Você está na página 1de 2

PSICOLOGIA SOCIAL

9 de marco de 2009

PSICOLOGIA SOCIAL 9 de marco de 2009 Psicologia Social e as Representações Sociais l Segundo Malrieu

Psicologia Social e as Representações Sociais

lSegundo Malrieu (estudioso francês: lín- gua, pensamento, comunicação e relações sociais - nesta ordem), a representação social se constrói no processo de comu- nicação no qual o sujeito põem á prova, através de suas ações, o valor (vantagens e desvantagens) do posicionamento dos que se comunicam com ele, objetivando e sele- cionando seus comportamentos de papeis que se relacionam passíveis de comporta- mento.

lPosição Social = Vou me comunicar ao outro (processo) = seja verbal ou comporta- mental.

lA representação social se estrutura tanto pelos objetivos da ação do sujeito social como pelos dados que concordam ou que se opõem a eles, exemplo: ambivalência do objeto (minha ação): “é bom - é ruim”.

A bola que é bom brincar - a bola que pode

ser perigosa se pular perto dos vasos de

flores.

A tomada elétrica que a criança não pode

por a mão, mas que liga a TV que diverte.

Toda forma de comunicação: CederXLimite

lNeste processo, a criança vai criando o seu próprio mundo através de percepções, comunicações, representados por objetos pessoais.

A comunicação e a personalização (ID e

Diferenciação (identificação)) determinam

e são determinadas pelas representações

que implicam objetivação, seleção, coorde-

nação das posições do outro e de si. Exem- plo:

Caneta: Significações pessoais para Lean- dro Caneta: Significações pessoais para Luana Representação daquilo que eu faço (coor- deno e percebo). “Tenho posicionamento de que estou melhor do que antes, já escrevo de caneta na escola, sou melhor do quê aquela criança que só escreve á lápis”

lFrancois Flahault analisa as representa- ções sociais, partindo da análise de atos ilucutórios (exemplo: na minha fala (posi- ção) eu me caracterizo por “professora” e quem me escuta(alunos)), isto é, as falas que caracterizam as posições ocupadas pelas interlucutores, de forma de explícita ou implícitas.

Forma Explícita: ordens, pedidos, insultos, um manda e outro obedece. O que fala de forma clara.

Forma Implícita: os indivíduos são donos de oprerar seus posicionamentos, este que

estabelece suas identidades, exemplo: não

é clara, jeitinho de levar sua namorada na

conversa, a mãe. Não se caracteriza a fala ( um posiconamento). É falar para um outro, sem esperar que o outro vá escultar.

lA relação de linguagem como o real sofre

PSICOLOGIA SOCIAL

9 de Marco de 2009

a mediação (eu e o outro) das posições so-

ciais do grupo, exemplo: No meu grupo de 10 pessoas ( que recebe ordens), há dois no comando (que manda) - então digo a posi- ção minha neste grupo, a relação que me deu neste grupo.

lCompreender representações sociais implica conhecer não só o discurso, mas a situação que define o indivíduo que a produz. Exemplo: aquele que já tem uma bagagem, acha legal tal atividade que já tem afinidade. Outro caso fazendo paralea- mento com este: aquele que não tem baga- gem, diz que tem afinidade também.

lEspaço (maneira como relaciono com o mundo) de realização do sujeito (ERS - par- tilhar conhecimento): é o espaço da comu- nicação, da intersubjetividade, das rela- ções sociais que identificam o indivíduo

e assim reproduz a formação social nos indivíduos.

o ERS se apresenta:

1. Com objetivos comuns ao grupo social.

“Nos acreditamos nisso também, nós acha-

mos aquilo também”.

2. Com um conjunto de regras e valores.

“Quero que fulana seja honesta comigo, quero que o rapaz obedeca minha ordem.”

3. Como substância enquanto mediação

de realidades materiais( o que eu tenho) e corporais (o que eu sou), através da lin- guagem.

lConcluindo, para conhecer as represen- tações sociais de um indivíduo, é necessá- rio através dos atos ilocutórios definirmos o lugar que ele ocupa, e através do dis- curso, como seu espaço de constítui nes- ta relação, enquanto realidade subjetiva, socialmente representado e produzido.

Dentro do ambiente social ( relações subje- tivas = em todas as sociedades)