Você está na página 1de 1

19.03.

2009

Notícias

Caixa patrocina artesanato no Norte de Minas

A Caixa e a Cooperativa Dedo de Gente assinaram nesta quinta (19/03), em Curvelo/MG, contrato de
patrocínio ao projeto Fabriquetas da Cidadania, um dos três na região Sudeste do país e o único de Minas
Gerais selecionado em 2008 pelo Programa CAIXA de Apoio ao Artesanato Brasileiro.

O patrocínio CAIXA é no valor de R$ 50 mil e contribuirá para


melhor equipar a cooperativa de maquinário e matéria prima, como
também para custeio de curso de capacitação em serralheria e para
a divulgação e comercialização dos produtos da cooperativa. Como
uma das contrapartidas ao patrocínio, a CAIXA receberá 120 peças
de artesanato em ferro para distribuição como brindes a clientes e
relacionamentos institucionais.

O evento de assinatura contou com a presença de membros da


Cooperativa Dedo de Gente, dentre eles sua presidente Doralice
Barbosa Mota, e diversas autoridades, entre elas, o prefeito de
Curvelo, José Maria Penna Silva, o superintendente regional da
Caixa, Ronaldo José Gouvêa Roggini, o gerente geral da Agência de Curvelo, Celson Afonso Borges e o
antropólogo e educador Tião Rocha, presidente da ONG Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento.

Projeto Fabriquetas da Cidadania


O Fabriquetas da Cidadania foi concebido para se tornar uma
efetiva opção educativa e profissional para os jovens de periferia de
Araçuaí e Curvelo, localizadas nas regiões do Vale do Jequitinhonha
e Centro Norte de Minas, respectivamente. Hoje, são 9 fabriquetas
para a produção artesanal de produtos economicamente
sustentáveis, formadas por cerca de 56 jovens, que obtém renda
mensal de meio a um salário mínimo através do trabalho nessas
unidades de produção solidária de bambu, ferro, bordados,
embalagens, pinturas com tinta de terra, doces e licores e
marcenaria.

As fabriquetas compõem a Cooperativa Dedo de Gente e surgiram de um intenso processo educativo,


iniciado há mais de 20 anos com o trabalho da ONG Centro Popular de Cultura e Desenvolvimento. A
atuação do CPCD provocou os jovens de Araçuaí e Curvelo a buscarem oportunidades de trabalho e renda
nas suas próprias cidades, despertando sensibilidade e criatividade, relacionadas aos valores, símbolos e
histórias dessas terras mineiras. Como explica a presidente da Cooperativa Dedo de Gente, Doralice
Barbosa Mota, a qualificação profissional e a obtenção de lucro são metas importantes, mas o objetivo
primordial da Dedo de Gente é a formação humana e cidadã, o que leva à organização de um negócio
solidário e comprometido com o desenvolvimento das comunidades em que está inserido.

Para conhecer os produtos artesanais da Dedo de Gente, é só acessar o site www.dedodegente.com.br.

Programa CAIXA de Apoio ao Artesanato Brasileiro


O edital do Programa Caixa de Apoio ao Artesanato Brasileiro, lançado no segundo semestre de 2008,
selecionou 16 projetos dentre os 219 inscritos. O patrocínio concedido pelo Programa visa contemplar as
várias etapas do processo produtivo, desde a aquisição da matéria prima até a comercialização do produto,
visando o desenvolvimento de comunidades artesãs e a valorização do artesanato tradicional e da cultura
brasileira. A Caixa em 2009 vai investir, ao todo, R$ 550 mil.

A CAIXA contribui para o desenvolvimento do artesanato brasileiro desde 2003, com o Programa
Artesanato Brasil com Design, que já beneficiou 86 comunidades de todas as regiões brasileiras, com a
realização de 320 oficinas, atingindo mais de 1000 artesãos. Este trabalho resultou em uma coleção de
14.500 peças produzidas. Pelo programa, a empresa adota peças do artesanato brasileiro como brindes
para clientes, qualificando a mão-de-obra com geração de emprego e renda nas comunidades envolvidas.

Sobre os programas da CAIXA voltados à valorização e preservação da cultura brasileira, acesse o site
www.caixacultural.com.br

Assessoria de Imprensa
Regional Norte de Minas
(31) 3217-1001