Você está na página 1de 116
INTRODUÇÃO A Coteminas, unidade Campina Grande-PB, através do setor de Gestão de Projetos e Melhoria
INTRODUÇÃO A Coteminas, unidade Campina Grande-PB, através do setor de Gestão de Projetos e Melhoria

INTRODUÇÃO

A Coteminas, unidade Campina Grande-PB, através do setor de

Gestão de Projetos e Melhoria (GPM) realizou no período de 30 de janeiro à 03 de fevereiro de 2012 a Semana da Inovação e Melhorias.

O objetivo do evento é divulgar as ações inovadoras sugeridas

pelos colaboradores e aplicadas no processo gerando melhorias.

Durante a semana foram realizadas as seguintes atividades:

Divulgação das 102 ações de melhoria através de painéis e palestras; Exposição dos produtos Coteminas, linhas Santista e Artex, no show room; Apresentação do Pilates, modalidade
Exposição dos produtos Coteminas, linhas Santista e Artex, no show room; 102 ações de melhoria através de painéis e palestras; Apresentação do Pilates, modalidade inovadora no lazer,
Apresentação do Pilates, modalidade inovadora no lazer, uma parceria Coteminas e SESI;de melhoria através de painéis e palestras; Exposição dos produtos Coteminas, linhas Santista e Artex, no

O trabalho de realização do evento contou com a participação de

colaboradores de todos os setores da nossa unidade.

Os frutos dessas práticas resultam em um ambiente de trabalho harmonioso, com colaboradores motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.

motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.
motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.
motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.
motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.
motivados, contribuindo para o surgimento de novas ideias e proporcionando melhoria contínua para o processo têxtil.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.

Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.

Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
Os melhores momentos da vida acontecem quando cada detalhe ajuda a construir um ambiente harmonioso.
O Show Show Room Room realizado realizado durante durante a COTEMINAS, COTEMINAS, composto composta a
O Show Show Room Room realizado realizado durante durante a COTEMINAS, COTEMINAS, composto composta a

O Show Show

Room Room

realizado

realizado

durante durante

a

COTEMINAS, COTEMINAS,

composto composta

a Semana Semana da

da

Inovação

Inovação

e

e

O

Melhorias Melhorias apresentou apresentou ao ao nosso nosso público público interno interno a linha a linha de de

marcas marcas
marcas marcas
público interno interno a linha a linha de de marcas marcas produtos produtos Santista, Santista, Artex,

produtos produtos

Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras.

pelas pelas

produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
produtos Santista, Santista, Artex, Artex, Calfat, Calfat, Fantasia, Fantasia, entre entre outras. outras. pelas pelas
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
C
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.

v

v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.

Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.

v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
v Foi apresentada para todos os colaboradores a modalidade Pilates, uma parceria Coteminas e SESI.
GPM – Gestão de Projetos e Melhoria A Coteminas unidade Campina Grande-PB através da criação
GPM – Gestão de Projetos e Melhoria A Coteminas unidade Campina Grande-PB através da criação

GPM Gestão de Projetos e Melhoria

A Coteminas unidade Campina Grande-PB através da criação do GPM Gestão de Projetos e Melhoria implantou uma ferramenta baseada na definição de metas e solução de problemas com a participação, envolvimento e comprometimento de todos os níveis hierárquicos.

Benefícios dos projetos:

Redução de custos;de todos os níveis hierárquicos. Benefícios dos projetos: Melhoria da qualidade dos produtos; Melhoria da eficiência

Melhoria da qualidade dos produtos;Benefícios dos projetos: Redução de custos; Melhoria da eficiência na produção; Maior produtividade;

Melhoria da eficiência na produção;Redução de custos; Melhoria da qualidade dos produtos; Maior produtividade; Motivação, maior integração entre

Maior produtividade;dos produtos; Melhoria da eficiência na produção; Motivação, maior integração entre os colaboradores;

Motivação, maior integração entre os colaboradores;Melhoria da eficiência na produção; Maior produtividade; Ambiente de trabalho seguro e harmonioso. Todos esses itens

Ambiente de trabalho seguro e harmonioso.Motivação, maior integração entre os colaboradores; Todos esses itens contribuem para que tenhamos um grande

Todos esses itens contribuem para que tenhamos um grande diferencial e continuemos competitivos no mercado têxtil.

Atualmente a equipe de Gestão de Projetos e Melhoria acompanha o desenvolvimento de 29 projetos,
Atualmente a equipe de Gestão de Projetos e Melhoria acompanha o desenvolvimento de 29 projetos,

Atualmente a equipe de Gestão de Projetos e Melhoria acompanha o desenvolvimento de 29 projetos, conforme lista abaixo:

 

PROJETO

SETOR

LÍDER

1 Melhoria da Eficiência na Fiação

Embratex

Márcio Cavalcanti

2 Melhoria da Eficiência na Fiação

Wentex

Alexsandro Lucena

3 Redução do Retorno de Fitas nas Cardas - Preparação

Embratex

Bernardino Bandeira

4 Redução do Retorno de Fitas nos Passadores - Preparação

Embratex

Bernardino Bandeira

5 Melhoria da Qualidade das Bobinas na Fiação

Embratex

Luzardo Pessoa

6 Melhoria da Qualidade das Bobinas na Fiação

Wentex

João Batista

7 Racionalização do Consumo de Água

Utilidades

Ricardo Farias

8 Melhoria da Eficiência

Tecelagem

Horácio Araújo

9 Redução do tempo de horas paradas por ATAGEM

Tecelagem

Hálisson Liberato

10 Redução do tempo de horas paradas por RUPTURA MÚLTIPLA

Tecelagem

Hálisson Liberato

11 Redução do tempo de horas paradas por DEFEITO MECÂNICO

Tecelagem

Gustavo Marques

12 Redução do tempo de horas paradas por RUPTURA NA TRAMA

Tecelagem

Cícero Márcio

13 Redução do tempo de horas paradas por RUPTURA NO URDUME

Tecelagem

Halison Nóbrega

14 Redução do tempo de horas paradas por DEFEITO ELÉTRICO

Tecelagem

Arthur Torres

15 Melhoria da Qualidade

Tecelagem

Horácio Araújo

16 Melhoria da Qualidade - SOMBRA

Tecelagem

Gustavo Marques

17 Melhoria da Qualidade - MANCHA DE ÓLEO

Tecelagem

Gustavo Marques

18 Melhoria da Qualidade - RALEIRA

Tecelagem

Gustavo Marques

19 Melhoria da Qualidade - CALA SUJA

Tecelagem

Hálisson Liberato

20 Melhoria da Qualidade - TRAMA DUPLA

Tecelagem

Hálisson Liberato

21 Melhoria da Qualidade - FIO QUEBRADO

Tecelagem

Arthur Torres

22 Melhoria da Qualidade - RUPTURA DE TRAMA

Tecelagem

Arthur Torres

23 Redução do Resíduo

Tecelagem

Horácio Araújo

24 Redução do Resíduo Estopa Crua Preparação

Tecelagem

Alexon Magno

25 Redução do Resíduo Estopa Engomada Preparação

Tecelagem

Alexon Magno

26 Redução do Resíduo Estopa Crua Tecelagem

Tecelagem

Hálisson Liberato

27 Redução do Resíduo Estopa Engomada Tecelagem

Tecelagem

Hálisson Liberato

28 Racionalização do Consumo de Ar Comprimido

Tecelagem

Alisson Cavalcanti

29 Redução do Estoque

Almoxarifado

Amilton Cunha

Grupos Cerne Os grupos cerne são compostos por colaboradores da área em que o projeto
Grupos Cerne Os grupos cerne são compostos por colaboradores da área em que o projeto

Grupos Cerne

Os grupos cerne são compostos por colaboradores da área em que o projeto está sendo desenvolvido.

Cada grupo tem um líder e os participantes se reúnem semanalmente ou quinzenalmente com o propósito de discutir as oportunidades de melhorias, como também definir as ações com prazos determinados para resolução do problema.

com prazos determinados para resolução do problema. Brainstorming Reuniões de Sensibilização Priorização

Brainstorming

determinados para resolução do problema. Brainstorming Reuniões de Sensibilização Priorização das causas

Reuniões de Sensibilização

resolução do problema. Brainstorming Reuniões de Sensibilização Priorização das causas Reuniões com grupos cernes

Priorização das causas

resolução do problema. Brainstorming Reuniões de Sensibilização Priorização das causas Reuniões com grupos cernes

Reuniões com grupos cernes

Gestão à Vista Os resultados alcançados nos projetos são acompanhados por todos os colaboradores através
Gestão à Vista Os resultados alcançados nos projetos são acompanhados por todos os colaboradores através

Gestão à Vista

Os resultados alcançados nos projetos são acompanhados por todos os colaboradores através dos quadros de Gestão à Vista distribuídos em pontos estratégicos da empresa, que são atualizados diariamente, possibilitando o acompanhamento em tempo real.

em pontos estratégicos da empresa, que são atualizados diariamente, possibilitando o acompanhamento em tempo real.
em pontos estratégicos da empresa, que são atualizados diariamente, possibilitando o acompanhamento em tempo real.
Indicadores de Desempenho - Exemplos
Indicadores de Desempenho - Exemplos

Indicadores de Desempenho - Exemplos

Indicadores de Desempenho - Exemplos
Indicadores de Desempenho - Exemplos
  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 01 Identificação de paletts Embalagem Rubens Sampaio
  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 01 Identificação de paletts Embalagem Rubens Sampaio
 

AÇÃO

SETOR

COLABORADOR

INOVADOR

01

Identificação de paletts

Embalagem

Rubens Sampaio

02

Reutilização de caixas de papelão

Embalagem

Rubens Sampaio

03

Implementação de fotocélula no CVT

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

04

Melhoria no painel da CTA

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

05

Melhoria no processo de produção das cardas na Wentex

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

06

Proteção de painéis da CTA

Elétrica Wentex

Bruno Andrade

07

Proteção para os servoconversores

Elétrica Wentex

Bruno Andrade

08

Sistema na Liftex

Manutenção e Elétrica Tecelagem

Cristiano

Guimarães

09

Adaptação da proteção da placa Túpulo

Man. e Elét. Tecelagem

Diego Santos

10

Ventilador no compartimento dos conversores dos OE´s

Elétrica Wentex

Josimar da Costa

11

Suporte para os cabos dos carregadores (TCI)

Elétrica Wentex

Gutemberg Cruz

12

Implantação de peça de nylon nas baterias (TCI)

Elétrica Wentex

Gutemberg Cruz

13

Adaptação da chave de ignição dos carrinhos

Elétrica Wentex

Gutemberg Cruz

14

COTÔNIA Troca do sistema elétrico de aspiração

Elétrica Wentex

Marivaldo Rocha

15

Elaboração de proteção para placas RBT5

Elétrica Wentex

Marivaldo Rocha

16

Montagem de chave na esteira da BOA

Elétrica Wentex

Marivaldo Rocha

17

Modificação das escovas de limpeza dos flats móveis da carda C50

Manutenção Embratex

Márcio Cavalcante

18

Modificação do sistema de translação do carro trocado de latas da carda C50

Manutenção Embratex

Márcio Cavalcante

19

Sistema de proteção para o sensor posicom das SE´s

Manutenção Embratex

Rodrigo Herculano

20

Melhoria no sistema de abastecimento de tubetes

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

21

Modificação nos pratos de reserva do fio

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

22

Modificação do sistema de montagem e desmontagem dos discos de apoio D70 Open end

Manutenção Embratex

Walter Nóbrega

23

Programa de teste de ruptura

Produção Tecelagem

Hálisson Liberato

24

Definição do tipo de plástico de proteção a ser utilizado no rolo de tecido evitando contaminação por mancha de óleo

Produção Tecelagem

Adriano dos

Santos

25

Reforma na plataforma dos teares picanol

Manutenção Tecelagem

Walber Macedo

26

Redução das gaiolas dos acumuladores de trama

Manutenção Tecelagem

Walber Macedo

27

Fixação de tampa da carenagem dos teares com imã

Manutenção Tecelagem

Cícero Márcio

28

Tampa protetora para núcleo da chave de liberação no painel Sulzer

Manutenção Tecelagem

Genilson Gomes

29

Planilha de identificação dos artigos a serem produzidos por tear

Produção Tecelagem

Evandro Rodrigues

30

Mudança no revestimento do cilindro prensa dos teares

Manutenção Tecelagem

Bruno Felipe

31

Definição do tipo de mangueira de óleo para os teares

Manutenção Tecelagem

Gustavo Marques

32

Retirada do carretel de desperdício dos teares Picanol

Produção Tecelagem

Cláudio Gomes

33

Setor de Treinamento Atividades Realizadas

Produção Tecelagem

Hálisson Liberato

34

Substituição do rolamento do cilindro de desvio por buchas de nylon

Manutenção

Helder Nihelio

Tecelagem

  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 35 Mudança do número de bobinas nas gaiolas de trama
  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 35 Mudança do número de bobinas nas gaiolas de trama
 

AÇÃO

SETOR

COLABORADOR

INOVADOR

35

Mudança do número de bobinas nas gaiolas de trama

Produção Tecelagem

Júnior Reginaldo

36

Mudança na estrutura dos carros de municiamento

Produção Tecelagem

Antonio Nogueira

37

Ajuste padrão no tear

Manutenção

Rafael Cardoso

Tecelagem

38

Melhoria nos rolos guia da lata

Manutenção Embratex

Walter Nóbrega

39

Recuperação dos rolamentos dos rolinhos de borracha

Manutenção Embratex

Walter Nóbrega

40

Metalização da polia variadora

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

41

Recuperação das válvulas de fole

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

42

Modificação no cilindro - Esteira de pontas do Unimix

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

43

Desenvolvimento de acessórios para montagem / desmontagem da esteira de ponta do Unimix

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

44

Confecção de peça guia para a fita - calandras da sentinela

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

45

Otimização dos custos envolvidos na compra de um interruptor basculante usado no OE Shlafhorst

Elétrica Wentex

Romero Leite

46

Modificação do bocal de sucção do WA

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

47

Recuperação da carcaça do rotor Open End

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

48

Modificação na roldana - Translação do ASW

Manutenção Embratex

Rosiel Cassiano

49

Confecção de bucha de nylon para polia variadora

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

50

Modificação no sistema de coleta do material desviado pelo detector de metais da abertura

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

51

Adaptação do pino de segurança na ponta do cilindro

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

52

Criação de acessório para montagem / desmontagem do motor M90 do passador

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

53

Modificação do trinquete de centralização do WA

Manutenção Embratex

Manuel Jesus

54

Adaptação do carro plataforma para montagem do conjunto de saída da carda C50

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

55

Modificação - porta superior da sentinela (fixação)

Manutenção Embratex

MárcioCavalcante

56

Inserção de uma base na calandra

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

57

Instalação de sistema contra incêndio na CTA 03

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

58

Troca dos contactores auxiliares e instalação dos relés no MPM e VT2

Elétrica Wentex

Marivaldo Rocha

59

Instalação - contactor para reversão do alimentador MS

Elétrica Wentex

Maxsuel Porto

60

Modificação do ângulo da gaiola e retirada de pente auxiliar nas Urdideiras 1 e 2

Man. e Elét. Tecelagem

Halison Nóbrega

61

Substituição do Encoder por sensor óptico e engrenagem nas urdideiras

Man. e Elét. Tecelagem

Vanessa Villela

62

Substituição do acionamento do potenciômetro

Man. e Elét. Tecelagem

Josinaldo Gomes

63

Modificação do acoplamento Eixo de transmissão das gaiolas da engomadeira

Man. e Elét. Tecelagem

Damário Ventura

64

Modificação nas vedações dos mancais da caixa de goma

Man. e Elét. Tecelagem

Halison Nóbrega

65

Sistema de reaproveitamento água-lavagem das caixas de goma

Man. e Elét. Tecelagem

Tiago Cândido

66

Automação pneumática dos cozinhadores

Man. e Elét. Tecelagem

Carlos Lindemberg

67

Modificação no rolamento Seal Master importado

Man. e Elét. Tecelagem

Tiago Cândido

  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 68 Proteção da placa Túpulo por fusíveis (freio e embreagem)
  AÇÃO SETOR COLABORADOR INOVADOR 68 Proteção da placa Túpulo por fusíveis (freio e embreagem)
 

AÇÃO

SETOR

COLABORADOR

INOVADOR

68

Proteção da placa Túpulo por fusíveis (freio e embreagem)

Man. e Elét. Tecelagem

Diego dos Santos

69

Instalação do sensor - detecção do final do rolo (tecido)

Man. e Elét. Tecelagem

Cristiano

Guimarães

70

Acoplamento Motoredutor e Cilindro tracionador (Eng)

Man. e Elét. Tecelagem

Luan Devid

71

Modificação no sistema pneumático Caixas de goma

Man. e Elét. Tecelagem

Jairo de Lima

72

Instalação de sensor de proteção mãos - Inspecionadeira

Man. e Elét. Tecelagem

Glyllf Kennya

73

Modificação do sistema de trnaslação WA´S

Elétrica Embratex

Cláudio Cruz

74

Substituição de fim de curso - Cardas

Elétrica Embratex

Cícero Orlando

75

Substituição do sensor Unifloc Abertura

Elétrica Embratex

Cícero Orlando

76

Instalação de ventiladores na IHM - Cardas

Elétrica Embratex

Fábio de Medeiros

77

Instalação de ventiladores no painel do Open End

Elétrica Embratex

Cícero Orlando

78

Mudança no comando do sistema de resíduos dos OE´s

Elétrica Embratex

Cláudio Cruz

79

Substituição de contator K318 dos WA´s do OE

Elétrica Embratex

Fábio de Medeiros

80

Substituição contator por relé Sistema de segurança OE

Elétrica Embratex

Fabiann Freire

81

Modificação - posicionamento de sensor indutivo - Cardas

Manutenção Embratex

Aderbal Antonio

82

Substituição Multilampadas de sinalização OE´s

Elétrica Embratex

Fabiann Freire

83

Substituição do sistema de movimento hidráulico da inspecionadeira intra por elétrico

Elétrica Embratex

Fábio de Medeiros

84

Automação do sistema de controle dos galpões infláveis

Elétrica Embratex

Washington Luiz

85

Implantação de nivelamento de conhecimento - Elétrica

Elétrica Embratex

Cícero Orlando

86

Troca das telas dos RPF´s

Utilidades

Paulo Ricardo

87

Troca das telas dos WSA´s

Utilidades

Paulo Ricardo

88

Reaproveitamento da água Resfriamento Xorelas

Utilidades

Hélio Felipe

89

Reaproveitamento da água Pluviais e Condensação

Utilidades

José Fernandes

90

Alinhamento- sistema de abrandamento e osmose reversa

Utilidades

Hélio Felipe

91

Adaptação de difusores de ar Seções do Open End

Manutenção Wentex

Alexsandro Lucena

92

Programa eletrônicocontrole da relubrificação Open End

Manutenção Wentex

Alexsandro Lucena

93

Modificação dos rodízios de paleteiras

Manutenção Wentex

Neomísia Duarte

94

Recuperação de adaptadores “placa de canal”

Manutenção Wentex

Nivaildo Santos

95

Mudança do sistema de detecção da rotação do rotor OE´s

Manutenção Wentex

Alexsandro Lucena

96

Substituição das correiasAcionamento do ventilador OE´s

Manutenção Wentex

Everton Coelho

97

Adaptação de plataforma elevatória ‘Zeloso” para manutenção do mecanismo de trnaslação ASW

Manutenção Wentex

Alexsandro Lucena

98

Modificação do bloco de válvulas do carro emendador

Manutenção Wentex

Alexsandro Lucena

99

Modificação do disco porta-tubetes - Modelo Universal

Manutenção Wentex

César Romero

100

Adaptação de chapas de separação do ar de ventilação do motor M401 na unidade final, máquinas ACO312

Manutenção Wentex

Jânio Gomes

101

Relatório de não-conformidades por setores

Segurança

Johan Barbosa

102

Padronização e treinamento com foco na qualidade e melhoria

Treinamento Fiação

Francisco Cordão

Palestra 01 Ação 17 Ação: MODIFICAÇÃO DAS ESCOVAS DE LIMPEZA CARDAS C50 RIETER Palestrante: Márcio
Palestra 01 Ação 17 Ação: MODIFICAÇÃO DAS ESCOVAS DE LIMPEZA CARDAS C50 RIETER Palestrante: Márcio

Palestra 01

Ação 17

Ação: MODIFICAÇÃO DAS ESCOVAS DE LIMPEZA CARDAS C50 RIETER

Palestrante: Márcio Cavalcante

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Márcio Cavalcante Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Depois Substituição das cerdas de

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Depois Substituição das cerdas de poliuretano por

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Depois Substituição das cerdas de poliuretano por uma fita

Depois

Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Depois Substituição das cerdas de poliuretano por uma fita

Substituição das cerdas de poliuretano por uma fita guarnecida com cerdas de aço, aproveitando o próprio cilindro da escova original.

Antes

aproveitando o próprio cilindro da escova original. Antes Depois Substituição das cerdas de poliuretano por uma

Depois

o próprio cilindro da escova original. Antes Depois Substituição das cerdas de poliuretano por uma fita

Substituição das cerdas de poliuretano por uma fita guarnecida com cerdas de aço, aproveitando o próprio cilindro da escova original.

Antes

o próprio cilindro da escova original. A n t e s Depois Foi feito um alargamento

Depois

o próprio cilindro da escova original. A n t e s Depois Foi feito um alargamento

Foi feito um alargamento e um rebaixo nos mancais de apoio da escova permitindo ajustes na altura desejada.

Melhoria

da escova permitindo ajustes na altura desejada. Melhoria Atualmente temos todas as cardas trabalhando com essa

Atualmente temos todas as cardas trabalhando com essa modificação e com um resultado satisfatório na limpeza.

Palestra 02 Ação 18 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DO CARRO TROCADOR DE LATAS
Palestra 02 Ação 18 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DO CARRO TROCADOR DE LATAS

Palestra 02

Ação 18

Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DO CARRO TROCADOR DE LATAS DA CARDA C50

Palestrante: Márcio Cavalcante

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Márcio Cavalcante Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Antes Desenho roldana original

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Antes Desenho roldana original técnico da

Antes

Antes
Antes

Desenho

roldana original

técnico

da

Havia

um

desgaste

prematuro

devido

o

perfil

da

peça

e

a

ausência de rolamento.

Melhoria

Depois

e a ausência de rolamento. Melhoria Depois Modificação no perfil da roldana e do trilho e

Modificação no perfil da roldana e do trilho e adaptação do rolamento.

no perfil da roldana e do trilho e adaptação do rolamento. Modificação do perfil e do
no perfil da roldana e do trilho e adaptação do rolamento. Modificação do perfil e do

Modificação do perfil e do material de confecção do trilho.

Palestra 03 Ação 19 Ação: SISTEMA DE PROTEÇÃO PARA O SENSOR POSICOM DAS SE'S Palestrante:
Palestra 03 Ação 19 Ação: SISTEMA DE PROTEÇÃO PARA O SENSOR POSICOM DAS SE'S Palestrante:

Palestra 03

Ação 19

Ação: SISTEMA DE PROTEÇÃO PARA O SENSOR POSICOM DAS SE'S

Palestrante: Rodrigo Silva

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Rodrigo Silva Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Sensor Posicom sem a proteção.

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Sensor Posicom sem a proteção. Melhoria Depois A

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Sensor Posicom sem a proteção. Melhoria Depois A ação

Sensor Posicom sem a proteção.

Melhoria

Depois

Antes Sensor Posicom sem a proteção. Melhoria Depois A ação inovadora possibilitou a eliminação da quebra

A ação inovadora possibilitou a eliminação da quebra do componente.

possibilitou a eliminação da quebra do componente. Foi desenvolvida uma proteção para o componente (Posicom).

Foi desenvolvida uma proteção para o componente (Posicom).

Palestra 04 Ação 22 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONTAGEM E DESMONTAGEM DOS DISCOS DE
Palestra 04 Ação 22 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONTAGEM E DESMONTAGEM DOS DISCOS DE

Palestra 04

Ação 22

Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE MONTAGEM E DESMONTAGEM DOS DISCOS DE APOIO D70 - OPEN END

Palestrante: Walter Nóbrega

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Walter Nóbrega Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes A atividade era realizada com um

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes A atividade era realizada com um grande esforço

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes A atividade era realizada com um grande esforço físico
Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes A atividade era realizada com um grande esforço físico

A atividade era realizada com um grande esforço físico para montagem e desmontagem do Disco de apoio D70.

Melhoria

Depois

e desmontagem do Disco de apoio D70. Melhoria Depois Antes o colaborador precisava exercer grande esforço

Antes o colaborador precisava exercer grande esforço físico para montagem dos discos, hoje, devido a utilização da nova ferramenta não se faz necessário o esforço físico do colaborador.

não se faz necessário o esforço físico do colaborador. Foi montagem/desmontagem. desenvolvida uma prensa
não se faz necessário o esforço físico do colaborador. Foi montagem/desmontagem. desenvolvida uma prensa

Foi

montagem/desmontagem.

desenvolvida

uma

prensa

pneumática

para

A finalidade desta modificação é garantir a segurança

e o bem estar dos colaboradores, que deve ser uma preocupação constante no ambiente de trabalho.

Palestra 05 Ação 23 Ação: PROGRAMA DE TESTE DE RUPTURA Palestrante: Hálisson Liberato Setor: Produção
Palestra 05 Ação 23 Ação: PROGRAMA DE TESTE DE RUPTURA Palestrante: Hálisson Liberato Setor: Produção

Palestra 05

Ação 23

Ação: PROGRAMA DE TESTE DE RUPTURA Palestrante: Hálisson Liberato Setor: Produção Tecelagem

Palestrante: Hálisson Liberato Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Dificuldade na análise das

Ação Inovadora

Liberato Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Dificuldade na análise das principais causas de

Antes

Liberato Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Dificuldade na análise das principais causas de parada

Dificuldade na análise das principais causas de parada (urdume e trama) ocorridas nos teares.

Melhoria

Depois

(urdume e trama) ocorridas nos teares. Melhoria Depois Elaboração de um programa para mensurar as paradas

Elaboração de um programa para mensurar as paradas ocorridas na tecelagem, facilitando assim, a identificação dos principais motivos e suas possíveis causas.

Tratando-se de um programa pioneiro na organização de um banco de dados, dando suporte a
Tratando-se de um programa
pioneiro na organização de um
banco de dados, dando suporte
a
análises ocorridas
instantaneamente e a longo
prazo, tal ferramenta trás um
suporte
técnico bastante eficaz.
Palestra 06 Ação 33 Ação: ATIVIDADES DO SETOR DE TREINAMENTO NA TECELAGEM Palestrante: Hálisson Liberato
Palestra 06 Ação 33 Ação: ATIVIDADES DO SETOR DE TREINAMENTO NA TECELAGEM Palestrante: Hálisson Liberato

Palestra 06

Ação 33

Ação: ATIVIDADES DO SETOR DE TREINAMENTO NA TECELAGEM

Palestrante: Hálisson Liberato

Setor: Produção Tecelagem

Palestrante: Hálisson Liberato Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Depois Mudança no lay out da sala,

Ação Inovadora

Liberato Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Depois Mudança no lay out da sala, mais

Antes

Depois

Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Depois Mudança no lay out da sala, mais proporcionando Setor
Setor: Produção Tecelagem Ação Inovadora Antes Depois Mudança no lay out da sala, mais proporcionando Setor

Mudança no lay out da sala,

mais

proporcionando

Setor de treinamento não possuía rotina de trabalho. conforto e melhor aprendizagem aos treinandos do
Setor de treinamento não possuía
rotina de trabalho.
conforto e melhor
aprendizagem aos treinandos
do colaborador.
Melhoria
• Treinamento Operacional;
• Reciclagem de Colaboradores;
• Auditorias;
• Cronometragem de Tempo.
Com a implantação da nova rotina de trabalho, melhoramos o processo de
acompanhamento individual dos colaboradores, visando torná-los
profissionais cada vez mais competentes e formar uma equipe sólida e
competitiva.
Palestra 07 Ação 39 Ação: RECUPERAÇÃO DOS ROLAMENTOS DOS ROLINHOS DE BORRACHA - OPEN END
Palestra 07 Ação 39 Ação: RECUPERAÇÃO DOS ROLAMENTOS DOS ROLINHOS DE BORRACHA - OPEN END

Palestra 07

Ação 39

Ação: RECUPERAÇÃO DOS ROLAMENTOS DOS ROLINHOS DE BORRACHA - OPEN END

Palestrante: Walter Nóbrega

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Walter Nóbrega Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Foi observado a necessidade de

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Foi observado a necessidade de substituir os

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Foi observado a necessidade de substituir os rolamentos

Foi observado a necessidade de substituir os rolamentos antes de montar as novas capas.

Melhoria

Depois

rolamentos antes de montar as novas capas. Melhoria Depois Foi desenvolvida uma matriz para aplicar graxa

Foi desenvolvida uma matriz para aplicar graxa no rolamento sem a necessidade de retirar a blindagem do mesmo.

rolamento sem a necessidade de retirar a blindagem do mesmo. O intuito desta melhoria, foi contribuir

O intuito desta melhoria, foi contribuir para o aumento da vida útil dos componentes, reduzindo o custo com manutenção e aumentando a confiabilidade do equipamento.

Palestra 08 Ação 47 Ação: RECUPERAÇÃO DAS CARCAÇAS DOS ROTORES Palestrante: Celso Júnior Setor: Manutenção
Palestra 08 Ação 47 Ação: RECUPERAÇÃO DAS CARCAÇAS DOS ROTORES Palestrante: Celso Júnior Setor: Manutenção

Palestra 08

Ação 47

Ação: RECUPERAÇÃO DAS CARCAÇAS DOS ROTORES Palestrante: Celso Júnior Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Celso Júnior Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Durante observava-se que a retirada

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Durante observava-se que a retirada e

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Durante observava-se que a retirada e manutenção, a

Durante

observava-se que a retirada e

manutenção,

a

colocação

dos

rotores

danificava

os

mesmos

ocasionando

um

desgaste

prematuro.

Melhoria

Depois

um desgaste prematuro. Melhoria Depois Foi inserido um parafuso com porca para fixar o clip de

Foi inserido um parafuso com porca para fixar o clip de fixação do disco D40.

com porca para fixar o clip de fixação do disco D40. Com a adaptação foi possível

Com a adaptação foi possível eliminar o problema de quebra da carcaça com a retirada e colocação dos rotores, além de reduzir os custos com a compra de carcaças novas.

Palestra 09 Ação 48 Ação: MODIFICAÇÃO NA ROLDANA DO MECANISMO DE TRANSLAÇÃO DO ASW Palestrante:
Palestra 09 Ação 48 Ação: MODIFICAÇÃO NA ROLDANA DO MECANISMO DE TRANSLAÇÃO DO ASW Palestrante:

Palestra 09

Ação 48

Ação: MODIFICAÇÃO NA ROLDANA DO MECANISMO DE TRANSLAÇÃO DO ASW

Palestrante: Rosiel Cassiano

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Rosiel Cassiano Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Antes Constantemente acontecia um

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Antes Constantemente acontecia um desgaste prematuro

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Antes Constantemente acontecia um desgaste prematuro da
Antes
Antes

Constantemente acontecia um desgaste prematuro da roldana de nylon ocasionando a quebra dos parafusos de fixação, entre outros problemas.

Melhoria

Depois

de fixação, entre outros problemas. Melhoria Depois Aumento da vida útil e melhoria no deslocamento do

Aumento da vida útil e melhoria no deslocamento do ASW.

Modificações na roldana:

Confecção da roldana chavetada;

Substituição dos parafusos M5 por M8;

roldana chavetada; Substituição dos parafusos M5 por M8; Com o desenvolvimento da roldana chavetada e a

Com o desenvolvimento da roldana chavetada e a substituição dos parafusos de fixação M5 por M8, conseguimos diminuir a parada excessiva dos ASW por motivo de desgastes no sistema de translação e gastos com usinagem e recuperação do sistema, garantindo assim um ótimo funcionamento do maquinário.

Palestra 10 Ação 52 Ação: CRIAÇÃO DE ACESSÓRIO PARA MONTAGEM e DESMONTAGEM DO MOTOR M90
Palestra 10 Ação 52 Ação: CRIAÇÃO DE ACESSÓRIO PARA MONTAGEM e DESMONTAGEM DO MOTOR M90

Palestra 10

Ação 52

Ação: CRIAÇÃO DE ACESSÓRIO PARA MONTAGEM e DESMONTAGEM DO MOTOR M90 DO PASSADOR

Palestrante: Márcio Cavalcante

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Márcio Cavalcante Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Local de difícil acesso e

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Local de difícil acesso e excesso de esforço

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Local de difícil acesso e excesso de esforço
Local de difícil acesso e excesso de esforço físico do colaborador.
Local
de
difícil
acesso
e
excesso
de
esforço
físico
do
colaborador.

Melhoria

Depois

de esforço físico do colaborador. Melhoria Depois Criação de acessório para facilitar a montagem do motor

Criação de acessório para facilitar a montagem do motor

M90.

A finalidade deste acessório é garantir a segurança e bem estar dos colaboradores, que deve ser uma preocupação constante no ambiente de trabalho.

Palestra 11 Ação 53 Ação: MODIFICAÇÃO DO TRINQUETE DE CENTRALIZAÇÃO DO WA Palestrante: Manuel Jesus
Palestra 11 Ação 53 Ação: MODIFICAÇÃO DO TRINQUETE DE CENTRALIZAÇÃO DO WA Palestrante: Manuel Jesus

Palestra 11

Ação 53

Ação: MODIFICAÇÃO DO TRINQUETE DE CENTRALIZAÇÃO DO WA

Palestrante: Manuel Jesus

Setor: Manutenção Mecânica Embratex

Manuel Jesus Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Constantes travamentos dos robôs

Ação Inovadora

Setor: Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Constantes travamentos dos robôs devido ao contato do

Antes

Manutenção Mecânica Embratex Ação Inovadora Antes Constantes travamentos dos robôs devido ao contato do

Constantes travamentos dos robôs devido ao contato do trinquete com a régua de centralização que também é de aço, ocasionando o desgaste de ambos.

Melhoria

Depois

é de aço, ocasionando o desgaste de ambos. Melhoria Depois Foi colocado um rolamento de esfera
é de aço, ocasionando o desgaste de ambos. Melhoria Depois Foi colocado um rolamento de esfera

Foi colocado um rolamento de esfera na face do trinquete, fazendo com que haja um deslocamento suave ao encaixar na régua de centralização ao invés de atrito entre ambos.

Antes

ao invés de atrito entre ambos. A n t e s Depois Com o desenvolvimento do

Depois

ao invés de atrito entre ambos. A n t e s Depois Com o desenvolvimento do

Com o desenvolvimento do trinquete com rolamento conseguimos eliminar os gastos com a usinagem de trinquetes novos e recuperações das réguas de centralização e aumentar a vida útil dos motores de translação dos robôs.

Palestra 12 Ação 73 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DOS WA'S OPEN END R1
Palestra 12 Ação 73 Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DOS WA'S OPEN END R1

Palestra 12

Ação 73

Ação: MODIFICAÇÃO DO SISTEMA DE TRANSLAÇÃO DOS WA'S OPEN END R1

Palestrante: Cláudio Cruz

Setor: Manutenção Elétrica

R1 Palestrante: Cláudio Cruz Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Antes Dificuldade de compra devido a

Ação Inovadora

Cláudio Cruz Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Antes Dificuldade de compra devido a importação de peças.

Antes

Cruz Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Antes Dificuldade de compra devido a importação de peças.

Dificuldade de compra devido a importação de peças.

Melhoria

Com a modificação conseguimos reduzir os custos, eliminação da dificuldade de obtenção das peças, melhoria na qualidade da manutenção.

Depois

das peças, melhoria na qualidade da manutenção. Depois Foi realizada uma modificação no redutor e no
das peças, melhoria na qualidade da manutenção. Depois Foi realizada uma modificação no redutor e no

Foi realizada uma modificação no redutor e no bobinado, onde foi retirada a embreagem elétrica e acrescentado um conversor de frequência.

a embreagem elétrica e acrescentado um conversor de frequência. Redução de custos e facilidade na manutenção.
a embreagem elétrica e acrescentado um conversor de frequência. Redução de custos e facilidade na manutenção.

Redução de custos e facilidade na manutenção.

Palestra 13 Ação 75 Ação: SUBSTITUIÇÃO DE SENSOR INDUTIVO DA UNIFLOC ABERTURA RIETER POR SENSOR
Palestra 13 Ação 75 Ação: SUBSTITUIÇÃO DE SENSOR INDUTIVO DA UNIFLOC ABERTURA RIETER POR SENSOR

Palestra 13

Ação 75

Ação: SUBSTITUIÇÃO DE SENSOR INDUTIVO DA UNIFLOC ABERTURA RIETER POR SENSOR ÓPTICO

Palestrante: Cícero Orlando

Setor: Manutenção Elétrica

Palestrante: Cícero Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Melhoria UNIFLOC O espelho refletivo

Ação Inovadora

Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Melhoria UNIFLOC O espelho refletivo possibilita a
Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Melhoria UNIFLOC O espelho refletivo possibilita a

Melhoria

UNIFLOC

Manutenção Elétrica Ação Inovadora Melhoria UNIFLOC O espelho refletivo possibilita a confiabilidade do sensor,

O espelho refletivo possibilita a confiabilidade do sensor, sendo este o atuador do sensor.

A finalidade desta inovação foi tornar o processo de produção da Unifloc RIETER mais eficaz. Pois existia um elevado número de paradas no processo produtivo desta máquina, devido falhas no funcionamento deste elemento sensor. A substituição do componente por um sensor de tecnologia mais moderna, tornou o processo mais dinâmico, eliminando quase que na sua totalidade, paradas em decorrência de falhas geradas por este elemento.

Antes

em decorrência de falhas geradas por este elemento. Antes Elevado índice de paradas no processo da
em decorrência de falhas geradas por este elemento. Antes Elevado índice de paradas no processo da

Elevado índice de paradas no processo da abertura RIETER (Unifloc), devido a falha operacional do elemento sensor.

Depois

devido a falha operacional do elemento sensor. Depois Foi instalado o sensor óptico, gerando uma maior
devido a falha operacional do elemento sensor. Depois Foi instalado o sensor óptico, gerando uma maior

Foi instalado o sensor óptico, gerando uma maior confiabilidade no processo, eliminando consideravelmente as falhas anteriores.

Palestra 14 Ação 83 Ação: SUBSTITUIÇÃO DO SISTEMA DE MOVIMENTO HIDRÁULICO DA INSPECIONADEIRA INTRA POR
Palestra 14 Ação 83 Ação: SUBSTITUIÇÃO DO SISTEMA DE MOVIMENTO HIDRÁULICO DA INSPECIONADEIRA INTRA POR

Palestra 14

Ação 83

Ação: SUBSTITUIÇÃO DO SISTEMA DE MOVIMENTO HIDRÁULICO DA INSPECIONADEIRA INTRA POR ELÉTRICO

Palestrante: Fábio de Medeiros / Cláudio Cruz

Setor: Manutenção Elétrica

de Medeiros / Cláudio Cruz Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Antes Antes Constantes paradas na

Ação Inovadora

Antes

Antes
Antes

Constantes paradas na

máquinas

vazamentos e mal funcionamento do sistema hidráulico, em função do alto custo de manutenção e da dificuldade de encontrar peças de reposição no

mercado nacional.

por

Melhoria

Depois

de reposição no mercado nacional. por Melhoria Depois Foi substituído o sistema com acionamento através de
Foi substituído o sistema com acionamento através de válvulas e atuadores hidráulicos por um sistema
Foi
substituído
o
sistema
com
acionamento através de
válvulas
e
atuadores
hidráulicos
por
um
sistema
de
controle
através de conversores
de
frequência
e
motoredutores.

Redução de paradas da máquina por problemas do sistema de tração;

Facilidade de análise da ocorrência de defeito por se tratar de um sistema elétrico;

Baixo custo de manutenção.

Palestra 15 Ação 85 Ação: IMPLANTAÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO (Treinamento dos colaboradores da manutenção
Palestra 15 Ação 85 Ação: IMPLANTAÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO (Treinamento dos colaboradores da manutenção

Palestra 15

Ação 85

Ação: IMPLANTAÇÃO DE NIVELAMENTO DE CONHECIMENTO (Treinamento dos colaboradores da manutenção elétrica) Palestrante: Cícero Orlando Setor: Manutenção Elétrica

Palestrante: Cícero Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da

Ação Inovadora

Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica,
Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica,
Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica,
Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica,
Orlando Setor: Manutenção Elétrica Ação Inovadora Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica,

Treinamento com colaboradores da manutenção elétrica, focado no nivelamento da equipe.

Melhoria

Redução no tempo de atendimento das ocorrências envolvendo a manutenção elétrica;

Melhor qualidade do serviço prestado;

Redução do retrabalho;

Foi exposto durante o treinamento a importância do trabalho em equipe.

Palestra 16 Ação 101 Ação: RELATÓRIO DE NÃO-CONFORMIDADES COTEMINAS-CG Palestrante: Johan Barbosa Setor:
Palestra 16 Ação 101 Ação: RELATÓRIO DE NÃO-CONFORMIDADES COTEMINAS-CG Palestrante: Johan Barbosa Setor:

Palestra 16

Ação 101

Ação: RELATÓRIO DE NÃO-CONFORMIDADES COTEMINAS-CG Palestrante: Johan Barbosa Setor: Segurança do Trabalho

Palestrante: Johan Barbosa Setor: Segurança do Trabalho Ação Inovadora Antes Elevado índice de não-conformidades

Ação Inovadora

Johan Barbosa Setor: Segurança do Trabalho Ação Inovadora Antes Elevado índice de não-conformidades nos diversos

Antes

Elevado índice de não-conformidades nos diversos setores da empresa:

Excesso de resíduos;

Fardos obstruindo extintores;

Tampas de madeiras cobrindo bueiros;

Áreas

em

outros.

frente aos

extintores obstruídas,

entre

Melhoria

Depois

Elaboração de relatório de não-conformidades mensalmente e envio do material para os gerentes responsáveis pela área, com solicitação de melhoria e acompanhamento da ação.

Antes

Depois

de melhoria e acompanhamento da ação. A n t e s Depois Excesso de resíduos em

Excesso de resíduos em local inadequado.

Organização do local.

de resíduos em local inadequado. Organização do local. Área em frente ao hidrante obstruída Antes A

Área em frente ao hidrante obstruída

Antes

Antes

Depois

em frente ao hidrante obstruída Antes A n t e s Depois Reservatório ecológico coberto por

Reservatório ecológico coberto por tampa de madeira

Tampa de metal

Reservatório ecológico coberto por tampa de madeira Tampa de metal Área em frente ao hidrante desobstruída

Área em frente ao hidrante desobstruída

Depois

Palestra 17 Ação 102 Ação: PADRONIZAÇÃO E TREINAMENTO COM FOCO NA QUALIDADE E MELHORIA Palestrante:
Palestra 17 Ação 102 Ação: PADRONIZAÇÃO E TREINAMENTO COM FOCO NA QUALIDADE E MELHORIA Palestrante:

Palestra 17

Ação 102

Ação: PADRONIZAÇÃO E TREINAMENTO COM FOCO NA QUALIDADE E MELHORIA

Palestrante: Francisco Cordão

Setor: Treinamento Fiação / Padronização

Cordão Setor: Treinamento Fiação / Padronização Ação Inovadora Antes Problemas observados: Quando não há

Ação Inovadora

Treinamento Fiação / Padronização Ação Inovadora Antes Problemas observados: Quando não há padronização e

Antes

Problemas observados: Quando não há padronização e treinamento temos:

Produtividade baixa;Problemas observados: Quando não há padronização e treinamento temos: Autoestima baixa.

Autoestima baixa.Problemas observados: Quando não há padronização e treinamento temos: Produtividade baixa;

Melhoria

Padronização e Treinamento contribuem para:

Maior consciência da importância da qualidade em todas as etapas produtivas;

Utilização correta das ferramentas;

das

Adaptação

trabalho;

pessoas

em

seu

Maior produtividade;

Melhor eficiência.

local

de

Depois

• Melhor eficiência. local de Depois Implementação da padronização e treinamento por setores
• Melhor eficiência. local de Depois Implementação da padronização e treinamento por setores
• Melhor eficiência. local de Depois Implementação da padronização e treinamento por setores
• Melhor eficiência. local de Depois Implementação da padronização e treinamento por setores

Implementação da padronização e treinamento por setores na visão de uma nova gestão.

84

BR 230 - Alça Sudoeste, s/n - Distrito Industrial do Ligeiro CEP: 58107-285 - Campina

BR 230 - Alça Sudoeste, s/n - Distrito Industrial do Ligeiro CEP: 58107-285 - Campina Grande-PB - Fone: (83) 2102-4700