Você está na página 1de 3

O Sistema Excretor

Função
O aparelho excretor é um conjunto de órgãos que produzem e excretam a urina, o principal
líquido de excreção do organismo. Os dois rins filtram todas as substâncias da corrente
sanguínea, estes resíduos formam parte da urina que passa, de forma contínua, pelos ureteres até
à bexiga.
Depois de armazenada na bexiga, a urina passa por um conduto denominado uretra até o
exterior do organismo. A saída da urina produz-se pelo relaxamento involuntário de um esfíncter
que se localiza entre a bexiga e a uretra e também pela abertura voluntária de um esfíncter na
uretra.
Excreção
Excreção é o processo pelo qual eliminam substâncias nitrogenadas tóxicas (denominadas
excretas ou excreções que provêm principalmente da degradação de aminoácidos ingeridos no
alimento), produzidas durante o metabolismo celular.
Ureia
A ureia é a principal excreta, sendo eliminada dissolvida em água, formando a urina. Por terem
a ureia como principal excreta, os homens são chamados de ureotélicos.

Os rins, são duas glândulas de cor vermelha escura colocadas simetricamente nos lados da
coluna vertebral, na região lombar. Medem 10 cm de largura e pesam cerca de 150 gr cada um.
O peritoneo, membrana serosa que cobre a superfície interior do abdómen, prende-os
fortemente contra a parede abdominal. A extremidade superior de cada rim é coberta por uma
glândula endócrina, a glândula supra-renal.
O sangue que vai se depurar passa pela artéria renal até os rins e sai pela veia renal, debaixo
do envoltório granuloso formado pelos glóbulos glomérulos de Malpighi. Tais glomérulos são
constituídos por capilares sanguíneos, arteríolas, e envoltos na cápsula de Bowman, que é uma
bolsa que continua com o tubo urífero. Cada rim contém dois milhões destes tubos, agrupados
em feixes piramidais, são os que contém a urina, a qual passa a pélvis renal e daí aos uréteres,
que são o conduto excretor do rim que comunica a pélvis com a bexiga.
A bexiga tem um comprimento aproximado de uns 30cm e um diâmetro de 5mm. Nela se
deposita a urina até o momento de sua expulsão ao exterior.
Esquema do sistema urinário
Formação de O sangue chega ao rim pela artéria renal que se ramifica em
urina numerosos capilares.
O rim extrai deste sangue água e substâncias prejudiciais em
excesso formando assim a urina.
O sangue purificado passa para a veia renal saindo do rim.
A urina assim formada passa aos ureteres e desce à bexiga onde é
armazenada
Quando a bexiga se enche sentimos vontade de urinar
A urina sai da bexiga através da uretra.
Suor
O suor é um líquido produzido pelas glândulas sudoríparas, que se encontra na pele. Existem
cerca de dois milhões de glândulas sudoríparas espalhadas por nosso corpo; grande parte delas
localiza-se na fronte, nas axilas, na palma das mãos e na planta dos pés.
O suor contém principalmente água, além de outras substâncias, como ureia, ácido úrico e
cloreto de sódio (o sal de cozinha). As substâncias contidas no suor são retiradas do sangue
pelas glândulas sudoríparas. Através de canal excretor - o duto sudoríparo -, elas chegam até a
superfície da pele, saindo pelos poros. Eliminando o suor, a actividade das glândulas
sudoríparas contribui para a manutenção da temperatura do corpo.
O homem é um animal homoeotérmico, isto é, mantém a temperatura do corpo praticamente
constante, ao redor de 36,5°C. Quando praticamos algum exercício físico (futebol, corrida,
levantamento de objectos pesados, etc.), a grande actividade muscular produz muito calor e a
temperatura do corpo tende a aumentar. então eliminamos suor; a água contida no suor se
evapora na pele, provocando uma redução na temperatura do ar que a circunda. Isso favorece as
perdas de calor do corpo para o ambiente, fato que contribui para a manutenção da temperatura
do nosso corpo.

Formação do suor
O suor é o produto de excreção da pela
É fabricado nas glândulas sudoríparas, abundantes nas palmas das mãos, plantas dos
pés e axilas. São compostas por tubos enrolados à volta dos quais se encontram
capilares sanguíneos.
As glândulas sudoríparas situam-se na derme abrindo à superfície da epiderme
através de um poro.
Colado de <http://www.prof2000.pt/users/Anteduardo/sistemaexcretor.htm>