Você está na página 1de 4

Estudo Dirigido 6 Engenharia de Computação – Tópicos 2, Sistemas de Informações - UFG 2012 Aluno: André Campos Rodovalho – 064896

Tipos de Sistemas de Informação

1- Introdução

Todo Sistema que manipula dados e gera informação, usando ou não recursos de tecnologia da informação, pode ser genericamente considerado como um Sistema de Informação (SI). Por exemplo, o Sistema de Informação organizacional pode ser conceituado como a organização e seus vários subsistemas internos, contemplando ainda o meio ambiente externo.

Um SI pode ser automatizado ou manual, que inclua pessoas, máquinas, e/ou métodos organizados para recolher, processar, transmitir e disseminar dados que representam informação para o utilizador.

Portanto um SI existe para controlar de alguma forma: Dados , Informações, Conhecimentos ou Ações. Portanto isto por si só já é uma métrica para se classificar os Sistemas de Informação.

Também podem ser divididos os vários SI, de acordo com o tipo de função numa organização. Numa empresa, por exemplo teríamos:

Produção e Serviços

Planejamento de produção, Custos, Engenharia, Qualidade e Manutenção

Comercial

Marketing, Clientes, Pedidos, Faturamento, Estatísticas e Exportação.

Financeira

Fluxo de Caixa, Contas a pagar e receber, Administração de Capital

Materiais

Fornecedores, Compras, Estoque, Recepção e Expedição, Importação

Recursos Humanos

Recrutamento, Administração de Pessoal, Folha de pagamento, Cargos e Salários, Segurança e Medicina do Trabalho, Treinamento

Jurídica

Contabilidade e Recolhimento, Ativo fixo e Patrimônio, Livros Fiscais de Entrada e Saída.

De maneira mais genérica, podemos porém selecionar Sistemas de Informação de acordo com o nível de gestão:

Figura 1 – Pirâmide de Níveis de Gestão

selecionar Sistemas de Informação de acordo com o nível de gestão: Figura 1 – Pirâmide de

Sistemas de nível estratégico estão no topo da pirâmide, sendo este tipo de software carregado de informações filtradas, é em geral utilizado por executivos da alta administração. Os gerentes de uma organização focam porém no nível tático, este é o segundo nível da pirâmide e também envolve certa estratégia, porém mais focado no dia a dia e tarefas corriqueiras. O nível mais baixo da pirâmide comporta a parte de controle, aqui as tarefas comuns são de fato formalizadas, os sistemas destes níveis em geral geram grande parte dos dados que serão abstraídos nos softwares de nível superior.

Adiante expõem-se os detalhes de cada sistema em cada nível.

2- Sistemas de informação Operacionais (SIO)

Estes estão na base da pirâmide de nível gerencial, são as ferramentas utilizadas pela maioria das pessoas numa organização. Em geral é recheada de formulários, dados necessários para tratar das transações rotineiras da organização.

3- Sistemas de Informação Gerencial (SIG)

São focados na gestão corrente, operacional, bem como no planejamento e controle das atividades de uma organização. Está no nível médio da pirâmide, e mistura as características dos níveis inferior e superior, já que a maioria dos softwares vêm em especial ajudar a encontrar uma forma estratégica para os processos correrem, que seja da maneira mais adequada.

Têm papel especial em facilitar e fomentar a tomada de decisão.

4- Sistemas de Informação Estratégico (SIE)

Estão no nível mais alto dos níveis gerenciais. São sistemas que permitem o planejamento de longo prazo, tipicamente integrando informação histórica, multidimensional, hierárquica e que abranja a diversas áreas da organização.

Utiliza-se de ferramentas de análise e comparações complexas, simulação e outras facilidades para a tomada de decisões estratégicas, muitas vezes englobando toda a realidade em que a organização se encontra, levando em consideração fatores internos e externos.

5- Ferramentas para Sistemas de Informação

internos e externos. 5- Ferramentas para Sistemas de Informação Figura 2 – Níveis Hierárquicos e Tipos

Figura 2 – Níveis Hierárquicos e Tipos de SI

Uma vez cientes dos níveis de classificação, basta conhecer os vários tipos de ferramentas que existem. Algumas das quais se encaixam em mais de um nível hierárquico, ou que são utilizadas por pessoas pertencentes a qualquer nível dentro de uma organização.

Alguns dos mais notáveis aqui em nível de sinergia, ou integração (do maior para o menor):

Executive Information Systems - EIS (Sistemas de Informação para Executivos)

Apresentação

de

informações

de

forma

simples

e

sucinta.

Atende

a

necessidade

de

todos

os

níveis

empresariais,

principalmente

a

alta

administração.

Enterprise Resource Planning - ERP (Planejamento de recursos corporativos)

Pacotes de software de gestão ou sistemas integrados, com recursos de automação e informatização com objetivo de contribuir com o gerenciamento dos negócios empresariais.

Sistemas de Apoio a Decisão – SAD

Une conceitos de administração de empresas e de informática. Utiliza a regra “e se” para geração de dados e informações de simulações, cenários, etc.

Data Warehouse – DW (Armazém de Dados)

É um grande banco de dados que armazena infomações integradas a partir de bancos de dados operacionais de uma organização. As informações analíticas e intregadas, em vez dos dados crus, permitem que uma empresa tome descisões sobre missões importantes e negócios estratégicos.

Sistemas de Gerenciamento de Banco de Dados – SGBD

Conjunto de programas de computador responsáveis pelo gerenciamento de uma base de dados. Seu principal objetivo é retirar da aplicação cliente a responsabilidade de gerenciar o acesso, a manipulação e a organização dos dados.

Inteligência Artificial – IA

Simulação da “inteligência” humana, na realização de atividades elaboradas por pessoas. A IA facilita o diálogo do sistema entre os usuários e os recursos computacionais e pode ser empregada em todos os tipos de sistema de informações.

Sistemas Especialistas – SE

É um agrupamento organizado de pessoas, procedimentos, bancos de dados e dispositivos usados para gerar um parecer especializado ou sugerir uma decisão em uma área. Contém uma base de conhecimentos, uma base de regras e um motor de inferência.

Data Mining – DM (Mineração de Dados)

Composto de recursos avançados como os de IA e redes neurais, sendo capazes de extrair deduções, levantar hipóteses que as pessoas jamais poderiam imaginar de bases de dados extremamente grandes e complicados. As ferramentas de Data Mining tem a capacidade de correlacionar coisas

aparentemente desvinculadas.

Sistemas de Telecomunicações – ST

É um conjunto organizado de pessoas, procedimentos e dispositivos usados para compartilhar e transmitir informações. Sistema de telefonia, Fax, Teleconferência, VideoConferência, Rede (Internet) que permitem às pessoas copartilharem dados, mensagens e informações.

Business Inteligence – BI

tem por objetivo melhorar a qualidade da informação disponível seja ela oriunda do ERP ou de outros sistemas corporativos. Fornece relatórios, análises, pesquisas e visualizações empregando recursos de EIS, SAD, DW e até Data Mining.