Você está na página 1de 2

NOTÓRIO SABER

HUGO DE BRITO MACHADO Advogado, Professor Titular de Direito Tributário da Universidade Federal do Ceará e Desembargador Federal do Tribunal Regional Federal da 5.ª Região (Aposentado)

Sempre existiu e sempre existirá inevitável descompasso entre

o formal e o substancial. O título que qualifica alguém como Doutor,

afirma que tal pessoa possui certos conhecimentos em determinada área

do saber humano. Mas tal afirmação é verdadeira em sentido formal. Pode

ser, e pode não ser verdadeira em sentido material. Por outro lado, se

considerarmos apenas as qualificações afirmadas por esse título, e

imaginarmos que os cursos nos quais é ofertado foram ministrados, na

origem, por quem dele não dispunha, teremos de concluir, em flagrante

incoerência, que os alunos sabem mais do que os professores. Assim, nas

instituições de ensino formal buscou-se uma forma para evitar tamanha

incoerência, criando-se o título de notório saber para qualificar pessoas

que, desprovidas do título, são consideradas possuidoras do conhecimento

com o mesmo atestado. A expressão notório saber tem sido utilizada

pelas Universidades brasileiras para qualificar o professor que não fez

curso de doutorado e que, por isto mesmo, não tem o título de doutor,

mas possui conhecimentos equivalentes. Foi o caminho encontrado para

formalizar um título capaz de atestar conhecimento adquirido fora do

ensino formal. Há quem faça distinção entre o notório saber e o notável

saber. Notável é expressão valorativa. Diz a efetiva qualidade positiva do

saber de alguém em determinada área do conhecimento. É qualidade do

saber que merece atenção, respeito e aplauso. Pode até ainda não ter sido

notado, nem aplaudido, mas merece ser notado, respeitado e aplaudido.

Notável digno de apreço ou louvor (Novo Aurélio, pág. 1417). Já notório é

o que é público, conhecido de todos (Novo Aurélio, pág. 1418). Notório,

portanto, é o que é notado, é conhecido, referido, respeitado e aplaudido,

com ou sem merecimento. A palavra notável implica avaliação de

, referido, respeitado e aplaudido, com ou sem merecimento. A palavra notável implica avaliação de 23/06/2005

23/06/2005

Notório Saber

qualidade, envolve sempre o subjetivismo do avaliador. Já a palavra notório indica algo objetivamente observado e que pode por isto mesmo ser comprovado. É possível que nem exista tanta diferença, porque geralmente o que se faz notório é notável. Afinal tudo é mesmo muito relativo e os conceitos geralmente albergam inevitáveis áreas de imprecisão. Mas é indiscutível, em qualquer caso, que há uma grande diferença entre a verdade real ou material do que se afirma, e a verdade formal, e quanto à afirmação de conhecimentos, albergada pelos títulos, inclusive o de doutor, não é diferente. Por isto mesmo se fazem indispensáveis as formas de adequação, capazes de viabilizar a aceitação da verdade real sobre o conhecimento de alguém em determinado domínio do saber humano, especialmente nas Universidades, para que não se deixe de utilizar o trabalho de pessoas que, não possuindo o título, possuem conhecimento suficiente ao desempenho de certas atividades para cujo exercício o título é exigido. Foi por esta razão que sugerimos à Universidade Federal do Ceará a outorga do título de notório saber ao Professor Napoleão Nunes Maia Filho. Quem ler qualquer dos livros de sua autoria verá que se trata de pessoa dotada de saber jurídico não apenas notório, mas sobretudo notável. Napoleão Nunes Maia Filho conhece Direito como poucos neste País. Merece, portanto, o título de notório saber, cuja outorga vai em muito ajudar no desenvolvimento de tarefas do Curso de Mestrado em Direito da Universidade Federal do Ceará, permitindo ao ilustre Professor o desempenho de atividades privativas dos doutores.

2 23/06/2005

2

23/06/2005

23/06/2005