Você está na página 1de 36

Divas

SÉRIE DE ESTUDOS SOBRE:


Sexo e Intimidade - O Prazer Sexual no Casamento Cristão

Sexo &
Intimidade
U M E S T U D O B A S E A D O N O L I V R E D E D R . E D W H E S T E G AY E W H E AT

Sexo & Intimidade

Ministrado ao Pequeno Grupo de Oração


DIVAS DO SENHOR
Da Igreja Batista Missionária do Jd. Luzitano
Ministério IBM - LUZ
Rua: Godofredo de Godoy, 05 – Jd. Luzitano – Mauá – S.P.
Fone: (11) 4578-1943 – (11) 4513-2518
Por: Diac. Luci de Oliveira Gomes Claro
Índice analítico

CA PÍTUL O 1

O Casamento que Deus sonhou

para você 1 CAPÍT ULO 5

Como ele é? 1 Dicas e Fatos que ajudarão em

O que a Bíblia Diz? 2 seu casamento 18

Sexo sempre ligado ao casamento 2 36 dicas para aquecer seu casamento 18

Sexo sempre ligado ao prazer mútuo 3 48 dicas românticas 19

Sexo sempre ligado ao satisfazer o outro 3 10 dicas para melhorar o Seu casamento 20

04 palavras para todo casal 21

CA PÍTUL O 2 10 mandamentos para Esposas X Esposos

E seu eu não amar mais meu cônjuge 5 22

Como renovar o amor no casamento 6 05 dicas de imunizar-se contra o

adultério 22

CA PÍTUL O 3 06 dicas sobre amizade no casamento 24

Uma só Carne- 7 As bem-aventuranças do casamento 25

A Beleza do relacionamento sexual que Dialogo: Pra que? 25

Deus preparou para você 7 Mulher sábia 26

Você Sabia 7 Mulheres aprovadas por Deus 27

O que os homens querem no casamento 9

O que as mulheres querem

no casamento 10

CA PÍTUL O 4

Perguntas que você tem vergonha de Fazer

13
1
SEXO & INTIMIDADE
Capítulo

O Casamento que Deus


Sonhou para você
Muitas de nós estamos em busca do
casamento perfeito, há aquelas que
ingenuamente ainda sonha com o príncipe
encantado... Bobagem! O verdadeiro
encanto não está nessas coisas, mas no
amor verdadeiro e para começar, o que
você pensa ser o Amor Verdadeiro?


Í C O N E S

Reveja o que você


O Que de fato é o amor? Para que ele serve? A que ele me conduz?
E a felicidade, existe mesmo? Ela bateu em minha porta? Ou tenho que
procura-la? SERÁ QUE UM DIA EU SEREI MESMO FELIZ?

aprendeu O que é o Amor: Escreva em um papel secreto e entregue a sua líder o que é o amor
para você? E você acha que seu casamento precisa ser mudado? Mas lembre-se para
O que a Bíblia
essa segunda pergunta você vai responder os 5 Por quês – ou seja : Porque seu
Diz casamento precisa mudar? Por quê? Por quê? Por quê? Por quê? Parece estranho,
mas você irá se surpreender com suas respostas ao final desse estudo... Então mãos
 Pare e Reflita a obra.... POR QUÊ?

Como é o Casamento que Deus sonhou para


você?
Vamos entender um pouco como tudo começou – Você sabia que o casamento não é uma
invenção humana? O casamento foi criado e instituído por Deus, e quando ele fez isso
idealizou que o homem e a mulher fossem feitos um para o outro e que vivessem em
perfeita harmonia, paz e AMOR.... Vejamos como isso tudo aconteceu?

1
SEXO & INTIMIDADE

O que a Bíblia Diz:


Em Gênesis 2, encontramos Deus fazendo uma cirurgia no homem.
O Senhor extrai dele uma de suas costelas e do DNA do homem, da
mesma essência de Adão, cria a mulher e a coloca diante dele.

No capítulo seguinte, a Bíblia diz por três vezes que Deus criou o
homem, macho e fêmea os criou. Portanto, querer estigmatizar o feminino como
criatura de segunda categoria não é salutar para uma interpretação honesta.

Adão recebe o presente e se emociona, dizendo: "Essa é agora osso dos meus ossos,
e carne da minha carne. Será chamada varoa, porque do varão foi tirada". No
hebraico, varão é ish, enquanto a mulher é isha. Ato contínuo foi exigido a união de
corpos para que os dois se tornassem uma só carne (Gênesis 2.24). A palavra
hebraica é yeda' (conhecer) e denota o cognato hebraico yashab, o mesmo que
cópula, que significa deitar-se para ter relações sexuais, significado que aparece
também em outras referências do Antigo Testamento como shakab.

A concepção de que a queda do homem está ligada à sexualidade é uma


interpretação forçada, e inaceitável, pois a Bíblia dignifica a relação como um ato
sagrado. Alguns rabinos tentaram associar o pecado de Adão com a sexualidade,
mas não encontraram respaldo bíblico para isso. O midraxe, uma literatura judaica
antiga de comentários e interpretações que procura desvelar a Torá, afirma que não
houve queda para o âmbito da sexualidade no Jardim do Éden. De acordo com a
interpretação rabínica, Adão tinha relações sexuais com Eva desde o início. Em
nenhum momento este comportamento é associado à serpente, ao "fruto proibido"
ou à queda e expulsão do jardim. Por isso essa história que o pecado deles foi a
maça ou o sexo é pura balela.

Sexo sempre estará ligado ao casamento


A palavra casamento dentre muitas conotações quer dizer união, junção de dois,
pensar nessa junção fora do casamento é ir contra o plano inicial de Deus para
nossas vidas, é, além disso, ir de encontro a um abismo tenebroso, que muitas vezes
não tem volta ou se tiver (PERDÃO) pode causar feridas profundas e cicatrizes que
não se desvanecem nem mesmo com o tempo. Veja alguns dados de estatísticas:

• Segundo dados da pesquisa, onde duas mil mulheres foram entrevistadas,


dois terços afirmaram que a melhor relação que tiveram em sua vida foi com
o marido.

• Outro dado interessante: após 14 anos de casamento, 63 por cento das


mulheres desejam o marido sexualmente. 93 por cento das entrevistadas,
também estavam satisfeitas com a virilidade do ‘maridão’. Mais da metade
achava o corpo do marido ‘simplesmente maravilhoso’. 95 por cento
disseram que a fidelidade no casamento era muito importante para a
duração da relação
Pesquisas sérias como essa, mostram que o casamento é o lugar correto para uma
plena satisfação sexual do homem e da mulher. Quando Deus planejou o casamento,
um dos seus propósitos era, sem dúvida, que homem e mulher tivessem prazer
sexual. O sexo foi criado por Deus para a realização dos cônjuges. Como igreja
cristã, deixamos por muitos anos, de dar esta ênfase para os casais. Precisamos
ensiná-los de que é da vontade de Deus que se realizem sexualmente no casamento!

Precisamos resgatar o sentido do livro de Cantares de Salomão e aplicá-lo ao


contexto da vida conjugal. Sexo é para procriação sim, mas também para a
satisfação.

2
SEXO & INTIMIDADE

Muitos casais cristãos estão frustrados na vida sexual porque ainda pensam que
Deus desaprova as relações que não têm o propósito da procriação. Sexo prazeroso,
sem culpa, terapêutico e rejuvenescedor, só no casamento!

Muitos casais ainda pensam como aquele casal que disse: “Quando nos relacionamos
sexualmente, tenho a impressão de que Deus se retira do quarto”.

E Criou Deus o Casais que pensam assim ainda cultivam a idéia de que sexo, como fonte de
homem à sua prazer, é algo pecaminoso e sujo. Por outro lado, precisamos ensinar os
imagem, macho e casais a serem mais criativos em suas relações sexuais.
fêmea os criou.
Não é preciso comprar revistas do tipo ‘1001 posições para ser feliz no sexo’
“E Deus os ou usar recursos dos filmes pornográficos, que tantos males fazem ao
abençoou e Deus casamento, para que sejam felizes e realizados sexualmente.
lhes disse:
Frutificai, Muitos casais estão insatisfeitos porque pensam que só uma determinada
multiplicai, e posição de relação sexual é certa e as outras são erradas. Os casais precisam
enchei a terra…”; conversar mais sobre sexo e suas próprias relações sexuais. Precisam ler
mais livros, sérios é claro, que abordam a questão do sexo no casamento.
“Deixará o varão a
seu pai e a sua Os casais precisam estar conscientes de que traumas da infância, como por
mãe e apegar-se-á exemplo, os abusos sexuais, podem prejudicar a vida sexual.
à sua mulher, e
será ambos uma Assim como as disfunções sexuais, tanto masculinas e femininas, como a DE
carne”. (disfunção erétil), ejaculação precoce, ejaculação retardada nos homens;
anorgasmia (ausência de orgasmo), vaginismo e ausência de desejo
(Gn 1.27,28; (conhecida há tempo atrás como frigidez) nas mulheres, são fatores
2.24). complicadores para uma plena realização sexual, mas que com tratamento
médico e ou psicológico adequado, estas disfunções podem ser sanadas. Ao
contrário do que muitos estão dizendo o casamento não é a sepultura da felicidade
sexual. Deus assim planejou e as pesquisas comprovam isso. Basta acreditar e ir à
busca desta benção.

Sexo está ligado ao prazer mútuo


Segundo pesquisas brasileiras, um terço das mulheres nunca experimentaram o
orgasmo e outro um terço, chegaram ou chegam ao orgasmo em algumas relações
sexuais. Partindo do pressuposto cristão de que as relações sexuais devem se dar no
contexto do casamento (Hb 13.4) queremos fazer algumas reflexões sobre o tema.

• Em primeiro lugar, como cristãos devemos deixar de lado a idéia de que


não temos direito a essa bênção. O cristianismo foi influenciado
negativamente pela teologia agostiniana que afirmava ser o sexo um mal
necessário. Precisamos cultivar a idéia de que Deus criou o sexo para a
procriação, é verdade, mas também o criou para que homem e mulher
sentissem prazer no corpo um do outro. Para fortalecer essa idéia, Deus fez
com que o livro de Cantares de Salomão fosse incluído na lista dos livros
inspirados.

• Em segundo lugar, a construção da satisfação sexual deve passar por nós


mesmos. Refiro-me à importância de cada um conhecer seu próprio corpo.
Conhecer, por exemplo, os seus órgãos sexuais, suas áreas erógenas mais
sensíveis. Não estou me referindo à masturbação. Conhecer seu próprio
corpo se dá quando nos tocamos, quando lemos a respeito da sexualidade
humana em livros médicos, etc.

• Em terceiro lugar, o casal que deseja experimentar o prazer sexual deve


praticar a comunicação franca sobre o que lhe causa prazer e o que lhe
desagrada. Quando um casal mantém um diálogo aberto sobre sua vida
sexual, com certeza terão muito prazer.

3
SEXO & INTIMIDADE

• Outro fator importante é saber que ambos, marido e esposa, têm direito a
esse prazer sexual. Paulo, o apóstolo, deixou esse ensinamento quando
escreveu que o marido deve proporcionar prazer sexual à sua esposa e essa
ao marido (1Co 7.3). Como afirmamos anteriormente, parece-nos que esse
privilégio tem sido, na sua maioria, só dos homens.

• Por último, não devemos associar o prazer sexual somente ao orgasmo.


Sem dúvida, o orgasmo é o topo do prazer, mas para chegar a esse topo o
caminho também é muito prazeroso e deve ser vivenciado intensamente
pelos casais.

À luz dessas reflexões, lembremo-nos o texto de Eclesiastes 9.7: “Goza a vida com
a mulher que amas todos os dias da sua vida...”.

Sexo está ligado ao prazer de satisfazer o outro


Conta - se uma historinha: Hägar, o horrível é o nome de um personagem criado por
Dik Browne. Numa dessas histórias que são publicadas diariamente por um grande jornal
aqui do Rio de Janeiro, o Hägar chegou para um sábio e perguntou: “Ó sábio, diga-me
qual o segredo de um casamento feliz?” O sábio então respondeu solenemente: “Você
deve estar disposto ao sacrifício filho...” Aí o Hägar, com aquela cara de espanto,
pergunta: “E como se faz isso?” O sábio volta a responder: “Você precisa deixar a bebida
alcoólica, as brigas e as noitadas... Tomar banho diariamente, parar de falar palavrão,
ajudar a sua mulher nas tarefas da casa”. O Hägar abre os abraços e diz espantado: “Está
brincando? E como isso vai me fazer feliz?”. O sábio coça a barba e diz: “Ah... Você é que
quer ser feliz?”

Moral da história: Se você quer ser feliz, não fique perguntando o que o outro deve
fazer por você para que seja feliz. A felicidade conjugal verdadeira só acontece quando um
cônjuge procura agradar, mimar e proporcionar o bem-estar do outro.

Esposa, você jamais será feliz se estiver somente preocupada que o seu marido lhe faça
feliz. Marido, quer ser feliz no casamento? Siga as orientações do sábio da história. Vai
precisar de sacrifício?

Claro! Mas você vai experimentar o efeito “bumerangue”. Quando você se esforçar para
fazer o outro feliz, essa felicidade voltará para você e então será feliz!

Tente isto: Quer ser feliz no casamento?: Lembre da historinha. Pare de falar palavrão,
de gritar, ajude seu esposo nas tarefas dele, interesse-se pelos sonhos dele (você já os
conhece?) pare de reclamar, de murmurar, arrume-se para ele, seja o melhor para a vida
dele, tome banho todos os dias, pare de brigar, deixe um pouco as amigas e fique com o
maridinho que Deus lhe deu. Ou você está parecendo com o Hägar ( no âmbito feminino
de ser) ? Ai vai ser horrível!

 Reveja o que aprendeu...

O casamento foi sonhado por Deus, ele desejou que você fosse feliz no seu também, mas
lembre-se cada um tem sua parte. E a sua, é preocupar-se única e exclusivamente com o
que lhe cabe, sem questionar se a de Seu Marido é feita ou não, isso não cabe a você, isso
é Deus com ele. Importe-se em fazer sempre o melhor, e o “efeito bumerangue”
acontecerá em sua vida.

4
2
SEXO & INTIMIDADE
Capítulo

E se eu não amar mais


o meu cônjuge?
“ Sexo dentro do casamento de um
homem e mulher que se amam pode ser
como uma pedra preciosa brilhando e
faiscando num engaste perfeito” ( Ed
Wheart)

M as e se um dos dois achar que não ama mais seu cônjuge? É possível mudar

seus sentimentos? Existe esperança de encontrar satisfação sexual com alguém a quem
pensamos não amar mais? Minha resposta a tudo isso é SIM – mas primeiro devemos
definir o que é amor.

Leia em voz alta os papeis que vocês fizeram anteriormente descrevendo o que é o
amor..... (PAUSA PARA LEITURA E BREVE COMENTÁRIO)

Bem, penso que foram muitas as palavras utilizadas, ou as frases chavões para definir o
amor, mas nenhuma delas realmente define a mais pura e perfeita expressão do que é o
amor. O amor na visão do mundo é paixão, afeição, sentimentos românticos, amizade,
bem-querer, paixonite aguda, ou outras qualidades, DE RECEBER.... Isso mesmo
RECEBER.... Como vimos anteriormente o ato de amar é DAR E NÃO RECEBER.

A bíblia nos revela um amor que o mundo não compreende um amor que torna perfeito o
ato de ser “uma só carne” no casamento. E no Novo Testamento o conhecemos por
AMOR ÁGAPE.

Amor ágape é: amor incondicional (não se impõe condição para dá-lo)

Amor ágape é: amor irrevogável (não se volta atrás a qualquer desilusão)

O Amor ágape é um amor derramado sobre nós em abundância, de modo sobrenatural, e


este fato inicia-se no exemplo do Pai (Deus) para conosco, nos amando mesmo antes de
O aceitarmos (Jo 3:16), é um amor que quando colocado em prática, traz a nós satisfação
plena, ou seja, sem faltar nada, e dentro do relacionamento conjugal, resolve TODOS os
problemas, TODAS as necessidades, e mostra-nos o caminho para uma satisfação
infinita. O amor assim, mostra-nos que no casamento é preciso uma DEDICAÇÃO TOTAL,
da mesma forma que a dedicação de Deus para conosco é total. Com os casamentos
descompromissados de hoje em dia, DEDICAÇÃO TOTAL parece idiotice, talvez o motivo
de tantos lares desfeitos seja a falta de compromisso para com o compromisso!

No texto de Marcos 10:09 diz: “ Aquilo que Deus ajuntou não separe o homem” , essa
deve ser a frase mais importante de nosso relacionamento conjugal. NÃO SEPARE o
homem/Mulher, temos que ter em mente que temos um compromisso para com nosso
cônjuge e para com Deus , nossos filhos e sociedade.

5
SEXO & INTIMIDADE

Q uando decidimos nos casar fizemos um pacto de compromisso, tornando-nos

uma família que é o principio de toda sociedade. O compromisso é o elo – e o sentimento


de amor é o resultado. O sentimento vem como resultado de meu compromisso durar e
perdurar em toda e qualquer circunstância . o casamento não torna necessariamente uma
pessoa feliz, mas quão feliz será a pessoa que fizer do seu casamento uma união feliz, ao
darem-se uma a outra ao trabalharem juntas, ao servirem juntas, ao crescerem juntas.

Se entendermos a forma divina de amar (DAR-SE SEM DESEJAR RETRIBUIÇÃO)


conheceremos então, a resposta para o amor – amor que Deus desejou para seu
casamento.

Como renovar o amor no casamento


Você e seu cônjuge precisam tomar conhecimento do fato de que : é necessário haver
COMUNICAÇÃO ABERTA, a qual tem o poder de curar quando brotar o perdão completo.
Permita que isso comece por VOCÊ. Para iniciar:

1. Admita que deixou-o de amar por desejar RECEBER mais do que


DEU.

2. Reconheça que você pode ser o instrumento através do qual Deus


comunicará seu amor a seu cônjuge

3. Ore e dedique-se a essa tarefa

4. Dê Graças a Deus antecipadamente pelo amor ágape sobrenatural


que fluirá através de você conforme Ele mesmo prometeu. Esse amor
precisa ser aprendido que começa na mente, que está sujeito a vontade e
não as emoções, que sempre resulta em ação.

5. Não exija reação apropriada do outro, esta tem que ser uma dádiva
(aquilo que se oferece, presente)

 Pare e Reflita

Lembre-se: aquilo que você semear , colherá ... (Veja Gálatas


06: 07-10)

 Reveja o que aprendeu...

O amor só pode ser perfeito quando tornar-se o amor ágape, que é um amor, sem requer
nada em troca, sem interesses, irrevogável e derramado por Deus. Eu devo admitir meus
erros, reconhecer que posso ser instrumento da graça de Deus em meu casamento e ora
por isso agradecendo antecipadamente. Que o amor verdadeiro é franco, honesto e exige
de mi atitudes, não retribuições, e que se eu semear amor, afeto, carinho, romantismo,

6
3
SEXO & INTIMIDADE
Capítulo

cuidado - receberei na mesma proporção que eu der, e que acima de


tudo que devo FAZER SEM REQUERER. (
TAREFA faça uma lista
das qualidades de seu cônjuge antes e depois do casamento, o que
levou você a casar-se com ele (a) )

Uma só carne – a beleza


do relacionamento
sexual que Deus
preparou para você
“ Na intimidade do casamento, na
privacidade do quarto, homem e mulher
aprendem gradualmente o significado da
palavra de Gênesis : tornando-se uma só
carne ” ( Ed Wheart)

O ato sexual é um processo de aprendizado, no qual marido e esposa

descobrem progressivamente como dar prazer um ao outro. Isso inicia-se primeiramente


com algumas informações explicitas (bom seria que pelos pais e dicipuladores), após
através da experiência do dia-a dia.

Há, porém diversos obstáculos quanto a vida sexual do casal, primeiro o aprendizado
errôneo através das lavagens cerebral via romances e filmes que sugerem que tudo é
normal, outros ficam na defensiva achando que sua habilidade como amante é importante
e acabam por fingir saber tudo. Muitos procuram aconselhamentos com pessoas erradas
por não depender do processo tentativa –e- erro . e há aquelas que entendem que Deus
planejou benção e prazer para elas e não querem deixar de aprender tudo isso. A primeira
razão para o casamento segundo a bíblia é o companheirismo (não é bom que o homem
esteja só) daí a importância de o marido e esposa estar juntos, casados em todas as
áreas de suas vidas, espiritual, psicológica, física, e sexual.

Você Sabia?
Você sabia que muito trabalho atrapalha a vida sexual?

7
SEXO & INTIMIDADE

Você, sendo casada, com certeza já experimentou planejar uma relação sexual com
seu cônjuge e na ‘hora h’.... Uma organização britânica entrevistou mais de 486
pessoas que trabalhavam mais de 48 horas por semana. Entre os entrevistados, 75
por cento, que consideravam-se ‘workaholics’, isto é, viciados em trabalho, não
tinham vontade de relacionar-se sexualmente. Cuidado! Trabalhe, mas não deixe
faltar energia para o sexo!

Você sabia que o cérebro é o mais importante órgão para a felicidade


sexual?
Isto mesmo! O cérebro é o mais importante órgão do corpo humano para a plena
satisfação sexual. Como isto acontece? Para despertar o apetite sexual é preciso
haver estímulos através do olfato, do tato, da visão, da audição e do paladar. Essas
sensações desencadeiam sinais elétricos que chegam ao cérebro, que ordena ao
hipotálamo a liberação de substâncias mensageiras que, por meio da hipófise são
liberadas na corrente sangüínea até as glândulas supra-renais. Depois de se efetivar
todos esse processo, as substâncias, testosterona no caso dos homens, são
produzidas pelos os testículos. No caso das mulheres, os ovários ordenam a secreção
de estrógenos, hormônios importantes para o desejo sexual e para a excitação.
Você sabia que existe um hormônio chamado de oxitocina que é o hormônio do amor
e é liberado no hipotálamo e sua liberação se dá no orgasmo e faz com que o sexo
passa a ser um fator de união afetiva?

Atenção mulheres, vocês sabiam que o suor do homem exala uma


substância que desperta a mulher para o sexo?
Isso mesmo! O nome dessa substância é feromônio. Outro dado interessante é em
relação à mulheres que sofrem da síndrome de Kalman, um quadro de alteração
hormonal que prejudica a puberdade e é acompanhado pela ausência de olfato.
Segundo estudos com pessoas portadoras da síndrome de Kalmam, foi constatado
que essas mulheres tinham maiores possibilidades de terem alguma dificuldade no
plano sexual. Então, quando seu marido começar a suar um pouco (ou muito) não se
preocupe, você está sendo beneficiada, pois o seu prazer sexual aumentará. O
perfume é importante, mas cuidado para não bloquear essa essência que Deus deu
ao homem para a felicidade sexual da mulher.

Você sabia que o compartilhamento de sentimentos aumenta o prazer


sexual?
Estudos realizados com casais, mostrou um quadro interessante. Os cônjuges que
compartilhavam mais os sentimentos, como angustia, medos, sonhos e ideais,
tinham uma vida sexual melhor do que aqueles casais que se mantinham fechados
um com outro. Cônjuges egoístas, muitas vezes preocupados com o próprio prazer
sexual, tinham mais dificuldades no relacionamento sexual do que aqueles que
conversavam entre si na busca da harmonia sexual do casal. Esse estudo foi
conduzido pela Sexóloga Sandra Baptista, professora de sexologia da Universidade
Gama Filho. Esse estudo é importante pois mostra que o relacionamento sexual não
está restrito à cama. Daí a importância de haver um envolvimento afetivo, de
cortesia, compartilhamento de sentimentos entre os cônjuges para que o sexo seja
haja mais prazer. Se a descoberta da importância do feromônio possa ser o ‘viagra
do cheiro’, conversar e compartilhar sentimentos sejam o ‘viagra da emoção’.

O beijo : é o termômetro do desejo. Sinal poderoso antes, durante e depois da relação


sexual. Saber usar esse sinal é um fator decisivo para uma relacionamento de qualidade.
O beijo nos coloca novamente em contato com as primeiras sensações de prazer e
gratificação sentidas no ato de sugar. Desde muito cedo, a boca é a primeira fonte de
prazer. Com 16 semanas de vida, além de fazer caretas, levantar as sobrancelhas e coçar
a cabeça, as papilas gustativas já estão desenvolvidas.

Mas, no momento de preparo para uma relação sexual, nenhum parceiro vai lembrar das
indicações fisiológicas do beijo - assim espero - o que vai importar é o afeto, o cuidado, a
importância, a calma, a interpretação dos sinais. E são sinais a serem aprendidos como
um novo idioma. E como na arte do afeto somos sempre aprendizes, estamos ensinado e
aprendendo.Como e onde gosto de beijar. Como e onde o outro gosta de ser beijado.
Essas interpretações, esses sinais que não são ditos, mas transmitidos,esses muitos

8
SEXO & INTIMIDADE

significados indicam por quais caminhos devo ir descobrindo , tocando , amando.


Menosprezar esse gesto tão importante é cair na mesmice, na repetição. Porque essa
linguagem também muda, com o tempo, o momento, a fase da vida e a história de cada
um.

Sugiro aqui uma brincadeirinha: Que todo casal “brinque” de ser namorado, de enamorar-
se, de beijar com a curiosidade de conhecer o que tem lá no outro. De aprender ou
reaprender os sinais de quem beija. De ser eternos descobridores da linguagem contida
num beijo

O que os homens querem no casamento?


O QUE ELES QUEREM?

Satisfação sexual

Sem nenhum exagero, para homem, o casamento se faz na cama. Acredito que este
instinto é mais focalizado no homem que na mulher. Enquanto esta se define como
um ser relacional, este se define como um animal de falo.

Diferente da mulher, os homens quase nunca sublimam o sexo, ou seja, satisfazem


ou exprimem, em atividades não-sexuais, desejos sexuais frustrados. A ausência do
desejo sexual na mulher não a agride tanto quanto a disfunção erétil no homem,
que pode levá-lo a cometer atos inconseqüentes.

No casamento o homem projeta a sua realização e satisfação sexual. Quando isto


não acontece, o casamento pode perder a sua razão de ser, pois quase nada pode
compensar tal carência. É evidente, que com a exploração que a mídia e a sociedade
em geral, fazem do sexo, os problemas sexuais no homem, podem se transformar
facilmente em traumas psicológicos.

A explicação para este comportamento do homem, segundo estudos recentes, está


no cérebro. O hipotálamo, que é o centro do sexo, é maior nos homens que nas
mulheres. No hipotálamo, os hormônios, principalmente, a testosterona, estimulam o
desejo sexual e o homem, tem de 10 a 20 vezes mais testosterona que a mulher.

Companhia prazerosa

Desde o princípio foi constatado por Deus, que não é bom que o homem esteja só.
De fato, o homem é carente de uma companhia, da presença estável de uma mulher
que esteja ao seu lado, livrando-o da terrível sensação de solidão.

O relacionamento para o homem é presença; ele se guia pela vista, ainda que não
necessariamente, pelo tato, como acontece com a mulher. É necessário porém, que
esta companhia lhe seja prazerosa, no sentido de lhe proporcionar certas
gratificações ou prêmios, em face de sua condição de provedor. Pelo menos é assim
na psique do homem.

Um modo seguro para o homem definir uma companhia prazerosa, é fazendo algo
junto dessa companhia, como uma atividade recreativa, por exemplo.

Enquanto a mulher entende a intimidade como compartilhar segredos, falar, tocar,

9
SEXO & INTIMIDADE

etc, o homem considera uma atividade compartilhada com sua companheira como
uma alta expressão de intimidade. Isto lhe causa muito prazer. A mulher conquistaria
melhor seu marido se participasse mais, com ele, de atividades recreativas. Na
realidade, para o homem, não é tão importante o realizar junto, mas, estar junto
dele em atividades que lhe dão prazer.

Uma esposa atraente

O homem parece não desistir de se guiar pela vista e valorizar aspectos aparentes na
mulher, como sua beleza física e os adornos que ela tanto valoriza. O cérebro
masculino parece de fato, está programado para sentir atração pelas formas
femininas. Uma das causas que tem levado o homem a perder o interesse por sua
esposa é o descaso desta por sua aparência e a falta de cuidado com o seu corpo.

Na realidade, não é fácil manter, ao longo dos anos, a beleza e a formosura que
atraíram seu esposo quando se conheceram, porém, é necessário que a mulher não
se descuide do seu corpo, para que se mantenha o máximo possível atraente para o
seu esposo. Saiba que o homem valoriza muito este aspecto na mulher.

O livro de Cantares de Salomão ilustra bem esta necessidade do homem. O escritor,


ao longo de todo o livro não deixa de expressar o seu encanto com as formas de sua
esposa, partes do seu corpo que em geral, recebem alta cotação do clube masculino,
chegando mesmo a descrevê-las, comparando-as com paisagens e formas da
natureza que tanto os fascinam.
Uma mulher se orgulha das características pessoais do seu esposo, o homem, da
aparência física de sua esposa. Isto não quer dizer que o homem não valorize o
caráter de sua esposa.

Tanto valoriza que chega a ser, na maioria das vezes, intolerante com suas falhas
neste nível.
Talvez, em função da valorização que o homem dá à aparência de sua esposa,
muitas mulheres estão percorrendo verdadeiros calvários para manter suas formas
bem acentuadas, o que tem levado algumas, inclusive, a comportamentos obsessivos
a esse respeito. É bom lembrar que nem sempre as pessoas têm total controle sobre
alterações que se processam no seu corpo.

Uma guardiã do lar

Muitas mulheres enganam-se, ao imaginar que os homens abandonaram


definitivamente a imagem internalizada, ao longo de milhões de anos, da esposa que
cuida da casa, desempenhando tarefas típicas dessa função. Muitas mulheres,
inspiradas nos ideais feministas abandonaram por completo o cuidado da casa, para
que não fossem vistas como súditas do império machista.

Esta mudança radical causou um forte impacto na relação conjugal. Nem a mulher
nem o homem conseguiu assimilar bem tal mudança. Estudos revelam que a grande
maioria dos homens casados ainda se incomoda muito quando as suas esposas
deixam de lhes fazer pequenas tarefas como, prega os botões de suas camisas. A
maioria absoluta das mulheres afirmam que a maternidade ainda é a sua maior fonte
de satisfação e, se não fosse pelo dinheiro, preferiam se dedicar às tarefas do lar.

Os homens não deixaram de valorizar a mulher como guardiã do lar, o que não
significa, necessariamente deixar de reconhecer seu valor e sua capacidade na
realização de tarefas antigamente exercidas unicamente por eles. Quando se trata do
cuidado dos filhos, em geral, a mãe é imbatível nesta nessa função, e ninguém pode
garantir que grande parte dos problemas vividos pelos jovens dos nossos dias, como
vícios, violência, prostituição, suicídios, além dos problemas familiares em geral, não
tenham em sua gênese, o afastamento da mãe do lar.

10
SEXO & INTIMIDADE

Admiração

O desejo de ser admirado e reconhecido é mais aguçado no homem que na mulher.


O homem parece viver em função desse desejo, que lhe é visto como o preço mais
justo que pode lhe ser pago por aquilo que ele realiza. Sem admiração o homem
definha e empobrece. Sem admiração, suas motivações para as conquistas e para as
realizações se esvaem e seu entusiasmo pela vida desaparece.

A admiração para o homem funciona como combustível e ao mesmo tempo, como


parâmetro que mede a eficácia de seus atos. Se não há admiração, é porque não há
atos heróicos (para o homem esses atos são todas aquelas ações que visam servir,
suprir e proteger a esposa e a família).

O homem costuma medir os seus esforços por seus ganhos, grandes ou pequenos.
Ele quer ser herói e obter sucesso em servir e proteger a mulher a quem ama e por
quem, especialmente, quer ser reconhecido. Quando sente que tem a confiança
dela, ele é capaz de assumir o seu lado nobre. Encara com mais confiança os
desafios de sua vida, tem mais possibilidade de êxito naquilo que empreende e
torna-se mais carinhoso, reconhecido e realizado.

Quando não sente que tem a confiança dela, ele perde um pouco de sua vivacidade e
energia e, depois de algum tempo, pode parar de se importar e não fazer mais tanta
questão de ser o herói de sua mulher. Daí, porque a admiração é uma das
necessidades básicas do homem e a crítica pode ser destrutiva para o seu poder
pessoal.

O que as Mulheres querem no casamento?


Afeto

A mulher é movida por afeto, que é o mais nutritivo alimento do seu coração.
Quando elege o seu cônjuge, ela espera receber dele afeto, em forma de palavras,
de toques e de atitudes, pois as relações conjugais lhes são sinônimos de relações
afetivas. A sensibilidade da mulher ao toque, por exemplo, é dez vezes maior do que
a do homem.

O casamento para a mulher, é acima de tudo, a expressão máxima de amor e


compromisso entre duas pessoas, e só secundariamente, entendido como uma
instituição.

Esta necessidade é, em geral, ignorada pelo homem, por achar que o puro
cumprimento do dever de suprir a casa é motivo de satisfação para a mulher. Mas
não é assim para ela. O afeto é uma de suas necessidades permanentes e,
independente do tempo que está casada, a mulher espera receber sempre do seu
esposo boas e constantes doses de carinho e afeto.

Este comportamento do homem rejuvenesce e estimula a mulher a estar sempre


mais atraente e assim, motivar as atitudes de afeto do seu esposo.

Intimidade

No relacionamento conjugal, quanto mais proximidade, melhor. No caso da mulher,


parece que sua estrutura emocional e sua estrutura cerebral, têm este campo de
necessidade maior que a do homem, fazendo com que, a convivência íntima seja
muito mais buscada por ela do que por ele, no casamento. A mulher cobra
constantemente do homem esse tipo de convivência e um ambiente onde haja
compreensão empática e um nível de confiança baseado no compromisso da
fidelidade e da continuidade das relações conjugais.

11
SEXO & INTIMIDADE

A intimidade deve se expressar no âmbito da sexualidade, eixo ao redor do qual


giram outros aspectos da intimidade, e significa mais que a união dos órgãos
sexuais, mais que a excitação sexual recíproca de ambos, mais ainda que a mútua
realização do orgasmo, mas, um encontro que dar-se no cerne de suas vidas; no
âmbito das emoções, visto ser o contato em que se revela o eu mais profundo de
duas pessoas e; no âmbito espiritual, ou seja, na aproximação que se desenvolve
através do compartilhar as áreas das preocupações últimas, o sentido da vida e sua
relação com o universo e com Deus. Neste tipo de intimidade pode dar-se o mais
profundo encontro entre as pessoas. É indispensável para a própria estabilidade das
relações conjugais o acercarem-se deste tipo de intimidade.

Diálogo

A comunicação é um dos aspectos mais relevantes do casamento, porém, não


podemos negar que é também nesta área que se concentra um grande foco de
conflitos na relação conjugal, pois, homem e mulher têm, neste aspecto, acentuadas
diferenças que se evidenciam logo cedo. As meninas começam a falar antes dos
meninos e aos três anos têm mais ou menos o dobro do vocabulário deles. Recentes
pesquisas revelam que no cérebro da mulher, a fala tem duas áreas específicas: uma
principal que fica localizada na parte frontal do hemisfério esquerdo, e outra menor,
no hemisfério direito. Enquanto que as mulheres usam mais de 20.000 palavras por
dia, os homens usam apenas 7.000. O cérebro da mulher, portanto, já vem
estruturado para usar a fala como principal forma de expressão.

Um outro aspecto relevante, é que para a mulher, a comunicação vai além de mera
conversa clichê, aquela que se faz através de frases prontas e chavões, em que as
palavras soam vazias. Ao se comunicar, a mulher expressa sentimentos e usa a
comunicação num nível mais profundo, para se aproximar e tornar-se íntima. Daí a
sua grande necessidade de falar sobre a relação e de ter o feeedback do seu cônjuge
a esse respeito.

Sem sombra de dúvida, ao lado de um homem calado, com o olhar perdido, sempre
há uma mulher se sentindo desprezada e distante, com a sensação de que algo vai
muito mal à sua relação conjugal. O silêncio do homem é uma das maiores ameaças
para a mulher.

Honestidade

A personalidade de uma pessoa sempre foi um aspecto importante a ser avaliado no


momento de se decidir por uma relação duradoura. Nas mulheres, isto parece ser
ainda mais valorizado que nos homens. Enquanto estes têm a tendência de se
basear mais pela vista, aquelas se interessam mais por qualidades interiores do
homem, os traços de sua personalidade, suas características pessoais, seu caráter.

A honestidade é um dos traços que a mulher mais admira no homem. Só numa


relação de honestidade e franqueza a mulher se sente segura e tranqüila para
expressar livremente toda a grandeza dos seus sentimentos.

E o homem, não valoriza também o caráter da mulher? Evidente que sim. O que faz
com que ele não coloque este aspecto como uma necessidade primordial no
casamento, é que o comportamento da mulher, em geral não lhe causa tanta
preocupação.

Sustento financeiro

Quase que em toda história da humanidade o homem exerceu o papel de provedor


da família. Era o responsável pelo abrigo e o sustento desta. Há no seu cérebro, uma
estrutura programada para esse tipo de comportamento e, mesmo nos nossos dias,
não é simples para ele conviver numa situação em que a mulher esteja fazendo o
seu papel, como acontece em muitas famílias. A mulher, por sua vez, não superou o
condicionamento de milhões de anos, vivendo sob a proteção do homem e continua
a vê-lo como o mantenedor do lar, mesmo nos casos em que esteja ganhando mais

12
SEXO & INTIMIDADE

que ele.

O homem, de algum modo, é visto como fundo de reserva para a mulher. No


mínimo, ela espera dele uma cooperação financeira para sua maior segurança no
casamento. Neste aspecto, parece não haver tanta discrepância entre homem e
mulher, pois, se ele mantém a consciência de mantenedor da casa, ela continua a
esperar dele o cumprimento desse papel na construção do casamento.

As divergências neste campo se dão mais em termos das prioridades de ambos.


Homens e mulheres divergem muito na hora de usar o dinheiro.

Esperamos que os casais sejam mais diligentes em procurar compreender as


diferenças existentes entre o modo de ser masculino e o modo de ser feminino. A
dinâmica dessas diferenças dentro de um ambiente de mútua compreensão
enriquecerá ainda mais a fascinante aventura da vida, o casamento.

13
4
SEXO & INTIMIDADE
Capítulo

Perguntas que você tem


vergonha de fazer
“Deus jamais ocultou qualquer coisa
boa á seus filhos se estudássemos a bíblia
não precisaríamos que ninguém viesse nos
dizer o que e como fazer ” ( Ed Wheart)

Perguntas e respostas extraídas de depoimentos verdadeiros e


respondidas pelos: Dra. Elisabete Bifano (psicóloga cristã, atualmente
auxiliar ao Ministério Oikos, Pastor Gilson Bifano ( líder do Ministério Oikos)
Dr. Ed Wheart (autor do livro sexo & intimidade) e pelo Dr. Tim Lahaye
(autor do livro o ato conjugal) , todos eles cristãos de renomado
internacional e caráter e credibilidade inexpugnáveis.

Essa sessão não deseja de forma


alguma denegrir ou ofender a
nenhum casal, e sim através dos
testemunhos relatados, auxilia-los
a sanar algumas dúvidas quanto à
intimidade do casal cristão.

14
SEXO & INTIMIDADE

PERGUNTA: Sou casada e somente consigo atingir o orgasmo através da


manipulação clitoriana. Amo meu esposo, sou amada e vivemos num
relacionamento de respeito, carinho e amor. O casamento nos trouxe
equilíbrio e tirou essa "aflição". Nas primeiras relações eu sentia muito
prazer, porém não conseguia chegar ao orgasmo. Eu achei natural, porque a
gente fica nervosa. Hoje já não é mais assim. Gosto demais dele, ele me
excita, porém, embora tudo isso não consigo ter orgasmo que não seja pela
manipulação do clitóris. Como acontece? A gente está tendo relação sexual
e eu ajudo manipulando o clitóris, enquanto ele penetra. Aí sim, eu consigo
ter orgasmo, que geralmente é junto com ele. Só que tem vezes que ele
demora muito (sem a manipulação) então eu finjo, para ele não esperar
tanto ou então mando ele ir sozinho. As vezes ele diz que não e tenta me
esperar, mas nem sempre dá. Isso me incomoda (o fato de não ter orgasmo
vaginal, embora tenha prazer). E ele mesmo perguntou se eu não sinto
nada. O que pode estar acontecendo? Em determinadas posições eu sinto
mais prazer, porque tem mais movimentação em torno do clitóris, mas
mesmo assim, sem ajuda, eu não consigo ter orgasmo. Eu não quero mentir
ou fingir ou ter que deixá-lo sempre ir sozinho. É horrível! Eu preciso de
mais tempo que as outras? É pecado eu ajudar com o dedo no clitóris
enquanto estamos no ato sexual?

RESPOSTA: Fico feliz em saber de suas conquistas na área sexual com seu esposo.
Vocês estão de parabéns pelo casal que formam; na compreensão, amor e interesse
pelo satisfação sexual do outro. Isto é excelente. Quanto às suas preocupações
sobre o orgasmo clitoriano, quero lhe dar a boa notícia que não há razão de se
preocupar. Segundo pesquisas, 75% das mulheres só obtém orgasmo com a
estimulação do clitóris. Isto é tão natural porque a única função do clitóris é
proporcionar prazer e orgasmo na mulher. Portanto, não há nada de errado com
você! Em sua infinita sabedoria, Deus colocou esse pequenino órgão na mulher para
que ela pudesse sentir prazer tão intenso. Portanto, não se preocupe mais. Desfrute
cada dia mais abundantemente a vida sexual em seu casamento e que através disso
vocês recebam várias “heranças do Senhor” – filhos.

“Criou Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher
os criou.” Gn 1.27,28

PERGUNTA: Estou vivenciando um momento familiar muito difícil e gostaria


de ser aconselhada. Sou casada há 13 anos. Temos duas lindas filhas de 9 e
7 anos. Sempre trabalhei fora o dia inteiro. Meu esposo trabalha por
plantões de 12 horas com descanso de 48 horas. A minha função exige um
tempo muito grande fora do lar. Geralmente saio às 6h30 e só retorno por
volta das 20 horas, às vezes 21, 22, 23 horas. Isso tem causado em mim
um sentimento de culpa muito grande, pois não tenho tempo para minha
família. Meu esposo sugere que eu peça as contas do meu trabalho. O que
ela ganha daria apenas para as despesas básicas com alimentação, saúde
etc. Não daria para manter as crianças na excelente escola que elas
estudam desde o inicio da vida escolar, o plano de saúde de minha mãe e de
minha sogra. Tenho formação em pedagogia e meu esposo acredita que com
a experiência que possuo encontraria um outro trabalho logo. Eu não tenho
esta mesma certeza. Este é meu primeiro e único emprego e estou nele há
15 anos. Outro fator é que não tenho certeza da vontade de Deus quanto a
isso. O que fazer? A ausência no lar e falta tempo para acompanhar melhor
a educação das filhas, a vida espiritual, a própria organização da casa tem
me deixado por vezes até depressiva. Por outro lado, não quero ser mal
agradecida a Deus pelo trabalho que tenho quando tantos gostariam de ter
um.

Espero sua resposta.

15
SEXO & INTIMIDADE

RESPOSTA: Posso sentir sua luta em pensar tomar uma possível decisão nessa
área. Nós como pais, queremos dar uma qualidade de vida que não tivemos, mas ao
mesmo tempo privamos nossos filhos de nossa presença. É uma decisão muito difícil
de ser tomada. O que eu poderia dizer para você? Às vezes, fico pensando que
todos nós somos vítimas da sociedade de consumo que vivemos. Se pensarmos bem,
somos vítimas sim. Eu creio que, como pais, devemos trabalhar nós mesmos nesse
sentido. Às vezes, a dificuldade está em nós. Se perguntarmos a nossos filhos o que
eles desejam, eu acho que ficaríamos surpresos com suas escolhas. Temos que
colocar tudo numa balança. Pergunto a você: Você está feliz com essa situação? Está
fazendo bem à sua saúde? Será que não existiriam alternativas para oferecer aos
filhos uma educação de qualidade? Sabe, como educador, eu acho que nós nos
enganamos muito nesse sentido. A escola particular é um pouco melhor do que o
ensino público. Conheço muitas pessoas que estão sendo vitórias na vida mesmo
tendo estudado em escolas públicas recentemente. Uma outra coisa: Existem horas
que é preciso tomar uma decisão confiada em Deus e não nos números financeiros
(Mt 6. 25-34). Com certeza Deus está interessado nessa sua decisão. Tome a
decisão com o apoio do seu marido, especialmente. Quem sabe seria uma decisão
por um período da vida, enquanto seus filhos precisam mais da presença física de
vocês? Pense nisso. Estarei orando por você. Espero que tenha ajudado.
Pr. Gilson Bifano

PERGUNTA: Fui traída. Sou casada há 8 anos.Quero perdoar, mas meu


coração está muito Machucado. O que fazer? Onde buscar ajuda?

Obrigada, C

RESPOSTA : Querida C.

Agradecemos seu e-mail e a confiança depositada em nós diante da dificuldade que


está vivendo. O fato de você desejar perdoar é um passo muito importante.
Diante da sua questão proponho que você peça a direção de Deus. Isto porque um
dia, querendo resgatar o relacionamento com o homem, Deus enviou seu filho Jesus
Cristo para restaurar vidas destruídas pelo pecado. Deus nos perdoa de qualquer
pecado que cometemos, à medida que confessamos nosso pecado e pedimos perdão.
Foi por este objetivo que Jesus Cristo padeceu na cruz. Todos nós temos erros em
nossa vida. Mas Deus nos ama e nos aceita limitados que somos, e quer que
prossigamos no caminho correto, dessa forma não permitindo que soframos em
conseqüência dos mesmos erros. Portanto, só Ele para nos compreender e ajudar a
entender o erro de nosso próximo. Vale uma pergunta a ser feita a si própria: "Já
esgotei todas as respostas sobre a traição pela qual passei?" É bom considerar,
também, que muitas vezes o ressentimento ou a raiva domina nossa mente e
coração, impedindo-nos de agir de acordo com o desejo de nosso coração, levando-
nos a negar atitudes que venham a nos trazer paz e felicidade. Jesus Cristo ensina-
nos que "Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira, nem deis
lugar ao diabo.: (Efésios 4. 26, 27). Isto significa que o sentimento de raiva pode
nos cegar de tal forma que ficamos impedidos de enxergar o problema com clareza,
não conseguindo buscar uma solução adequada para nós. Nossa oração é que esta
experiência venha a fortalecer sua vida pessoal. Que você aproveite este momento
para descansar em Deus, sua ansiedade e angústia.

Que Deus abençoe você e seu lar!

Elisabete Bifaro

16
SEXO & INTIMIDADE

PERGUNTA: É certo utilizar vibradores elétricos?

RESPOSTA: Vibradores aplicados á área genital podem fornecer forte estimulação


sexual, mas muitas pessoas descobriram que, quando desejam ter relações normais
com seus esposos, não conseguem satisfação. Isso se dá pelo fato de nenhuma
condição de atividade sexual assemelha-se a intensidade de um vibrador. Meios
artificiais de estimulação devem ser evitados.

PERGUNTA: Deve-se utilizar fotografias e filmes eróticos para aumentar o


desejo sexual?

RESPOSTA: Muitos casais não entendem em que consistem esses filmes. Filmes
desse tipo baixam a comunicação entre o casal e provoca problemas muito grandes.
Deus criou o sexo e a expressão sexual entre o homem e a mulher no contexto do
casamento (Gn 2.24). A pornografia é uma distorção de algo belo e sublime criado
por Deus. Deus aprova quando um homem e uma mulher se relacionam sexualmente
no contexto do casamento, mas reprova quando a expressão sexual se torna algo
banal e vulgar (1 Ts 4.3-7).

2 - A pornografia apresenta um sexo irreal

Nela não se encontra o romantismo, as expressões de ternura, a santidade que deve


estar presente no leito conjugal, o diálogo, o respeito mútuo, as preliminares que
fazem parte da intimidade sexual de um casal. O que a pornografia apresenta é um
sexo desprovido de amor, apenas um ato físico grotesco.

3 - A pornografia rouba o tempo das pessoas

A pornografia é uma grande ladra do tempo que poderia ser dedicado ao cônjuge,
aos filhos, aos amigos, à comunhão com Deus, a leitura de bons livros que poderiam
servir de edificação. Pessoas passam horas e horas na frente de um computador,
tirando a energia que poderia ser canalizada para a família e com sérios prejuízos
para a vida profissional.

4 - A pornografia trata a mulher como um objeto

Estudos realizados por psicólogos mostram que um homem viciado em pornografia


tem uma visão deturpada da mulher, vendo-a apenas como um objeto de prazer.
Faz a mulher se sentir inferior, traída e incapaz de igualar a perfomance das atrizes
pornôs.

5 - A pornografia rouba o seu dinheiro

A pornografia tira, além do tempo, muito dinheiro da família. Dinheiro esse que
poderia ser aplicado nos estudos, no lazer com a família e ao bem comum. As
empresas do ramo da pornografia faturam milhões de dólares através de assinaturas
de canais privados, da compra de revistas, de acessos a site pornográficos e de
mensagens em celulares.

6 - A pornografia é cruel com as crianças

Com o advento da internet e o descontrole dos pais em relação ao uso do


computador, crianças estão sendo expostas a imagens altamente agressivas,
prejudicando sua sexualidade e fazendo-as cativas bem cedo, além de usá-las como
objeto de prazer para pedófilos.

17
SEXO & INTIMIDADE

7 - A pornografia torna o homem leniente em relação aos crimes contra a


mulher

Estudos revelaram que homens viciados em pornografia recomendariam penas mais


brandas para criminosos que cometem estupros ou violência contra a mulher. Por
quê? Porque a pornografia tira do homem a imagem da mulher como uma pessoa a
ser amada, respeitada e valorizada.

8 - A pornografia prejudica tremendamente o homem em sua vida sexual

Relatos indicam que a pornografia pode causar no homem impotência, ejaculação


precoce, ejaculação retardada, além levá-lo a comparar o corpo da esposa aos
corpos de atrizes pornôs, diminuindo assim seu interesse sexual por alguém da carne
e osso. A pornografia pode levar o homem a desejar ejacular somente através da
masturbação, pois a maioria deles fazem isso diante do computador.

9 - A pornografia aprisiona as pessoas

Ser dependente de pornografia é semelhante a dependência criada por drogas, como


cocaína, por exemplo. Assim como no mundo das drogas há uma escalada, muitos
pedófilos relatam que se viciaram nesse tipo de pornografia por não encontrarem
mais prazer na pornografia onde mostravam somente mulheres adultas. Muitos
lutam para deixar o vício de ver pornografia há anos e não conseguem. Muitas vezes
é preciso um trabalho a longo prazo com terapia e freqüência em grupos de apoio
usando os mesmos passos do Alcoólicos Anônimos.

10 - A pornografia destrói o casamento

Esposas de homens viciados em pornografia relatam suas frustrações na área sexual,


além de se sentirem trocadas por mulheres virtuais. Esposas de maridos viciados
em pornografia se sentem traídas e muitas pedem o divórcio por não suportarem tal
situação.

PERGUNTA: Não sinto vontade de fazer sexo, será que tem algo errado
comigo? O pior é que meu marido fica cobrando. O que fazer?

RESPOSTA: As razões de não desejar fazer sexo podem ser muitas. Às vezes, está
ligado a uma experiência sexual traumática que a pessoa teve no passado. Pode ser,
por exemplo, um abuso sexual na infância. Nesse sentido, a relação sexual fica
associada à experiência ruim que se deu no passado. Outras vezes o não desejar
fazer sexo, está ligado a uma educação sexual inadequada ou a certos tabus. Muitos
ouviram, especialmente na infância, que o sexo é algo sujo ou pecaminoso. Tudo isso
pode contribuir para o não desejar fazer sexo. Eu recomendaria você a procurar uma
ginecologista e verificar se há uma razão de ordem física. Quem sabe uma
deficiência hormonal? Um outro conselho que lhe dou seria incentivar você a
procurar uma terapia psicológica. Com ajuda de um terapeuta você poderá descobrir
a razão dessa falta de desejo. Pode ter um fundo psicológico. Quem sabe? O mais
importante é você verificar as causas dessa falta de vontade e trabalhar as razões
que levam você a ter esse comportamento. Procure ter o seu marido como
companheiro nessa busca das causas da falta de desejo sexual. Ele, com certeza,
está interessado que você supere essa dificuldade sexual. Vai ser muito bom para
você também. O sexo é uma criação de Deus e Ele quer que você seja feliz nessa
área de sua vida. Faça isso!

18
SEXO & INTIMIDADE

Dicas para um casamento harmonioso


36 DICAS PARA AQUECER SEU CASAMENTO

Casamento feliz é um porto seguro onde podemos relaxar e nos recuperar das
tensões do dia-a-dia. Precisamos ouvir coisas positivas de nosso companheiro ou
companheira. Da mesma forma que eu reuni alguns amigos para relacionarem uma
lista do que NÃO se deve dizer ao cônjuge, eles também sugeriram o que gostariam
de ouvir:

1. Belo trabalho!
2. Você é maravilhoso(a).
3. O que você fez foi muito bom.
4. Você está deslumbrante hoje.
5. Eu não me completo sem você.
6. Você está em primeiro lugar na minha vida, antes dos filhos, da carreira, dos
amigos, de tudo.
7. Estou feliz por ter-me casado com você.
8. Você é o(a) meu (minha) melhor amigo(a).
9. Se tivesse de começar tudo de novo, eu me casaria com você.
10. Como quis ter você ao meu lado hoje!
11. Senti sua falta hoje.
12. Não consegui parar de pensar em você hoje.
13. É bom acordar a seu lado.
14. Você sempre será o meu amor.
15. Adoro ver o brilho em seus olhos quando você sorri.
16. Como sempre, você está com uma ótima aparência hoje.
17. Eu confio em você.
18. Eu sempre posso contar com você.
19. Você faz com que eu me sinta bem.
20. Estou muito orgulhoso(a) por ter-me casado com você.
21. Sinto muito.
22. O erro foi meu.
23. Do que você gosta?
24. Em que você está pensando?
25. Quero ouvir com atenção.
26. Você é muito especial.
27. Não posso imaginar viver sem você.
28. Eu gostaria de ser um(a) companheiro(a) melhor.
29. O que posso fazer para ajudar você?
30. Ore por mim.
31. Estou orando por você hoje.
32. Eu aprecio cada momento que passamos juntos.
33. Obrigado(a) por me amar.
34. Obrigado(a) por me aceitar.
35. Obrigado(a) por ser meu (minha) companheiro(a).
36. Você torna meus dias mais brilhantes.

19
SEXO & INTIMIDADE

48 IDÉIAS ROMÂNTICAS

Verifique esta coletânea de 50 inspiradoras resoluções


românticas.

1. Eu quero surpreender meu cônjuge com mais freqüência –


dentro e fora do quarto.
2. Eu vou me livrar da televisão do meu quarto ou, pelo menos,
não ligá-la quando estivermos na cama.
3. Eu vou lembrar de tomar banho a dois (e não reclamar,
dizendo que estou perdendo tempo ao compartilhar)
4. Eu vou aprender a fazer jantares à luz de vela.

5. Vou instituir “o beijo de boa-noite”


6. Vou aprender a beijar meu cônjuge, antes de beijar meu gato, quando entrar em
casa.
7. Tentarei pensar no meu cônjuge do que em mim.
8. Serei honesto/a com meu cônjuge.
9. Começar a me amar, com os defeitos e tudo!
10. Parar de importunar meu cônjuge quando ele quiser ficar sozinho/a. Eu sei que
ele precisa de espaço. Vou também parar de achar que tudo que ele faz é um sinal
de que algo está errado na nossa relação.
11. Comunicar-me honesta e abertamente com meu cônjuge (e discutir as compras,
antes de efetuá-las!)
12. Eu decido que vou sair, pelo menos, uma vez por semana, com o meu cônjuge.
13. Demonstrar mais afeição e me divertir prá valer com meu cônjuge.
14. Passar mais tempo juntos: só nós dois! –
15. Falar “eu te amo”.
16. Vou assumir um compromisso com meu cônjuge de amar incondicionalmente.
17. Eu quero fazer um grande e sério esforço de sempre lembrar de ouvir. Às vezes,
me empolgo tanto ao me expressar que esqueço de ouvir.
18. Perceber quando está na hora de recuar no meio de uma briga.
19. Encontrar tempo um para o outro, não importar a situação.
20. Falar e ouvir de coração.
21. Dar as mãos quando tentarmos resolver algo difícil.
22. Dar mais flores e presentes ao meu cônjuge.
23. Vou ser mais tolerante.
24. Nunca dormir zangada.
25. Lembrar que as férias são um ótimo período para agradecermos por tudo que
temos e não para nos lamuriarmos pelo que não podemos ter.
26. Não vou mais usar joguinhos sentimentais – se sentir vontade de telefonar pra
meu cônjuge, eu vou.
27. Mostrar a ele meu melhor lado, não o pior.
28. Aprender a dar e saber receber apropriadamente.
29. Não ligar para os pequenos pontos negativos e, ao invés disto, concentrar-me
nos positivos.
30. Aprender a elogiar.
31. Começar a trabalhar minhas habilidades anti-stress para que eu possa relaxar
minha mente e o meu corpo e, assim, tornar-me um ser humano normal, ao invés
de uma pessoa tão impaciente, rabugenta e deprimente o tempo todo.
32. Fortalecer minha relação com meu cônjuge, passando com ele mais tempo com
qualidade.
33. Sempre me comunicar com as pessoas importantes da minha vida, elogiando,
demonstrando o meu apreço, mostrando os problemas. Afinal de contas, ninguém lê
a nossa mente.
34. Beijar meu cônjuge todos os dias, toda vez que ele sair de casa. Nunca sabemos
quando Deus vai chamar alguém.

20
SEXO & INTIMIDADE

35. Vou passar, pelo menos, uma noite sem televisão com meu cônjuge.
36. Beijar meu marido todas as noites, quando ele chegar em casa. É uma ótima
maneira de começar nossa noite, sem importar como tenha sido o dia dele.
37. Agendar, sem falhas, pelo menos uma ida com meu marido por mês. Pode ser
só nós dois ou com amigos, mas sem as crianças, com tanto que estejamos juntos.
38. Pensar em alguma coisa, todos os dias, que me faça grata por ter meu marido.
É a maneira infalível de eu me lembrar como ele é especial.
39. Passar mais tempo de qualidade com meu maridinho, mesmo que seja só
compartilhar uma noite tranqüila em casa, com um delicioso jantar, música suave ou
um bom filme.
40. Vou sempre tentar lembrar dos bons momentos que tivemos juntos e tentar
criar mais momentos desses.
41. Vou usar mais palavras simpáticas, quando falar com meu marido.
42. Não vou ficar furiosa com meu marido quando ele não fizer alguma coisa que eu
quero, quando eu não tiver falado explicitamente sobre o assunto com ele antes.
43. Vou dizer “por favor” e “obrigada” ao meu marido, pelo menos, 1 vez por dia.
44. Vou motivar meu marido a aprender a cozinhar, mesmo que isto signifique que
eu vou comer espaguete ensopado e frango esturricado.
45. Eu vou tomar a iniciativa na cama com mais freqüência.
46. Vou tentar dizer “por favor” e “obrigada” ao meu cônjuge, mesmo que isto
signifique simplesmente “obrigada por ter levado o lixo para fora”.
47. Vou tentar não remoer coisas velhas nas brigas novas.
48. Vou tentar não criticar o armário dele ou os sapatos dela.

10 DICAS PARA MELHORAR O SEU CASAMENTO

Se você deseja melhorar o seu casamento, diariamente precisa tomar atitudes nesse
sentido. Veja algumas atitudes que você poderia tomar a partir de hoje no seu
casamento. Se cada cônjuge fizer a sua parte, ambos experimentarão uma relação
conjugal bem melhor.

1. TRATE O SEU CASAMENTO DE FORMA SINGULAR


Não existe nenhum outro igual ao seu. É preciso, porém, determinar o que é o
casamento e o que queremos do casamento.
2. JOGUE FORA, DE VEZ EM QUANDO, O RESTO DE LIXO DO SEU
CASAMENTO
Nosso problema nesse sentido consiste em juntar até não caber mais, queixas,
mágoas, até se tornar insuportável. Viva o seu presente.
3. AJUSTE AS FINANÇAS COMO UM BEM COMUM
Aprenda a manusear o dinheiro como sendo da família, e não de um em
particular. Cuidado com as ambições e o secularismo. Ponha Deus em primeiro
lugar nas suas finanças.
4. REVIGORE A COMUNICAÇÃO FAMILIAR
Desenvolva o senso de humor como uma necessidade diária. Relembre o seu
estilo galanteador, e renove a alegria da sua casa todas as manhãs. Cuidado
com o ‘nunca’ e ‘sempre’.
5. DESCUBRA A ALEGRIA DO LAZER FAMILIAR
Trabalhar é importante, mas não se esqueça do lazer. Passeio com o seu
cônjuge ou com sua família. Faça aquele passeio que há muito tempo estão
planejando. Descubra formas criativas de lazer na sua própria casa ou na sua
cidade.
6. EXERCITE O DIÁLOGO CONJUGAL ATÉ O FIM
Evite o desabafo com vizinhos e colegas. Faça tudo que puder porque o divórcio
é muito ‘caro’.
7. REALIZEM NOVAS LUAS DE MEL SEM OS FILHOS
Use a sua imaginação indo a um lugar próximo ou a um hotel mais barato ou
por poucos dias. Desvencilhe-se do excesso de apego aos filhos. Mantenha
sempre a diferença entre a relação paterno-filial.
8. APRESENTE A SUA VOLUNTARIEDADE NOS SERVIÇOS DOMÉSTICOS
Antes de pensar que é o homem ou a mulher, lembre-se que são uma só carne.

21
SEXO & INTIMIDADE

Descubra o prazer da ajuda mútua. Isto equilibra as forças de poder e mando e


as relações afetivas.
9. CONTINUE INCENTIVANDO SUA RELAÇÃO AFETIVO-SEXUAL
A relação sexual está para o casamento como a calda de ameixa está para o
pudim. Em muitos lares é como se o fogo da paixão afetiva já estivesse
apagado. Lembre-se dos dias do fogão a lenha, um abano mantinha o fogo
aceso e, portanto a chama mais duradoura. Contudo a relação sexual depende
da felicidade da relação afetiva e permanente.
10. PARTILHE COM O CÔNJUGE E SEUS FILHOS TODA EXPERIÊNCIA DO SEU
CRESCIMENTO ESPIRITUAL BÍBLICO
Relembre a decisão de Josué e o testemunho de Noé e ponha Deus em primeiro
lugar na sua família. Seja um sacerdote como Jó que apresentava seus filhos
em oração a Deus porque podiam ter pecado (Jó 1:5). Relembre Deuteronômio
6 e ensine e pratique a vontade de Deus na sua palavra, sem materialismo,
farisaísmo, hipocrisia ou fanatismo, mas a palavra pura e simples, de Deus.

Quatro palavras para todo casal


Introdução:
A. Há quatro palavras, ou frases, que precisamos falar todos os dias para os nossos
cônjuges.
B. Se não falamos em voz alta, precisamos pelo menos falar em nosso coração.
C. Estas palavras curam muitos dos males que prejudicam o casamento.
D. Ao falar estas palavras, a correspondente atitude tem que acompanhar. Se forem
apenas palavras, nada adiantariam. E diga você estas palavras:

1. "EU TE PERDÔO".
A. Mt 6.12; 18. 21-22; 2Co 2.10; Ef 4.32
B. Estas palavras (e atitude) curam o ressentimento e amargura.
C. Pergunta para se fazer a si mesmo todos os dias: "Em que eu tenho ofendido ou
defraudado? Pelo que eu sinto mal para com meu cônjuge?"

2. "EU TE ELOGIO".
A. Pr 31.28-31; 1Pe 3.7
B. Estas palavras curam a crítica e a acusação.
C. Pergunta para se fazer a si mesmo todos os dias: "O que meu cônjuge fez de bem
hoje?"

3. "EU TE SIRVO".
A. Gl 5.13
B. Estas palavras curam o egoísmo e a omissão.
C. Pergunta para se fazer a si mesmo todos os dias: "Como eu posso ajudar meu cônjuge
hoje?"

4. "EU TE AMO".
A. Gl 5.14; 2Co 4.5
B. Estas palavras curam a negligência.
C. Pergunta para se fazer a si mesmo todos os dias:
"Como eu posso mostrar hoje o meu amor pelo meu cônjuge?"

Conclusão:
A. Se você falar todos os dias estas palavras para seu cônjuge, você terá um
relacionamento conjugal que deixará os outros boquiabertos.
B. Deus quer que você vivam bem no casamento; quer também que você viva bem com
ele. Faça a vontade de Deus em todas as áreas da sua vida.

22
SEXO & INTIMIDADE

Dez Mandamentos para as Esposas Dez Mandamentos para os Esposos


1. Aprenda o verdadeiro significado do amor. 1. Trate sua esposa com firmeza e gentileza.
2. Desista de seu sonho de um casamento perfeito e 2. Seja pródigo no louvor e na reafirmação.
lute por um bom casamento.
3. Defina suas responsabilidades.
3. Descubra as necessidades pessoais de seu marido e
tente satisfazê-las. 4. Evite crítica.

4. Abandone toda a dependência de seus pais e toda 5. Lembre-se da importância das pequenas coisas.
crítica aos parentes dele. 6. Reconheça a necessidade de estarem juntos.
5. Faça elogios e mostre apreciação, em vez de 7. Procure inspirar-lhe sentimento de confiança.
procura-los para si.
8. Reconheça a validade dos estados de espírito
6. Abandone a tendência de ser possessiva ou dela.
ciumenta.
9. Coopere com ela em todo esforço para
7. Cumprimente seu marido com afeto, em vez de fazer melhorarem o casamento.
reclamações e exigências.
10. Descubra as necessidades individuais dela e
8. Vença o complexo de princesa (Cinderela). tente satisfazê-las.
9. Abandone toda esperança de mudar seu marido
através de críticas ou ataques.
10. Ore por paciência.

ADULTÉRIO – VOCÊ ESTÁ SE IMUNIZANDO?

Cada vez mais ouvimos casos de infidelidade conjugal nos dias


de hoje. Antigamente a diferença da traição por parte do
marido era assustadoramente superior em relação à
infidelidade por parte da esposa. A porcentagem de mulheres
que traem seus maridos, sobe cada vez mais. Inclusive nos
círculos evangélicos! Existem vacinas para um marido ou uma
esposa não trair sexualmente seu cônjuge? O que podemos
fazer para estar, como casais, cada vez mais imunes à infidelidade sexual? Claro que
essa vacina não está disponível na farmácia ao lado, mas podemos estar mais
imunes tomando algumas atitudes práticas no nosso dia-a-dia. Uma das mais
renomadas especialistas americanas em casos de infidelidade, Vaughan afirma: “É
como tomar uma pílula diariamente para o resto de sua vida”.

Vamos descrever algumas das atitudes, que você marido e você esposa, podem fazer
para que não caiam nessa armadilha que todos os dias são colocadas.

23
SEXO & INTIMIDADE

1 – Jamais diga que cometerá adultério.


Se existe um livro que deveria ser reeditado, com certeza esse livro se chama "O
mito da grama mais verde". No capitulo cinco do referido livro, o autor faz uma
citação importante. Diz ele, citando Ellen Williams: “Se você está pensando, em seu
íntimo: ´um caso jamais poderia me acontecer´ está em dificuldades. Crer que
somos imunes nos deixa completamente expostos e desprotegidos”.

Se você quer ser fiel ao seu cônjuge não caia nessa cilada de pensar que você jamais
irá cometer esse pecado que tantos males tem causado aos casamentos, famílias,
igrejas e a sociedade em geral. Lembre-se do que disse o apóstolo Paulo: “Aquele
que está em pé, olhe para que não caia” (1 Co 10.12).

Quando reconhecemos que podemos cair na tentação do adultério, estamos dizendo


a nós mesmos que quem nos sustenta é Deus (Sl 125.1).

Portanto, se você quer ser imunizado contra o veneno do adultério, mantenha-se


humilde e reconhecendo que quem nos livra da tentação e que nos dá capacidade
para resistir às ciladas malignas é Deus (Lc 22.46; Ef 6.11).

2 – Seja transparente com seu cônjuge.


Uma outra atitude para não cair em adultério é manter o seu cônjuge informado de
qualquer aproximação suspeita por parte de uma outra pessoa do sexo oposto.
Quando os casais mantêm o canal de comunicação aberto existe liberdade para se
compartilhar sentimentos e um possível "affair" por parte de uma outra pessoa.

Não se iluda: a aproximação e olhares suspeitos estão em todas as partes. Podendo


inclusive partir de um irmão ou irmã da sua própria igreja. Quando um marido pede
a esposa para ajudá-lo a observar o comportamento estranho de uma pessoa com
abordagem suspeita ele está dizendo: “Querida, eu tenho um compromisso exclusivo
com você e gostaria que me ajudasse a observar o comportamento de fulana ou
ciclana”.

O que estamos querendo afirmar não é no sentido de abster-se de amizades sadias


com pessoas do sexo oposto. Mas quando se acende aquela luz amarela indicando
que não existe mais um relacionamento sadio e que a outra pessoa está entrando no
campo sensual é hora de comunicar e compartilhar com o seu cônjuge.

3 – Mantenha-se afastado da pornografia


Hoje existe uma nova modalidade de infidelidade: a virtual. Em nossos trabalhos
com casais temos visto muitos casais com sérios problemas conjugais tendo como
pano-de-fundo o vício de visitas a sites de conteúdo pornográficos, bem como chats
(salas de bate-papo) na Internet.

A entrada para sites pornográficos é bem mais fácil do que se pensa. Muitos
provedores, especialmente os que oferecem Internet grátis, estão apelando e
atraindo homens e mulheres para visitarem fotos de modelos em poses sensuais e
provocantes.

A visita de sites pornográficos e salas de bate-papo de conteúdo obsceno, além de


ser um tipo de infidelidade, abre uma tremenda brecha para um relacionamento
físico futuro (Jó 31.1).

4 – Torne o relacionamento sexual com seu cônjuge algo excitante e


prazeroso.
Muitos maridos e esposas estão como aqueles animais das savanas africanas. Certa
vez, vendo um desses programas em que mostra como é a vida animal nas savanas
africanas, vi um leopardo abater com certa facilidade um cervo manco. Se aquele
cervo tivesse com as pernas em perfeito estado, talvez com muita velocidade e um
pouco de sorte, poderia sair a salvo daquela perseguição. Mas o leopardo, com o seu
instito predador, escolheu sabiamente aquele cervo com problemas nas pernas.

Muitos maridos e esposas estão como aquele cervo. Estão mancos na vida sexual.
Passando assim a ser uma presa fácil.

24
SEXO & INTIMIDADE

Portanto, uma pílula que devemos tomar diariamente para imunizar-se de um


adultério é viver uma vida sexual prazerosa, excitante e criativa com o cônjuge que
Deus nos deu (Pv 5.15).

Se tivermos um banquete sexual com nosso cônjuge, será mais fácil não comer
migalhas lá fora. Lembre-se: Leão saciado não devora o domador!

5 – Pegue um táxi.
O filme "Infidelidade" aborda a questão da infidelidade de uma esposa que tinha um
marido que a amava e uma família harmoniosa. Num belo dia, de um tremendo
vendaval da cidade de Nova Iorque, ela se vê dentro de um apartamento com um
belo e sedutor rapaz. O que era um gesto de solidariedade passou a ser uma relação
extremamente explosiva de pura sensualidade entre uma mulher casada e o jovem
sedutor.

No final do filme, analisando toda a desgraça que trouxe para seu casamento e sua
família, lembrando daquele dia de vendaval nas ruas nova-iorquinas sua mente fez
com que lembrasse que naquele exato momento estava passando um táxi. Ao invés
de ceder o convite do jovem sedutor para subir em seu apartamento e trocar de
roupa poderia perfeitamente pegar um táxi e voltar para casa.

Lembra-se de José? Quando ele percebeu que humanamente não poderia resistir, a
melhor saída foi pegar um táxi. Claro que naquele tempo não existia táxi, mas ele
fez o que aquela mulher deveria ter feito: fugir, dá no pé (Gn 39.12)

Concluindo, converse com seu cônjuge sobre esses assuntos acima expostos.
Firmem um contrato de sempre orarem um pelo outro, de estarem abertos para uma
mútua ajuda de um ataque exterior no campo da sexualidade. Conversem sobre
como podem melhorar o relacionamento sexual. Façam um contrato de jamais
visitarem sites pornográficos.

Lembre-se: Quando tudo falhar, pegue um táxi! Dá o fora, corra. Faça como José, dê
no pé.

Mais do que uma rima, é um bom exemplo!

AMIZADE NO CASAMENTO

Casamentos saudáveis são aqueles em que os cônjuges desfrutam


de uma boa amizade. Deus ao criar o casamento afirmou: “Não é
bom que o homem esteja só” (Gn 2.18). Veja a seguir algumas
dicas para você construir no seu dia a dia conjugal uma sólida
amizade com seu cônjuge.

1. PASSEIEM JUNTOS
Qual foi a última vez que você passeou com seu cônjuge? Há uma semana?
Duas semanas? Há um mês? Talvez um ano? Portanto, a partir de hoje, procure
tirar um tempinho regularmente e passeie com seu cônjuge. Na sua cidade,
com certeza, há um lugar tranqüilo para vocês caminharem de mãos dadas,
quem sabe para uma pescaria.
2. RIÃO JUNTOS
Sorrir faz bem para o casamento. Mas não se esqueçam que devem rir com o
outro, jamais do outro. Aprendam uma piada nova. Riam das coisas da vida.
Todos os dias a vida nos dá bons motivos para rirmos juntos.
3. CONVERSEM SEMPRE
Tomem café juntos. Deixe o jornal de lado, desligue a TV e comecem uma boa
conversa. Você começar fazendo perguntas do tipo “como foi o seu dia?”, “e
aquela reunião como foi?”. Perguntas desse tipo demonstram interesse pelo
outro e proporcionam um bom início para uma conversa.

25
SEXO & INTIMIDADE

4. SEPARE UMA NOITE SÓ PARA VOCÊS DOIS


Programem, de quando em quando, uma noite só para vocês. Caso tenham
filhos pequenos peçam um casal amigo para ficarem com eles. Quem sabe na
casa da sogra? Uma noite romântica faz muito bem para a construção de um
sólido casamento.Não precisa gastar muito. Com uma boa dose de criatividade
a noite será inesquecível. Uma vez por ano, programem uma viagem de lua-de-
mel. Com planejamento e disciplina financeira vocês poderão, quem sabe,
passarem uma final de semana num hotel?
5. NÃO SE ESQUEÇAM DAQUELES DETALHES QUE SÓ VOCÊS SABEM
Sabe daquelas coisinhas que só o casal entende? Falo daquelas brincadeiras,
daqueles risinhos, dos toques, daqueles códigos secretos que casal tem. Muitos
casais vão se desconectando porque deixam de fazer essas pequenas coisas
que tanto enriquecem a amizade conjugal.
6. CONSTRUAM PONTES, JAMAIS MUROS
Procure perceber o que faz o seu cônjuge feliz. Quando você procura fazer seu
cônjuge feliz está construindo pontes. Isso também será muito benéfico para o
casamento. Lembre-se: Para ser feliz no casamento a dica é fazer o outro feliz.
O que custa fazer aquelas pequenas coisas que o outro gosta?

AS BEM-AVENTURANÇAS DO CASAMENTO

1. Bem-aventurado o casal que continua a demonstrar carinho e consideração um


com o outros depois que a empolgação dos primeiros anos passou.
2. Bem-aventurado o casal que é educado e cortês um com o outro como eles
são com seus amigos.
3. Bem-aventurados são aqueles que têm senso de humor, pois este atributo é
um grande "amortecedor de choques".
4. Bem-aventurados são aqueles que amam seus companheiros mais do que
qualquer outra pessoa no mundo e que cumprem com alegria seus votos de
casamento com uma vida inteira de fidelidade e respeito mútuos.
5. Bem-aventurados são aqueles que alcançam a paternidade, pois os filhos são
herança do Senhor.
6. Bem-aventurados os que se lembram de agradecer a Deus por sua comida
antes de tomá-la, e que separam tempo para a leitura de Bíblia e oração
diariamente.
7. Bem-aventurados os cônjuges que nunca levantam a voz para o outro e que
fazem de seu lar um lugar onde palavras desencorajadoras são pouco ouvidas.
8. Bem-aventurado o casal que fielmente vai à igreja e que trabalha junto para a
expansão do reino de Deus.
9. Bem-aventurado o marido e a esposa que sabem lidar com suas diferenças e
se ajustam sem a interferência dos parentes.
10. Bem aventurado é o casal que tem um completo entendimento das finanças e
que consegue uma parceria perfeita onde todo o dinheiro está sob o controle dos
dois.
11. Bem-aventurados são o esposo e a esposa que humildemente dedicam suas
vidas e seu lar a Deus e que praticam seus ensinamentos sendo leais, amorosos
e não egoístas.

DIÁLOGO: PARA QUE?

Há um versículo bíblico que revela a preocupação de


Deus com a solidão do homem. Após criá-lo à sua
imagem e semelhança, e colocá-lo no jardim, o
Senhor fez desfilar diante dos olhos da sua obra
prima, todos os animais para que ele os
nominalizasse. Ao colocar o nome, o homem tomava
posse de todos eles. Eram seus. E mesmo assim não
se sentia feliz. Tinha o jardim, tinha as plantas, os
pássaros, os animais, as fontes... Mas o homem

26
SEXO & INTIMIDADE

estava triste. Deus, que tudo vê, observou esta tristeza que doía, que feria, que
acabrunhava Adão. Olhos perdidos, pensamento distante, tronco arqueado
visibilizando o peso da solidão e da dor, ele sofria. No ápice deste momento
supremo, Deus põe sobre ele os seus olhos e vaticina este oráculo: “Não é bom que
o homem esteja só”. Na solidão existe um sol que não brilha. E Deus viu sua
opacidade. “Vou dar-lhe uma ajuda que lhe seja adequada”. Deus criou a mulher.
O homem passou de solitário a solidário. Na solidariedade há um sol que brilha, mas
não ofusca, e faz a complementaridade de dois inteiros: o diálogo.
Neste momento as palavras verbalizadas pelo homem constituem a primeira fonte de
comunicação, a primeira declaração de amor. A ajuda adequada torna-se então a
ajuda querida, a ajuda desejada. O diálogo é o vínculo com o qual se fazem
entender. A fala e a escuta se intercalam; o silêncio interposto aprofunda a reflexão;
o amor e a compreensão se delineiam, e ambos convergem o olhar para Deus, o seu
Criador e Senhor. O diálogo é fruto do amor.

A MULHER SÁBIA

A mulher cristã tem vários papéis a desempenhar na sociedade, na igreja e


principalmente no lar, onde ela tem um ministério específico. Ela pode edificar, e
construir, aliás, foi para isto que o Senhor a criou. Contudo, se não for sábia, pode
vir a destruí-lo, com suas próprias mãos. Porque tamanha responsabilidade para nós
mulheres? Quando Deus criou o homem, disse: “Não é bom que o homem viva
sozinho. Vou fazer alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade.” (Gn
2:18). Formou então Deus a primeira família, onde colocou a mulher como peça
fundamental para esta formação e deixou em suas mãos a responsabilidade de ser o
rochedo, o ponto de equilíbrio, a orientadora, a ajudadora junto ao marido, mais o
privilégio único de ser mãe. Todas as mulheres sabem da importância que a nossa
mãe teve em nossa vida. Foi ela que passou a maior parte do tempo conosco.
Obviamente todas nós queremos ser bem sucedidas na vida como esposa, mãe,
dona de casa, etc. Talvez você esteja refletindo e avaliando sua vida e chega a
conclusão que não tem tido muito sucesso na vida e se pergunta: o que está
acontecendo? Será que é falta de sabedoria? O que fazer? Deus quer restaurar a
sua vida, família e casamento. Em Tiago 1:5 está escrito: “E, se alguém de vós tem
falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente.”

1. Vejo que o primeiro passo seria ter uma vida de total compromisso
com Deus, querer ser segundo o coração de Deus.
Em Lc 10:38 podemos perceber claramente em Maria o compromisso
profundo, um desejo enorme de ouvir e de estar na presença do Senhor.
Compromisso com Deus gera santificação. E é isto que Deus espera de nós:
“Sede santos, porque eu sou santo” (1 Pe 1:16).
2. E o segundo passo seria pedir sabedoria a Deus.
Por que pedir sabedoria não é o primeiro passo? A questão é que se nós não
tivermos compromisso com Deus, nós podemos até pedir, Deus pode até nos dar,
mas nós não vamos saber usá-la e de nada vai adiantar, pois nos falta
compromisso com Deus, controle do Espírito Santo e falta do senhorio de Cristo
na vida. Portanto, para termos os nossos lares edificados, precisamos ser sábias.
E para obtermos esta sabedoria, faz-se necessário uma vida de compromisso total
com Deus.
3. Lembre-se sempre, mulher, que o seu lar precisa de você e que Deus lhe fez
para construir, edificar, ajudar e orientar. Deus lhe fez para ser coluna no lar,
inabalável!

27
SEXO & INTIMIDADE

ESPOSAS APROVADAS POR DEUS

Quer ser uma esposa aprovada por Deus? Então veja o que a Bíblia diz sobre o
assunto.

1 – Seja submissa ao seu marido

Base bíblica: “Mulheres, sujeite-se cada uma a seu marido, como ao Senhor, pois o
marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu
corpo, do qual ele é o Salvador” (Ef. 5.22).
O que isso quer dizer? Não quer dizer que os maridos não devam ouvir suas esposas
ou subjugá-las. Submeter-se é entregar a liderança do lar e do casamento ao
marido. Estar ao seu lado (depois de conversarem, é claro) naquilo que não ferir a
ética e os princípios cristãos e confiar que Deus irá honrar esse dever bíblico da
relação conjugal. Quando me refiro a ética e aos princípios cristãos estou me
lembrando de alguns mandamentos como por exemplo, “não roubar”, “não mentir”,
“não adulterar” e outros mais.

Praticando: Se em alguma coisa houver discordância entre você e seu marido e não
ferir a ética e os princípios cristãos diga para seu marido: “Querido eu não concordo
com essa decisão, mas crendo na Palavra de Deus que diz que devo ser submisso a
você, estarei ao seu lado”.

2 – Satisfaça seu marido sexualmente

Base bíblica: “O marido deve cumprir os seus deveres conjugais para com a sua
mulher, e da mesma maneira a mulher para com o seu marido” (1Co 7.3).
O que isso quer dizer: Como afirmamos no número anterior, o que Paulo está
dizendo é que tanto o homem como a mulher têm o dever de satisfazer o outro
sexualmente. Você esposa deve saciar seu marido na área sexual. Lembre-se que o
homem dá um grande valor ao sexo. Ele precisa saciar seu apetite sexual com você,
esposa!

Praticando: Procure conhecer um pouco mais sobre os aspectos psicológicos da


sexualidade masculina. Procure conversar com seu marido sobre o assunto a fim de
satisfazê-lo nessa área.

3 – Agrade seu marido


Base Bíblica: “Mas a casada preocupa-se com as coisas deste mundo, em como
agradar seu marido” (1Co 7.34)
O que isso quer dizer? Agradar é fazer o que outro gosta. Lembre-se desse conselho:
“Mime seu marido, jamais seus filhos”.

Praticando: Procure descobrir de que seu marido gosta no campo da gastronomia.


Faça aquele prato favorito. Faça-lhe um mimo. Você vai fazê-lo feliz e a felicidade
retornará para você também.

4 – Respeite seu marido


Base bíblica: “Como Sara obedecia a Abraão e o chamava de senhor” (1Pd 3.6).
O que isso quer dizer: A idéia aqui é de respeito. Além de ser submissa (1Pd 3.1-6),
Sara respeitava seu marido, tratando como senhor.

Praticando: Não precisa chamar seu marido de “senhor”, mas é preciso, com
atitudes e palavras, respeitá-lo. Se você é uma esposa crente e seu marido
incrédulo, até mesmo um alcoólatra, você precisa respeitá-lo. Fazendo isso você o
impressionará com a vida cristã e Deus a honrará e ganhará seu marido para Cristo.
Creia nisso!

28
SEXO & INTIMIDADE

5 – Procure se embelezar para seu marido


Base bíblica: “A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores...mas no ser
interior” (1Pd 3.3,4).
O que isso quer dizer: Não significa andar desleixada. Lembra da noiva descrita em
Cantares de Salomão? Era linda! (Ct 1.15). Mas o que Deus quer de você, antes de
tudo é a beleza interior, é a docilidade, tranqüilidade, a esperança que devem morar
no coração de toda esposa.

Praticando: Procure se dirigir ao esposo com docilidade e com tranqüilidade. Peça


para que Deus faça brotar essas virtudes no seu coração

29
30