Você está na página 1de 1

ESTADO DE MINAS

Página 24 GERAIS/POLÍCIA 12 de janeiro de 2000


Quarta-feira

Advogados condenados a cinco anos


Defensores são acusados de induzir testemunha a mentir para beneficiar cliente presa por tráfico
MARIA CLARA PRATES De acordo com os autos, logo
após a prisão de Magda, Ricar-
s advogados Wil- do foi conduzido à delegacia de

O liam Lopes da
Cruz e Adriano Jo-
sé Queiroz Spitale
foram condena-
dos ontem a cinco anos de reclu-
são, cada um, por falso testemu-
nho pelo juiz da 12ªVara Crimi-
Repressão a Entorpecentes da
Polícia Civil onde disse que, na-
quela dia, levou um cliente
àquela casa para adquirir co-
caína, sendo liberado após
prestar depoimento. Quando o
inquérito chegou à Justiça, Ri-
nal, Eli Lucas de Mendonça. Os cardo foi arrolado como teste-
advogados foram acusados de le- munha de acusação pelo Minis-
var o comerciante Ricardo Bran- tério Público. Antes da audiên-
dão de Oliveira, 22 anos, a pres- cia, no dia 3 de março de 1997,
tar um falso depoimento à Justi- no entanto, foi procurado em
ça para beneficiar Magda Leila sua casa pelos advogados Wil-
Carvalho Isac, 24 anos – presa liam e Adriano, que teriam lhe
em flagrante, em 22 de novem- pedido para mudar o seu depoi-
bro de 1997, na Favela da Ven- mento dizendo que sequer co- FOTOS LEONARDO MORAIS
nhecia Magda, isso para ajudá- FERNANDO DE Moura Dias ONOFRE LOPES de Sousa MARIA DE Lourdes Nunes IRMA MOREIRA Ezequiel
tosa, com cocaína e crack. Nesse
processo, a defesa de Magda es- la a se livrar da pesada acusa-
tava a cargo dos advogados Wil-
liam e Adriano Spitale. Os advo-
gados poderão recorrer da sen-
tença em liberdade.
ção de tráfico de drogas.
Antes de saírem, na presen-
ça da mãe de Ricardo, Márcia
Brandão de Oliveira, os advo-
gados advertiram Ricardo que
Tragédia no Vale do Aço
Ontem, o advogado Lúcio teu de frente com um cami- O motorista da van morreu 11 passageiros da Van, mais o
Adolfo da Silva, indicado pela se ele falasse o mesmo que dis- nhão de Ipatinga, placa GPZ no local do acidente. Os passa- motorista do caminhão e seu
Ordem dos Advogados do Brasil se na delegacia, “o meretíssimo JAGUARAÇU
1105. A van transportava 16 geiros Onofre Lopes de Souza, ajudante foram internados
(OAB/MG) para fazer a defesa vai mandar prender você na passageiros de Teófilo Otoni e 76 anos; Maria de Lourdes nos hospitais Vital Brasil, de
hora”. Ricardo seguiu a orien-
TIM FILHO
dos colegas, ressaltando que Itambacuri para Belo Horizon- Nunes Paulista, 73; Irma Mo- Timóteo, e Márcio Cunha, de
SUCURSAL LESTE
ainda não havia sido intimado tação, mas não conseguiu esca- te. A Polícia Rodoviária Fede- reira Ezequiel, 61, também Ipatinga. Ontem a tarde, o aju-
da sentença, disse que vai recor- par da prisão. Durante a au- Cinco pessoas morreram, ral informou que o motorista morreram presos às ferragens dante do motorista, registrado
rer da decisão que considerou diência, ele foi desmentido pelo ontem, em um acidente no KM da Van, Fernando Moura da Van que ficou completa- no Hospital Vital Brasil apenas
“absurda”. De acordo com Lúcio usuário C.J.C.L que confessou 270 da BR 381, em Jaguara- Dias, 46 anos, ao fazer uma mente destruída. A menina como Ricardo, recebeu alta e
Adolfo, não é possível condenar ter sido levado até a casa de çu, Vale do Aço. O acidente ultrapassagem perigosa, não Prisclia Pereira da Silva Pau- foi para sua casa em Ipatinga,
por crime de falso testemunho Magda pelo comerciante. O Mi- aconteceu por volta 1h, quan- conseguiu desviar do cami- lista, 12 anos, morreu ao dar assim como a passageira da
pessoas que não eram arroladas nistério Público pediu que a de- do a Van Sprinter, placa GVW nhão que vinha no sentido entrada no Hospital Márcio van, Maria Enalva Lima, de
como tal pela Justiça. O advoga- núncia fosse aditada já que Ri- 9216, de Belo Horizonte, ba- Ipatinga. Cunha, em Ipatinga. Os outros Belo Horizonte.
do afirmou ainda que não exis- cardo, seria, na verdade, um “-
tem provas no processo contra avião” (transportador de dro-
seus colegas, apenas o depoi-
mento de uma testemunha afir-
mando que “mentiu porque eles
mandaram”.
gas) de Magda. Apavorado, o
comerciante acabou confessan-
do ao juiz que mentiu sobre a
orientação dos advogados.
Familiares reclamam lentidão do IML
No Instituto Médico-Legal do Dias, motorista da Van, João Pereira Paulista, filho de Pereira Paulista, 40 anos, que
de Ipatinga, os parentes das tentou, em vão, agilizar a libe- Maria de Lourdes Nunes Paulis- também estava dentro da Van,
Spitale ajudou colombiano vítimas estavam inconforma-
dos com a demora na libera-
ração do corpo de Fernando.
Ele contou que o irmão fazia
ta, e tio de Priscila Paulista, que
morreram no acidente, também
quebrou o nariz e teve outras
fraturas no rosto. A família de
Adriano Spitale é um dos ad- no quando foi designado para ção dos corpos. Os funcioná- viagens regulares para a re- esperava naporta do IML ten- João Paulista seguia viagem de
vogados que acompanharam o atuar em sua defesa nesse pro- rios do IML disseram que so- giao de Teófilo Otoni, trans- tando levar os corpos para passeio. O irmão Wilson ficaria
colombiano Joaquim Herculano cesso. Nessa ocasião, segundo o mente liberariam os corpos no portando passageiros para Be- Itambacuri, onde mora sua fa- em Belo Horizonte. A mãe e a
Castilla Jimenez, em maio pas- advogado, Adriano lhe pediu pa- final da tarde. Alexandre Lau- lo Horizonte. Fernando Dias mília. João Paulista disse que sobrinha iriam para o Mato
sado, durante o tempo em que ra indicar clientes por ser re- rence Dias, irmão de Fernan- morava em Caetanópolis. seu irmão, o vereador Wilson Grosso. (TF)
esteve em Belo Horizonte, se fa- cém-formando e estar necessi-
zendo passar por um megain- tando de ajuda.
vestidor do setor imobiliário. Ji- Na sentença de condenação
menez foi preso pela Polícia Fe-
deral do Ceará por suspeita de
envolvimento na lavagem de
droga do poderoso cartel colom-
dos advogados, o juiz Lucas de
Mendonça afirmou: “os réus,
violando o dever ético profissio-
nal, traindo a imprescindibilida-
Comerciante seqüestra bancário
biano de Cáli, quando acusou o de do advogado à administração NEWTON CUNHA E
advogado mineiro Lúcio Adolfo da Justiça, se transformam em JOSÉ CLEVES
da Silva, de fazer parte do es- protetores do interesse de nar-
quema da lavagem do dinheiro cotraficantes, põem-se a serviço O bancário Marcelo Victor,
do narcotráfico. do crime na escusa empreitada 35 anos, gerente da agência Ci-
De acordo com Lúcio Adolfo, de fraudar a boa fé judiciária”. O dade Nova do banco Mercantil
que nega a acusação, Adriano ESTADO DE MINAS tentou du- do Brasil, viveu horas de terror
foi contratado por ele para auxi- rante toda a tarde de ontem – às ontem de manhã, ao ser se-
liá-lo na assistência ao colom- 15h15min, 15h45min, 16h, qüestrado pelo comerciante Da-
biano que manifestou a intenção 16h45min, 18h e 19h25min – nilson Alves da Mata, 26, pro-
de investir R$ 2 milhões em falar com os advogados William prietário do Sacolão Mata, com
imóveis na capital. Garantindo e Adriano, através do telefone lojas nos bairros Cachoeirinha
ignorar a verdadeira identidade do escritório no bairro Barreiro e Santa Tereza. Danilson man-
de Jimenez, Lúcio Adolfo afir- de Baixo, indicado no processo. teve Marcelo Victor como re-
mou ontem que conheceu Adria- Ninguém atendeu. (MCP) fém, numa tentativa desespera-
da de tentar obter dinheiro jun-
to ao banco Mercantil. Além de
resgatar o bancário, a polícia
Fogo destrói casarão conseguiu prender o motorista
Carlos Pereira de Souza, 42,
que ajudou no seqüestro. Até o
histórico na capital final da tarde, Danilson ainda
estava foragido.
Um incêncio de origem des- O comerciante queria que o
conhecida destruiu parcialmen- bancário lhe pagasse um che-
te, ontem a tarde, o casarão nú- que administrativo fraudulento JAIR AMARAL

mero 1697, da rua Timbiras, no valor de R$ 68 mil. Na ver- CERCO POLICIAL na MG-10, onde bancário foi resgatado
Centro, com o fogo sendo debe- dade, o valor real era R$ 60,00
lado por soldados do Corpo de e fora adulterado por Danílson ação tão rápida que Marcelo a região na tentavia de localizar delegados Wanderson Gomes e
Bombeiros. O imóvel estava pra- que chegou inclusive a fazer a nem chegou a fechar a porta do a Kombi. Márcio Siqueira, conseguiram
ticamente abandonado e fora in- previsão do saque. O plano do carro. Foi empurrado para den- localizar o irmão do seq–estra-
vadido por mendigos. Suspeita- comerciante era levar o bancá- tro da a Kombi branca tipo fur- Ganhar tempo dor, Daniel Alves, que ajudou a
se de que o incêndio foi provo- rio para um cativeiro e obter gão, placa GOU-8970, que per- esclarecer o crime.
cado pelos seus ocupantes, que dele a assinatura autorizando o tence a um dos irmãos de Da- Danilson permitiu que Mar- Daniel ficou do lado dos po-
têm o hábito de fazer fogueira pagamento. nilson e que trabalha no saco- celo ligasse para a família, di- liciais para agilizar as nego-
para esquentar alimentos. O ca- O drama de Marcelo come- lão. zendo que estava em poder de ciações. Assim que Danilson
sarão foi construído em 1899 e çou exatamente às 8h45, quan- O seqüestro foi testemunha- estranhos. Naturalmente que ligou para o irmão, os policiais
pertence ao desembargador do ele saía de casa, na rua Joa- do pela mãe do bancário, Tere- ele queria ganhar tempo. En- pegaram o telefone e pediram
Amadeu Alves da Silva. quim Francisco Silveira, 547, sinha de São José, que chamou quanto a Polícia Militar tentava para ele se entregar. Danilson
O fogo danificou a sua estru- bairro Ipiranga. Ele entrava no a polícia. Em pouco tempo, a localizar a Kombi, policiais do fraquejou, temendo que o pró-
tura e o teto. O ator Walter Reis seu Kadett, quando foi aborda- rua foi cercada por viaturas do Departamento Estadual de Ope- prio irmão pudesse ser incri-
esteve no local do sinistro, onde do por Danilson que o chamou Batalhão de Missões Especiais rações Especiais (Deoesp) e da minado, e decidiu libertar seu
lamentou a perda. Segundo diz, para uma conversa. Foi uma da Polícia Militar, que rastreou Metropol, comandados pelos refém.
ele vinha tentando locar o imó-
vel para instalar no local uma
escola de teledramaturgia. ’’Já
estava tudo combinado com a
prefeitura‘‘. Os estragos serão
Motorista acaba preso em flagrante
avaliados hoje por técnicos da O bancário foi levado para a MG-010, que liga Belo Horizon- bemos exatamente o crime co- cia acredita que o motorista es-
prefeitura, já na expectativa de casa do motorista, na rua Nossa te ao Aeroporto de Confins, metido, mas tudo indica que tá mentindo. Uma testemunha
restaurar a parte danificada. A Senhora do Bonfim, 56, bairro bairro Serra Verde, e tomou ou- seja mesmo um seqüestro”, presenciou Carlos fechando a
fachada, em estilio neoclássico, FREDERICO HAIKAL Cipriano, Vespasiano, onde fi- tro rumo. O bancário e o moto- comentou o delegado Wander- porta da Kombi, já com o geren-
foi preservada. IMÓVEL ESTAVA invadido cou sob a custódia de Carlos. rista foram para a rodovia, on- son Gomes, responsável pelo te dentro do carro. O próprio
Danílson teria coagido Marcelo de foram resgatados por poli- caso. Carlos admitiu isso.
Omissão “Já ligamos várias vezes para a a ligar para o banco autorizan- ciais civis de Vespasiano. O motorista Carlos Antônio, o O gerente também foi ouvido
imprensa e o Conselho Munici- do o saque do dinheiro. Tão lo- Carlos foi preso em flagran- Carlão, passou a tarde toda informalmente pela polícia,
O incêndio será investigado pal do Patrimônio Histórico de- go o gerente fez o contato com o te por ter colaborado com o se- prestando depoimento no mas foi liberado para descan-
pela Polícia e pelo Patrimônio nunciando o abandono do ca- banco, Danilson saiu apressado qüestro. Na Kombi, foram en- Deoesp, onde afirmou ser ino- sar. Ele deverá depor em cartó-
Histórico. Vizinhos do casarão sarão e ninguém tomou provi- para buscar o dinheiro, deixan- contrado cordas e pedaços de cente. Ele dise que foi contrata- rio hoje. Uma equipe de poli-
garantiram ontem que o imóvel dênica”. do a vítima e motorista em ca- fitas plásticas utilizadas para do por Marcelo há pouco mais ciais do Deoesp permaneceu
não vinha sendo fiscalizado pe- O responsável pelo setor, na sa. amarrar o bancário. De Ves- de um mês para trabalhar de em diligência contínua, na ex-
la prefeitura que ignorou a sua prefeitura, não foi localizado pa- Acuado pelo telefonema da pasiano, todos seguiram para mecânico e garantiu que não pectativa de prender o comer-
invasão. Uma vizinha chegou a ra falar sobre o sinistro e as acu- polícia exigindo a rendição, Da- o Deoesp, onde o inquérito po- sabia da intenção de seu patrão ciante que estaria escondido na
acusar a prefeitura de omissa. sações. (JC) nílson abandonou a kombi na licial foi aberto. “Ainda não sa- em seqüestrar o gerente. A polí- região de Vespasiano. (NC e JC)

Interesses relacionados