Você está na página 1de 2

EFICÁCIA DO CASAMENTO.

DIREITOS E DEVERES DOS CÔNJUGES

CONCEITO DOS EFEITOS JURÍDICOS DO CASAMENTO:


São conseqüências que se projetam no ambiente social, nas relações pessoais e
econômicas dos cônjuges, nas relações pessoais e patrimoniais entre os pais e filhos,
dando origem a direitos e deveres, disciplinados por normas jurídicas.

EFEITOS SOCIAIS DO CASAMENTO:


- Criação da família matrimonial (Art. 226, par. 1, 2, CF e CC, art. 1.513)
- Estabelecimento do vínculo de afinidade entre cada cônjuge e os parentes do outro
(CC, art. 1.595 §§ 1 e 2)
- Emancipação do consorte de menor idade (CC, art. 5º., § único, inciso II).
- Constituição do Estado ode casado.

EFEITOS PESSOAIS DO CASAMENTO:


DIREITOS E DEVERES DE AMBOS OS CONSORTES

1. FIDELIDADE MÚTUA ( CC, Art. 1.566, I e 1.573, I).


2. COABITAÇÃO (CC, Arts. 1.566, II, 1.511, 1.597, CPC, art. 990,I).
3. MÚTUA ASSISTÊNCIA (CC, Art. 1.566, III e 1.573, III).
4. RESPEITO E CONSIDERAÇÃO MÚTUOS (CC,ARTS. 1.566, V e 1.573, III).

EFEITOS PESSOAIS DO CASAMENTO:


1. IGUALDADE DE DIREITOS E DEVERES ENTRE MARIDO E MULHER (CC,
Art. 1.511; CF, Art. 226, §5º):
• EXERCER A DIREÇÃO DA SOCIEDADE CONJUGAL (CC, ARt. 1.567 e
1.570);
• PROTEGER SEU CONSEORTE NA SUA INTEGRIDADE FÍSICA OU
MORAL;
• FIXAR O DOMICÍLIO DA FAMÍLIA (CC, Art 1.569 e 1.567, § único);
• VELAR PELA DIREÇÃO MORAL E MATERIAL DA FAMÍLIA (CC, Art.
1.568)
• DIRIGIR A COMUNIDADE DOMÉSTICA (CC, Art. 1.643, 1.644. 1.565,
1.568);

2. DIREITOS E DEVERES DOS PAIS PARA COM OS FILHOS:


• SUSTENTAR, GUARDAR E EDUCAR OS FILHOS (CC, Arts. 1.566,
IV, 1.568, 1.634, I A VII; CP, Arts. 244, 245, 246, 247).
• PODER FAMILIAR (CC, Arts. 1.631 I PAR. ÚNICO, 1.690 E PAR.
ÚNICO, 1.637, 1.638 E 1.696);
• DELIBERAREM AMBOS OS PAIS, NA SEPARAÇÃO JUDICIAL
CONSENSUAL, A RESPEITO DA GUARDA DOS FILHOS (CC, Art.
1.583, CPC, Art 1.121, II, III);
• OBSERVAR NA SEPARAÇÃO LITIGIOSA O DISPOSTO NO CC,
Arts. 1.584, 1.589, 1.579 e 1.703.
• NÃO PERDER O GENITOR QUE CONTRAI NOVAS NÚPCIAS O
DIREITO AO PODER FAMILIAR QUANTO AOS FILHOS
MENORES DO LEITO ANTERIOR (CC, Arts. 1.588 e 1.636, par.
Único).