Fisiologia Geral

Profa Juliana do Valle

TRANSPORTE DE GASES (OXIGÊNIO E GÁS CARBÔNICO) NO ORGANISMO As trocas gasosas são fundamentais para a sobrevivência dos organismos vivos e adaptações no sistema respiratório visam favorecer esse processo. Em humanos e outros mamíferos, por exemplo, a moléculas de oxigênio e gás carbônico são trocadas entre o ar ambiente e o sangue, de forma passiva (difusão). Os gases deslocam-se pelo organismo transportados por um fluido circulante (sangue ou hemolinfa), que geralmente contém pigmentos respiratórios que tornam o transporte mais eficiente. Os pigmentos respiratórios são moléculas complexas, formadas por proteínas e íons metálicos, que lhes confere uma cor característica. Tais moléculas ligam-se aos gases para transporta-los e são consideradas boas transportadoras, pois se ligam a ele quando a quantidade do gás for elevada e se desprendem rapidamente se a quantidade do gás for baixa. Entre os vários pigmentos conhecidos, a hemoglobina (Hb) é a mais comum e a melhor estudada. Este é o pigmento típico dos vertebrados, embora possam ocorrer em anelídeos, nematóides, moluscos e artrópodes. Nos invertebrados, a Hb encontra-se dispersa no plasma, enquanto nos vertebrados se localiza nos glóbulos vermelhos (eritrócitos). Nos mamíferos os eritrócitos são células anucleadas e acredita-se que essas células percam o núcleo para poderem acomodar maior volume de pigmento respiratório. ligar ao grupo heme. Assim, cada molécula pode transportar quatro moléculas de oxigénio.

Eritrócitos de mamíferos

Representação do grupo Heme da hemoglobina

A Hb humana tem grande afinidade por monóxido de carbono (cerca de 200 vezes superior á afinidade para o oxigênio), o que torna este gás muito perigoso, mesmo em baixas concentrações. A Hb saturada de monóxido de carbono designa-se carboxiemoglobina.

Eritrócitos de rã. Hemoglobina é um termo que corresponde a uma classe de moléculas que têm em comum um grupo heme (ferroporfirina) ligado a uma porção protéica designada globina, diferente para cada espécie. A Hb humana apresenta quatro cadeias peptídicas, duas alfa e duas beta, ligadas a grupos heme. O oxigênio ou o dióxido de carbono podem se Representação da molécula de Hb

apenas cerca de 2% são transportados por esta via. cerca de 81%. contem íons cobre o que confere coloração azul quando ligada a oxigênio. Transporte do dióxido de carbono: O CO2 pode ser transportado no sangue de três modos principais: • dissolvido no plasma – devido à baixa solubilidade em água deste gás. já que uma quantidade menor de HbO2 será formada. pelas cadeias polipeptídicas etc. formando a carbaminoemoglobina (HbCO2). Aí as reações são revertidas e o CO2 é libertado para os alvéolos. Naturalmente este processo de reação com a água é lento. pois durante trocas gasosas nos tecidos o O2 terá dificuldade em se desprender da Hb. portanto. há uma elevação dos níveis de CO2 no organismo. A ligação da primeira molécula de O2 á hemoglobina altera a sua conformação. favorecendo a ligação de O2 com Hb e prejudicando a liberação de O2 das moléculas de Hb. apenas 8% são transportados por esta via. por algum motivo. a reação produz ácido carbônico (H2CO3). ou seja. Quando a pCO2 é elevado. Dessa forma. aumentando a sua afinidade para o O2.Fisiologia Geral Profa Juliana do Valle Há outros pigmentos respiratórios que podem diferir da Hb pelo metal. (ver B). há formação de mais íons H+ do que o normal. mas pode ser acelerado pela enzima dos glóbulos vermelhos anidrase carbônica. • combinado com a hemoglobina – nos glóbulos vermelhos existem 280 milhões de moléculas de hemoglobina. há uma redução dos níveis de CO2 no organismo. Ex. (ver A). incluindo humanos. Tem estrutura semelhante à Hb. Hemocianina: segunda proteína transportadora de oxigênio mais comum na natureza é encontrada no sangue de muitos artrópodes e moluscos. combinado com a hemoglobina – uma percentagem relativamente baixa. Quando. confere coloração vermelho escuro a esse tecido. onde é transportado até aos pulmões.: Mioglobina: encontrada no tecido muscular de vertebrados. Como essa reação produz íons hidrogênio ela pode ser afetada pelo pH do sangue. B) Se o pH do sangue ficar mais alto do que o normal (alcalino) a redução nos níveis de íons H+ no . o fornecimento de O2 para as células poderá ser prejudicado. facilitando a ligação das seguintes. mas possui uma única cadeia polipeptídica. A alcalose pode inclusive afetar o transporte do O2. Quando o O2 está ligado a Hb ela passa a ser chamada de oxiemoglobina (HbO2) e quando este está ausente designa-se desoxiemoglobina ou hemoglobina reduzida. Ao invés de ferro. o íon difunde-se para o plasma. O acúmulo de íons H+ reduz o pH do sangue tornando-o ácido (acidose). cerca de 11%. há formação de menos íons H+ do que o normal. HbH+ + O2 ↔ HbO2 + H+ A) Se o pH do sangue ficar mais baixo do que o normal (ácido) o excesso de íons H+ no sangue forçará um deslocamento da reação acima para a esquerda. Quando. Transporte de Oxigênio: sangue forçará o deslocamento da reação acima para a direita. como íon bicarbonato (HCO3-) – a maioria das moléculas deslocam-se como este íon. A acidose pode inclusive afetar o transporte do O2. a Hb é um transportador tão eficiente. • A forma mais comum de transportar CO2 pode ser representada pela reação química abaixo. CO2 + H2O ↔ H2CO3 ↔ HCO3+ H+ Como essa reação é uma grande produtora de íons H+ ela pode afetar o pH do sangue. deste gás reage com a hemoglobina. ou seja cerca de 98% deste gás é transportado pela Hb até ás células. por algum motivo. como nos tecidos. promovendo mais dissociação do que formação de HbO2. A formação de oxiemoglobina pode ser representada pela reação a seguir. O mesmo acontece com a liberação de uma molécula de O2 que acelera a liberação das restantes. Após a sua rápida formação no interior dos glóbulos vermelhos. cada uma podendo transportar quatro O2. que se ioniza em HCO3-. • O oxigênio é transportado pelo sangue sob duas formas: • dissolvido no plasma – o O2 é pouco solúvel na água. Por este motivo. Isso também prejudica o fornecimento de O2 para as células. A redução de íons H+ eleva o pH do sangue tornando-o alcalino (alcalose).

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful