Você está na página 1de 6

Inteligência, diversidade e olho no poder

dos Os d nov esa os fios pre feit os
Ano 2 • Número 5 • Março de 2013 • R$ 8,70

Revista

Os 130 mil empregos mais cobiçados do país
Número inédito de vagas no serviço público anima os sonhos de 13 milhões de pessoas. Conheça os concursos mais procurados Os parlamentares que gazeteiam as sessões do Congresso Banco Safra usa detetive para espionar ex-clientes
I SSN 2238- 7765

Os Melhores do Mundo: a política transformada em humor

Congresso em Foco 1

ha ót ac vid nos meu Alaerson lo s i éns pe coloque não. o site. ver dos O país na visão estrangeiros correspondentes Congresso em Foco 1 Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr A do menhora e salã a vez o mine iro 04 Cartas 08 Os mais faltosos e os mais assíduos de 2012 Revista ISSN 2238-7765 9772238776002 Saiba o que virou lei no ano passado Fábio Rodrigues Pozzebom/ABr governo de alagoas 16 28 35 20 As pedras no caminho dos novos prefeitos PAULO NEG REIROS 32 A Amazônia e a política energética em xeque Os concursos mais 
 concorridos de 2013 paulo negreiros 42 A irresistível verve dos Melhores do Mundo divulgação 48 divulgação 50 Humor Nunca é demais celebrar Graciliano 06 Congresso em Foco . Janderso nalistas ap chesse pe de ficar ca que os jor tafim do tunidade Marcio Lu pelo site ores depu te. su so em Fo com o qu ciata para Nacional. do Cong te esses atl o munRedação sta e site geralmen a para tod co . No ma miados os brem o que realm co salto olím em crime e o qu nto s. na O senado dos de m tos de lei r também tão que no ve honesto oje nu ro . Pa po olí m Te lmen além sando. da me pía envolvi jornalistas ver em ea s qu do sta s to ba mo nimen ranti acontece. pe ompanhar . les que rea s da nação. á. e de ba ue o tra sso qu se conseg feliz ideia pelo site dos onhecer dos! vista. o que tom um dos ético Parabéns e ladrões nalismo projeto po política. co Prêmio guir med ente pode dar opico s. ok n Neves. s ita ca . pelo melhor atu honesto. bje ve co lo site isa su ro ec lou ap os e ente pr endes. e ilitiv ho Sim bje vo está povo utação mesma r Pedro aneira su que o po . percebi nheci no Bonfim. po O Congres uma nego iaCongresso der Mar em do an pr e ex ica s para fazer sit Al lít ico rtura po s polít cio. Ora. é di Winter. E ha de ganh dro Simon da respons os o caos lmente liv Quem tin inueGrande Pe cês sabem e enfrentam transporque é rea vo qu e é que cont do . onde a do tem gran Fo m tu to. po rdeu um líticos fiz sit qu pe po lo o pe on Iss o Sim mada. pois ex ra o país Congresso ideia. O Tiririca esse antro que conv saber mais vamente. Po m as Twitter brilhante O Rio ia. covardes Fazer jor indo um l. Pedr bem infor lo Facebo lado. que do ve liber. e o qu res ad es pr Claro gam para ecaried balhado ssa s rre pr no tro a ca e e na tem rabo ou a. aprovado povo deve ações e ob relevantes Simon. pelo be do ên e g tá oc qu es In kin o Mas Luiz o ran esmo. objetivos Alexande r Pedro Sim ser ouvido sempr critérios Valéria e O senado estabelecer rtamos . qu país é rar as mídias sentido pa ício da ste or am erc ne ul elh ex o ip m gn e di plo do que man lítico no em s s. mos soe est ão do sit ota est inv na ad e a qu no não ter Assim. senador.70 secretos Os arquivos na propaganda da censura o Nossos melhores no Congress representantes há de bom Saiba o que e ouvir para ler. Mas in m a devid a tantos ou dar de verde para . sem dú quem ele rab o e Pa on a. co pe ica ve éti olh lít go Já co esc po o ico pi lít e pode que metros de elo de po ga vida! lexa do qu Salto olím s Ora dizem como parâ é um mod úde e lon mais comp nos atleta Sa é e r. onO Sr. inar que Executivo DB. e ga sempre e nos intern uta lisura. sugir político. ficano discer autas. em educ as não far ia. re. êmio! ais se desta rante o se s pelo pr ério estad tas que m ções. de en ido esse as áre parab deixar de está prec o conteú ir nas du organizar do. iativos rci r isso. nã pr m pe al. iro. po favoritos. s Infelizmen ser os melh exemplo. Bom o res intenções ira para o em nossa lo site Edvaldo sociedade avançand ica trinche aboni. to seria um o brasile resentar rabéns a en ap bit pa ev há deveria s que está m o tal eu se go lh M al. po Boemek Fe iz da ia Lu io lér e Va Jorg patrimôn on é um ee r. pulaç elhor site as família co é o m e nossa po ficar no po Muir e-mail em si. m ec pa ut Po . fiasco a Maciel. tam ra. ouve o e de rep ano e. homem de política quem tem ive com ho . nã José Carlo lítico tam er críticas eituado ór dos inter Definitiva sinal mas o po iro de tec esse conc na defesa servir de em jogo. É r bo m ín . se po de ta. e compe mas desca brasileira nsamos em ra. pelo rqu te rabéns. ça e qu ns a uran ontec e tantos ok o que pe expectativ o que ac falta de seg nte lo Facebo premiados pode falar . que enos fal político aguenta ca m o e bli um nã qu pú alg já verbas Grande s ou não. dade. la Cunh s. Parabén s público e por parte e dos gasto longa grev r e-mail e. pr de ige im nd de ex eis po co e ios tem boas favoráv imprensa vestir a outros qu comentár as urnas staque às o. s ro bo ns Es en sin teg . pelo a ar prêmio ! É isso Sávio Pr abilidade da saúde. co Auré stra qu tudo qu ofi ar far é on pr M m m ão ca ne De aç ia e e éti votação. pe e hoje à estamos eHilton Fr mou na ún ra os políticos ref co oferec for or Fo ns de ad da tra em ir o at site se resso ia cont de quali O an ng s an sc ce Co ad ci di da nta do cid ín fran ores o da aram co melhores aos criad o exercíci Simon. Paex en ico ag de ôm on gran ter vant resses ec ainda um ivo de ob do. que lugar Congresso nas escocom absol e a est ad inv tom a rno não decisão sej Foco m. Qu e e é bom. enos usara Luiz Gu dos por Simon é deira de s que m tos dro deixar a ca os político mais proje das de Pe de ca m iem ra dé era s em ho tiv pr trê na s. qu comunica de a s social um le eio ro ta m iem os no cont o foi fei rn em ram ve pr ca go u ual. o as reeleição. Pena ento imag fiscaliza o el rtido. É só Que sejam sociedade de invest Excelente de toomover e ssa m o pr Te no lh . rentes à inteo tru na ns nd cio em co da ist Na e e estão o. ico objet ra o mun ndente! com o ún site política pa ra indepe lo stu pe po a. eon Pa e vis M a ad cid dem ser pr primeir rnandes com capa nseparecer à ivo: não po Márcio Fe de co ento e co tério objet acusados so em Fo alto rendim nte um cri immentares es Ol me rla gr os pa em on il am as C os) Bras nfi alh Como o (muit is. O com realiz lizaprometido co. cellus. mais ge nielli. e era reem en qu tiv o e so dim gres nceituada s os qu um pouc on co ar do meu enten C êub sta iza pr ro as. No que o gove resso em etas surge mos. O que os r nós? audiência mos a ac artins To te público amente po oporSilvio M anto mais a grande eram efetiv lítica. indo o é só o s Almeid bém. pe ntinuará M lm co iguados. e du do magist s. Deve tente. pelo sit rrari. votar em ras. por é.Índice cartas Inteligência. interessa eciso rec s para to ail pr ha én co tão É e-m pi es sin rab r m te re io. Co um m im a. Em dos aque e gão de esse mente. O dignidad pelo site ultado da autocrátic democrac Cardoso. to bom m Excelente ação. Lam uco sensív O seu pa ste ano a dores qu subiu à tri tivo e po ne ilibados.revi las. diversidade e olho no poder sso 04 Congre em Foco Banco é suspeito de espionar ex-cliente divulgação/pac Lucas Chiconi e que persalários lisram os su e devolve ção e jorna taram. . s de coan rea io ca ap ão êm Lu de corrupt e pr s der. pelo site uzem co curto praz com exemplo propostas ira Feitosa o se cond pensa em governo ixe nã só Te um o as e lio rn m e ve ssional. trarabéns pe não site Ricardo éramos nó aí! Quem e ado. sem rea mais com rnador fra ve go um Simon foi Ano 2 • Número 4 • Novembro de 2012 • R$ 8. rém. é um querendo dobre no bada. o PM e só pensam audiência buna.

associado a ações suspeitas de investigador particular. após seguir funcionário de empresa que briga na Justiça contra o banco Eduardo Militão Lucas Chiconi 28 Congresso em Foco . com armas e munições.sociedade O lado oculto da banca Sexto maior grupo financeiro privado do país aparece em inquérito policial em Campinas. Jeferson Fiuza estava a serviço do Safra ao ser preso em flagrante.

Ao abordá-los. vendo-se perseguido. (pronuncia-se “bút-co”) em Campinas (SP). das lojas de calçados Boot Co. criado por Guto um mês antes. Fiuza estava no último dia 19 de novembro em Campinas apurando isso. que coordena as ações judiciais da família contra a instituição. Fiuza disse trabalhar “informalmente” para o Banco Safra. redigiu o escrivão após ouvir Fiuza. No processo judicial. Ribeirão Preto. perseguiam o carro do estoquista Airton de Campos. mas foi contraposta por um especialista contratado pelos banqueiros. Fiuza deve ter feito os policiais do 1º Distrito Policial rirem. afirma ter percebido que.com). Mas. o próprio banco admitiu ter contratado empresa para fazer uma “investigação particular” na cidade e que Fiuza trabalhava com esse objetivo. Fiuza também responde a acusação de duplo homicídio Congresso em Foco 29 Reprodução de imagens TVB Record Campinas . A representação criminal pede para Guto. dias depois. foi feita uma fraude para aumentar as taxas acertadas. revólver calibre 38. Tudo corria mais ou menos civilizadamente até o final do ano passado. Era a segunda vez em menos de seis meses que o dono do arsenal era preso em flagrante. Panfletos da discórdia Em 10 de dezembro. Barueri e Piracicaba. Diz o boletim de ocorrência do inquérito 289/2012 que se tratava de uma pistola calibre 38 com 172 cartuchos íntegros. diz o banco na representação criminal. o estoquista acionou a Polícia Militar. panfletos “difamatórios” contra o banco eram arremessados de janelas de carros nas proximidades das agências na Avenida Paulista. tinha sido indiciado em junho por duplo homicídio de assaltantes em São Paulo. em agosto passado. De acordo com os banqueiros. Uma perita judicial já deu parecer favorável aos lojistas. uma perseguição. Ali. em poder do delegado Carlos Alvarenga. a Polícia Militar de Campinas prendeu naquela cidade Jeferson Fiuza de Moraes. O que isso tem a ver com a briga judicial entre o banco de um dos homens mais ricos do Brasil e ex-clientes que questionam sua dívidas nos tribunais? Pois esse é o mais novo capítulo da disputa entre o Banco Safra.4 mil de fiança e foi solto. o banco Safra enviou uma representação criminal contra Carlos Augusto Gobbo. faca de 25 centímetros. algema. mas os contratos eram feitos em branco. os comerciantes contrataram empréstimos lastreados nas vendas feitas com cartão de crédito. em São Paulo. Na Justiça. pagou R$ 1. Dentro do veículo. ele entregou a sacola de panfletos a uma mulher. já que impossível identificar os responsáveis pelo lançamento dos panfletos nas vias públicas. O material noticia o andamento das ações judiciais e pedia para o leitor conhecer o blog Safraude (safraude. de 28 anos. uma barra de ferro de 60 centímetros. ambos moradores de São Paulo. O site na internet compila reportagens e documentos sobre o Safra e a briga com a Boot Co. do 13º DP. uma algema e uma barra de ferro de 60 centímetros. Era novembro. Ele disse que a faca de 25 centímetros era para “descascar laranja” e que a barra de ferro era para ajudar a chave-de-roda em caso de pneu furado. Questionado pelo policial militar. admite o Safra. Nela. E as algemas? “O par de algemas é porque possui fetiche sexual”. que chamou a polícia. mais 500 espoletas para esse tipo de arma. a PM encontrou outro carro estacionado ao lado de uma agência do Safra em Campinas. ele e o motorista Cassiano Ferreira começaram a perseguir o Fiorino até observarem o estoquista Airton de Campos estacionar em frente às lojas Boot Co. afirma o Safra no documento. declaração registrada em cartório de uma ex-gerente do Safra afirma que mais clientes tinham contratos assinados em branco e que.. do bilionário Joseph Safra. “Impotente diante da situação. “A campanha anônima vem causando prejuízos e constrangimentos ao nome empresarial”. Jeferson Fiuza. Aí. Em depoimento na delegacia. e os lojistas da família Gobbo. em julho. situação na qual ele alega ter agido em legítima defesa. Anos atrás. funcionário dos Gobbo. no Banco Central e até na Câmara dos Deputados. Daí. e também nas cidades de Campinas. no caso da Boot Co. O Ministério Público solicitou. negou. Fiuza foi preso horas depois. quando encontrou um Fiat Fiorino branco arremessando planfletos “difamatórios” perto de uma agência no bairro do Cambuí.blogspot. a comprovação de que possuía autorização para transportar a pistola e as munições. Depois disso. Ao negar a relação com o banco. na polícia. Como tinha registro das armas de fogo. como admitiu o Safra ao Banco Central depois da intervenção de deputados federais no caso.Um carregamento de balas. e ainda não recebeu de Fiuza. Nenhuma linha sobre as armas e munições encontradas com o homem que fazia “investigação particular” para o Safra. uma acusação de ameaça e até um fantasioso “fetiche sexual”. Cristina Gobbo e Airton de Campos responderem a inquérito por difamação. o banco empreendeu investigação particular por meio da empresa Unit Consult”. Fiuza. conforme o Safra. uma faca com lâmina de 25 centímetros. os Gobbo acusam a instituição bancária de usar os papéis em branco para elevar os juros além do combinado. “A instituição vem sendo vítima de campanha difamatória”. Fiuza e Cassiano Ferreira dos Santos. havia um conjunto de armas brancas e de fogo. na Justiça. conhecedor do caso. o carro que ele dirigia ao ser preso em flagrante e os objetos apreendidos pela polícia.

E as dívidas só aumentavam. Somente um deles. disse que a família miro Galdino. Diz que. o que foi considerado por eles um “ato de coragem”. Os papéis voltavam preenchidos. “Sensibilizou-se com a nossa causa e panfletou alguns bancos”. se desfazer de “panfletos difamatórios” preenchimento de contratos antes em branco com canetas de ponta Nada a declarar porosa compradas especialmente para isso. que não estava armasos. segundo Guto. que acumulam uma história de 70 anos. “Tentar investigar com porrete e bala não é correto. possivelmente. mas a ex-gerente Denise Artem informou no processo que mais clientes mantinham empréstimos baseados em papéis em branco. morreu com um tiro nas costas”. asdo combinado anteriormente com os Gobbo. O BC considerou “procedente” a denúnEm junho de 2012.. O funcioco contratou um especialista que ofereceu nário “informal” do Safra deu três tiros em parecer contrário. Sempre que um cliente comprasse sapatos com cartão de crédito de maneira parcelada. O Safra admitiu à Justiça e ao Banco Central que fazia contratos em branco com os Gobbo. E foram aos tribunais questionar as dívidas. mas não As taxas anotadas. O adolescente. de que as taxas de juros um bandido e cinco em outro. critica o comerciante. em andamento na 3ª do. querem nos investigar na base de porrete e bala”. eles não sabem informar o nome do corajoso panfletador porque. Acima deles. depois de uma proposta interessante da gerência.. afirGobbo nada deve ao banco e. que acumula 16 procesção só. em meio à disputa judicial com a Boot Co. adolescente de 17 anos. mercado financeiro. a agênA loja em frente à qual os detetives do Safra disseram ter visto cia de Campinas forjou o um funcionário da Boot Co. lefones que ele próprio informou à polícia. O bancomo um ato de legítima defesa. Fiuza não foi localizado nos teDenise é “inimiga” da instituição. tem mais de 3. tornaram-se clientes do Safra em 2003.5 mil páginas. pagando uma taxa de juros que girava entre 2% e 2. eram “o dobro” retornou os pedidos de esclarecimentos. acabou a transparência. resumiu. a pessoa não responde os e-mails. em fevereiro de 2008. contou. os contratos eram assinados em branco na base da confiança. Para cada grupo de vendas. divulgação O comerciante Guto Gobbo e sua família brigam na Justiça contra o Banco Safra. diz ele 30 Congresso em Foco divulgação . “Agora. o “crédito fumaça”. com uma munimartelo sobe o caso. do 98º DP de São Paulo. os Gobbo transformaram as lojas em franquias. a gerência apenas anotava com lápis o valor emprestado e a taxa de juros. mou não ser possível considerar o episódio tem até dinheiro a receber de volta. Segundo ela. Galdino à Revista Congresso em Foco. um de 25 anos e um o Safra por considerá-la “um caso isolado”. sim como a empresa Unit Consult e CassiaOs advogados do Safra disseram à Justiça que no Ferreira. a quem acusam de fraudar documentos e cobrar juros muito superiores aos contratados. Entretanto. que o fizeram refém A perita Marlene Braz. nomeada pela 3ª em sua loja de informática. O Banco Safra foi procurado. A Justiça ainda vai bater o “Só o maior estava armado. relatou Vara. O lojista nega ter confeccionado os panfletos com referências ao seu próprio blog. Fiuza foi preso após cia dos contratos em branco. O delegado AltaVara Cível de Campinas. apesar de os cobradas eram condizentes com o padrão do criminosos terem disparado apenas uma vez. a família Gobbo não precisaria esperar a administradora de cartões depositar cada prestação paga pelo consumidor. Depois. Poderia receber do banco o dinheiro antecipado. Sem crédito e com o nome sujo. os familiares foram “surpreendidos” com mensagem de e-mail mostrando panfletos contra o banco jogados em frente à Avenida Paulista. Os Gobbo x Banco Safra As lojas Boot Co. depois da criação do site. Tem muito escritório de advocacia sério aí”. mas não puniu matar dois assaltantes.Guto disse à Revista Congresso em Foco que considera o episódio uma forma de “ameaça” à família em razão da batalha contra o banco nos tribunais.5% ao mês.

que já foi o chefe do Departamento Administrativo do Safra Crédito Imobiliário. ouviu: “Aquele que reclamar. Joseph tem patrimônio pessoal avaliado pela Bloomberg em US$ 12 bilhões Casa própria e espionagem Renê pediu demissão do Safra após questionar o banco por cometer abusos na cobrança de juros de contratos habitacionais A família Gobbo não está sozinha nas acusações que faz ao Safra de espionagem e cobrança abusiva de juros. as visitas a favelas e sua admiração pela teologia da Libertação. Seu patrimônio. tanto no tempo quanto na geografia. nos anos 1970. Jacob Safra. assim como os Gobbo de Campinas. paga-se com o dinheiro daquele que não reclamou”. a diretoria de crédito imobiliário agia com o pleno conhecimento e o aval do dono do banco. O diretor de recursos humanos folheava um relatório enquanto descrevia para Renê todas as atividades particulares que ele exercia. ele tinha essa informação precisa sobre mim”. avaliado em R$ 24 bilhões. Estados Unidos. No meio de tantos funcionários do Safra. o conglomerado administra mais de R$ 100 bilhões em dinheiro de terceiros. Ele conta que. onde trabalhou quase duas décadas. Um ex-funcionário do banco afirma que. Veja a íntegra dos documentos desta reportagem em: congressoemfoco. “Ele falava comigo como se me conhecesse a fundo. hoje base dos rebeldes na Síria contra o governo de Bashar al-Assad. vem de longe. O Safra divulga com indisfarçável orgulho o fato de operar com 18 moedas estrangeiras. Depois de reclamar. e do Bradesco (R$ 735 bilhões). Até nas Ilhas Cayman. ele se recorda hoje. teria ouvido. Joseph Safra. com R$ 837 bilhões. o Safra é o oitavo maior banco do país e a sexta maior instituição bancária privada.com. A atividade de câmbio já era uma marca dos negócios da família em Alepo. E acredita ter sido espionado. expandiu os negócios para o resto do Oriente Médio. O principal acionista do Banco Safra é filho de uma tradicional família de banqueiros judeus de Alepo. quem atrasava as prestações da casa própria devidas ao Safra pagava dez vezes mais pelos juros de mora. na Síria. segundo o último balanço da instituição. De lá. segundo o último ranking divulgado pelo Banco Central. do Itaú (R$ 802 bilhões). Era 1986.br/revista Congresso em Foco 31 . chegando a R$ 111 bilhões. Atualmente.uol. garante Renê Roldan. No ranking do BC. eram 10%. ao alertar seu superior hierárquico sobre a ilegalidade daquela prática. do dia em que cansou de tudo e pediu demissão do banco. aos 65 anos. Os ativos totais somavam R$ 88 bilhões. Quase ninguém percebia. paraíso fiscal do Caribe. Segundo Renê. Em vez de 1%. o patriarca. quando foi dizer à chefia que aquela prática era ilegal. Mas o último balanço do Safra mostra que eles já cresceram quase 30% no ano passado. existe uma subsidiária do Safra. O Banco Safra não quis comentar o depoimento prestado por Renê Roldan. Militante da Igreja Católica Lucas Chiconi nos tempos da repressão. para Europa. América Latina e Brasil. renata jubran/estadão conteúdo Principal acionista do Banco Safra e um dos homens mais ricos do país. incluindo a sua militância na Igreja Católica e nos movimentos sociais.Banco Safra administra mais de R$ 100 bilhões O ranking da Bloomberg aponta Joseph Safra como o terceiro homem mais rico do Brasil e dono da 87ª maior fortuna do planeta. disse. os primeiros lugares são do Banco do Brasil. Renê acabou transferido para outro setor. No Brasil.