Você está na página 1de 4

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO CAMPUS SANTA INÊS DEPARTAMENTO DE ENSINO SUPERIOR E TECNOLÓGICO-DESTEC CURSO

: LICENCIATURA PLENA EM FÍSICA DISCIPLINA: ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE PROFESSOR: MARCÍLIO ALUNO: RUYDEIGLAN GOMES LIMA

2ª AVALIAÇÃO DE ESTATÍSTICA E PROBABILIDADE

SANTA INÊS 2012

considere como variável aleatória o número de coroas. X P(x) 1 1/8 2 1/8 3 1/4 4 1/3 5 1/6 Determine o valor esperado de x. Determine a distribuição de probabilidade. Resolução: P(x) X Pois: O número total de probabilidade é Para sair zero. . considere como variável aleatória a quantidade de números pares. temos que as possibilidades possíveis são: Para sair 4. Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus Santa Inês.1 1ª Questão: No lançamento de 5 moedas simultaneamente. temos que as possibilidades possíveis são: Para sair 3. Resolução: 1 1 1 1 1 1 2 3 4 5 3  6  18  32  20 79 E ( x)  1   2   3   4   5          3. 29 8 8 4 3 6 8 8 4 3 6 24 24 3ª Questão: No lançamento de 2 dados. temos que as possibilidades possíveis são: Para sair 5. . . temos que as possibilidades possíveis são: . temos que as possibilidades possíveis são: Para sair 2. temos que as possibilidades possíveis são: Para sair 1. 1/32 0 5/32 1 10/32 2 10/32 3 5/32 4 1/32 5 2ª Questão: Considere a tabela. . . Ruydeiglan Gomes Lima acadêmico do curso de licenciatura plena em física no Instituto Federal de Educação. Determine a variância. .

2 Resolução: No lançamento de dois dados o número total de possibilidades é de Poderá sair 0.5. 4ª Questão: No lançamento de 2 dados. . 36 A variância é dada por: E ( x)  0  Var  E ( x ²)  E ( x)²  1. Para sair 1.5  1  0. podemos pensar que para escolher em qual lançamento o número par sairá temos 2 possibilidades. Resolução: A distribuição de probabilidade será: X P(x) 1 1/36 2 3/36 3 5/36 4 7/36 5 9/36 6 11/36 Ruydeiglan Gomes Lima acadêmico do curso de licenciatura plena em física no Instituto Federal de Educação. Para sair 2 o raciocínio é análogo ao caso de sair zero e temos que as possibilidades são: . Determine o desvio-padrão da variável aleatória.   Assim a distribuição de probabilidade será: X P(x) 0 9/36 1 18/36 2 9/36 9 18 9 18 18 9 18 9 18 36  1  2     1 e E ( x ²)  0   1  4     36 36 36 36 36 36 36 36 36 36 54 E ( x ²)   1. . depois 3 possibilidades para o número par e 3 possibilidades para o número ímpar. Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus Santa Inês. assim os casos possíveis são: .  Para sair 0 temos para o primeiro dado 3 possibilidades e para o segundo dado 3 possibilidades também. 1 ou 2 números pares. considere como variável aleatória o máximo entre os dois resultados.5. logo os casos possíveis são: .

98 36 36 1 3 5 7 9 11 E ( x ²)  1   4   9   16   25   36   36 36 36 36 36 36 1 12 45 112 225 396 E ( x ²)        36 36 36 36 36 36 791 E ( x ²)   21. (1. (2.4).1).4) e (3. então os casos poderão ser contados como: (4. mais o inverso de cada resultado decrescido do único resultado em que a variável repete. se o valor da variável for 4.4).98  1.2). e E ( x)²  19. 4722. 41 Ruydeiglan Gomes Lima acadêmico do curso de licenciatura plena em física no Instituto Federal de Educação.3). . Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Campus Santa Inês.4). Assim: 1 3 5 7 9 11  2   3  4   5  6   36 36 36 36 36 36 1  6  15  28  45  66 161 E ( x)    4. (4.97 36 E ( x)  1 Var  21. o número de casos possíveis correspondentes será o dobro do valor da variável aleatória decrescido de uma unidade.99 e   1.9  1.97  19.. (4. Por exemplo.. (4.3 Essa distribuição ocorre porque para qualquer valor da variável aleatória.