry Plum. Ele é um dos ingredientes do Rescue Remedy.

- Regis Mesquita

Nome popular: cerejeira. Coloração: branca. Floração: fevereiro a abril. Preparação da essência: método de fervura. Floral de Minas: Psidium (Psidium virescens / Gabirobeira).

Cherry Plum ajuda aqueles que temem perder o controle sobre seus atos e atitudes. Eles temem pelo que

possa vir a acontecer se isto se concretizar. Uma pessoa em desespero, que perde o controle sobre si, é capaz de se matar ou de matar alguém. Eles sabem disto e pressentem que o limite de resistência de sua mente está próximo. Normalmente esta situação acontece quando a pessoa está desesperada, deprimida ou passando por situação de muito sofrimento. Uma paciente relata que “depois que meu filho morreu, nas horas que a tristeza vem mais forte, eu penso que a única solução é me matar para acabar com essa dor. Eu tenho medo de acabar

fazendo isto

Alguns pacientes podem se definir como uma bomba ambulante, relatam que estão quase perdendo a cabeça ou que sentem que vão ficar loucos. Todos estes termos demonstram que eles temem sofrer um colapso nervoso. Eles temem mais ainda as consequências que este fato pode gerar: loucura, suicídio, agressão a entes queridos ou pessoas que são próximas e várias outras coisas terríveis. Estas pessoa também estão sujeitas a explosões emocionais, pois seu nível de tensão interior está muito elevado. Crianças que fazem birra são particularmente auxiliadas por esta essência.

”.

28

Para a enurese noturna também é indicada esta essência.

A essência floral Cherry Plum ajuda a pessoa a enfrentar as situações mais adversas da vida com

coragem e força interior. O indivíduo aprende a superar estes momentos terríveis com consciência e serenidade.

A essência Cherry Plum combate medos interiores (ex: medo da loucura, medo de agredir alguém), no

caso da essência Rock Rose os medos extremos, pânico, estão projetados no exterior (ex: medo terrível de

elevador ou que um assassino venha lhe matar).

ê Correm riscos desnecessários ou agem irrefletidamente. Também para aqueles que não conseguem controlar sua dependência de drogas, alimentos, jogo ou mesmo gastar dinheiro em excesso.

- Notas: Jessica Bear Alivia o controle estressante mantido em benefício da humanidade ou por um dever assumido, permitindo que se expresse o que se deseja, renunciando ao “controle forçado”. Estômago: emoções suprimidas podem causar desequilíbrio ácido. Intestino grosso:

obstipação; incapaz de deixar sair; diarréia, falta de controle. Perda do controle das funções corporais em geral.

* Combinações mais comuns:

Vervain: auxilia os fanáticos Vervain. Rock Water- suavizar a rigidez e fluir com as necessidades dos outros. Heather- meditar sobre si mesmo com calma. Chicory: assistir este tipo que perde o controle quando sente que não mais possui os outros. Acalma seu temperamento frequentemente violento. Cherry Plum e Chicory são dois grandes remédios dos viciados, pois ambos em seu estado negativo são presas de uma possessão. Vine- liderança equilibrada. Rock Water- excesso de teimosia. Heather- autopossessão. Agrimony: ajuda estes tipos a discutir seus problemas, sem necessidade de perder o controle. Auxilia o auto-controle nos tratamentos dos viciados. Water Violet: para libertá-los do controle de seu orgulho e aceitar a ajuda dos outros. Rock Water- para sua inabilidade em permitir o fluxo da vida. Centaury: para os pais que precisam se manter firmes quando um “amor severo” é necessário com os filhos. Oak- para o vigor da perseverança. Cerato: para controlar suas perguntas sem nexo. Heather- para acalmar seus medos autopossessivos. Mimulus: para o controle necessário nas situações que provocam medo. Rock Rose: para o medo de perder o controle da mente quando enfrentam terríveis desafios. Gorse- para não desistirem. Oak- para dar vigor. Olive- para suportar a exaustão das batalhas.

- Indicadores Adicionais (M.S.):

3

Forte tensão interior e muitas vezes, olhar fixo.

3

Aparência inflada e congestionada, ou então artificialmente tranquila.

3

Tendência à constipação.

3

Anamnese psiquiátrica.

3

Na criança: enurese noturna frequente.

Benefícios (M.S.):

29

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para pessoas que têm medo de relaxar internamente, temendo perder o controle, “enlouquecer”, entrar em

pânico.

- Para pessoas com reações impulsivas súbitas e que temem explosões descontroladas de temperamento, que as

levem a ações indesejadas e inadequadas.

- Para as que passam por um sofrimento ou grande tensão mental e física prolongadas e têm medo de perder o

controle de seus pensamentos e ações.

- Para os que podem sofrer explosões emocionais intensas ou imprevisíveis, mas que não constituem um padrão característico de sua personalidade.

- Para crianças descontroladas que se atiram no chão, batem com a cabeça na parede, machucam-se.

- Para as pessoas que temem bater ou maltratar os outros, os filhos, os cônjuges, etc.

- Para os desesperados que estão à beira de um colpso nervoso e que, para obter alívio, buscam saídas drásticas (homicídio, suicídio, etc.).

- Obscurecimento (confusão), estreitamento ou obnubilação da consciência.

- Desorientação quanto ao tempo, espaço e pessoa.

- Bloqueio, diminuição, aumento da atenção (por estresse, estado tóxico ou lesão orgânica).

- Ilusões, alucinações.

- Alterações quantitativas e/ou qualitativas da memória (amnésia lacunar, ilusão de memória

- Verborréia, lentidão na expressão verbal, etereotipia, mutismo, nologismo, paralogias.

- Alterações na produção, no curso e no conteúdo do pensamento, predominantemente mágico, incoerente ou

com afrouxamento na associação de idéias. Idéias de prejuízo, de suicídio, de temores ou medos, etc., podendo apresentar idéias delirantes. Atividade mental intensa, ruminação obsessiva.

- Afetos inadequados, desprazerosos, angústia, ansiedade exacerbada, desespero, medo, tensão, ambivalência,

pânico, despersonalização, êxtase, instabilidade afetiva, incontinência emocional.

- Hiperatividade ou hipoatividade, ambivalência, insônia, pesadelos, agressividade, rituais compulsivos, impulso

suicida ou homicida, agitação psicomotora, isolacionismo, sonambulismo, conduta bizarra, tiques, impulsividade,

inapetência, bulimia, anorexia, distúrbios sexuais (medo do orgasmo, da penetração, ejaculação precoce). Crises conversivas.

).

-

Estresse violento.

-

Olhar vago ou perdido, parado, “esbugalhado”, “arregalado”. Pestaneja menos (espasmo do músculo orbicular

das pálpebras).

- Cãimbras, nevralgias, tensões e dores musculares.

- Palidez, hipotensão arterial.

- Distúrbios digestivos, enurese, encoprese.

- Cefaléias, dor de ouvido aguda.

-

Amenorréia.

-

Sintomas súbitos (dores, inflamações, erupções, dispnéia, cólicas, diarréias, espasmo intestinal, taquicardia

).

-

Tumores e neoplasias.

Precauções:

- Quando na primeira entrevista já está indicado Cherry Plum, pode-se constatar que a pessoa tem um medo básico de se abrir para o processo de desenvolvimento.

- É indicado na adolescência e para as pessoas instáveis, quando há exacerbação de impulsos.

- Em caso de auto-agressão, dar sempre Cherry Plum, sobretudo se houver risco de suicídio.

30

- No modelo Cherry Plum, segundo Bárbara Espeche, o exemplo patológico é o da epilepsia, manifestação desorganizada e descontrolada com perda de consciência e descarga motora.

- É útil como apoio na reabilitação de fumantes, alcoólatras, bulímicos e vícios com características compulsivas.

- É usado como coadjuvante no tratamento de câncer e doenças afins, pois se supõe que a displasia é um fenômeno de descontrole celular.

- Recomenda-se na enurese noturna e também no controle excessivo ou na encoprese.

- Ajuda nas crises de pânico, no trabalho de parto, em intervenções odontológicas, no pronto atendimento de dores violentas, nas urgências, nos estados pré e pós operatórios, etc.

- É recomendado para eczemas atópicos ou constitucionais.

- Auxilia em intoxicações por substâncias psicoativas.

- Para diabéticos (autodestrutivos), pessoas lastimosas e auto agressivas, que se mutilam com muitas cirurgias.

Nestes casos, dar sempre Cherry Plum e por longo tempo.

- Nos quadros psicóticos, dar Cherry Plum por muito tempo.

- Esta essência pode fazer aflorar à mente idéias dolorosas, desagradáveis, que a pessoa, inconscientemente, estava controlando.

Crianças:

A descrição fenomenológica destas crianças pode ser facilmente vislumbrada reportando-se ao item “indicações”.

Sugestões de apoio:

- Realizar exercícios de relaxamento, de respiração de postura.

- Adquirir hábitos e rotinas com vistas a uma melhor organização interna e externa.

- Realizar caminhadas metódicas.

- Ter contato com a água, brincar, boiar, mergulhar, fazer exercícios de respiração na água.

- Praticar hobbies que envolvam trabalho manual.

- Trabalhar a espontaneidade e o lúdico através de técnicas com argila, pintura, música, ritmos, dramatizações.

- Aprender a centrar-se e ser observador de si mesmo.

- Procurar o equilíbrio e a serenidade, mesmo sob estresse.

Cherry Plum - GERAL

Sintomas-chave: medo de desfazer-se por dentro, medo de perder a cabeça, de perder o controle; explosões descontroladas de mau gênio. Sintomas do bloqueio de energia:

- Sente que já não é capaz de pôr a funcionar os mecanismos de controle interior.

- Desesperado, está na iminência de sofrer um colapso nervoso.

- Receia poder fazer alguma coisa terrível contra a própria vontade.

- Contrariando sua disposição normal, impulsos brutais aparecem; teme ter de fazer alguma coisa que normalmente nunca faria.

- Medo dos poderes incontroláveis da mente e do espírito.

- Sente uma bomba interior de tempo tiquetaqueando.

- Brinca com a idéia de pôr-lhe um fim.

- Idéias compulsivas, ilusões.

- Explosões súbitas e não controladas de raiva, sobretudo nas crianças, que se atiram ao chão, batem com a cabeça na parede, etc.

- Os pais se preocupam com a possibilidade de bater nos filhos, de correr o risco de dispensar maus tratos a crianças. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Coragem, força, espontaneidade.

- Capaz de penetrar profundamente no subconsciente e integrar em sua vida as percepções intuitivas ali adquiridas.

- Ligado a um poderoso reservatório de força espiritual.

- Capaz de passar pela maior tortura física e mental sem ferir a alma.

- Capaz de grande introvisão espiritual, de reconhecer a verdadeira meta da vida, de fazer tremendos avanços no desenvolvimento.

* CARMEM MONARI:

3 Cherry Plum é a essência que clareia os sentimentos em conflito. 3 Geralmente seu uso vai provocar catarse em forma de secreção ou corrimentos. 3 Sempre colocar o Cherry Plum mais a essência do sentimento mal resolvido.

31

3 É a grande essência para ajudar a definição do nosso sentimento em relação a outra pessoa. Ele

desfaz as projeções que criamos sobre o outro. Os mal entendidos provenientes de sentimentos formam nódulos ou manchas em nosso corpo emocional. O floral limpará esses nódulos, que podem se manifestar no corpo físico criando sinusites crônicas, problemas hormonais, irregularidades menstruais, gânglios linfáticos. A essência nos faz perguntar “O que sinto real

mente pelo outro? O que sinto perante essa situação difícil ?” (quando vivemos um conflito)

3

Para o terapeuta, quando um paciente causa conflito dentro de nós.

3

Nas decisões em relacionamentos: primeiro o Cherry Plum (para limpar as projeções), depois o

Scleranthus para a escolha.

3

Em síndrome do pânico, reconectando a Alma ao corpo.

3

Em separações ou perdas nas quais a pessoa acha que vai morrer.

3

Filhos de pais em separação (Cherry Plum ou Star of Bethlehem).

3

Essência do contrôle em todos os níveis: das emoções, da divisão celular (metástases), hormonal

(associar o Larch), da dor (associar ao Holly, ou Elm ou Willow), dos esfíncteres, de hábitos, de crises psicóticas, de cacoetes e manias.

3 BEBÊS CHERRY PLUM (C.M.): em bebês que tiveram sofrimento fetal, associar o Cherry Plum ao

Star of Bethlehem ou Rescue, e nos bebês que não receberam aleitamento materno e têm defesas baixas, associar o Cherry Plum ao Crab Apple.

32

Chestnut Bud

(Grupo: falta de interesse nas circunstâncias atuais)

Aesculus Hippocastanum

VIBRAÇÃO da CAPACIDADE de APRENDIZADO

- Descrição do Dr. Bach Para os que não tiram todo o proveito da observação e da experiência, e que levam mais tempo que os outros para aprender as lições da vida cotidiana. Embora uma experiência baste para alguns, essas pessoas necessitam de mais, às vezes de várias experiências, antes de aprender a lição. Por isso, para seu pesar, acabam tendo de cometer o mesmo erro em diferentes ocasiões, enquanto uma vez seria o bastante, ou enquanto uma observação do outros poderia evitar até esse único erro.

- Descrição Geral

É indicado para as pessoas com dificuldade de aprendizagem . Estas não conseguem aprender com as

experiências e comentem sempre os mesmos erros. Também crianças que apresentam dificuldade escolar.

- Regis Mesquita

Nome popular: botão da Castanheira-da-Índia. Coloração: verde. Floração: abril e maio. Preparação da essência: método de fervura. Florais de Minas: Salvia (Salvia officinalis / Salvia).

Esta essência não é extraída de uma flor. Sua extração é feita a partir do botão da castanheira-da-índia. Quando este botão desabrocha se transforma na flor da essência White Chestnut. Esta essência está diretamente relacionada com a capacidade da pessoa transformar suas vivências e as vivências alheias em aprendizado e maturidade. Quando não há aprendizado repetimos os mesmos erros. Isto pode acontecer por falta de interesse, falta de observação, ou por esquecimento do passado. Possuem uma visão superficial das situações e estão pouco interessados em perceber quais são as suas

dificuldades e erros. O auto-conhecimento não é buscado. Muito pelo contrário, as experiências, principalmente as ruins, são deixadas de lado rapidamente.

É comum estas pessoas apresentarem doenças periódicas. As crianças que necessitam da essência de

Chestnut Bud são distraídas, esquecidas e lentas no aprendizado. A essência Chestnut Bud ajuda estas pessoas a transformarem as experiências em aprendizado. Este

processo de aprendizagem acontece a partir do ato da pessoa enfrentar seu passado. suas experiências, avalia seus erros e acertos, e assim consegue superar suas dificuldades.

Ele avalia

ê Especialmente útil para aqueles indivíduos que estão constantemente se envolvendo em relacionamentos abusivos. Também na recuperação de problemas de dependência.

33

- Notas: Jessica Bear Reter as memórias do passado para facilitar o crescimento e o entendimento futuros. Para corrigir quaisquer hábitos perniciosos. Baço-pâncreas: retrocessos em pretensões aguardadas. Pulmões: retrocesso por um pesar.

* Combinações mais comuns(Jessica Bear):

Cerato: é um perfeito assistente para estes tipos, que estão sempre perdidos nos caminhos viciados. Centaury: como estes tipos têm dificuldade em dizer “não”, não aprendem por si mesmos. Chestnut Bud os ensina a aprender uma primeira vez. Vervain: aprender a não interferir nos assuntos alheios com seus maravilhosos conselhos.

-

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

O paciente parece relativamente despreocupado e ingênuo.

3 Na anamnese: com frequência doenças que se manifestam de modo esporádico em todos os sistemas orgânicos possíveis, embora o paciente não possa informar sobre suas observações ou experiências.

3

Na criança: problemas de aprendizado, desenvolvimento em atraso.

-

Benefícios (M.S.):

3

Transformação construtiva das experiências.

Chestnut Bud - GERAL

Sintomas-chave: Repetição dos mesmos erros, uma e muitas vezes, porque as experiências, na realidade, não são assimiladas e com elas não se aprende o suficiente. Sintomas do bloqueio de energia:

- Os mesmos erros repetem-se muitas e muitas vezes, os mesmos argumentos, os mesmos acidentes, etc.

- Parece muito lento em aprender com a vida, seja por falta de interesse, por indiferença, por pressa interior, seja por falta de observação.

- Não extrai o bastante da experiência, os acontecimentos não são reconsiderados com profundidade suficiente.

- Tenta esquecer experiências desagradáveis o mais depressa possível.

- Prefere atirar-se a novas aventuras, em lugar de deixar que as aventuras passadas surtam algum efeito real.

- Nunca pensa em aprender com a experiência alheia.

- Parece ser ingênuo, atrapalhado, desatento.

- Alunos lerdos, bloqueios mentais, desenvolvimento retardado.

- Moléstias físicas aparecem regularmente, em intervalos periódicos, sem que se saiba por quê. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Mentalmente flexível, bom aluno.

- Mentalmente ativo, também aprende pela observação do comportamento dos outros.

- Segue os acontecimentos da vida com atenção, tomando nota sobretudo do que é negativo e dos próprios erros.

- A atenção sempre focaliza o presente, e cada experiência é um ganho interior.

- Saca o melhor do que a vida tem para dar.

- Capaz de ver-se a si e às próprias faltas a distância, como os outros as vêem.

* CARMEM MONARI:

34

3 Chestnut Bud dá a compreensão que é o entendimento pelo nosso corpo: percepção corporal, agindo na memória celular que está latente.

3

Age na Pineal.

3

Importante nos processos de terapia, para a compreensão do passado e também de como fazemos

as doenças.

3

Essência estrutural, dá suporte.

3

É a essência do aprendizado: motor, mental, escolar, da vida, dos relacionamentos, recuperações

após derrames ou acidentes, imaturidade física ou mental, percepção corporal, entender o porquê de

sentimentos que se repetem, doenças crônicas, entendimento do porquê dos vícios ou dependências.

Chicory*

(Grupo: excessiva preocupação com o bem-estar dos outros)

Chicorium Intybus

VIBRAÇÃO do AMOR INCONDICIONAL

- Descrição do Dr. Bach Para os que pensam muito nas necessidades dos outros e tendem a cuidar excessivamente das crianças, dos familiares e dos amigos, e sempre encontram algo que precisam endireitar. Essas pessoas estão continuamente corrigindo o que lhes parece errado e se comprazem com isso. Querem que aqueles dos quais cuidam permaneçam perto delas.

- Descrição Geral Essa essência poderá ajudar as pessoas muito possessivas que tendem a manter o controle sobre as outras e a dirigir suas vidas. São pessoas dominadoras, carentes, muito dependentes e presas a regras socias.

- Dr. Edward Bach Centre

Pessoas que estão cheias de amor e cuidado por seus familiares e amigos. Mas esperam receber de volta todo o amor que dão, com interesse, e sentem-se menosprezadas e desnecessariamente feridas se não recebem o que esperam. Além disso, seu grande amor pode levá-las a prender seus amados e tentar mante- los dependentes e presos. Isto pode asfixiar o desenvolvimento de outras personalidades, ou simplesmente dirigi- las. Quando alguém cai neste estado negativo de Chicory, o remédio é usado para traze-lo ao lado positivo da pessoa Chicory: amor doado incondicionalmente e em liberdade.

- Regis Mesquita

Nome popular: chicória. Coloração: azul. Floração: julho a setembro. Preparação da essência: método solar. Florais de Minas: Chicorium (Chicorium intybus / Chicória).

As pessoas que necessitam de Chicory são carentes afetivas e possuem muito medo de serem rejeitadas ou deixadas de lado. Por isto dão amor, mas cobram, exigem, controlam. Elas podem dizer: “eu faço tudo por você e você não faz isto por mim?”. Elas interferem na vida alheia “só para ajudar”. Organizam, criticam, mandam e cuidam dos outros e assim se consideram na condição de cobrar fidelidade, amor, obediência e dedicação daqueles a quem muitas vezes sufocam com seu amor egoísta. Facilmente ficam magoados, tristes, choram, e sentem-se desprezados. Nestas horas reclamam de ingratidão e mostram uma grande auto-piedade. São ciumentas e possessivas. Quando crianças são birrentas e querem ser mimadas. Adultos e crianças podem chegar a simular doenças com a única função de terem as pessoas à sua volta. Usam e abusam da chantagem emocional. Ótimo para as mães possessivas que tem dificuldade em permitir que seus filhos cresçam e sigam sua própria vida.

35

Chicory ajuda estas pessoas a elevarem seu amor e dedicação a categoria do amor e do

serviço desinteressado.

ê Para indivíduos possessivos, egocêntricos e manipuladores, com grande necessidade de receber atenção.

- Notas: Jessica Bear Só amam para diminuir sua insegurança de não serem amados e estarem sós.

*

Indicadores de Chicory(Jessica Bear):

3

possuem aqueles a quem amam.

3

mães extremamente dedicadas.

3

crianças que mandam nos pais.

3

exigem respeito.

3

mestres da manipulação.

3

sentem-se presos numa armadilha.

3

não podem deixar ir (pessoas ou coisas).

3

a liberdade é a maior dádiva.

3

condições estagnantes -congestivas.

*

Uso em combinações(J.B.):

3

relacionamentos- dar e ter liberdade.

3

hábitos- deixar o hábito ir.

3

terminais - deixar-se ir para o outro lado.

*

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

Em geral, personalidade forte. Na mulher, muitas vezes a “mãe e dona de casa perfeita”, que segura firmemente as rédeas.

3 Na anamnese: problemas com a mãe; ou o paciente que na infância foi obrigado a desempenhar um papel para o qual não estava à altura em termos de desenvolvimento.

3 Variados sintomas de doenças, a fim de chamar a atenção ou conseguir cuidados extras, pequenos acidentes, asma, sintomas de

histeria, etc.

3 O paciente está em uma situação (por exemplo, na profissão) na qual precisa, devido às circunstâncias, manipular ou usar de estratégias.

*

Benefícios (M.S.):

3

Doar-se emocionalmente com mais espontaneidade.

3

Lidar melhor com as próprias necessidades.

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para pessoas possessivas, egoístas e supercríticas com os outros.

- Para os dominadores, controladores e dissimuladores com os que lhes estão mais próximos.

- Para os egocêntricos, chantagistas emocionais, lastimosos e exigentes de atenção.

36

- Para os que superprotegem os que amam, principalmente as crianças, buscando a dependência dos outros

para assim retê-los.

- Para pessoas que choram com facilidade, que se irritam à toa ou que vivem a lastimar-se por sentimento de ingratidão para com elas.

Precauções:

- Como Chicory corta raízes e apegos, é importante indicar este floral também quando ocorrem mudanças. Chicory trabalha as emoções básicas, por isto é recomendado dá-lo antes de Water Violet e Walnut, que trabalham a renovação.

- Útil para pessoas que evitam o contato físico íntimo com os outros.

- Ajuda a trabalhar os aspectos obsessivos, especialmente por limpeza do lar.

- Recomendado para ser utilizado em fórmulas florais indicadas para descontração e desapego.

- Ameniza a possessividade de filhos únicos em relação a seus pertences.

- Para acalmar crianças que choram, desesperadamente, quando deixadas sós ou que usam de chantagem afetiva.

- Útil na elaboração de luto patológico (pelo apego doentio a lembranças do falecido ou da pessoa que a abandonou).

- Importante na “síndrome do ninho vazio”.

- Regulariza o ciclo menstrual em mulheres com disfunção hormonal.

- Indicado para depressão pós-parto (quando a mãe não consegue desprender-se do bebê).

- Útil em distúrbio cardiovascular e na hipotensão arterial, como acréscimo a tratamento com médico especialista.

- Auxilia na asma, tanto de crianças como de adultos, porque o envolvimento emocional destas pessoas é muito forte, opressor e angustiante.

- Recomendado sempre quando uma pessoa, sentindo-se vítima (do tipo histérico), tenta ou fala em suicídio.

- Labilidade e instabilidade afetiva, imaturidade emocional.

- Lástima e automiseração.

- Medo, tensão, ansiedade, ambivalência e ciúme.

- Depressão (sentimento de inutilidade).

- Obsessividade, pensamento de cunho mágico e/ou incoerente.

- Idéias supervalorizadas de auto-referência, de capacidades, fóbicas, de sofrimentos, etc.

- Exacerbação ou retraimento da fala.

- Dor no peito e sintomas ligados à patologia cardíaca, como taquicardia e outros.

- Sintomas ligados a patologias respiratórias.

- Sintomas ligados a problemas dermatológicos.

- Tensão muscular.

- Impotência sexual (fantasia da vagina dentada).

- Transtornos ginecológicos tais como frigidez, herpes vaginal, dores pulsantes e permanentes, fibromas, quistos, tumores nas mamas, pólipos.

- Obesidade, especialmente nos quadris.

Crianças:

Quando bebês, choram muito, reclamando muita atenção direta: colo, (choro de “manha”), atendimento imediato na fome e presença constante da mãe. Mostram por ela um apego excessivo e rejeitam com brabeza qualquer pessoa substituta temporária. A hora de conciliar o sono (separação da mãe) é a mais conflituada. A mãe, geralmente também em estado Chicory, não consegue ser continente às ansiedades naturais do processo de separação e individuação. A criança não passa tranquilamente da etapa simbiótica para a exploratória (com sucessivas aproximações e afastamentos). Assim, as etapas seguintes (competição e socialização) também ficam seriamente prejudicadas. Egocentricamente querem ter as pessoas à sua volta, principalmente os familiares. Em qualquer contrariedade ficam irritadiças ou apelam para a autocomiseração e o choro. Podem ser espalhafatosas, dizendo coisas inconvenientes e críticas. Provocam discussões e competições, tentam mais dividir para reinar do que juntar.

Sugestões de apoio:

- Aprender a amar sem possuir e sem esperar retribuições.

- Aceitar a vida calmamente no aqui e agora.

- Viver em paz, vencendo a paixão e sendo firme consigo mesma.

- Sintonizar conscientemente com as dimensões mais profundas da vida, deixando a intuição e a sensibilidade fluírem livremente.

37

- Permitir contato físico com a água (mergulhar, contemplar, viver perto de um rio, de um lago, do mar).

- Entrar em contato ou viver com pessoas intuitivas, que expressem claramente, seus sentimentos e nas quais possa confiar e se apoiar (modelos).

- Realizar exercícios físicos moderados e aeróbicos para estimular o chakra do coração.

- Relaxamento, massagens e alimentação leve (mais natural possível).

- Em termos de trabalho e atividades, é útil relacionar-se com pessoas que se envolvam, intensa e prazerosamente, com o que estão fazendo.

Chicory - GERAL

Sintomas-chave: atitude possessiva, interferindo excessivamente e manipulando secretamente. Exigindo apoio total dos circunstantes e caindo na automiseração quando não vê satisfeita a sua vontade. Sintomas do bloqueio de energia:

- Egoísta, dominador, exige muito, o que enerva os outros.

- Presta atenção às necessidades, desejos e progressos da família e do círculo de amigos, como disciplinador menor.

- Sente prazer em fazer comentários constantes sobre coisas, corrigindo, criticando.

- Precisa ter “entes queridos” à sua volta, como uma corte, a fim de lhes monitorar e dirigir discretamente a vida.

- Faz tudo pelos outros, obrigando-os praticamente a aceitar suas boas ações. Note: “Você o terá, ainda que isso o mate!”

- Egoísmo, amor condicional. Eu o amo, contanto que

- Com certo orgulho íntimo de propriedade, brinca com a afeição oferecida pelos outros.

- Brincando de diplomata, manipula e habilmente consegue angariar a vontade de outrem, ou conservar sua influência sobre ele.

- Chantagem emocional.

- Quer manter laços emocionais que já tiveram o seu momento, como por exemplo o relacionamente entre mãe e filho, a situação entre a noiva e noivo, etc.

- Acha difícil perdoar e esquecer.

- Medo secreto de perder amigos, relações ou propriedade.

- Sente-se facilmente desprezado, deixado para trás ou ferido.

- Exagera na descrição do seu suplício.

- Pode recorrer à doença, em determinadas ocasiões, para ganhar simpatia ou lograr os seus fins.

- Fica muito zangado quando as coisas não correm de acordo com os seus desejos, possivelmente bancando o mártir; pode debulhar-se em lágrimas diante da ingratidão alheia.

- Fala do que “o outro me deve”.

- Supermães, seguram com firmeza as rédeas da família.

- Crianças constantemente necessitadas de atenção, não gostam de ver-se independentes, agarram-se, etc.

- Evita o contato físico com os outros. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- A “mãe eterna” (arquétipo).

- Dedica-se aos outros com muito amor e devoção.

- Dá sem nada esperar em troca ou sem precisar disso.

- Calor, bondade, sensibilidade, seguro de si.

- Proporciona segurança e um sentido de proteção aos outros.

* CARMEM MONARI:

3 Chicory age desgrudando as raízes profundas que o nosso Eu prendeu pelas carências. Que os nossos sentimentos não nos engulam. Preenche o Vaso de Base.

3

Preenche nossas perdas e abandonos.

3

Olhar marcante (olhos escorpioninos).

3

Somatizações no trato genital e digestivo (constipação).

3

Desapego de órgãos retirados em cirurgias.

3

Problemas nos rins e/ou infecções no trato urinário.

3

Desapego em relacionamentos, inclusive nos homosexuais.

3

Para as meninas irritadas, ansiosas e agitadas.

3

Para os homens possessivos e ciumentos.

3

Chicory + Aspen = quando o vazio do vaso da base gera pânico.

3

Nas fases de mudança hormonal feminina: menarca/menopausa.

38

3 Mulheres: possessividade com insatisfação (+ Heather), descrença em sua capacidade feminina (+

Larch), cansaço no baixo ventre e dor no quadril (+ Hornbeam - não usar no período menstrual).

3 CRIANÇAS CHICORY (c.m.): que sofreram o abandono, para ajudar no desmame e retirada da chupeta. Se a criança é muito apegada à mãe, as duas devem tomar Chicory.

3 Podemos combinar o Chicory a outras essências, para nos ajudar a ter o entendimento da nossa Mãe Interna:

3 Nas pessoas que vêem a mãe como uma sombra ou não sabem quem é sua mãe verdadeira, ou seja,

nos casos de filhos que não aceitam a mãe adotiva e vivem à sombra da mãe biológica (a que os gerou). Nunca estão felizes, podem se sentir insatisfeitos, vazios, porque não receberam o amor da mãe adotiva, por mais que ela os ame e doe o seu amor, eles não querem receber. A sombra atrapalha tudo. Neste caso é importante trabalharmos o floral Aspen, que desvelará a sombra da mãe do inconsciente, e o Chicory para preencher seus vazios e a carência, doando o amor de Mãe Divina para os acolher e sentirem-se amados. Toda pessoa adotiva sempre tem uma ligação muito forte com sua mãe biológica. Se não resolver esse problema de rejeição, formará um vazio que será muito difícil de ser preenchido por qualquer outra mãe.

3 Nos casos que a mãe morreu, por exemplo, quando a criança nasceu, ela será criada por outra pessoa, mas o vazio da mãe que se foi poderá ser preenchido com o Chicory e daremos o Star of Bethlehem para o trauma da perda.

3 Naqueles casos em que a mãe abandonou os filhos, deixou-os com o pai ou com outra pessoa, ficará a ausência da Mãe, novamente o Chicory será o floral de como cada pessoa reagiu perante o abandono. Nestes casos também pode se criar uma sombra sobre esta mãe e novamente podemos associar o Aspen.

3 Naqueles que mataram a Mãe interiormente, que têm ódio dela por algo que ela lhes fez, devemos nos

lembrar da associação dos florais Holly e Chicory. O Holly fará com que perdoem sua mãe. Como já disse, o maior crime que alguém pode cometer é matar a mãe; estará matando parte de si mesmo, o seu interior ficará morto.

3 Naqueles para quem a Mãe é um modelo de Anima do homem, que se fixa nesse modelo e nunca

encontrará uma mulher que a supere, pois eles têm um sentimento doentio pela mãe. Lembremo-nos do Chicory para trabalhar a mãe interna verdadeira e o desapego à mãe, com o intuito de ele buscar uma mulher como companheira. E a ajuda do floral Wild Rose para auxiliá-lo a sair da apatia e da resignação da vida, para trabalhar a Anima desse homem dando-lhe luz e fazendo com que ele se abra para um feminino exterior.

3 Para as mulheres que necessitam de uma estruturação do seu Modelo Feminino, quando o Vaso de

Base está sem energia, é importante lembrar a associação dos florais Hornbeam e Chicory; por exemplo, uma mulher que fez uma cirurgia ginecológica e retirou o útero, os ovários e fica o vazio da retirada dos órgãos, o Chicory será muito importante e o Hornbeam ajudará a estruturar o espaço vazio e dará energia criativa para o Vaso de Base material que ficou ausente, trabalhará o espaço energético.

39

Clematis*

(Grupo: falta de interesse pelas circunstâncias atuais)

Clematis Vitalba

VIBRAÇÃO do IDEALISMO CRIATIVO

- Descrição do Dr. Bach De grande utilidade para as pessoas sonolentas, indolentes, que nunca estão totalmente despertas, nem demonstram grande interesse pela vida. Para pessoas paradas, que não estão muito felizes com a situação em que se acham, e que vivem mais no futuro do que no presente, alimentando esperanças de que cheguem melhores dias, quando seus ideais tornar-se-ão realidade. Algumas dessas pessoas, quando estão doentes, se esforçam muito pouco para se recuperar e, em alguns casos, chegam a desejar a morte, na esperança de tempos melhores ou de encontrar uma pessoa querida que tenham perdido.

- Descrição Geral Pessoas com grande dificuldade de concentração e de viver o presente devido à falta de interesse pelas coisas. Aquelas pessoas que parecem estar sempre com o pensamento distante e tem dificuldade em memorizar.

- Dr. Edward Bach Centre

É para pessoas cuja mente tende a fugir do presente para fantasiar o futuro, ou para versões alternativas

do presente. Muitas vezes seus sonhos são de um futuro de grande sucesso, empreendimentos criativos e

aquisições, mas o perigo da pessoa neste estado é que seus sonhos permanecerão fantasias pois a pessoa Clematis não está suficientemente ancorada na realidade para fazer acontecer.

O remédio ajuda a trazer esta pessoa para a terra e para si mesma para que possa construir castelos na

terra em vez de no ar. Algumas vezes o estado Clematis é confundido com o estado Honeysuckle, mas de fato os dois são realmente diferentes. No estado Honeysuckle a pessoa está vivendo em fantasias nostálgicas do pessado ou revivendo velhos pesares; mas a pessoa Clematis tende a imaginar o futuro. Clematis é um dos ingredientes do Rescue Remedy, onde é utilizado para ajudar na confusão, iluminando sentimentos que podem aparecer em momentos de emergência.

- Regis Mesquita

Nome popular: clematis. Coloração: branca. Floração: julho a setembro. Preparação da essência: método solar. Florais de Minas: Rosmarinus (Rosmarinus officinalis / Alecrim).

40

Existem pessoas que não conseguem se fixar no aqui-agora. Elas estão sempre “voando”, buscando nos sonhos o prazer que não conseguem desfrutar no presente. Acabam vivendo superficialmente o presente, e por isto tem dificuldade em guardar detalhes. A memória fica, assim,

prejudicada.

Como são distraídos, estão mais propensos a se envolverem em acidentes. Cair, trombar, cortar, etc. tende a ser mais comum neste tipo de personalidade. Sua capacidade de concentração é baixa, o que pode levar a baixos resultados na aprendizagem. Eles vivem presos em seus próprios mundos de fantasias. Com isto seu interesse pelo mundo real decai. Costumam ficar sozinhos curtindo seus devaneios sem sentir a falta de ninguém. Seu olhar fica “solto” ou “perdido”, se tornam mais passivos e indiferentes ao que acontece. As atividades cotidianas podem ser prejudicadas pois é comum apresentarem soluções “fora da realidade” para os problemas mais corriqueiros. São imaginativos e criativos, mas com pouco senso prático. São sonolentos. É muito útil quando ocorre perda dos sentidos, estados de coma, em caso de acidentes e em situações estressantes em que a pessoa tem que manter o pé no chão.

A essênc ia Clematis ajuda estas pessoas a “encarnarem-se de verdade” no aqui-agora. os a aprender a viver o mundo real tendo prazer.

Ajuda-

ê Para pessoas que perderam o interesse pela vida cotidiana. Geralmente são infelizes em sua vida real. Pode ser muito útil para crianças com dificuldades de aprendizado.

- Notas: (Jessica Bear) O engano é achar que podem escapar dos desafios da vida no plano material, ignorando-os e fixando-se nos próprios sonhos e pensamentos.

*

Indicadores de Clematis (J.B.):

3

os s onhadores

3

procrastinadores; falta-lhes ação para manifestarem seus pensamentos.

3

sensíveis a dramas ecológicos e à vida.

3

passam facilmente para o “outro lado” (anímico-espiritual).

3

médiuns naturais, intuitivos.

3

vivem com naturalidade em outros planos.

*

Uso em combinações (J.B.):

3

sucesso- materializa os dons.

3

hábitos- iniciar e fixar-se num hábito.

3

aprendizado- aumenta a concentração.

3

exames- permanecerem focados e alertas.

3

viagens- permanecerem acordados, centrados.

3

energia- para os que adormecem facilmente.

3

resgate- para situações de inconsciência.

3

meditação- para não entrar em devaneios.

3

terminais - para condições comatosas.

41

*

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

O paciente parece sonolento, desatento, ausente, “cabeça-de-vento”.

3

Na criança: olhar perdido ao longe.

3

Fraco instinto de conservação, o paciente mostra, em caso de doença, pouca pressa em recuperar rapidamente a saúde.

3

Eventualmente talentos artísticos e idéias românticas, ou também irreais ou enganosas.

3

O paciente se queixa de tendência a desmaios, distúrbios visuais ou auditivos, tendência a fraca circulação sanguínea periférica.

*

Benefícios (M.S.):

3

Estar mais presente.

3

Utilizar os dons criativos em coisas práticas.

Clematis - GERAL

Sintomas-chave: sonhador, pensamentos sempre em outro lugar; escassa atenção ao que acontece à sua volta. Sintomas do bloqueio de energia:

- Perdido nos seus pensamentos, distraído, raro plenamente acordado.

- Desatento, disparatado, fantasioso.

- Nenhum interesse agudo pela situação presente, vive mais em seu próprio mundo de fantasias.

- Errante entre os mundos, frequentemente não se sente em casa na realidade.

- Idealista, espera um futuro melhor, o interesse pelo presente, portanto, é indiferente.

- Parece um tanto confuso, um pouco desorientado.

- Alimenta idéias ilusórias quando sobrevêm problemas.

- O olhar sem concentração e os olhos de visionário são típicos.

- Parece sonhador e nunca inteiramente desperto.

- Reage com a mesma indiferença a boas e más notícias.

- Raras vezes alguma agressão ou ansiedade, porque não está todo no presente.

- Falta de vitalidade, apático, de quando em quando muito pálido.

- Experimenta facilmente a sensação de mãos e pés frios ou “mortos”, ou a sensação de vazio na cabeça.

- Sensação de flutuação, não raro sentindo-se dopado, como anestesiado.

- Precisa de muito sono, gosta de dormir, cabeceia nos momentos mais esquisitos.

- Desfalece com facilidade, tendência para desmaiar.

- Fraca imagem do corpo, propende a se chocar com as coisas.

- Memória fraca, não tem o sentido do pormenor, porque, desinteressado, não se esforça para prestar a devida atenção.

- Sujeito a apresentar problemas de visão ou de audição, pois os olhos e os ouvidos são mais ligados ao interior do que ao exterior.

- Mostra pouco desejo de sarar depressa quando está doente; o instinto físico de conservação é fraco.

- Em certas ocasiões não faz objeção a morrer, embora não tenha intenções suicidas ativas.

- Imaginativo, artístico, romântico, excêntrico, mas desajeitado na vida cotidiana.

- Dons criativos não aproveitados, detentor de dotes artísticos, exerce cargos vulgares só para prover a sua subsistência.

- Grande atenção pela forma, pela cor, pelos sons e pelas fragrâncias. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Tem o domínio do mundo das idéias e encontra, todos os dias, novo interesse pelo mundo real, porque as conexões entre os diferentes mundos e o sentido mais profundo por trás deles são compreendidos e aceitos.

- Decidido a dar à criatividade expressão física, como escritor, ator, desenhista, etc.

* CARMEM MONARI:

3 Clematis coloca a pessoa num plano mais prático.

3

Dificuldades em lembrar o passado e também no pensamento analítico.

3

Importante fazer trabalho corporal para puxar a pessoa à terra.

3 É superficial nos sentimentos. Pode desenvolver alergias para transformar o sentir (alergias/psoríase/vitiligo - fotosensibilidades).

3

Naqueles que trocam o dia pela noite.

3

Flutuações homonais e no sistema linfático.

42

3 Combina bem com: Wild Oat (fortalece o propósito), Chestnut Bud (fortalece a consciência corporal), Larch (fornece o empurrão para os “enrolados”), Hornbeam (fortalece a estrutura, o pisar firme, energia da terra).

Crab Apple

(Grupo: desalento ou desespero)

Malus Pumila

VIBRAÇÃO da PUREZA

- Descrição do Dr. Bach É o remédio da limpeza. Para os que sentem como se tivessem em si algo não muito limpo. Às vezes trata-se de algo aparentemente de pouca importância, em outros casos pode haver uma doença mais grave que é quase ignorada em comparação com o problema que os perturba no momento. Em ambos os casos se encontram ansiosos por se verem livres de uma coisa em particular que a eles parece maior e tão importante que é preciso curar-se dela. Ficam muito abatidos se o tratamento fracassa. Este remédio limpa e purifica as feridas, se o paciente tem motivos para crer que ingeriu algum veneno que deva ser eliminado.

- Descrição Geral Essa essência vai limpar a mente trazendo à tona os sentimentos de impureza, de autodesaprovação, tudo aquilo que causa desequilíbrio podendo se transformar em doença . Uma vez conscientizadas de suas dificuldades as pessoas serão capazes de ver os fatos em suas reais proporções.

- Dr. Edward Bach Centre

É conhecido como o remédio da limpeza, e como o “sexto ingrediente” adicionado no Rescue Creme. É usado para ajudar pessoas que sentem que há algo sujo ou tóxico sobre elas, ou que abominam algum aspecto de sua aparência ou personalidade. Às vezes pode haver algo errado verdadeiramente real, mas a pessoa ignorará os grandes problemas e se concentrará obssessivamente naquilo em que se fixou. Este é o porque de Crab Apple é algumas vezes dado a pessoas obcecadas por limpeza, comportamentos repetitivos como lavar as mãos, checar constantemente se os aparelhos elétricos estão fora das tomadas, e coisas deste tipo.

- Regis Mesquita

Nome popular: macieira. Coloração: branca.

43

Floração: maio. Preparação da essência: método de fervura. Florais de Minas: Malus (Malus pumila / Macieira).

Os tipos que necessitam de Crab Apple são obcecados por limpeza, ordem e perfeição. Tudo tem que estar perfeito para que eles se sintam puros e seguros. O meio ambiente poluído significa correr risco de se contaminar. Uma espinha no rosto de um adolescente é capaz de fazê-lo ficar dias sem sair de casa tamanho desgosto e vergonha que causa tal “imperfeição”. Alguns tomam vários banhos por dia com a intenção de manterem-se limpos. Outros tornam-se obcecados por manter uma boa aparência física.

Suas mentes são detalhistas. Um pequeno detalhe que não está perfeito é capaz de estragar todo o

esforço de um trabalho muito maior e mais importante. A pessoa que necessita de Crab Apple pode organizar uma linda festa de aniversário e sentir que todo o seu esforço foi estragado por um pequeno detalhe que não ficou como gostaria. Muitos são hipocondríacos, porque qualquer detalhe diferente no corpo já é interpretado como mais uma doença (imperfeição e impureza).

São pessoas que sofrem porque consideram seus pensamentos e sentimentos impuros.

Seu

corpo é, comumente, fonte de aversão, vergonha e impureza. Nutrem desgosto e aversão de si ou de algo exterior. Esta situação gera um sentimento persistente de angústia e insatisfação. Com estes sentimentos fica difícil conseguirem apreciar o que de belo acontece a sua volta. Possuem tendência a sofrer de alergia e a terem doenças psicossomáticas. Este quadro aparece comumente em adolescentes. Esta essência é utilizada como depurativo. A essência Crab Apple ajuda-os a perceber seus problemas na real dimensão. Ajuda-os a perceber que apenas a obra de Deus é pura e perfeita e que a obra humana, com toda sua imperfeição, é o reflexo de sua pequena evolução e do materialismo que o tem guiado.

ê Também indicado para pessoas que sentem vergonha de sua doença ou deficiência. Para anorexia nervosa ou bulimia. Para vítimas de estupro e incesto que se sentem sujas.

ê Um Crab Apple típico é o fictício detetive da série “Monk”.

- Notas: (Jessica Bear) Para ter uma saudável auto-estima. Para limpar-se de vergonha e culpa. Para todo tipo de lesão de pele que cause auto- reprovação: acne, manchas, etc. Congestão ou estagnação sob forma de secreções catarrais ou purulentas, como sinusite, otite, bronquite, abcesso, etc.

* Combinações mais comuns (J.B.):

Agrimony: quando da vergonha do passado. Gorse- para a desesperança de que jamais se livrarão dessa vergonha. Chicory: sua possessividade envenena e congestiona seu sistema e todos ao redor. Heather- para os venenos acumulados devido à autopossessão. Cerato : quando sofrem de um estado tóxico causado por sua baixa autovalorização, que provém de acharem que os outros os vêem como estúpidos.

Holly- para auto-aceitação. Pine- para a culpa. Vine- para que venham para um estado de autoridade e respeito. Mimulus : para o auto envenenamento causado por odiarem e se ressentirem do que a vida lhes fez. Holly- para a negatividade. Rock Rose: quando envenenados por seu estado mental altamente excitado e em pânico, que sobrecarrega as supra-renais. Olive- para o estado mental que exaure as supra-renais.

44

- Indicadores Adicionais (M.S.):

3

Aparência exterior cultivada com esmero.

3

Aversão por si mesmo quando com erupções cutâneas, cheiro de suor nos pés, etc.

3

Grande necessidade de limpeza (lavar-se obsessivamente / muitas vezes associado com Vine).

3

Medo exagerado de bactérias, insetos, lixo, etc.

3

Forte atividade excretora do corpo, por exemplo, resfriados crônicos e outros.

- Benefícios (M.S.):

3

Consciência das conexões mais elevadas.

3

Melhor compreensão da própria corporalidade.

Crab Apple - GERAL

Sintomas-chave: sente-se sujo, infectado; aversão por si mesmo. Perde-se em pormenores. Sintomas do bloqueio de energia:

- Ênfase demasiada dada ao princípio da pureza da alma e do espírito e/ou do físico.

- Aversão por si mesmo, à conta de pensamentos negativos, palavras descarinhosas proferidas, comportamento egoísta em relação aos outros.

- Condenação de si mesmo por haver feito alguma coisa em desacordo com a própria natureza interior.

- Sente que precisa limpar todos os pensamentos impuros.

- Sente-se pecaminoso, emporcalhado.

- Superestima o pormenor perdendo de vista o plano global.

- Perde-se em minúcias, deixa-se tiranizar por coisas de somenos.

- Dona de casa perfeita, mostra uma exatidão pedante.

- Tudo tem de estar sempre limpo como um alfinete.

- Os de fora dizem: “Ela tem macaquinhos no sótão”.

- Sensível à falta de ordem, tanto em público quanto na vida particular.

- Tem problemas, às vezes, com todos os atos terrenos e físicos, como por exemplo dar de mamar e beijar.

- Acha repugnante os que têm erupções cutâneas, pés suados, manchas, verrugas, etc.

- Aflição provocada por todas as formas de sujeita, insentos, perigos de bactérias, etc.

- Grande necessidade de asseio, e até necessidade de banhar-se com frequência.

- Medo de comidas que podem estar estragadas, medo de sanitários sujos, drogas erradas, poluição ambiental, etc.

- Grande necessidade de exteriorizar-se: tosse nervosa, coriza crônica, descarga, etc. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Generoso, as pequenas coisas não lhe alteram a compostura.

- Vê tudo em sua perspectiva apropriada.

- Sentido do quadro global.

- Reconhece as questões não resolvidas e é capaz de transformá-las.

* CARMEM MONARI:

3 Catarse e limpeza por meio de secreções.

3

Catalizador, ajuda outras essências limpando as “capas”.

3

Antídoto para neutralizar o efeito de um floral que não foi dado no momento certo .

3

Antibiótico Natural e fortalecedor da imunologia.

3

Para piolhos, escabiose (sarna), carrapatos, acnes, odores.

3

Infecções purulentas, bacterianas e catarros.

3

Ajuda nas constipações do tipo Chicory.

3

Corrimento e doenças venéreas (+ a essência do sentimento).

45

3

Depurador do sangue.

3

Catapora, rubéola, caxumba e sarampo infantis.

3

Limpa venenos internos (o Agrimony é menos catártico). Crab Apple é usado se por exemplo

comemos algo pesado, gorduroso ou estragado no sentido material, e Agrimony se a comida caiu como um veneno por causa de qualquer emoção que possamos ter tido durante sua ingestão.

3 Resgata o senso de proporção para vermos as coisas de seu real tamanho; porque às vezes nos

prendemos a um defeito ou a aspectos negativos de algo e perdemos a visão do Todo. É o espelho para a limpeza da auto-imagem (“Como eu sou? Como gostaria de ser?”).

3 NÃO USAR:

- Em casos terminais / fragilizados / aidéticos que já têm somatizações (usar preferivelmente o

Gorse).

- Em hemorragias digestivas ou ginecológicas (usar Rescue).

- Em fases de metástase de câncer (usar Cherry Plum).

- Em fases de herpes ou vírus se espalhando.

Elm

(Grupo: desalento ou desespero)

Ulmis Procera

VIBRAÇÃO da RESPONSABILIDADE CORRETA

- Descrição do Dr. Bach Para os que estão fazendo um bom trabalho, seguindo a vocação de sua vida, que esperam fazer algo importante e, com frequência, em benefício da humanidade. Em certas ocasiões, essas pessoas podem ter momentos de depressão, quando sentem que a tarefa que empreenderam é demasiado difícil e que ultrapassa as forças de um ser humano.

- Descrição Geral

É prescrito para as pessoas que tem grande senso de responsabilidade. Pessoas autoconfiantes, seguras,

com capacidade de liderança, que momentâneamente se sentem incapazes de dar continuidade ao trabalho que

vem assumindo por ser muito exigentes e perfeccionistas.

- Dr. Edward Bach Centre

É o remédio para pessoas que sofrem uma perda temporária da auto-confiança devido a uma

devastadora soma de responsabilidades tomadas. Tipos Elm genuínos são pessoas que têm sucesso e conduzem sem trabalho no qual acreditam, mas às vezes sentem o peso da carga e se tornam deprimidos e preocupados de que não serão capazes de prosseguir.

O remédio ajuda a dissipar esses sentimentos para que a pessoa Elm possa retomar sua vida sem pensar

em falhar.

O estado Elm pode ser usualmente contrastado com o estado Larch: apesar dos primeiros terem boa

vontade para mudar, somente ocasionalmente duvidam de suas habilidades, enquanto as pessoas Larch estão convencidas de que irão falhar mesmo antes de começar, e então tendem a não tentar coisas logo de início.

- Regis Mesquita

Nome popular: olmo. Coloração: marrom-avermelhado.

46

Floração: março e abril. Preparação da essência: método de fervura. Florais de Minas: Basilicum (Ocymum basilicum / Manjericão).

Os que necessitam da essência Elm são comumente fortes, altruístas e assumem muitas responsabilidades. São considerados confiáveis, responsáveis, seguros e confiantes. Devido às suas notórias capacidades tendem a tornarem-se líderes, comandantes e chefes. Estas pessoas correm o risco de identificarem-se com os papéis sociais que assumem e passarem a viver demasiadamente estes papéis (ex: o profissional que se orgulha de trabalhar 15 horas por dia, esquecendo-se que ele e sua família possuem necessidades que o trabalho não supre). Elas perdem a noção de seus limites interiores, pois sua atenção e motivação estão direcionadas à satisfação dos papéis sociais em detrimento da realização das necessidades do Eu Superior.

A conseqüência desta atitude errada é que momentaneamente e de repente, vivem a polaridade oposta de

sua personalidade. Ou seja, sentem-se incapazes, inseguros e sem força para realizar as tarefas cotidianas. São bons exemplos desta situação o empresário que construiu uma empresa de sucesso e que de repente se sente

inadequado e incapaz de levar a empresa adiante.

membros da família que de repente se sente sozinha e desanimada. São pessoas que se sobrecarregam de tarefas

e responsabilidades e que acabam vivenciando situações de esgotamento momentâneo. Esta situação psíquica momentânea pode provocar insônia, dores, nervosismo, confusão mental, etc.

Ou a mãe zelosa e carinhosa no cuidado de todos os

A essência Elm ajuda estes indivíduos a “recolocar os pés no chão” afim de voltar a enxergar os

problemas em suas devidas dimensões. Eles devem aprender a ter limites em suas atividades e nas responsabilidades que assumem. Eles devem aprender a se desapegarem de seus cargos e de suas funções e saber que seguir as orientações de nosso Eu superior é o melhor caminho para a paz e a tranqüilidade.

- Notas: Jessica Bear Mantem a atitude de “tudo a seu tempo” quando a vida se torna insuportável. Manter-se calmo, mesmo estando no centro da tempestade. Manter a atenção em seu objetivo. Sensação de opressão por muitos estimulantes, pólem ou poluição. Opressão aguda, de curta duração, que venha a causar depressão.

* Combinações mais comuns(J.B.):

Gentian: situações desagradáveis que causam opressão. Gorse- nenhum insight, desesperança. Olive- situação exaustiva. Oak- curvar, mas sem quebrar. Vervain: este tipo facilmente se angustia, pois planeja cada minuto de sua vida. Pensa ter um propósito a ser alcançado. Oak- para o suporte energético na conquista de sua meta. Rock Water- para as metas irreais ou inalcançáveis; cria uma atitude mais fluente, permitindo que o Eu Superior esteja no comando. Centaury: para as pessoas que fazem favores e não sabem dizer “não”, e que são oprimidas por pedidos e exigências alheias. Oak- lutar sem se quebrarem. Cerato : vivem sempre num estado mental oprimido. Sua preocupação constante em não tomar decisões erradas oprime a todos a seu redor.

Heather- para escapar do torvelinho mental.

- Indicadores Adicionais (M.S.):

3 Forte senso de responsabilidade; o paciente se identifica intensamente com sua tarefa ou com sua profissão.

47

Benefícios (M.S.):

3 Melhor distinção entre as necessidades pessoais e a identificação com uma tarefa.

Elm - GERAL

Sintomas-chave: sentimento temporário de inadequação. Subjugado pelas responsabilidades. Sintomas do bloqueio de energia:

- Sente-se de improviso, avassalado por uma tarefa.

- Sente que as responsabilidades são muitas.

- Sente que não tem forças para realizar tudo o que precisa e deseja realizar.

- Fases de depressão e exaustão em caracteres fortes, cuja confiança em si mesmo, normalmente excelente, desaparece temporariamente.

- Exaustão momentânea, mercê dos esforços constantes para sair-se num nível ótimo.

- Duvida transitoriamente de suas capacidades e adequação a uma função determinada.

- Tem a sensação de que poderá esmorecer.

- Está numa situação em que se tornou indispensável e agora acredita não poder abrir mão da responsabilidade.

- Trabalho em demasia e tarefas demasiado diferentes assumidas no momento. TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Altruísmo inerente.

- Segue o chamado interior.

- Talentos acima da média, grande potencial.

- Líder natural, positivo.

- Grande senso de responsabilidade.

- Senhor de si, confiante.

- Responsável, digno de confiança.

- Convicção inabalável de que a ajuda chegará sempre no momento certo.

- Pronto para tentar o impossível se for uma questão de superar dificuldades relacionadas com o todo.

- Capaz de ver problemas em sua perspectiva adequada.

* CARMEM MONARI:

3 Elm precisa resgatar a alegria de estar no mundo com simplicidade.

3 O erro de Elm é que ele não recarrega suas forças pedindo ajuda ao alto, ao Eu Superior. Acaba se rodeando de pessoas e dando proteção aos outros, esquecendo de pedir para si mesmo.

3 A diferença entre o Elm e o Oak (já que ambos são lutadores e altruístas), é que a sobrecarga de

obrigações que lhe são impostas, somente poderá ser executada por ele próprio. É um papel que lhe atribuem, faz parte de sua missão.

3 Desbloqueia os 7 chakras e coluna (que é seu ponto vulnerável). Nos ajuda a trabalhar os sete centros

de energia para propulsioná-los onde houver bloqueios. Ele desencadeia o processo de inciação da pessoa que possui muitas virtudes e não sabe usá-las com responsabilidade em benefício do próximo. É a luz que direcionará a Missão Pessoal, por meio do Fogo da Responsabilidade.

48

3 O Elm libera endorfinas no alívio das dores.

3 Pode sobrecarregar os rins pela expectativa de vida, assim como ter perturbações nos intestinos (lembrar do Agrimony em diarréias e do Crab Apple nas constipações).

3 CRIANÇAS ELM (C.M.): geralmente sérias, amadurecem cedo. É preciso que sejam mais soltas, livres e alegres. Por outro lado pode ser dado também para aquelas que precisam despertar o senso de responsabilidade. Combinações úteis nas crianças:

- Elm + Wild Rose = se forem muito apáticos.

- Elm + Water Violet = fechadas, sérias ou tristes.

- Elm + Agrimony = para serem mais alegres e felizes.

3 Elm + Scleranthus para aqueles que estão bloqueados, irritados, e não se definem para assumir seu

papel.

Gentian*

(Grupo: para os que sofrem de indecisão)

Gentiana Amarella

VIBRAÇÃO da FÉ

- Descrição do Dr. Bach Para os que desanimam facilmente. Essas pessoas podem fazer progressos satisfatórios no que diz respeito à enfermidade e aos negócios da vida cotidiana, mas diante do menor imprevisto ou entrave, começam a vacilar e logo desanimam.

- Descrição Geral Para pessoas que desanimam frente as dificuldades que surgem ,seja no trabalho ou problemas de saúde

e outros. O remédio floral vai devolver uma perspectiva positiva ajudando a compreender e superar a situação.

- Dr. Edward Bach Centre Este é o remédio para as relativamente moderadas depressões e desânimos que se seguem quando algo dá errado. Tão logo as coisas começam a dar certo este tipo de desânimo tende a ir embora por si mesmo, mas o remédio pode ser usado para abreviar este tempo enquanto a pessoa se sente mais capaz de fazer as coisas darem certo, ao invés de somente dar- lhe esperança de que as fará. Gentian é muitas vezes confundido com Gorse, mas de fato eles podem ser ordenados e separados muito facilmente. Pessoas num estado Gorse decidiram desistir e se sentem completamente sem esperança. Eles jogaram fora suas tentativas e se recusam a ser encorajados, e até mesmo se são persuadidos a tentar encontrar um modo, eles o farão rancorosamente, assegurando a todos que não há utilidade em qualquer tentativa. Pessoas num estado Gentian estão desencorajadas: mas eles voltarão a estar encorajados tão logo as coisas voltem a dar certo.

- Regis Mesquita

Nome popular: genciana. Coloração: roxa. Floração: agosto e setembro. Preparação da essência: método solar. Florais de Minas: Sonchus (Sonchus oleraceus / Serralha).

49

Para os indivíduos que são tão negativos e sem fé que qualquer obstáculo torna-se intransponível. São pessoas que desistem facilmente e por este motivo amargam inúmeras derrotas, o que torna-os ainda mais desanimados e negativos. Seu ceticismo faz com que dificilmente tentem uma mudança no seu modo de ser e assim não há melhora na situação de vida. Quando estão desanimados ou depressivos sabem dizer o porque. Seu estado de humor inclui depressões profundas e melancolia, sempre com causa definida. A causa pode ser a morte de um filho, um emprego que não foi conseguido ou uma prova que será muito difícil. O sofrimento destas pessoas se perpetua por elas não perceberem que o maior obstáculo a ser superado é sua falta de fé e perseverança, que mina toda a motivação de uma transformação da vida. A essência floral Gentian ajuda estas pessoas a resgatarem a fé e a esperança, que são a base para que elas perseverem e venham a ser

vitoriosas na vida. Os obstáculos e problemas de nossa vida devem ser considerados como um estímulo para que estejamos sempre nos aperfeiçoando e evoluindo. Portanto, a vida nos cobra que tenhamos força interior, confiança e fé para que possamos superar estes obstáculos. Esta é a lição que a essência Gentian nos ensina. Útil para as crianças que não perseveram na escola, em cursos e nos deveres em geral. Gentian atua sobre depressões de causa definida, Mustard atua sobre depressões cujas causas são desconhecidas.

ê Para aqueles que estão desanimados com repetidas contrariedades e adiamentos.

- Notas: Jessica Bear O engano é de que os reveses da vida indicam uma queda de seu poder pessoal. Estão sempre em dúvida por doarem energia a estes reveses. Na verdade, não acreditam em quem são.

*

Indicadores de Gentian(J.B.):

3

quando dizem que não tentarão. Facilmente se entregarão.

3

perdem a fé ao longo dos empreendimentos.

3

falta-lhes perseverança em face das dificuldades.

3 dificuldade em manter a fé quando separados dos entes queridos, em períodos de guerras, catástrofes naturais, em virtude da natureza do trabalho, etc.

3

nas depressões diante dos reveses.

3

situações da vida que tenham ocasionado um atraso atrás do outro.

*

Uso em combinações(J.B.):

3

sucesso- para os derrotados pela auto-dúvida.

3

hábitos- para os desencorajados diante dos insucessos.

3

aprendizado- quando des encorajados pelos colegas ou pela escola.

3

gripes e resfriados- para as recidivas.

3

depressão- para as dificuldades e a perda de fé.

3

terminais - para superarem as recaídas e ganharem alguns dias.

*

Indicadores Adicionais (M.S.):

3

O paciente interrompe a entrevista com perguntas e mostra pouca condescendência.

50

3 Uma terapia já iniciada, em especial a psicoterapia, não está trazendo nenhuma ajuda significativa. O paciente passa a impressão de que não se importa com isso ou até de que isso está certo.

* Benefícios (M.S.):

3 Expectativa e filosofia de vida mais positivas.

Í Florais de Bach & Abordagens Psicoterápicas

(Theresinha Breyer Di Piazza, Ursula Schmeling, Dagmar Konrath Behrmann e Maria Isabel Machado Mutzberg).

Indicações:

- Para as pessoas que se deprimem e se desinteressam devido a reveses de causas conhecidas. Depressão não

profunda ou sentimentos depressivos (do tipo reativo), evocados por circunstâncias conhecidas, como perda de pessoa amada, de emprego

- Para os que sentem facilmente desanimados, negativos, desencorajados, esmorecem e se decepcionam com facilidade diante de dificuldades inesperadas. Vêem tudo como obstáculos.

- Para os tristes e pessimistas que se desencorajam devido a contratempos; não iniciam tarefas ou interrompem-nas quando não têm êxito logo.

- Para os céticos e para os que sofrem de incertezas devido à falta de fé e de confiança.

- Atenção aumentada em relação a reações do outro; hipervigilância, hipovigilância.

- Idéias supervalorizadas de menosvalia ou de grandeza (não expressadas), de referência ou persecutórias, idéias preconceituosas e de cunho moralista.

- Pensamento e linguagem verbal lentificados, mutismo.

- Humor deprimido, perda de interesse ou diminuição da capacidade para obter prazer; sensibilidade aumentada,

insegurança, sentimento de vazio interior, de abandono ou solidão, de humilhação ou vergonha; baixa auto-estima ou autodepreciação.

- Afetos desprazerosos (sentimentos de mal estar, de tristeza difusa, inutilidade ou incapacidade, pessimismo ou ceticismo, ansiedade, angústia, medo, tensão emocional, ambivalência).

- Afeto hipomolulado, desânimo e falta de confiança.

- Perfeccionismo que encobre os aspectos anteriores.

- Fatigabilidade aumentada, atividade motora diminuída (nos estados depressivos).

- Tendência ao isolamento ou retraimento; negativismo, rituais.

- Inibição, timidez, certa evitação.

- Postura pseudo auto-suficiente.

- Perturbações do sono (aumento ou insônia).

- Adicções, inapetência.

- Tensão corporal geral.

- Problemas nos órgãos de descarga (órgãos sexuais, intestino e bexiga).

- Dificuldades nas vias aéreas superiores.

- Problemas na vesícula biliar, pâncreas ou no fígado.

- Diminuição da ingesta de alimentos, com consequente perda de peso.

- Defesas imunológicas rebaixadas, com aumento na suscetibilidade a contrair enfermidades.

Precauções:

- Ajuda crianças desestimuladas, durante o período escolar, nos trabalhos escolares e nas provas. Revela-se útil

para crianças nervosas e desanimadas em razão de dificuldades surgidas na classe e que por isso não querem mais voltar para a escola.

- Para filhos de pais divorciados que devem dividir-se entre a casa do pai e da mãe, tendo perdido um lar onde os dois estavam juntos.

- Util para pessoas idosas que devem ser internadas em asilos ou em casas geriátricas, o que ocasiona a perda de sua casa, de seu lar.

51

- Age como um bom tônico na convalescença, na recaída física e emocional ou nas doenças crônicas que

desencorajam o paciente, bem como nas regressões temporárias que ocorrem no curso de qualquer tratamento.

- Indicado para quando a terapia “não vai adiante” e o cliente apresenta tendência a desistir. Auxilia a trabalhar a aliança terapêutica e a superação da resistência normal ou aumentada em qualquer tratamento, como também na dúvida que tenham a respeito da eficácia do mesmo.

- Para estas pessoas o clima terapêutico necessita ser, especialmente, acolhedor e de aceitação (sem muitas

interpretações) já que, antes de tudo, ainda há busca de uma adequada maternagem. É aconselhada durante um período de terapia mais longo, onde deve haver o reconhecimento e a confirmação explícita dos aspectos mais saudáveis do cliente.

Crianças:

Quando em desequilíbrio, em função de inseguranças básicas, arriscam-se mas desistem e “caem fora” quando sofrem fracassos e derrotas. Suas tarefas ou empreendimentos ficam então pela metade. O entusiasmo inicial facilmente desmorona, apesar do seu idealismo. Este tende a permanecer em nível de sonhos, devaneios e fantasias de sucesso e glórias, para compensar uma “triste” realidade. Neste ponto, recolhem-se para ocupações mais solitárias e “apagam-se”. Refugiados em leituras e jogos de

computação, preferem os interesses intelectuais aos esportes, às festas ou aos brinquedos em grupo. Podem regredir ao choro e queixas do tipo, “eu não brinco mais, todo mundo aqui é chato” ou “o fulano não gosta de

mim

afirmação é uma racionalização. Temem a própria iniciativa ou outras formas de independência. Ávidas por elogios, são crianças e adolescentes com comportamentos exemplares, procurando agradar pais ou professores para obter psudocarícias. Na escola mantêm ótimo comportamento e costumam ser chamados de “puxa-sacos” pelos colegas mais arteiros e opositores. Experimentam uma secreta vitória quando algum “capeta” ou “bode expiatório” é repreendido. Temem e evitam muito a críticas, porque estas as deprimem. Escondem sua forte emotividade por trás de uma fachada intelectual e comportamento de “bonzinho”. Utilizam a sensibilidade aguçada para “captar” dos pais as mensagens do tipo “sê perfeito”. Assim, prestam-se a tentar realizar as necessidades narcisistas (encobertas) do pai ou da mãe. Secretamente alimentam sonhos, o que pode constituir um risco elevado de alienação e fuga para uma conduta de adição, já que, na realidade, não desempenham o bastante para alcançar ideais. Tal círculo vicioso ainda é mais reforçado por estabelecerem objetivos muito idealizados e praticamente inalcançáveis, internalizados sem base em si próprios.

ninguém aqui é legal”. É comum também ouvirmos “eu não consigo”, “eu não gosto de fazer isso”, esta

Sugestões de apoio:

- Realizar, sistematicamente, caminhadas ao ar livre, observando o mundo ao seu redor, bem como as pessoas e a

realidade circundante.

- Fazer coisas simples com as próprias mãos, tais como: tricô, carpintaria, jardinagem, cerâmica, culinária, praticar um hobby

- Mascar chicletes, jogar tênis ou paddle ou outro esporte para facilitar a descarga de tensões.

- Prestar atenção nos seus pensamentos e tentar compreender a relação entre eles e o que está acontecendo realmente.

- Pensar que cada obstáculo superado representa uma lição de vida e que nada acontece por acaso. Todas as

coisas têm um significado.

- Encarar as dificuldades como oportunidades de crescimento, acreditando em si e confiando que vai superar os

problemas.

- Ler biografias de grandes figuras da História, que tiveram que superar obstáculos grandes para vencer na vida.

Gentian - GERAL

Sintomas-chave: cético, hesitante, pessimista, facilmente desalentado. Sintomas do bloqueio de energia:

- Sente-se deprimido e sabe por quê.

- Às vezes parece até gostar do seu pessimismo.

- Ceticismo.

- As dúvidas são proclamadas, seja qual for a situação.

- Incerteza de vida à falta de fé e de confiança.

- Esmorece e decepciona-se facilmente ao surgirem dificuldades inesperadas.

52

- Recaídas temporárias “derrubam a gente”.

- Sente-se facilmente desanimado.

TRANSFORMAÇÃO POSTERIOR:

- Capacidade de viver com o conflito.

- Convicção de que, se fizermos o melhor que pudermos, não haverá malogro.

- Certeza de que os problemas poderão ser superados.

- Confiança inabalável, apesar das circunstâncias difíceis.

- Capaz de ver “a luz na escuridão” e de transmitir essa sensação aos outros.

* CARMEM MONARI:

3 Certeza de cura para toda dúvida.

3 Força estrutural para o Vaso do Coração.

3 É uma essência protetora como o Walnut e o Red Chestnut, dando a proteção Divina para ninguém nos derrubar.

3

Com Elm ajudará a entender a Missão existencial.

3

Vence a inércia no início de um tratamento.

3

Associar com os Chestnuts para o entendimento da Vida.

3

Nos deprimidos deve-se usar por muitos meses ou anos.

3 Para melhorar o ânimo (Timo) e a resistência, associar com