Você está na página 1de 7
“Ninguém educa ninguém, ninguém se educa a si mesmo, os homens se educam entre si, mediatizados
“Ninguém educa ninguém,
ninguém se educa a si mesmo,
os homens se educam entre si,
mediatizados pelo mundo”.
Paulo Freire, educador pernambucano – (1921-1997)

Justificativa

A Era dos avanços tecnológicos traz constantes mudanças e movimentos ao processo educacional e de aprendizagem. As novas gerações têm um relacionamento totalmente favorável e se adaptam facilmente às modernas tecnologias. A educação, dessa forma, precisa estar cada vez mais atenta aos movimentos e aos avanços mundiais que a tecnologia vem proporcionando nessa sociedade moderna, em que a ciência, a tecnologia e a inovação são indissociáveis. Para prover saúde, alimentação, trabalho, lazer, segurança e um meio ambiente adequado, a sociedade precisa dispor de conhecimento e saber aplicá-lo na solução de seus problemas. Uma vez que queremos formar pessoas autônomas e éticas, pessoas que se conhecem, que constroem e ou que reconstroem sua identidade, dia-a-dia, é preciso garantir aos alunos o conhecimento para que possam transformar a realidade social. A tecnologia é uma construção humana, que pode ser reconfigurada e, por isso, todas as pessoas devem se apropriar e retirar dela aquilo que ela tem de melhor para enriquecer a qualidade de vida e para favorecer o crescimento pessoal.

Finalidade

Conscientizar os alunos de que a tecnologia facilita a vida das pessoas, e de que o progresso está em todos os lugares e em todos os momentos, dentro e fora de nossas casas. Porém, é preciso questionar o modo como a tecnologia transforma a vida das pessoas, observando as mudanças no comportamento e na vida social para se ter clareza de seus benefícios, já que a “qualidade de vida” pode ser interpretada de muitas maneiras, uma vez que cada pessoa ou cada sociedade possui uma lista daquilo que considera prioritário em termos dessa qualidade de vida, que varia com o tempo, influenciada por múltiplos fatores sociais, culturais e econômicos.

Objetivo geral

Oportunizar aos alunos novas formas de aprendizado que os levem a reaprender a tecnologia e a qualidade de vida, oferecendo-lhes condições para a busca, o desenvolvimento, a identificação e a disseminação de tecnologias que modifiquem idéias, hábitos e atitudes, a fim de que desenvolvam a capacidade de construir e defender pontos de vista que possam contribuir para a solução de seus problemas.

Objetivos específicos

  • Compreender a importância histórica da tecnologia e sua influência em nosso dia-a-dia.

  • Relacionar à vida em sociedade o progresso humano e os recursos tecnológicos.

  • Conscientizar-se de que a tecnologia estabelece costumes, hábitos, moda e atitudes sociais.

  • Descrever, em linhas gerais, a evolução tecnológica.

  • Identificar diferentes formas de comunicação e seus significados para o convívio humano.

  • Reconhecer a tecnologia como construção humana.

Sugestões de atividades pertinentes instituição.

ao tema, por disciplinas, ficam

a

critério de cada

Educação Infantil de 2 a 5 anos Tecnologia e Qualidade de Vida

Educação Infantil

  • Pesquisas

  • Entrevistas com profissionais da área

  • Teatro

  • Confecção de fantoches

  • Jogos (memória, mico, dominó

...

)

  • Textos informativos

  • Confecção de livro

1 o ANO 6 ANOS

  • Tecnologia usada nos meios de transporte

  • Plantas (transgênicos) modificações que as sementes recebem

  • Meios de comunicação sua evolução a partir do computador e do telefone

1 o ano 6 anos a 4 a série do Ensino Fundamental Sugestões de atividades

Letramento digital

  • Atividades de interpretação (o professor deve contar a história para os alunos e incentivá-los a

fazer uma ilustração no computador)

  • Criação de outdoor (no computador) em conjunto professor/alunos

  • Construção de gráficos e tabelas

  • Construção de frases

  • Jogos pedagógicos

  • Releitura de textos e músicas, ilustrando-os no computador

Ciências

Desenvolvimento de estudo para conhecer a evolução dos recursos tecnológicos e a influência da tecnologia na vida das pessoas, através de debates, textos e documentários, evidenciando o que se vê a seguir.

  • A preocupação maior das pessoas em manterem o próprio bem-estar do que se preocuparem

com os danos ambientais (a tecnologia que causa os danos ambientais).

  • Empresas tecnológicas que realizam o seu trabalho, mas que se preocupam com a qualidade

de vida dos funcionários (saúde física, mental e bem-estar social) e também com os recursos do

meio ambiente.

  • Verificar se um recurso tecnológico garante mais qualidade de vida ou se a relação custo

benefício é inviável.

  • A praticidade dos recursos tecnológicos faz com que as pessoas tenham uma vida sedentária

(televisores, computadores, robôs, controles remotos

...

).

  • Recursos tecnológicos de uso médico que, por sua praticidade, agilidade e clareza,

proporcionam qualidade de vida devido à precisão do diagnóstico e ao possível prognóstico.

  • Como os recursos tecnológicos estão influenciando na elaboração e no processamento dos alimentos, e se esta nova dieta está influenciando no bem-estar da população.

  • Recursos tecnológicos utilizados para proporcionar beleza (chapinha, medicamentos,

apliques, próteses

...

)

que causam danos à saúde.

  • Manejo de recursos tecnológicos e poluição e produção de lixo.

  • Recursos tecnológicos que já se tornaram elementos indispensáveis à vida das pessoas

(células, marca-passo, geradores de energia

...

).

Iniciação à Filosofia

  • Leitura de textos que mostram o mundo virtual ajudando o mundo real.

  • Jornal-mural trazendo reportagens de novas tecnologias.

  • Discussões sobre como seria o mundo atual sem as tecnologias.

  • Listar, em casa, os recursos tecnológicos disponíveis (aparelhos ou equipamentos).

  • Promoção de cine-fóruns para assistir a um filme, debater a respeito dele e conversar sobre a história do cinema e sobre o conteúdo da história assistida.

  • Pesquisa sobre recursos tecnológicos.

  • Debates sobre o universo virtual, sem que haja preocupação com fatores externos.

  • Entrevista com pessoas com mais de 50 anos sobre os aparelhos eletrodomésticos antigos.

Discussão com a turma sobre os dados da entrevista e as mudanças no modo de vida dessas pessoas em relação ao avanço da tecnologia.

  • Registros diversos do avanço tecnológico na saúde, na alimentação, no lazer, na escola e em outros aspectos que beneficiam uma vida social com qualidade.

  • Exposição de objetos antigos que permanecem importantes até a atualidade (rádios, ferros

elétricos, TVs, telefones e outros).

  • Análise do cartão de vacina, de doenças e de prevenções com recursos tecnológicos para a

saúde publica do Brasil.

  • Visitas a todos os departamentos internos da instituição escolar, ou fora dela, para conhecer

os avanços tecnológicos existentes, e para entrevistar os funcionários dos setores visitados, a fim de saber de seus benefícios na qualidade do trabalho.

  • Visitas a empresas, como também a outras localidades, para saber das necessidades de

transformação na estrutura organizacional.

  • Montagem de varal informativo sobre os perigos da influência da mídia em suas propagandas,

o isolamento virtual, e os temas relacionados à sociabilidade urbana, à pobreza, à exclusão

social, à segurança, ao transporte, ao saneamento básico e à poluição.

  • Produção de textos variados.

Língua Inglesa Cultura de Língua Inglesa na Internet:

Na Internet, os alunos têm acesso a vários textos em inglês. É importante mostrar a eles que as informações nessa língua não se referem apenas aos Estados Unidos ou à Inglaterra. Disponibilizar sites que abordem cultura estrangeira, literatura e música, e copiá-los para os computadores do laboratório de Letramento Digital, despertando o interesse dos alunos pelo idioma e pelos países que possuem essa língua como sendo a oficial.

O correio eletrônico

As novas tecnologias são importantes para a aprendizagem de seus alunos, porém o seu uso deve ter um porquê. Na troca de e-mails com estudantes de outras escolas, por exemplo, há um objetivo em comum: comunicar-se em Inglês, praticando a leitura e a escrita. A experiência pode tornar-se ainda mais rica quando se determina um tema específico, como uma pesquisa científica desenvolvida pelas duas escolas. Nesse caso, as aulas renderão mais, pois

todos vão querer aprender com os resultados já obtidos pelos colegas.

História e Geografia  Constatação através da história da evolução da tecnologia desde a idade da
História e Geografia
Constatação através da história da evolução da tecnologia desde a idade da pedra até as
conquistas espaciais.
Análise da tecnologia no campo e na cidade.
Análise da tecnologia no cotidiano.
Montagem de uma tecnofeira – para expor novidades tecnológicas.
Palestras com profissionais de diversas áreas.
Língua Portuguesa.
Atividade investigativa
Leitura, reflexão, debate
Montagem de mural
Dramatização de textos através de mímicas e de fantoches
Jornal falado
Entrevista
Vídeo
Releitura de obras-de-arte
Produção de textos verbal e não-verbal
Atividades interpretativas de diferentes gêneros
Matemática
Construção e análise de gráficos e de tabelas
Estimativas
Resolução de problemas
Pesquisa de campo
Letramento Digital – 1 o Ano 6 Anos a 4 o série do Ensino Fundamental
Entrevistas
Construção de gráficos e de tabelas
Comparação da qualidade de vida antes e depois do avanço da tecnologia
Educação Física
Jogos cooperativos e recreativos
Brincadeiras de roda
Bingos
Dramatização
Danças (expressões corporais)
Gincanas
Período: de agosto e setembro de 2007
Duração: 3 o Bimestre
População-alvo: alunos desde a Educação Infantil, até a 4 a série do Ensino Fundamental
Recursos humanos envolvidos: pais, coordenadores, alunos e professores.

Avaliação

Contínua e processual, no decorrer de todo processo educativo, para que o aluno reconstrua o objetivo do conhecimento, tendo a intervenção do professor, quando se fizer necessário, a fim de que ele reorganize os seus conceitos e avance com eles. O professor, junto à instituição, deverá eleger um ou mais recursos avaliativos que atendam aos seus propósitos de ensino e de aprendizagem que poderão ser, por exemplo, auto-avaliação, entrevista, projeto, registro diário, portfólio ou pasta avaliativa, relatório, teste e prova etc.

Bibliografia

  • ARROYO, M. Educação escolar e cultura tecnológica in. Porto Alegre. Prefeitura/ Secretaria

Municipal de Educação. Paixão de Aprender. Escola, conhecimento e cidadania. Porto alegre

1995.

  • Revista AMAE Educando Anos 35 nº 302 agosto 2002 Belo Horizonte Fundação AMAE

Educação e cultura.

  • Revista Mundo Jovem Ano XLIV nº 363 fevereiro de 2006 Gráfica Jornal Mundo Jovem

Porto Alegre RS.

  • Revista Sociologia Ciência e Vida Ano I nº 8 Editora Escala São Paulo 2007.