Você está na página 1de 68

Gabriel Trajano

Gabriel Trajano
“Ação natural e própria de qualquer coisa” Dicionário Michaelis
“Ação natural e própria de qualquer coisa”
“Ação natural e própria de qualquer coisa”

Dicionário Michaelis

“Em cuja execução ou fabricação se procura atender, antes de tudo, à função, ao fim

“Em cuja execução ou fabricação se procura atender, antes de tudo, à função, ao fim prático”

Dicionário Michaelis

Siff, M. Functional Training Revisited, J Strength Cond 24 (5) 42-6
Siff, M. Functional Training Revisited, J Strength Cond 24 (5) 42-6
Siff, M. Functional Training Revisited, J Strength Cond 24 (5) 42-6

Siff, M. Functional Training Revisited, J Strength Cond 24 (5) 42-6

Treinar grupos musculares e as áreas envolvidas para trabalhar da mesma maneira em que serão

Treinar grupos musculares e as áreas envolvidas para trabalhar da mesma maneira em que serão utilizadas na atividade. (Gambetta e Gray, 1995)

Proporcionar ao indivíduo melhora da performance para determinada função, movimento ou gesto esportivo. Boyle, M.

Proporcionar ao indivíduo melhora da performance para determinada função, movimento ou gesto esportivo.

Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human Kinetics,2004

A Função deve vir antes da forma Adaptação do exercício ao cliente

A Função deve vir antes da forma

Adaptação do exercício ao cliente

Core Training Treinamento Balance Pesos Training Livres Funcional Pliométrico
Core Training Treinamento Balance Pesos Training Livres Funcional Pliométrico
Core
Training
Treinamento
Balance
Pesos
Training
Livres
Funcional
Pliométrico
Idosos Treinamento Atletas Motivação Funcional Reabilitação
Idosos Treinamento Atletas Motivação Funcional Reabilitação
Idosos
Treinamento
Atletas
Motivação
Funcional
Reabilitação
Treinar movimentos ao invés de músculos isolados Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL:

Treinar movimentos ao invés de músculos isolados

Treinar movimentos ao invés de músculos isolados Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human
Treinar movimentos ao invés de músculos isolados Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human

Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human Kinetics,2004

Flexão – Extensão Plano Sagital Rotação Plano Transverso Adução – Abdução Plano Frontal
Flexão – Extensão Plano Sagital Rotação Plano Transverso Adução – Abdução Plano Frontal
Flexão – Extensão
Plano Sagital
Rotação
Plano Transverso
Adução – Abdução
Plano Frontal
Movimento Velocidade Amplitude Posição Corporal Via Energética Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign,

Movimento

Velocidade

Amplitude

Posição Corporal

Via Energética

Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human Kinetics,2004

Multi Planares Multi Articulares Multi Sensoriais Coordenação Core Propriocepção Grande Amplitude de
Multi Planares Multi Articulares Multi Sensoriais Coordenação Core Propriocepção Grande Amplitude de
Multi Planares
Multi Articulares
Multi Sensoriais
Coordenação
Core
Propriocepção
Grande Amplitude de movimento

Boyle, M. Functional Training for Sports. Champaign, IL: Human Kinetics,2004

Ambiente ( Pele, Articulação, Músculo, Tendão, Sistema Visual, Sistema Vestibular) Receptores Vias Aferentes
Ambiente ( Pele, Articulação, Músculo, Tendão, Sistema Visual, Sistema Vestibular) Receptores Vias Aferentes
Ambiente
( Pele, Articulação, Músculo, Tendão, Sistema Visual, Sistema Vestibular)
Receptores
Vias Aferentes
Sistema Nervoso Central
(Medula Espinhal, Regiões inferiores do cérebro, Cortex cerebral)
Vias Eferentes
Resposta Motora
Articulares Musculares Tendinoso Vestibular Visual Reflexos Medulares Músculo Programação Cognitiva SNC Equilibrio
Articulares Musculares Tendinoso Vestibular Visual
Articulares
Musculares
Tendinoso
Vestibular
Visual
Reflexos Medulares
Reflexos Medulares
Musculares Tendinoso Vestibular Visual Reflexos Medulares Músculo Programação Cognitiva SNC Equilibrio do Ramo
Músculo
Músculo
Programação Cognitiva
Programação
Cognitiva
SNC
SNC
Tendinoso Vestibular Visual Reflexos Medulares Músculo Programação Cognitiva SNC Equilibrio do Ramo Cerebral
Tendinoso Vestibular Visual Reflexos Medulares Músculo Programação Cognitiva SNC Equilibrio do Ramo Cerebral
Equilibrio do Ramo Cerebral
Equilibrio do Ramo
Cerebral
Articulação • Ruffini • Paccini Músculo • Fuso Tendão • OTG
Articulação • Ruffini • Paccini
Articulação
• Ruffini
• Paccini
Músculo • Fuso
Músculo
• Fuso
Tendão • OTG
Tendão
• OTG
Ajustes Inesperados Planejamento Modificado
Ajustes Inesperados Planejamento Modificado

Ajustes Inesperados

Ajustes Inesperados Planejamento Modificado

Planejamento Modificado

Ajustes Inesperados Planejamento Modificado
Habilidade Simples Variação Condição Dificultada
Habilidade Simples Variação Condição Dificultada
Habilidade
Simples
Variação
Condição
Dificultada
Percepção (Receptores) Muscular Motricidade (Condicionantes) Velocidade Tendíneos Precisão Articular

Percepção

(Receptores)

Muscular

Motricidade (Condicionantes)
Motricidade
(Condicionantes)

Velocidade

Tendíneos

Precisão

Articular

Complexidade

Vestibular

Variabilidade

Visual

Carga

Estável Instável
Estável Instável
Estável
Instável
•ESTABILIZADORES: •Transverso do Abdome •Multífido
•ESTABILIZADORES:
•Transverso do
Abdome
•Multífido
6 semanas ; Core c/ Bola Eficiência de corrida Teste de estabilidade do CORE Eficiência

6 semanas ; Core c/ Bola Eficiência de corrida

6 semanas ; Core c/ Bola Eficiência de corrida Teste de estabilidade do CORE Eficiência Mecânica

Teste de estabilidade do CORE

Eficiência MecânicaBola Eficiência de corrida Teste de estabilidade do CORE Postura de Corrida Stanton, R., P. Reaburn,

Postura de Corridacorrida Teste de estabilidade do CORE Eficiência Mecânica Stanton, R., P. Reaburn, and B. Humphries. The

Stanton, R., P. Reaburn, and B. Humphries. The effect of short-term Swiss ball training on core stability and running economy. J. Strength Cond. Res. 18(3):522–528. 2004

Rombóides Serratil Anterior Oblíquo Externo - Oblíquo Interno Santana JC; (2003) Strength and Cond J.

Rombóides

Serratil Anterior

Oblíquo Externo

-

Oblíquo Interno

Santana JC; (2003) Strength and Cond J. 25 (2) 73-4

Rombóides Serratil Anterior Oblíquo Externo - Oblíquo Interno Santana JC; (2003) Strength and Cond J. 25
Funcional • Integrar • Coordenação • Equilíbrio • Multiarticulares • Não utiliza movimentos guiados
Funcional • Integrar • Coordenação • Equilíbrio • Multiarticulares • Não utiliza movimentos guiados
Funcional
• Integrar
• Coordenação
• Equilíbrio
• Multiarticulares
• Não utiliza
movimentos guiados
• Em pé
• Unilateral
Tradicional • Isolar • Hipertrofia • Força • Multiarticulares e Uniarticulares • Movimentos guiados e
Tradicional
• Isolar
• Hipertrofia
• Força
• Multiarticulares e
Uniarticulares
• Movimentos guiados e
pesos livres
Pesos Livres Elásticos Polias Aparelhos ???

Pesos Livres

Elásticos

Polias

Aparelhos ???

Pesos Livres Elásticos Polias Aparelhos ???
Pesos Livres Elásticos Polias Aparelhos ???
Definição das necessidades Planejamento dos Movimentos Padrão dos Movimentos (Mostrar e explicar) Variação

Definição das necessidades Planejamento dos Movimentos Padrão dos Movimentos (Mostrar e explicar) Variação do exercício (Simples e Complexos) Condição Dificultada Sobrecarga Progressiva ( Velocidade, Carga)

Keoght et al, Lower-Body Resistance Training: Increasing Functional Performance with Lunges, J Strength Cond, 21
Keoght et al, Lower-Body Resistance Training: Increasing Functional Performance with Lunges, J Strength Cond, 21
Keoght et al, Lower-Body Resistance Training: Increasing Functional Performance with Lunges, J Strength Cond, 21
Keoght et al, Lower-Body Resistance Training: Increasing Functional Performance with Lunges, J Strength Cond, 21

Keoght et al, Lower-Body Resistance Training: Increasing Functional Performance with Lunges, J Strength Cond, 21 (1) 67 -72

Fenwick et al ;Comparison of different rowing exercises: trunk muscle activation and lumbar spine motion,
Fenwick et al ;Comparison of different rowing exercises: trunk muscle activation and lumbar spine motion,

Fenwick et al ;Comparison of different rowing exercises: trunk muscle activation and lumbar spine motion, load, and stiffness. J Strength Cond Res 23(2):2009

Biplex, Triplex, Quadriplex Intervalo Programa Híbrido (Convencional, Funcional) Objetivos variados (Hipertofia,

Biplex, Triplex, Quadriplex

Intervalo

Programa Híbrido (Convencional, Funcional)

Objetivos variados (Hipertofia, Coordenação, Core)

Tradicional Tradicional (Hipertrofia, (Hipertrofia, Força e Força e Potência) Potência) EquilíbrioEquilíbrio
Tradicional Tradicional (Hipertrofia, (Hipertrofia, Força e Força e Potência) Potência) EquilíbrioEquilíbrio
Tradicional
Tradicional
(Hipertrofia,
(Hipertrofia,
Força e
Força e
Potência)
Potência)
EquilíbrioEquilíbrio
CORECORE
Coordenação
Coordenação
Pliométrico
Pliométrico

JC Santana; Hybrid Programming,J Strength Cond, 26 (3) 51-52

Carga Total Velocidade de Execução ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable squat
Carga Total Velocidade de Execução ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable squat
Carga Total Velocidade de Execução ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable squat

Carga Total

Velocidade de Execução

ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable squat movements. Can. J. Appl. Physiol. 30:33–45. 2005.

Musculatura do tronco Sóleo Bíceps Femoral ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable
Musculatura do tronco Sóleo Bíceps Femoral ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable

Musculatura do tronco

Sóleo

Bíceps Femoral

ANDERSON e BEHM. Trunk muscle activity increases with unstable squat movements. Can. J. Appl. Physiol. 30:33–45.2005.

EMG 37% Vasto Lateral 34% Vasto Medial McBride, J.M., P. Cormie, and R. Deane. Isometric
EMG 37% Vasto Lateral 34% Vasto Medial McBride, J.M., P. Cormie, and R. Deane. Isometric

EMG

37% Vasto Lateral

34% Vasto Medial

McBride, J.M., P. Cormie, and R. Deane. Isometric squat force output and muscle activity in stable and unstable conditions. J. Strength Cond. Res. 20(4):915–918. 2006

70% Produção de Força 44% Relação Agonista/ Antagonista Behm et al. Muscle force and activation
70% Produção de Força 44% Relação Agonista/ Antagonista Behm et al. Muscle force and activation
70% Produção de Força 44% Relação Agonista/ Antagonista Behm et al. Muscle force and activation
70% Produção de Força 44% Relação Agonista/ Antagonista Behm et al. Muscle force and activation

70% Produção de Força

44% Relação Agonista/ Antagonista

Behm et al. Muscle force and activation under stable and unstable conditions. J. Strength Cond. Res. 16(3):416– 422. 2002.

Membros Inferiores 10 semanas Agachamento, Passada, DeadLift Saltos Sprints 10m e 40m CRESSEY, et al.

Membros Inferiores 10 semanas Agachamento, Passada, DeadLift

Inferiores 10 semanas Agachamento, Passada, DeadLift Saltos Sprints 10m e 40m CRESSEY, et al. The effects

Saltos Sprints 10m e 40m

CRESSEY, et al. The effects of ten weeks of lower-body unstable surface training on markers of athletic performance. J.Strength Cond. Res. 21:561–567. 2007

60% Produção de força Ativação Eletromiográfica Anderson, K.G., and D.G. Behm. Maintenance of EMG activity
60% Produção de força Ativação Eletromiográfica Anderson, K.G., and D.G. Behm. Maintenance of EMG activity
60% Produção de força Ativação Eletromiográfica Anderson, K.G., and D.G. Behm. Maintenance of EMG activity

60% Produção de força

Ativação Eletromiográfica

Anderson, K.G., and D.G. Behm. Maintenance of EMG activity and loss of force output with instability. J. Strength Cond. Res. 18(3):637–640. 2004

Supino e Desenvolvimento Musculatura do T ronco Unilateral Behm et al. Trunk muscle electromyographic activity

Supino e Desenvolvimento

Supino e Desenvolvimento Musculatura do T ronco Unilateral Behm et al. Trunk muscle electromyographic activity with
Supino e Desenvolvimento Musculatura do T ronco Unilateral Behm et al. Trunk muscle electromyographic activity with

Musculatura do T ronco

Unilateral

Behm et al. Trunk muscle electromyographic activity with unstable and unilateral exercises. J. Strength Cond. Res. 19(1):193–201. 2005

Koshida, et al. Muscular outputs during dynamic bench press under stable versus unstable conditions. J
Koshida, et al. Muscular outputs during dynamic bench press under stable versus unstable conditions. J

Koshida, et al. Muscular outputs during dynamic bench press under stable versus unstable conditions. J Strength Cond Res 22(5): 1584–1588, 2008

Recrutamento dos Músculos do Tronco Recrutamento da Músculos Agonistas Co-contração Estabilizadores Equilibrio

Recrutamento dos Músculos do TroncoRecrutamento da Músculos Agonistas Co-contração Estabilizadores Equilibrio estático Força e Potência Behm, D.G., and

Recrutamento dos Músculos do Tronco Recrutamento da Músculos Agonistas Co-contração Estabilizadores Equilibrio

Recrutamento da Músculos Agonistas

Co-contraçãodos Músculos do Tronco Recrutamento da Músculos Agonistas Estabilizadores Equilibrio estático Força e Potência

Estabilizadoresdo Tronco Recrutamento da Músculos Agonistas Co-contração Equilibrio estático Força e Potência Behm, D.G., and K.G.

Equilibrio estáticoda Músculos Agonistas Co-contração Estabilizadores Força e Potência Behm, D.G., and K.G. Anderson. The role

Força e PotênciaCo-contração Estabilizadores Equilibrio estático Behm, D.G., and K.G. Anderson. The role of instability with

Behm, D.G., and K.G. Anderson. The role of instability with resistance training. J. Strength Cond. Res. 20(3):716–722. 2006

Propriocepção Reabilitação Funcional Potência Gesto Motor MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3)

Propriocepção

Reabilitação Funcional

Potência

Gesto Motor

MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014

Passiva (Ligamentos, Cápsula Articular) Ativa (Co-contração antagonista)

Passiva (Ligamentos, Cápsula Articular)

Ativa (Co-contração antagonista)

Redução da propriocepção Distribuição inapropriada da carga Excitação reflexa diminuida Déficit na coordenação

Redução da propriocepção

Distribuição inapropriada da carga

Excitação reflexa diminuida

Déficit na coordenação e equilíbrio

Atividade da vida diária Gesto Esportivo

Atividade da vida diária

Gesto Esportivo

MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014

MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014

MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
MYER et al,(2008) J Strength Cond Res, 22 (3) 987 – 1014
Déficit das Musculaturas Estabilizadoras Core Training (Reabilitação) Core Training (Funcional) - Estabilização do

Déficit das Musculaturas Estabilizadoras

Core Training (Reabilitação)

Core Training (Funcional)

- Estabilização do tronco em situações

McGill SM, Low Back Disorders, (2007)

Obrigado !!! gabrieltrajano@predialnet.com.br
Obrigado !!! gabrieltrajano@predialnet.com.br
Obrigado !!!
gabrieltrajano@predialnet.com.br