Você está na página 1de 10

Pastores sob fogo cruzado

“Jesus clareou o significado de grandeza quando disse: “ O maior dentre vós


seja o servo de todos”, um homem não é maior por que tem um grande número
de servos, mas o grande homem é aquele que serve o maior número de
pessoas” ( E. Stanley Jones)

Muitos e muitos pastores andam exercendo seus ministérios como se


realmente estivessem sob fogo cruzado. São sentimentos, pensamentos,
frustrações, e atividades, tudo isso bombardeando constantemente suas vidas.
Em uma pesquisa feita à muitos anos atrás, foi detectado que um pastor
de uma igreja local com aproximadamente cem membros, gasta em média:
40 horas com aconselhamentos
40 com visitas domiciliares
40 horas com reuniões eclesiásticas , e outras tantas com tarefas na
igreja, não lhe sobrando tempo para a preparação de sermões, ou ainda para as
orações e devocionais com Deus e muito menos tempo para a família.
Essa realidade não mudou com o tempo, em nossos dias vemos
constantemente pastores sob a mesma pressão.
Neste estudo iremos lhes apresentar alguns relatos de pastores, que
chegaram a essa triste realidade esgotados, a ponto de alguns deles
abandonarem não somente o ministério mas também suas famílias. Veja um
desses casos, trata-se de uma carta de pastores enviada ao Ministério Focus
On Family ( Foco na Família) do Pr. H.B. London :

Craig Eades : O pastor esgotado emocionalmente .

Ele serve a uma congregação localizada em um subúrbio em crescimento,


grande parte de seu rebanho é formada por membros recém - convertidos, boa
parte dos membros de sua congregação tem várias gerações de pessoas
empregadas numa mesma empresa, outros foram desempregados e depois
conseguiram empregos com salários menores, enquanto outros extremessem
ao se perguntarem se não serão os próximos a serem desempregados. Muitos
desses convertidos foram atraídos para a igreja de Craig porque ela lhe
oferecia paz, integridade e estabilidade, muitos deles tinham vidas de
verdadeira desestrutura emocional, que incluía, alguns casamentos desfeitos, e
auto - estima baixa por conseqüência de maus- tratos, alcoolismo, drogas.
Os mais velhos na igreja não tinham noção do quão desgastante era
conduzir e solucionar tais problemas, e do aumento enorme que isso geraria na
carga horária de trabalho do pastor, pois embora isto nunca tenha sido
mencionado, um evangelismo eficaz aumenta em muito as demandas, pois
quanto mais gente conhece a Cristo, mais as igrejas deverão estar à serviço de
pessoas que trazem consigo dificuldades incríveis.
Somados aos problemas dos membros Craig e sua esposa Mary, tinham
ainda suas próprias frustrações, e problemas trazidas do passado, tentar ser
uma família cristã exige um trabalho duro, e eles consideravam esse esforço
importante para suas integridade pessoais.

1
Recentemente Craig confidenciou a um casal de amigo sobre o seu
esgotamento emocional, de quão difícil é lidar com os problemas dentro e fora
da igreja, e que isso provavelmente não mudaria , pastores se vêem
diariamente jogados em meio a tantos desajustes e desestrutura, e muitas
vezes os líderes das igrejas não compreendem este fardo pesado que os
pastores carregam, o quanto de energia física , espiritual e emocional sugam
seus pastores, e sendo esses problemas tão confidenciais, que um pastor não
pode falar a ninguém nem mesmo a sua esposa, ele é forçado a carregar esse
fardo sozinho.

O que os líderes podem fazer para ajudarem a seus pastores ?


Como lhes oferecer uma assistência?

✔ Compreenda seu pastor, quando ele parecer estar preocupado ou


apreensivo.
✔ Encoraje seu pastor a dar um tempo, ajude-o a desligar-se
momentaneamente de suas atividades, tente convida-lo para lanchar, ou
ainda proporcione a ele e sua família um agradável passeio, isso certamente
o aliviará de tantas preocupações.
✔ Ajude as pessoas atribuladas ou com problemas de sua igreja, isso fará que
você como líder possa ser estimado, tenha crescimento, e aliviará seu pastor
para coisas mais urgentes.
✔ Ofereça-se para ser discipulador de novos convertidos, ensine-os a orar, ou
ler a bíblia, incentive-os de todos os modos e maneiras possíveis, com isso
você alivia seu pastor, e no decorrer do tempo você desfrutará de um
ministério frutífero
Após ver essa experiência, você deve estar pensando:
___ Não, Nunca. Isso não é a nossa realidade, meu pastor nunca falaria, ou
se sentiria desse modo.
Pois é meu caro irmão e irmã, sinto muito, mas terei que traze-lo a
realidade.
Apesar de um pastor se desdobrar em tantas tarefas, ele não é, e nunca
será um SUPER-PASTOR, ou ainda um SUPER –CRENTE ,ou quem sabe um
EXPERT EM BIBLÍA
Pastor é um simples homem, humano, de carne e osso como eu e você,
pastor, assim como nós, com sentimentos, frustrações, necessidades, sonhos,
carências, e dificuldades, ele também pensa, assim como nós certamente um
dia pensamos, em desistir, em abandonar tudo, e nem ele ou sua esposa, tem
resposta para tudo.

Veja algumas estratégias que podemos usar,


e assim diminuir o risco que seu pastor corre:

Crie uma contracultura, de modo que sua igreja seja sempre diferente do
mundo

2
Valorize o caracter cristão de seu pastor, como sendo um patrimônio sem
preço para sua igreja
Entenda que quando seu pastor estiver sob fogo cruzado , a igreja está
correndo um sério risco
Achegue-se a seu pastor afim de facilitar a renovação e a restauração dele

Faça sua parte para evitar que seu pastor se torne uma vítima do estresse
ministerial
Questione seu pastor sobre sua agenda de trabalho e tente alivia-lo

Compreenda quando seu pastor estiver pensativo, ele pode estar lidando,
com um problema muito grande na vida de uma outra pessoa
O que a Bíblia Diz: Instruções bíblicas para Líderes

A palavra de Deus nos oferece tudo para termos uma vida cristã saudável,
e também para termos pastores edificados.
Mas, para isso temos que ler a bíblia e entendermos como Deus usa
pessoas para auxilia- Lo e como é esse mover nessas vidas.
Os conselhos da Escritura Sagrada nos ajudam a motivar pastores
desanimados. A bíblia oferece sabedoria de Deus, correção e perspectiva para
que possamos auxiliar nossos ministros.
Você sabe por que precisamos de pastores?
Em Efésios 4:11- 13 , você verá nove razões do porque :

1) Para edificar o Corpo de Cristo


2) Para nos ajudar a alcançar a unidade na fé
3) Para expandir nossos conhecimentos a cerca do Filho de Deus
4) Para facilitar nossa maturidade
5) Para nos auxiliar a alcançar a total dimensão da plenitude de Cristo
6) Para encorajar nosso crescimento afin de não sermos enganados por falsos
ensinamentos
7) Para nos convocar a falar a Verdade em Amor
8) Para nos ajudar a crescer em Cristo
9) Para estimular o amor cristão de forma que a igreja seja edificada
Tudo isso para que crentes possam ser moldados a imagem de Cristo

Deus quer pastores valorizados por causa de seu trabalho

Em 1ª Ts. 5:12-13, vemos a razão do porque devemos ter respeito ao


trabalho que o ministro esta fazendo . Não é uma questão de prestígio pessoal.
É a obra, que faz um homem grande, e é o serviço que ele está fazendo, que é
o seu sinal de honra.

3
Devemos tratar nossos líderes espiritual carinhosamente e com grande estima
por três razões:

1) Cuidar deles em amor por causa de seu trabalho ( v.12)Esse esforço por
amor a obra, não deve ser alienado ou fraco, requer do pastor manter-se
calado quando um líder leigo o vê na rua as 22;00hrs e comenta o quão fácil
é sua vida, sem ao menos saber que naquele dia o pastor havia estado até o
amanhecer com uma família, cujo pai estava sendo operado de câncer,
gastou três horas durante a manhã preparando o sermão, presidiu uma
reunião de finanças na hora do almoço, atendeu seis chamadas de visitas
durante a tarde, deu um estudo bíblico ao anoitecer, e agora estava indo até
a farmácia comprar um remédio para um membro da igreja no caminho de
volta para casa.
2) Cuidar deles em amor por causa de sua liderança no Senhor. O poder do
pastor e a autoridade espiritual que convoca as pessoas a viverem
continuamente de baixo do Senhorio de Cristo, é essa a diferença da
liderança do pastor à qualquer outra ocupação, principalmente quando sua
autoridade e dependência do Senhor lhe dá ousadia para dizer: “Siga a
Cristo como eu sigo”.
3) Cuidar deles exercendo o direito de admoestar (v.12) . Àqueles a quem
tem sido dada a responsabilidade de conduzir a igreja à obediência a Cristo,
deve ser coberto de muita apreciação e amor.
Em 1ª Tm. 5:17, fala-se sobre honra em dobro àqueles que presidem
sobre a igreja de Cristo.
Muitos ao ouvirem tal citação põe –se logo a pensar:
___ Lá vamos nós falar de dinheiro novamente, esse pastor não acha que já
está ganhando de mais?
Pois é, este versículo fala de dinheiro também, da paga justa e dobrada
que o Ministro pastoral deve receber por seu trabalho, que como até agora
vimos não é pouco, e sim de muita responsabilidade e amor, e é certo, que no
passar dos tempos, esse ministério tem sido muito mau valorizado, pastores e
suas famílias tem vivido como que em estado de completo abandono, sendo
humilhados, e obrigados a exercerem atividades extras, e a verem suas
esposas deixando seus lares e filhos para trabalharem fora, e assim poderem
honrar suas dividas, e até mesmo para alimentar-se.
Mas não é só essa a honra em dobro que a bíblia refere-se, é também no
encorajamento, na valorização, na motivação, tente fazer isso, mas, espere!!!
Vá com calma tal atitude, que tanto para você como para ele, é nova, pode até
choca –lo ...
Tente começar isso agora mesmo veja como:
Encoraje-o

Seja amigo

Apoie-o

Ore com ele e por ele

4
Comente sobre o quão é maravilhoso tê-lo como seu pastor

Preocupe-se com o sustento dele, sê tem sido suficiente

Fale bem de seu pastor

Defenda-o quando necessário

Creia que ele é uma pessoa santa diante de Deus

Sonhe com ele, e motive-o a alcançar esses sonhos.


Pois isso é certo, e ele precisa disso, e assim você terá o privilégio de ver sua
igreja prosperar espiritualmente, pois, um pastor feliz e abençoado, Abençoa e
conduz melhor suas ovelhas.
Experimente fazer por ele o que você gostaria que ele fizesse por você.
Aliás o que você está esperando??? Vá correndo faça isso hoje mesmo!!!

O que os Pastores gostariam que suas ovelhas


soubessem sobre seus ministérios...

1) Feridas causadas pela Crítica : Pastores, em geral, sentem – se como se


fossem verdadeiros
para –raios, termômetros de como está seu ministério, uma crítica mal feita,
geralmente soa como um insulto, como se no fundo algo estivesse errado em
seu ministério, em sua autoridade pastoral, o que fatalmente gera frustrações
e conflitos íntimos.
Em geral as críticas agem de duas formas : A Crítica Construtiva e a
Negativa.
Quando a crítica é construtiva, ela e logo bem aceita, e quem à faz, demostra
estar preocupado com a igreja, e com seu papel no Reino de Deus. Porém
quando a crítica é negativa, ela é logo rejeitada, soa mau aos ouvidos de quem
a recebe, parece-lhe uma controvérsia, como sendo uma pessoa contrária à
autoridade e o ministério pastoral, e demonstra não que a pessoa está
interessada no crescimento do reino, mas sim, em confrontar a paz. Por isso
tudo é uma questão de como as palavras são colocadas, a crítica, nem sempre
é ruim, mas como ela é feita é o que realmente conta, então para ser um Crente
e um Líder eficaz, devemos antes de mais nada medir bem as palavras, Ter
sabedoria de como as devemos colocar para não causas feridas e assim,
conduzir melhor o crescimento espiritual de nossas igrejas, e de nossos
pastores.

2) Pastorear é um modo de vida, e não um emprego: Sempre ouvimos alguém


dizer de como é fácil a vida de pastor: “Ah! Ele trabalha só um dia por
semana, e ainda ganha para isso!!!” Tal piada sarcástica, é de tão grande
irrealidade, além de ser mais uma tentativa de derrubar a auto-estima
pastoral. Pois fora das vocações da igreja, o trabalho secular é dividido em
profissões, posições, empregos e donos de negócios, e o ministério pastoral,
5
é como cada uma dessas categorias, pois requer habilidades, conhecimento,
talento e força. Mas contudo torna-se infinitamente diferente das funções
seculares de uma empresa, o trabalha pastoral, requer o indivíduo como um
todo, de corpo, alma e espírito, e, sê observarmos mais de perto, o pastor
não trabalha somente as oito horas diárias de um trabalhador comum, pois,
é ele quem tem a responsabilidade sobre a vida de seu rebanho, ele em todo
tempo tem em suas mãos, a vida, o emocional, o físico, o espiritual e até
mesmo o futuro e a eternidade de uma pessoa, tudo depende de suas
palavras e suas atitudes por isso, ser pastor não é um simples emprego, é
sim além de uma das maiores responsabilidades, um verdadeiro privilégio,
pois se é escolhido por Deus para tal missão.

3)Todo pastor requer cuidado espiritual: Muitos crentes, por acharem que seus
pastores são Super – Espirituais, esquecem –se que ele também precisa ser
aconselhado, orientado principalmente auxiliados em suas vidas espirituais, e
que o pastor não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo. Como pode ele
Ter momentos à sós com Deus, sê, ao final de seu dia, após Ter feito cinco
aconselhamentos, duas reuniões de liderança, duas visitas à hospitais, 2 visitas
a membros de sua congregação, e ainda Ter ido ao mercado fazer compras com
a esposa, ele ainda tenha disposição, física e emocional, para estar diante de
Deus em oração? Pense bem nisso!!! E veja o que você tem feito pela vida
espiritual de seu pastor e sua família.

Veja alguns meios que você pode usar para ajuda-lo a crescer espiritualmente.

I) Dê À Seu Pastor Tempo Isolado, longe da rotina para seu crescimento


interior.
II) Dê A Ele Uma Verba , para a compra de livros, para que ele se
mantenha atualizado e possa ler e se fortalecer com grandes
devocionais.
III) Comente Com Ele, sobre as bênçãos que Deus tem feito em sua vida
por intermédio de seu ministério.
IV) Disponha de tempo, para orar com ele e por ele.
V) Interesse-se por seu ministério, e principalmente por sua vida
devocional, e na maneira em como pode-lo ajudar.

4)Preocupação Com Crises, Esgotam Pastores : muitas são as vezes em que


vemos os pastores calados, esgotados, emocionalmente abalados, e isso não é
para menos, muitos aconselhamentos tornam-se algo tão sigiloso, que ele
nunca pode discutir tal situação com ninguém, nem com sua esposa, e por essa
razão, são muitas as vezes que vemos demonstrações de fadiga emocional em
nossos pastores, e ninguém entende o por que, nem mesmo sua família.
5)Ministério E Casamento Sempre Andam Juntos: Em grande parte desse
século, as igrejas entendiam que quando chamam um pastor, entendiam
estarem tendo duas pessoas pelo preço de uma ( a esposa no caso, vinha
grátis).

6
Isso é algo que deve ser revisto o mais urgente possível, desta forma:
a) Não espere perfeição da família do pastor
b) O pastor deve ser encorajado a dar um tempo, esforço e energia ao
desenvolvimento de seu casamento e família, pois todo homem, trabalha
melhor, quando as coisas em casa andam bem.
c) Seja amável com a família de seu pastor, como sê estivesse tratando de seus
melhores amigos.
d) A família do pastor também necessita de seus familiares, tios, avós, pais,
e) Não esperem que a esposas e filhos de seu pastor, exerçam ministérios em
sua igreja, ou tomem iniciativas, perante a mesma, pastor é ele, e a esposa
do pastor é simplesmente um membro da igreja casada com o ministro.
f) Ofereça a eles apoio e afeição, visto que o família do pastor é parte vital, de
seu ministério, os líderes da igreja devem fazer todo esforço para suprir as
necessidades dela, a igreja deve mostrar-se merecedora de todo apoio da
esposa e filhos do pastor, este é um ingrediente importante no desempenho
do pastor.

56 Maneiras de Demonstrar Amor por seu Pastor


1) Seja autêntico
2) Seja espontâneo
3) Amem-no
4) Amizade genuína
5) Faça alguma coisa
6) Todo mundo precisa de elogio
7) Trate-o como você gostaria que ele fizesse por você
8) Fale bem de seu pastor
9) Demostre amor dobrado
10)Reafirme seu relacionamento, presenteie-o
11)Lembre-se de datas importantes, como dez anos de pastorado, aniversários,
etc.
12)Incentive-o
13)Escreva bilhetes e coloque em lugares que ele nem imaginaria, surpreenda-
o
14)Telefone ou envie um fax ou E-mail para ele falando de seu apreço por ele
15)Dê credito as suas palavras e atitudes
16)Melhore seu ambiente de trabalho,
17)Envie-o flores, pastor também gosta de receber flores..
18)Faça além na época do natal, presenteio e convide-o para estar com sua
família, pastor em geral são muito solitários, principalmente nessa época do
ano.
19)Honre as conquistas que ele fez.
20)Organize momentos de confraternização
21)Diga a ele o quanto ele está fazendo diferença
22)Forneça-lhe assinatura de revistas e jornais, assim ele estará bem
informado
23)Surpreenda-o com atitudes inesperadas de bondade
24)Presenteei-o com algo que seja seu Hobby
7
25)Estabeleça um orçamento para livros , convenções e viagens de edificação
26)Certifique-se que suas condições de moradia estejam satisfatória
27)Adquira vales para lavagem de carros, ou faça você mesmo
28)Faça algo que ninguém jamais pensou antes
29)Adquira um acessório para a mesa dele
30)Faça o mesmo por sua família
31)Institua o maior de todos os mandamentos : O amor
32)Ofereça-se para ajuda-lo
33)Faça que seus sonhos tornem-se realidade
34)Apoie-o em suas decisões
35)Ore com ele e por ele
36)Incentive-o na sua busca íntima à Deus
37)Reveja a agenda de seu pastor e faça o possível para alivia-lo de seus
múltiplos encargos
38)Ame seu pastor com profundidade
39)Creia nele como alguém que é santo
40)Aplique a sua pregação a sua vida
41)Libere-o de rotinas repetitivas
42)Não desperdice seu sacrifício
43)Encoraje-o a sonhar grandes sonhos
44)Trate-o tão generosamente como trataria a um membro muito querido de
sua família
45)Trate-o com tanto respeito com que trataria a seu chefe, ou seus pais
46)Comece uma campanha de afirmação ao seu pastor hoje
47)Tente ver sua igreja com os olhos de seu Salvador e você entenderá como
ele a vê
48)Comprometa-se a ser uma pessoa Santa, que agrade a Deus em tudo , e
você o estará poupando muito.
49)Proteja sua privacidade
50)Encoraje seu desenvolvimento profissional e pessoal
51)Patrocine a necessidade dele em Ter amigos
52)Permita-lhe o direito de errar
53)Dê-lhe o direito de falar abertamente sobre o pecado e a injustiça.
54)Ore todos os dias pelos membros de sua família
55)Ore para que ele sempre tenha ousadia em pregar a palavra de Deus
56)Ore para que seu coração queime por um campo missionário e por vidas não
salvas.

Conheça os hábitos de um Líder Altamente Eficaz

a) A Completa Devoção A Cristo: A devoção a Cristo enriquece a vida, ao


mesmo tempo que atrai outros ao Senhor e ao Corpo de Fieis onde você
adora e serve.
b) Busque Orientação E Direção De Deus: A vontade de Deus não se sujeita a
sabedoria ou opinião humana, nem sempre o que a maioria quer , é a
autentica vontade de Deus, por isso, esteja sempre perto do Pai, aprenda e
oriente-se Nele, Deus às vezes nos surpreende ficando do lado da minoria
pensante.
8
c) Mantenha-se A Si Mesmo Crescendo Espiritualmente: Liderança autentica
começa e continua com o indivíduo que tem um relacionamento pessoal com
Cristo., a liderança nos tempos bíblicos e até agora requer um forte caráter
Cristão como alicerce.

A lista dos Direitos dos Pastores:

Direitos pastorais. O que? Você nunca ouviu falar disso? Pois é, sê todos
nós temos direitos e deveres, por que o Pastor também não os teriam? Veja
então quais são esse direitos:
O Direito De Sonhar: O sonho de um pastor representa um avanço para sua
igreja
O Direito A Privacidade: Há um lugar sagrado de privacidade para todos,
onde ele faz suas próprias escolhas e decisões – um lugar onde exerça seus
direitos e liberdades essenciais, dentro do qual a igreja, falando de modo
generalizado, não deve intrometer-se.
O Direito A Uma Renda Adequada: Já dizia uma velha piada: “Um membro
uma igreja certa vez orou, “Senhor mantenha nosso pastor humilde, e nós o
manteremos pobre” Isso talvez nunca possa realmente Ter acontecido,
porém poderia , pois não é segredo algum ou fato isolado, vermos pastores e
esposas verem-se forçados a terem empregos para manterem suas casas. Os
grupos de liderança das igrejas, agem como sê não soubessem, ou não
conhecesse, sobre o custo de inflação, manutenção de veículos, livros de
atualização, vestuário digno, como é necessário em qualquer outra família,
infelizmente. Poucos são os ministros que exercem a obra por dinheiro, mas
isso, deve ser uma preocupação não deles, e sim da igreja que tem o
privilégio de tê-los, pastores em geral, nunca falam nesse assunto por
sentirem-se constrangidos, por isso cabe a liderança tal tarefa, certifique-se
qual a média de salário dos pastores de sua região, e alegre-se sê sua igreja
paga-lhe a mais, mas sê for a menos, reveja logo tal situação.
O Direito De Atualizar-se Profissionalmente : Jornais , livros, revistas,
congressos, encontros de casais a cada dois anos, cursos universitários, e de
idiomas, tudo isso ajuda ao ministro a desenvolver-se, mas isso gera custos,
por isso ofereça recursos para isso, destine uma verba de sua igreja para
esse fim. Considere isso: você iria querer um médico que não conhecesse as
mais novas técnicas da ciência, ou professores que não se recicle , pois bem,
o pastor também precisa atualizar-se.
O Direito A Amizade: Todos precisam de amigos, você já pensou em quem é o
amigo intimo de seu pastor? Oito entre dez pastores declaram não terem
amigos próximos, além de suas esposas. Muitos membros das igrejas fazem
beiços se souberem que seus pastores tem amigos, mas lembre-se, assim
como você, ele também precisa de alguém com quem possa compartilhar
seus problemas, suas alegrias, e sonhos

9
O Direito A Proteção De Avaliações Irreais: É muito difícil relevar palavras
que ferem nossos familiares, porém, nunca questionamos quando essas
críticas são feitas aos pastores ou seus familiares, mas, para manter esse
equilíbrio:
(a)Deixe que as crianças sejam crianças e não modelos para a congregação
(b)Não envie mensagens indiretas através da família do pastor, fale
diretamente a ele, e não espere que sua esposa ou filhos faça isso por você,
assim você estará evitando constrangimentos
(c)Nunca considere a esposa do pastor como uma auxiliar não remunerada, na
verdade ela só é um membro da igreja casada com o ministro.
O Direito De Errar: Jesus foi a única pessoa perfeita, e Pastor não é a
reprodução perfeita de Cristo, ele não erra propositadamente, mas, lembre-
se, ele é humano e erra assim como você.
O Direito A Sair : A dificuldade de ministério ou falsos rumores, prejudica a
credibilidade e a permanência de um pastor em sua congregação, e
fatalmente ele vê-se obrigado a sair.

Esperamos que com esse estudo possamos Ter aprendido um pouco mais sobre
a obra de Deus na igreja através da obra exercida pelo Pastor, e assim
possamos juntos colocar em prática, e então termos uma Igreja Sadia e Eficaz
na pregação do Evangelho.

Natanael Gomes Claro


Fevereiro / 2001

10