Você está na página 1de 30

SENADO FEDERAL SECRETARIA DE COMISSÕES COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL

ATA DA 38ª REUNIÃO, ORDINÁRIA, DA COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES E DEFESA NACIONAL DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA DA 54ª LEGISLATURA, REALIZADA EM 9 DE AGOSTO DE 2012, QUINTAFEIRA, ÀS 10 HORAS, NA ALA SENADOR ALEXANDRE COSTA, PLENÁRIO Nº 07.

Às dez horas do dia nove de agosto de dois mil e doze, na sala de reuniões da Comissão, sob a Presidência dos Senhores Senadores Fernando Collor e Pedro Simon reúne-se a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Presentes os Senhores Senadores Anibal Diniz, Eduardo Suplicy, Sérgio Souza, Cristovam Buarque, Antonio Carlos Valadares, Jarbas Vasconcelos, Aloysio Nunes Ferreira, Paulo Bauer, Ana Amélia, Cyro Miranda, Mozarildo Cavalcanti e João Ribeiro. Deixam de comparecer os demais Senadores. O Presidente declara a abertura dos trabalhos e submete à Comissão a dispensa da leitura e aprovação da ata da 37ª Reunião, que é dada como lida e aprovada. São lidos Comunicados da Presidência. Fazem uso da palavra os Senhores Senadores Cyro Miranda, Aloysio Nunes Ferreira, Sérgio Souza, Anibal Diniz e Eduardo Suplicy. Tem início a apreciação da Pauta. Aprovada inversão de pauta, atendendo a solicitação formulada pelo Senador Eduardo Suplicy. Item 3 – Projeto de Lei do Senado nº 128, de 2011, de autoria do Senador Marcelo Crivella, que “altera o art. 10 da Lei nº. 6.880, de 9 de dezembro de 1980 ("Dispõe sobre o Estatuto dos Militares"), para estabelecer limites de idade ao ingresso nas Forças Armadas”. Relator: Senador Paulo Bauer. Lido o relatório, pela rejeição da matéria, o Projeto é apreciado pela Comissão em decisão terminativa. Resultado: rejeitado o Projeto, com dez votos “NÃO”, nenhum voto “SIM” e nenhuma abstenção. Item 1 – Mensagem (SF) nº 46, de 2012, de autoria da Presidenta da República, que “submete à apreciação do Senado Federal a escolha do Senhor NEI FUTURO BITENCOURT, Ministro de Segunda Classe da Carreira de Diplomata do Ministério das Relações Exteriores, para exercer o cargo de Embaixador do Brasil junto à República do Cameroun e, cumulativamente, junto à República do Chade”. Relator ad hoc: Senador Sérgio Souza. Item 2 – Mensagem (SF) nº 49, de 2012, de autoria da Presidenta da República, que “submete à apreciação do Senado Federal a escolha do Senhor JOÃO ANDRÉ PINTO DIAS LIMA, Ministro de Segunda Classe da Carreira de Diplomata do Ministério das Relações Exteriores, para exercer o cargo de Embaixador do Brasil junto à República Federal da Nigéria”. Relator ad hoc: Senador Eduardo Suplicy. O Senador Paulo Bauer solicita abertura do processo de votação. Aprovado. Os Embaixadores Nei Futuro Bitencourt e João André Pinto Dias Lima são convidados a compor a Mesa e fazem suas exposições. Assume a Presidência dos trabalhos o Senador Pedro Simon. Fazem uso da palavra os Senhores Senadores Eduardo Suplicy, Aloysio Nunes Ferreira, Sérgio Souza e Anibal Diniz. A reunião é tornada secreta às doze horas e vinte e um minutos e reaberta às doze horas e vinte e dois minutos. Resultado dos itens 1 e 2: sabatinas realizadas. O Presidente anuncia a aprovação dos Embaixadores

1

indicados. Nada mais havendo a tratar, a reunião é encerrada às doze horas e vinte e quatro minutos, lavrando, eu, Álvaro Araújo Souza, Secretário da Comissão, a presente Ata, que, lida e aprovada, será assinada pelo Presidente e publicada, juntamente com a íntegra das Notas Taquigráficas, no Diário do Senado Federal.

Senador FERNANDO COLLOR Presidente da Comissão

2

NOTAS TAQUIGRÁFICAS O SR. PRESIDENTE (Fernando Collor. Bloco/PTB – AL) – Declaro aberta a 38ª Reunião Ordinária da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da 2ª Sessão Legislativa Ordinária da 54ª Legislatura. Antes de iniciarmos nossos trabalhos, proponho a dispensa da leitura e a consequente aprovação da ata da reunião anterior. As Sras. e os Srs. Senadores que estiverem de acordo permaneçam como se encontram. (Pausa.) Aprovada. Eu gostaria de registrar a presença, entre nós, de S. Exa. o Embaixador Pedro Luiz Rodrigues, que nos dá a satisfação de hoje comparecer à Comissão de Relações Exteriores. Ele foi nosso embaixador na Nigéria e veio aqui para prestigiar a sabatina do indicado por Sua Excelência a Senhora Presidenta da República para ser o nosso novo embaixador naquele país africano. Eu também gostaria de registrar a presença, agora e, a partir deste momento, sempre presente em todas as nossas reuniões, de S. Exa. o Sr. Embaixador Pedro Bório, que passa a ser, em substituição a S. Exa. o Embaixador Sérgio Danese, o novo representante ou elo de ligação entre esta Comissão e o Ministério das Relações Exteriores. Seja V. Exa. muito bem-vindo e lhe desejo êxito na sua nova função e no trabalho que V. Exa. irá exercer com excelência, não tenho dúvida. Muito obrigado. Passo à leitura do Requerimento de S. Exa. o Sr. Senador Pedro Simon. Com fundamento no disposto no art. 58, § 2º, inciso V, da Constituição Federal, combinado com o art. 90, inciso V, do Regimento Interno desta Casa, requeiro seja convidado o Secretário da Receita Federal do Brasil, Sr. Carlos Alberto Freitas Barreto, para informar e discutir com os Senadores os aspectos do Projeto de Decreto Legislativo nº 30, de 2007, que aprova o texto do Acordo entre a República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América para o Intercâmbio de Informações Relativas a Tributos, celebrado em Brasília, em 20 de março de 2007. JUSTIFICAÇÃO O Projeto de Decreto Legislativo nº 30, de 2010, aprova o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo dos Estados Unidos da América para o Intercâmbio de Informações Relativas a Tributos. Em linhas gerais, esse acordo com os Estados Unidos vem no ensejo de instrumentalizar a cooperação internacional para a execução da lei americana conhecida como FATCA. Em linhas gerais, é uma lei dos EUA que passa a vigorar em janeiro de 2013 e sua finalidade é para que as instituições financeiras forneçam informações sobre as transações de seus clientes correntistas/investidores americanos no estrangeiro. O não cumprimento da norma sujeita a instituição financeira à retenção na fonte de imposto à alíquota de 30% e até mesmo o encerramento das transações financeiras. Essa regra de antievasão fiscal para americanos no exterior tem impactado o sistema financeiro mundial e provocado muitas discussões.

3

”No primeiro momento. Espanha e França –. prevê regras mais rigorosas para a declaração de bens dos contribuintes americanos no estrangeiro. pois agregará mais transparência e reciprocidade às operações. a disposição do fisco americano para aprofundar o conhecimento da situação tributária das US Persons (cidadãos e empresas dos EUA) se estendeu para além das fronteiras. o Fatca (Foreign Account Tax Compliance Act). será classificado como recalcitrante e seu relacionamento com a instituição financeira pode ser prejudicado. Essa é uma frase da Sra. o Fatca entra em conflito com alguns aspectos constitucionais e legais próprios. Caso o contribuinte americano se recuse a aderir. A instituição financeira que não aderir à determinação fica sujeita à retenção na fonte de imposto à alíquota de 30% tanto sobre rendimentos oriundos dos EUA [aliás. citada aqui neste requerimento. na sigla em inglês) informações sobre as transações desse público. como já havia sido referido]. Na União Europeia. Cerca de 200 cartas de associações mundiais de bancos e de mercados de capitais chegaram ao governo americano. manifestando preocupações quanto à viabilidade das regras. o Fatca tem gerado discussões em relação ao direito de privacidade. As instituições financeiras em todo o globo. prevenindo a evasão fiscal. As autoridades americanas argumentam que o Fatca trará benefícios ao sistema financeiro. Anna Lygia que função ela ocupa. no objeto do tratado. Ao mesmo tempo em que solicita informações às instituições estrangeiras. em seguida. que já têm intensa troca de informações com os EUA. destaca Anna Lygia. O Facta estabelece que todas as instituições financeiras que operem com contas detidas por americanos (dentro dos termos estabelecidos pela norma). Anna Lygia – aqui não diz de quem se trata exatamente a Sra. diretamente impactadas. os EUA passaram a usá-la para abrir o diálogo sobre os tratados de troca de informações entre países”.Após a crise financeira mundial de 2008. deve ser alguma figura de proa. pois ela acabará sendo responsabilizada e punida com retenção de imposto pelo fisco americano. Embora seja possível aplicar uma lei estrangeira no País. O Fatca gerou polêmica desde que foi editado em março de 2010. Eu pediria à Secretaria desta Comissão que procurasse saber da Sra. Mas. o governo americano se mostra aberto a retribuir com outros dados. 4 . no Brasil. Entretanto. o Fatca alarmou a comunidade internacional. em qualquer parte do mundo. A nova regulamentação está gerando uma série de discussões multilaterais. estudam formas de se adequar. Promulgada em 2010 e com entrada em vigor por etapas. Anna Lygia. porque. pois envolve questões como transparência à reciprocidade na troca de informações. Boa parte das queixas se referia às dificuldades na compatibilização do Fatca com as regras nacionais e aspectos ligados à compliance. devem repassar à Receita dos EUA (IRS. a adesão às regras do Fatca pode ser mais simples em alguns países – Alemanha. Outro aspecto envolvendo o Fatca é a reciprocidade. desde que não afete a ordem pública e a soberania. Inglaterra.

Notas do Ministério da Defesa: O Ministério da Defesa vai criar um novo setor para coordenar as atividades de logística e mobilização em operações conjuntas e em missões de paz. de autoria de S. em São Paulo. Embaixador Celso Amorim. conforme Ofício do Gabinete da Liderança do PMDB nº 181/2012. face às dúvidas quanto à constitucionalidade do alcance das disposições previstas no acordo. o chamado Sigma. Senador José Sarney. acredito ser [diz o Senador Pedro Simon. e aos Srs. Contudo. S. no exercício de suas novas funções.Quando um banco diz que vai fechar uma conta corrente porque o cliente não quis fornecer informações que são exigidas por lei no Brasil. esteve em visita ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo no Rio de Janeiro. A dificuldade de repasse dos custos das instituições financeiras para cumprir as exigências do Fatca e o eventual descumprimento de normas locais para atendimento a uma norma estrangeira são dois dos pontos que ainda precisam ser debatidos em profundidade no País. A apresentação foi na última segunda-feira. 5 . Esse requerimento entrará na pauta das nossas próximas reuniões. para o correto provimento e instrução da matéria. em junho de 2013. minimizar penalidades e melhorar o atendimento das companhias aéreas com reflexos positivos no serviço prestado aos usuários. o Senador Renan Calheiros. o Senador Tomás Correia participará dos trabalhos da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional em vaga anteriormente ocupada pelo Senador Valdir Raupp. com apoio logístico para os comandos operacionais. ajude a reduzir atrasos. Sr. esse acordo vem ao encontro do esforço de cercar e inibir os desvios e evasões de divisas. tendo sido designado membro desta Comissão pelo Exmo. e esse sistema visa possibilitar ganhos na gestão das informações de tráfego aéreo e de planos de voos. e o quanto antes. auxiliares e entidades civis. Registre-se. Exa. surgem dificuldades no âmbito do direito à privacidade. bem como melhor uso da capacidade instalada de aerovias e aeroportos. A expectativa é de que o Sigma. em nome de todos os integrantes desta Comissão. que disponibiliza suas informações pela Internet. Líder do PMDB nesta Casa. pois haveria uma triangulação de informações entre bancos. boas-vindas e todo o êxito a S. quando lhe foi apresentado o futuro Sistema de Gestão do Fluxo de Tráfego Aéreo. claro. que. Aproveito a oportunidade para designar o Exmo. Informo também às Sras. o Embaixador Celso Amorim. contingentes brasileiros no exterior e forças singulares. Exa. autor do requerimento] imprescindível o comparecimento do Secretário da Receita Federal do Brasil – representante da autoridade nacional que chancelou os termos acordados – para os devidos esclarecimentos. em 17 de julho de 2012. S. Exa. Essa tecnologia deverá estar disponível para uso a partir de janeiro do ano que vem e poderá ser colocada em teste já na próxima edição da Copa das Confederações. Para o Governo brasileiro. após a recém-aprovada nova lei para o combate à lavagem de dinheiro. evitando ações unilaterais. o ideal seria a ratificação do PDS 30/2010. Exa. ainda. Senador Tomás Correia como membro titular da Subcomissão Permanente da Amazônia e da Faixa de Fronteira desta Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e desejo. Sala das Comissões. no último dia 6. Ministro da Defesa. que é constitucional e inviolável. Senadores que. o IRS americano e a Receita Federal do Brasil. realizado no Memorial da América Latina. abriu o I Encontro SulAmericano de Defesa. o Ministro da Defesa.

da autorização para a fabricação do lote de experimentação doutrinária dos novos blindados. de dinamites. com o apoio da Polícia Federal e dentro do âmbito da Operação Ágata poderão detectar isso com presteza e elucidar para a tranquilidade da sociedade brasileira. O Exército Brasileiro e a Iveco assinaram – esta é uma boa notícia. Estranho essa presença. Nós estávamos acostumados até então e ouvíamos falar da apreensão de armas. A mobilização das tropas militares nas regiões de fronteira sul e oeste do Brasil resultou na apreensão de 11. Mas temos confiança de que as autoridades militares. com a presença de Sua Santidade o Papa Bento XVI. na última terça-feira. Isso representa aumento de 70% do contingente militar e civil na fronteira. Nas últimas horas. Paraguai e Bolívia. O valor global do lote é de aproximadamente R$240 milhões.764 quilos de explosivos [ou seja. a participação de tropas se intensificou e chegam a 17 mil militares no patrulhamento nos Estados do Rio Grande do Sul. As viaturas serão utilizadas pela Infantaria e Cavalaria da força terrestre. depois. pela Iveco. no Diário Oficial da União. 6 . onze toneladas de explosivos foram apreendidas pelo Exército nas regiões da fronteira sul e oeste do Brasil. de dinamite. A expectativa é de que sejam entregues ao Exército cerca de 100 unidades por ano nos próximos anos. enfim. que farão uma experimentação operacional do produto. a Copa do Mundo. Amorim voltou a afirmar que o País precisa de capacidade dissuasória crível que o deixe preparado para eventuais ameaças externas. região de Rondonópolis (MT) estocada num caminhão que transportava o produto para pedreiras da região. deflagrada no início da semana numa área de 3. tal como previsto no Plano de Articulação e Equipamento de Defesa. E há aqui também uma nota importante que chama a atenção pelo inusitado. Na segunda-feira última. contrabando de produtos vários. Somente no veículo. soldados do Exército com apoio de agentes da Polícia Federal apreenderam 150 kg de dinamite nos Municípios gaúchos de Ametista do Sul e Frederico Westphalen. a Jornada da Juventude. As 86 unidades representam o início da produção.Diz ele que a nova estrutura internacional do Brasil no século XXI requer Forças Armadas continuamente preparadas e modernizadas para a proteção de nosso patrimônio e de nossos interesses. me parece bem relevante –. o Exército e a Aeronáutica. que chegam para promover a reestruturação das forças mecanizadas do Exército brasileiro. Quase doze toneladas em duas localidades específicas no Rio Grande do Sul. mas nunca apreensão de explosivos. em função do investimento realizado. como forma de aumentar a dimensão preventiva do poder militar brasileiro. acredito que seja necessário se aprofundar para saber não somente a origem. enfim. Argentina. de drogas. A assinatura do contrato acontece quatro dias depois da publicação. o primeiro dos três novos navios-patrulha oceânicos de 2 mil toneladas [cada] comprados pela Marinha do Brasil. tendo em vista que o Brasil será palco de grandes eventos: Copa das Confederações. nesta quarta-feira. A maior carga foi localizada em Itiquira.614 quilos – somente nesse veículo quase doze toneladas de explosivos. o contrato para aquisição de 86 viaturas blindadas de transporte de tropas sobre rodas. na Inglaterra.9 mil quilômetros de fronteiras com o Uruguai. mas esta. da encomenda prévia de 2. mas quais os objetivos que aqueles que patrocinaram esse contrabando de explosivos tinham para cometer esse ato. Ele defendeu a aquisição de novas capacidades para a Marinha. sem autorização. as outras também o são. Santa Catarina. Paraná e Mato Grosso do Sul.044 unidades do blindado para o Exército. os militares encontraram 11. conhecidas como blindados Guarani. Esses são os primeiros resultados da operação Ágata 5. Outra nota: Partiu do porto de Plymouth. A cerimônia aconteceu no Salão de Honra do Ministério da Defesa. especificamente] no Rio Grande do Sul e Mato Grosso. na fronteira entre Rio Grande do Sul e Mato Grosso! Então. o VBTP-MR Guarani.

Há evidências de que elementos vinculados a movimentos jihadistas estão crescentemente envolvidos no conflito e há grande preocupação quanto à segurança dos estoques de armas químicas e biológicas em poder do governo sírio. em Beirute. Não haverá paz na Síria se as 7 . O país vive uma situação de guerra civil e os combates se dão nas principais cidades. A inação da comunidade internacional reflete-se num impasse político interno na Síria. que não é nem inclusiva nem abrangente. França. a China e o Irã devem envidar esforços num processo de transição política. por si só. que deverá contar com comunidades e instituições associadas ao atual governo. igualmente. em matéria publicada no Financial Times. reprimir atividades ilícitas (pesca ilegal. que as partes em conflito não têm compromisso com a paz negociada e estão decididas a intensificar os combates. Arábia Saudita e Qatar. provisoriamente. O Sr. nomeada “Amazonas”. Nem mesmo Damasco.]. não serão capazes de solucionar o conflito. chegou a termo por decisão dele próprio. Existe um claro interesse entre as potências internacionais e. narcotráfico e poluição do meio ambiente marinho) e contribuir para a segurança de instalações costeiras e plataformas marítimas contra ações de sabotagem. as potências regionais em que se alcance uma transição política negociada. contrabando. Reino Unido. Com isso. a missão do enviado especial conjunto das Nações Unidas e da Liga Árabe para a crise síria. torna-se cada dia mais grave. E continuo agora.] Igualmente. A distribuição de forças e as divisões da sociedade síria são de tal ordem que somente uma transição política negociada com seriedade pode ter a esperança de dar fim ao regime repressor do passado e evitar um futuro torvelinho de guerra vingativa e sectária. o ex-Secretário-Geral das Nações Unidas. Verificou. Os esforços das Nações Unidas têm se mostrado inócuos. Kofi Annan. Isso significa... reconhecendo que o atual governo perdeu toda a legitimidade. afirma que: Medidas militares. o que obrigou o Governo brasileiro a retirar os diplomatas e funcionários de nossa embaixada e abrigá-los. uma agenda política. porque ele não encontrou as condições necessárias para uma mobilização diplomática internacional que pudesse evitar a deflagração de um conflito civil. onde a embarcação. como todos nós temos acompanhado. generoso e com visão de futuro. eles ajudarão a resguardar os recursos do mar territorial [o que é muito importante em função da descoberta dessas reservas de óleo na área chamada de pré-sal]. Kofi Annan. em matéria assinada. a capital. Para os Estados Unidos. O destino é o Rio de Janeiro. integrará oficialmente a frota da Marinha. também. Kofi Annan. Outro comunicado com relação à Síria: A questão na Síria. Em tempos de paz.em dezembro de 2011 [. nas palavras de Kofi Annan. significa pressionar a oposição e aceitar um processo político verdadeiramente inclusivo. que países como a Rússia. Trata-se de um acordo nacional abrangente. Os novos navios-patrulha serão responsáveis pela fiscalização e proteção das águas jurisdicionais brasileiras. publicada no jornal Financial Times. mas exigirá o engajamento sério e honesto da comunidade internacional. que já custaram milhares de vidas. principalmente em função da profunda divisão de opiniões entre os membros permanentes do Conselho de Segurança. plenamente respaldada pelo sistema multilateral. assim como a encontrar solução negociada para Síria. Fecho aspas para essa declaração do Sr. Uma conflagração total da região trará consequências para todo o mundo. Turquia. [Acho que todos nós concordamos. também tenderá a falhar. está imune à escalada da violência.

autóctone da crise síria é indispensável para o desenvolvimento e futuro de toda a região e. ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Nem a procedência de país? O SR. sobre área de consumo. também. sobretudo no caso das drogas. nessa apreensão. ouço S. que estão juntas nessa operação Ágata. PRESIDENTE (Fernando Collor. E isso serve também de elemento de desenvolvimento e mais controle sobre mobilidade urbana. como V. Exa. Mas não houve. mudanças cujo alcance e profundidade ainda não estão claros. O SR. A chamada Primavera Árabe trouxe novos arranjos políticos para toda a região do Oriente Médio e norte da África. a Senadora Ana Amélia. agora. Nesta comissão foi aprovado um relatório do Senador Mozarildo Cavalcanti. e para tal exploração precisa certamente de algum uso de explosivo. Sr.. principalmente. Na apreensão não foi vista a procedência da verificação de origem desse arsenal de dinamite e. Poderá representar uma renovação das sociedades árabes. com a origem. A solução negociada. sobretudo essa questão da apreensão dessa carga enorme de dinamite na fronteira. Foi muito boa a colocação de V. mesmo para os mais atentos analistas. porque a fronteira serve muito para esse 8 . em função das pedreiras que ali existem. mas também pode significar a mera alternância de uma elite repressora e tacanha por outra igualmente pouco iluminada. com maior respeito aos anseios de suas populações. de um projeto do Deputado Marco Maia. em São Paulo. Porque. que esses explosivos estejam sendo destinados para a exploração de pedras preciosas. Quer dizer. São 28 cidades gêmeas nas fronteiras. Exa. existem muito tráfego de explosivos. A SRA.potências mais diretamente ligadas ao conflito insistirem em temerários exercícios de geopolítica. A SRA. a necessidade de o Brasil implementar uma política de fronteira eficaz. como também. em caráter terminativo. nossa fronteira. Exª fizesse o relatório. não houve. Mas toda essa movimentação precisa estar com sua documentação.. a identificação da origem desse material explosivo? O SR. Iniciando a pauta do dia de hoje. Exa. é um verdadeiro queijo suíço e que há falta de efetivo para o controle de fronteira. Bloco/PTB – AL) – Nem a procedência de país. expedita e.. É uma perspectiva aparente de minha parte nesse aspecto. Mas. do Oiapoque ao Chuí. entendo que as Forças Armadas. Bloco/PTB – AL) – Não. aparentemente. hoje. se fosse aumentado. apenas para concluir. Presidente Fernando Collor. ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Pela ordem. PRESIDENTE (Fernando Collor. em que sou relatora na Comissão de Assuntos Sociais. Presidente. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem. no caso de Ametista do Sul. No caso dessa cidade Ametista do Sul. que cria as chamadas lojas free shops em região de fronteira. A SRA. poderia duplicar ou triplicar o volume de apreensão de drogas... porque isso já nos retira um pouco a preocupação de que eventualmente possam esses explosivos estar sendo destinados a outros fins não meritórios.. do resto do mundo. como foi dito na Comissão de Assuntos Sociais por um delegado da Polícia Federal responsável pela área de entorpecentes. O material explosivo estava sem qualquer documento. é um Município que tem uma grande produção de pedras semipreciosas. esse material explosivo é destinado a explosões de minas para efeito de exploração de pedras semipreciosas. a finalidade para a qual irá servir e a procedência. ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Isso reforça.. Não sei se é o mesmo caso de outras. explica. em minas. é possível. PRESIDENTE (Fernando Collor. ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Eu esperei que V. juntamente com a Polícia Federal e juntamente com a Polícia Rodoviária Federal. sim. estão fazendo uma análise e estarão nos informando proximamente. no meu Estado. efetiva e eficiente também. Presidente Fernando Collor. sobretudo. A SRA. É uma suposição. reminiscências da Guerra Fria que ainda insiste em se fazer lembrar.

da necessidade de o Governo brasileiro. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem S. Estou suscitando o assunto para que. de interceder ou sugerir: o fato de o Paraguai estar nos ameaçando de não nos ceder os 40% de excedente da energia. Senadora Ana Amélia. e eu queria dizer apenas como referência a isso. Presidente.. É inócuo o que ele quer fazer em função de ele não ter o que fazer com essa energia. ter essa iniciativa em relação à fronteira brasileira. imagino. ver o que nós podemos contribuir com isso. que está. uma ação mais efetiva por parte do Governo brasileiro no sentido de estimular. já está aguardando outras informações da operação Ágata. Vai criar um impasse. por exemplo. Não sei se por meio desta Comissão. aprovado. por meio dessa Presidência. Exa. PRESIDENTE (Fernando Collor. CYRO MIRANDA (Bloco/PSDB – GO) – Muito obrigado. Paraguai e Bolívia. Com o estabelecimento de free shop do lado uruguaio. óbvio. penso que iniciativas que venham desenvolver econômica e socialmente essas regiões. Essa energia vai para ponta e vai sumir. Foi comunicado agora. CYRO MIRANDA (Bloco/PSDB – GO) – Pela ordem. como informação do Ministério do Exército ou das Forças Armadas e também da Polícia Federal. e um impasse diplomático nessa história. da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Então. O SR. ele está nos ameaçando a nós e à Argentina. não só nessa questão que V. esperamos as informações precisas das Forças Armadas. com 17 mil homens nessa faixa de fronteira atuando já com os objetivos para que foi criada a operação Ágata e com êxito. O SR.tráfico. já passou por esta Comissão. para nós. Esse projeto está enfrentando resistências da Receita Federal. Secretário da Receita Federal para vir aqui tratar de um tratado de bitributação com os Estados Unidos. de armas e de drogas. E espero que as notícias nos tranquilizem. Srªs e Srs. Senadores. da mesma forma. na cidade de Rivera. enfrentem uma concorrência desleal. pela não aceitação nossa e da Argentina no Mercosul. que aqui já foi objeto de deliberação e aprovação. Muito obrigada. onde uma rua divide o Brasil e o Uruguai. Exa. Então. Isso acontece em Mato Grosso do Sul. e não só contrabando. Exª o Senador Cyro Miranda. Um bom dia. CYRO MIRANDA (Bloco/PSDB – GO) – Bom dia. Então. e o comércio está fechando as portas por conta disso. Qual é o receio que eles têm em relação a isso? A SRª ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Muito obrigada. eu acabei de ler requerimento de autoria de S. por que estavam sem documento. a Receita Federal ou órgãos do Governo estão colocando algumas dificuldades. porque tem dificuldades de implementação. a sua origem. E que está faltando também. É evidente que uma briga não nos interessa. e no meu Estado. Exª o Senador Pedro Simon em que ele solicita seja formulado convite ao Sr. Talvez nesse momento pudesse ser também oportunidade de nós tratarmos com ele do porquê das dificuldades. com a experiência que o Presidente tem. É uma represália que ele está fazendo. Esta Comissão. hoje todas elas deprimidas e também enfrentando uma concorrência muito desleal do lado de cá da fronteira. O SR. trazendo à Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional especificamente uma explanação sobre esses explosivos. Sr. para que se destinavam. para que não haja um hiato. como Sant´Ana do Livramento. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado a V. Em relação ao projeto de criação desses free shops na fronteira. imediatamente. do lado do território gaúcho. Bloco/PTB – AL) – Bom dia. Exª acaba de informar. PRESIDENTE (Fernando Collor. O SR. PRESIDENTE (Fernando Collor. Presidente. Nós viemos da Comissão da Agricultura com esse fato. mas tráfico de pessoas. que. naturalmente. conjunta dessas forças. Então. Presidente. faz com que empresas estabelecidas do lado brasileiro. eu queria trazer uma questão a esta Comissão e ver se nós teríamos condição. como eu disse aqui. trouxe à luz. O SR. Senador. Mesmo que isso 9 . O SR. podemos sugerir uma reunião diplomática ou o que pode ser feito. Conforme V. é realmente muito pesado para o Brasil. que tem o Uruguai e a Argentina. que tem dois países de fronteira.

PRESIDENTE (Fernando Collor. é bastante dependente dos seus vizinhos em matéria energética. Já em relação ao Paraguai. e até mesmo o Presidente já teria enfim dito. o Paraguai precisaria no mínimo de 10 anos. E o resultado é esse. Presidente. razão da importância do fornecimento de Itaipu para o sistema energético brasileiro. na minha opinião – expressei esta opinião naquele momento – a uma pressão política do ex-Presidente Lugo. O SR. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado. Exª o Senador Cyro Miranda. Por favor. Eu penso que essa ameaça não vai se efetivar. não nos repassa esse excedente. anteriormente. Com a palavra S. o Brasil também não reagiu à altura quando houve agressão da Bolívia contra um patrimônio brasileiro. nós estaremos brincando com fogo. Senadores. Exª. Acontece que o Brasil vem brigando com fogo nessa matéria. a esse jogo político malfeito. Convidamos aqui o Ministro de Relações Exteriores que. quando se confunde o interesse nacional com o interesse político e ideológico de quem está no governo. Presidente. pode levar muito tempo e os prejuízos para nós serão incalculáveis. A sua política externa em relação a esses países vem atendendo a interesses políticos e ideológicos que não coincidem necessariamente com o interesse nacional. Muito obrigado. E essa instabilidade se deve. do gás da Bolívia. no meu entender. A admissão da Venezuela no Mercosul e. Acho que ninguém tem. para poder usar esse excedente. quando veio. 10 . que faria uma visita àquele país. é muito oportuno o tema levantado pelo Senador Cyro Miranda. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Sr. sem se aprofundar nas raízes das explicações da atitude do Brasil nesse episódio do Paraguai. Exª o Senador Aloysio Nunes Ferreira. porque isso é objeto realmente de preocupação. especialmente levando em conta a fragilidade institucional. porque a hora em que ele. o fato é que. Sr. O SR. eu não tenho condições de entender o que significa isso. se fosse muito ativo. Mas sempre paira isso no ar. Essa concessão se deu após várias concessões de aumento desse multiplicador do preço da energia durante o governo do Presidente Lula. Mas existe um negócio aí. O SR. e a urgência com que foi votado também atendeu ao interesse imediato da Presidente. a “suspensão” – entre aspas – do Paraguai do bloco também atenderam a interesses políticos. que ainda é uma marca da América Latina. S. demorou em atender ao convite e. como todos nós sabemos.amanhã se resolva. no meu entender. o que significa esse tal de bolivarianismo. por meio da Comissão e da Presidência de S. Presidente. porque ele precisa dessa receita. Em relação à Bolívia. dependência maior com o Paraguai. O Brasil. blindou-se dentro de um mantra que repetiu até o fim da reunião. Srs. Somos dependentes também da Venezuela. dentro do acordo. deixado o dito pelo não dito. esse negócio de bolivarianismo. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Sr. Esse grau de dependência recomendaria uma postura de absoluto respeito à letra. Claro. E também para o Paraguai. o aumento do preço da energia paga ao Paraguai. acredito. Realmente. eu deixo aqui essas considerações para que o Presidente avalie e veja se há alguma possibilidade de. Mas também somos dependentes da Bolívia. Estão arruinando a Venezuela. Presidente. fornecida pelo Paraguai. por favor. ele não tendo o que fazer. Eu mesmo fui abordado pela imprensa quando chegava aqui ao recinto da nossa Comissão sobre esse tema. ao espírito e à letra dos tratados e acordos internacionais livremente estabelecidos entre as nações. atendeu. enfim. Eu não diria ideológico porque eu realmente não sei. sem dar explicações convincentes. Ora. ele está alegando que ele vai aumentar o parque industrial. Sr. Mas. Então. canhestro que seguramente não atende mesmo às tradições de qualidade da diplomacia brasileira. podermos agir nesse sentido. que é uma besteira. importação de petróleo e fornecimento de energia elétrica para a Região Norte do País.

Mas acontece que a Bolívia. Exa. porque as condições atuais das linhas de transmissão paraguaias não suportam a energia que tem geração em Itaipu para fazê-la chegar até a capital Assunción. Há também um desejo do governo paraguaio de fazer a utilização de parcela dessa energia para financiar. como disse S. Então. a maneira como ocorreu. que não me pareceu dos mais saudáveis e positivos. ser um país com uma responsabilidade. prestar esclarecimentos sobre essa questão da declaração de um alto funcionário do governo paraguaio sobre o não fornecimento dos 40% de energia excedente de Itaipu que o Brasil consome. PRESIDENTE (Fernando Collor. como. que levaram a que esse desfecho. o Senador Aloysio Nunes Ferreira. que tem heróis diferentes e com a posição. diferentes dos nossos heróis. Porque no fundo.É essa observação que eu queria fazer a V. um deles é a Bolívia.. que tem uma cultura diferente. aqui no Cone Sul. se nós procurarmos fazer essa outra leitura. de sexta economia do mundo. já não tem o mesmo eco porque os heróis daqui. com a questão de Bolívar. com a energia de Itaipu. quando o Paraguai ficará liberado para comercializar seu excedente de energia com quem ele quiser. eu compartilho das suas preocupações. Aquilo foi uma questão de afirmação nacional. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado a V.. Senador Cyro Miranda. como o da Argentina e o do Uruguai. pela ordem que foi solicitada. por exemplo. no fundo. mas existem aí interesses de dois governos e não somente do Brasil. ou D. que têm superávit na balança comercial. Na questão do Paraguai. como afirmação da preocupação que aqui foi expressa. O SR. ou Pedro Álvares Cabral. é que nós temos um contrato até 2023. foi exatamente em função disso.. hoje. Nós somos deficitários em nossas relações em função da questão do gás. As nossas raízes são diferentes das raízes culturais e históricas dos países que fazem fronteira com o Brasil. o Paraguai. Foi algo que fugiu um pouco da tradição diplomática do Brasil. A revisão dessas tarifas. Senador Aloysio Nunes Ferreira. quando se encerra o contrato com Itaipu. Por isso. Então. em função da questão do gás. de que temos conhecimento são de que o Brasil vem financiando a construção de uma linha de transmissão que vai. em relação à declaração recente de que a energia de Itaipu não seria mais destinada ao Brasil. porque o Brasil é uma ilha. cada vez mais. Eu gostaria de. O que aconteceu na Bolívia é algo que poderia ter sido feito de outra maneira. brasileiros. Exa. Para nós. se procurarmos ver outro lado. A Bolívia. Geopoliticamente falando. até a capital Assunción. é importante que os países nossos vizinhos estejam em condições de promover o seu próprio desenvolvimento. dos recentes acontecimentos. fosse levado a termo. a Bolívia. que nós tenhamos 11 . É muito difícil para o Brasil. para ajudar no seu processo de desenvolvimento. Exa. nessa parte do mundo. pelas suas colocações. que fala uma língua diferente. Essa notícia não foi confirmada oficialmente e o Itamaraty não tem nenhuma informação oficial sobre isso. Exa. com tristeza. até onde vai o meu conhecimento. Pedro I. nós aqui é que somos anômalos neste nosso continente. e também um sinal de que a partir de 2023.. hoje. No entanto. Senador. a única riqueza que ela tem é o gás. mas também de outros países. que tem como foco a Venezuela. mas. das notas reversais do Tratado de Itaipu. é importante que o Brasil tenha essa compreensão para com algumas bravatas que são feitas por nossos coirmãos dirigentes de outros países. a questão de Bolívar está tão distante de nós quanto a questão de Tiradentes. a invasão de uma empresa brasileira do modo que foi feita. do lado de língua espanhola são San Martín e outros. e também a S. os nossos heróis são outros.acho que são dois países do nosso entorno. É claro que nenhum de nós pode concordar com o ato em si. numa manifestação de boa vontade do Brasil com o nosso vizinho.. enfim. está distante dos outros países. muito grande. do Cone Sul. poderemos entender o porquê daquele movimento ali feito. esse é um movimento circunscrito a uma determinada área da América do Sul. As notícias que nós temos dos fatos. realmente. por sinal. o que eu posso dizer.

é uma comissão externa para tratarmos da questão dos brasiguaios. e é lógico o seu raciocínio. e aqui temos uma subcomissão que foi criada e gerada aqui dentro da Comissão de Relações Exteriores. Senador Sérgio Souza. sem apontar responsáveis ou não nesse processo todo. acho que esta Comissão tem. dois meses. Exª. tem lá outra usina no mesmo sentido. Hoje de manhã. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem. O SR.. na verdade. os nossos irmãos paraguaios. porque veja só. Mas. ANIBAL DINIZ (Bloco/PT – AC) – Sr. que impacta diretamente dentro do custo da produção.. Presidente. Ministra. temos que olhar isso com atenção e chamar à conversa o Ministério das Relações Exteriores. nem o povo do Paraguai. de qualquer forma. Estava aqui um dos seus diretores. A interrupção – mesmo que o Paraguai. com a Argentina também não está muito boa. mas das relações dos brasileiros e seus descendentes que vivem naquele país. Haveria a quebra de um contrato. realmente. vermos a que ponto vai isso. Presidente. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado a S.preferência em relação a isso. Sr. e de sugerir medidas para que isso não venha a prejudicar nem o povo brasileiro. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – É. S. De modo que eu acredito que essa declaração não tenha passado de uma declaração infeliz de algum alto funcionário do governo paraguaio. já foi solicitado ao Ministério das Relações Exteriores para qualquer afirmação oficial nesse sentido que esta Comissão seja imediatamente comunicada. Presidente. de repente. e de conversar. Senadora e. Exª o Senador Sérgio Souza. hoje. ainda ontem. tivemos aqui. pode causar transtornos realmente drásticos a nossa economia. porque eles têm no seu orçamento inserido esse valor. na Subcomissão da Água. quando da suspensão do Paraguai do Mercosul. PRESIDENTE (Fernando Collor. Então. o Itamaraty. há alguns meses. que estão sendo construídas agora numa parceria com o Governo brasileiro. nós não podemos nos deixar levar. fato que a Itaipu Binacional é a maior fonte de receita daquele país e não tem o que fazer com o excedente porque não tem nem mesmo linhas de transmissões. nenhuma comunicação foi feita e. decida fazer como se fosse uma operação padrão para mandar uma mensagem ao Brasil – da transmissão dessa energia ao Brasil. oficialmente. para. temos o que é fato que o Brasil é uma das energias elétricas mais caras do mundo. se preocupado muito com o Paraguai nos últimos tempos e com essa instabilidade muito mais política que vive aquele país e as relações diplomáticas com os seus vizinho. O SR. por um mês. da venda desse excesso ao Brasil. Mas me preocupa também.. O SR. portanto. acompanhei os telejornais e nos traz uma preocupação. realmente. O SR. regido pelas leis internacionais. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – Pela ordem. O Paraguai. Muito obrigado. PRESIDENTE (Fernando Collor. PRESIDENTE (Fernando Collor. no sentido de que o prejuízo é muito mais para eles. sobre esse assunto. uma perda de receita considerável. porque é realmente preocupante e parece-me que está sendo sugestionado um início de repúdio a algo que começou. essa Comissão tem. por notícias da imprensa somente. um contrato internacional. uma visita. Hoje à tarde. O SR. hoje. 12 . sim. O SR. que é o Cultivando Água Boa. O SR. começou às 8 horas e foi até perto das 10 horas da manhã. no Senado Federal. Presidente. não da crise política do Paraguai. Então.. Então. uma audiência pública para expor um dos programas de sustentabilidade da Itaipu. não. Sr. visto que o Itamaraty não tomou. e nenhuma notícia dessa nos foi dada com relação à suspensão pelo Paraguai do excedente da sua energia elétrica. Acho que esta preocupação. conhecimento dessa declaração. pela manhã toda. um papel importante nesse processo de ouvir. vou conversar com a Ministra Gleisi Hoffmann. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – Sr. Bloco/PTB – AL) – E a relação com a Argentina não é muito boa.

Na verdade. porque. e essa frase dela. Senadores. corroborando com as informações que V. O SR. o nome de uma Sra. que eu solicitaria a S. em São Paulo. à nossa pauta do dia de hoje: item 1. então. 13 . de tal maneira que eu acho que está completamente descartada a possibilidade de uma interrupção desse fornecimento de energia. impressionado o mundo. Exas. Exa. a sua origem. Rossi e Watanabe Advogados. O SR. como não veio junto ao seu nome a sua qualificação. Presidente. Exas. O SR. Exa. o Presidente Franco informou que iniciou um processo para o desenvolvimento de um plano estratégico que ainda será objeto de apreciação pelo Congresso paraguaio. O SR. citada na justificação apresentada no requerimento do Senador Pedro Simon. ela participou do XIII Congresso de Auditoria Interna e Compliance.. Exa. O SR. no sentido de tranquilizar as autoridades brasileiras. que tem o apoio e está condizente com a posição do Governo brasileiro no sentido de procurar colaborar em tudo para uma solução pacífica e negociada e evitar morte e ferimento de tantas pessoas.. PRESIDENTE (Fernando Collor. Antes disso. ainda não há uma definição clara. peço licença a V. em algum momento. Exa. Exª o Senador Eduardo Suplicy pelas suas palavras. que serão ratificadas – eu não tenho dúvida – por uma nota do Ministério das Relações Exteriores. Exª o Senador Paulo Bauer. Mas. é advogada associada do escritório Trench. É só isso. portanto. providenciasse para que nós pudéssemos lê-la na nossa próxima reunião. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado a S. Nada demais. Exa. no dia 8 de maio de 2012. e aí. o nome completo dela é Anna Lygia Costa Rego. foi expressa no decorrer desse congresso. a Sra. o que tem. Recebo aqui um pedido de inversão de pauta por parte de S. que tratou. ANIBAL DINIZ (Bloco/PT – AC) – Sr. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado a S. Pelo contrário. Sr. Exa. o Senador Pedro Simon. É importante. acredito que V. PRESIDENTE (Fernando Collor. o nosso Embaixador Pedro Bório que. Anna Lygia. Senador Anibal Diniz. Dando início. aqui citada na justificação do requerimento apresentado por S. Exa. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem S. o que ela vem trazendo é uma reflexão a respeito da possibilidade de o governo paraguaio enviar para o Congresso um plano no sentido de maior aproveitamento da energia para o desenvolvimento do país. o Senador Pedro Simon.Com a palavra S. Exa. sim. O que pode realmente estar havendo é um estudo no sentido de mandar para o Congresso e ter apreciação no longo prazo. O SR. Presidente Fernando Collor. pelas suas palavras traquilizadoras. com relação ao apelo para que. PRESIDENTE (Fernando Collor. que eu gostaria de colocar para deliberação dos Srs. Exª o Senador Aníbal Diniz. não vejo nenhum sinal de uma atitude abrupta por parte do governo paraguaio. cujo relator é S. com conversações diplomáticas apropriadas para entendimentos futuros. inclusive a tantos brasileiros que têm origem na Síria e nos países árabes. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Com respeito à questão do Paraguai. haja a solução pacífica do conflito que lá se desenvolve e que impressiona a todos nós. nas últimas semanas e meses. Exª traz. o Senador Ministro Francisco Dornelles. Mas eu queria aqui dizer que estamos de acordo com o pronunciamento de V. atribuindo a ela uma frase. Exa. ele cita. Apenas. mas a imprensa paraguaia não dá nenhum sinal de manifestação oficial do governo paraguaio em relação a isso. desse tratado que está sendo discutido aqui na Comissão. E isso tem tudo a ver com esse prazo até 2023. Anna Lygia. ainda que a necessidade de estarmos em alerta permaneça. tenha já bem explicado. quando está em plena vigência o acordo bilateral para utilização dessa energia. na justificação do requerimento apresentado por S. apenas corroborando o que ele aqui solicita.. na Síria. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Pela ordem. se possível. entre outras coisas. o apelo de V.. para ser oportunamente levado à deliberação de V. o Senador Eduardo Suplicy. Então. congresso esse patrocinado pela Febraban.

Eu fui incumbido de relatar a matéria. e Srs. devemos apontar seu mérito. que trata da alteração do art. 10 da Lei nº 6. Vale registrar. As Sras. por isso mesmo dou aqui as razões da minha manifestação contrária. e sobretudo por esta Comissão. de competência para opinar sobre a constitucionalidade dos projetos que lhe forem submetidos não exclui a possibilidade de as demais Comissões emitirem juízo sobre constitucionalidade. A decisão da Comissão mostra-se correta. passamos à leitura do Projeto de Lei do Senado nº 128. manifestando-me favoravelmente. PAULO BAUER (Bloco/PSDB – SC) – Muito obrigado. para estabelecer limites de idade ao ingresso nas Forças Armadas. O SR. No caso em questão. Então. 6. 10 da Lei nº 6. e Srs.É uma deliberação relativamente rápida. que dispõe sobre o Estatuto dos Militares. É o Projeto de Lei do Senado nº 128. pelo Regimento Interno da Casa. de 9 de dezembro de 1980. para estabelecer limites de idade ao ingresso nas Forças Armadas. Justiça e Cidadania. de uma proposição. de 9 de dezembro de 1980 ("Dispõe sobre o Estatuto dos Militares"). à Comissão de Constituição. que altera o art. o STF adota o entendimento de que sequer a sanção expressa do chefe do Poder Executivo tem o condão de sanar a inconstitucionalidade decorrente de violação de reserva de iniciativa presidencial. A despeito do vício de constitucionalidade formal do projeto. e não por mérito. Sobre o Item nº 3. pois a conformidade com os preceitos da Constituição é requisito essencial de validade das normas. Exª o Senador Paulo Bauer para proferir rapidamente o seu relatório. e seu consequente relatório. de 2011. Como bem apontou o parecer da CE. de 2011. que impede sua aprovação. Presidente Fernando Collor. nesse sentido. O vício de inconstitucionalidade decorrente da autoria parlamentar do PLS 128. uma vez que meu parecer é pela rejeição. Autoria: Senador Marcelo Crivella Relatoria: Senador Paulo Bauer O relatório é pela rejeição da matéria por inconstitucionalidade formal. com quem tenho excelente relacionamento. de caráter terminativo. e conforme V. de 2011 . Eu coloco à deliberação das Sras.880. Senadores que aceitam essa alteração permaneçam como se encontram. Exª já anunciou pela leitura da ementa. (Pausa. visto que a matéria não foi distribuída à CCJ. Senadores se concordam com a alteração da nossa pauta. O objetivo da proposição é o de fixar em lei os requisitos 14 . A atribuição. 10 da Lei nº. reveste-se de importância ainda maior. embora quisesse. de 9 de dezembro de 1980.Terminativo Altera o art. é incontornável.) Aprovada. que não existe obstáculo regimental para que qualquer comissão do Senado Federal adote parecer pela rejeição por inconstitucionalidade. atender ao Senador Crivella. Concedo a palavra a S. à qual cabe o exame terminativo da matéria. pois a matéria abordada no projeto está inserida no rol daquelas que o legislador constitucional reservou para serem reguladas por lei de autoria do Presidente da República. de 2011.880. passando o Item nº 3 a ser o item nº 1. ITEM 3 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 128. Mas isso não foi possível. o controle de constitucionalidade exigido pela CE. eu vou ser breve na manifestação.880. com muito prazer.

Exª Senadora Ana Amélia. ANTONIO CARLOS VALADARES (Bloco/PSB – SE) – Com o Relator. O SR. A votação é nominal. (Pausa. Senadores que votarem “sim” votam com o Relator. Bloco/ PTB – AL) – S. Como vota V. Bloco/ PTB – AL) – Voto conhecido de S. O SR. Bloco/ PTB – AL) – S. de 2011. S. Com o Relator. com o Relator. Exª o Senador Eduardo Suplicy? O SR. O SR. Os requisitos para ingresso na Marinha e Exército. Bloco/ PTB – AL) – Vota ”sim” quem votar com o Relator. de 2011. assim. PRESIDENTE (Fernando Collor. A SRª ANA AMÉLIA (Bloco/PP – RS) – Com o Relator. evidenciado o mérito da proposição em análise. Não ao projeto. inclusive os relativos à idade dos candidatos. JARBAS VASCONCELOS (Bloco/PMDB – PE) – Com o Relator. S. Presidente. O SR. apresentados pelo Poder Executivo em 1º de dezembro daquele ano e já aprovados terminantemente pelas comissões da Câmara dos Deputados. Bloco/ PTB – AL) – Muito obrigado a S. Bloco/ PTB – AL) – S. inciso II. Vou começar a fazer a chamada por S. são objeto de regulamentação. inciso X da Constituição Federal. PRESIDENTE (Fernando Collor. O SR. dos Projetos de Lei nºs 2. respectivamente. Em discussão o projeto. regulando os requisitos de ingresso naquela força.) Não havendo quem queira discutir.464. Exªs os Srs. Exª o Senador Jarbas Vasconcelos? O SR. firmada no art. Exª o Senador Antonio Carlos Valadares? O SR. por sua vez. Exª? O SR. O SR. Sr. PRESIDENTE (Fernando Collor. atendendo à disposição expressa no art. PRESIDENTE (Fernando Collor. CYRO MIRANDA (Bloco/PSDB – GO) – Sim. Presidente. voto é pela rejeição por inconstitucionalidade formal do Projeto de Lei do Senado nº 128. de 2011. da Carta Política. Exª o Senador Sérgio Souza? O SR. Exª o Senador Paulo Bauer. de 2011. PRESIDENTE (Fernando Collor.844. 15 . O SR. não obstante sejamos levados a rejeitá-la por violar a reserva de iniciativa do Presidente da República. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Com o Relator. O SR. O SR. Bloco/ PTB – AL) – S. de caráter terminativo. § 3º. Diante do exposto. Bloco/ PTB – AL) – S. Fica. É de se destacar que após a apresentação do PLS nº 128. PRESIDENTE (Fernando Collor. que dispõe sobre o ensino na Aeronáutica. 142.para ingresso nas Forças Armadas. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – Com o Relator. 61. PRESIDENTE (Fernando Collor. ANIBAL DINIZ (Bloco/PT – AC) – Voto “sim”. Sr.843 e 2. Exª o Senador Paulo Bauer pela leitura de seu relatório relativo ao Projeto de Lei do Senado nº 128. Esse era o relatório. Senador Fernando Collor: com o Relator. foi aprovada a Lei nº 12. § 1º. PRESIDENTE (Fernando Collor. Exª o Senador Aloysio Nunes Ferreira? O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Não. letra f. O SR. de 4 de agosto de 2011. PRESIDENTE (Fernando Collor. Bloco/ PTB – AL) – S. Exª o Senador Cyro Miranda. Voto. coloco em votação o projeto. Exª o Senador Anibal Diniz.

Exª o Senador Aloysio Nunes Ferreira. indicado para exercer o cargo de Embaixador do Brasil junto à República do 16 . não. com o Relator. de 2012 . Embaixadores Nei Futuro Bitencourt. de 2011. E o parecer do Relator é rejeitando o projeto. Ministro de Segunda Classe da Carreira de Diplomata do Ministério das Relações Exteriores. ITEM 1 MENSAGEM (SF) Nº 46. O SR. Autoria: Presidente da República Relatoria: Senador Anibal Diniz (Substituído por ad hoc) Relatoria ad hoc: Senador Sérgio Souza Observação: no dia 12 de julho de 2012 foi lido o relatório. Convido para que tomem assento à Mesa os Srs. vou fazer a correção do voto de S. Foi aprovado o parecer do Relator Senador Paulo Bauer. O SR. de 2012 . Ele vota “sim”. Passa-se. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Então. Autoria: Presidente da República Relatoria: Senador Anibal Diniz (Substituído por ad hoc) Relatoria ad hoc: Senador Eduardo Suplicy Observação: no dia 12 de julho de 2012 foi lido o relatório. foi aprovado. Então. ao item 2. com o Relator. pela rejeição do Projeto de Lei do Senado nº 128. pela rejeição da matéria. o parecer de S. ITEM 2 MENSAGEM (SF) Nº 49. agora.Não Terminativo Submete à apreciação do Senado Federal a escolha do Senhor JOÃO ANDRÉ PINTO DIAS LIMA. S. PRESIDENTE (Fernando Collor. O SR. PRESIDENTE (Fernando Collor. Ministro de Segunda Classe da Carreira de Diplomata do Ministério das Relações Exteriores. “sim”. O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Pela ordem. com o parecer do Relator. Bloco/ PTB – AL) – Não. Senadores presentes. eu me enganei. tendo sido concedida vista coletiva da matéria. Então. O item 2 passa a ser o item 3 da pauta. com 11 votos dos Srs. O SR. Eu achava que estava votando “não” por achar que estava sendo contra o projeto. Então. tendo sido concedida vista coletiva da matéria. para exercer o cargo de Embaixador do Brasil junto à República Federal da Nigéria. de autoria do Senador Marcelo Crivella. Exª o Senador Paulo Bauer. Exª o Senador João Ribeiro. junto à República do Chade. cumulativamente.Não Terminativo Submete à apreciação do Senado Federal a escolha do Senhor NEI FUTURO BITENCOURT. para exercer o cargo de Embaixador do Brasil junto à República do Cameroun e. caráter não terminativo. PRESIDENTE (Fernando Collor. estou votando o parecer o relator. Não terminativo. Bloco/ PTB – AL) – Então. JOÃO RIBEIRO (Bloco/PR – TO) – Voto “sim”. Bloco/ PTB – AL) – S.O SR. Exª o Senador João Ribeiro vota “sim”.

cumulativamente. Sr. PRESIDENTE (Fernando Collor. eu ia colocar a deliberação do Plenário. Senadores que desejarem inquiri-lo. mas tenho a preocupação quanto ao quórum para votação de outros embaixadores que precisam merecer a votação no dia de hoje. Senador Aníbal Diniz. pela ordem. Sou muito grato pela oportunidade de estar perante esta Comissão e receber a arguição de V. portanto. e os Srs. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem ao Sr. Sr. PAULO BAUER (Bloco/PSDB – SC) – Pela ordem. Bloco/PTB – AL) – Bom. disporá dos 15 minutos regimentais para sua exposição. Pedido avalizado. Exa. CYRO MIRANDA (Bloco/PSDB – GO) – Também eu. que passou a ser o Item nº 1. JOÃO ANDRÉ PINTO DIAS LIMA – Muito obrigado. será concedida a palavra a S. PAULO BAUER (Bloco/PSDB – SC) – Eu peço desculpas ao Embaixador João André por pedir a palavra pela ordem quando S. e o Sr. desde a sua independência. se possível e com a manifestação e aquiescência do plenário. que. Exa. indicado para a República do Cameroun e cumulativamente para o Chade. Exa. Exa. Exas. os que estão agora em processo de votação são os Itens renumerados 2 e 3 da pauta da reunião de hoje. Exas. relator ad hoc da mensagem. O SR.. Sejam V. Exa. O SR. PRESIDENTE (Fernando Collor. Presidente. Bloco/PTB – AL) – Obrigado a S. a palavra para fazer a sua exposição. indicado para a República Federal da Nigéria. Senadores que estiverem de acordo permaneçam sentados. Tem V. originalmente itens 1 e 2. Portanto. Presidente. Senador Paulo Bauer. S. O SR. tenho que fazê-lo. Aberto o processo de votação para os Itens 2 e 3 da pauta. coloco a deliberação de V. Exas.. agora sim. Eduardo Suplicy. Passou por solicitação e aprovação do Plenário o Item 3 da pauta. indicado para a República Federal da Nigéria. Exas. avalizo o pedido. enquanto é feita a audiência com os presentes. Senadores que desejarem fazer uso do voto poderão fazê-lo. já tinha a palavra. Sr. os Srs. em seguida. Exas.. bem-vindos a esta Comissão. Embaixadores Nei Futuro Bitencourt. o João André Pinto Dias Lima. conforme o parágrafo 4º do artigo 3º do Ato nº 1 de 2011 da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. É um país onde se encontram raízes fortes da nossa cultura e com o qual mantemos. (Pausa. PRESIDENTE (Fernando Collor. Srs. O SR. 17 . a solicitação feita por S. o Senador Paulo Bauer para que seja declarado aberto o processo de votação. relações mais do que amistosas e sempre em progresso. e por isso requeiro a V. Embaixador João André Pinto Dias Lima. Presidente. As Sras. PRESIDENTE (Fernando Collor. Passo a palavra ao Sr. O SR. Exa. pela ordem. os Srs. O SR. ANTONIO CARLOS VALADARES (Bloco/PSB – SE) – Sr. Bloco/PTB – AL) – Coloco a deliberação. O SR. O SR. nós pudéssemos iniciar a votação de forma que se um ou dois Senadores tiverem que se ausentar possam proceder e participar do processo de votação que será feito na reunião de hoje. que tratam da sabatina ou da inquirição desta Comissão aos Srs. Exas. o processo de votação. junto à República do Chade. indicado para a República Federal da Nigéria. membros da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional. Sr. que foi agora avaliado por S. V. O SR. Embaixador João André Pinto Dias Lima. Embaixador João Andre Pinto Dias Lima tem. quando a Senhora Presidente da República me faz a honra de propor o meu nome a esta Casa para Embaixador do Brasil junto à República da Nigéria. a palavra.) Declaro aberto.Cameroun e. Presidente. O Sr.

. a uma média de 7% ao ano. Por exemplo. a um processo semelhante ao que a China passou. nesse período. há uns anos. agora. em 2025. Hoje em dia. A concentração de renda. já se fala. já são 95 milhões de linhas de telefone celular. o Brasil foi o único país da América do Sul convidado para participar das cerimônias da independência. dos maiores produtores de petróleo do mundo. inclusive. uma expressão para representar isto: são os leões africanos. Já se fala. Vou fazer uma apresentação razoavelmente breve. é o maior mercado da África. Exas. E como a idade média de agora de 20 anos. Cinquenta por cento das crianças ainda estão fora da escola. na Nigéria. em comparação. voltado a desenvolver a infraestrutura do país. conversando com o representante da Andrade Gutierrez.25 por dia aumentou de 56% para 61% em seis ou sete anos. telecomunicações. lançou um programa chamado Visão 2020. de energia elétrica produz apenas 2. em 2050. no renascimento africano. Falar em Nigéria é um pouco também falar no petróleo nigeriano. em 1960. apesar de muito crescimento econômico. a proporção de pessoas que vivem com até US$1. estão consolidando as suas instituições. portanto. É o 6º maior exportador de petróleo do mundo. E a população vem crescendo também. prevê-se que a renda per capita deve chegar a US$2. Em 1961 foram estabelecidas relações diplomáticas. em analogia aos tigres asiáticos. vai fazer cinquenta anos que o primeiro representante brasileiro. portanto.. então encarregado de negócios.5 mil. sempre. que as perspectivas são robustas. promover.. por enquanto. já se fala que se estará dando início. A Nigéria. já é a 2ª economia do continente africano. é o 7º país mais populoso do mundo. Em 2050. durante todo 18 . quanto no plano econômico e comercial e naturalmente cultural. inclusive. essa possibilidade de negócios na área de infraestrutura. que a Ásia passou há 30 anos e ao que a Índia passou há 20 anos. eu estive. agora. A agricultura ainda é um pouco incipiente. a África tem crescido mais do que outras regiões do mundo: seis das dez economias que crescem mais rápido no mundo estão na África. para exatamente examinar esse potencial. o FMI tem dito que a economia é robusta.5 mil a 3 mil megawatts. nesse novo governo. ultrapassadas. neste século que se inicia. E a Nigéria é um desses países. No campo econômico. da Nigéria é como conciliar crescimento e desenvolvimento. As perspectivas da África. ainda que os nossos vínculos recíprocos se tenham iniciado muito antes daquele primeiro de outubro de 1960. A área agrícola também é uma área que pode ser muito interessante. já possa passar a África do Sul e se tornar a primeira da África. As projeções são de que. dos 3 milhões de barris diários agora para 4 milhões num futuro muito próximo. Do ponto de vista das relações com o Brasil. estaria entrando na faixa dos países de renda média. enquanto que as necessidades do país chegam a 20 mil a 30 mil. em geral. para incentivar. nos próximos dias. Para se ter uma ideia. por cerca de 80% das rendas do orçamento e as perspectivas são de que passem.tanto no plano político. A taxa do PIB tem crescido consistentemente nos últimos 10 anos. inclusive. possivelmente. chegou. portos. que. inclusive. também de parcerias público-privadas. em comparação com 30 anos na Ásia e 40 anos na Europa. com técnicas tradicionais. com apenas 2% da produção voltados à agroindústria. que me disse que a própria Andrade Gutierrez deve abrir um escritório em Abuja. Temos mantido. No entanto. inclusive. É o mais país populoso da África. tem aumentado também. Há.. levantando apenas alguns pontos para a arguição e para a troca de ideias que poderá ocorrer a critério de V. A educação também. Em setembro. a sua prática política. vários já adotam regimes democráticos. prevê-se que poderá ser o 3º país mais populoso do mundo depois de China e Índia. o maior desafio. hoje em dia. serão praticamente dois bilhões de pessoas na África. uma das maiores reservas do mundo e é responsável por cerca de 90% das receitas de exportação da Nigéria. Vários países estão conhecendo maior estabilidade política. e várias empresas. são muito promissoras. Em 2016.

O SR. A Nigéria fornece quase metade do petróleo que exporta para os Estados Unidos. JOÃO ANDRÉ PINTO DIAS LIMA – Deixo esses temas. a Nigéria se coloca. com grande investimento. se der certo. Primeira vez que um presidente passa o poder para outro presidente eleito. pela sua exposição. É um interlocutor muito importante para todos os países. indicado para a República Federal da Nigéria. que assumiu em 2007. Exa. Quero fazer um agradecimento especial a S. do comércio do Brasil com o mundo. São várias as oportunidades também na área de agricultura. com a República do Chade. do petróleo brasileiro. A Petrobras está na Nigéria. de forma a deixar espaço para as questões. É muito importante essa. Já manifestou o interesse. Há programas já em desenvolvimento na área de cooperação técnica com a Embrapa. maquinaria e também desenvolvimento de cooperação técnica. o Senador Anibal Diniz e a S. a palavra. consegue assumir o seu cargo. Portanto. Ele ficou doente e veio a falecer. A Nigéria. presentes. é da Nigéria que vêm 56%. a oportunidade. Muito obrigado. Exa. em torno de duas ideias. muito agradeço a V. ao Embaixador Nei Futuro Bitencourt. a Nigéria vem se mantendo estável institucionalmente. Hoje em dia. Presidente faz soar a campainha. como eu vejo uma missão diplomática no Cameroun. vamos dizer assim. dividindo o que eu vou falar sobre Cameroun. assumindo o vice-presidente. Bloco/PTB – AL) – Muito obrigado ao Sr. com um escritório. em 2011. no caso. Em 2007. Agora. No plano interno. Senadores. por isso. mais da metade. NEI FUTURO BITENCOURT – Sr. que. No plano internacional. o Senador Sérgio Souza. Exas. do MDA. PRESIDENTE (Fernando Collor. neste momento. então. que foram respectivamente o Relator e o Relator ad hoc da mensagem que me traz a esta arguição. Foi a primeira vez na história.. acabou elegendo-se presidente. Passo a palavra. como um modelo que. em seguida. se vê como a voz da África.) O SR. S. indicado para a República de Cameroun e. muito presente com a Nigéria. dois conceitos gerais: desafios e oportunidades. irá para todo o país. o aumento da produção da compra de petróleo pelos Estados Unidos. Embaixador João André Dias Lima. que um presidente eleito e reeleito. Querem ver o Brasil desenvolver o programa Bolsa Família lá. entre outras questões. A Nigéria é um país fundamental para o Brasil. Houve um momento de instabilidade. para as perguntas para as quais estou aberto a responder.esse tempo. Portanto. novas eleições. A Nigéria está interessada no programa Mais Alimentos. quando da doença desse Presidente Yar’Adua. discutindo. de desenvolver um programa.. (O Sr. em função exatamente dessa grande importação que nós temos do petróleo nigeriano. o atual Presidente Jonathan. é responsável pelo segundo déficit do comércio bilateral. com outras eleições gerais em 1999. cooperação nessa área também. com eleições em 1999. Hoje mesmo a Secretária de Estado Hillary Clinton está na Nigéria. são mais do que promissoras as relações do Brasil com a Nigéria. Presidente. pretendo fazer uma breve apresentação. cumulativamente. O primeiro déficit é com os Estados Unidos e o segundo déficit é com a Nigéria. 19 . vamos dizer assim. com a Embrapa. e as perspectivas de comércio são as melhores possíveis. se for de interesse. em 2003. um diálogo muito profícuo. junto com a Unicef. O SR. com eleições em 2003. o governo de Lagos está querendo conversar. talvez para o debate que imagino teremos a posteriori. em função da sua população. depois. Cumprimento também todos os Srs. pelo qual se concede financiamentos para aquisição de implementos agrícolas brasileiros. Exa. Há questões que vêm contribuindo para uma certa estabilidade política e até econômica da Nigéria. Vou procurar ser o mais breve possível na apresentação que pretendo fazer sobre o Cameroun. em função do seu tamanho.

vou tentar recuperar o tempo. Eu situaria o Cameroun. o pior IDH do mundo é o IDH 187. e o Brasil. perdoem-me V. Burundi. está no nível dos países de IDH avançado. e isso é que faz com que tantos países africanos tenham interesse pelo Brasil e vejam no Brasil um 20 . por exemplo. Presidente. em torno do meio. pelo menos – é de apenas 3% da população. no país inteiro. eu mencionaria. de área irrigada. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Pela ordem. fiquei realmente perplexo. os desafios na área agrícola. o Chade. um representante estava aqui – de forma que evidentemente meu trabalho estará muito mais voltado para o Cameroun. S. como vejo o Cameroun e como o Cameroun se apresenta? O Cameroun é um país que tem características comuns a todos os países africanos. é o 30º país com maior índice de mortalidade. por exemplo. portanto. A pobreza no Cameroun é uma pobreza também agrícola. Quando fui ver a área irrigada do país.. deixa Cameroun na 18ª posição em nível mundial. NEI FUTURO BITENCOURT – Com certeza. muito relevante no contexto todo da Primavera Árabe. que são os cem maiores. Então. A nossa presença no Chade também não é tão forte.5% desse total estão ocupados por culturas permanentes.3% da produção nacional. Perdão. para efeito de comparação. e. nesse cenário. Bloco/PTB – AL) – Pela ordem. De fato.6%. e a mortalidade materna. e os 10% mais ricos consomem 35. para dar uma ideia da dimensão desses desafios. Não só responderei às perguntas como reservarei um espaço para falar do Chade. que me parece mais preocupante e desafiadora do que a do Camoroun. situa-o na posição nº 150 entre todos os países. o Chade é um país onde há uma problemática. é uma situação de indigência. De fato. Sr. de questões ideológicas e até religiosas. Senador. nós conhecemos um pouco desse desafio. tem petróleo. Evidentemente. Sr. Com relação ainda ao Cameroun. que é a República Democrática do Congo. o nº 184. isso dá uma medida dos desafios e da situação desses países. São os cinco países com o IDH mais baixo do mundo. Para dar uma ideia inicial. PRESIDENTE (Fernando Collor. É uma característica comum em todo o continente africano. Eu poderei falar um pouquinho. Exa. Então. a Andrade Gutierrez – aliás. o IDH. que é o desafio da pobreza. é o país situado no nº 187. Ele tem um sistema econômico razoável. Você tem lá 70% da população envolvida em atividade agrícola. Para se ter uma ideia comparativa do que isso significa.4% do total da produção nacional. Cameroun é o nº 150. porque não há dados específicos sobre o Cameroun – eu não encontrei. que é indicador de graves deficiências na área de saúde. que se verifica. Presidente. ser rápido aqui. está entre aqueles países africanos produtores de petróleo. O SR. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Eu sugeriria ao Embaixador que também pudesse dar a sua visão sobre a situação do Chade. o desafio do desenvolvimento. Exas. e a agricultura responde por apenas 19% do PIB nacional. Perdão. Moçambique e o nº 183. parece assunto de prefeitura: são 290 quilômetros quadrados. Os índices de mortalidade são altíssimos.O SR. vendose que os 10% mais pobres do país consomem 2. não serei residente no Chade. isso deixa o governo do Cameroun com um desafio praticamente inescapável: o desafio do desenvolvimento e do combate à pobreza. e apenas 2. O SR. aliás. o Senador Aloysio Nunes Ferreira. É um país com relativo equilíbrio. o nº 185. O SR. O nº 186 é o Níger. que é uma característica da África. O total da terra arável do país é de 12. reconhecidamente dotado de riquezas minerais importantes. Em termos de desafios. naturalmente. O acesso à eletricidade. na posição nº 84. com variações. Índice de Desenvolvimento Humano do Cameroun. Hoje já há uma empresa brasileira no Cameroun instalada. na África Central.

Foram três anos muito intensos. Eu quero carregar.. que é um número bastante pequeno. pretende elevar a produção energética na África Central em torno de 3 mil megawatts. ele tem o maior potencial de energia na região. que é sobre essa fase do renascimento africano. que é essa fase da oportunidade. Então. seria emblemático das oportunidades. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Sr. na verdade. como ele é o maior produtor. a Andrade Gutierrez. Senador. que é tão importante essa cooperação de instituições como a Embrapa. Presidente Pedro Simon. Gabão. O SR. se me permitem V. que foi uma experiência muito rica. Agradeço a V.exemplo de país que conseguiu desenvolver políticas que podem ser replicadas lá. O SR.. Exas. devo dizer que estou trabalhando há três anos em Moçambique e é por isso que tenho alguma experiência de África. que é o plano que a Comunidade Econômica dos Estados da África Central lançou na área de produção e acesso à energia. eu quero ver se. Desenvolvimento. eu escolhi um tema que seria exemplar. porque grande parte do que eu ia dizer o meu colega já disse. E. em exercício da Presidência. totalizarão US$11 bilhões. respectivamente. Vou ganhar tempo. na Nigéria. Guiné Equatorial –. tendo em conta que o Brasil vem realizando ações de proximidade com os países da África.5% do potencial energético está explorado. Eles lançaram um PEAC. eu consigo levar para o Cameroun um pouco dessa experiência. Agradeço a todos. Bloco/PMDB – RS) – Pois não. no Cameroun. que é o desenvolvimento e o combate à pobreza. Gostaria de transmitir a ambos. prezados Embaixadores João André Dias Lima e Nei Futuro Bitencourt. Vou encerrar aqui a minha exposição. É um desafio de. tais como Nigéria. Sr. Isso nos dá uma importante alavanca política. no meu trabalho. quero desejar sucesso para ambos nas suas missões. Obrigado. representará uma mudança importante. Aliás. nesses países. Bloco/PMDB – RS) – A palavra fica à disposição dos Srs. Senadores que queiram fazer perguntas. Com a palavra V. a Odebrecht.. PRESIDENTE (Pedro Simon.) O SR. que é o Pool Energético da África Central. O Brasil cresceu muito em Moçambique e hoje tem investimentos que. até 2020. em Cameroun e no Chade. é membro da Comunidade Econômica dos Estados da África Central (CEEAC). Senador Suplicy. Essas são as oportunidades. ao serem concluídos. Cameroun e Chade. e abro essa experiência a V. ao sul. Esses governos têm um desafio. mas que. Estão instaladas em Moçambique a Vale. pela posição do Cameroun – ele tem fronteira com quase todos os países da África Central: com o Chade. Exas. apenas 2.. a Camargo Corrêa. caso eu tenha a confiança desta Casa. um espaço de trabalho muito bom. aumentar a produção energética. Muito obrigado. prefiro deixar em aberto para perguntas. instalação de redes de transmissão. República Centro-Africana. aumentar as redes de interconexão energética. Presidente. eu vejo que é o Vice-Presidente. Isso significa o quê? Construção de hidrelétricas. por exemplo. Excelência. O Cameroun responde por 50% do PIB da África Central. trazer comigo a experiência que eu tive dos meus três anos em Moçambique. cumprir a minha missão. enfim. um programa que. Nesse contexto. conhecer o cenário. se quiserem me consultar também sobre Moçambique. e prevê a interconexão. desenvolver oportunidades. Muito obrigado. O que isso significa? É um desafio de suprir carências de infraestrutura. Aliás. (Intervenção fora do microfone. ele certamente será um hub importante para a distribuição de energia em toda a África Central. PRESIDENTE (Pedro Simon. Exas. que acho que nesses países têm tido 21 . crescimento e combate à pobreza são também oportunidades de negócios. Exa. Como se pode ver também.

verduras. da produção de legumes.00 da Namíbia a cada mês. lá também. haja vista o que está por acontecer no Brasil. equivalentes a uma quantia modesta. De alguma maneira. se isso ocorrer. Essa experiência está-se desenvolvendo. frutas. no Cameroun. O Embaixador João André Dias Lima mencionou que ali. na Nigéria. Ainda ontem. o que representa o aumento no custo de vida decorrente do aumento dos preços dos combustíveis? Que experiência relevante está relacionada ao tema de que estou tratando? Em 2010.74. Eu quero lhes transmitir a minha disposição em ajudar os respectivos países para onde vão e. na Nigéria. Mais recentemente. Pelo que informou o Embaixador Nei Futuro Bitencourt. há três anos. Eu observo que ali. o Ministro Edison Lobão observou que é possível que os preços dos combustíveis no Brasil sejam aumentados porque está havendo dificuldades nas contas da Petrobras. Trata-se.um papel muito importante. no Chade. uma vila rural com casas espalhadas em torno de grandes propriedades rurais. mas.52. mas. mas ainda estamos entre os mais desiguais. aconteceu no Irã uma diminuição muito significativa dos combustíveis. numa vila rural de mil habitantes. bastante desigual ainda – o nosso coeficiente está em 0. Depois do diálogo que ali mantive com as famílias. a ex-capital. Para compensar isso. na Namíbia –.00 por mês. procura-se desenvolver um programa semelhante ao Bolsa Família com a cooperação do Governo brasileiro e também com a cooperação da Unesco. estive na Namíbia. como a África do Sul. também das igrejas alemãs com maior importância. estava observando que o índice da Nigéria está em 0. especialmente na região de Lagos. tijolos e outras coisas. e também no intercâmbio. as igrejas evangélicas.48. é muito relevante que possam essas experiências ser trocadas e examinadas. obtiveram um fundo para essa experiência segundo a qual aqueles mil habitantes passaram a receber US$100. com respeito ao desenvolvimento de programas sociais. E houve diminuição da criminalidade em 42%. por iniciativa do Bispo da Igreja Luterana Zephaniah Kameeta. No ano passado. e a presença das crianças na escola aumentou de tal maneira que as 350 crianças tiveram uma queda da proporção de abandono escolar de 40% para 0%. há problemas de desigualdade muito intensos. conceder a cada um dos setenta e poucos milhões de habitantes o equivalente a US$40. a cem quilômetros da capital. ontem. mas o problema ainda não está completamente solucionado. por lei.00 por mês. visitando suas residências. e com a extrema pobreza por ser erradicada. leva-se isso em conta. de R$23. Eu. poderá haver uma preocupação com respeito à inflação. Windhoek. aumento significativo do preço dos combustíveis quando o governo resolveu eliminar os subsídios aos combustíveis. ou seja. do país com maior Coeficiente de Gini de desigualdade no mundo: 0. já em andamento. portanto. roupas. Tendo em conta os protestos havidos. Nessa vila de Otjivero. o governo iraniano resolveu. que é. Ora. próximo ao do Brasil. pães. o governo voltou a diminuir os preços dos combustíveis. eis que me pediram todos que transmitisse às autoridades do governo da Namíbia quão positivo havia sido o resultado da experiência para que pudesse logo se espalhar para todo o país. Ora. para eles. diminuindo. onde pude testemunhar uma experiência de três anos. houve medidas no sentido de que possam os doze milhões de iranianos que estão em 22 . conforme ontem o senhor me informou. a Namíbia. em especial. mas. e com os próprios dirigentes – eu estava acompanhado do nosso Embaixador Lessa. todos os mil habitantes recebem. justamente nessa área. Graças àquela experiência. de uma renda básica de cidadania. ali houve o aumento do empreendedorismo. estar colaborando. Aquelas famílias normalmente são empregadas daquelas grandes fazendas. que conseguiu recursos voluntariamente cedidos por cidadãos da Namíbia e de outros países. o que constitui uma forma de uma renda básica paga a todos. pelo relato feito aqui. Pois bem. neste ano. no início de 2012. É uma população pobre de uma área rural. significativa. houve. Eu tenho estado em alguns países da África. salvo engano.

pelo menos. O SR. PRESIDENTE (Pedro Simon. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Tudo bem. porque nós temos raízes. Aliás. Pedro Chaves. se o País comprar mais da Nigéria. no caso. Senador Pedro Simon. do Cameroun e do Chade. que é uma história bonita e que merece ser contada. Falam primeiro vocês e depois eles? O SR. inclusive para aumentar as importações do Brasil. nesse plano de cooperação cultural.. O SR. Agradeço. por favor.. que está em Moçambique desde o tempo da Guerra da Libertação. Para o Embaixador Nei Bitencourt. O SR. O SR. Aliás. PRESIDENTE (Pedro Simon. Presidente. Eu falei com o senhor ainda há pouco. esse procedimento fez com que.. Temos um amigo comum. O SR. Gostei muito do seu entusiasmo a respeito das perspectivas da nova missão que vai assumir. Muito obrigado. 23 . Se o senhor pudesse completar isso. Eu gostaria de saber. ou seja. há uma presença de brasileiros nesse episódio que o senhor conhece. será importante que ambos os Embaixadores possam verificar quais são aqueles produtos que potencialmente podem interessar mais ao Brasil. o Brasil tem importado muito mais do que exportado. e depois eles. E uma pergunta de caráter bastante pessoal – e sei que é um tema que lhe interessa – a respeito de Moçambique. Para não ser repetitivo. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Obrigado. Bloco/PMDB – RS) – Eu não tenho experiência. os haussás. uma palavra a respeito do Chade. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Acho que é melhor. Eu gostaria que. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Cada um fala. Relato esse episódio. a ambos. Esse é um mecanismo que é deflagrado. Boa parte do povo brasileiro tem raízes entre os iorubás. a quantas andam as nossas relações com a Nigéria e quais são as perspectivas de desenvolvimento delas. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – O Embaixador João André estava para abordar um tópico. Não é uma coisa intuitu personae.. PRESIDENTE (Pedro Simon. coloco-me à disposição inclusive para estar presente nos países. Queria também lhe fazer uma indagação a respeito das relações culturais entre Brasil e Nigéria. Bloco/PMDB – RS) – Vocês respondem depois em conjunto. esses países possam também ter mais boa vontade. o senhor esboçasse um pouco essa história. O senhor interrompeu um ponto importante a respeito de fatores de instabilidade que vê no horizonte da Nigéria. eu já dei o livro Renda Básica de Cidadania ao Embaixador João André Dias Lima e darei um exemplar ao Embaixador Nei Futuro Bitencourt. não ocorresse o fenômeno de protestos havidos na Nigéria. para que haja um bom desenvolvimento das relações do Brasil com esses países. O SR. Em todo o caso. Tanto com respeito à Nigéria como a Cameroun e Chade. Além disso. quando foi surpreendido por uma campainha que toca automaticamente. Bloco/PMDB – RS) – Estou apenas perguntando. O que fico imaginando é que. Bloco/PMDB – RS) – Então. O SR. O Embaixador Roberto Costa e Silva tem livros e artigos importantes sobre as nossas raízes africanas. Muito sucesso a ambos nas suas respectivas missões. Bloco/PMDB – RS) – É melhor? O SR. no Irã. O SR. PRESIDENTE (Pedro Simon. De qualquer maneira. a fim de que. porque ele pode ser útil para o diálogo que ambos os Embaixadores terão em seus países.melhor condição socioeconômica abrir mão desse benefício. quem gosta de comida da Bahia conhece o arroz de haussá. há um grande desequilíbrio da balança comercial. PRESIDENTE (Pedro Simon.

ela já tem a maior população da África e caminha para ser uma das maiores populações do mundo por conta da sua juventude. representarão muito bem a diplomacia brasileira nos países para os quais foram acertadamente designados. Sr. dando uma demonstração inequívoca de que os senhores se aplicaram. primeiramente. na Comissão de Relações Exteriores. não fugiram à regra. eu queria. André Pinto. quando a gente faz esta sabatina. na África. o Sr. 24 . aqui. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – Pela ordem. Nei Futuro Bitencourt. (Intervenção fora do microfone. porque a gente tem tido a oportunidade. de sabatinar os nossos diplomatas para os mais diferentes pontos do Planeta. sucesso nessa missão. Então. essas sabatinas têm nos proporcionado aulas excepcionais de mundo. eu fiquei curioso com a questão da lavoura cacaueira lá em Cameroun. que pensa em diminuir desigualdades sociais. A cada nova apresentação. talvez. PEDRO SIMON (Bloco/PMDB – RS) – Pois não. Fizeram exposições muito precisas. e o Sr. Presidente.) O SR. Exa. Em relação ao Sr. próximos. De todas as atribuições que temos aqui. pela partilha de conhecimento. em primeiro lugar.. Embaixador João André Dias Lima. Como é que está sendo feito. E nós percebemos que. O SR. Exa. A Embrapa está dando alguma assistência. Então. a gente se sente mais gratificado pela oportunidade. Eu sei que o Brasil está em todos os continentes. Sr. Vocês vão estar. gostaria de dar aqui um testemunho pessoal. uma vez que esse momento me parece que é muito promissor em toda a África? O senhor disse que este início de século é muito promissor. dedicando o melhor do tempo de vocês para aprofundarem o conhecimento dessas regiões. Eu iniciaria. porque as características de clima e de solo daquela região são muito parecidas com as regiões aqui do Brasil. e já que eles têm deficiência muito grande na parte de agricultura. Primeiro. para a Nigéria. Em termos de perguntas. a importância de termos embaixadas brasileiras faz realmente a diferença. Exas. Presidente. a afirmação de que a Nigéria caminha para ser.. JOÃO ANDRÉ PINTO DIAS LIMA – Muito obrigado. Exas. porque a gente tem tido a oportunidade. O SR. Senadores.O SR.. João André Pinto Lima. imagino que eles também tenham boas perspectivas nessa área. Eu acho que o Brasil. deve levar isso para a África.. ANIBAL DINIZ (Bloco/PT – AC) – Na realidade. nos países. pressuponho que há boas perspectivas para o aproveitamento dessa juventude num futuro próximo. para Cameroun e Chade. e o que eu posso afirmar aqui é que não tenho a menor dúvida de que V. eu acho que a mais prazerosa delas é aqui. O SR. a esses desafios diferentes. de um conhecimento que nos deixa muito mais confortáveis. o planejamento para a potencialização dessa juventude. vai ser vizinho do Embaixador Nei Futuro. com as questões levantadas pelo Senador Suplicy. Gostaria de ouvir um pouco mais a respeito. Sucesso a todos. Eu acho que V. na região mais central da África. Presidente O SR. quando a gente tem acesso a essas culturas diferentes. SÉRGIO SOUZA (Bloco/PMDB – PR) – Quero cumprimentar o Embaixador Nei Futuro Bitencourt.. Parece-me que há já parcerias estabelecidas nesse sentido. literalmente. Srs. em quase todas as repúblicas. no Senado. terão oportunidade de levar àquele país um pouco da experiência brasileira no que diz respeito à diminuição da desigualdade e também em relação ao aumento da sua economia. então. V. digamos assim. dizer que os nossos dois Embaixadores. pelas perguntas com que me brindam. que pensa no desenvolvimento igualitário social. ANIBAL DINIZ (Bloco/PT – AC) – Sr. ali. Tive o privilégio de relatar ad hoc a sua indicação e quero desejar a V. muito obrigado.

Na semana passada. existe a questão de um grupo chamado Boko Haram. no início. recusaram-se e tiveram que colocar Brazilian Nigerian. essa é a base dessa relação cultural. Eram praticamente oito mil retornados. Ou seja. era um pouco para desviar dos problemas internos do país. porque não estão divulgando as notícias como eles gostariam. mas. e 25 pessoas morreram. são dezenove Estados do norte da Nigéria que começaram. na verdade.. jornais na própria capital já foram atacados pelo Boko Haram. De forma que. Como eu lhe disse. Estou devidamente munido de literatura sobre o Programa de Renda Mínima. hoje em dia. mas ainda há um grupo que se considera brasileiro. no governo federal. É uma questão que. Eu acho que vai ser um momento inspirador para a posição brasileira junto a esses países poder mostrar um programa tão exitoso quanto esse. Então. negativo. fundamental. no ano passado. Quanto às relações culturais. que. é o contrário. autoridades. que começou a pregar contra o que ele chama de muçulmanos light. Eu brinco dizendo que até o representante brasileiro na Nigéria tem 25 . Esse grupo começou desde 2001. nos governos do norte e no seu próprio governo. a presença do Brasil é muito forte na Nigéria. na capital. Em mortalidade infantil. vamos dizer assim. ou duas semanas atrás. a Nigéria é o nono pior.Nós já estivemos. sobretudo em Lagos. que foi uma tragédia. que a educação ocidental é pecaminosa. é um interesse muito grande agora de Lagos. E é uma coisa fundamental. Já fizeram um ataque em Abuja. entre a cidade e arredores. vários por inanição. em termos de população abaixo da linha de pobreza. Portanto.. Outro dia. com um pregador. uma coisa assim. o próprio Presidente da República deu declarações de que isso parecia algo como o que iniciou o processo que desembocou na guerra de Biafra. O auge ocorreu a partir de 2009. que é a região mais populosa. Portanto. inclusive do ponto de vista internacional. Vem atacando. é interessante porque. Por exemplo. em Aids. É uma questão complicada. desde 1999. e o Brasil contribuir para isso eu acho que vai ser fundamental para nossa presença naquele país. pelo que dizem. o próprio Presidente da República da Nigéria andou dando declarações de que o Boko Haram pode estar infiltrado nos governos estaduais. vamos dizer assim. na hora de fazer os papeis como cidadãos nigerianos. eu tenho alguns dados aqui de que a Nigéria é o sétimo país ao contrário. No início. há pouquíssimas pessoas que falam Português. considerado terrorista. Foi muito interessante porque. a adotar a sharia. o senhor citou meu sogro. eu acho que um programa dessa natureza é fundamental para um país como a Nigéria. tal o vínculo que eles sentiam. sem falar na parte de saúde. Houve centenas de ataques de 2001 para cá. a própria casa do Vice-Presidente foi atacada. Boko Haram quer dizer. inclusive em 1960. Com relação à questão levantada pelo Senador Aloysio Nunes Ferreira. conversando. Praticamente todo dia há notícia sobre ataques do Boko Haram. muito obrigado. sobretudo. vários retornados. as autoridades nigerianas difundiram a ideia de que eram grupos que vinham do exterior. hoje em dia. como o senhor sabe. como o senhor sabe. área em que a Nigéria também tem muitos problemas. de maior concentração de população – por acaso não está no mapa – da Nigéria. é um pecado. por coincidência. em que um milhão e meio de pessoas morreram. vai ser muito importante essa negociação do Programa Bolsa Família. primeiro. Eles atacam jornais. dessa relação humana que existe entre os dois países até hoje. por exemplo. ontem. Hoje. inclusive muçulmanos também são atacados pelos fundamentalistas do Boko Haram. Hoje. no Norte. Jornais no norte. praticamente. durante a independência. agora em outro continente. São dez milhões de habitantes ali. na sede da ONU. De fato. na língua haussá. é um ponto fundamental para ser resolvido para trazer um mínimo de tranquilidade. chamado Yousef. e uma experiência bem-sucedida ali pode se expandir para todo o País e para toda a região. com os retornados. a lei muçulmana. Ele é do norte.

inchando-as. conhecer e ver a pertinência da aplicação dos nossos programas lá. se eu tiver esse mandato. E aí eu falo de Moçambique. Sr. Armando Inroga. se eu tiver essa possibilidade no Cameroun. e muitas vezes esses programas requerem um trabalho de mais longo prazo para que eles realmente se incorporem ao país e tenham sustento. passou mão no telefone. Daí a importância da cooperação que a Embrapa tem mantido. entrando no mercado de emprego. houve uma série de distúrbios de rua em Moçambique. Conto isso até como um episódio que eu vivi: no mesmo dia da reunião do Conselho de Ministros. se for o caso. Faz parte do meu trabalho futuro. mas já. Eles confundiram programa de renda mínima com a cesta básica. Mandaram uma missão. É importante também dar vazão a isso. Acabou não sendo como eles queriam. e eu acho que esse é um ponto fundamental para a juventude nigeriana. de fato. Sem dúvida. nós fomos procurados várias vezes. A maioria dos cultivos ainda é no sistema tradicional. A Al Qaeda 26 . e isso causou certa preocupação. O SR. de quadros e de recursos do governo moçambicano. Evidentemente. que é o mundo islâmico. através da Embrapa. É fundamental desenvolver a agricultura para que esse grupo não se dirija para as cidades. e ligou para o embaixador do Brasil. de ampliação das atividades da Al Qaeda. e os nossos programas de renda mínima podem ser replicados e normalmente são procurados. Houve uma série de percalços. Muitas vezes os programas são ótimos. Em 2010. saiu da reunião. emprega bastante mão de obra. eles são fundamentais. Muitas vezes eles correm com uma certa aflição esperando dos doadores uma ajuda. Com relação ao Chade. nas cidades da periferia das cidades. Ela absorve 70% da mão de obra. NEI FUTURO BITENCOURT – Primeiramente. eles têm relevância. por testes práticos. A grande questão que se coloca na Nigéria é a do emprego. precisamos de um programa de renda mínima”. que não só viveu agora a Primavera Árabe. o que eu teria a dizer é o seguinte: o Chade está situado exatamente naquela região da África que é fronteira entre o mundo da África negra subsaariana e o mundo do norte africano. em estando lá a serviço. era um espaço. não tenho meios hoje. por exemplo. formar pessoal. quer dizer. naturalmente.o melhor início de conversa quando lembra todas essas coisas. há cerca de cinco ou seis anos – eu não esta lá na ocasião. Com relação ao Cameroun. se não os problemas se perduram. A agricultura é fundamental como manutenção da mão de obra na Nigéria. quando ele sai. Em Moçambique. apresentar iniciativas importantes como essa do Bolsa Família. a cada ano. Então. dar sustentabilidade de longo prazo. Eles tinham uma visão equivocada. O FMI urgiu o governo moçambicano a adotar programas de proteção social nas periferias urbanas. o Ministro da Indústria e Comércio. A agricultura é um pouco a chave para absorver toda essa população. Nós já fizemos uma primeira tentativa de desenvolvimento do Bolsa Família. que é uma referência de preços. à juventude. É uma coisa também típica desses países. o Senador Suplicy sobre renda mínima. Agora. o Embaixador Antonio José de Souza e Silva e falou: “Precisamos de um programa de proteção social. O programa não avançou por carências estruturais. eu explorarei esse caminho. exemplifico com esse caso para dizer que é fato que o Brasil é modelo nessa área. eu posso dizer que. Exa. respondendo ou comentando as palavras de S. Quanto à questão levantada pelo Senador Anibal Diniz com relação à população. antes. Mas. É preciso criar quadros. é uma população extremamente jovem. que o Brasil tem mantido através do MDA. o projeto não se perpetua. São milhares. mas não têm sustentabilidade porque o país cooperante leva o seu conhecimento e. aproveito para mencionar também o que o Senador Sérgio Souza mencionou: a relevância das nossas experiências para os países africanos.

que atua em partes da Mauritânia. que é o reitor da Unilab. Então. Finalmente. Moçambique tem 42 universidades.. é um país que já produz petróleo. e o Prof. que é Al Qaeda no Magreb. eu resumiria a isso. a Universidade da Integração dos países lusófonos. mas aquilo foi o começo desse caminho.tem uma atividade grande de um grupo chamado AQMI. O SR. Paulo Speller me conta fatos impressionantes. nos últimos cinco anos. Enfim. elevados subsídios para consumo de combustível. onde o Governo brasileiro. salvo se encontrar alguma oportunidade específica. um país que acaba de sofrer uma grande convulsão interna e que transbordou. o Chade está justamente nessa região e ao sul da Líbia. Ele foi um dos primeiros grupos de formadores de professores para a criação do Ministério da Educação. o Chade recebeu o transbordo dessa crise. Então. que vende petróleo a preço alto. portanto. porque é uma parte da nossa história aqui. Há muitas suspeitas de que justamente o Chade. eu propus que fosse feito um trabalho de pesquisa. isso foi um assunto que me deixou muito entusiasmado em Moçambique. Hoje em dia. é um país para acompanhamento. se assim for decidido. Tive a oportunidade de perceber também o valor histórico do que acontecia naquele país. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – Eu queria dar uma pista importante – para que o senhor possa transmitir a esse professor – de uma pessoa que foi peça fundamental nessa cooperação de brasileiros com a Frelimo – Frente de Libertação de 27 . mais para o ocidente. há muitas outras desse tipo. Estava ele trabalhando com mais dois moçambicanos quando o então Ministro falou: “Vocês vão montar o Ministério”. Eles têm carências importantes também. Ainda. ALOYSIO NUNES FERREIRA (Bloco/PSDB – SP) – O senhor me permite? Permite-me. E como essa história. Speller adotou esse projeto. Vocês vão sair pelo país para criar os primeiros professores. Sofreu uma crise porque. Senador Aloysio Nunes Ferreira. a presença mais forte. que é de importância histórica para o Brasil. O próprio Prof. sobretudo. na própria construção do Estado. que começou a se desenvolvido na Unilab e que provavelmente vai dar origem. Essa universidade foi criada no Ceará recentemente. mas a população não tem recursos para pagar. Não é um país. e os subsídios altíssimos criam déficits importantes no orçamento do Estado. tem reservas importantes. exporta muito para os Estados Unidos. a população muito pobre requer subsídios altos. mais importante lá é da Exxon Mobil. Portanto. esteja disposto a se aventurar. Portanto. Hoje. Paulo Speller disse: “Sim. É uma situação ingrata: é um país exportador de petróleo. são vocês três. para criar o Ministério”. seja fornecedor de armas para grupos na Nigéria e naquela região ao norte. a um livro sobre esse tema. NEI BINTECOURT – Pois não. que. justamente por essas razões. atemoriza o Cameroun também. de certa maneira. um dia. de até ir apresentar as cartas e conhecer o país. é um país que tem uma série de sinais de instabilidade e. se eu tiver essa chance. Eu terei oportunidade. uma tese de doutorado sobre a participação dos brasileiros na independência e na formação do Estado moçambicano. e ao longo de todo o Sahel e ao sul do Saara. Ao mesmo tempo. Na época não era oficial e as pessoas saíram de lá. é um país para ver a dinâmica para onde caminha. que é a região do norte. a não ser detalhes muito específicos que quisessem saber. não houve investimentos para assegurar a manutenção e o crescimento da produção de petróleo. Conversei muito com uma pessoa que vai seguidamente lá. O SR. até o que eu saiba. Então. exporta muito para os Estados Unidos. estão começando a partir. A produção caiu. quem sabe. com relação à participação dos brasileiros. O Prof. Presidente? O SR. mas muitos brasileiros estavam lá na época da luta pela independência e posteriormente. pela presença dessas forças. e cadê a equipe?” Ele falou: “Está aí..

Luiz Hildebrando Pereira da Silva. Eu não conheço ainda tanto o projeto. o ex-Deputado. Criou ali um centro de pesquisas sobre moléstias tropicais e de formação de pessoas para atuar nessa área. Primeiro. Senador. a última pergunta que me resta. A Embrapa é parceira importante. já há alguns anos. é um vetor importante da nossa cooperação. evidentemente. que é a Camila – não me lembro o sobrenome dela. O Comandante Veloso comandava aquilo lá. sobre a lavoura cacaueira. Eu sei que é um projeto importante. membro também do Partido Comunista. e que foi trabalhar na Air Algerie. Exa. Enfim. O escritório da Embrapa para a África está sediado em Maputo. NEI FUTURO BINTECOURT – Excelência. se eu tiver. que. vale a pena. a maior na área agrícola com o Cameroun.Moçambique. e. do nosso trabalho que eu pretendo explorar sempre que eu tenha essa condição. Vou transmitir a ela porque uma das coisas que ela me pediu é que desse uma lista de nomes. que há uma cooperação. preso no navio Raul Soares e precisou sair do Brasil. não há produção de cacau. quase 20 milhões de 28 . estavam dispersos no exílio – e a Frelimo. é uma história muito interessante. Eu não conheço tanto porque. eu me disponho a levantar na ABC e na Embrapa. será para os quase 170 milhões de nigerianos. justamente. foi cassado pelo Ato Institucional nº 5 e aí refugiou-se na França. Foi cassado duas vezes pelo Ato Institucional nº 1. Sr. Essa não é uma cultura tradicional lá. enfim. uma vez instituída. tem capacitação. e depois. É preciso fazer entrevistas para ir descobrindo outros que estiveram e que já ninguém sabe. O SR. Luiz Hildebrando Pereira da Silva. realmente. muito obrigado. que era um oficial da FAB. E. em Moçambique. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – Permita-me. lembro. realmente. Aposentado no Pasteur. aqui. cassado. Então. que eu teria a falar. Presidente? Eu gostaria ainda de formular uma pergunta. é a do Prof. É um dos nossos maiores projetos no Cameroun. que era um homem muito influente na academia. Por fim. é isso. Eu me comprometo fazer chegar a S. que já falamos. Eu até vou transmitir para a assessora do Reitor Paulo Speller. de S. Bom. dirigente o Partido Comunista Brasileiro. Luiz Hildelbrando era membro do Partido Comunista Brasileiro. chegada a hora. um se chamava Maurício Saito. Senador Anibal Diniz. que foi trabalhar como cirurgião na guerrilha. um outro sociólogo. onde. informações sobre a produção cacaueira. está Porto Velho. Fica aqui essa sugestão. no início da construção da independência. Excelência. Preciso me informar. Se o Senador realmente precisar ou quiser ter mais informações. tornou-se diretor de pesquisa do Instituto Pasteur. O SR. É uma história bonita. Exa. Depois. através da ação de duas pessoas. apesar do nome judeu. Uma pessoa extraordinária. que é o Prof. depois de algum tempo. O que eu sei é isto. Então. E havia em Alger uma representação da Frelimo. Luiz Hildebrando não se conformou com a inatividade – hoje é um homem de 83 anos – e. E uma figura chave. E muita gente foi para lá: Pedro Chaves. Luiz Hildelbrando era professor da Faculdade de Medicina de São Paulo. Ele era o Monsieur Curtis e dirigia o escritório do Oscar Niemeyer em Alger. era isso. É. Davi Lerer. cassado. e o outro era um chefe do escritório do Oscar Niemeyer em. Moçambique. nos meios científicos – muitos deles estavam membros desse meio onde trabalhavam. o Kuniu Suzuki. chamado Marcos Jaimovich. talvez. esclarecer a ambos os Embaixadores que a proposta da renda básica de cidadania. para onde eu retorno proximamente. Se alguém puder contar. Alger. Sr. aí que foi feita a ligação entre Luiz Hildebrando. trabalhava ali com um passaporte falso.

Acho que é um fator de preocupação. inclusive. quando o Presidente Paul Biya teve seu mandato renovado. Que fatores têm levado uma pessoa. ao longo da fronteira com a Nigéria.. que também era um protetorado inglês. eleito outra vez e. Bloco/PMDB – RS) – (Fora do microfone. porque são países em que alguns – e vou citar Moçambique. muito mais se você não está presente. que era um protetorado inglês. Sr. é um processo de erosão da legitimidade do líder. dúvidas sobre a organização. que nos acautela. na reeleição do Presidente Paul Biya. NEI FUTURO BINTECOURT – Bom. Hoje. há sinais de fadiga com relação à permanência. PRESIDENTE (Pedro Simon. por exemplo.habitantes do Cameroun e para os 11. Esse é um debate até mais acadêmico. porque ela tem elementos até sociológicos. se puder dar essa informação. o que devo dizer? É algo a ser acompanhado. ou explicação. E havia muitos outros grupos. Pelo que conheço da sua história. onde o Presidente Paul Biya já assumiu em 1982. eu diria que esse é um elemento de observação. A discussão é complexa. e houve muito distúrbio de rua. Isso também é uma herança colonial.. Fala-se muito sobre o que é a democracia africana. dos quais 12 de guerra civil.5 milhões do Chade. Mas. mas acompanhei.) O SR. A comunidade internacional está atenta. para a persistência de governos fortes. agora. para a consolidação. a governar. No caso de Cameroun. EDUARDO SUPLICY (Bloco/PT – SP) – O nosso querido Senador Pedro Simon. quando há governantes que se perpetuam por muitos anos. Excelência. NEI FUTURO BINTECOURT – Muito obrigado. E justificava-se. Houve protestos em 2011. já nascida em 1933. 1992. um presidente por 40 anos? Do ponto de vista das instituições e da democracia no país. ele é o presidente. eu diria. Começou-se a falar que não há legitimidade.. Há muita tendência tribal. justificava a existência de um governo forte e centralizador. O SR. os países europeus cobram muito. Presidente em exercício. têm praticamente 30 anos de independência. É uma votação muito elevada. como é que isso se tem caracterizado? Agradeço. 1997. porque eu já estava interessado no Cameroun nessa época. que se tornou independente inicialmente e esteve separado do sul. pouco mais do que isso. (Intervenção fora do microfone. Na eleição realizada em 2011. 29 . Então. nesse sentido. A República de Cameroun nasceu da fusão do Cameroun francês. O SR.) . Eu estava em Moçambique. com fronteiras artificiais. Obrigado. sua estrutura artificialmente montada. porque já todos votaram. havia outros fatores que. porque conheço mais –. Mas eu gostaria de formular uma pergunta porque notei que os chefes de Estado dos países em que estarão estão lá alguns há muito tempo. Enfim. elementos conceituais. e do norte.. foi governador. reeleito em 1988. que eram as tendências separatistas. ou usou-se essa justificativa também. está no Senado.encerrado o processo de votação. O SR.. ele recebeu em torno de 77% dos votos. realmente. portanto. naturalmente. 2004 e 2011. que sempre levanta. A Primavera Árabe é sempre um fantasma para todos os países na África também. quando houve a renúncia do então primeiro-ministro. em especial no Cameroun. Então... Desde então. dificilmente ele ia querer ficar 40 anos sempre no mesmo cargo. Essa é a proposição incondicional para todos os habitantes. porque são países que tiveram sua formação. são países que precisaram de governos fortes. Eles são importantes doadores e cobram muito.. em alguns momentos. nas explicações do próprio Presidente Paul Biya. Excelência.

(A reunião torna-se secreta às 12 horas e 21 minutos e volta a ser pública às 12 horas e 23 minutos. PRESIDENTE (Pedro Simon. Tem que começar como começaram. aprovaram os nomes dos Embaixadores Nei Futuro Bitencourt e João André Pinto Dias Lima. mas terminarão lá. e os doze.) O SR. Está encerrada a reunião. Peço aos amigos que se retirem para nós procedermos à apuração. é assim. No início. Meus cumprimentos e minhas felicitações pela indicação.) 30 . Muito obrigado. vai ser embaixador em Paris. (Iniciada às 10 horas. mais algum tempo. por unanimidade. Até terminar.Esta reunião passa a ser secreta. Bloco/PMDB – RS) – Anunciado o resultado: doze votantes. a reunião é encerrada às 12 horas e 24 minutos. se Deus quiser. em Roma e em Londres.