Você está na página 1de 18

Capítulo 3

Aplicando o PMBoK ao
Microsoft Office Project
2003
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 29

3.1 – GERENCIAMENTO DO ESCOPO


O Gerenciamento do Escopo do Projeto engloba os processos
necessários para assegurar que o projeto inclua todas as atividades
necessárias, e defina os limites para que seja concluído com sucesso.
INICIAÇÃO
A Iniciação do Escopo é o processo responsável por autorizar
formalmente um novo projeto ou dar continuação ao um projeto já
existente para uma nova fase.

No processo de iniciação do Escopo, o uso do Microsoft Project ainda


é bem pequeno, tendo em vista que o plano de projeto ainda é bem
embrionário.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Tarefa de Resumo do Projeto – No processo de iniciação,


podemos abrir um novo arquivo do project e somente acionar a
tarefa de resumo do projeto para identificar a existência do
projeto.

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular o arquivo do Plano Sumário do
Projeto (Project Charter) ao arquivo do Project.

• Gravação de Projeto Empresarial – Já na iniciação, podemos


gravar o arquivo do Microsoft Project no banco de dados do
Project Server, para garantir a integridade dos dados do
projeto.

PLANEJAMENTO DO ESCOPO
O Planejamento do Escopo do Projeto se refere a elaboração e
documentação do trabalho do projeto e o produto que o projeto irá
gerar.

No processo de planejamento do escopo, ainda temos um uso muito


restrito do MS-Project.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Propriedades do Projeto – Nas propriedades do projeto,


podemos designar o gerente do projeto e colocar as
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 30

informações preliminares do escopo como: Premissas,


Restrições, Descrição do Produto.

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular a Declaração do Escopo ao
arquivo do Project.

DEFINIÇÃO DO ESCOPO
A Definição do Escopo envolve a subdivisão dos resultados principais
do projeto em unidades menores e mais gerenciáveis.

No processo de definição do escopo a utilização do project começa a


se intensificar. É nesse processo que desenvolvemos a EAP (Estrutura
Analítica do Projeto). O termo EAP vem de WBS (Work Breakdown
Structure), que foi traduzido no MS-Project como EDT (Estrutura de
Divisão de Trabalho).

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Definição do Código de EDT – Usamos esse recurso para


definir o código de Divisão de Trabalho ou a EAP e assim
construirmos a Estrutura Analítica do Projeto.

• Recuos e Numeração de Tópicos – Com os recuos e a


definição dos números da estrutura de tópicos, podemos
efetuar a decomposição das tarefas para construção da EAP.

• Assistente de Gráficos de EDT no Visio – Podemos utilizar o


assistente de EDT no Visio, para exportar os dados da EAP no
Project para o formato de organograma no Microsoft Visio.

• Publicação do Plano do Projeto – Podemos publicar o


projeto no Project Server para disponibilizar a EAP no Project
Web Access. Com esse procedimento os executivos, os
patrocinadores e os stakeholders podem ter acesso a EAP do
Projeto através da Web.

DICA: No processo de Definição do Escopo, podemos utilizar o


software WBS Chart Pro da Critical Tools, que trabalha vinculado com
o MS-Project.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 31

VERIFICAÇÃO DO ESCOPO
A Verificação do Escopo é o processo responsável pela aceitação
formal do escopo do projeto pelos stakeholders (interessados ou
intervenientes). Esse processo requer a revisão dos principais
deliverables de maneira a verificar se todos foram entregues de
forma satisfatória.

Na verificação do escopo a utilização do project é intensiva e


essencial para o sucesso deste processo.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Gantt de Controle – Esse modo de


exibição é utilizado para verificar o andamento e execução das
tarefas do projeto.

• Gravação da Base Line e Planos Provisórios – Através da


linha de base do projeto, podemos verificar a conformidade do
escopo inicial com a execução dos trabalhos.

• Linhas de Andamento – As linhas de andamento facilitam


identificar os atrasos nas entregas previstas.

• Anotações – Através das anotações podemos documentar as


justificativas e aceitações dos trabalhos realizados.

• Ferramentas e tabelas de controle – Através das


ferramentas de controle podemos definir o andamento e
conclusão das tarefas.

• Gantt Pessoal – Através dos recursos de reporte de trabalho


do Project Web Access os recursos podem informar a entrega
dos trabalhos e os gerentes aprovarem mediante a
conformidade com o plano sumário do projeto.

CONTROLE DE ALTERAÇÕES DO ESCOPO


O processo de Controle de Alterações do Escopo é responsável por
administrar as alterações que ocorrerem, se e quando ocorrerem.

O Microsoft Project é uma ferramenta importantíssima nesse


processo, tendo em vista o grande número de recursos de controle
que a ferramenta possui.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 32

• Relatórios, Filtros, Grupos e Classificação – Através dos


recursos de relatório e tratamento das informações, podemos
apurar os desvios e mundanças do escopo.

• Modo de Exibição Gantt de Controle – Esse modo de


exibição é utilizado para verificar o andamento e execução das
tarefas do projeto e a conformidade das entregas com o base
line do projeto.

• Gravação da Base Line e Planos Provisórios – Através da


linha de base do projeto, podemos verificar a conformidade do
escopo inicial com a execução dos trabalhos. O Project permite
a gravação de até 10 base-lines adicionais, permitindo assim
documentar as variações no escopo do projeto.

• Anotações – Através das anotações podemos documentar as


justificativas sobre as mudanças ocorridas no escopo do
projeto.

• Ferramentas e tabelas de controle – Através das


ferramentas de controle podemos atualizar a situação das
tarefas em relação as mudanças de escopo.

• Gantt Pessoal – Através dos recursos de reporte de trabalho


do Project Web Access os recursos podem informar a entrega
dos trabalhos e os gerentes aprovarem mediante a
conformidade com o plano sumário do projeto.

3.2 – GERENCIAMENTO DE TEMPO


O Gerenciamento de tempo do projeto engloba os processos
necessários para assegurar a conclusão do projeto no prazo previsto.

DEFINIÇÃO DAS ATIVIDADES


A definição das atividades envolve a identificação e a documentação
das atividades que devem ser executadas no projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Gráfico de Gantt – Através da tabela de


entrada do gráfico de Gantt, podemos gerar a lista de
atividades do projeto.

• Modo de Exibição Diagrama de Rede – Também podemos


gerar a lista de atividades pelo modo de exibição Diagrama de
Rede. Não é muito aconselhável efetuar esse procedimento,
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 33

tendo em vista que o preenchimento da lista de tarefas pelo


Gráfico de Gantt é bem mais intuitivo.

SEQUENCIAMENTO DAS ATIVIDADES


O Sequenciamento das Atividades envolve a identificação e a
documentação das relações de precedência entre as atividades.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Vincular Tarefas – O relacionamento das tarefas pode ser


realizado de várias maneiras no Microsoft Project, permitindo
estabelecer a precedência das atividades.

• Modo de Exibição Diagrama de Rede – Podemos exibir um


diagrama de precedência do projeto através do modo de
exibição diagrama de rede.

ESTIMATIVA DE DURAÇÃO DAS ATIVIDADES


A Estimativa de Duração das Atividades é o processo pelo qual se
coleta informações sobre o escopo e os recursos do projeto para
calcular as durações que serão usadas como dados para a elaboração
do cronograma.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Gráfico de Gantt – Provém a lista de


atividades, que é essencial para o desenvolvimento da
estimativa de duração.

• Modo de Exibição Planilha de Recursos – Fornece a lista de


recursos necessários para a estimativa da duração do projeto

ELABORAÇÃO DO CRONOGRAMA
Elaborar um cronograma significa estabelecer as datas de inicio e de
conclusão das atividades de um projeto.

Na Elaboração do Cronograma é que tornaremos os prazos realmente


exeqüíveis.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Tipos de Tarefa – Calcula a duração de uma atividade com


base nos recursos atribuídos e na carga de trabalho definida.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 34

• Controle de Empenho – Faz a relação da duração com


número de recursos envolvidos na atividade.

• Análise PERT – Calcula a duração de uma atividade com base


em fatores Otmistas, Esperados e Pessimistas.

• Redistribuição de Recursos – Faz uma reordenação das


atividades do cronograma com base nas atribuições dos
recursos.

• Estilos de Barras e Novos Modos de Exibição – Podemos


criar modos de exibição para diagrama de marcos e verificação
de pontos de controle do projeto.

• Reserva de Recurso – Permite fazer simulações, atribuindo


recursos de forma não efetiva para calcular as durações das
atividades.

CONTROLE DO CRONOGRAMA
O controle do cronograma se refere a gerenciar as alterações feitas
no cronograma para manter a conformidade.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Relatórios, Filtros, Grupos e Classificação – Através dos


recursos de relatório e tratamento das informações, podemos
apurar os desvios e mundanças do escopo.

• Modo de Exibição Gantt de Controle – Esse modo de


exibição é utilizado para verificar o andamento e execução das
tarefas do projeto e a conformidade das entregas com o base
line do projeto.

• Gravação da Base Line e Planos Provisórios – Através da


linha de base do projeto, podemos verificar a conformidade do
escopo inicial com a execução dos trabalhos. O Project permite
a gravação de até 10 base-lines adicionais, permitindo assim
documentar as variações no escopo do projeto.

• Anotações – Através das anotações podemos documentar as


justificativas sobre as mudanças ocorridas no escopo do
projeto.

• Ferramentas e tabelas de controle – Através das


ferramentas de controle podemos atualizar a situação das
tarefas em relação as mudanças de escopo.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 35

• Estilos de Barras e Novos Modos de Exibição – Podemos


criar modos de exibição diferentes com outras formas de
exibição das barras para documentar mudanças no cronograma.

• Gantt Pessoal – Através dos recursos de reporte de trabalho


do Project Web Access os recursos podem informar a entrega
dos trabalhos e os gerentes aprovarem mediante a
conformidade com o plano sumário do projeto.

3.3 – GERENCIAMENTO DE CUSTOS DO


PROJETO
O Gerenciamento de custos do projeto inclui os processos necessários
para assegurar que o projeto seja concluído dentro do orçamento
aprovado.

PLANEJAMENTO DOS RECURSOS


Definição dos recursos (pessoas, equipamentos, materiais) e
quantidade necessária desses recursos para a execução das
atividades do proejto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Planilha de Recursos – Podemos definir os recursos e a


quantidade e custo dos mesmos através do modo de exibição
planilha de recursos

• Uso do Recurso – Através do uso do recurso podemos definir


corretamente a atribuição do recurso e as horas trabalhadas no
projeto.

ESTIMATIVA DE CUSTOS
A estimativa de custos se refere ao cálculo de um valor aproximado
do custo dos recursos necessários para execução das atividades do
projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Tabelas – Através do recurso de exibição de tabelas, podemos


acionar as tabelas de custo de tarefas e recursos no MS-Project

• Informações Sobre o Projeto – Na janela de informações


sobre o projeto podemos ter uma estimativa do custo total do
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 36

projeto com base nas informações de custo dos recursos e


custos fixos.

ORÇAMENTO DE CURSOS
O orçamento de cursos engloba a distribuição da estimativa total de
custos entre as atividades individuais ou pacotes de trabalho, a fim
de estabelecer uma linha de base dos custos.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Gravação da Base Line do Projeto – Através da linha de


base do projeto, podemos fixar o orçamento para futuras
comparações com os dados de custo realizado.

CONTROLE DE CUSTOS
O controle de custos consiste na verificação da conformidade dos
custos realizados com os custos de linha de base.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Tabelas – Através do recurso de exibição de tabelas, podemos


acionar as tabelas de custo de tarefas e recursos no MS-Project

• Valor Acumulado – Através das tabelas e recursos de valor


acumulado, podemos fazer a análise do valor agregado para
controle efetivo dos custos do projeto.

• Anotações – Através das anotações podemos documentar as


justificativas sobre as mudanças no orçamento das atividades.

• Ferramentas e tabelas de controle – Através das


ferramentas de controle podemos atualizar a situação das
tarefas em relação as de orçamento.

3.4 – GERENCIAMENTO DA QUALIDADE


O gerenciamento da qualidade do projeto inclui os processos
necessários para assegurar que o projeto satisfaça às necessidades
para as quais foi criado.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 37

PLANEJAMENTO DA QUALIDADE
O Planejamento da Qualidade envolve a identificação dos padrões de
qualidade relevantes para o projeto e a definição de como atender a
esses padrões.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular os arquivos do Plano de
qualidade ao arquivo do Project.

• Gerenciamento de Documentos do SharePoint Windows


Services – Com esse recurso podemos gerenciar os
documentos do plano de qualidade do projeto.

GARANTIA DA QUALIDADE
A garantia da qualidade se refere a todas as atividades sistemáticas,
planejadas dentro do sistema de qualidade, de maneira a gerar
confiança de que o projeto irá satisfazer a todos os padrões
relevantes de qualidade.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Relatórios, Filtros, Grupos e Classificação – Através dos


recursos de relatório e tratamento das informações, podemos
apurar as entregas e prazos e verificar a conformidade com o
plano de qualidade.

CONTROLE DE QUALIDADE
O controle de qualidade envolve a monitoração dos resultados
específicos do projeto a fim de determinar se eles satisfazem aos
padrões relevantes de qualidade, e inclui também a identificação de
como eliminar as causas de resultados insatisfatórios.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Gantt de Controle – Esse modo de


exibição é utilizado para verificar o andamento e execução das
tarefas do projeto e a conformidade das entregas com o plano
de qualidade.

• Relatórios, Filtros, Grupos e Classificação – Através dos


recursos de relatório e tratamento das informações, podemos
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 38

apurar as entregas e prazos e verificar a conformidade com o


plano de qualidade.

GERENCIAMENTO DE RECURSOS HUMANOS


O gerenciamento de recursos humanos do projeto engloba os
processos necessários para que se empregue de forma mais eficaz o
pessoal envolvido no projeto.

PLANEJAMENTO ORGANIZACIONAL
O Planejamento Organizacional envolve a identificação, a
documentação e a atribuição de funções, responsabilidades e relações
de distribuição de informações do projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Planilha de Recursos – Podemos usar o


modo de exibição planilha de recursos para fazer a identificação
e análise dos envolvidos.

• Novos Modos de Exibição – Podemos usar esse recurso para


criação de um modo de exibição com a matriz de
responsabilidades.

• Campos de Recurso Empresarial – Podemos usar os campos


de recurso empresarial para definir o perfil e as habilidades dos
recursos da empresa.

FORMAÇÃO DA EQUIPE
A formação da equipe se refere a fazer com que os recursos humanos
necessários sejam designados e estejam trabalhando no projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Pool de Recursos Empresarial – Através do Project Server,


podemos criar um pool de recursos empresarial para
disponibilizar recursos para os projetos da organização.

• Criação da Equipe do Projeto – Podemos criar a equipe do


projeto com base nos recurso do pool de recurso empresarial.

• Atribuição de Recurso – Permite atribuir os recursos nas


atividades em que ele participa.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 39

• Publicação das Atribuições – Podemos publicar as


atribuições dos recursos no project server para que os recursos
possam atualiza-las através do Project Web Access.

DESENVOLVIMENTO DA EQUIPE
O desenvolvimento da equipe envolve a melhoria da habilidade dos
interessados para contribuir individualmente, assim como também a
habilidade da equipe para funcionar como uma equipe.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Painel de Tarefas – Podemos customizar templates no Painel


de Tarefas com dicas e instruções para desenvolvimento do
individuo e da equipe.

GERENCIAMENTO DAS COMUNICAÇÕES


O gerenciamento das comunicações do projeto engloba os processos
necessários para assegurar a geração, a coleta, a divulgação, o
armazenamento e a disposição final apropriada e oportuna das
informações do projeto.

PLANEJAMENTO DAS COMUNICAÇÕES


O planejamento das comunicações engloba a identificação das
informações e comunicações que os interessados necessitam: que
requer qual informação, quando ela será necessária, como será
fornecida e por quem.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Modo de Exibição Planilha de Recursos – Com esse modo


de exibição é possível fazer a análise dos steakholders para
elaboração do plano de comunicação.

DISTRIBUIÇÃO DAS INFORMAÇÕES


A distribuição das informações se refere à disponibilização das
informações que os interessados no projeto necessitam, no momento
oportuno.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 40

• Controle de Documentos com SharePoint Windows


Services – Podemos gerenciar todos os documentos do plano
de comunicação através do project web acces

• Controle de Questões com SharePoint Windows Services


– Podemos definir questões pertinentes ao projeto e abrir
discussões até a solução das questões.

• Integração com Microsoft Outlook – Podemos integrar o


Outlook com o Project Web Acces para sincronizar as
informações de status das tarefas.

• Project Web Access – Podemos definir modos de exibição e


projetos, recursos e portifólio para fornecer o status do projeto.

RELATÓRIO DE DESEMPENHO
O relatório de desempenho envolve a coleta e divulgação de
informações sobre o desempenho do projeto, de maneira a fornecer
aos interessados informações sobre como os recursos estão sendo
utilizados para que os objetivos do projeto sejam alcançados.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Relatórios – O project fornece uma série de relatórios pré-


definidos e dá a possibilidade de criação de novos relatórios.

• Exportação de Dados – O project permite a exportação de


dados de relatório para o formato XLS (Excel), HTML e outros.

• Valor Acumulado – Podemos verificar o desempenho do


projeto através dos relatórios de Valor Acumulado.

ENCERRAMENTO ADMINISTRATIVO
O encerramento administrativo do projeto ou fase acontece após seus
objetivos terem sido atingidos, ou ter sido decidido seu encerramento
por outras razões.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular os arquivos do Encerramento
Administrativo ao arquivo do Project.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 41

GERENCIAMENTO DE RISCOS
O Gerenciamento de Riscos do Projeto é o processo sistemático de
identificação, análise e respostas aos riscos do projeto. Isso inclui
maximizar a probabilidade e as conseqüências de eventos positivos e
minimizar a probabilidade e conseqüências que eventos adversos
possam trazer aos objetivos do projeto.

PLANEJAMENTO DO GERENCIAMENTO DE RISCOS


O Planejamento do Gerenciamento de Riscos consiste no processo
através do qual se decide como abordar e planejar as atividades
ligadas ao gerenciamento de riscos de um projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular os arquivos do Plano de
Gerenciamento de Riscos ao arquivo do Project.

IDENTIFICAÇÃO DE RISCOS
A identificação de riscos envolve determinar quais riscos poderiam
afetar o projeto e documentar as características desses riscos.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Gerenciamento de Riscos com SharePoint Windows


Services – Podemos identificar e registrar o riscos do projeto
através do PWA (Project Web Server) e associa-los as tarefas e
projetos.

ANÁLISE QUALITATIVA DE RISCOS


A Análise Qualitativa de Riscos consiste no processo pelo qual se
avalia o impacto de um risco e a probabilidade de ele ocorrer. Esse
processo prioriza os riscos de acordo com seu efeito potencial sobre
os objetivos do projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Gerenciamento de Riscos com SharePoint Windows


Services – Podemos qualificar o riscos do projeto através do
PWA (Project Web Server) e associa-los as tarefas e projetos.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 42

ANÁLISE QUANTITATIVA DE RISCOS

O processo de Análise Quantitativa de Riscos tem o objetivo de


analisar numericamente a probabilidade de ocorrência de cada risco e
suas implicações para os objetivos do projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular os arquivos de Ávore de Decisão,
Análise de Monte Carlo e Análise de Tendências ao arquivo do
Project.

OBS: O recurso de Gerenciamento de Riscos com SharePoint


Windows Services do Microsoft Project, não executa operações como
análise de Monte Carlo ou Análise de Tendências.

PLANEJAMENTO DE RESPOSTAS A RISCOS


O planejamento de respostas a riscos é o processo pelo qual se
desenvolve opções e se determina ações que venham e realçar as
oportunidades e reduzir as ameaças aos objetivos do projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Gerenciamento de Riscos com SharePoint Windows


Services – Podemos cadastrar as respostas aos riscos do
projeto através do PWA (Project Web Server) e associa-los as
tarefas e projetos.

MONITORAÇÃO E CONTROLE DE RISCOS


A Monitoração e Controle de Riscos é o processo de acompanhamento
dos riscos identificados, monitoração dos riscos residuais e
identificação de novos riscos, de maneira a assegurar a execução de
planos de riscos e análise eficaz desse plano para reduzir os riscos.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Gerenciamento de Riscos com SharePoint Windows


Services – Podemos monitorar os riscos cadastrados e
cadastrar e alterar novos riscos do projeto através do PWA
(Project Web Server) e associa-los as tarefas e projetos.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 43

GERENCIAMENTO DAS AQUISIÇÕES DO


PROJETO
O gerenciamento das aquisições do projeto engloba os processos
necessários para aquisição de bens e serviços fora da organização
executora a fim de cumprir o escopo do projeto.

PLANEJAMENTO DAS AQUISIÇÕES


Planejamento das aquisições é o processo pelo qual se identifica
quais necessidades do projeto podem ser melhor satisfeitas através
da aquisição de produtos ou serviços de fora da organização
executora do projeto, processo esse que deve ser executado durante
o trabalho de adquirir, o quanto adquirir, quando adquirir e como
adquirir.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular a Declaração do Trabalho (SOW –
Statement Of Work) ao arquivo do Project.

PLANEJAMENTO DA SOLICITAÇÃO
O planejamento da solicitação consiste em preparar os documentos
necessários que servirão de suporte ao processo de solicitação.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Controle de Documentos com SharePoint Windows


Services – Podemos gerenciar os documentos de aquisição
(Formulários, Critérios de Avaliação e Declaração do Trabalho)
através do PWA (Project Web Access).

SOLICITAÇÃO

A solicitação é o processo através do qual se obtém respostas de


possíveis fornecedores sobre como satisfazer as necessidades do
projeto.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular as propostas dos fornecedores ao
arquivo do Project.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 44

SELEÇÃO DAS FONTES


A seleção das fontes envolve o recebimento de ofertas ou propostas e
a aplicação dos critérios de avaliação a fim de selecionar um
fornecedor.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Links e Anexos de Anotação – Podemos usar os recursos de


link e anotações para vincular os contratos com os fornecedores
ao arquivo do Project.

• Controle de Documentos com SharePoint Windows


Services – Podemos gerenciar os contratos com fornecedores
através do PWA (Project Web Access).

ADMINISTRAÇÃO DO CONTRATO
A administração do contrato é o processo através do qual se garante
que o desempenho do fornecedor estará de acordo com os requisitos
contratuais.

Nesse processo podemos destacar as seguintes funcionalidades no


MS-Project:

• Controle de Questões com SharePoint Windows Services


– Podemos definir questões pertinentes ao trabalho executado
pelos fornecedores e determinar o fechamento de determinados
trabalhos.

• Controle de Documentos com SharePoint Windows


Services – Podemos gerenciar os contratos e as solictações de
pagamento com fornecedores através do PWA (Project Web
Access).

ENCERRAMENTO DO CONTRATO
O encerramento do contrato é semelhante ao encerramento
administrativo uma vez que envolve tanto a verificação do produto
quanto o encerramento administrativo.

• Modo de Exibição Gantt de Controle – Esse modo de


exibição é utilizado para verificar o andamento e execução das
tarefas do projeto e a conformidade das entregas com o plano
de aquisições.
Cap. 3 Aplicando o PMBoK ao Microsoft Office Project 2003 45

• Controle de Documentos com SharePoint Windows


Services – Podemos gerenciar os contratos e as solictações de
pagamento com fornecedores através do PWA (Project Web
Access).