PRÉ-CLÍNICA 2 - 4º.

PERÍODO PROFESSORA: REGINA MÁRCIA SERPA PINHEIRO

PREPARO PARA COROA TOTAL METALOCERÂMICA EM DENTE POSTERIOR Independente dos materiais empregados, são restaurações protéticas que envolvem completamente todas as superfícies coronárias do dente. TIPOS: -Metálicas -Resina -Porcelana Mistas Metaloplásticas Metalocerâmicas

INDICAÇÕES: 1- Deve ser usada sempre que já se tiver pensado em projetos menos abrangentes e menos destrutivos, mas que foram considerados insatisfatórios em termos de: retenção, resistência, cobertura, estética. 2- Quando todas as outras alternativas mais conservadoras não foram indicadas devido a: -Presença de cáries/restaurações extensas, principalmente em dentes desvitalizados.

3- Necessidade de modificação do plano oclusal ou da forma e/ou posição do dente.

4- Exigências mecânicas tais como: dentes com pequena altura e PPFs com espaço protético longo. 5-Zonas de necessidade estética. Estética em zona de aparência (PMs sup., 1o M sup., PMs inf.) CONTRA-INDICAÇÕES: 1-Deve-se ter em mente que é o preparo que menos preserva a estrutura dentária, com maiores riscos de comprometimento periodontal e pulpar. 2-Em pacientes jovens com polpa volumosa há risco de exposição pulpar ou de gerar lesões irreversíveis pulpares. 3-Em dentes anteriores manchados ou descoloridos, porém intactos ou com restaurações de pequena extensão. Solução: facetas laminadas.

diminuindo a sua estética nos casos anteriores (Incisivos/Caninos) CONSTITUIÇÃO: 1-Infraestrutura metálica 2-Parte estética: cerâmica A infraestrutura metálica pode ser de: -Metais nobres (ouro.brux. -rigidez estrutural (espessura material). 3-Estética – a cor pode ser de difícil reprodução. não sofre modificaçoes de cor ou desgaste. platina. 4-Possibilidade de correção da forma axial (dentes inclinados .). 5-A presença de metal internamente impede a translucidez da coroa. 6-Estabilidade de cor => não é porosa. melhorando a fixação e diminuindo risco de infiltração.. 8-Estética superior => coroas em resina. 9-Estrutura interna com excelente adaptação. 7-Resistência à abrasão. 4-Possíveis injúrias ao periodonto. -estabilidade ou resistência (deslocamento frente às forças oblíquas /mastig. 5-Possibilidade de readequar o desenho oclusal. 2-Grande capacidade retentiva – maior área preparada 3-Facilidade de preparo => visualização. paládio) -Semi-nobres (menor conteúdo de ouro) -Não-nobres (níquel-cromo) Durabilidade média recomendada: 10 a15 anos . regulares e com acabamento). mantendo sua coloração estética a longo prazo DESVANTAGENS: 1-Grande quantidade de desgaste.VANTAGENS: 1-Preenche todos os requisitos mecânicos: -retenção (deslocamento da prótese em sentido contrário à via de inserção). -integridade marginal (margens visíveis.giroversão). 10-Material cerâmico tem alta durabilidade com baixo índice de desgaste durante a mastigação 11-Material cerâmico não sofre com a ação de corantes alimentares. 2-Dificuldade na reprodução do contorno original ou adequado.

TÉCNICA DA SILHUETA .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful