Você está na página 1de 12

Pena de Talião – é um Princípio, não uma lei.

É uma ideia que indica que a pena para o delito é equivalente ao dano causado neste.

Falso testemunho – tratado com severidade pelos povos antigos porque provas materiais em mais difíceis

Código de Hamurabi Utiliza este princípio no tocante a danos físicos, chegando a aplicá-lo radicalmente mesmo quando, para conseguir equivalência penaliza outras pessoas que não o culpado Separa uma causa de morte que envolve pagamento, nesta ultima o ônus do falso testemunho é o pagamento da pena do processo

Direito Hebraico Este princípio era utilizado entre os hebreus mas de maneira mais amena que entre outros povos porque outros princípios limitavam sua aplicação com a individualização de penas Uma única testemunha não é suficiente contra alguém. A causa será estabelecida pelo depoimento pessoal de 2 ou 3 testemunhas. As penas para falso testemunho eram pesadas: pena para falso testemunho é equivalente á pena que o acusado teria se fosse condenado

Código de Manu

Uma testemunha não pode ficar calada, pois isto é considerado falso testemunho. As testemunhas devem ser admitidas dentro de parâmetros muitos estreitos. “Art. 49 devem-se escolher como testemunhas, para as causas, em todas as classes, homens dignos de confiança. Conhecendo todos os seus deveres, isentos de cobiça, e rejeitar aqueles cujo caráter é o

Testemunha poderia passar por uma prova. As mulheres eram consideradas inconvenientes por sua inconstância. Falso testemunho – as penas podiam ser em vida ou na pós- . de profissionais. Algumas pessoas podiam ser tomadas como testemunhas apesar de não serem ideais e somente poderem ser usadas em casos excepcionais e em condições predeterminada.” Uma série de tipos de pessoas. de indivíduos em certas condições emocionais. Testemunhas mulheres – somente para outra mulher. também não podiam testemunhar.oposto a isso.

Trafico – Estupro Escravos – havia duas maneiras básicas de tornar-se escravo na antiguidade como um todo. é um roubo. Como prisioneiro de guerra ou por não conseguir O estupro sem pena para a vítima era previsto somente para “virgens casadas” (mulheres que tenha o contrato de casamento firmado ainda não coabitavam com os maridos) Limita o tempo de escravidão por dívida . à vista do proprietário. em sua ausência é furto. “Art. Gaza. ou Aço.vida. 329. O estupro sem pena a vítima é previsto. A ação de tirar uma coisa com violência. embora em um caso específico: o da mulher ter sido violentada em um lugar onde poderia ter gritado sem que míngüem a ouvisse Prisioneiros de guerra não israelita eram vendidos como escravos ou podiam ser comprados em Tiro. Roubo Receptação e Penaliza tanto o que roubou ou furtou quanto o que recebeu a mercadoria roubada O Código explicita a diferença entre os dois delitos. do mesmo modo que o que se nega ter recebido.

Mas neste caso a mulher para repudia o homens deveria ter uma conduta ilibada. etc. Mesmo assim teria que haver algo “vergonhoso” na esposa para que o esposo pudesse repudiála. Qualquer dos cônjuges podia repudia o outro por má conduta. ”defeitos de fertilidade” (incluindo aí o caso de só ter filhas mulheres) e de mortalidade infantil também poderiam ocasionar a . Quando após seis anos o escravo deixasse a casa do senhor deveria receber algo (rebanho.) Somente os homens podem divorciar-se às mulheres ao cabe a iniciativa. ou seja.pagar dívida e assim ter que entregar-se a si mesmo. nas mãos dos Fenícios. Proibida a compra de escravo israelita por israelita. a esposa ou os filhos Divórcio – todos os povos da antiguidade prevêem o divórcio O marido podia repudias a mulher nos casos de recusa ou negligência em seus deveres de esposa e donade-casa. A separação somente poderia ocorrer caso a deficiência fosse da esposa. embora um israelita pudesse vender a si mesmo como escravo. A escravidão não poderia ser eterna. era o marido quem dicidia a separação.

mesmo porque este é um povo que admite concubinato. ela seria acusada de adultério e ele cúmplice de adultério e se a mulher fosse solteira. separação. no máximo. não comprometida. somente co seu consentimento Considerado crime. entretanto o O peso maior do crime de adultério esta sobre a mulher cada. mesmo que doente. Os que praticam a sedução. se um homem saísse com uma mulher cada. sem necessariamente cometerem adultério ou fazerem as mulheres cometem-no devem ser punidos. Fidelidade no casamento é exigida no casamento por lei. não haveria crime nem cumplicidade. Quando pegos. há um certo puritanismo neste povo que leva o peso crime também para o homem.Adultério Somente a mulher cometia crime de adultério. cúmplice. o homem era. a mulher considerada virtuosa. não poderia ser rejeitada. . os adúlteros pagavam com a vida. Desta forma.

– se o casão após adotar. que conhece a vantagem da observação das cerimônias fúnebres e o mal resultante de sua omissão. Caso este ensino não estivesse sendo feito.585. – se a criança ao se adotada. tinha que ser devolvida. o adotado deveria voltar à casa paterna.” . tivesse filhos e desejasse romper o contrato “art.Adoção código prevê o perdão do marido Esta sociedade foi bastante humana no tocante á adoção veja: . não poderia mais ser reclamada. quando um homem toma para filho um rapaz da mesma classe que ele. .se uma criança fosse adotada logo após seu nascimento.se a criança fosse adotada para aprender um ofício e o ensinamento estivesse sendo feito. ela não poderia ser reclamada. e dotado de todas as qualidades estimadas em filho este filho é chamado filho adotivo. já tivesse mais idade e clamasse por seus pais.

para o irmão mais velho. Na morte dos pais a herança ia. se o primeiro a escolher sua parte. por exemplo. pois estas já haviam recebido o dote. já que mulheres tinham direito apenas ao dote). a sociedade hammurabiana. na hora da partilha. No caso da divisão da herança.” A herança neste código tem um cuidado bastante especial.Herança primogenitura e de adoção. geralmente. O primogênito era beneficiado em detrimento dos outros filhos (homens. os bens não ficavam somente com o filho mais velho. estavam excluídas da herança as filhas já casadas. Era previsto. não previa a primogenitura. ou seja. Este beneficia era garantido mesmo que o primogênito tivesse como mãe uma das mulheres do pai que este “não gostasse. que aqueles que por impedimento não podiam cuidar de seus próprios bens recebidos em herança teriam como tutor da mesma o rei. A tendência era sempre dividir em partes iguais indiferentemente de quem era a mãe da criança bastava o reconhecimento do pai. entretanto este poderá. que ficaria responsável pelos irmãos – desde que este não renunciasse a este direito. o adotado teria direito a uma parte do patrimônio deles a título de indenização. Esta tendência em beneficiar o mais velho dos filhos se dava baseada na crença de que o . As filhas solteira.

primeiro filho homem nascido dava ao homem a condição de pai e. receberiam seu dote das mãos dos irmãos. ou frutos de casamento. assim sanava sua dívida espiritual com os antepassados . é muito cara aos Processo As leis babilônicas desta época permitem e prevêem a mistura do sagrado e do . podiam ser deserdados. mesmo reconhecidos. o pai ou a mãe deve herdar de sua fortuna. de não cometer injustiças. Mas os filhos. que a mãe do pai ou a avó paterna tomem os bens na falta de irmãos e de sobrinhos. Visto que os Sudras tinham que repartir a herança de maneira igual. Quando não havia herdeiros descendentes: se um filho morre sem filhos e sem mulher. ou melhor. A questão da justiça. a mãe sendo morta. mas para isto deveria haver um exame por parte dos juízes.quando casassem.este benéficos ao primogênito era somente para as três primeiras castas.

embora a justiça leiga tenha tido maior importância q a sacerdotal à época de Hammurabi. o homicídio e. mesmo porque ter o “sangue de um justo nas mãos” é um pecado gravíssimo para eles. Neste sentido. sem hesitação a quem se atire sobre ele para assassinálo. praticamente. nem culpa. já que.profano no julgamento. quando . Não se deve utilizar o termo “culposo” para um povo que não concebia negligência. era utilizado como base na penalização do que cometeu homicídio “sem querer”. não admite julgamento sem investigação ou julgamento por forças naturais ou deuses. Esta legislação prevê como de resto todas as outras. este povo se difere um pouco de outros. Mesmo que a vítima seja um Brâmane: “Art. O juiz leigo não poderia altera seu julgamento após o encerramento do processo Homicídio Hebreus. imperícia ou No código de Manu há a possibilidade de não haver pena. no caso de homicídio em legítima defesa. Um juiz podia ser um leigo. o Princípio da Pena de Talião. na Antiguidade. Se não tem nenhum meio de escarpar. um sacerdote e até forças da natureza. um homem deve matar.347.

imprudência como causa de homicídios ou danos. até mesmo porque. no AT falta o conceito que hoje temos. elas casavam-se ainda muito crianças “Art. segundo a lei. fosse seu direto. a um mancebo distinto. embora ela não tenha chegado ainda à idade de oito anos em que a devam casar”. de exterior agradável e da mesma classe. È. mas era um assunto puramente particular entre duas famílias. 505. especificamente no caso da mulher. na Mario parte das vezes.” Nesta sociedade muitas crianças já nasciam “prometidas em casamento” e. A defloração no . ou uma criança ou um ancião: ou ainda Brâmane muito versado na Escritura Santa. Este não era de direito religioso ou civil. Matrimônio É interessante notar que não há em hebraico uma palavra que seja sinônimo de matrimônio. que um pari deve dar sua filha em casamento. Defloração O caso aplica-se mesmo. esta não era uma escolha pessoal.

e ela ficará sendo sua mulher. uma vez que abusou dela.364.à mulher virgem não comprometida “ Se um homem encontra uma jovem virgem que não está prometida.’ Fraude A legislação hebraica proíbe a utilização de pesos e medidas Código de Manu era definida como sendo feita sem o uso do órgão sexual e era punida severamente “Art.” Muitas leis antigas não abordam a questão da . um multa de 600 pana. Quando a rapariga tem consentido nisso. mas é preciso pagar 200 panas de multa para impedi-lo de reincidir. aquele que a poluiu dessa maneira. e a agarra e se deita com ela e é pego em flagrante. não deve ter os dedos cortados. O homem que. se é da mesma classe. por orgulho. além disso.” “Art.365. macula violentamente uma rapariga pelo contato de seus dedo terá dois dedos cortados imediatamente. e merece. o homem que se deitou com ela dará ao pai da jovem 50 ciclos de prata. Ele não poderá mandá-la embora durante toda a sua vida.

bem como e empréstimo a juros entre israelitas. ou apenas o fazem sem prever sanção alguma. “Não terás na bolsa dos tipos de pés: um pesado e outro leve. uma grande e outra pequena fraude. Não terás em tua casa dois tipos de medida. O Código de Manu prevê este delito e prevê multa para ele. . “Art.diversos. deve sofre uma multa de oito vezes o valor dos objetos. que vende ou compra em hora indevida ou que dá falsa avaliação de sua mercadoria.397. aquele que frauda os diretos.