Você está na página 1de 31

Projeto Híbrido de

Telecomunicações

Conceitos sobre projetos de lógica e voz


em uma empresa

José Augusto Coeve Florino


augusto.florino@hotmail.com
O que é um projeto híbrido?

É a compatibilizarão de duas tecnologias


em um só lugar.
Ou seja ao mesmo tempo que transmitimos
um sinal de telefone também podemos
transmitir um sinal lógico para
computadores.
O que precisamos saber!

-No caso, vamos falar sobre funcionamento


de uma empresa e não de máquinas.
-Precisamos conhecer o local, para poder
atender melhor suas reais necessidades.
-Ocorrem mudanças em Layout até 4 vezes
ao ano.
Iniciando o projeto
Cada etapa de um projeto rende seus próprios benefícios, acarreta seus próprios custos
e, na mesma medida, exige recursos próprios. Dessa forma, um projeto deve incluir um
conjunto de requisitos e critérios baseados em especificações que devem ser satisfeitas
para que ele atenda as necessidades do seu cliente.

O que é necessário para o sucesso


de um projeto?
A capacidade profissional de quem o desenvolve, as qualidades pessoais das pessoas
envolvidas no processo de elaboração de um projeto, mas também é importante
considerar o papel dos demais recursos envolvidos, principalmente o financeiro.
Não é difícil entender que uma organização que dispõe de amplos recursos tem maior
probabilidade de ser bem–sucedida ao empreender um projeto que outra cujos recursos
sejam deficientes.
Em outras palavras, devem considerar todos os meios disponíveis, sejam eles
humanos, materiais ou financeiros, necessários para a efetivação do projeto.
Fases do projeto

Fase 1 do projeto

Engenharia Civil

Projeção das estruturas


Fases do projeto

Fase 2 do projeto

Arquitetura

Desenvolvimento de Layout
Fases do projeto

Fase 3 do projeto

Engenharia de Telecomunicações

Projeção do ponto híbridos


Vamos para o AutoCad
Exemplos de Pontos Híbridos
Estrutura de um Rack Lógico
É composto por:
Voice Painel
Patch Painel
Guia Horizontal
Switch
DIO
Rack
Modem
Elementos de um rack
voice painel
Aplicação

Sistemas de Cabeamento Estruturado para tráfego de voz, uso interno, para cabeamento
horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações na função de distribuição de
serviços em sistemas de telefonia.

Descrição

Painel frontal em aço com pintura resistente à corrosão e a riscos, na cor preta;
Disponível com 50 portas RJ-45;
Largura de 19” e altura de 1U (44,45 mm);
Compatível com conectores plug RJ-11;
Empregam conjuntos de contatos em bronze fosforoso com uma camada mínima de
1,27mm de ouro sobre 2,54 mm de níquel;
Possui 2 pares por porta – pinos 3,4,5 e 6.

Características

Fornecido com guia traseiro para melhor organização dos cabos;


Fornecido com acessórios para fixação
Produto com homologação "UL Listed”;
Elementos de um rack
Painél de Conexão( Patch Panel)
Aplicação
Sistemas de Cabeamento Estruturado
para tráfego de voz, dados e imagens,
segundo requisitos da norma
ANSI/TIA/EIA-568B.2 (Balanced
Twisted Pair Cabling Components),
para cabeamento horizontal ou
secundário, em salas de
telecomunicações (cross-connect) na
função de distribuição de serviços em
sistemas horizontais e em sistemas
que requeiram margem de segurança
sobre especificações normalizadas
para a Categoria 5e, provendo suporte
às aplicações como GigaBit Ethernet
(1000 Mbps).
As condições e locais de aplicação são
especificados pela norma
ANSI/TIA/EIA-569 - Pathway and
Spaces.
Elementos de um rack
Painél de Conexão( Patch Panel)
Elementos de um rack
Guia Horizontal
Aplicações
Sistemas de Cabeamento Estruturado, uso interno, para instalação em racks ou brackets,
vertical ou primário, em salas ou armários de distribuição principal; ou para cabeamento
horizontal ou secundário, em salas de telecomunicações (cross-connect), na função de
organização e acomodação de cabos.

Descrição
Confeccionado em aço.
Acabamento em pintura epóxi de alta resistência a riscos na cor preta.
Produto resistente e protegido contra corrosão, para as condições especificadas de uso em
ambientes internos (EIA - 569).
Apresenta largura de 19", conforme requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-310D.
Sua construção permite melhor visualização, identificação e manobra dos cabos
acomodados.
Disponível com altura de 1U.
Possui régua para identificação das portas (24/48).
Não ocupa unidades de rack (Us) devido a sua característica única de instalação na mesma
posição do patch panel. (Zero-U).
Produto compatível com os patch panel Gigalan e descarregados de 24 portas 1U.
Compatível com o patch panel descarregado alta densidade 48 Portas 1U carregado com até
48 adaptadores LC Duplex.
Elementos de um rack
Switch

Definição de Switch
Switches são dispositivos que
filtram e encaminham pacotes
entre segmentos de redes locais.
Um switch funciona como um nó
central de uma rede em estrela.
Ele tem como função o
chaveamento (ou comutação)
entre as estações que desejam se
comunicar.
Switch
Os switches permitem que os
usuários de redes de
computadores troquem
informações e compartilhem
recursos, obtendo o máximo
de performance da rede.
Os switches podem ser
utilizados em uma rede ao
nível de grupos de trabalho,
departamentos e backbone.
São especialmente indicados
nas situações de
congestionamento de tráfego,
que pode ocorrer no acesso a
um servidor de uma rede
local ou a um backbone
corporativo de uma LAN
compartilhada
Switch
Elementos de um rack
DIO – Distribuidor interno óptico
Aplicação
Sistemas de Cabeamento
Estruturado para tráfego de voz,
dados e imagens, segundo
requisitos da norma ANSI/TIA/EIA-
568B.3, uso interno e instalação em
paredes, para cabeamento vertical
ou primário, em salas ou armários
de distribuição principal, na função
de administração e gerenciamento
de backbones ópticos, ou para
cabeamento horizontal ou
secundário, em salas de
telecomunicações (cross-connect),
na função de distribuição de
serviços em sistemas ópticos
horizontais. As condições e locais
de aplicação são especificados pela
norma ANSI/TIA/EIA-569 – Pathway
and Spaces
Elementos de um rack
Rack
Será do tipo fechado, em
alumínio ou aço martelado, com
19” de largura e profundidade de
570 mm, que permitirão a
fixação dos painéis de conexão,
guias horizontais de cabos e
dispositivos ativos.
Deverá ser fornecido 1 (uma)
régua com 06 (oito) tomadas
universais - pinos chatos e
redondos (2P + T , 16 A 250 V),
devendo ser utilizada a
polarização NEMA 5/15-16 e
com chave liga desliga;
Elementos de um rack
Modem

Aplicação
O Frame Relay é uma eficiente tecnologia de comunicação de dados usada para
transmitir de maneira rápida e barata a informação digital através de uma rede de
dados, dividindo essas informações em frames (quadros) a um ou muitos destinos de
um ou muitos end-points.
O frame-relay é uma técnica de comutação de quadros efetuada de maneira confiável,
considerando as seguintes características: Redes locais com um serviço orientado a
conexão, operando no nivel 2 do modelo OSI, com baixo retardo e com controle de erro
nos nós.
Os projetistas do frame relay visaram um serviço de telecomunicação para a
transmissão de dados de alto custo-benefício para tráfego do tipo rajada (bursty) nas
aplicações de dados entre redes locais (LANs) e entre end-points de uma WAN, a fim
de atender a estes requisitos.
Vamos para o AutoCad
Solucionador de problemas para estagiários
Projeto Híbrido de
Telecomunicações
Conceitos sobre projetos de lógica e voz
em uma empresa

Obrigado pela presença de todos.

José Augusto Coeve Florino

augusto.florino@hotmail.com