1

O que é o projeto Livrai-Nos!?

Imagine uma equipe mergulhada na tarefa de selecionar ao redor de 1.500 títulos de livros e artigos educacionais e outros tantos de mapas, gráficos e fotografias em geral. Deve ganhar bem essa equipe, não? No caso do Projeto Livrai-Nos! a equipe não ganha nada: trata-se de um trabalho voluntário e a seleção será doada em CD-Rom a escolas e entidades que requisitarem essa coleção de títulos, denominada Biblioteca Básica Infanto-Juvenil. As pessoas que ainda não conhecem o Projeto Livrai-Nos! podem achar que é mais só mais uma livraria, com venda de livros e lançamentos de novas obras. O Projeto Livrai-Nos!, porém, interessa a todas as livrarias e editoras, na medida em que seu objetivo é combater o analfabetismo – completo e funcional –, disseminar o gosto pela leitura e promover escritores paranaenses. O Projeto Livrai-Nos! surgiu quando recebi um convite irrecusável para ir trabalhar em definitivo (de corpo e alma) na Amazônia. Pensando em como recusar o irrecusável, a solução veio das conversas com a mana Regina Sperança: se houvesse um motivo muito forte para continuar no Paraná, eu recusaria o convite irrecusável. E o motivo apareceu nessa conversa: iniciar um projeto inédito de combate ao analfabetismo funcional. Lembramos que uma das últimas iniciativas do vereador Guerino Zotti (1945–2001) foi converter em lei, em agosto de 2000, sua proposta de criar o Dia Municipal da Leitura, definido como 30 de setembro. Zotti morreu em março do ano seguinte. O projeto Livrai-Nos! surgiu quando o Dia Municipal da Leitura começou a ser ignorado, ano após ano, em desrespeito à lei e à memória do vereador falecido.

2

Vereador Guerino Zotti

Por que, diante de tão alto grau de analfabetismo funcional existente na sociedade, não se estimula a prática da leitura nem há incentivo à escrita e à difusão de textos? Por que a importante lei proposta pelo falecido vereador Zotti foi esquecida? Para responder a essas perguntas brotou a proposta de criar um movimento social unindo autores de livros em torno da divulgação de seus textos. O objetivo seria reforçar a programação das bibliotecas e as atividades desenvolvidas pela Academia Cascavelense de Letras, Clube dos Escritores de Cascavel, Confraria dos Poetas e outras iniciativas particulares e oficiais com ênfase na leitura. “Costurar” as diversas iniciativas existentes na área cultural em torno da valorização dos autores seria engajá-los nos propósitos de combate ao analfabetismo em todas as suas formas. Em paralelo a esse movimento de valorização dos autores locais surgiu a proposta de abrir uma pequena livraria destinada exclusivamente aos autores paranaenses, especialmente de Cascavel e Oeste do Paraná, na qual cada livro físico adquirido daria direito a um livro virtual de presente.

3

Na tarde de sábado, 20 de abril, o projeto Livrai-Nos! vai promover uma homenagem ao aniversário da Academia Cascavelense de Letras (ACL). Rua Pernambuco, 2.850 Jardim Coqueiral Cascavel – Paraná

Por exemplo, quem está comprando os livros “Cascavel, A História” e “Cascavel: Uma Santa na Encruzilhada” está ganhando de brinde um CD-Rom com o primeiro livro sobre Cascavel – “Pequena História de Cascavel e do Oeste”, mais um vídeo com imagens históricas e o Hino de Cascavel. Semanalmente, aos sábados, das 14h às 17h, o Projeto LivraiNos! promove bate-papos com escritores para combinar ações destinadas a valorizar e divulgar as obras já escritas, reforçar o lançamento de novas obras e apoiar as ações culturais em perspectiva. Por que “Livrai-Nos!?” Vem do verbo “livrar”, mas também no sentido de “enlivrar”, ou semear livros. É um apelo afirmativo e exclamativo: Livrai-nos da ignorância e do analfabetismo! **
Ajude a distribuir milhares de livros e a combater o analfabetismo funcional: associe-se ao Projeto Livrai-Nos! http://livrai-noscascavel.blogspot.com.br/p/projeto-livrai-nos.html ** Alceu A. Sperança – escritor alceusperanca@ig.com.br

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful