Portal Batista - O Movimento de Jesus e o Ministério Social Cristão na atualidade – parte 3

Escrito por Missionária Renata Marinho - JMN – MA Seg, 27 de Agosto de 2012 11:36 -

2. MINISTÉRIO SOCIAL CRISTÃO E A PRÁTICA DA JUSTIÇA SOCIAL “Ninguém considerava exclusivamente sua nem uma das cousas que possuía; tudo, porém, lhes era comum” (Atos 4.32). Todo cristão deve conscientizar-se que a Bíblia não nos permite acompanhar indiferentemente a miséria humana e social. A função da teologia evangélica é formular uma pergunta concernente à verdade (Karl Barth (1963). Isso significa que a tarefa dos estudiosos e praticantes da Bíblia é inquirir se a Igreja está compreendendo e comunicando (com sua palavra e vida) corretamente o Evangelho. Isso é importante porque, como afirma Shedd (1993), é possível crer na Bíblia de capa a capa e mesmo assim deixar de compreendê-la, deixar de descobrir as verdades nela contidas. Deus demonstra preocupação com o sofrimento e desigualdade humana. Onde o Evangelho foi proclamado e aceito, a alegria e esperança substituem o desespero. E os traços da imagem de Deus começam a surgir (II Coríntios 3.18). O Ministério Social Cristão (MSC), contemplando esta questão, parte da condição da necessidade, da condição humana no ato de anunciação das boas novas. Problemas sociais existem e exigem uma resposta da Igreja de Cristo. Não é possível separar a pessoa dos problemas que a aflige, tratando apenas do aspecto espiritual. O ser humano tem que ser visto na sua totalidade, como Cristo viu (Chapell, 1991). O homem é alvo de todo amor e cuidado de Deus. Deus, intencionalmente, abraça a humanidade com todos os seus problemas advindos do pecado. Jesus, seu Filho, sempre foi sensível às necessidades humanas. Essa sensibilidade fazia parte do seu Ministério. Como discípulo de Jesus, temos que imitá-lo em nossas práticas cristãs. Como expressa Oliveira (2011), “O ideal cristão é incompatível com a escravidão e a opressão, literal ou figurada, em quaisquer esperas da existência humana. Neste aspecto, o cristianismo posiciona-se pelo respeito ao homem criado à imagem e semelhança de Deus. Por causa do valor do ser humano, o cristianismo não pode concordar com nenhum tipo de injustiça social” (p. 23). Assim, ressaltamos que o Ministério Social Cristão (MSC) é um estilo de vida para a Igreja contemporânea porque resgata a filosofia do Movimento de Jesus e abarca as cinco dimensões observadas Nele, que são fundamentais para hoje: a) A dimensão da Koinonia: que passa pela promoção da amizade, cooperação, solidariedade entre as pessoas, envolvimento sincero, fraternidade intencional, colaborando para que suportem as discriminações (João 8.1-11). b) A dimensão da Martyria: que prepara a pessoa para a realidade da vida inclusive a morte, se preciso for (Atos 1.8).

1/2

Não há a valorização de uma em detrimento da outra.O Movimento de Jesus e o Ministério Social Cristão na atualidade – parte 3 Escrito por Missionária Renata Marinho . 2/2 . d) A dimensão da Kerygma: que é a proclamação. a pregação. a evangelização (Lucas 4. 27 de Agosto de 2012 11:36 - c) A dimensão da Diakonia: que traz a ideia do serviço (João 13. Essas cinco dimensões devem andar juntas. o anuncia da palavra. Em Jesus. a “pedagogia” (Lucas 10.1-15).37).18 e 19). e) A dimensão da Didaskalia: que é o ensino.JMN – MA Seg. vemos todas elas sendo praticadas.Portal Batista . A Igreja de hoje deve abraçar a todas ou deixará de ser uma Igreja bíblica e verdadeira.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful