Você está na página 1de 4

PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE

AULA 03

• Introdução à história pessoal de Reich.


• Wilhelm Reich – (1897-1957)
• Nascido na Galícia ucraniana, parte do Império Austro-Húngaro que
hoje é a Ucrânia.
• Judeu de origem humilde, filho de camponeses.
• Infância isolada pois, por ser judeu, não se relacionava com as crianças
ucranianas camponesas do local e, por não ser judeu praticante, não se
relacionava com as crianças judias que falavam iídiche e tinham outros
valores e tradições.
• Tragédia familiar na adolescência: descobre o caso extraconjugal de sua
mãe com o tutor de Reich.
• Conta a seu pai, um homem muito autoritário e ciumento.
• A mãe não suporta a pressão e se suicida. Reich estava com 14 anos.
• O pai ressentido e melancólico adoece e morre. Reich estava, então, com
17 anos.
• Quando estava com 26 anos de idade, seu único irmão morre de
tuberculose.
• Neste meio tempo, em 1916, é recrutado pelo exército austríaco
(Primeira Guerra Mundial).
• Perde todos os bens familiares com a guerra.
• Em 1918, ingressa na Faculdade de Medicina da Universidade de Viena:
apresenta-se como um aluno brilhante e interessado.
• Participa de Seminários de Sexologia e começa a demonstrar interesse
por questões sociais sob a ótica marxista.
• Em 1920, ingressa na Sociedade Vienense de Psicanálise e se torna
discípulo de Freud.
• Em 1922, especializa-se em neuro-psiquiatria e passa a trabalhar como
psicanalista.
• Neste mesmo ano (1922), Freud inaugura a Policlínica Psicanalítica, em
Viena, com uma proposta de atendimento gratuito às classes populares.
Reich será nomeado vice-diretor da Policlínica.
• Este espaço possibilita a Reich desenvolver seu crescente interesse pela
miséria sexual do proletariado.
• Estamos em um contexto de Revolução Industrial.
• Questões como a falta de planejamento familiar, a miséria decorrente
deste contexto, a não-distribuição gratuita de anticoncepcionais e
proibição do aborto suscitam sua crítica.
• Estabelece relações entre a ansiedade ligada ao risco da procriação e a
etiologia (causa) das neuroses.
• Começa a se opor à Psicanálise Ortodoxa a partir de seus conceitos de
“potência orgástica” e “couraça caracterológica”.
• Participa cada vez mais do Movimento Socialista. Opõe-se ao nazi-
fascismo (Hitler-Mussolini).
• Em 1927, entra para o Partido Comunista.
• Intensifica seus estudos que relacionam Psicanálise de Freud com o
Materialismo Dialético de Marx.
• Em 1929, abre 6 centros de Higiene Sexual (04 psicanalistas, 03
obstetras e 01 advogado). Meta: legalização do aborto. Torna-se muito
popular entre os operários.
• Passa cada vez mais a se dedicar à “Profilaxia das neuroses, buscando
uma revolução sexual que elimine o grande fator, a seu ver, gerador da
psicopatologia: a repressão imposta pela moral conservadora”.
• Em 1931, funda a SEXPOL (Associação para uma Política Sexual
Proletária). Arregimenta 20 mil membros em somente 1 ano em toda a
Alemanha.
• Isto assusta os dirigentes do Partido Comunista que passam a exercer
pressão (contra) suas atividades.
• Reich não pára e, em resposta, em 1932, funda sua editora própria:
Edições de Política Sexual. E dá continuidade às suas idéias.
• Em 1933, é expulso do Partido Comunista e, ainda assim, passa a ser
perseguido pelos nazistas que assumem o poder.
• Em 1934, é expulso da Associação Internacional de Psicanálise, sob a
alegação de estar “descaracterizando a Psicanálise, utilizando-a para fins
comunistas”.
• Exila-se em diversos países (Dinamarca, Suécia, Noruéga) sempre sendo
perseguido e acusado, pela direita, de “revolucionário” e, pela esquerda,
de “agitador”.
• A partir de 1935, vai gradativamente se afastando das questões marxista
e se aproximando da Fisiologia e Biofísica. Inicia suas pesquisas sobre a
“energia orgônica” ou “energia vital”.
• Ainda na Noruéga, desenvolve pesquisas de laboratório sobre a
bioenergia, relacionando-a às causas sexuais das neuroses. Passa a ser
duramente criticado por um jornal local. Isola-se.
• Em 1939, vai para os EUA a partir de um convite da Nova Escola para
Pesquisa Social (NY) para ser Professor de Psicologia Médica.
• Em 1949, funda o Instituto Orgon (EUA) para dar continuidade às suas
pesquisas.
• Por volta de 1950, cria aparelhos acumuladores de energia orgônica.
• Para Reich, várias doenças (asma, câncer, hipertensão, epilepsia)
poderiam ser tratadas pelo restabelecimento de um fluxo normal de
energia orgônica no indivíduo. Isto poderia ser conseguido pela
exposição a altas concetrações de energia orgônica nos aculmuladores.
• O FBI entende que suas pesquisas podem ser perigosas e podem estar
relacionadas à espionagem nazista ou comunista.
• Em 1954, o FDA, com o apoio da Caça aos Comunistas (MacCarthy),
condena Reich por “venda ilegal de objetos terapêuticos”.
• Em 1957, é preso e morre, neste mesmo ano, na prisão.