Você está na página 1de 1

UMA VIAGEM A “MAMA ÁFRICA” Objetivo: Tratar da importância e valorização da cultura negra dentro da escola, crian do espaços para

manifestações artísticas que proporcionem reflexão crítica da realidade e af irmação positiva dos valores culturais negros pertencentes a nossa sociedade, avançand o e articulando a lei n. 10.639/2003. Justificativa: Os valores sociais e morais são reforçados na escola e também é nela que muitos preconceitos são perpetuados de forma quase imperceptível. Portanto, é também na escola que devemos propiciar a reflexão crítica sobre esses valores. Um grande percentual de nossa sociedade, conhece a África pobre, sem histórias próprias, com uma população subalterna, sem-cultura e escravizada. Precisamos reverter esse quadro. Esse projeto pedagógico surge para tentar tirar do anonimato a verda deira história da África e de seu povo, bem como abrir um leque de discussões em torno da diversidade cultural existente em nosso país, a fim de que essa diversidade se ja respeitada e valorizada. Assim, dentro da proposta de trabalhar na escola a valorização da cultura afrobrasileira, propomos a realização de um projeto que busca promover um espaço cultural para trabalhar expressões da arte e cultura negra, desenvolvendo atividades variad as, que envolvam os educandos e professores.

SUGESTÕES DE ATIVIDADES ESCOLARES: • Ações que propiciem o contato com a cultura africana e afrodescendente, culminando em desfiles, exposições, mostras de teatro e dança, por meio dos quais sejam apresenta dos, penteados, vestimentas, adereços, utensílios, objetos e rituais resultantes des se processo. • Discussões e atividades que tenham como foco a criança e o jovem negro, a sua família em diferentes contextos sociais e profissionais, para a valorização da diversidade étn ica brasileira. • Pesquisas e debates sobre o espaço dos afrodescendentes e de sua cultura nos meios de comunicação de massas. EDUCAÇÃO INFANTIL Contos e Diversidade A fantasia e a imaginação são elementos fundamentais para que a criança aprenda mais sobre a relação entre as pessoas, sobre o eu e sobre o outro. No faz de conta, as c rianças aprendem a agir em função da imagem de uma pessoa, de uma personagem, de um ob jeto e de uma situação que não estão imediatamente presentes e perceptíveis para ela no mo mento e que evocam emoções sentimentos e significados vivenciados em outras circunstân cias. Os contos e as histórias povoam o universo infantil. Principalmente com relação aos co ntos, sempre se enfatizam aqueles da tradição européia, como Branca de Neve, Chapeuzin ho Vermelho, Rapunzel e outros. Não trazemos para cultura escolar e para cultura i nfantil os contos africanos, indígenas, latino-americanos, orientais. Para educação qu e respeite a diversidade, é fundamental contemplar a riqueza cultural de outros po vos, e nesse sentido vale a pena pesquisar e trabalhar com outras possibilidades . Outras histórias da nossa literatura, como História da Preta, O Menino Nito, Ana e Ana, Tranças de Bintou, Bruna e a Galinha de Angola permitem o contato com as c ulturas afro-brasileira e africana, com personagens negras representadas com qua lidade e beleza.

• Contagem da história MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA, dramatização, interpretação da hi • A LENDA DO TAMBOR, história e dramatização. • Construção de instrumentos musicais... • Histórias infantis africanas. CONTO: YNARI, A MENINA DAS CINCO TRANÇAS – Confecção da ca. (história em anexo). . ---------------------Fonte: http://leoni.spaceblog.com.br/

Interesses relacionados