16 Educação

Nota de Abertura

Aberta

AÇORIANO ORIENTAL QUINTA-FEIRA, 8 DE NOVEMBRO DE 2012

COORDENAÇÃO CENTRO LOCAL DE APRENDIZAGEM DA UAB NA RIBEIRA GRANDE E UMCLA – UNIDADE DE MISSÃO PARA OS CLA

Universidade Aberta vai ser pólo nacional da SLACTIONS
CLA - RIBG E GII

O “Mundo Virtual” no Ensino a Distância
O ambiente virtual, pelas suas características, possui em si vastíssimas potencialidades que, naárea daaprendizagem, o podem transformar num poderoso instrumento ao serviço de todos aqueles que procuram amudançae o progresso. ARealidade Virtual acontece quando e onde se quiser. O ambiente virtual não depende do espaço ou do lugar, “é um mundo” intemporal em que o “tempo escorre sem naverdade se escoar” e onde os acontecimentos passados se podem repetir. Amesmaexperiênciapode ser vividainúmeras vezes, individualmente ou interagindo, facilitando acompreensão de incorreções cometidas, a aprendizagem de tarefas e procedimentos complexos, o treino de atividades que quando repetidas, permitem umatransferênciamais eficaz e seguraparao mundo real. Nestes espaços, o erro transforma-se em fator de aprendizagem: procurar as causas do engano, analisá-las, repetir as ações e compreendê-las são tarefas necessárias paraaresolução do problema e avisualização do processo que a ele conduziu pode facilitar asua correção. Acapacidade de observação e a análise, o sentido crítico e acriatividade, areflexão e formulação de raciocínios, são algumas das capacidades que as particularidades do mundo virtual permite desenvolver. Asensibilidade dos principiantes é como que reeducada funcionando de formapróximaà do mundo real mas diferente, mais estimulados, mais orientados, mais educados. NaUniversidade Aberta, esta áreadatecnologia, não é apenas umaferramentade trabalho, auxiliando os alunos no seu processo de aprendizagem, em projetos ou nas suas pesquisas, mas também ocupaum papel de relevo sendo elaprópriaobjeto de pesquisa, tornando-se alvo de projetos de investigação. Este é o temado “EA” destasemana. CLA-RIBG

Pela primeira vez, a Universidade Aberta (UAb) vai ser pólo nacional da SLACTIONS, uma conferência internacional que decorre simultaneamente no mundo virtual ®Second Life e presencialmente, nos local chapters dos vários países. A iniciativa vai realizar-se de 15 a 17 de novembro de 2012, na sede da UAb, em Lisboa (Palácio Ceia, Rua da Escola Politécnica, 147), com organização do Laboratório de Educação a Distância & eLearning (LE@D) da UAb, do Grupo de Agentes Inteligentes e Personagens Sintéticas (GAIPS/INESC-ID/IST), do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores (INESC) e do Instituto Superior Técnico (IST), e com o Gabinete de e-learning da Universidade de Trás-os-Montes e AltoDouro (UTAD).

A Slactions 2012, que será a 4ª edição da Conferência, vai ter como foco a investigação acerca dos mundos virtuais, contribuindo para a redefinição atual do modo como criamos e pensamos sobre novas formas e abordagens às conferências académicas (online e presencial). Está emergindo, por meio do uso crescente dos mundos virtuais, plataformas onde os usuários podem criar, desenvolver, interagir e ampliar o domínio da cooperação humana, interação e criatividade. O foco da conferência são as pesquisas científicas sobre a aplicação e o desenvolvimento destas plataformas: Second Life, OpenSim, Open Croquet, Activeworlds, Open Source Metaverse, Wonderland Project e outros; promovendo um fórum para a comunidade cientifica apresentar e discutir as abordagens inovadoras, técnicas, processuais e os resultados de pesquisas. Todas as sessões plenárias, com orado-

res convidados, serão realizadas online no mundo virtual do ®Second Life e projetadas localmente, nos países que organizam e acolhem os Local Chapters, para os participantes presentes fisicamente. Os participantes em presença física poderão interagir com os participantes online através de um “avatar ” e microfone. Os participantes também vão poder acompanhar o processo transmitido na Web e interagir através de um applet de chat de texto. A Conferência SLACTIONS 2012 caracteriza-se por ser a primeira conferência híbrida a decorrer em simultâneo no Second Life e presencialmente a partir de vários países. Os outros pólos nacionais/local chapters da SLACTIONS 2012 são, até à data, EUA, Itália, Irlanda, Peru e Brasil. A aceitação das propostas é comunicada até dia 1 de outubro. Para mais informações e inscrições consulte http://lead.uab.pt/
DIREITOS RESERVADOS

Em simultâneo no Second Life e presencialmente a partir de vários países

UAb: Laboratório de Educação à distância e eLearning/le@d/
O Laboratório de Educação a Distância e eLearning (LE@D), é uma unidade de investigação sediada na Universidade Aberta, vocacionada para a investigação e desenvolvimento em Educação a Distância e eLearning na Sociedade do Conhecimento. Procura: Promover e realizar investigação no âmbito do ELearning e da Educação a Distância; Realizar investigação sobre o impacto das Tecnologias Digitais na Sociedade do Conhecimento e Promover atividades de disseminação de investigação e de formação avançada. Para a realização dos seus objetivos, estrutura-se em linhas/grupos de investigação e, para efeitos de orientação e de avaliação, cada linha/grupo de investigação organiza-se por projetos de investigação, compreendidos como atividades científicas com objetivos definidos, de duração limitada e de execução programada. As ações de formação avançada de recursos humanos, na sequência da investigação, bem como as atividades de consultadoria constituem projetos próprios. O LE@D integra investigadores integrados, associados e colaboradores que se organizam em três grupos: Educação a Distância e Sociedade em Rede, privilegiando-se as novas tendências da Educação a Distância em rede, quer no que respeita a modelos teóricos inovadores, quer relativos a desenvolvimentos aplicados com base em dispositivos tecnológicos emergentes; Sistemas e Tecnologias da Informação e Comunicação em eLearning, neste grupo de investigação é explorada a vertente tecnológica da Educação a Distância e em rede, focando em particular as tecnologias de informação e comunicação que suportam e facilitam metodologias de e-learning, b-learning (blended) e m-learning (mobile), bem como os modelos e infraestruturas tecnológicas de apoio, abrangendo temas como as redes de dados, os sistemas distribuídos, os sistemas de informação e segurança; Educação, Cibercultura e Organizações na Sociedade em Rede que investiga, modelos organizacionais e dinâmicas institucionais promotoras de inovação e de novas lideranças em contextos comunicacionais em rede, nomeadamente em sistemas e ambientes educativos formais. CLA-RIBG/LE@D