Você está na página 1de 4

A vida que agora vivo …

Pastor Alcenir Oliveira


Atlanta
14 de setembro de 2008

Galatas 2:17-21
17 - Mas se, procurando ser justificados em Cristo, fomos nós mesmos também achados
pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De modo nenhum.
18 - Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo
transgressor.
19 - Pois eu pela lei morri para a lei, a fim de viver para Deus.
20 - Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a
vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se
entregou a si mesmo por mim.
21 - Não faço nula a graça de Deus; porque, se a justiça vem mediante a lei, logo Cristo
morreu em vão.

Em estudo bíblico discorremos rapidamente sobre o conceito de igreja visível e


invisível. A igreja visível é a congregação daqueles que se reúnem em nome de Jesus
Cristo. Entretanto, a igreja invisível é o total de todos os que foram salvos no passado e
no presente. Mas nós não temos como identificar exatamente se aqueles que estão na
igreja visível são membros da igreja invisível.

A igreja invisível só Deus é capaz de reconhecer. Nós só conseguimos identificar


as pessoas exteriormente, através do que nela pode ser considerado como característica
de um verdadeiro crente. Porém, o interior delas nós não podemos conhecer, só Deus.
Mesmo quando as pessoas nos declara que são crentes, acreditamos, mas só Deus
conhece a verdadeira atitude da pessoa.

As nossas conclusões são julgamentos humanos baseados na nossa percepção que


muitas vezes é influeciada pelos nossos preconceitos, que são:
• conceitos que nós adquirimos sobre determinadas coisas
• comportamentos que nós admitimos como absolutamente corretos porque
todos assumem que são absolutamente corretos
• rótulos que criamos por causa de certos fatos bons ou ruins relacionados às
pessoas.
Muitos de nós, quando olhamos para uma pessoa, fazemos um raio-x completo
dela e damos o diagnóstico: baixinho, gordo, negro, branquelo, tagarela (dá bom-dia
cavalo!), tímido, bonitinho, perua, chato, antipático ... em resumo, não fui com a cara
dele ou dela. Ou o contrário disso tudo: alto, comedido, inteligente ... as mulheres diriam
“o cara é bonito 5 metros em volta – ah! Se ainda fosse o meu tempo ...

Se fossemos tentar distinguir quem faz parte da igreja invisível, talvez pelo nosso
raio-x ficassemos com dúvidas até sobre nós mesmos.
Mas Deus nos conhece ...

A vida que agora vivo ...

Esta afirmativa nos leva a refletir sobre: a vida no passado, a vida de agora e a
vida no futuro. A vida que agora vivo cria um círculo em torno do nosso presente e nos
leva a refletir sobre o que nós somos, o que estamos fazendo, que queremos, e o que
cremos e qual o nosso propósito na vida.

A VIDA NO PRESENTE
O drama da provisão: nós vivemos tensos, preocupados com o que vamos
ganhar, se será suficiente para pagar as contas, não faltar o alimento, pagar escola, nos
dar um certo conforto, acompanhar a sociedade no que é oferecido de melhor no
consumo. Preenchemos nosso tempo, não temos tempo para mais nada.
Quando começa a faltar trabalho, como temos visto, as pessoas começam a ficar
tensas, a perder as esperanças de certas realizações ...

O drama dos relacionamentos: as pessoas vivem inseguras com seus


relacionamentos. Casamentos se desfazem ou o casal vive em conflito constante - têm
problema de incompatibilidade de gênio. Insegurança, desentendimento, carência, e todos
os problemas emocionais que surgem daí os levam a doenças de ordem piscológica, como
depressão e outros. Relacionamentos de amizade se desfazem muitas vezes porque somos
intolerantes, fofoqueiros, caluniadores ...

O drama espiritual: a espiritualidade hoje é muito complexa. O mundo moderno


oferece tanta buginganga que as pessoas não têm mais tempo para refletir sobre si
mesmos e sobre o que significam no universo, não têm tempo prá Deus.
As pessoas hoje relacionam espiritualidade com propriedade, com receber de
Deus. Buscar Deus significa buscar benção. Ser abençoado espiritualmente é receber
saúde física, cura, benefício material, sucesso, viver em paz prosperidade nos negócios,
no trabalho, na carreira, ter uma família saudável.
Quando falamos de espiritualidade nós pensamos em nós não como seres
espirituais restritos ao nosso mundico, com nossa insignificância, em busca sempre de
coisas mais insiginificantes ainda.
Quando falamos sobre espiritualidade nós pensamos em puritanismo:
começamos a criar leis de santidade, começamos a ligar espiritualidade com “menos
pecado”, ou estar menos sujeito a pecar.
Nós não entendemos que a espiritualidade é nos ver como seres espirituais em
um corpo físico; Refletirmos sobre Deus, sobre sua grandeza; nos aproximarmos de Deus
através da oração, da meditação, da reflexão, da adoração, do louvor, da vida com Deus,
do caminhar com Deus; do entendimento do que é realmente crer.
A espiritualidade está baseada em um relacionamento pessoal com Deus. Mas
um relacionamento não em que o vemos como alguém que se der, se não houver um
trabalho qualquer, ou algo mais importante nós vamos visitá-lo uma vez por semana.
Muitas vezes Deus se manifesta de forma nitidamente espiritual na vida
daqueles que andam com Deus. Esta semana ouvi três fatos muito interessantes:
- O pastor Sandro teve o visto no Consulado Americano concedido de forma
totalmente incomum depois de já ter desistido.
- O pastor Almir encontrou com uma senhora em Nova York que disse muitas
verdades sobre o que estava acontecendo com ele sem nunca tê-lo visto.
- O William contou o caso de uma ressurreição de um paciente terminal.

A VIDA NO PASSADO
A maioria de nós é o resultado do vimos construindo pela vida. Temos uma
visão e na esperança de um dia alcançar certos alvos prioritários em nossa vida,
chegamos ao que somos hoje.
O que somos hoje reflete o que fomos no passado. Geralmente, no passado nós
lutamos para criar condições de fazer o nosso futuro diferente do nosso passado.
Quem nunca ouviu a pergunta “o que você quer ser quando crescer”?
Entretanto, a salvação, a expectava da consumação do Reino de Deus, ir morar
com Cristo, alimenta também o nosso futuro e o nosso caminhar com Deus.

COMO É O NOSSO AQUI E AGORA?

Para Paulo, agora já não era ele mais quem vivia.


Paulo dá um dos maiores testemunhos de vida consagrada ao senhor. Paulo está
falando do Saulo de Tarsus, aquele militante que perseguia a igreja. Aquele Paulo que
encontrou com Cristo no caminho de Damasco e caiu literalmente do cavalo. Quando se
levantou era outra pessoa. O Saulo não vive mais.
A vida que vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus ...
Todas coisas do passado ficaram no passado. Agora ele reflete a imagem do
corpo de Cristo. Cristo vive em mim ... o homem velho morreu com Cristo, a vida dele
foi substituída por Cristo. Esta é a verdadeira transformação que acontece quando
cremos, quando aceitamos o sacrifício do cordeiro, e somo trasformados.

O DILEMA DE PAULO
Paulo, como já tive oportunidade de mencionar, enfrentava uma igreja cheia de
problemas em Gálatas.
Ele é tão duro que chega a perguntar o que os enfeitiçou, quem colocou feitiço em
neles. Começam a ser invadidos por pregadores que transmitem inverdades perigosas,
enganando a muitos com afirmações contrárias ao evagelho.
Hoje em dia há pregadores que, por motivações pessoais às vezes, e outros por
descuido ou por que seguem seus colegas sem questionar as verdades, se dedicam a
pregar ensinamentos que devirtuam as verdades do evangelho.
Muitos pregadores passam a usar o imperativo, a criar verdadeiras leis em suas
exortações e rapidamente o evangelho da salvação pela fé é substituído por leis. E as
pessoas não podem frequentar a igreja se não observar esses regulamentos.
Há estórias de pessoas que, desejosas de permanecer em certas igrejas, fingem
falar línguas porque é um sinal de que podem ser aceitas na comunidade.
Na igreja de Gálatas, os Judeus-Cristãos começaram a impor sobre os irmãos a
circuncisão; começaram a achar que por serem Judeus anteriormente eram mais
importantes, eram diferentes, teriam que fazer a circuncisão prevalecer.
Paulo confronta Pedro porque de uma hora para outra o grande apóstolo, que era
Judeu, passou a preferir comer com os Cristãos-Judeus e deixar os Gregos e outros em
segundo plano.
Esses crentes começam a perverter o evangelho de Cristo.
É nesse momento que Paulo surge com a força de um guerreiro espiritual, e os
adverte do erro que estavam cometendo.
Vejamos quão estrondosa é a advertência de Paulo:
“Vocês Gálatas são uns idiotas! Quem os enfeitiçou? Diante dos seus olhos Jesus
foi claramente crucificado. Eu gostaria de saber apenas uma coisa de vocês: vocês
receberam o Espírito por observar a lei, ou por acreditar no que vocês ouviram? Vocês
são tão idiotas assim? Despois de começar com o Espírito, estão agora tentando alcançar
o alvo através de esforço humano? Vocês sofreram tanto para nada – se foi realmente para
nada?
Deus dá a vocês o Espírito e realiza milagres no meio de vocês porque vocês
guardam, praticam a lei, ou é porque vocês crêem no que vocês ouviram? (Gálatas 3:1-
5)”
Paulo agora os adverte que quando somos batizados em Cristo somos revestidos
com Cristo. Os símbolos e marcas, como a circuncisão e os sacrifícios da lei, não são
mais requisitos para sermos parte da promessa feita em Abraão, nós todos “judeus,
gregos,brasileiros, americanos, hispanos, africanos, árabes, qualquer nacionalidade,
escravos, livres, doutores, médicos,políticos, pastores, bispos, empresários, house-
cleaners, trabalhadores de construção e de landscaping, mulheres e homens, novos e
velhos, somos todos um em Cristo Jesus”. Se estamos em Cristo, somos novas criaturas e
portanto somos todos um em Cristo Jesus.
Paulo diz literalmente em Galatas 3:26-29: Vocês são todos filhos de Deus
atraves da fé em Jesus Cristo, porque todos vocês que foram batizados em Cristo se
revestiram de Cristo. Não são nem judeus nem gregos, escravos ou livres, machos ou
fêmeas, porque vocês são todos um em Cristo Jesus. Se vocês pertecem a Cristo, então
vocês são sementes de Abraão, e herdeiros da promessa.

Essa lição é para todos nós. Somos filhos de Deus através da fé em Cristo Jesus,
pertencemos a ele, somos sementes de Abraão e herdeiros da promessa. Amém!

Interesses relacionados