Você está na página 1de 2

UNIVASF Universidade Federal do Vale do So Francisco Colegiado de Medicina Disciplina: Medicina Geral da Criana II Aluna: Camila Arcanjo Alves

s Caso Clnico 1. Principais hipteses diagnsticas. Justifique-as sumariamente. Lactente sibilante Hiperresponsividade das vias areas A criana apresenta quadro clnico clssico de hiperresponsividade das vias areas, com sintomas como dispnia; tosse seca que piora noite e pela manh; sintomas episdicos; histria familiar positiva de atopia (me com rinite); melhora com medicao (possivelmente broncodilator); e mais de trs episdios de sibilncia no ltimo ano. A criana apresenta fatores de risco para lactente sibilante como histria familiar de atopia, exposio ao tabaco, infeces respiratrias virais, introduo precoce em creches. O aleitamento materno pode ser considerado um fator protetor para sibilncia na infncia e esse paciente recebeu leite materno por apenas 15 dias. Como se trata de um paciente com apenas 1 ano e 10 meses no possvel confirmar o diagnstico de asma baseado no critrio de que muitos lactentes sibilantes so considerados transitrios. Alm disso, essa criana no preenche os critrios clnicos que a classificam como alto risco para sibilncia persistente e com provvel diagnstico de asma. Rinite alrgica Histria familiar de atopia, introduo precoce de frmulas infantis e exposio alrgenos, como s infeces respiratrias e ao tabagismo paterno, so fatores de risco para rinite alrgica aos quais o paciente est exposto. Nariz obstrudo e com muita secreo, prurido ocular, cornetos hipertrofiados e plidos, palato em ogiva e mordida aberta so caractersticas de rinite alrgica. Dermatite atpica A presena de pele muito seca, com prurido intenso e descamao, descamao em couro cabeludo e eczema em regio malar bilateral, associados ao quadro de atopia familiar so sugestivos de dermatite atpica. Amigdalite aguda viral Apesar da ausncia de febre, a presena de hiperemia e hipertrofia de amgdalas e a geral associao do quadro de tosse seca resfriados, faz suspeitar de amigdalite aguda viral.

2. Descreva a conduta imediata e a mdio prazo. Conduta imediata: 1. Internar 2. Monitorizar 3. Nebulizao com beta-2-agonista + Oxignio a cada 20 minutos Fazer 3 vezes Avaliar ao trmino 4. Anti-histamnico 5. Hidratao da pele Conduta a mdio prazo: 1. Orientar a importncia de evitar a exposio alrgenos Controle de ambiente 2. Manter hidratao da pele 3. Procurar um mdico assistente para acompanhamento 4. Avaliao de atopia Dosagem de IgE srica total e IgE especfica 3. Destaque ao menos 03 fatores de risco ligados ao diagnstico na histria clnica. Me com histria de atopia Infeces respiratrias virais Exposio fumaa do tabaco Alrgeno Introduo precoce em creches Aleitamento materno apenas por 15 dias

Você também pode gostar