Você está na página 1de 2

boletim paroquial | 08.set.2012 | N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12

| N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus
| N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus

evangelho

| N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus
| N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus
| N.º 18 | domiNgo xxiii do tempo comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus

de

nosso senhor

nosso senhor

jesus cristo

comum | 2011-12 evangelho de nosso senhor jesus cristo segundo s. marcos Naquele tempo, Jesus deixou

segundo s. marcos

Naquele tempo, Jesus deixou de novo a região de Tiro

e, passando por Sidónia, veio para o mar da Galileia, atravessando o território da Decápole. Trouxeram-Lhe então um surdo que mal podia falar

e suplicaram-Lhe que impusesse as mãos sobre ele. Jesus, afastando-Se com ele da multidão, meteu-lhe os dedos nos ouvidos

e com saliva tocou-lhe a língua.

Depois, erguendo os olhos ao Céu, suspirou e disse-lhe:

«Efatá», que quer dizer «Abre-te».

Imediatamente se abriram os ouvidos do homem, soltou-se-lhe a prisão da língua

e começou a falar correctamente.

Jesus recomendou que não contassem nada a ninguém. Mas, quanto mais lho recomendava, tanto mais intensamente eles o apregoavam.

Cheios de assombro, diziam:

«Tudo o que faz é admirável:

faz que os surdos oiçam e que os mudos falem».

12.set | qua

não haverá missa em s. simão

 

programa das festas da senhora da saúde

08.set | sábado

08. set | sábado
 

11h00 Aula de Ginástica da SFP 16h00 Cavalhadas 21h00 Missa da Natividade de Nossa Senhora 22h30 Baile

09.set | domingo

09. set | domingo
 

15h30

16h30

Missa Solene Procissão em Vila Fresca

acompanhada pela banda SFP 18h00 Inauguração do novo Espaço Lazer Vila Fresca (J. Freg. S. Simão) com a Banda

SFP e actuação de ToquiVozes

21h00

Desfile Marcha infantil

21h30 Concerto Banda Filarmónica Providência

agenda

11 a 13.set | 21h00

agenda 11 a 13. set | 21 h 00 Formação sobre os documentos: Porta da Fé,

Formação sobre os documentos:

Porta da Fé, YouCat, GPS Aberto a todos.

Igreja de S. Lourenço

liturgia

semana XXIII T.C. saltério sem. III

09.set | XXiii dom tc

XXIII T.C. saltério sem. III 09. set | XXiii dom tc 09. set | s. P

09.set | s. Pedro claver

III 09. set | XXiii dom tc 09. set | s. P edro c laver 13.

13.set | s. João crisóstomo

set | s. P edro c laver 13. set | s. J oão c risóstomo 14.

14.set | eXaltação da santa

c laver 13. set | s. J oão c risóstomo 14. set | e Xaltação da

cruz

15.set | nossa senhora das

c laver 13. set | s. J oão c risóstomo 14. set | e Xaltação da

dores

Maria

chave

da

É ingressando aos humildes caminhos que a Igreja encontra o seu Senhor. Este regresso não deve ser apenas uma procura intelectual, mas uma experiencia de vida. Este regresso à Galileia não pode esquecer o lugar de Maria na história da salvação. No Concílio Vaticano II, que este ano celebra os seus 50 anos do seu inicio, o debate foi longo para saber se convinha falar de Maria num documento à parte ou se valia mais integrar o texto sobre a Virgem num texto

abóboda

por pe. luís matos ferreira Pároco de Azeitão o à a o a a
por pe. luís matos
ferreira
Pároco de Azeitão
o
à
a
o
a
a

consagrado à Igreja inteira. Esta última solução foi adotada. Maria é um membro da Igreja de seu Filho, permanecendo

modelo e a pedra angular desta. Foi isto que conduziu

redação do capitulo 8º da constituição dogmática sobre

Igreja Lumen Gentium. O Papa Paulo VI, ao promulgar

texto, declarou: “O capítulo 8º respeitante a Maria é

como que a chave da abóboda do tratado da Igreja de Cristo”. Em arquitetura, a chave da abóboda é a pedra que se coloca no fim para manter o equilíbrio de toda a abóboda. É dizer a importância que reveste uma sã doutrina sobre Maria para manter o equilíbrio da Igreja a caminho. Quanto mais a Igreja descobrir em Maria o seu modelo, mais ela será sinal da presença de Cristo no mundo. A unidade dos discípulos de Cristo é um sinal marcante para a fé do mundo, enquanto a sua divisão constitui um escândalo. Os cristãos são chamados a aprofundar a obediência da fé de que Maria é o primeiro exemplo e o mais esclarecedor. Só Maria, presente no cenáculo entre os discípulos de Jesus, pode recrear a unidade entre as diferentes famílias na Igreja. Só Maria pode ajudar a Igreja a encontrar um rosto mais maternal que os homens procuram. Só Maria pode ensinar à Igreja o verdadeiro canto porque, se o testemunho dos cristãos não é alegre, ele não atrairá ninguém. Só Maria pode ajudar a Igreja a encontrar a simplicidade de Nazaré. Porque ela é a Virgem feita Igreja. Maria é a mulher judia que une o Antigo e o Novo Testamentos. Só ela permite elaborar uma teologia autêntica da mulher. Nova Eva, ela é a mãe dos viventes: ela permanece depositária do mistério da vida. Ela toca no mistério do ser. No combate da cultura da morte contra a cultura da vida, Maria conduz o combate contra o mal. O amor misericordioso de Deus inclina-se sobre os pequeninos, fazendo da esterilidade terrestre a verdadeira fecundidade. A figura da mulher insere-se no mais intimo da relação de aliança entre Deus e o seu povo: ao Deus de Israel, a filha de Sião, e o cumprimento desta figura em Maria. É por uma mulher que vem a salvação de Israel. Nela, como na mulher estéril, Deus revela o seu poder concedendo a salvação. É no contexto de preparação do Ano da Fé promulgado pelo Papa Bento XVI, celebrando os 50 anos do Concílio Vaticano II e os 40 anos do Catecismo da Igreja Católica, que a Paróquia de São Simão de Azeitão irá celebrar a Festa de Nossa Senhora da Saúde

nos dias 6, 7, 8 e 9 de Setembro. No âmbito da celebração dos mistérios da nosso Fé vamos apontar a nossa reflexão para os pontos atrás mencionados mas que me apraz agora sintetizar: Maria, mulher eclesial (nomeadamente no documento conciliar Lumen Gentium); Maria, mulher da unidade dos dois testamentos; Maria, mulher do “sim”

Deus e à vida. Que Nossa Senhora da Saúde nos ajude

preparar bem os nossos corações e a nossa vida para o grande Ano da Fé na fidelidade a Deus e à sua Igreja.

horário das celebrações

feriais

dominicais

 

3.ª e 5.ª

S. Lourenço

18h00

sáb.

S. Lourenço

18h30

4.ª e 6.ª

S. Simão

18h00

dom

Aldeia da Piedade

9h00

 

S.

Simão

10h15

S.

Lourenço

11h30

S.

Simão

18h30

5.ª

confissões

15h30 - 17h30 S. Lourenço

cartório (s. lourenço)

3.a

das 18h30

às 19h30

5.a

das 15h30

às 17h30

das 18h30

às 19h30

contactos

S.

Lourenço

21 219 05 99

S.

Simão

21 219 09 33

Pe. Luís Matos Ferreira91 219 05 99 paroquiasdeazeitao@gmail.com

bparoquial.azeitao@gmail.com

catequeseazeitao@gmail.com