Você está na página 1de 2

SALMO 62

Uma fé inabalável

62:1 Somente em Deus espera silenciosa a minha alma; dele vem a minha salvação.
1. Parece um desencanto do salmista com aqueles que o cercam. Alguns entendem
que o salmo foi escrito no período de rebelião de Absalão. Assim sendo,
podemos imaginar a dor do pai decepcionado pelas ações do próprio filho.
2. A alma sofre e espera silenciosa, pois deposita a sua confiança Naquele que lhe
trará salvação.

62:2 Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é ele a minha fortaleza; não serei
grandemente abalado.
1. O rei tinha o seu exército para lhe dar proteção. Certamente, o palácio tinha
fortificações; mas tudo isso não valeria nada sem a proteção de Deus.
2. Quem protege de fato é Deus: “Só ele é a minha rocha”. Deus é o alto refúgio.
3. Aquele que trará salvação (v.1) é o mesmo que salva.
4. Como homem, Davi sabia que de alguma forma sofreria, mas confiante diz:
“Não serei grandemente abalado”. As dificuldades não o levariam a perder a
cabeça e nem a confiança em Deus.

62:3 Até quando acometereis um homem, todos vós, para o derrubardes, como a um
muro pendido, uma cerca prestes a cair?
1. Davi estava fragilizado? Sentia-se como um muro já inclinado e uma cerca que
não dá segurança alguma?
2. Talvez os seus inimigos viam-no assim. Com todos os inimigos unidos, Davi não
daria muito trabalho.

62:4 Eles somente consultam como derrubá-lo da sua alta posição; deleitam-se em
mentiras; com a boca bendizem, mas no íntimo maldizem.
1. O rei era o “sonho de consumo” dos seus inimigos, pois imaginavam
continuamente destroná-lo e por fim, destruí-lo.
2. A alegria do inimigo é disseminar mentiras (2 Sm 15.2-6).
3. Como bajuladores, falam do que não sentem (boca bendizem...íntimo maldizem).

62:5 Ó minha alma, espera silenciosa somente em Deus, porque dele vem a minha
esperança.
1. Davi reafirma o que disse no verso 1; mas aqui, ele realça a esperança que a sua
alma devia depositar em Deus.
2. Quando perdemos a esperança a salvação tem esforço dobrado

62:6 Só ele é a minha rocha e a minha salvação; é a minha fortaleza; não serei
abalado.
1. Davi cria um contraste entre o verso 6 e o verso 2: “Não serei abalado”.
2. As bases do seu muro (fé) não seriam abaladas. Como no verso 5 ele tratou da
esperança, é esta que o faz acreditar que continuará de pé.

62:7 Em Deus está a minha salvação e a minha glória; Deus é o meu forte rochedo e
o meu refúgio.
1. Aqui Davi só reafirma o que acreditava piamente.
2. A salvação não estava em seu exército, ou nos muros que circundavam o
palácio, mas em Deus.
3. A sua glória não era o reino, mas o próprio Deus. Por mais interessante que fosse
a glória do reino, ela passaria como passam todas as coisas.

62:8 Confiai nele, ó povo, em todo o tempo; derramai perante ele o vosso coração;
Deus é o nosso refúgio.
1. Como pastor do povo, Davi devia sempre animá-los.
2. Não há tempo em que não devamos confiar em Deus.
3. Em todo tempo devemos derramar (expor) diante de Deus o nosso coração. O
nosso coração derramado deve correr em direção ao Senhor.

62:9 Certamente que os filhos de Adão são vaidade, e os filhos dos homens são
desilusão; postos na balança, subiriam; todos juntos são mais leves do que um sopro.
1. Que decepção em relação à raça humana (filhos de Adão): vaidade e desilusão;
transitoriedade e mentira.
2. Por mais que o homem pense ser alguma coisa, engana-se a si mesmo, pois na
verdade é menos que um sopro.

62:10 Não confieis na opressão, nem vos vanglorieis na rapina; se as vossas riquezas
aumentarem, não ponhais nelas o coração.
1. “Não confieis naquilo que extorquis”. Deus condena os ricos opressores (Tg
5.1-6)
2. Um conselho aos que gostam de acumular riqueza com a maldade (“Não vos
vanglorieis com a rapina”). Tomar o que é dos outros (O interesse de Acabe
pela vinha de Nabote 1 Rs 21).O que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro
e perder a sua alma?

62:11 Uma vez falou Deus, duas vezes tenho ouvido isto: que o poder pertence a
Deus.
1. Deus falou e o salmista deixou a palavra ecoar em sua mente.
2. O homem tem algum poder, mas Deus detém todo o poder; Ele é o Todo-
poderoso.

62:12 A ti também, Senhor, pertence a benignidade; pois retribuis a cada um segundo


a sua obra.
1. Enquanto dos homens se espera inveja e destruição, de Deus Davi espera a graça
e a bondade.
2. Os inimigos de Davi não ficariam sem receber a justiça que vem de Deus, que
retribui “a cada um segundo a sua obra”.

Pr. Eli da Rocha Silva


Igreja Batista em Jardim Helena
Rua Engº Romeu Belluomini, 142– Cj. José Bonifácio Itaquera