Você está na página 1de 24
Estrelas do AutoShow 12 e 13 JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO NO ONTÁRIO PORTUGAL MAIS PERTO
Estrelas
do AutoShow
12 e 13
JORNAL DE GRANDE CIRCULAÇÃO
NO ONTÁRIO
PORTUGAL
MAIS PERTO
PORTUGUESE CANADIAN NEWSPAPER
Segunda-feira, 19 de Fevereiro 2013 Ano III N.º140 www.pcnewsnetwork.com DISTRIBUIÇÃO GRATUITA Nas Sanjoaninas
Segunda-feira, 19 de Fevereiro 2013 Ano III N.º140
www.pcnewsnetwork.com
DISTRIBUIÇÃO GRATUITA
Nas Sanjoaninas
Já temos Governo a trabalhar pelo Futuro
Já temos Governo
a trabalhar pelo
Futuro
Querem o nosso Cristiano Ronaldo 15
Querem
o nosso
Cristiano
Ronaldo
15

A avaliar pelas notas que nos vão chegando, chega a dar a ideia de que o Governo do Ontario – o novo Governo do Ontario – está já a trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5

já a trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma
Ternurinha de gente 21
Ternurinha
de gente
21
4
4
uma
uma
uma
trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma Dama é

Dama

é
é
trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma Dama é
trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma Dama é

nossa!

O Tempo vai fazer!

que

trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma Dama é
trabalhar rumo ao Futuro. Charles Sousa também. 5 Ternurinha de gente 21 4 uma Dama é
2 . Nossa gente / Editorial 19 Fevereiro 2013
2 . Nossa gente / Editorial
19 Fevereiro 2013

O dia da familia

Pedro Jorge Costa B. de Barros pedrojorgeri@gmail.com

Pedro Jorge Costa B. de Barros pedrojorgeri@gmail.com Ontem, dia 18, foi feriado no Ontario. Este dia

Ontem, dia 18, foi feriado no Ontario. Este dia deveria ser especial para todos pois ontem celebrou-se o dia

da familia. Eu falei com muitas pessoas sobre este dia,

muitas acham que e ridiculo o facto de se celebrar o dia da familia, mas agradecem o feriado, muitas outras o oposto.

Algumas pessoas ate se “abriram” comigo, e disseram-

-me que este feriado existe porque os politicos queriam ficar bem vistos. No entanto, a grande maioria das pes- soas é sensivel ao facto de o mês de Fevereiro ser um pouco depressivo, de ser necessario uma pausa durante

o Inverno. Calculo que estas pessoas agradecem o fe-

riado e não perdem muito tempo a pensar no que se está

a celebrar.

Mas eu acho que deveríamos falar um pouco da fami- lia, do seu significado, do seu simbolismo. Isto é es- pecialmente e principalmente importante nos dias de hoje. Pois hoje a instituicao da familia está de novo a sofrer alteracoes.

No passado, a familia tinha uma comunhao com reli- gião e hoje já nem tanto. No passado, o centro da fami-

lia era o pai, hoje não é assim tão simples. Não falamos

do que é certo ou errado, do que está mal ou do que está

bem, falamos, sim, sobre a familia.

O que é então a familia? Para esta pergunta cada um

terá de encontrar uma resposta.

Espero, no entanto, que ontem, dia 18, as familias ti- vessem aproveitado o bom tempo (considerando que

e Inverno), tivessem aproveitado o feriado e que as fa- milias se tivessem reunido, netos com avós, pais com filhos e até primos.

Afinal descontrairmo-nos e a descontração não são as- sim conceitos tão maus e às vezes também são impor- tantes.

Ficha técnica Propriedade: ABC Portuguese Canadian Newspaper Ltd Director: Fernando Cruz Gomes Conselho Empresarial:
Ficha técnica
Propriedade:
ABC Portuguese Canadian Newspaper Ltd
Director:
Fernando Cruz Gomes
Conselho Empresarial: Fernando Cruz Gomes, Presidente; Paulo
Fernando, Vice-Presidente; Carlo Miguel, Tesoureiro;
e Lara Ingrid, Secretária.
Redacção e Cronistas:
António Pedro Costa (Ponta Delgada), António dos Santos
Vicente, Carlo Miguel, Conceição Baptista, Cristina Alves
(Lisboa), Custódio António Barros, Edgar Quinquino
(Hamilton), Fernando Cruz Gomes, Fernando Jorge,
Filipe Ribeiro (ABC Turismo), Guida Micael, Helder Freire
(Lisboa), Humberto Costa (Luanda), Lara Ingrid, Luis Esgáio,
Luky Pedro ,Maria João Rafael (Lisboa), Pedro Jorge Costa
Baptista, Sérgio Alexandre, Sónia Catarina Micael.
Secretária de Redacção:
Lara Ingrid
Chefe Gráfico:
Sérgio Alexandre
Telefones:
416 995-9904 * 647 962-6568 * 416 828 6568.
E-mail: admin@abcpcn.com
director@abcpcn.com
advertising@abcpcn.com
725 College St. PO Box 31064 TORONTO ON M6G 1C0

Engrossa o número dos mais pobres

A Cáritas, no seu último relatório europeu, acerca do impacto

da crise europeia, apresentou a taxa de pobreza infantil no nosso país como um problema crítico, que, ano após ano, se agrava, ultrapassando em muito a média europeia, tendo-se fixado em 2011, nos 22,4%. Aquele relatório da Caritas Europa agora divulgado analisa

o impacto da crise económica, bem como das medidas

políticas tomadas pela União Europeia para a enfrentar as consequências sociais e financeiras, designadamente nos países onde mais se tem sentido os efeitos da crise, como seja a Grécia, Portugal, Irlanda, Itália e Espanha. A grande preocupação da Cárias Europa reside no facto de nestes países se registarem, diariamente cada vez mais pedidos de apoio de pessoas que ficaram numa situação

de vulnerabilidade, por falta de trabalho, em resultado das medidas de austeridade implementadas.

É assustador tomar conhecimento dos números divulgados

relativamente a Portugal, onde se calculam em há dois milhões e meio de pobres, número que, tende a agravar, pelo que o apelo da Cáritas vai no sentido de que é preciso quanto antes pôr as pessoas em primeiro lugar nas preocupações políticas, sociais e económicas e dar prioridades no ataque à pobreza e à exclusão social. Por isso, a erradicação da pobreza vai ser uma situação muito difícil de debelar, dado que este problema que atinge cada vez mais famílias que antes eram consideradas da classe média, que estão a engrossar o número dos mais pobres, pelo crescente número de desempregados, dos sem-abrigo e dos idosos. De uma época de fartura e desperdício de alimentos, passamos para um período em que já se fala que muitas famílias dos Açores começaram a comer pão duro, o que

demonstra bem, que a carestia de vida, os cortes nos salários,

o encerramento de empresas, a crise na construção civil, é

uma dura realidade que vai exigir mais solidariedade entre todos.

António Pedro Costa Ponta Delgada

entre todos. António Pedro Costa Ponta Delgada Tanto a Cáritas, como o Banco Alimentar já distribuem

Tanto a Cáritas, como o Banco Alimentar já distribuem produtos alimentícios a milhares de famílias de todas as freguesias de S. Miguel, ilha onde as bolsas de pobreza campeiam em várias localidades.

Por outro lado, há já algum tempo, a Presidente da Cáritas dos Açores indicou a inexistência de uma verdadeira política de desenvolvimento, uma baixa escolarização e a falta de competências, como as principais causas que contribuem para as situações de pobreza na nossa Região.

No seu entender, criaram-se muitas infraestruturas, que faziam efetivamente falta aos Açores, mas depois disso não houve o investimento suficiente na qualificação que é necessária para haver progresso.

De acordo com os dados do Eurostat, a nossa Região integra o grupo das regiões portuguesas mais pobres, em que o PIB é um dos indiciadores de situações de pobreza, a par com as altas taxas de desemprego que se têm registado nos Açores.

A prioridade de intervenção oficial no combate à pobreza tem de ser uma preocupação de todos, pois é problema que afeta um número significativo da população e temos que passar das palavras para a ação concreta, a favor dos mais desprotegidos pela sorte. Há incertezas quanto ao futuro, mas temos que acreditar que depois desta tempestade virá a bonança e o sol sorrirá para todos.

O Carnaval e a Máscara da Felicidade

Na passada semana viveu-se, por quase todo o mundo, o

Carnaval, uma daquelas datas que o calendário nos impõe e que, por mais que tentemos, não conseguimos evitar. Manda a tradição que no Carnaval toda a gente se divirta

e a tradição ainda é o que era. Esquecem-se as amarguras,

os problemas do dia-a-dia e parte-se para a folia, que no Carnaval ninguém leva a mal.

Tradição? Bom, em Portugal a tradição já não é o que era por cá continua a apostar-se num simulacro de Carnaval do Rio de Janeiro, a financiar-se pseudo-escolas de samba animadas por jovens meias despidas, tremendo de frio, esquivando-se da chuva, que vão tentando animar em vão um público morno e estático.

Quando era pequena tinha a ideia que o Carnaval era divertido, sanguíneo, esplendoroso! Mas agora vejo como é triste e enjoativo o Carnaval de agora! Nem já sabemos rir…

Por cá, o humor está a pedir centro de saúde e a imaginação

a exigir banhos do mar…

Neste momento há máscaras na Avenida, mas tristes, graves, sorumbáticas, seguindo a passo lento, como Cristo para o Calvário… São tristes as máscaras e condizem com o povo.

Gostava um dia de ver este festival ser celebrado com uma vertente de verdade. Um dia em que ou assumiríamos a pior máscara que temos e brincaríamos com ela ou vestiríamos a mais bela máscara que todos gostaríamos de vestir… a mais alta versão de nós próprios

Deixo assim uma sugestão para o próximo Carnaval:

vamos brincar por um dia, fingir por umas horas que somos

Cristina Alves jornalista (Lisboa)

por umas horas que somos Cristina Alves jornalista (Lisboa) totalmente felizes, fazer de conta que acreditamos

totalmente felizes, fazer de conta que acreditamos que tudo vai sempre correr bem e que o mundo está cheio de pessoas maravilhosas. Vamos experimentar a sensação de que já somos a pessoa que sempre sonhámos ser, que não temos medos absolutamente nenhuns, que nos amamos acima de tudo e sem condições algumas. Que temos a coragem toda do mundo de fazer o que mais gostamos e nos dá prazer, que temos a liberdade, o amor e a coragem de dizer a cada um na nossa vida tudo o que gostávamos de dizer.

Nesse dia, vamos mimar-nos muito, vestir uma cor nova, dar uma gargalhada alta, dançar uma bela musica, comer o

quem sabe no dia seguinte a magia

continua e a mascara se mantenha?

nosso bolo preferido

Cambio
Cambio

Conta

Corrente

19 Fevereiro 2013 Material Editorial . 3
19 Fevereiro 2013
Material Editorial . 3

EDITORIAL

 
 

Assim, a maior parte das empresas, bancos, escolas, escritórios

   

E falar na Família é falar no Pai que todos os dias, pela madru- gada, quando o filho ainda dorme, vai para o trabalho árduo da Construção. É falar na Mãe que, madrugada cedo, antes mesmo de se alinhar para o seu emprego, vai deixar os filhos na ama ou na creche. É falar no filho que começa a subir a escada íngreme da sua formação académica na Escola.

municipais e bibliotecas estiveram encerradas. E mesmo algumas lojas de venda a retalho fechadas estiveram. E os sistemas de trânsito operaram com o horário de feriados.

* Dia da Família foi ontem

Ainda agora - não há muito - foi o “Dia do Amor”, num

Um Feriado – o “Dia da Familia“ – que era importante aproveitar

“Valentine´s Day”, que muitos comemoraram

que estão ainda a

em família. Os pais e os filhos reunidos. Em espírito de sã con- vivência. Chamando até, em imaginação e talvez no contar de histórias passadas, aqueles membros da Familia que já da lei da morte se foram libertando.

comemorar. Ontem, foi, entre nós, o “Dia da Família”. Na tercei- ra segunda-feira do mês de Fevereiro, é Feriado na Província do Ontario. Um Feriado que tem um nome que deveria ser sublime:

Isso é, de facto, família. É o cerne da família também.

“Dia da Familia”, que é, no fundo, a altura ideal para uma me- ditação sadia.

o

Uma das coisas que importa reconhecer – foi o então Premier quem o disse, na altura em que anunciava o Feriado – “é que nunca, como agora, houve tantos pais a passar tanto tempo fora de casa, no tra- balho”. E é importante saber – ele o disse também – que o melhor que podemos fazer é falar com as nossas famílias, passar o tempo juntos, dialogar em suma”.

vale a pena ser vivido. Para cortar

as agruras do Inverno. Para fazer a ponte para a Primavera que não tarda. Para olhar o além em conjunto com aqueles que fazem parte da tal Família. Que até pode ser, se quisermos, o conjunto dos vizinhos, a cidade, a Província e o País em que vivemos. Uma Família virtual, em suma.

Um “Dia da Família” assim

É

que a Família é o alicerce máximo da sociedade. É a base da

pirâmide em que transformamos o País, nas suas diversas ver- tentes.

em que transformamos o País, nas suas diversas ver- tentes. Helder Freire Jornalista(Lisboa) Segunda-feira Manifs

Helder Freire

Jornalista(Lisboa)

suas diversas ver- tentes. Helder Freire Jornalista(Lisboa) Segunda-feira Manifs violentas? O Bloco de Esquerda ameaçou

Segunda-feira Manifs violentas?

O Bloco de Esquerda ameaçou o governo com a mobilização do

descontentamento popular caso este avance com o corte de quatro mil milhões de euros na despesa pública.

O aviso veio de um dos dois coordenadores do bloco, João Se-

medo, que afirmou não ser preciso estar muito prevenido para perceber que a guerra total que o governo declarará ao país e aos portugueses se insistir em cortar quatro mil milhões de euros no

Estado Social, não deixará de acentuar e de incendiar ainda mais o protesto e o descontentamento popular.

É verdade que aumenta o descontentamento popular e recrudesce

também o protesto, mas, até agora, todas as iniciativas de protesto que foram enquadradas por forças políticas ou sindicais, decorre- ram de forma pacífica e limitaram-se a umas passeatas, algumas mais numerosas que outras, mas que não passaram disso mesmo.

O problema e o receio das autoridades são as manifestações inor-

gânicas, como aquela que decorreu em Setembro passado e que reuniu em Lisboa a maior mole humana desde o 25 de Abril. Dessa vez e apesar da falta de enquadramento, apenas se registaram al- gumas escaramuças, mas, a julgar pelo que parece vir (vem) aí, a coisa vai engrossar e as polícias – dizem – já estão a preparar-se para terem muito trabalho. Vamos ver se a bomba relógio está armada ou não.

Terça-feira Efeitos da pobreza

Portugal deve tomar medidas para aumentar o número de conde- nações por tráfico de seres humanos, criar uma casa abrigo para homens vítimas e dissociar a identificação das vítimas da sua par-

ticipação nas investigações criminais. Em traços gerais estas são as recomendações do grupo de peritos do Conselho Europeu contra o tráfico de seres humanos (GRETA). Apesar do enquadramento legal ser recente - o crime de tráfico de seres humanos existe no nosso País desde 2007 -, o grupo mostra- -se preocupado com o baixo número de condenações por este cri- me. No nosso país, não são conhecidos muitos casos de abusos sobre cidadãos nacionais. Já quanto aos cidadãos de outros países, são conhecidas algumas redes de tráfico, não só de mulheres, como de exploração de crianças para a mendicidade. Também surgem na comunicação social, de vez em quando, ca- sos de exploração quase esclavagista, de portugueses, sobretudo em propriedades espanholas, obrigados a trabalhar em condições sub-humanas, casos que as autoridades espanholas têm vindo a re- solver. Também já vão sendo conhecidos casos em que trabalhadores portugueses expatriados para outros países da Europa, sobretudo central, são enganados por «empresários» candongueiros, que lhes prometem trabalho e bons salários e depois nada disso acontece.

O resultado é que muitas vezes, esses homens e mulheres que não

encontram trabalho em Portugal, saem do país à sorte e depois nem

dinheiro têm para o bilhete de regresso a casa. São os efeitos da pobreza.

Quarta-feira Fiscais de borla

Todos os consumidores estão obrigados a garantir que lhes seja passada uma fatura no ato de compra. Se não a receberem, nem a

exigirem, podem ser multados. A coima varia entre os 75 e os 2000 euros.

A alteração foi confirmada pelo secretário de Estado dos Assuntos

Fiscais, Paulo Núncio, que recorda que a obrigação original (de exi- gir fatura a quem está coletado na categoria B do IRS) consta da lei de 1988, com o objetivo de combater a economia paralela, a fraude e evasão fiscais. Esta medida tem causado larga controvérsia na comunicação social, nas conversas de café e nas redes sociais. Na verdade, parece cari- cato que se tenha de pedir uma factura por um café, um maço de cigarros, ou uma ginjinha no Rossio. No fundo o que acontece é que o Estado está a fazer de todos nós fiscais das finanças, à borla ou até, em casos limite, em «bufos», como no antigamente.

A este propósito, também fez longa caminhada nas redes sociais, a

declaração do antigo Secretário de Estado das Cultura, Francisco José Viegas, ao afirmar que se fosse abordado por um fiscal das finanças, e este lhe perguntasse pela fatura do café o mandaria «to- mar…» vocês sabem aonde.

Quinta-feira

Falhanço

A economia portuguesa contraiu 3,8% em termos homólogos no

último trimestre, anunciou o INE. No conjunto do ano o PIB enco- lheu 3,2%.

A estimativa divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)

foi assim bastante mais negativa que as expectativas dos economis- tas, que apontavam para uma contracção de 3%. E foi o segundo pior desempenho na zona euro, que contraiu 0,9% neste período. Só a economia grega (-6%) destruiu mais riqueza que Portugal nos últimos três meses de 2012. De acordo com os mesmos dados, a economia portuguesa contraiu 3,2% em 2012. Este resultado furou as previsões do Governo, Ban-

co de Portugal e troika. Todas as instituições antecipavam para uma recessão de 3%. Também os dados do desemprego, revelam que a

realidade é pior do que as expectativas do Governo. A evolução do desemprego entre Outubro e Dezembro colocou a taxa média de 2012 nos 15,7%, duas décimas acima da previsão do Executivo.

E segundo cálculos de muitos observadores, os números do desem-

prego pecam, e muito, por defeito, já que a economia paralela cres- ce a olhos vistos, assim como o sub-emprego e aqueles que, fartos

de bater a portas fechadas, já desistiram de procurar trabalho e, por

isso, não figuram nas estatísticas do Instituto do Emprego. Estima-se que o número real de pessoas sem trabalho, ronde o mi- lhão e quatrocentos mil, ou seja, um em cada cinco portugueses um, está desempregado. Não é aliás a primeira vez que o governo falha as suas previsões. Nem se recorda que alguma vez tenha acertado. Um falhanço total.

Sexta-feira Para lá do limite

O

montante de casas entregues aos bancos por recuperação

de

créditos aumentou 67% no último ano. Os quatro maiores

bancos privados portugueses tinham, em Dezembro, 3,6 mil

milhões de euros de casas entregues em dação em pagamen- to, ou seja, mais 1,47 mil milhões face ao período homólogo.

A maioria destes imóveis na carteira dos bancos já não re-

sultará, no entanto, de situações de famílias que deixaram de pagar os seus créditos à habitação, mas antes de promotores imobiliários que não conseguem escoar os seus imóveis e assim saldar as dívidas com os bancos.

É o desastre completo num sector dos mais atingidos pela

crise. Não se constrói, não se vende, porque não há com- pradores, aumentam as dívidas e os juros aos bancos e estes transformam-se, juntamente com o fisco, nos maiores pro-

prietários imobiliários do país. Há casos conhecidos, em que tanto o fisco como os bancos, recolocam os imóveis no mercado, em melhores condições para quem compra, do que o conseguiram os antigos pro- prietários. Ou seja, os bancos recusam-se reescalonar as dí- vidas com os proprietários dos imóveis e, de seguida, conce- dem todas as facilidades a quem compra as casas em leilão. Alguém está a ganhar com este negócio. E não é, de certeza, quem perde a casa por ter atingido o limite das suas possibi- lidades de pagar as prestações.

Sábado

Limpeza dolorosa

Num longo discurso de uma hora, nas segundas Jornadas da Con- solidação, Crescimento e Coesão do PSD, Passos Coelho apontou

a

importância do motor da economia estar centrado nas empresas

e

nas pessoas e que passado este tempo é altura de apostar no re-

gresso do investimento. Para Passos Coelho o país já ultrapassou o momento em que, por selecção natural faliram as empresas mais fracas restando somente as mais economicamente fortes. Esta selecção natural das empre- sas que podem melhor sobreviver está feita, disse.

Ora aqui está uma afirmação de clara insensibilidade social. O go- verno não cuidou de ajudar as empresas que poderiam sobreviver, através ca concessão de crédito que os bancos recusaram. Mas as empresas, os milhares delas que fecharam, atiraram para a rua, outros milhares e milhares de chefes de família, deixando esses portugueses à beira do desespero.

E como será isso da recuperação económica e da criação de empre-

go, sem empresas?

Domingo Seguro - inseguro

O PS de António José Seguro está a cair nas intenções de voto dos

portugueses. Se no meio de medidas de austeridade como corte nas pensões, desemprego, subida da carga fiscal e a anunciada redução de 4 mil milhões de euros nas funções sociais do Estado pelo Go- verno de coligação PSD/CDS-PP, seria expectável que a principal força de oposição conquistasse o voto dos eleitores, as sondagens revelam o contrário.

Mas, o PS não descola. Apesar de ainda estar à frente com 32% por cento dos inquiridos a admitirem o voto no PS em fevereiro, esta

é

uma queda de quase um ponto percentual face ao início do ano.

O

PSD, de Pedro Passos Coelho, apesar dos protestos e manifesta-

ções na rua, sobe nas intenções de voto em Portugal. Entre janeiro

e Fevereiro cresceram 2,3pontos percentuais e aproximam-se do

primeiro lugar, com 29,1 por cento dos inquiridos a votarem nos sociais democratas.

A CDU está em terceiro com 11,5% dos votos e o CDS com 8,7%,

uma quebra face a Janeiro para o partido de coligação. O Bloco de Esquerda também perde eleitores e conquista apenas 6,3% do eleitorado.

Não está nada resolvido, portanto, no panorama partidário e políti- co português. O PS não se consolida como alternativa preferencial dos portugueses, que ainda não esqueceram o que foram os go- vernos de Sócrates; o CDS não consegue livrar-se das medidas do governo que são contrárias, ao programa dos centristas e mesmo Paulo Portas, que fica estrategicamente ausente do país, quando

o primeiro-ministro tem de apresentar sozinho mais medidas de

austeridade, se deixou cair na armadilha de ser ele a coordenar a equipa que vai dizer onde se cortarão quatro mil milhões de eu- ros, que atingirão violentamente as prestações sociais e os salários, com os reformados, mais uma vez a serem chamados a aceitarem cortes permanentes nas suas pensões. Simplesmente, este extracto da população, já de si muito caustica- do com os cortes e subida de escalões de IRS, está em muitos ca- sos, a suportar despesas com os filhos que, desempregados regres- sam a casa dos pais. Muitos estão a ser executados por terem ficado como fiadores dos filhos e eles hoje não conseguem satisfazer as suas responsabilidades com os credores e os bancos. Tudo isto vai pesar, na hora de votar nas próximas eleições de Ou- tubro para as autarquias.

4 . Comunidades 19 Fevereiro 2013
4 . Comunidades
19 Fevereiro 2013

Nas Sanjoaninas da Terceira vamos ter uma Dama *O Lusitânia está bem vivo

nossa

Não sabíamos. A verdade, porém, é que, a partir de agora, as

Sanjoaninas – de tantas e tão nobres tradições – vão ter entre

as suas 4 Damas (parece que são quatro

comunidade portuguesa do Canadá. Nellie Pedro, que esteve no domingo, a fazer a apresentação da “nossa” dama, Sara Sequeira, fez questão de dizer a quantos estavam presentyes, no salão da

uma a representar a

)

Casa dos Açores, que tinha dado nota aos clubes locais Lusitânia e

Angrense, bem como aos Amigos da Terceira escolher uma Dama para aquele efeito.

de que era preciso

e aí temos a bonita Sara a levar a incumbência

de representar a nossa gente nas Sanjoaninas da Terceira. Sara que

é, afinal, filha de uma das primeiras Miss Lusitânia, já por estas terras. E neta de uma senhora – que também esteve presente, no domingo, na Casa dos Açores – que andou muito envolvida, ainda

lá pela Terceira, nas fileiras do Lusitânia.

Consultas feitas

Tudo isto, durante um chamado Baile de São Valentim, que teve início à 1 hora da tarde. Actuaram diversos artistas como João Marques, Victor Martins

e Nevia Silva Cardoso e nos fados Sandra Silva Pacheco que foi acompanhada por seu pai João Carlos Silva (guitarra) e Nuno

Avelar (viola). Houve arrematações de ofertas e

muita dança.

Para Sara, “isto representa uma coisa enorme, que me toca no coração. Vou ser a pessoa que representa a comunidade portuguesa de Toronto e do Canadá e estou cheia de alegria, muitas emoções

e estou, de facto, contente, ansiosa, nervosa, tudo

A verdade é

que já antes, no palco, tínhamos visto a Sara de lágrimas nos olhos, sobretudo quando agradeceu à mãe, Manuela Sequeira, e à avó, Maria de Fátima Freitas

mãe, Manuela Sequeira, e à avó, Maria de Fátima Freitas A Dama das Comunidades Portuguesas na

A Dama das Comunidades Portuguesas na Festas Sanjoaninas

de 2013 vai deixando cair palavras, efectivamente, de emoção:

A minha família é de São Bento e então eu estou também a

representar a minha família de lá orgulhosa e contente”.

o que dá para estar muito

No fundo é, pelo menos, a terceira geração de amigos (e adeptos, talvez) do Sport Clube Lusitânia.

de amigos (e adeptos, talvez) do Sport Clube Lusitânia. E o Lusitânia? Como está o Lusitânia?

E o Lusitânia? Como está o Lusitânia?

A propósito, como é que andará, agora, por cá, o Lusitânia?

Jonathan Silva, também ele seguidor dos “gostos” do pai, Eduino Silva, é, hoje, o presidente da Assembleia-Geral, pelo menos até sexta-feira, quando houver o acto eleitoral do Lusitânia.

O Lusitânia está assim como que numa fase diferente. Diferente por estarmos num local diferente. Os sócios não estão assim

muito habituados, embora, nos últimos tempos, já estão a aderir,

embora seja ainda preciso muito trabalho.

Mas a verdade é que o Lusitânia está vivo, está bem vivo e eu acho que é para continuar”.

aparecendo nas festas

E daqui a dez ou vinte anos poderemos contar com o Lusitânia?

Jonathan diz-nos, desde logo, que sim. “Acho que sim. O problema

é o pensamento das pessoas de que

o Lusitânia era quatro paredes, não é?

que temos, às vezes, por aqui

Estavam habituados à nossa sede na Ossington, mas o Lusitânia

é muito mais do que isso. É um clube que tem origem nos Açores,

em Angra. Começou no Desporto e, depois, continuou sempre na divulgação das nossas Culturas, no Folclore, etc. E se olharmos bem para aquilo que é o Lusitânia, temos o nosso Folclore Terceirense, que eu acho que é o único aqui no Canadá, temos uma

equipa de futebol, temos Danças do Carnaval sempre a representar

o clube e

acho que estamos bem vivos”.

O Lusitânia vai a votos já no dia 22 de Fevereiro. Chega a parecer que há entusiasmo. E que há já gente com interesse em avançar e fazer avançar a colectividade. É só esperar !

Estamos em todo o lado a acompanhar o dia-a-dia das comunidades
Estamos em
todo o lado
a acompanhar o dia-a-dia
das comunidades
19 Fevereiro 2013 Comunidade . 5
19 Fevereiro 2013
Comunidade . 5

Novo Governo do Ontario “abre a porta” às realidades

* Kathleen Wynne fixa prioridades

Apenas alguns dias após a tomada de posse, chega a parecer que o novo Governo do Ontario está a acordar para as realidades da Província do Ontario. Realidades que têm a ver, afinal, com o desemprego e com a falta de trabalho especialmente para os mais jovens. Isto para além de um défice que tem de ser abatido e de uma certa trannsparência que é preciso dar à governação em geral. Aliás, numa das notas agora divulgadas diz-se que o novo

Aliás, numa das notas agora divulgadas diz-se que o novo governo do Ontario está a trabalhar

governo do Ontario está a trabalhar para assegurar um melhor futuro para os jovens da Província. E quando se fala em jovens, fala-se, de facto, na parte que mais nos deveria

interessar. Falar em jovens é, afinal, falar no nosso futuro. Na sua primeira reunião com membros do Conselho para Postos e Trabalho e Prosperidade, líderes empresariais

e jovens empreendedores, a chefe do Governo Kathleen

Wynne reiterou os seus compromissos para criar empregos

e construir uma ainda mais forte economia numa sociedade

mais justa, assegurando que os jovens terão ferramentas e

confiança de que necessitam para o futuro.

ferramentas e confiança de que necessitam para o futuro. Aqui, outra vez os jovens a virem

Aqui, outra vez os jovens a virem a primeiro plano, o que

não pode deixar de ser considerado de bom augúrio, digamos assim.

A Premier Wynne elogiou ainda o Conselho de Postos de

Trabalho e Prosperidade pelas suas recomendações. O mesmo para a Camara de Comércio do Ontario que, no

seu relatório “Emerging Stronger,” identifica novas ideias

e oportunidades económicas destinadas a melhorar a competição e a produtividade a longo prazo.

a melhorar a competição e a produtividade a longo prazo. Fica a saber-se que, pelo menos

Fica a saber-se que, pelo menos em ideias e palavras,

providenciar o melhor clima para atrair investimento, criar

postos de trabalho e fazer crescer a economia

essenciais do plano do novo Governo do Ontario. Resta-nos esperar que tudo entre, de facto, em acção. O Ontario precisa e a sua população também.Uma sociedade mais justa e mais equilibrada está mesmo à espera de todo este conjunto de actividades.

são partes

à espera de todo este conjunto de actividades. são partes Segunda-feira, dia 11, é um dia

Segunda-feira, dia 11, é um dia que fica para história do Ontário, pois, Kathleen Wynne é a primeira mulher a ser eleita primeira-ministra da província. Kathleen Wynne assumiu, oficialmente, o poder do Governo da província, depois de Dalton McGuinty, tornando-se na vigésima quinta pessoa a governar o Ontário, após ter

vencido, no mês passado, Sandra Pupatello, na corrida pela liderança do partido Liberal.

O Governador do Ontário, David Onley, presidiu à cerimónia

de tomada de posse, que começou por volta das três horas da tarde. Para além da posição de primeira-ministra, Wynne assumirá

o cargo de ministra da agricultura.

Wynne apresentou então o seu ministério, e entre as nomeações feitas, destacamos, o luso-canadiano Charles Sousa, novo ministro das Finanças, substituindo desta forma, Dwight Duncan.

O novo Gabinete

Kathleen Wynne, Premier e Presidente do Conselho e ministra da Agricultura; Deb Matthews, Ministra da aude e de Cuidados de Longo Prazo e Vice-Premier; Jim Bradley, Ministro do Meio Ambiente; John Gerretsen, Procurador

Geral; Michael Gravelle, Ministro do Desenvolvimento do Norte e Minas; Ted McMeekin, Ministro dos Serviços Sociais e Comunitários; Laurel Broten, Ministro dos Assuntos Intergovernamentais; Brad Duguid, Ministro dos Treinos, Colégios e Universidades; Linda Jeffrey, Ministro dos Assuntos Municipais e Habitação; Jeff Leal, Ministro dos Assuntos Rurais; Madeleine Meilleur, Ministro dos Serviços de segurança das Comunidades e dos Serviços Correccionais; David Orazietti, Ministro dos Recursos Naturais; Liz Sandals, Ministra da Educação; Harinder Takhar, Ministro dos Serviços do Governo; David Zimmer, Ministro dos Assuntos Aborígenes; Michael Chan, Ministro do Turismo, Cultura e Desportos; Reza Moridi, Ministro das Pesquisas e Inovação; Yasir Naqvi, Ministro do Trabalho; Charles Sousa, Ministro das Finanças; Eric Hoskins, Ministro do Desenvolvimento Económico, Comércio e Emprego; Glen Murray, Ministro das Infraestruturas; Bob Chiarelli, Ministro da Energia; Michael Coteau, Ministro da Cidadania e Imigração; Tracy MacCharles, Ministro dos Servuiços de Consumo; Teresa Piruzza, Ministra dos Serviços para Crianças e Jovens; Mario Sergio, Ministro responsável pelos Seniores; John Milloy, Líder Parlamentar do Governo; e Peter Wallace, Secretário do Gabinete e Chefe do Conselho Executivo.

Os dados estão, de facto, lançados. E a Chefe do Governo parece

estar a abrir as portas ao futuro. Pelo que disse e pelo que tem sido seu apanágio mesmo noutras funções, a chefe do Governo

do

Ontario, Kathleen Wynne, está a entrar com o pé direito, como

dizemos, habitualmente, entre nós. Firme e resoluta, combativa e ponderada, vai decerto ser o elemento catalizador das muitas boas- vontades de que a Província carece. Sobretudo para que continui a ser o que vai sendo: uma Província de eleição num País de que é motor económico e não só.

A

Premier virou-se, designadamente, para os rivais de sua

liderança, chamando-os para posições-chave no gabinete. Numa das pastas mais difíceis – aquela que, por norma, é a espinha dorsal de qualquer Governo – escolheu um dos nossos. Escolheu Charles Sousa que, a toda a hora, mesmo durante a campanha que

antecedeu a recente Convenção Liberal, fez questão de referir – e não apenas em Português, mas também em Inglês – a sua condição

de

luso-canadiano. Interessado em beber até no Passado dos seus

as

virtualidades que lhe estão subjacentes.

Charles Sousa é, portanto, o novo Ministro das Finanças, assumindo o lugar de Dwight Duncan, que renunciou, oficialmente, à sua cadeira de Windsor, e que era, por si só, um dos baluartes mais influentes do Governo de Dalton Mcguinty.

ABC sempre admitiu que Charles Sousa viria a ser ministro das Finanças depois que ele abandonou a “corrida”, após segunda votação, na convenção de liderança, para apoiar Wynne. O seu perfil dá, efectivamente, para o lugar. Por todos os motivos e até porque em funções anteriores, demonstrou estar à altura do lugar.

Abrir as portas ao futuro

estar à altura do lugar. Abrir as portas ao futuro Uma outra nota interessante é a

Uma outra nota interessante é a nomeação da ex-conselheira escolar Liz Sandals para ministro da educação, na tarefa de tentar reconstruir as relações dos liberais com os professores que estão aborrecidos por ter contratos que lhes são impostos.

Ninguém poderá levar a mal que tenhamos uma quase pontinha de orgulho por ver um dos nossos – Charles Sousa – na difícil pasta das Finanças. Ele vai, decerto, vencer. E nós, por aqui, damos-lhe, desde já, os nossos parabéns.

6. Comunidades 19 Fevereiro 2013
6. Comunidades
19 Fevereiro 2013

O “Menino” que se foi

Estávamos no Valentine´s Day. Dia de São Valentim. Tempo e altura para falar de amor, de amizade, de namoro. E, na mesma altura, fazia anos que se finava o pintor Alberto de Castro. Um homem que, nasceu no Huambo, Angola, ficou para sempre na terra, que amava bem à sua maneira. Canadá. Uma terra que o cativou de tal forma que, ao longo dos tempos, dela se foi enamorando. Cantando-lhe o que de melhor tinha.

dela se foi enamorando. Cantando-lhe o que de melhor tinha. e que pintava, afinal, nos meandros

e que pintava, afinal, nos

meandros da sua vivência. A neve. A patinagem. A neve e a patinagem, como símbolos que a própria Direcção Escolar interpretou.

Os meninos que são o futuro

De tal forma que há, em Escolas e no edifício-sede, muitos dos quadros de Alberto de Castro. Com meninos muitos

a brincarem na neve e a atirarem-se para os ringues de patinagem.

Canadá. Toronto. A Casa do Alentejo tem por lá muitos dos seus quadros. Deu o seu nome a uma sala de exposições. Quando das grandes ocasiões, o palco é bordejado por quadro célebre de Alberto de Castro. Onde, outra vez, os meninos são cantados.

E

de tal forma ele se entregou a este País – talvez em acto

de

amor – que os compêndios e os livros deste País grande o

chamam “o melhor pointor naîve do Canadá.

A ele que nasceu no Huambo, partilhou experiências e

e veio

trabalhar e morrer por cá

para sempre a 13 de Fevereiro de 1995. Antes, muitos anos

antes, chegara ao aeroporto de Montreal, onde as autoridades alfandegárias lhe travaram a marcha, quando ele disse – pura e simplesmente – que vinha imigrar. Acharam graça. Interrogaram-no. Ele trazia três ou quatro quadros da sua autoria. Deram.lhe o desafio de o deixar ficar se, nos 30 minutos de que falava, ele conseguisse vender os quadros.

Conseguiu. Ficou

fez agora anos, já que partiu

estudos em Portugal, na Espanha e na França

para sempre.

Religião e Fé

A tempestade

A cidade de Toronto foi surpreendida por uma tempestade de neve que começou na tarde de Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2013, até à noite de Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2013. Caíram cerca de 31 centimetros de neve nestes dois dias.

Caíram cerca de 31 centimetros de neve nestes dois dias. Rev. João Duarte da tempestade, que

Rev. João Duarte

da tempestade, que causou tanto transtorno, desvaneceram.

A vida é assim. Jesus disse: “No mundo tereis aflições.” (João 16:33). Enquanto vivermos nesta terra estamos sujeitos a todo o tipo de tempestades.

Milhões de pessoas em Toronto e no sul da província de Ontario foram afectadas. Muitos ficaram em casa em vez de irem para o trabalho devido as estradas estarem perigosas com a neve. Os que tiveram coragem de viajar durante a tempestade, puseram as suas vidas em risco, pois houve 270 acidentes automóveis. Duas pessoas morreram quando os seus carros bateram em colisão com outros. E uma pessoa morreu a limpar a neve. A tempestade fez com que 881 voos fossem cancelado no aeroporto de Toronto Pearson e mais 196 viagens foram canceladas no dia depois da tempestade, no Sábado.

A tempestade que passou por Toronto foi para o sul,

na parte da Nova Inglaterra dos Estados Unidos, teve uma

colisão com o vento quente que veio do sul e derramou cerca de 90 centimetros de neve em certos lugares. Portanto, as cidades, como Boston e Nova Yorque tiveram uma tempestade de neve três vezes maior do que nós. Isto significa que o impacto da neve nestes lugares foi maior e trouxe maior prejuízo.

Depois da tempestade que passou por Toronto veio

a bonança. No Sábado estava um dia de sol com o

céu azul, sem uma nuvem. Os pinheiros e os campos estavam completamente cobertos de neve e os raios do sol resplandeciam sobre a neve, causando uma paisagem maravilhosa.

Não foi hà muito tempo que a tempestade do furacão Sandy

subiu a encosta leste dos Estados Unidos e causou centenas

de mortes e prejuízo financeiro para milhares de pessoas.

As tempestades da natureza afectam as nossas vidas e trazem aflições.

A doença, a velhice e a morte também podem causar

aflição. A tempestade do divórcio causa prejuízo financeiro para o casal, aflição para os filhos e divide o casal com sentimentos de ira, amargura e até ódio. A falta de trabalho

é outra tempestade que causa aflição e transtorno para milhões de pessoas no Canadá e em outros países. Guerras são também tempestades que causam aflições.

Todavia, Jesus dá esperança para os seus discípulos que passam pelas aflições deste mundo. No mesmo lugar aonde Jesus disse, “No mundo tereis aflições”, Ele também confortou os seus discípulos dizendo: “Mas, tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33). O apóstolo Paulo também escreveu:

“Porque, para mim, tenho que as aflições deste tempo presente, não são para comparar com a glória que em nós h¬á-de ser revelada” (Romanos 8:18).

Três dias depois da tempestade, na Segunda-feira, a temperatura subiu para 6 graus acima de zero, e houve chuva. Uma grande parte da neve derreteu e as evidências

Portanto, Deus nos encoraja ao dizer através de Jesus e de Paulo que as aflições deste mundo são temporárias e não

se podem comparar com as bençãos que Deus dará aos que têm fé em Jesus Cristo como seu Salvador.

Contam-nos que uma das grandes admiradoras de Alberto

de Castro

quadros, ao conhecer a sua têmpera, dissera que um artista como Alberto, nunca morria. De facto, assim será. Sobretudo

era Simone de Oliveira. Que, ao ver os seus

porque, por aí, por toda a parte, os seus quadros falam por si.

E cantam o Amor.

toda a parte, os seus quadros falam por si. E cantam o Amor. E mesmo que

E mesmo que muitos até se lembrem dos “pecadilhos” que

também lhe nortearam a vida como homem

mais

lembram

a sua Arte feita amor a cantar os mais novos, os

meninos desta terra que são, de facto, o amor dos nossos dias.

desta terra que são, de facto, o amor dos nossos dias. Dra. Ema Secca ADVOGADA em
Dra. Ema Secca ADVOGADA em Portugal Pode resolver-lhe todos os assuntos em qualquer área jurídica
Dra. Ema Secca
ADVOGADA
em Portugal
Pode resolver-lhe
todos os assuntos
em qualquer área jurídica
CONTACTE E TERÁ BONS
RESULTADOS
Tel: 214418910 (Lisboa)
Cel: 918825577
e-mail:
emaseca@netcabo.pt
T.L.DUTRA Professional Legal Services Immigration - Small Claims Court- Criminal Summary Landlord & Tenant /
T.L.DUTRA Professional Legal Services
Immigration - Small Claims Court- Criminal Summary
Landlord & Tenant / Ontario Court of Justice / Labour
Tony L. Dutra
533 College Street , Suite 306, Toronto ON,
Canada M6G 1A8
Telephone: (416) 532-8400 - Fax (416) 532-6906
E-Mail: dutralegal@sympatico.ca L.S.U.C - P00405
19 Fevereiro 2013 Comunidade . 7
19 Fevereiro 2013
Comunidade . 7

Na Casa dos Poveiros é a tradição a mandar

*Noite das Francesinhas à moda de lá

Talvez chamar-lhe a festa da tradição. Chamaram-lhe noite

da

zona nortenha, especialmente da Póvoa de Varzim. Pelo menos assim nos dizem todos quantos viveram, afinal, naquela zona e acabaram por se deliciar com as tais francesinhas. A exemplo do que aconteceu, sábado, na Casa dos Poveiros, com os muitos sócios e amigos daquela colectividade que leva a cabo, pela segundo ano consecutivo, esta tradição.

das Francesinhas, a lembrar, afinal, uma quase iguaria

Foi a Segunda Noite das Francesinhas. Na animação musical, o DJ Rui Pedro Cruz. E, naturalmente, a actuação da Luso-Can Tuna. Um agrupamento juvenil que está a merecer encómios em cada uma das suas actuações.

está a merecer encómios em cada uma das suas actuações. E que está agora a dar
está a merecer encómios em cada uma das suas actuações. E que está agora a dar

E que está agora a dar as boas-vindas a três novos elementos

– Stephanie Bento, Victor Correia e Gustavo Gonçalves

– que apareceram, sábado, na Casa dos Poveiros, sem os

que estarão a ganhar, digamos assim, quais

caloiros que se têm de sujeitar a determinadas praxes.

trajos habituais

se têm de sujeitar a determinadas praxes. trajos habituais Uma das delícias do Norte Mas –

Uma das delícias do Norte

Mas

– ele, sempre, na crista das ondas da tradição da sua terra

“trata-se de uma das delícias dos nossos lados, uma das delícias do Norte, e mais precisamente da região Poveira e, como pode ver, esta gente adora esta tradição fas

Francesinhas, neste caso as francesinhas no prato

Claro.

voltemos às Francesinhas. Para Laurentino Esteves

Nós vimos. Por cá, é a segunda noite das Francesinhas “e está muito concorrida, além de estar muito frio lá fora ” Sim, porque lá dentro estava calor, “um calor humano poveiro”.

E porque se estava a viver o Dia de São Valentim, também,

ainda perguntámos se por ali também há esse espírito de união. “Há e há, acima de tudo, um grande amor às raízes

Portuguesas e às raízes da Cultura Poveira, que é muito importante”. E esse amor, como Laurentino faz questão de sublinhar, “revela-se até pela juventude que aqui está, pelo nosso Rancho Folclórico, nos nossos Cantares dos Reis, na Luso-Can Tuna que está connosco também. E é importante ter a juventude interessada nessas coisas da Cultura”.

De facto, assim é. De facto, na Casa dos Poveiros respira- se esse apêgo à tradição. Linda Correia, muito satisfeita, também o diz. Para ela, “Francesinha é uma qualidade típica de comer da Póvoa”. E a verdade é que “nós fizemos a primeira vez e foi um sucesso. Assim que souberam que ia

haver francesinhas

encheu-se num instante a casa”.

que ia haver francesinhas encheu-se num instante a casa”. Empresários também Entre os presentes, muita gente

Empresários também

encheu-se num instante a casa”. Empresários também Entre os presentes, muita gente ligada, designadamente, às
encheu-se num instante a casa”. Empresários também Entre os presentes, muita gente ligada, designadamente, às

Entre os presentes, muita gente ligada, designadamente, às nossas empresas. Helder Costa, da Caldense, era um

às nossas empresas. Helder Costa, da Caldense, era um deles. Também Tony Tavares, que fez questão
às nossas empresas. Helder Costa, da Caldense, era um deles. Também Tony Tavares, que fez questão

deles. Também Tony Tavares, que fez questão de nos dizer que “a fama das francesinhas, na zona do Porto, onde fui criado, realmente, era como que uma sandes de que todos gostávamos”. Toda aquela gente veio do Minho, da

Póvoa, do Porto, “de zonas onde a francesinha é habitual. Possivelmente a malta veio por aquela sandes que, com

aquele molho especial

convida mesmo a malta a vir”.

Enfim

pelos vistos, a festa vai continuar por muitos mais anos.

nós não provámos. Para o ano será. Até por que,

Interessante foi, depois, também, a actuação da Luso-Can Tuna. Com o seu garbo habitual. Com a maneira de cativar. Como que a dedilhar para os presentes as cordas da saudade nos seus instrumentos.

Uma noite que valeu a pena.

De Bago em Bago

Carlo Miguel Cruz Gomes / ABC

De Bago em Bago Carlo Miguel Cruz Gomes / ABC Todos nós, com certeza, ouvimos o

Todos nós, com certeza, ouvimos o ditado de “bago em

Ou “de grão em grão”. Na maior parte das vezes,

porém, esquecemos o que é que quer dizer. Alguns podem associar o ditado só com o ramo do negócio. Outros podem dizer que é uma fórmula para criar os nossos mais novos. Hoje, porém, gostaria de pedir ao leitor para simplificar ainda mais o ditado. Quando digo simplificar. quero dizer fazer do ditado ainda mais simples do que é verdadeiramente.

bago

Acredito que todos nós temos um papel importante e crucial, por exemplo, no ambiente, nas nossas próprias famílias, na nossa comunidade, e até no nosso país. Cada um de nós. Cada palavra que decidimos dar ao nosso próximo ou não dar. Cada pensamento, cada ação pode fazer a diferença nos pensamentos e ações dos outros à nossa volta. Cada pequena ação pode ter uma grande reação no mundo em nosso redor. Em Inglês tem outro ditado que diz, “Little things can make a big difference”, que quer dizer pequenas coisas podem fazer uma grande diferença.

Se queremos fazer coisas grandes na vida, temos que dar passos pequenos e certos todos os dias. Uma palavra para encorajar alguém que precise, um simples sorriso, dar um exemplo de cortesia para que os nossos mais novos e não só, aprendem de nós boas ações, ajudar a quem nos peça ajuda pode fazer uma grande diferença na atitude do nosso vizinho, amigo, irmão, irmã, pai, mãe ou filho. Atos pequenos que produzem reações positivas.

Deixo aqui só um exemplo para ilustrar melhor esta ideia. Se o meu relógio estiver atrasado 4 horas, isto não representa um problema muito grande para mim, pois consigo entender logo que o relógio está meio doido. Mas, se estiver só 4 minutos atrasado e eu precisar de estar no banco para fazer um deposito antes de ele fechar

e chegar quatro minutos atrasado, isto já faz uma grande

diferença. Já agora mais uma, se eu tiver que apanhar um vôo às 9 horas e eu chegar as 9:04, eu posso garantir que os funcionários do avião não acham problema nenhum em levantar sem mim. Pequenos minutos que fazem uma grande diferença.

De bago em bago vamos dar aquele sorriso, dar aquela

palavra, que o nosso próximo precisa para ter aquela força necessária para combater qualquer fantasma que apareça. De bago em bago vamos transformar cada um de nós em uma pessoa melhor, e fazer da nossa família melhor, dos nossos amigos melhores, da nossa comunidade melhor

e do nosso mundo melhor. Até para semana se DEUS quiser.

8. Comunidades 19 Fevereiro 2013
8. Comunidades
19 Fevereiro 2013

Clube Português de Vaughan em festa

O Clube Cultural Português de Vaughan - Portuguese Cultural Club of Vaughan – vai reunir em assembleia-geral no domingo, dia 24 de Fevereiro, às 4 horas da tarde. A reunião vai decorrer no Vellore Village Community Center,

Março, a partir das 7 horas da noite, haverã um Porto de Honra, também no Vellore Village Community Center, sala 2. Todos os sócios e amigos são bem-vindos.

localizado no 1 da Villa Royale Ave, em Vaughan, na sala 3.

O

almoço de aniversário, marcado para domingo, dia 24

Como pontos da agenda, a discussão e aprovação das contas

de

Março, a partir do meio dia, vai decorrer no Ambiance

da gerência e a eleição da nova Direcção da colectividade,

Banquet Hall, 501 Alliance Ave. Música pelo DJ TNT

para o período de Março de 2013 a Março de 2015. Haverá ainda um período destinado a apreciar outros temas.

actuações dos Ranchos da casa, “As Estrelas” e “Os Antigos”.

e

Todos os membros têm de ter 18 anos ou mais e as quotas podem ser pagas na altura.

Neste almoço far-se-á também, a apresentação da nova Direcção.

Festas de aniversário

Entretanto, anunciam-se também as festas de celebração do segundo aniversário do clube. Assim, na sexta-feira, 22 de

Aumenta o preço dos actos consulares

Uma nota que nos foi enviada do Consulado- Geral de Portugal diz-nos que, a partir do próximo dia 1 de Março, “em virtude da progressiva e recente valorização do Euro face ao dólar canadiano”, o câmbio consular aplicável nestes serviços passará para. 1 € = Cad 1,3604.

Em função desta atualização, o preço dos actos consulares sofrerá um agravamento no momento do seu pagamento.

Assim, indicam-se a seguir alguns dos novos preços em dólares canadianos a praticar por aqueles serviços a partir do próximo mês, referindo-se tipos de actos praticados no Consulado e nas presenças consulares.

142,84 e 232,29; Cartão

de cidadão, 27,21 e 42,14;

Procuração, 68,02 e 78,22; Reconhecimento de

assinatura, 20,41 e 23,47; Reconhecimento de letra e assinatura, 20,41 e 23,47; Registo de casamento, 163,25 e 187,74; Aquisição de nacionalidade por maior

de idade, 299,29 e 344,18;

Naturalização, 272,08

e 312,89; Certificado de

residência, 115,63 e 132,98; Certificado para importação automóvel, 210,86 e 242,49; Certificado de bagagem, 106,11 e 122,03; Transporte de cadáver (na localidade), 346,90 398,94; Testamento, 482,94 e 555,38; Habilitação de herdeiros, 346,90 e

398,24.

Registe-se que os preços incluem portes correio (registado).

Passaporte

 

Eletrónico

(levantado

no

Posto),

Para consultar uma listagem

102,03,

e

nas

presenças

mais completa dos actos

consulares, 185,35.

consulares, podem os

Passaporte

 

Eletrónico

interessados consultar o

(entregue

ao

domicílio),

blog consular.

Para mais informações, podem os interessados ligar o 416- 319-7545, através do email pccv@live.ca ou visitando o website at www.pccv.ca.

O livro de João Santos em Inglês no Columbus Centre

O

lançamento do livro

de

João Santos “Portugal

is my motherland, Canada my country” está marcado para o dia 28 de Fevereiro, a partir das 7 horas da noite.

Segundo a nota que nos foi enviada, assinada por Manuela Marujo, o lançamento vai decorrer no Columbus Centre.

O orador convidado

sera o Professor da Universidade de Toronto, Marcel Danesi.

Toda

a

gente

é

bem-

vinda.

Marcel Danesi. Toda a gente é bem- vinda. ACNE Esta semana, vou falar sobre a Acne.

ACNE

Esta semana, vou falar sobre a Acne. Espero que este

artigo seja interessante e útil. A acne é uma vesícula de

gordura infetada na pele produzida pelas glândulas sebácea, localizadas em cada folículo do pelo. Quando essa gordura infetada é retida, produz vesículas denominadas acnes. A acne manifesta-se principalmente no rosto e nas costas

e pode chegar a criar abcessos e caroços profundos de gordura infetada.

CAUSAS: A produção de certas hormonas, ao chegar a puberdade, provoca a segregação extra de gordura pelas

glândulas sebáceas da pele. Se não houver uma higiene suficiente, instala-se a infeção.

TRATAMENTO:

Lavar o rosto com sabão líquido neutro todos os dias, pela manhã e à noite, com o fim de remover toda a gordura (secar-se com um lenço descartável para não se contaminar novamente). Conselho: aplicar o creme “Própolis” com Aloé Vera (mulheres podem usar maquilhagem sobre o creme de própolis.

− É recomendável fazer-se uma limpeza profunda com uma

máscara de limpeza duas vezes por semana com a finalidade de se extraírem todas as impurezas.

− Ingerir Beta-Caroteno, vitamina E, vitamina C.

É aconselhável usar um creme exfoliante periodicamente,

Por: Venessa Barros N.H.C (ERVANARIA MUNDIAL 416 654-9133

Por: Venessa Barros N.H.C (ERVANARIA MUNDIAL 416 654-9133 assim como aplicar um peeling à base de

assim como aplicar um peeling à base de ácidos de frutas

e Retinol para eliminar lentamente a pele maltratada e com marcas. Se preciso, ingerir um antibiótico natural como própolis de abelha até que elimine a infeção.

(A acne requer um tratamento entre quatro a seis meses).

Além disso recomenda-se: eliminar ao máximo o açúcar

e a farinha refinada, assim como as frituras e a manteiga e também chocolate e creme de leite; aumentar o consumo

de fibra para limpar o estômago e os intestinos; ingerir

minerais como cromo (pode ser em pastilha), o selénio e o zinco (que ajuda a atividade de hormonas); eliminar sabões que contenham enxofre, iodo, brometos ou gorduras. Evite prisão de ventre e a indigestão.

ATENÇÃO que se uma ou mais vesículas de acne ficarem avermelhadas ou a área se inflamar e ficar sensível ao toque, pode trazer uma séria infeção se não tratada.

Qualquer informação sobre acne ou outra coisa que precisar, ligue para mim que lhe posso aconselhar mais especificamente.

Uma boa semana para todos!

ou outra coisa que precisar, ligue para mim que lhe posso aconselhar mais especificamente. Uma boa
19 Fevereiro 2013 Comunidades . 9
19 Fevereiro 2013
Comunidades . 9

Na Casa dos Açores “o amor ”

andou no ar

*A neve que tombou

Na Casa dos Açores, no 1136 College Street, era a Noite de São Valentim. Uma noite que a nossa gente começou a

aprender a celebrar, já há muito. Sim, porque até por lá, pelas

o Amor andava no ar. Eram bem

nossas terras de origem

capazes de chamar à festa outra coisa. Eram bem capazes

de celebrar a data de outra forma. Mas, por aqui, caldeando

fizemos

nossa uma ideia que era dos outros e fomos avançando.

os nossos costumes com os que viemos encontrar

avançando. os nossos costumes com os que viemos encontrar Vamos avançando, melhor dzizendo. Sábado, na Casa

Vamos avançando, melhor dzizendo.

Sábado, na Casa dos Açores, uma festa linda. Com muita cor

(especialmente o vermelhor

Rostos serenos, em dia de descanso. Aqui e além, um par de namorados. Mas também, por ali, o amor filial. A centelha de sentimento que transforma (pode transformar) a vida. E chamam-lhe outra coisa. União. Fraternidade. Namoro, no melhor sentido do termo

do amor). Rosas em profusão.

Lucília Simas, a presidente da colectividade, só tinha um

“senão”. É que o temporal que se abateu por sobre a cidade, com vento e neve (muita neve) impediu que toda a gente

que tinha feito reserva

mesmo assim o vasto salão da Casa dos Açores estava bem composto. Era mesmo a festa da união. Da amizade

“Concerteza

todas de

cheio de amor e de carinho para com todos

– ela o diz – que por causa do nevão de lá fora pessoas que acabam por cancelar”.

conseguisse chegar a tempo. E

está até a ver que até as senhoras estão

haja

vermelhinho, que é o sinal de que está tudo

” “É pena

vermelhinho, que é o sinal de que está tudo ” “É pena União e amizade Pois

União e amizade

Pois

união ou são dois ou três a puxar para um lado e os outros não? “Todos sabemos que nestes clubes e associações, há sempre aqueles que trabalham mais do que outros e aqui também é assim. Temos um grupinho que está sempre pronto para ajudar e há aqueles que aparecem nas festas

mas no dia-a-dia, na Casa dos Açores, há mesmo

e às vezes nós precisávamos era que eles aparecem para ajudar e isso é que seria importante ”

Às vezes interrogamo-nos como é que será a nossa Casa

dos Açores daqui a dez anos. Lucília Simas não vai por aí.

Eu sei que tenho mais um ano

é capaz de tudo ser diferente”. Assim sendo, esta festa não é absolutamente despropositada. “Pelo contrário, costumamos fazer todos os anos e este ano tínhamos a

casa praticamente cheia

foi uma noite muito bonita,

e, depois, no futuro,

com paz e amor, que é o que nós precisamos”.

Ai que a presidente tem razão. Paz. Amor. Tudo isso tem a ver com o hábito do “Valentine´s Day”.

não arrefeceu os corações

Ali ao lado estava a Melissa. “Gosto. É um bom dia para

as mulheres”. Só para as mulheres

das Mulheres

o amor, o chocolate, as flores, o cartão

pergunta sobre se já recebeu as suas flores. Que sim. “Claro. Ele portou-se muito bem ”

Deixámos cair a

ora essa! “Não é Dia

muito bem ” Deixámos cair a ora essa! “ Não é Dia Vénus. Hoje Foi uma

Vénus. Hoje

Foi uma festa interessante. O amor andou, efectivamente, no ar.

vamos dar baile

vais ver. Garantido”.

mas tudo isto é mais para as mulheres

de “roupa velha e boa”

Um novo conjunto

E a Música? A Música ajudou? No centro das atenções, um conjunto novo. Ou quase novo. “John Ferreira & Venus”. John Ferreira, Joe Furtado e John Furtado. Nomes de um

conjunto que parece estar em boa forma. O Joe Furtado voltou

às lides? “Voltei já há muito tempo

Mr. Furtado a voltar (ele,

dia 31 de Janeiro”. Mr. Furtado

Voltámos todos no

sim) a estas lides. “Como o John Ferreira continua na

Música

chamámos agora ao conjunto John Ferreira e

todos no sim) a estas lides. “ Como o John Ferreira continua na Música chamámos agora
10. Comunidades 19 Fevereiro 2013
10. Comunidades
19 Fevereiro 2013

No Sporting Clube Português de Toronto

Muita gente e muito apoio à nova Direcção

de Toronto Muita gente e muito apoio à nova Direcção No Sporting Clube Português de Toronto

No Sporting Clube

Português de Toronto

no sábado, o chamado Baile

e Jantar de São Valentim,

com o DJ Max. Boa música. Bom ambiente. Uma sala absolutamente cheia, como não víamos há muito.

era,

Na colectividade do 1650 da Dupont, chega a parecer que há, de facto, grande

apoio à nova Direcção. Uma Direcção mais jovem, mais aguerrida, mais atirada para a frente. Da anterior Direcção – também ela muito activa

Cadernos do Recenseamento Eleitoral

Uma nota do Consulado-Geral diz-nos que, durante o mês de Março, estarão expostos ao público no Consulado Geral e no Consulado Honorário de Portugal em Winnipeg, dentro do horário normal de expediente, os Cadernos de Recenseamento Eleitoral, para efeitos de consulta e reclamação dos interessados.

Os erros ou omissões detectados devem ser imediatamente indicados à Comissão Recenseadora, devidamente fundamentados, a fim de serem corrigidos na Base de Dados do Recenseamento Eleitoral.

Recorda-se, ainda, que todos os cidadãos eleitores podem verificar a respectiva situação no recenseamento eleitoral através da consulta a uma das seguintes páginas web: www. recenseamento.mai.gov.pt/, www.portaldoeleitor.pt ou www.cgptoronto.blogspot.com.

Associação dos Amigos da Praia da Vitória

A Associação dos Amigos da Praia da Vitória de Toronto vai

levar a efeito o seu convívio anual, que este ano se realiza no Domingo, dia 28 de Abril, pelas 13 horas, no Ambiance Banquet Hall, 501 da Aliance Avenue.

Segundo uma nota que nos foi enviada, estará presente Roberto Monteiro, Presidente da Camara Municipal da Praia da Vitoria, e Paulo Codorniz, vereador da edilidade praiense.

Animarão a festa o talento local, Steve Vieira, e Francisco e Alaide Borges, acompanhados pelos musicos Jose Avelino, Miguel e Joao Borges, vindos directamente da Terceira.

Para mais informações e reservas, podem os interessados contyactar António Rodrigues, pelo telef. 416-588-2000.

– há o apoio determinado

e determinante. E quando assim é, quem ganha é

mesmo a colectividade. E

o Sporting-

“mãe” tinha ganho lá para

as bandas de Barcelos estava em festa.

como sábado

tudo

A verdade é que o Sporting

Clube Português de Toronto tem novos elementos

directivos. E ao assistir à tomada de posse, como dissemos, entendemos desde logo que mora por ali a ideia de avançar por caminhos novos, realçando

o Passado, naquilo que se

tem feito de bom, e decerto objectivando outras coisas, outras realizações, um novo caminho.

outras coisas, outras realizações, um novo caminho. Os primeiros dias bons André Araujo, um jovem de

Os primeiros dias

bons

André Araujo, um jovem de

20 anos, é o novo Presidente. E, no sábado, estava ele próprio feliz. “Os primeiros dias têm sido bons”, diz- nos André Araujo. “As

pessoas dizem-nos

que

o Sporting tem uma nova cara”. Acha mesmo que há união de todos.

tem uma nova cara ”. Acha mesmo que há união de todos. “ Eu acho que

Eu

acho

que

sim.

Muita gente

que

gosta

do Sporting, que vem cá ajudar sempre e eu gosto disso”.

anos

que,

vista, tem muito para dar à

de

Um

jovem

no

de

20

ponto

nosso

colectividade.

E que não estará só. “Estas

pessoas que vêm aqui querem é ver o Sporting num bom lugar” e ele, no fundo, está convencido que

vai avançar.

” e ele, no fundo, está convencido que vai avançar. Direcção, nova mesmo no sentido da

Direcção, nova mesmo no sentido da idade. “Temos uma casa cheia hoje, graças à cooperação de todos. Em conjunto, vamos comseguir continuar assim, tentando que no futuro seja igual ou melhor ”

No fundo, tratou-se de uma festa da amizade e do companheirismo. Uma Festa que é, afinal, uma das primeiras – senão a primeira – dos novos corpos gerentes, que nos parecem animados no caminho a percorrer.

André Araujo, presidente,

andava por ali. De mesa em mesa, a falar com todos. Michael Araujo, vice- presidente, também. Eles e

os outros são jovens que têm

muito a dar à colectividade.

Cá em baixo, no andar de baixo, Carlos Cabeças, um

veterano nestas andanças, entende que “todos nós vamos tentar apoiar o novo presidente que, de resto, merece apoio de todos os sportinguistas”. Para ele, a comunidade em geral deveria visitar o Sporting, talvez até no apoio à nova

de todos os sportinguistas ”. Para ele, a comunidade em geral deveria visitar o Sporting, talvez
19 Fevereiro 2013 Desporto . 11
19 Fevereiro 2013
Desporto . 11

Penalti de Lima dá triunfo suado e permite ao Benfica igualar FC Porto

Um golo de penalti, convertido por Lima (90+4),

garantiu domingo suado triunfo (1-0) do Benfica sobre a Académica, mantendo-se assim colado ao FC Porto

no topo da Liga de futebol, cumpridas 19 jornadas.

Depois da vitória (2-0) do FC Porto na visita ao Beira-

Mar, com golos de Atsu e Jackson Martinez, as “águias” estavam obrigadas a vencer e cumpriram.

as “águias” estavam obrigadas a vencer e cumpriram. Os pupilos de Jorge Jesus dominaram claramente, mas

Os pupilos de Jorge Jesus dominaram claramente, mas

foram lentos e, com algum azar (duas bolas no ferro) e sem muito discernimento, foram adiando a resolução

do

desafio até ao cair do pano.

O

Paços de Ferreira foi surpreendido em casa pelo

Nacional, cedendo um empate 1-1, que, ainda assim, não coloca em perigo o terceiro lugar, já que o Sporting

não coloca em perigo o terceiro lugar, já que o Sporting de Braga, que ontem fechou

de Braga, que ontem fechou a jornada com a visita ao

Rio Ave, está a quatro. Cícero (22) colocou os “castores” no comando, mas Bruno Moreira (78) empatou e permitiu aos insulares apanhar a Académica no 10.º posto. No Funchal, o Marítimo venceu o Estoril-Praia por 2-1

e com isso destronou o rival do sexto lugar: Sami (09) e David Simão (23, grande penalidade) deram vantagem decisiva, que o golo de Evandro (58) não conseguiu anular.

O Vitória de Setúbal foi dos grandes vencedores da

jornada, com um triunfo 1-0 na visita ao Olhanense, que

na derradeira jornada tinha empatado 1-1 no Dragão.

O primeiro êxito dos sadinos fora de portas foi

consumado com tento do médio Paulo Tavares (81). O Moreirense vinha de dois triunfos consecutivos na era Augusto Inácio, mas foi travado com Guimarães

com golo resultante de dois penáltis consecutivos, no caso o segundo, apontado por Leonel Olímpio (08).

Os três pontos permitem ao Vitória ascender à sétima

posição com 24 pontos, enquanto o Moreirense se mantém em último, com 14.

MAIS DESPORTO NAS PAGINAS SEGUINTES

em último, com 14. MAIS DESPORTO NAS PAGINAS SEGUINTES DOCE MINHO Pão quente de hora a
DOCE MINHO Pão quente de hora a hora Broa de milho como se faz na
DOCE MINHO
Pão quente de hora a hora
Broa de milho como se faz na terra
Pastelaria Fina
Salão de chá
Ambiente acolhedor
Uma casa
com a tradição
de bem servir
porque sabe
produzir melhor!
Para encomendas ligue-
416 -
652 -
8666
2189 Dufferin St. Toronto
(Entre a Rogers e Eglinton)
Agora tambem em Bradford!
12 . Desporto 19 Fevereiro 2013
12 . Desporto
19 Fevereiro 2013

Estrelas do AutoShow

12 . Desporto 19 Fevereiro 2013 Estrelas do AutoShow
12 . Desporto 19 Fevereiro 2013 Estrelas do AutoShow
19 Fevereiro 2013 Actualidade . 13
19 Fevereiro 2013
Actualidade . 13
19 Fevereiro 2013 Actualidade . 13 Toronto AutoShow 40 anos a celebrar! Num espaco reservado,de cerca

Toronto AutoShow 40 anos a celebrar!

Num espaco reservado,de cerca de 500.000 sq.feet, nos edificios norte e sul do “MetroToronto Convention Centre”, na baixa da cidade,e, patente ao publico ate ao dia 24 deste mes, as marcas de automoveis dos quarto cantos do mundo,exibem,aquilo que melhor sabem fazer. Automoveis cada vez mais sofisticados, compatos,de tamanho familiar,de luxo,desportivos,descapotaveis,os mistos,ou SUV’s,as mini-vans,os de trabalho ( trucks ),e, os do futuro ( muito

Canadian Car of the Year and the winner is Honda Accord Sedan

proximo). Com novas tecnicas , novos materiais,e, tambem com a obrigacao de estar-mos conetados com o novo mundo interativo,os engenheiros das marcas nao tem descanso,para nos satisfazer. Isto tudo aliado ao fato ,que o respeito pelo meio ambiente, a necessidade de reducao das emicoes de gases nocivos,ao menor consumo dos combustiveis fosseis, para a utilizacao de outras formas de energia,os hibridos,por exemplo, No “design”,os visualizadores,

The SUV of the Year the winner is Hyundai Santa Fe 2.0 Turbo

criativos,e, modeladores nao podem dormir,pois,o aspeto do automovel,e o que os “olhos comem primeiro”.

A competicao e tao feroz primeiro!

todos querem chegar

que

Existem automoveis para todos os gostos e carteiras,todos

nos temos gostos ,e, necessidades diferentes isso, todos eles chegam primeiro!!!!!

e talvez por

The Best Design

The winner is

Porsche 911 Carrera

diferentes isso, todos eles chegam primeiro!!!!! e talvez por The Best Design The winner is Porsche
diferentes isso, todos eles chegam primeiro!!!!! e talvez por The Best Design The winner is Porsche
diferentes isso, todos eles chegam primeiro!!!!! e talvez por The Best Design The winner is Porsche
diferentes isso, todos eles chegam primeiro!!!!! e talvez por The Best Design The winner is Porsche
14 . Desporto 19 Fevereiro 2013
14 . Desporto
19 Fevereiro 2013

Leõezinhos superaram teste de Barcelos

19 Fevereiro 2013 Leõezinhos superaram teste de Barcelos O Sporting foi a Barcelos vencer o Gil

O Sporting foi a Barcelos

vencer o Gil Vicente por 3-2, em encontro da 19.ª jornada do campeonato e em que Jesualdo Ferreira apostou em cinco jogadores com 19 ou menos anos de idade.

entrada

Até

por forte do Sporting em jogo

isso

a

foi fundamental. Os leões começaram a todo o gás e

os jovens Bruma e Tiago

Ilori colocaram a sua equipa a vencer por 2-0, com golos aos 2 e 6 minutos.

O Gil Vicente pareceu ter

ficado atarantado com o início de jogo do Sporting mas conseguiu recompor-se

e Hugo Vieira reduziu aos

20 minutos. Ainda antes do intervalo, Bruma podia ter bisado mas falhou um golo de baliza aberta.

O início da segunda mostrou

um Gil Vicente a carregar

sobre o Sporting, à procura do empate. Peixoto ameaçou

mas foi Hugo Vieira a bisar, com golo aos 53 minutos.

Com o jogo empatado,

Jesualdo Ferreira trocou um apagado Labyad por Capel e

o espanhol, quatro minutos

depois de ter entrado, marcou o terceiro dos leões.

A perder, Paulo Alves

colocou em campo o ponta

de lança argentino Checho Rodríguez e a equipa melhorou, com Hugo Vieira a descair para os flancos e a

Para Jesualdo “foi um jogo de risco”

para os flancos e a Para Jesualdo “foi um jogo de risco” O treinador do Sporting

O treinador do Sporting considera que fez a aposta acertada ao lançar os jogadores mais jovens no embate com o Gil Vicente,

em Barcelos, de onde saiu com um triunfo por 3-2.

«Quero dar os parabéns a todos os jogadores mas não posso deixar de salientar os mais novos, que fizeram um jogo de adultos. Ainda assim, cometemos alguns erros nos golos que sofremos. Este é um grupo de grande qualidade, que precisa de espaço, tempo e maior experiência. Foi a fantasia e a qualidade deles que nos permitiu fazer um bom espetáculo. Fizemos três golos, o que não acontecia há algum tempo. Foi um jogo

de risco e esta vitória devia ter acontecido há mais tempo. Acabou por surgir agora e por ser mais saborosa, mas não valia a pena sofrer como sofremos», disse Jesualdo Ferreira à Sport TV, no final do encontro.

Já em conferência de Imprensa, o treinador leonino considerou que a equipa conquistou uma vitória merecida em Barcelos: «Foi uma vitória justa para estes miúdos porque fomos melhores. Será com estes jogadores que vamos lutar pelos pontos que nos permitam subir rapidamente na tabela. A confiança que estes jogadores exibem é o nosso grande trunfo.»

dar água pela barba a Miguel

Lopes. Foi nessa fase positiva do Gil que podia ter acontecido o empate mas João Vilela teve pontaria a mais e acertou na barra.

O Sporting venceu uma

equipa difícil, num campo difícil e isso só pode ser moralizador para o futuro.

é

Como

preciso é não entrar em euforia com os jovens

jogadores porque, se agora

dizia

“A

Bola”,

deram conta do recado, amanhã podem não dar. A dupla de centrais Dier/Ilori não garante a segurança necessária, principalmente quando o Sporting jogar contra equipas de maior gabarito que o Gil Vicente.

a segurança necessária, principalmente quando o Sporting jogar contra equipas de maior gabarito que o Gil
a segurança necessária, principalmente quando o Sporting jogar contra equipas de maior gabarito que o Gil
19 Fevereiro 2013 Desporto . 15
19 Fevereiro 2013
Desporto . 15

Cristiano Ronaldo no Madame Tussauds em NY City?

. 15 Cristiano Ronaldo no Madame Tussauds em NY City? Só a nota que nos foi

Só a nota que nos foi enviada. Diz, de facto, tudo:

Sou professora da Escola Portuguesa de Long Branch, nos Estados Unidos da América e estou a contactar-vos pelo seguinte: Eu e os meus alunos estamos a fazer uma petição no Facebook para ver se conseguimos colocar uma figura de cera do nosso Cristiano Ronaldo no Madame Tussauds em NY city.

Esta ideia surgiu porque nas férias do Natal foi com o meu filho passear a New York (que é aqui ao lado) e fomos ao Museu Madame Tussauds, e verifiquei que o nosso golden boy não estava lá. Dirigi-me a uma das funcionárias e perguntei-lhe porque é que o Cristiano Ronaldo não estava

Respondeu-me logo: “Devias pedir, se houver muitas

pesssoas a pedir eles põem”

que aquilo não me saiu da cabeça

eles põem? Então está bem

vamos pedir. E estamos a

se nós pedirmos

vim para casa e confesso

Ela

bem

nós

entao

pedir

somos mais de 5000 a pedir.

A palavra está a começar a espalhar-se e a comunidade portuguesa dentro e fora de Portugal está a começar a ficar entusiasmada com esta ideia

Não queremos dinheiro, ninguém está a morrer, não queremos

politiquices!!! Só queremos uma camisola portuguesa na big

apple que todos possam ver e dizer: Este é português!!!!

para podermos encher o peito

Numa época de tempos tão sombrios onde os portugueses

vivem tempos tão dificeis

podermos mostrar que há sempre um lado bom e que sim as coisas boas acontecem

que é fundamental

acho

Ajudem-nos a divulgar a nossa causa que aos poucos se está a tornar a causa de todos os portugueses espalhados por estas bandas!! Um sonho que nasceu numa sala de aula portuguesa, com alunos portugueses que têm muito orgulho das suas raizes e que vivem longe, bem longe de Portugal!

Gostaria muito de saber se nos podem ajudar a divulgar esta iniciativa.

O museu Madame Tussauds ja foi contactado e estou à

espera de uma resposta formal da parte deles, que penso que terei por esta semana.

Será que nos podem ajudar a divulgar o nosso projecto?

No Facebook o nosso link é o seguinte: https://www. facebook.com/CristianoRonaldoAtMadameTussauds?ref= hl Raquel Martins Rosa Long Branch, NJ 07740 USA Telemóvel – 001 732 539 9301

Golos de Atsu e Jackson garantem triunfo do FC Porto em Aveiro

O FC Porto venceu sexta-feira o Beira-Mar por 2-0, com a estreia de

Atsu nos golos e a confirmação de Jackson como melhor marcador

do campeonato, em partida da 19.ª jornada da I Liga de futebol.

A equipa de Vítor Pereira conseguiu um triunfo tranquilo em

Aveiro. O primeiro golo do jogo aconteceu aos 34 minutos, por intermédio de Atsu, que se estreou a marcar com a camisola do FC Porto com um forte remate, não dando hipóteses ao guardião Rui

Rego, que nada conseguiu fazer para evitar o tento dos visitantes. Logo após o golo, o treinador Ulisses Morais viu-se obrigado a trocar Rui Sampaio por Serginho, uma vez que o médio não recuperou de um choque com Mangala e não se encontrava nas melhores condições físicas.

O

Beira-Mar procurou não se desmoralizar com o golo dos líderes

da

prova, tentando não se desconcentrar a defender e procurando

surpreender o FC Porto, sobretudo em ações de Yazalde, o avançado mais “atrevido” dos aveirenses. Todavia, o FC Porto foi sempre dominador e já no segundo tempo

Vítor Pereira optou por dar alguns minutos a James, que entrou aos 72 minutos para substituir Lucho, mais de um mês depois de se ter lesionado durante a receção ao Nacional. Um minuto depois, o treinador “azul e branco” viu a vantagem ampliada com Jackson Martinez, que trabalhou individualmente

e rematou em jeito para o fundo das redes da baliza de Rego,

anotando o 20.º golo na I Liga. Ainda antes de terminar a partida, o FC Porto ficou reduzido a 10 unidades por expulsão de Mangala, que viu segundo amarelo e falha a receção ao Rio Ave, assim como Alex Sandro, este por ter atingido uma série de cinco amarelos neste encontro.

Com este resultado, o FC Porto soma 47 golos e ultrapassa o Benfica enquanto melhor ataque da I Liga, enquanto o Beira-Mar fica como pior defesa da prova, com 37 golos sofridos.

RESULTADOS GERAIS

melhor ataque da I Liga, enquanto o Beira-Mar fica como pior defesa da prova, com 37
melhor ataque da I Liga, enquanto o Beira-Mar fica como pior defesa da prova, com 37
16 . Comunidades 19 Fevereiro 2013
16 . Comunidades
19 Fevereiro 2013
Em noite fria uma festa quente!
Em noite
fria
uma
festa
quente!

Casa da Madeira a dois passos do meio século

Casa da Madeira. No 1621 da Dupont St., chamaram- lhe Festa de São Valentim. Como aconteceu em muitas outras colectividades luso-canadianas. Ali, porém, era também – mesmo que ninguém o diga – a preparação dos grandes festejos do meio século de existência da associação representativa da Madeira. De resto, até se está a preparar

da Madeira. De resto, até se está a preparar um livro. Um livro que vai cantar

um livro. Um livro que vai cantar os feitos da colectividade e dos que a fizeram. Um livro de que se está a incumbir o colega José Mário Coelho, que estava também por ali.

Para José Mário Coelho, o livro tem, decerto, histórias bonitas. “A pior história – é ele quem o diz – é que eles não

pior história – é ele quem o diz – é que eles não querem contar histórias

querem contar histórias”. Pelos vistos, tem sido um bocado difícil. Quase a saca-rolhas, talvez. E o que é facto é que os Madeirenses de cá têm, de facto, actos que valeria a pena contar. “Os Madeirenses são, realmente, um grupo muito homogéneo e embora sejam divididos por freguesias, por isto e por aquilo, não há dúvida quer, quando toca a unir

isto e por aquilo, não há dúvida quer, quando toca a unir estão sempre unidos. E

estão sempre unidos. E não há dúvida que, em qualquer parte do mundo, o Madeirense destaca-se empre nesse aspecto, no aspecto social. Têm sempre grandes casas, como é o caso aqui. Nõs temos a nossa Casa paga e o ”

Madeira Park, que é um património fantástico

paga e o ” Madeira Park, que é um património fantástico Portanto, um livro rico. Um

Portanto, um livro rico. Um livro que fala em tudo o que

une os Madeirenses. “Fala em tudo, sim. Ou melhor falar, porque ainda não completei o trabalho”.

há-de

União e fraternidade

50 anos de actividade. 50 anos de bons serviços. E no sábado, era o Dia de São Valentim, que é, no fundo, a festa da união e da fraternidade. Salomé Gonçalves, o presidente da colectividade, só tem pena da invernia que não deixou encher a casa. “Era, de facto, para estar mais gente. Recebemos telefonemas a cancelarem devido ao tempo

mas aqui, de facto, existe amor, respeito, união

E mesmo quando se fala no que está a ser feito e no que se

fez – mesmo tendo em vista os 50 anos, que estão à porta

– “há, de facto, união. E como vê, o progresso continua.

Já está a ver, por aqui, o símbolo da celebração dos 50 anos”. E há ontras e melhoramentos um pouco por toda a

casa. “São os escritórios, a casa cultural

facto, renovando o prédio todo. Felizmente que a Casa da Madeira está de saúde”.

fomos, de

E há, de facto, união dos sócios. “Posso, de facto, dizê-

lo. Até porque se eu visse que não havia essa união

retirava-me de presidente. Sinceramente

eu

É isso mesmo. Até nos aspectos relacionados com o facto de

todos puxarem para o mesmo lado, a Casa da Madeira – 50 anos, hem?! – está no bom caminho.

Solidariedade e amor

De há tempos a esta parte, uma das figuras que “está em todas” é Ana Ochoa, representante entre nós da Caixa Geral de Depósitos. Perguntámos-lhe porque é que estava ali. “Eu venho em solidariedade com a Casa da Madeira. Tenho sempre muito gosto quando sou convidada para a Casa da Madeira e, em especial, porque estamos quase a celebrar os cinquenta anos da sua fundação”.

União. Amor. Carinho. Ali também naturalmente. “Como

sou tratada com muito carinho

eu vir à casa da Madeira no Dia dos Namorados”.

Sábado. Festa de São Valentim. Um jantar à maneira. Baile.

O conjunto Santa Fé a actuar.

é mais uma razão para

Sábado. Festa de São Valentim. Um jantar à maneira. Baile. O conjunto Santa Fé a actuar.
19 Fevereiro 2013 Ainda a tempo . 17
19 Fevereiro 2013
Ainda a tempo . 17
19 Fevereiro 2013 Ainda a tempo . 17 Comentário Semanal de Economia e Mercados – Semana

Comentário Semanal de Economia e Mercados – Semana de 11 a 15 de fevereiro

Economia portuguesa

*Abrandamento da inflação foi a única boa notícia, já que o PIB caiu mais do que o esperado e a taxa de desemprego fez novos máximos históricos…

Parceria ABC/MontePio

Numa semana marcada pela divulgação de muitos

indicadores económicos, destaca-se a descida do Produto Interno Bruto (PIB) no 4ºT2012 a um ritmo superior ao esperado, o aumento da taxa de desemprego para novos máximos históricos no mesmo trimestre e, já em janeiro,

a forte desaceleração da inflação, que constitui a única verdadeiramente boa notícia da semana, contribuindo, dessa forma, para algum ganho de competitividade da economia portuguesa no corrente ano.

Detalhando a nossa análise, a estimativa preliminar para

o PIB do 4ºT2012 revelou-se pior do que o esperado,

ao apontar para uma queda de 1.8%, superior às nossas perspetivas, que eram idênticas à mediana das projeções das instituições contactadas pela Bloomberg (-1.0%). Trata-se de uma duplicação do ritmo de contração observado no 3ºT2012 e, ao mesmo tempo, da maior queda desde o 1ºT2009, quando a economia mundial se encontrava em plena Grande Recessão. Assim, apesar de com esta estimativa inicial o INE ainda não divulgar dados em cadeia em detalhe, face a este resultado, continuamos a considerar que, na ótica da

despesa, a procura interna terá permanecido condicionada pelos efeitos das fortes medidas de austeridade que já se encontravam em vigor em 2012, bem como pelo anúncio de um novo conjunto de fortes medidas de austeridade para 2013 – que representam um enorme agravamento da carga fiscal, com destaque para as alterações no número de escalões de IRS, a aplicação de uma sobretaxa de IRS

e o agravamento da tributação das pensões mais elevadas –,

as quais acabaram desde logo por se começar a refletir na atitude dos agentes económicos. Dentro da procura interna, o consumo privado terá caído cerca de 2.5% e o investimento 6.0%. Já as exportações líquidas terão evidenciado um contributo positivo, com

a queda estimada para as exportações – em resultado da

intensificação do ritmo de contração da Zona Euro no final do ano passado – a dever ter sido mais do que compensada pela superior retração das importações, muito condicionadas pela bastante fraca dinâmica interna da economia. Refira-se que parte do nosso erro de previsão terá vindo precisamente das exportações, que terão caído não pouco mais de 1%, mas cerca de 2%. Na ótica da oferta, é provável que a descida do VAB tenha sido inferior, mas os principais setores terão observado uma intensificação do ritmo de contração, com a maior queda a observar-se na construção (entre -6% e -8%), seguida da indústria (entre -1% e -2%) e dos serviços (entre -0.5% e -1.5%). Esta maior queda da economia portuguesa no 4ºT2012 implicou que no conjunto do ano de 2012 acabou por se

observar uma diminuição do PIB de 3.2% (-1.6% em 2011), uma contração superior à nossa previsão (-3.0%, idêntica à do Banco de Portugal e à da troika). Mas o que correu pior do que era esperado? Basicamente a evolução da procura interna tem vindo desde o início do ano a evoluir abaixo do previsto, sendo simultaneamente uma causa e uma consequência do facto da taxa de desemprego ter subido

bastante mais do que o que era antecipado pela própria troika. As exportações vinham compensando esta maior queda da procura interna, mas no final do ano, com a Zona Euro em recessão, acabaram por crescer menos do que o previsto.

Num contexto de maior contração da economia, a própria taxa de desemprego acabou por registar um forte agravamento dos 15.8% observados no 3ºT2012 para 16.9% no 4ºT2012, representando o nível mais elevado desde, pelo menos, 1977 (considerando as séries trimestrais do Banco de Portugal). Estes dados persistem assim a revelar um mercado em crescente deterioração, constituindo um dos principais constrangimentos para a economia portuguesa, devendo continuar a agravar- se, ademais que este ano de 2013 será particularmente difícil, tendo em consideração o conjunto de medidas de ajustamento com que a economia se está a confrontar.

De resto, e refletindo este agravamento do desemprego superior ao esperado, revimos em alta a nossa previsão da taxa de desemprego para 2013, apontando-se agora para um valor em torno dos 17.5%, devendo o pico trimestral máximo ser atingido somente entre o final deste ano e o início de 2014.

Rui Bernardes Serra (RBSerra@Montepio.pt)

18 . Ler e contar 19 Fevereiro 2013
18 . Ler e contar
19 Fevereiro 2013

O que por direito nos pertence!

Conceição Baptista

O que por direito nos pertence! Conceição Baptista Um assunto que me parece interessante. É tema

Um assunto que me parece interessante. É tema que pode até ser, sem dúvida, bastante contestado, mas é algo que, felizmente, nos está deixando aos poucos e que não deve deixar saudades.

E tudo isto vem a propósito de um “reparo” que me

fizeram, há poucos dias, dizendo que sou grande

defensora das nossas tradições mas que falo contra tradicionalismos.

sempre

Pois é! É que uma coisa nada tem a ver com a outra. Tradições, como todos sabem, são usos e costumes, coisas do passado que devemos manter, lendas e histórias de um povo, lembranças de festas e celebrações, tudo quanto nos faz ter presente uma identidade bem visível e marcante.

signifique

quase a mesma coisa,

que se tomam atitudes antiquadas, ultrapassadas, algo que não deixe avançar e progredir.

emprega-se sempre

Embora

tradicionalismo

no

dicionário

na prática

E

vem isto a propósito, porque sempre promovo tradições

e

rejeito

tradicionalismos. Agradeço o “reparo” mas

quero continuar a pensar assim!

Uma das causas da minha oposição contra ideias antigas, que podem prejudicar, é o tratamento injusto dirigido à mulher pela sociedade.

Sim, sei que hoje não é o Dia Internacional da Mulher, embora essa significativa data esteja já bem perto, e sim senhor, é isso mesmo, vamos celebrá-la, como bem merece, por aqui, na nossa comunidade, embora ainda

em bem poucas colectividades, mas

somos mulheres

todos os dias e nunca é demais fazer valer o que por direito nos pertence.

E voltando aos “tradicionalismos”, ainda hoje, por aqui, existem casos, onde as profissões para mulheres e para homens, são, desde a infância, determinadas por factores educacionais. O comportamento diferenciado

da mulher e do homem - e o papel que cada um deles irá

desempenhar na sociedade.

E apesar de hoje já se ver muitos casos de “profissão igual salário igual”, ainda há muitos condicionalismos nesta nossa sociedade, que é dita de avançada e moderna

Claro que existem oportunidades iguais para rapazes

e raparigas a nível escolar, o que ainda não há é a completa aceitação desses direitos na sociedade.

Em todas as profissões há excepções mas infelizmente o tradicionalismo ainda actua atrasando vidas e sociedades. Trazendo diferenças desnecessárias - relegando sonhos e objectivos.

Esperemos pois, que os jovens de hoje não aceitem tradicionalismos que possam afectar as suas vidas mas que sempre matenham a valiosa promoção das nossas tradições, usos e costumes - e que façam valer o que por direito lhes pertence!

“Let’s Talk” 2013 “Vamos Falar”

*Um evento dedicado a Saúde Mental e patrocinado pela Bell

*Um evento dedicado a Saúde Mental e patrocinado pela Bell Nesta terceira edição, a Bell vai

Nesta terceira edição, a Bell vai doar $4,8 milhões para programas de saúde mental no Canada. “Lets Talk” começou nos dias 8 e 12 de Fevereiro do Ano 2010.

O projecto funciona da seguinte forma: por cada chamada

telefónica e mensagem dos participantes “clientes” no Twitter e Facebook, na rede da Bell, a companhia doa 5 centavos ao evento “Lets Talk”. Nos dias 8 de Fevereiro

por cada chamada de longa distância 5 centavos são doados

ao Lets Talk. Nos dias 12 de Cada Fevereiro por cada

comunicação feita na Bell 5 centavos revertem ao “Vamos Falar”.

O dinheiro arrecadado ajuda a financiar Organizações

comunitárias de base de saúde mental em todo o país.

O objectivo declarado pelos organizadores é de obter os

residentes do Canada a falar mais sobre as doenças mentais.

De acordo com um comunicado de imprensa, só no dia 12

foram perto de 96 milhões de chamadas, textos, tweets e acções do Facebook feitas no Evento.

textos, tweets e acções do Facebook feitas no Evento. Luis Esgaio TERAPEUTA E FACILITADOR DE SAÚDE

Luis Esgaio TERAPEUTA E FACILITADOR DE SAÚDE MENTAL E TOXICODEPENDÊNCIA

A Bell em cinco anos de patrocínio, incluído os 3 anos do

Let’s Talk, já deu perto de $62 milhões para programas de saúde mental.

George Cope, presidente e CEO da Bell e BCE, disse em comunicado à imprensa: “Não há dúvida que agora a saúde mental tem mais impulso no Canadá”. E acrescentou que “a equipa do Vamos Falar da Bell está profundamente grata aos

participantes “clientes” que ajudaram a tornar este ano mais um evento de sucesso. Mr. Cope acabou o seu comunicado com um “obrigado pelo seu apoio” a todos os seus clientes.

O tema foi “Hot” no Twittter com perto de 1.6 Milhões

de tweets e retweets, foram feitas usando o hasthtag # BellLetsTalk. Os famosos Justin Bieber e William Shatner juntaram-se à conversa nas redes socias.

O projecto “Vamos Falar” tem crescido significativamente, ano após ano, mas a energia da campanha deste ano alcançou todas as expectativas em comparação com as últimas edições deste projecto. A embaixadora Clara Hughes e a sua equipa, agradeceram, “em nome dos clientes e familiares das várias instituições de saúde mental e toxicodependência cujas vidas serão melhoradas com a vossa participação” . “Eu realmente agradeço a todos por fazer da Bell Vamos Falar 2013 um sucesso tão incrível”, disse ainda.

O

total arrecadado e as “conversas” de 2013 ultrapassaram

as

do ano passado. O evento de 2012 obtém o total de 3.9

milhões de dólares.

A Bell acredita que cada Canadiano deve falar sobre a saúde

mental sem Tabus e preconceitos.

Carnaval, folia & chuva

Mau grado a chuva que teimosamente caiu em Luanda, a Nova Marginal esteve engalanada e colorida o suficiente para acolher o desfile central do Carnaval de Luanda. Os foliões também não desistiram da festa e compareceram em número bastante para as encomendas.

festa e compareceram em número bastante para as encomendas. Grupos tradicionalíssimos como o União Mundo da

Grupos tradicionalíssimos como o União Mundo da Ilha,

o Kiela, o Kabocomeu, 10 de Dezembro lá estiveram a

espalhar o perfume do semba, da kazukuta e da varina na

estrada lavada pelas águas que São Pedro resolveu verter,

ostrando-

se perante o público e o júri com a ingrata missão de decidir o vencedor do nosso Carnaval. Com enredos em que se destacavam os feitos da paz, o processo de reconstrução nacional, figuras ligadas ao

o processo de reconstrução nacional, figuras ligadas ao desporto, cultura e ao Estado Angolano, as agremiações

desporto, cultura e ao Estado Angolano, as agremiações carnavalescas capricharam em todos os aspectos para levar o título e garantir os três milhões de kwanzas destinados ao vencedor. Este ano, lamentavelmente, não teve a concorrer na Nova Marginal um emblemático grupo do nosso Carnaval, Unidos do Kaxinde.

19 Fevereiro 2013 Ler e contar . 19
19 Fevereiro 2013
Ler e contar . 19

Portugal acusado de ter financiado Savimbi e a UNITA

*UNITA nega e acusa Lisboa de ter ajudado à morte de Savimbi

A Unita desmentiu que tivesse recebido financiamento secreto de Portugal como foi alegado pelo ex-ministro da defesa português Castro Caldas, e acusou por seu turno Portugal de ter participado nas operações que levaram à morte do seu dirigente Jonas Savimbi.

Falando perante uma comissão parlamentar portuguesa, Castro Caldas disse que o Fundo de Defesa do Ultramar funcionava como um “saco azul” para financiar operações secretas e Jonas Savimbi foi um dos beneficiários. Castro Caldas disse que teve “relatos vivos” da participação portuguesa no financiamento de Savimbi.

“…. Como ministro, vim a ter o relato vivo de pessoal que participou em operações encobertas, como seja o financiamento do Savimbi”, disse o ex-ministro português.

De acordo com Castro Caldas, Savimbi, que foi morto em 2002, foi “durante muito tempo financiado pelas Forças Armadas portuguesas”.

“E a maneira que as Forças Armadas tinham de o fazer só poderia ser através de instituições semelhantes como esse fundo”, acrescentou.

UNITA nega

A UNITA negou de imediato a alegação através do seu porta- voz Alcides Sakala “Esta informação não corresponde à verdade,” disse Sakala.

“ A UNITA não recebeu ajuda nenhuma de nenhum governo

português,” acrescentou. Sakala recordou que a UNITA manteve uma representação diplomática em Lisboa durante a guerra civil em Angola e que ele próprio foi representante da Unita nessa delegação.

“Nunca recebemos fundos de nenhum governo português,” disse.

“Mantivemos sim uma representação diplomática porque

“Mantivemos sim uma representação diplomática porque nos foi permitido que mantivéssemos uma delegação, uma

nos foi permitido que mantivéssemos uma delegação, uma representação que tinha em certa medida estatuto de uma embaixada em Lisboa,” acrescentou Sakala que recordou que no passado tinha havido também “recorrentes” alegações de que a UNITA teria recebido apoio português durante a guerra colonial algo que, disse ele, foi desmentido por figuras históricas da UNITA que participaram na luta de libertação nacional.

Sakala disse ainda que o ex ministro da defesa português teria também afirmado em Lisboa que militares portugueses participaram na “ concepção dos planos que levaram á execução do Dr Savimbi”.

O porta-voz da Unita disse que isto confirmava anteriores denúncias do movimento “nunca confirmadas ou desmentidas” pelo governo português que militares portugueses estavam presentes na província do Luena durante essas operações.

“Nós tínhamos conhecimento que havia uma presença (de militares portugueses), para além de outros países que também conhecemos, que participaram nessas operações,” disse Alcides Sakala.

“Tínhamos informações vindas do Luena que nos diziam da presença de militares portugueses envolvidos na planificação dessas operações,” acrescentou.

Idoso de Vila Real cede gratuitamente terrenos para

Um octogenário da localidade da Póvoa, Vila Real, está a ceder os seus terrenos, que já não consegue trabalhar, de forma gratuita para quem queira tratar de uma vinha ou plantar uma horta.

Por isso, para aqueles que precisam de um “pedacinho de terra” para se dedicar a culturas, como por exemplo batatas, feijões ou couves, a cedência é gratuita.

Felisberto Varela fez agora 80 anos. Porque já não se sente com forças para amanhar as terras, mas não as quer ver ao abandono, colocou o anúncio num jornal regional: “Cede-

Felisberto Varela apenas pede uma contrapartida a quem quiser tratar das suas propriedades já com vinha, nomeadamente, que paguem a poda, que já foi feita, e dêem mais uma contribuição para suportar as despesas legais da

se

terreno a título gracioso”. E, em duas semanas, o idoso

produção.

foi

contactado por muitas pessoas e cedeu três terrenos dos

cinco que possui na aldeia da Póvoa. Cada propriedade possui cerca de um hectare.

Câmara de Vila Real tem projecto

Felisberto Varela não quer vender as propriedades de onde tirou o sustento toda a sua vida, mas também não os quer deixar ver abandonados. “Custa-me pensar que eles podem ficar a monte”, afirmou o octogenário.

A Câmara de Vila Real anunciou em Outubro de 2010 um projecto, que ainda não foi implementado, com vista à criação de hortas urbanas, na zona do Parque Corgo, para ceder a famílias carenciadas. O espaço, cuja gestão será entregue à população, contará com uma área de 2700 metros quadrados e será cedido a um total de 26 famílias, que poderão usufruir

E

depois, segundo acrescentou, esta medida pretende

dos vários produtos hortícolas que ali poderão cultivar.

também ajudar os que, nesta altura de crise, se lamentam de

não terem um pedaço de terra para cultivar. Ou seja, ajudar a quem queira plantar uma horta para ajudar nas despesas com

a alimentação.

Do projecto das hortas urbanas faz parte a criação de um acesso pedonal e de infra-estruturas de apoio, nomeadamente água canalizada para a rega das hortas.

O poder do Amor

Fernando

Cruz Gomes

O poder do Amor Fernando Cruz Gomes Caracol-sobre-mim-mesmo enrolado, vou contando que li, não há muito

Caracol-sobre-mim-mesmo enrolado, vou contando

que li, não há muito no “Woman´s Daily Magazine”.Só

o

tenho que deixar cair as palavras. Talvez até as lágrimas,

a

despeito de me dizerem que é feio um homem chorar

e

que o jornalista não deve contar as suas mágoas. De

lágrimas

só as dos outros.

Um dia, como qualquer mulher, Karen (pode chamar-

percebeu que ia ser mãe. Que estava a

caminho um novo rebento. E, ao preparar-se, entendeu que

importante, era preparar o filho mais velho,

Michael, já com três anos, quase quatro. Dizer-lhe, com as palavras mais ternurentas, que ia ter uma irmâzinha. Que era preciso amá-la

Daí a uns tempos já Michael se encostava ao ventre materno e já cantava canções carregadas de amor para o novo

bebé

menina. E nas canções do Michael – meio entarameladas

pela emoção de criança – já a palavra “amor” rimava com “sol” e esteve era sinónimo da nova irmã.

algumas complicações.

Horas de complicações. De tal forma que chegaram a falar

o milagre do amor nasceu. Nasceu

para logo a seguir ser levada para uma incumbadora especial de uma unidade especial. Os dias passaram. A menina piorava. E o Michael, que já adivinhara tudo, pedia para ir ver a irmãzinha. Que a queria ver. Que queria cantar para ela. Os pais, no mesmo quarto onde já havia brinquedos que ela nunca veria – como eles o sabiam! – já preparavam outra cerimónia, porque os médicos lhes disseram que a menina não durava muito.

Duas semanas passaram. Era o fim. E Michael queria ir

ver

que iria vir. As análises já tinham dito que era uma

lhe outro nome

importante

)

Gravidez normal. No parto

em cesariana. Só que

queria cantar para a sua irmã

Karen achou que tinha de fazer tudo para que ele visse a irmã. Que a visse nem que fosse pela última vez. Vestiu-

lhe o melhor fato

para não dar nas vistas. Uma enfermeira não deixou que Michael entrasse. E Karen insistiu. Quase a forçou a deixar entrar o menino. A deixá-lo ver a irmâzinha nem que fosse pela última vez. A enfermeira, impotente para manter o “não”, ficou por ali.

Na incumbadora especial da unidade especial de esperar a

morte

Michael viu o corpozito tenro da irmã. Adivinhou

maior do que seria para a sua idade,

tudo. E lembrou-se das canções que lhe cantava nos tempos em que ela ainda não era gente. E começou a cantar.

o meu

único sol”. Acho até que uma lágrima molhou o rostozinho da menina, enquanto o irmão insistia. “Tu já me fazes feliz ”

Não sei se a ciência explica, mas a bebé pareceu reagir. A pulsação recomeçou a sua dança. E o menino não

és o meu sol”.

Ele já nem sabia o que dizer, até porque as lágrimas lhe ”

E mais

e mais. “Você nem sabe quanto eu te amo

Dizem-me – que eu não vi – que a respiração difícil da menina se começou a suavizar. E aí era a Karen que pedia.

Anda, filho, canta para ela

Michael já não sabia que mais dizer. “Eu já sonho

que tu vinhas para

As palavras eram já

E

mais. Pedia mais canções. É que a menina já se mexera. A enfermeira assistente já só chorava. E o Michael não

sem ti vai

ser sempre noite

meu bebé

Daí a uns dias, a menina despertou em absoluto. Foi mesmo para casa. No “Woman´s Daily Magazine”, os médicos acharam que era o “milagre da canção do irmão”. Os que souberam da história chamaramlhe apenas “milagre”.

contigo

o

gritos

Karen queria

canta. Que ela está a ouvir-te.

turvavam a face e o olhar. “És o meu único sol

parava. “És o meu sol

-“Não quero que te vás embora

És o meu sol

eu preciso de ti

já sonhei que te abraçava

eu já te quero muito

meu colo

gritos na cerração da noite que entretanto se fizera.

és tudo para mim

ele a continuar: “Tu

podia mais. Já se repetia. “Tu és o meu sol

E pedia-lhe para ela dormir. “Faz ó-o, ”

porque eu velo por ti

Para nós, que acreditamos no milagre. Para nós que acreditamos que uma canção pode fazer o milagre achamos mesmo que o amor é, de facto, poderoso.

20 . Ainda a tempo 19 Fevereiro 2013
20 . Ainda a tempo
19 Fevereiro 2013

LIUNA – De 7 em 7

*Ninguém imaginou que a Local 183 viesse a ter 40 000 membros

Continuado da semana anterior

E foi então que nós registámos as palavras de John Bevand.

A verdade é que, no Framing Sector os “member´s fees” são $ 32/mês, enquanto nos Carpenters são $ 25 / $ 26/mês. O que não dizem é que trabalhando no Setor Residencial Framing se deduz para impostos cerca de 3%, o que significa cerca de $ 1.200 / ano. Nenhum dos trabalhadores do Framing paga isso. O nosso plano de benefício paga 20% e parte é para pagar deduções. Se qualquer trabalhador do Framing Sector quiser juntar- se à Local 27, sabe que de imediato sai dos seus bolsos $1.100 a $1.300. Isso eles não dizem.“Eu conheço-os (referindo-se a Danny e Durval), há muito tempo. Considero-os amigos profissionais. Não amigos pessoais, mas amigos profissionais. Mas quando eu ouvi a

entrevista, fiquei muito irritado. Estes são os homens que se

dizem ser líderes em trabalho organizado (organized labour).

“O programa que levou muitas as pessoas para o Plano Plurianual para o Leste e Centro do Canadá, cotou-se como sendo um desequilíbrio financeiro, que terminou em 1993/1994. Quando se olha para os planos de reforma vamos ter como referencia a antiga formula de credito e a nova formula de credito. Este é um programa que foi fundado para que milhares e milhares de trabalhadores se possam aposentar com dignidade e respeito. No entanto, suposto líderes do Trabalho Organizado afirmavam que era um programa muito feio?! Isto mais não é do que oportunismo continuado. Na pior das hipóteses, hipocrisia. Felizmente tudo foi removido para que os aposentados possam ter os

seus benefícios. Se isto era feito quando eram responsáveis, como é que agora pode ser criticado pelas mesmas pessoas?” “Eles (os Carpinteiros) têm um produto inferior e não têm outra opção senão criticarem o que julgam que está errado, e procurarem “vender” esses pontos de vista.” “Nos seus planos de Reforma ninguém pode cobrar um centavo até que atinjam os 65 anos de idade. Os nossos planos (LIUNA) aplicam-se a partir dos 55 anos de idade. Agora, quando atingir os 55 anos, pode requerer a sua pensão, deixar de trabalhar um mês e voltar ao trabalho até que alcance os 65 e recebe um extra de $350 mil. Quando eu chegar aos 55 vou viver muito bem.” “O programa de Reforma deles perante o nosso Programa de Reforma, é como a noite do dia.” Sendo assim tudo tão evidente, o que levaria um trabalhador a “atravessar a rua”?

“Eles são bem conhecidos, são carismáticos

E são bons

vendedores.” “A primeira vez que ganharam as eleições, eu também fazia parte do boletim de voto. Vencemos com 93/94%. Não tivemos nenhuma oposição. Não foi uma eleição, mas uma coroação. No entanto, enquanto lá estiveram, fizeram algumas coisas boas. Mas, a determinada altura, deixaram de trabalhar para os membros.” “Antes havia duas mensagens transmitidas. Agora, há apenas uma e se alguém pisa o risco, tem problemas. Mas se tiver algo a dizer, vão ouvir o que tem para dizer.” “Os outros estão a tentar vender um produto inferior. Enquanto se nós conseguirmos passar a mensagem, não teremos qualquer problema. “

“Como disse Enzo e ele está absolutamente certo, agora quando se tem um problema é só fazer uma chamada e o problema é resolvido. Antes, apoiavam representantes de empresas, que nunca deveriam ter estado lá. “ “Posso dizer, pela primeira vez, que quando atingir os 55

anos, não vou fazer o que tinha planeado. Tenho tirado cursos

e tinha a intenção de receber a minha reforma ao atingir os 55 anos e de me tornar num superintendente, mas mudei de

ideias e já não tenciono faze-lo. E foi isso que para mim foi

a grande mudança nos últimos 18 meses.”

“Durante as últimas eleições em que há duas posições muito principais, Danny e Durval sentiram que a Local 183 era uma entidade autónoma. Jack Oliveira e Luís Câmara fizeram da Local 183 um irmão mais velho (Big Brother), uma família. Danny e Durval sentiram que a sua participação no processo era a interferência. Jack e Luis, viram a situação como uma cooperação.” “Lembro-me quando Durval me disse: “Eu sou dos Açores. Quando acordo de manhã procuro alguém com quem guerrear!” Isso não é liderança. Liderança é ouvir todos os especialistas nos seus campos e depois fazer o que deve ser feito. Isso é que é liderança. Liderança não é: “Quem sabe

sou eu, você não sabe nada!” “A Local 183 atingiu uma tal grandeza, que está a empurrar os limites da sua constituição. Ninguém imaginou que a Local 183 viesse a ter 40.000 membros. Ninguém imaginou que qualquer outra Local, atingisse esse tamanho.” “A Local 183 cresceu como cresceu muito por causa da sua geografia. Estamos no lugar certo, à hora certa. “ “Somos todos “Locals” e pertencemos todos à Internacional”. “Devemos saber tirar partido de todas as pessoas da Internacional”. Como é que as duas organizações se colocam uma contra a outra? “Ambas têm pontos positivos e pontos negativos. Winston Churchill disse uma vez que “A pior forma de governo é a democracia, até se olhar para todas as outras opções!” “90% dos nossos membros querem ir trabalhar, ter um bom

salário e terem os benefícios que necessitam. Isso é tudo que importa. Eles não querem envolver-se. Quando vou a uma reunião da Local, vejo sempre as mesmas 300 pessoas. É nessa altura que se vê quem é que quer envolver-se e quem

é que não quer.”

“A diferença é que onde estamos, vimos os responsáveis tomarem decisões. Nos outros, os responsáveis não tomam decisões! “ Quais são as vossas preocupações durante este Raiding Period? “Apenas educação. Gostaria de convidar abertamente os membros envolvidos numa votação para se sentarem com

representantes de ambas as partes e ouvirem o que eles têm

a dizer.”

Eu pedi aos nossos que fizessem uma comparação. Há no nosso site da Local 183, uma lista negra e branca do que temos e eles não têm. No site deles, não consigo encontrar nada. “

“Não há comparação”. “Vou sentar-me numa sala com qualquer membro da Local

183 e fazer a comparação do preto e branco e pode publicar isto no seu jornal, porque eu vou fazer isso. Como membro. Não como um representante de negócios, mas como membro.

O que as pessoas não parecem perceber é que a União Local

é o nível mais importante de um Governo na sua vida. “ “Não subestime o poder que a Local tem na sua vida.” Qual vai ser a realidade ao chegar o dia 1 de maio? “Eu acredito que a única coisa que mudou, é que eles têm vendedores diferentes. O produto ainda é o mesmo, fraco na melhor das hipóteses, em comparação com o nosso produto “. Enzo acrescentou: “Vem aí o dia 1 de maio e eles não vão ganhar qualquer tipo de jurisdição. Nós é que vamos ganhar

alguma da jurisdição deles e eles vão ficar desempregados.”

É

É um excelente momento para se ser membro do Local 183. Apenas a mudança no programa de Reformas, teve um grande impacto na minha vida. Todo o dinheiro que eu teria de guardar durante 25 anos, para viver confortavelmente quando me aposentar, e já não tenho que fazer isso.” “Se guardo $200/mês para a minha reforma e sei que, assim que chegar aos 55 anos vou receber $2.800 ou $3.500 por mês, durante os próximos dez anos, o que significa mais $300.000 que recebo, uma receita com a qual não estava a contar.” Será que estamos a fazer o suficiente para mantermos os nossos membros informados? “É importante estar lá fora, mas se perceber a informação esta tem de ser formatada de uma forma simples para que a maioria a leia. Não quero insultar ninguém, mas é a realidade.” Vamos mantê-lo simples.

um bom momento para se ser membro do Local 183?

Ontem, ao princípio da noite

João de Deus apresentado em estilo

Foi ontem ao princípio da noite, no Intercontinental Hotel. O bem conhecido “healer” brasileiro João de Deus foi apresentado a uma assistência interessada e que assistiu, primeiro, com muito interesse, a um filme – quase de hora e meia – em que se dá a entender quem é quem. E a verdade é que chega a parecer estarmos frente a um “fenómeno”, no melhor sentido do termo.

frente a um “fenómeno”, no melhor sentido do termo. João de Deus estará entre nós, no
frente a um “fenómeno”, no melhor sentido do termo. João de Deus estará entre nós, no

João de Deus estará entre nós, no Toronto Metro Convention Centre, nos dias 15, 16 e 17 de Março. Oprah visitá-loá naquela ocasião. Interessante será a presença do autor Wayne Dyer que garante ter sido curado por ele de leucemia. A conferência de Imprensa foi dada pela medium psychic Gail Thackray, que respondeu a várias perguntas dos presentes. De resto, Gail é uma das organizadoras da vinda de João de Deus a Toronto, esperando-se a presença de mais de 12.000 pessoas.

19 Fevereiro 2013 Comunidades . 21
19 Fevereiro 2013
Comunidades . 21

No Jack´s

O PCCM sabe pescar

Noite dos Namorados e não só

No Jack´s O PCCM sabe pescar Noite dos Namorados e não só Em festa já tradicional

Em festa já tradicional de Noite dos Namorados, o Clube

sabe pescar! Porque

dizemos isto? Já lá vamos

com corações grandes em cada mesa, mesas essas que já estavam “vestidas” de encarnado à volta de toda a sala, não faltou mesmo nada para fazer de Sábado mais uma noite memorável no PCCM.

O jantar foi servido como habitual por membros voluntários

da direção deste centro português. Seu “novo” Presidente, Gilberto Moniz, dirigiu palavras de agradecimento às mais de quatro centenas de pessoas presentes que escolheram o centro para passar uma noite divertida com seu amor, e anunciou os eventos mais importantes que tem em sua agenda. Dizíamos nós que Gilberto Moniz era o novo presidente do PCCM porque, na semana passada, anunciamos uma direção nova onde a maior parte das figuras principais ficaram iguais.

Num salão decorado a rigor,

Português de Mississauga prova que

decorado a rigor, Português de Mississauga prova que é que todas as semanas se não é

é que todas as

semanas se não é de uma forma ou outra já vimos a inovação

a servir de lema em Mississauga.

Às vezes são noites Italianas e Portuguesas, às vezes são fadistas vindas de Goa, e outras vezes, como este fim de semana, são artistas como Carlos Canto vindo de Venezuela que abrilhanta uma noite simples e faz da festa inesquecível.

Agora o porquê do PCCM saber pescar

Como é que descobrem estes artistas, não sabemos. Como é que apostam quase sempre certo em espetáculos fantásticos, também não sabemos. Mas que sabem pescar talentos, lá isso sabem sem duvida.

Mas que sabem pescar talentos, lá isso sabem sem duvida. Enquanto Carlos Cantos esteve em palco

Enquanto Carlos Cantos esteve em palco mostrou uma grande alegria por lá poder estar e a sala não parou de aplaudir. Cantou e encantou, como se diz na gíria, interpretando vários temas. A meio do espetáculo, o público não resistiu e resolveu levantar-se e ir para a pista de dança, onde permaneceu até ao final do espetáculo.

Em noite de Sábado onde praticamente todos foram apanhadas de surpresa pela neve passou-se mais uma noite que ficou bem gravada nos corações dos amantes e apreciadores da música portuguesa que tiveram o prazer de se deslocar até Mississauga sem duvida, e nós também não quisemos perder. - Sonia Micael / ABC

Mesmo

assim, ainda vimos esta ternurinha feita gente. E gostámos, como gostámos de todo o ambiente festivo que ainda se via por lá

Chegámos tarde, sim. A festa já tinha sido

Jack’s Bakery ABERTO 7 DIAS POR SEMANA 24 HORAS POR DIA E já agora experimente
Jack’s Bakery
ABERTO 7 DIAS POR SEMANA
24 HORAS POR DIA
E já agora
experimente
Faça ainda
hoje
a nossa
as suas compras
para a Época
da PÁSCOA!
doçaria
Jack´s Bakery
Faz-lhe um desafio:
TENTE ENCONTRAR
NO MERCADO LOCAL
UMA AMÊNDOA
QUE NÓS NÃO TENHAMOS!
Hoje
como
ontem
(416)
651-1780
SERVIR
BEM
É
NOSSO
O LEMA
22 . Actualidade 19 Fevereiro 2013
22 . Actualidade
19 Fevereiro 2013

Renúncia e sucessão na Igreja Católica

*Referências africanas surgem na linha da sucessão de Bento XVI

africanas surgem na linha da sucessão de Bento XVI Ao deixar voluntariamente a cadeira de Pedro

Ao deixar voluntariamente a cadeira de Pedro no próximo dia 28, Joseph Ratzinger abre caminho para a possível eleição de um Papa africano. A pressão para a escolha de uma personalidade oriunda de um país em desenvolvimento é grande: é em África - e na América Latina -, que se concentra 70% da população católica do mundo, e é aí que a Igreja Católica se encontra em expansão, ao contrário da Europa que totaliza somente 25% dos fiéis.

A Importância da Vitamina D(ourada)…

Diogo Fresco

A Importância da Vitamina D(ourada)… Diogo Fresco A vitamina D (nome criado pelo bioquímico polaco Casimir

A vitamina D (nome criado pelo bioquímico polaco Casimir Funk

em 1912, baseado na palavra em latim vita (vida) e no sufixo – amina), também conhecida por Vitamina do Sol, é uma vitamina que promove a absorção de cálcio, após a exposição à luz solar, essencial para o desenvolvimento do sistema ósseo e dentário.

Actua também no sistema imunológico, no coração, no cérebro e

na

secreção de insulina pelo pâncreas. Funcionalmente, a vitamina

D

atua como uma hormona que mantém as concentrações de

cálcio e fósforo no sangue, através do aumento ou diminuição, da absorção desses minerais no intestino delgado.

A

vitamina D é de extrema importância para crianças, grávidas

e

mães que amamentam, por favorecer o crescimento e permitir

a fixação de cálcio nos ossos e dentes, além disso, tem um papel muito importante na maioria das funções metabólicas e também nas funções musculares, cardíacas e neurológicas.

A deficiência da vitamina D pode precipitar e aumentar a

osteoporose em adultos e causar raquitismo em crianças.

A quantidade de vitamina D que um adulto precisa varia, de acordo com a idade, de 5 mg a 10 mg, chegando a 15 mg em idosos com mais de 70 anos. Poucos alimentos são considerados fontes de vitamina D, mas entre eles encontram-se: a gema de ovo, cereais, fígado, manteiga e alguns tipos de peixes como a cavala, o salmão e o arenque. Embora em menor quantidade, a sardinha e o atum também são fontes de vitamina D.

Os suplementos de vitamina D podem ajudar a combater as infeções virais que ocorrem durante o inverno, sugere um estudo publicado no “Journal of Leukocyte Biology”. O estudo revelou que os níveis insuficientes de vitamina D estão associados com uma deficiência na resposta imune inata que protege contra as infeções, neoplasias ou doenças autoimunes. Uma vez que os

níveis de vitamina D diminuem durante o outono e inverno, altura em que os dias são mais curtos e a luz solar é mais fraca, isto pode explicar por que motivo as pessoas são mais suscetíveis às infeções virais durante estas épocas. Os resultados deste estudo também sugerem que a toma de suplementos de vitamina D, especialmente por parte da população mais idosa, pode fortalecer

a sua imunidade.

O cardeal Peter Turkson, do Gana, perfila-se como o mais

provável sucessor de Bento XVI. A escolha do cardeal Peter Turkson, de 64 anos, responsável pelo

Departamento da Justiça e Paz e porta-voz do Vaticano para as questões sociais, representaria um momento histórico de viragem e renovação da Igreja Católica: seria a primeira vez que, na era moderna, o mundo católico teria como líder um homem de fora da Europa. O cardeal Francis Arinze, da Nigéria, que foi mencionado como uma possibilidade durante o processo de sucessão que culminou com a eleição

de Bento XVI, é a outra referência africana.

com respeito, a renúncia de Bento XVI, segundo análise do especialista alemão Bernd Riegert, possibilita novo começo para uma Igreja em crise. “A renúncia agora também abre a possibilidade de que ascenda à Cátedra de Pedro um novo papa, mais aberto a reformas, e que encontre respostas para a crise católica na Europa e América do Norte, onde a Igreja tem vindo a perder cada vez mais membros e não encontra novos sacerdotes”.

Contudo, após a divulgação da decisão, o Papa recebeu louvores e reconhecimento por parte de entidades judaicas e islâmicas da Alemanha.

por parte de entidades judaicas e islâmicas da Alemanha. Interrogado pela BBC, o cardeal do Gana

Interrogado pela BBC, o cardeal do Gana respondeu

para

que ele nos ajude a encontrar a pessoa mais capaz neste particular momento da História.”

Mas há também quem defenda, nos meios católicos, a escolha de um Papa oriundo da América Latina, como é o caso do cardeal brasileiro Odilo Petro Sherer, arcebispo de S. Paulo.

simplesmente que “o melhor a fazer é orar a Deus

De líderes políticos a personalidades religiosas, são unânimes os louvores ao trabalho de Bento XVI. Recebida

A decisão não foi tão inesperada assim. O próprio Ratzinger

já havia dito há uns anos que papa só deve ser aquele que

tenha forças para exercer tão exigente posto. No Vaticano,

os mais bem informados acreditavam que Bento XVI só iria anunciar sua renúncia depois da Páscoa.

É um passo ousado, um passo revolucionário. Os seus sucessores evitarão de se apegarem ao cargo. De conservador, Bento XVI revoluciona na hora da saída, ao abrir caminho para o fim de papados vitalícios.

Pensando bem

e quase nada diz. No tocante à decisão de

Bento Dezasseis de se demitir, houve quem percebesse pouco. E isto porque os que acompanham as notícias sabiam, e de há muito, que isto poderia acontecer. De resto, ele próprio, há dois anos, afirmara que, se sentisse que já não tinha forças para continuar à frente do governo da Igreja, resignaria. Ele o disse. Ele o sentiu. Assim sendo, o anúncio da resignação do Papa Bento XVI pode ter surgido como surpresa. Só que, olhando a figura de Joseph Ratzinger, a resignação chega a parecer uma atitude pensada, que encerra um sentido virado para o futuro. Um pensador espanhol – agora citado por um cronista com quem dialogamos muitas vezes – dizia, já em 1914, que o homem é ele “e a sua circunstância”; e se o homem não salva esta, também “não se salva a si próprio”. Para esse pensador, Ortega Y Gasset, a sociedade forma “a outra metade de mim próprio”. E o que está na origem da decisão de Bento XVI é o mundo atual e o lugar da Igreja neste. Pelos vistos, Bento XVI já não sente forças no corpo e no

O mundo fala

fala

espírito. Os problemas do mundo actual, com incidência na fé, são gigantescos e a Igreja precisa de alguém com mais energia

e vigor. E isto sem esquecer que houve uma série de escândalos, desde a pedofilia à corrupção, do Vatileaks às intrigas no Vaticano. Com correntes muitas a terçar armas por este e aquele dos sectores. Correntes que se digladiam e se preparam para a sucessão. Anselmo Borges também dizia, ainda hoje, que o Papa é um intelectual e não um homem da administração. Na

impossibilidade da reforma que se impõe

Tudo isto tem a ver, no fundo, com o primado quase do material. Só que ninguém ousará esquecer que ele é, afinal – este Papa e o que lhe suceder – o sucessor de Pedro, a quem Jesus disse “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”. Igreja – como também foi prometido – que terá sempre o Espírito Santo a dar sequência ao andamento geral. Deus acima de tudo. Um Deus que quer unir todos os homens.

preferiu resignar.

Falar só na parte física – na doença e na necessidade do próximo Papa ter de ser mais novo – é capaz de ser fruto do pensamento

humano. É pouco. Falta pôr ao serviço da Igreja

Divino. A unir os homens. Sobretudo os que mais sofrem.

o pensamento

19 Fevereiro 2013 Coisas e loisas . 23
19 Fevereiro 2013
Coisas e loisas . 23

Linfedema

- alguns conselhos naturais António Custódio Barros (RNhP 7132) Tel. 416 533-8907 O linfedema é
- alguns conselhos naturais
António Custódio Barros
(RNhP 7132)
Tel. 416 533-8907
O
linfedema é um inchaço de uma parte do corpo, que normalmen-
te
pode aparecer nos braços ou nas pernas devido à acumulação
anormal de líquido linfático no espaço intersticial.
A linfa é um líquido amarelado que normalmente circula nos va-
sos linfáticos, composto por proteínas, gorduras e micróbios. Esse
liquido passa pelos gânglios linfáticos onde é limpo e volta a ser
lançado na circulação, já depois de filtrado. Quando essa operação,
por várias e diferentes razões, não consegue ser feita em pleno,
forma-se o linfedema ou edema dos vasos linfáticos.
Quando aparece e não é tratado fica crónico, ficando para sempre
a deformação na área atingida. Pode aparecer em qualquer idade,
pode ser também secundário: a uma cirurgia (é muito frequente
aparecer após uma cirurgia do câncer da mama), a um traumatismo
(fractura, entorse, queimadura, ferida profunda, etc.), pode surgir
após uma infecção na área que envolve o vaso linfático e noutras
situações.
Um dos tratamentos muito usados é drenagem manual, isto é a ex-
tracção manual do líquido.
Deve evitar dormir sobre o membro afectado, não use roupas aper-
tadas ou jóias que possam apertar e comprometer a circulação. Faça
fisioterapia, massagem, tenha uma higiene cuidada, faça exercício
com o membro afectado mas sem empregar força demasiada.
Hidrate bem a área afectada (pode usar creme21, creme de shea,
etc.), use sempre produtos sem álcool e hipoalérgicos, deve aplicar
repelente de insectos para evitar picadas e infecções secundárias.
Pode tomar uma fórmula homeopática que melhora a situação,
tanto de inchaço como protege de infecções, dado que melhora o
sistema imunitário. O produto chama-se lyphosot e é usado para
suporte do sistema linfático e para redução do edema acumulado. É
seguro e não tem quaisquer efeitos secundários. Caso exista infec-
ção simultânea deve recorrer ao seu médico assistente.
Uma Boa semana.
OFERTAS DE EMPREGO
-Marceneiro ou carpinteiro com experiência para a área de
Vaughan. 416-725-4315.
-Sub-empreiteiros (bricklayers) com sindicato.
416-984-0269.
-Pessoa para empresa financeira.
647-907-3542.
-Cabeleireira fluente em português e inglês e com
experiência. Contactar Jenny Macedo.
647-351-5582.
-Carpinteiro com experiência.
Contactar Emília, 416-
792-0768.
-Empregada de limpeza, turno de dia.
416-760-8933.
-Carpinteiro para construção com alguma experiência em
framing e de preferência com carta de condução. Contactar
Paulo, 416-995-6596.
Help wanted
3-5 years experience as a Framer Carpenter.
$27 hr/plus vacation pay 10%. Basic English required/
Portuguese speaking for conversation with coworkers.
14 calendar days.
- Portugalia Carpentry Inc., 416 677 9166.
Anna procura trabalho para restaurante ou
cuidar de criancas. Pessoa com experiência. Ligue para
416 284-2034.
CRISTINA PROCURA:
TRABALHO
PARA LIMPEZA OU RESTAURANTE
PESSOA COMPETENTE
647 761 2842
Clubes e Associações ARSENAL DO MINHO - Sábado, 23 de Fevereiro, Festival de concertinas e
Clubes e Associações
ARSENAL DO MINHO
- Sábado, 23 de Fevereiro,
Festival de concertinas e
cantares ao desafio. Jantar, às
19h00, seguido de espectáculo
com Pedro Cachadinha, Jorge
Loureiro, Katy Vieira e Victor
Barros. Salão da Local 183.
Informações: 647-888-4616
CENTRO CULTURAL
PORTUGUÊS DE
MISSISSAUGA –Sabado
dia 16 de fevereiro, baile dos
namorados, com o romantico
carlos canto, vindo da
venezuela. Sábado, dia 23,
Baile da Pinha e do Sócio,
conjunto Tabu. Faça a sua
reserva para jantar. Dias 6
e 7 de Abril, Cantorias ao
desafio. Faça a sua reserva com
antecedência.
Actuação da Luso-Can
Tuna. DJ Rui Pedro Cruz.
Informações,
Linda, 416-720-9371; Tino,
416-315-4598.
ASAS DO ATLÂNTICO
–Sábado, 23 de Fevereiro,
40.º Aniversário, com Porto
de Honra, às 17h00. Jantar
abrilhantado pelo conjunto
Mexe Mexe, às 19h00.
Informações: 416-621-9057.
CENTRO CULTURAL
PORTUGUÊS DE
MISSISSAUGA –Sabado
dia 16 de fevereiro, baile dos
namorados, com o romantico
carlos canto, vindo da
venezuela. Dias 6 e 7 de Abril,
Cantorias ao desafio. Faça a
sua reserva com antecedência.
GRACIOSA COMMUNITY
CENTRE - Sábado, 16
de Fevereiro, Festa de S.
Valentim, com Jantar, às
20h00, seguido de actuação de
Amy Ventura. Informações:
905-279-0657
SPORTING CLUBE
PORTUGUÊS – Sábado, 16
de Fevereiro, Baile e Jantar de
São Valentim. DJ Max.
CASA DO ALENTEJO
- Sábado, 16 de Fevereiro,
. FIRST PORTUGUESE -
Domingo, 24 de Fevereiro,
Aniversário do centro da
Terceira Idade. Almoço e
actuação do grupo Raça Latina,
às 13h00.
SPORT CLUBE ANGRENSE
– Sábado, dia 16, às 19 horas,
Jantar e Baile, no Dia dos
Namorados. Dizamba 1.
ASSOCIAÇÃO CULTURAL
DO MINHO - Sábado, 16 de
Fevereiro: Festa de Carnaval.
Jantar abrilhantado pelo Duo
Os Emigrantes - Pedro da
Concertina e Yves Rosa e
música por TNT Productions.
Lithuanian Hall, 1573 Bloor
Street West.
Jantar e entretenimento em
celebração da “Black History”.
Quarta-feira, 20 de Fevereiro:
Concurso de cantores, às
19h00.
CASA DOS AÇORES -
Sábado, 16 de Fevereiro, Noite
de São Valentim. Sábado,
23, Jantar do Divino Espírito
Santo. Conjunto “Os Vadios”.
Informações, 416 532 3649.
Este espaço pode ser
seu
CASA DOS AÇORES -
Sábado, 16 de Fevereiro, Noite
de São Valentim.
CASA DOS POVEIROS –
Sábado, 16 de Fevereiro, Noite
das Francesinhas. Salada,
Francesinha, Sobremesa.
ligue seja qual
for o seu anuncio
teremos muito gosto
em ajudar
416 995 9904
São muitas as vantagens do xarope NEERA Dizemos algumas Mostre este Anúncio RECEITA ORIGINAL –
São muitas as vantagens
do xarope
NEERA
Dizemos algumas
Mostre
este Anúncio
RECEITA ORIGINAL – O processo de fabrico continua a seguir a receita concebida pelo criador
da Cura com sumo de Limão. * Mistura de dois tipos de seiva: seiva de palma (rica em potássio e
sódio); seiva de ácer (rica em manganês e zinco); Seivas de Grau C – o grau mais rico em cálcio,
zinco, manganês e ferro. * Tecnologia de “Hot-Filling”, embalada a quente, não necessitando de
conservantes. Sem aditivos químicos – 100% natural, sem corantes nem conservantes.
Terá
20%
Desconto
Promover Bem-Estar
O Xarope de NEERA permite:
* Acção Auto-Regenerante
Desintoxicar
•Acção drenante
•Acção diurética
•Acção anti-toxinas
Reduzir eficazmente o peso
•Acção Lipolítica
•Acção anti-gorduras localizadas
Reduzir o volume e ventre mais liso
•Acção anti-Retenção de Líquidos
•Acção Anti-celulítica
* Acção de Auto-regulação
* Acção estimulante
* Acção tonificante
* Obtenção de um aspecto mais juvenil
* Obtenção de maior elasticidade do corpo
Esta dieta não se destina apenas ao emagrecimento mas também
para desintoxicar o organismo promovendo o seu bem-estar. A
cura com xarope NEERA e sumo de limão é um meio eficaz
para desintoxicar o organismo se for feito de acordo com as
instruções correctas (aconselhamos a leitura do livro “A cura
com sumo de limão”, de K.A.Beyer) e com os ingredientes
apropriados. Verificou-se em vários casos que uma alteração
de um ingrediente pode provocar efeitos indesejáveis. O uso
de produtos de imitação (por vezes contendo conservantes e/
ou aditivos) pode ser prejudicial para esta dieta.
FLORA UNIVERSAL /Lagoa Azul
1227 Dundas St. W. Toronto, M6J 1X6
Email: ervanaria@bam-internacional.com
www.florauniversal.com
FACTO - Peixe é incrivelmente bom para nossa saúde. Rico em nutrientes, os vários benefícios
FACTO - Peixe é incrivelmente bom para nossa saúde. Rico em nutrientes, os vários
benefícios mostraram ser extremamente benéficos para nossa saúde e bem estar em geral.
Escolha ter peixe a sua mesa pelo menos 4 dias por semana. Seu corpo vai agradecer.
PARA ENCONTRAR PEIXE MAIS FRESCO
SOMENTE NO MAR.