Você está na página 1de 2

O PODER DO TEMPLO A mulher samaritana de João capítulo 4 tentou abrir um novo dialogo com Jesus quando disse “tem

gente que diz que o lugar de adorar é no Monte Gerizim e tem gente que diz que é no templo em Jerusalém...” João 4. 20 Ela demonstra um pensamento que era muito comum entre todos os povos antigos, o pensamento de que toda divindade tem um lugar na terra através do qual se manifesta no mundo dos homens. Esse era o lugar para onde a adoração e as petições deviam ser encaminhadas a fim de chegar ao deus certo. Assim toda vez que alguém queria alcançar o favor de uma determinada divindade se preocupava em procurá-lo no endereço dele que era seu templo ninguém procurava um deus no templo de outro deus. Cada templo, portanto era um portal a partir do qual os deuses penetravam em nosso mundo para se relacionar com os homens de acordo com seu interesse específico. Mas onde é o endereço de nosso Deus, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó? Há um lugar específico que devamos ir para encontrá-lo e receber seus favores? Era essa a pergunta daquela mulher samaritana; a preocupação dela era que se estivesse orando no endereço errado não seria ouvida. Jesus dá duas respostas para essa mulher: A primeira resposta é que ela estava sim orando no lugar errado, pois os judeus adoram com conhecimento e, portanto são eles que sabem o lugar certo de adorar, portanto já que os judeus adoravam em Jerusalém, Jesus estava dizendo que o lugar em que o Deus de Abraão escolheu para se manifestar na terra foi realmente o templo em Jerusalém e não nenhum outro lugar da terra. A segunda resposta de Jesus é que Deus estava inaugurando um novo tempo, um tempo em que Deus o lugar da manifestação de Deus na terra seria no espírito humano de algumas pessoas e onde essas pessoas estivessem Deus poderia se manifestar com todo o poder que ele manifestaria no templo de Jerusalém. Até que ponto o novo momento anunciado por Jesus anula o papel dos templos como portais para a entrada dos deuses? Precisamos responder a estas e outras perguntas, porque a manifestação do nosso Deus em nosso mundo está diretamente ligada a isso. A primeira pessoa que inaugurou esse novo tempo em que Deus operar no mundo dentro de gente foi o próprio Jesus. Jesus era Deus em forma de gente e, portanto se Jesus estava em Jerusalém então Deus estava em Jerusalém, mas se ele estava no monte Gerizim então era lá que Deus estava, pois Deus estava sempre onde Jesus estava.

O apóstolo Paulo disse: vocês não sabem que são templos de Deus e que O ESPÍRITO DE DEUS habita em vocês. Você não sabe que você é o templo de Deus? Pr.. Jucimar Ramos . Quando Jesus disse que os verdadeiros adoradores não precisavam mais adorar “em Jerusalém”. um portal de sua manifestação.Quando Jesus morreu na cruz por nós ele derramou para todo o que crer a mesma vida que ele mesmo tinha em si de tal forma que todo aquele que crer tem em seu próprio espírito uma manifestação da presença de Deus e onde esta pessoa está é um templo de Deus. e que assim como muita gente ia a Jerusalém para adorar agora eles poderiam achar um templo num lugar chamado “em espírito”. mas que agora eles poderiam adorar “em espírito” estava estabelecendo que “em espírito” era um lugar de adoração como “em Jerusalém”.? Paulo está dizendo que eu sou o endereço de Deus na terra e que onde eu estou Deus pode se manifestar porque eu estou ali. Onde houver pessoa que recebeu Jesus como seu senhor e que nasceu de novo haverá também um lugar de adoração onde o Deus todo poderoso poderá ser invocado e se manifestará com poder para socorrer aos que confiam nele..