1

CULTO DE MISSÕES

“Santificai um jejum, convocai uma assembléia solene, congregai os anciãos, e todos os moradores desta terra, na casa do SENHOR vosso Deus, e clamai ao SENHOR.” Joel 1:14

O QUE É?
O Culto de Missões é uma estratégia dada por Deus para atingir, de maneira eficaz, os alvos missionários que Ele tem inspirado, a toda a Igreja Quadrangular. Sendo assim, a Igreja do Evangelho Quadrangular no Brasil destina o terceiro Domingo de cada mês para Missões e todas as ofertas levantadas nesse dia são canalizadas para Missões, da seguinte forma:  50% para o Conselho Nacional de Diretores  50% para o Conselho Estadual de Diretores

IMPORTÂNCIA
O Culto de Missões permite que a Igreja Local esteja reunida para receber a ministração do Senhor quanto ao Seu mandamento: “Ide por todo o mundo, e pregai o Evangelho a toda a criatura” (Mc.16:15). Ele tem sido uma ferramenta nas mãos de Deus para aumentar, de maneira significativa, a conscientização missionária em Sua noiva e, em especial, para reavivar a visão missionária da Igreja Quadrangular.

OBJETIVOS
 Permitir a cada membro da Igreja Local o reconhecimento do seu papel na obra missionária, seja ela urbana ou transcultural;  Dar oportunidade para a Igreja ser abençoada ao ofertar para missões;  Despertar pessoas para formar uma equipe de missões em cada Igreja Local;  Despertar pessoas para serem intercessores por missões;
Manual para Culto de Missões – Volume 2

2

PASSOS CHAVE PARA O CULTO DE MISSÕES

1º. Converse com o seu Pastor, NÃO FAÇA nada sem o conhecimento e a aprovação dele; 2º. Ore intensamente, de forma individual e em grupo, pedindo a Deus sabedoria e frutificação duradoura através do culto; 3º. Faça um planejamento do culto com bastante antecedência.

COMO FAZER UM CULTO DE MISSÕES?

PROGRAMA BÁSICO PARA UM CULTO DE MISSÕES
1) 2) 3) 4) 5) 6) 7) 8) Abertura Louvor Oração Informações Promoção Missionária Oferta Mensagem Encerramento a. b. 1 a 5 minutos 15 a 30 minutos 10 minutos 5 a 10 minutos 5 a 15 minutos 5 a 10 minutos 20 a 40 minutos 3 a 10 minutos

Tempo total mínimo = 64 minutos Tempo total máximo = 2h. 10 minutos

Informações Importantes
O Culto de Missões é estratégico. Por isso, faça dele um tempo especial, onde todas as partes sejam bem elaboradas para atingir o(s) objetivo(s) proposto(s).

Manual para Culto de Missões – Volume 2

3 TEMA A equipe de Missões deve definir um tema específico para cada mês. Este norteará a preparação e o enfoque de todas as áreas que envolvem o Culto e será definido paralelamente ao objetivo. Exemplos de temas: Levando luz às nações; Missões, o Grande Desafio; “Ide” Mandamento de Jesus.

OBJETIVO Deve-se estabelecer qual(is) objetivo(s) se pretendem alcançar com o Culto, a cada mês. Esse(s) objetivo(s) deve(m) ser claro(s) e específico(s), fácil(eis) de ser(em) avaliado(s). Deve(m) surgir a partir do tema e/ou do país alvo, a cada mês.
Resultado: Um bom planejamento sempre leva em conta objetivos em três áreas, nas quais devese esperar mudanças: o indivíduo em relação a Deus, o indivíduo em relação a si mesmo e o indivíduo em relação à comunidade.

VERSÍCULO CHAVE Sempre ligado ao tema, o versículo chave servirá para apresentar à Igreja o tema do mês. Pode ser um só versículo ou uma sequência de versículos. Não deve ser muito longo. Não há necessidade de estar ligado à mensagem.

PAÍS ALVO É o país trabalhado que norteará a decoração, as informações e a promoção missionária, podendo ainda influenciar a escolha de hinos para o período de louvor, dos motivos de oração e até mesmo dos desafios apresentados no período da oferta.

Manual para Culto de Missões – Volume 2

4 DECORAÇÃO É muito importante que, no dia do Culto de Missões, toda a decoração da Igreja chame a atenção para o tema. Assim, tendo em vista o tema, o objetivo e o país alvo, elabora-se toda a decoração interna e externa da Igreja, criando um impacto visual com o objetivo final de envolver a congregação em missões.

PARTES DO CULTO
RECEPÇÃO Por ser um evento especial no mês, a recepção do Culto de Missões também deve ser diferente e fazer parte de todo o planejamento, visando integração com o tema, os objetivos e o país alvo.
Dica: Verifique a possibilidade de colocar, na recepção, pessoas vestidas com trajes típicos do país alvo. Também pode ser feita uma saudação na língua daquele país, ou mesmo um ritual de saudação costumeiro àquele país.

ABERTURA Existe um ditado popular que diz que a primeira impressão é a que fica. Por isso, é importante planejar uma abertura breve, atrativa e criativa, que, acima de tudo, incentive as pessoas a se envolverem desde o princípio no programa do culto, fazendo-as perceber que é um culto diferente e especial, com objetivo missionário. Compreende: LOUVOR Devemos utilizar o período de louvor para abençoar nações e povos, despertando pessoas para a obra missionária. Faça este período alegre, motivador e inspirativo.
Manual para Culto de Missões – Volume 2

Saudação inicial ao povo; Leitura do versículo chave; Explicação do tema e país alvo; Uma breve oração.

5 Selecione cânticos temáticos de missões. Pode ser intercalado com informações missionárias de forma a já desafiar a congregação a envolver-se com missões, com o país alvo e seus missionários.
Dica: Se possível escolha um dirigente de louvor que tenha visão missionária. Verifique a possibilidade de todos os integrantes do grupo de louvor estarem vestidos com trajes típicos do país alvo.

INTERCESSÃO A oração é elemento fundamental para o sucesso da obra missionária, pois promove um confronto de poderes. Não é contra a carne e o sangue, mas contra principados e potestades que estamos lutando (Ef.6:12). Tenha em mente que este período pode ser usado por Deus para ensinar Sua Igreja a orar por missões.
Dica: Prepare com antecedência os pedidos de oração e os alvos para intercessão. O Projeto AMAI lança periodicamente boletins de oração, com informações e motivos de oração pelos missionários. Entre em contato através do email: amai@ieqmissoes.org.br ou pelo telefone (11) 3226-3142 e faça seu cadastro.

O Projeto AMAI tem uma estratégia chamada 15 minutos pelas nações, que pode ser aplicada antes do culto de Missões. Convide os participantes do culto a chegarem 15 minutos antes para orarem por missões. Damos em seguida algumas orientações: Realizando “QUINZE MINUTOS PELAS NAÇÕES” É um período de 15 minutos para orar pelos 5 grandes alvos do projeto A.M.A.I. 1. Uma Nação; 2. Um Povo não Alcançado; 3. Um País onde há perseguição contra os cristãos; 4. Um Missionário Quadrangular; 5. Um Motivo Missionário a nível local, estadual ou nacional.

Manual para Culto de Missões – Volume 2

6 PROMOÇÃO MISSIONÁRIA Momento de passar informações à Igreja para que conheça a obra de Missões, a realidade dos campos missionários e a vida dos missionários. São fundamentais as informações: quem é o missionário, onde se encontra, como é sua família, que projetos está desenvolvendo, quais são as suas necessidades, qual é e como é o povo com o qual trabalha, etc. Quando expomos um assunto, por mais importante que ele seja, não devemos nos prender em uma exposição oral, pois pode tornar-se cansativo para o auditório. Por isso, para promoção de missões, os recursos áudio-visuais são indispensáveis. Coordene a explanação oral com os recursos áudio-visuais.
Dica: Aproveite para divulgar os demais espaços que apresentam essas informações, como: stands, sites na Internet, murais e painéis com fotos, cartas e informações.

OFERTA Além do apoio em oração, cabe à igreja o sustento financeiro da obra missionária. Devemos estar convictos da importância da contribuição missionária e mostra-la à Igreja, para que todos possam ser abençoados ao dar o melhor para Deus em Missões.
Dica: Os envelopes de missões podem ser distribuídos antes do 3º Domingo, como forma de conscientização. Os membros da Igreja irão contribuir de forma mais significativa quando lhes for mostrado, de forma clara e objetiva, as necessidades de um campo missionário ou de um missionário e sua família.

MENSAGEM Para um melhor resultado no Culto de Missões, é necessário que você escolha alguém com visão missionária para trazer a Palavra de Deus e que, de alguma forma, esta pessoa esteja envolvida com missões. nações.
Dica: Convide, se possível, missionários em férias no Brasil, missionários de curto prazo ou que realizam projetos transculturais e/ou missões urbanas, pastores que sejam líderes de agência
Manual para Culto de Missões – Volume 2

É importante que todas as pessoas

envolvidas com o culto tenham o coração voltado para as necessidades dos povos e das

7
missionária, diretores de missões a nível regional, estadual, nacional ou internacional. Busque orientação e contatos com esses servos de Deus através da S.G.M.

ENCERRAMENTO Como toda a programação, o encerramento deve merecer a devida atenção. Encerre o culto de maneira alegre e criativa, estimulando o retorno no próximo mês. LEMBRANÇA As lembrancinhas fazem com que as pessoas lembrem de orar e contribuam para missões, sentindo-se parte desse ministério da igreja e marcando ainda mais a importância da participação de cada uma. Desenvolva o modelo de lembrança para cada culto, sempre que possível, de acordo com o objetivo proposto dentro do tema e representando o país alvo. Faça algo útil, que as pessoas poderão utilizar e/ou ver no seu dia-a-dia. De acordo com o evento desenvolvido no momento de promoção missionária, escolha: Pequeno buquê de flores artificiais Flores artificiais avulsas Globo terrestre em isopor Saquinhos com sementes Cartão com mensagem ANÁLISE E AVALIAÇÃO Tendo em vista a programação planejada e a programação apresentada, reúna-se com a equipe para uma análise e avaliação do culto. Procurem identificar: ► ► ► Qual foi o resultado em relação ao tema, ao país alvo e aos objetivos? Quais foram os pontos positivos? E os negativos? Quais as sugestões para o próximo culto? Marcador de página Calendário de oração Cartão de oração Bandeirinhas Imã de geladeira

Manual para Culto de Missões – Volume 2

8

DICAS
 Envolva os membros da congregação de várias maneiras;  Forme equipes responsáveis para cada setor da programação do Culto de Missões;  Lembre-se que o Culto de Missões é um evento especial que acontece no calendário da Igreja Local a cada mês e planeje-o com antecedência;  Programe atividades onde os membros possam ter contato pessoal com missionários ou pessoas com experiência em Missões;  Cada vez que fizer um Culto de Missões utilize uma ou duas experiências novas no programa;  Ao fazer o planejamento do Culto, leve em consideração cada grupo: homens, mulheres, jovens, adolescentes, juniores, crianças e terceira idade;  Forme uma equipe de intercessão para orar pelo evento. Para isso, utilize a estrutura do Projeto A.M.A.I.

SUGESTÕES
Para mais detalhes das sugestões abaixo, entre em contato com a S.G.M. MATERIAIS Para diversos pontos da programação do Culto de Missões podem ser utilizados inúmeros materiais. Listamos aqui alguns:

Manual para Culto de Missões – Volume 2

9 Fotos, vídeos ou transparências Roupas típicas Música e letra de hinos oficiais (adaptada p/o Evangelho) Cartas e e-mails de missionários Objetos típicos (não evocativos das trevas) Rituais típicos (não evocativos das trevas) Cartazes, pôsteres, cartões postais, faixas e letreiros Palavras, saudações, etc. (na língua do país) Bandeiras, mapas e globo terrestre Estatísticas (confiáveis e atualizadas) Bíblia em diversas versões, Livros, Jornais e Revistas Sites da Internet Cartões de intercessão EVENTOS Tanto para a abertura, quanto para o momento de promoção missionária, é comum a utilização de uma das atividades sugeridas abaixo. No entanto, como a programação do Culto de Missões é permeada pela criatividade e permite certa flexibilidade, algumas dessas sugestões podem ser encaixadas também em outros momentos. Coreografias Apresentação teatral Entrada de bandeiras Declamação de textos (bíblicos ou não) Sessão de “cinema missionário” Encenações diversas (momento do chá japonês, cantinho árabe, momento cívico, etc.)

Manual para Culto de Missões – Volume 2

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful